Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Parque de Lazer da Fogueira vai ser uma realidade

A tão desejada construção de um Parque de Lazer no lugar da Fogueira, freguesia de Sangalhos, vai ser uma realidade.
Na reunião de câmara do executivo anadiense, realizada no dia 25 de julho, foi decidido, por unanimidade, atribuir um donativo à Junta de Freguesia de Sangalhos, de 5 mil euros, para aquisição dos terrenos necessários à implantação de um Parque de Lazer no lugar da Fogueira, na freguesia de Sangalhos.
A obra, que é um sonho antigo do executivo da JF, liderado por António Floro, começa agora a tomar contornos mais definidos com a ajuda atribuída pela Câmara Municipal de Anadia. O Parque de Lazer irá ser implantado junto ao lavadouro do lugar – Porto das Figueiras – que, segundo António Floro, “possui condições privilegiadas” para além de poder ser adquirido por um preço acessível tendo em conta a dimensão e as caraterísticas do espaço.
Por isso, foi já formalizado com o proprietário do terreno um contrato de promessa de compra e venda do referido espaço, tendo sido já realizado um levantamento topográfico do local, por forma a dar início à obra.
O apoio de 5 mil euros não é muito, na medida em que a Junta de Freguesia terá de desembolsar 8.505 euros pelo terreno, que tem uma área de 5.670m2 e que se irá juntar a uma outra parcela já pertencente à autarquia. No total, o parque ficará com mais de 8 mil m2.
A JB, António Floro revela que se trata de um projeto que irá colmatar uma lacuna da freguesia e, por conseguinte, será de certeza uma mais-valia para a população e concelho.
Embora reconheça que a JF não tem capacidade financeira para adquirir o terreno, solicitou apoio à Câmara Municipal de Anadia, que decidiu, por unanimidade, atribuir este subsídio.
“Não é o subsídio ideal, porque o ideal seria o total. Mas somos realistas, sabemos das dificuldades e agora teremos de arranjar a verba restante, com a ajuda de alguns particulares e com o sacrifício da Junta de Freguesia iremos fazê-lo”, diz.
Embora reconheça tratar-se de um projeto embrionário, o seu sonho para aquele espaço é, no mínimo, ambicioso.
“Já pedimos a colaboração a arquitetos e técnicos da Câmara. Não queremos cortar qualquer árvore desnecessariamente. Para além de uma ligeira alteração do curso de água, queremos criar um lago, arranjar todo o espaço envolvente, com relvas, flores e árvores, assim como, no futuro, ali colocar bancos, mesas, zona de estacionamento, churrasqueiras e sanitários”.
Um projeto ambicioso que acredita ser possível com a ajuda e colaboração de toda a comunidade.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com