Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Alterações na “Saúde” geram insatisfação em Anadia

O Movimento “Unidos pela Saúde” promete nova onda de contestações, face às alterações que se avizinham para a área da Saúde, no concelho de Anadia.
Aproveitando as comemorações do 25 de Abril, o Movimento, liderado por José Paixão, deixou bem patente, na praça do município em Anadia, que “a saúde é um direito e não um negócio”.
Durante as comemorações e aproveitando a presença de alguma população e de todos os deputados e de todas as forças partidárias na Assembleia Municipal, recordam que o Movimento não morreu e que está pronto para novas manifestações.
Segundo José Paixão, “o Serviço Nacional de Saúde é uma conquista de Abril e não pode ser transformado num negócio”. Ao JB revela que “as notícias vindas recentemente a público são preocupantes. A redução de 4h na Consulta Aberta (passa a estar aberta apenas até às 20h) e a criação de Unidades de Saúde Familiares (USF) traduzem-se em perda para a população em matéria de Saúde, pois é certo que as Extensões de Saúde vão começar a fechar”.
Aliás, José Paixão garante que as de “Mogofores e Ancas encerram já a 1 de Maio, com os utentes a serem transferidos para Sangalhos”, apelando novamente à união da população contra as medidas colocadas em prática pelo Ministério da Saúde.
“A lei diz que as USF são unidades com um mínimo de 4 mil habitantes e um máximo de 18 mil. Quando abrirem as preconizadas (Anadia/Sangalhos) é claro que tudo o que está à volta vai fechar”, acrescenta.
Ciente de que se avizinham tempos difíceis, diz que o Movimento irá sair à rua e que quer a adesão do povo, confirmando que está a ser delineada uma estratégia de luta: “vamos promover uma iniciativa de agradecimento ao Governo por nos ter deixado o Hospital Correia de Campos”, diz ironicamente, sublinhando que o concelho não pode perder mais na área da Saúde.
“O concelho perdeu o serviço de Urgências do Hospital, perdeu o SAP de Sangalhos. Basta. Até parece que aqui todos são milionários e com rendimentos fabulosos que podem dar-se ao luxo de abdicar do SNS.”

CC

Deixe um comentário

Ad Code

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com