A Bairrada celebrou a região e a sua gente num evento inédito realizado na noite da última sexta-feira, dia 2, na mítica Quinta das Lágrimas, em Coimbra.
Numa iniciativa da Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) e da Associação Rota da Bairrada (ARB), a primeira cerimónia ‘Bairrada: No Sentido dos Sentidos’, traduziu-se numa noite de elegância e charme que homenageou a região.
Num evento único e memorável, marcado pelo glamour, a cerimónia que contou com cerca de 170 pessoas, distinguiu nesta primeira edição cinco embaixadores da Bairrada que se destacam pela excelência profissional.
Figuras da região, conhecidas do grande público, e que se destacam em diferentes áreas, como são os casos de Maria Rueff (Cantanhede), na arte e na cultura; Dino Alves (Anadia), na moda; Sérgio Conceição (Coimbra), no desporto; Sandro Alves (Mealhada), na dupla investigação e ciência; e o chef Ricardo Costa (Aveiro), na gastronomia.
Uma noite marcado pela enorme emoção e pelo sentimento de agradecimento que os embaixadores demonstraram ter pela sua Bairrada.
 
Embaixadores de excelência. A primeira intervenção caberia a Maria Rueff. A atriz dispensa grandes apresentações sendo um dos rostos mais conhecidos do grande público tendo representado ao lado de Herman José e de Ana Bola. Aliás, o icónico “Zé Manel taxista” foi uma das personagens que a humorista encarnou e que marcou o seu percurso televisivo.  Recordou e elogiou o seu pai e avô, ambos de Cantanhede, sendo o segundo compostitor, maestro e fundador de um rancho local. Emocionada, fez questão de frisar que tem um carinho muito grande por esta terra, onde viveu e estudou, ainda que tenha nascido na cidade da Beira, em Moçambique. Contudo, foi em Cantanhe que frequentou o segundo ciclo e  ali chegou a vindimar para a Adega Cooperativa local, disse ainda. 
Já o criador de moda andiense, Dino Alves, também eleito embaixador da região, agradeceu a distinção.
Apelidado como o “enfant-terrible” da moda portuguesa disse ser com “muito orgulho” que aceitava representar esta terra, onde apesar de já não viver há 25 anos, continua a ter as suas raízes.
Bem conhecido do mundo da gastronomia e um dos mais prestigiados chefs da cozinha portuguesa, tendo inclusive já conquistado duas estrelas no Guia Michelin, Ricardo Costa considerou esta nomeação como uma oficialização, uma vez que se considera, desde há muito, um ‘Embaixador Bairrada’, não deixando de destacar o facto do jantar ter sido confecionado pelo seu colega de profissão, Vítor Dias, e antigo colega de carteira nos tempos de estudante na Escola Profissional de Coimbra.
Por último, o cientista e investigador mealhadense Sandro Alves, distinguido com o Prémio Pulido Valente Ciência 2011 pelo seu estudo sobre a doença de Machado-Joseph, tal como os seus colegas  embaixadores mostrou-se extremamente contente e agradecido com a distinção recebida.
Parco em palavras, tendo optado por não ler o discurso que tinha preparado, avançou que “a partir de agora, a responsabilidade vai ser um bocadinho acrescida uma vez que passa a representar a Bairrada.”

Ler mais na edição impressa ou digital