Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Desporto

Clube de Ciclismo da Bairrada com excelente prestação

O Clube de Ciclismo da Bairrada iniciou este fim de semana a sua época de 2016 com a presença no Critério Bento Pessoa, que se realizou no Velódromo Nacional de Sangalhos, tendo conquistado 10 dos 12 lugares do pódio em disputa.
Na modalidade de Keirin, João Dinis venceu a competição, tendo o colega Iuri Leitão ficado em terceiro lugar.
Em Perseguição Individual, o Clube conquistou os três lugares do pódio: João Almeida foi primeiro, seguido de Daniel Viegas na segunda posição e João Dinis completou o pódio no terceiro lugar.
Em Scratch, venceu novamente João Almeida, tendo o colega Iuri Leitão ficado na segunda posição.
Na corrida por pontos o Clube conquistou novamente os três lugares do pódio, tendo vencido a competição Daniel Viegas, seguido dos colegas João Almeida e João Dinis, segundo e terceiro, respetivamente.
Em juniores femininos, Soraia Silva conquistou o terceiro lugar na corrida por pontos, e fez segundo lugar em scratch e eliminação.
Aos novos patrocinadores CALCOB e ABTF, ao Município de Anadia, Região de Aveiro e à Universidade de Aveiro, o Clube de Ciclismo da Bairrada agradece o facto de terem permitido que a equipa iniciasse a época sem os novos equipamentos.

Posted in Ciclismo, Desporto0 Comentários

OBSC volta a perder pontos e desce na tabela. Série B da 2.ª Divisão ao rubro

O arranque de segunda volta não correu de feição para o Oliveira do Bairro. Em casa, frente ao Paivense, a equipa de Óscar Mendes, que até esteve a ganhar, perdeu na reta final do jogo e caiu para sétimo lugar. Nada de preocupante, mas o bom momento do primeiro terço do campeonato, onde foi primeiro, parece que já lá vai.
De vento em popa continua o Águeda que, em casa, frente ao vizinho Valonguense, conquistou mais três pontos.
De novo em casa, o Famalicão, diante do Esmoriz, voltou a desperdiçar dois pontos, descendo dois lugares na classificação. A zona do perigo aproxima-se. Quem lá está é o Calvão, que voltou a perder em casa e logo com uma goleada, frente ao Alba.
2-A formação de Albergaria-a-Velha, que atravessa excelente momento, recebe o Águeda, num jogo que se prevê escaldante pelo excelente desempenho das duas equipas. Será um duro teste para os Galos, que pretenderão manter a vantagem de oito pontos para o Fiães.
O Oliveira do Bairro joga domingo (todos os outros jogos são sábado por causa das eleições presidenciais) no terreno do Carregosense. A má classificação dos locais poderá conferir algum favoritismo aos bairradinos, que precisam de uma vitória para estabilizar.
O Famalicão desloca-se a São João de Ver, onde mora uma equipa em nítida subida de forma. Não se prevê um jogo fácil para os bairradinos, assim como para o Calvão, na visita ao reduto do União de Lamas. À partida, quem tem a tarefa mais fácil será o Valonguense, na receção ao Milheiroense.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-De forma inesperada, o Mourisquense sofreu pesada derrota no reduto do Macieira de Cambra e foi apanhado na liderança pelo Beira-Mar e Vista Alegre, todos com 38 pontos, menos 3 do Oiã, que folgou nesta jornada, a última da primeira volta.
Em casa, o Fermentelos tirou a barriga de misérias e deu chapa seis ao Válega, enquanto o Macinhatense dividiu os pontos na casa do Beira-Vouga.
2-Duelo interessante no Beira-Mar-Oiã. Em disputa está o primeiro lugar e os bairradinos, caso tenham pretensões de lá chegar, sobretudo não perder terreno para o trio da frente, não podem perder.
No terreno do Pinheirense, o Mourisquense não deverá ter dificuldades em regressar às vitórias. O Macinhatense joga fora com o Santiais, último da tabela, e pode muito bem ambicionar à conquista de pontos. O Fermentelos folga.

SÉRIE C. 1-Numa jornada de goleadas, o Mealhada bateu em casa a LAAC e aumentou para 8 pontos a vantagem para o Anadia B, que folgou nesta jornada.
A luta pelo terceiro lugar está ao rubro com cinco equipas na luta. O Águas Boas partiu para esta jornada nessa posição, mas, ao perder na casa da Juve Force, num jogo onde saiu com grandes razões de queixa da arbitragem, caiu na classificação. O Luso goleou fora o Santo André e é terceiro isolado. O Mamarrosa, que somou a terceira vitória consecutiva (ganhou em casa ao Antes), vem logo atrás.
O Carqueijo não teve dificuldades em bater o Paredes do Bairro, tal como o Couvelha na receção ao Ribeira/Azenha.
O Aguinense voltou a perder e logo com uma goleada em casa diante do CRAC, sucedendo o mesmo ao VN Monsarros frente ao Sosense.
2-Em casa, frente ao Paredes do Bairro, o Mealhada é claramente favorito. O Anadia B tem deslocação curta ao terreno do Aguinense, num dérbi que poderá pender para os Trevos.
Com o Luso de folga, quatro equipas vão atacar o terceiro lugar. A Juve Force joga em casa com a LAAC e é bem capaz de ser bem-sucedida. O mesmo se aplica ao Mamarrosa na receção ao Sosense e ao Carqueijo, que também joga em casa frente ao Ribeira/Azenha. O Águas Boas, em Santo André, também tem boas hipóteses de sucesso. O Couvelha é favorito frente ao Antes e no VN Monsarros – CRAC, prevê-se um jogo equilibrado.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Anadia depende de terceiros. Pampilhosa desperdiça pontos

Na reta final da primeira fase, perder pontos pode ser a morte do artista. Assim aconteceu ao Anadia na deslocação a Lourosa, que apenas trouxe na algibeira um ponto quando necessitava dos três. E também porque os seus dois adversários diretos (Lusitano e Sanjoanense) na luta pelo segundo lugar ganharam, colocando os Trevos na terceira posição, a um ponto da formação de Vildemoinhos.
A abordagem ao jogo por parte do Anadia não foi a melhor e por isso foi penalizado. Ainda teve uma ajuda do árbitro, mas na segunda parte o Lourosa virou o resultado, que acabou por não segurar na parte final da partida. O empate não serviu a ninguém.
Na Série E, o Pampilhosa voltou a descarrilar em casa frente ao Oliveira do Hospital. Mais dois pontos perdidos fruto do empate, diga-se alcançado no período de compensação, e que não serviu a nenhuma das equipas.
2-Este sábado disputa-se a última jornada da primeira fase. O Anadia fará a receção ao Oliveira de Frades com um único objetivo, a vitória, para continuar a alimentar a esperança que pode chegar ao segundo lugar. Mas para que isso seja uma realidade, terá de contar com ajuda alheia, do Lusitano não conseguir a vitória em casa frente ao líder invicto Estarreja. O empate também não serve aos visienses. Vamos ter campeonato até ao último segundo.
O Pampilhosa volta aos Açores para defrontar o Angrense. A equipa de Angra do Heroísmo está em segundo lugar e, para o conservar até ao fim, está obrigada a vencer. Os ferroviários poderão jogar com essa pressão do adversário e amealhar mais pontos para a outra fase.

Posted in Desporto, Visto da Bancada0 Comentários

ADERCUS em grande no 12.º Corta-Mato Cidade de Oliveira do Bairro

Carla Martinho, atleta da ADERCUS – Associação Desportiva Recreativa e Cultural da Serena, e Bruno Henriques, da JOBRA, sagraram-se campeões distritais absolutos de Corta-mato Curto, ao vencerem as provas rainha do campeonato que integrou a 12.ª edição do “Corta-Mato Cidade de Oliveira do Bairro, organizado pela ADERCUS, que se realizou no domingo no Parque dos Pinheiros Mansos, em Oliveira do Bairro.
Carla Martinho, atleta da ADERCUS, voltou a dar provas que se encontra num excecional momento da sua carreira, tendo liderado a corrida desde a sua partida, cortando a meta com uma distância considerável da segunda classificada, Cristina Valente, também da ADERCUS e da terceira classificada, Rute Simões, do GRECAS. Há menos de um mês, Carla Martinho também venceu, destacada, o Grande Prémio de Atletismo da ADREP e em dezembro ganhou a meia maratona internacional de Macau.
Já a corrida masculino foi mais disputada, com algumas variações de lugar, mas Bruno Henriques acabaria por liderar e vencer.
A equipa da ADREP, da Palhaça revalidou o título de campeã distrital de corta-mato, alcançado já em 2015, pela sua equipa de iniciadas. Classificação para a qual muito contribuíram Mariana Ferreira e Luísa Pereira, atletas que alcançaram, desde cedo, a liderança da competição e lutaram pela vitória até à linha de meta. Mariana Ferreira viria a conquistar a medalha de prata e Luísa Pereira a de bronze, ambas a escassos segundos da vencedora. A vitória coletiva da ADREP seria fechada com o 9.º posto de Gabriela Martins.
A ADREP subiu novamente ao pódio, por intermédio de Max Taranov, que se sagrou vice-campeão distrital no escalão de infantis masculinos.
Condições de excelência. António Mota, presidente da ADERCUS, no final da prova era um homem contente, não só pela prestação dos seus atletas, mas, sobretudo, pelas “excelentes condições que foram proporcionadas aos atletas, tanto no circuito em si, como pelas estruturas de apoio. Não nos podemos esquecer que temos mesmo aqui ao lado todas as infraestruturas do nosso complexo desportivo”. “Estão reunidas as condições para que no próximo ano possamos regressar com a 13.ª edição do Corta-Mato Cidade de Oliveira do Bairro”, afirmou António Mota, sublinhando que “fomos brindados com umas magníficas condições atmosféricas”, já que “o piso estava excelente e não choveu durante toda a prova”. “Este local já é considerado como um dos melhores para a realização deste tipo de provas”, reforçou este dirigente desportivo.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Atletismo, Desporto, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Wilson Manafá assina pelo Varzim SC

Como demos conta na edição de 23 de dezembro, na rubrica Visto da Bancada, confirmou-se a ida de Wilson Manafá para o Varzim, clube que milita na Segunda Liga. O avançado, de 21 anos, deixou o Anadia FC a meio de dezembro, ele que participou em 11 jogos e marcou quatro golos, para assinar um contrato com o clube da Póvoa de Varzim válido para as próximas três épocas e meia (até 2018). Depois de ter feito a formação no Oliveira do Bairro, despertando depois a cobiça do Sporting, onde jogou pelos juniores e equipa B, Manafá rescindiu e assinou então pelo Beira-Mar na última época. A meio de setembro do último ano, assinou pelo Anadia FC com o objetivo de sair em dezembro e, apesar de alguns entraves para que a sua saída fosse consumada, volta a dar o salto. “O meu objetivo era voltar a ser jogador profissional. O Varzim abriu-me essa janela e estou pronto para dar o meu melhor. Sinto que é o clube ideal para outros voos, o trampolim para chegar a patamares mais elevados”, confessou o jogador bairradino ao nosso jornal.

Posted in Desporto, Futebol0 Comentários

Águeda já leva oito pontos de avanço. Mealhada não dá tréguas a ninguém

Chegou ao fim a primeira volta do campeonato com o Águeda a confirmar cada vez mais o estatuto de principal candidato à subida ao Campeonato de Portugal. Em Calvão, os Galos não tiveram dificuldade em bater a equipa da casa, beneficiando ainda da inesperada derrota do Fiães em casa frente ao Alba e do empate do Sp. Espinho em Oliveira do Bairro para consolidarem a liderança, agora com oito pontos de vantagem para aquelas duas equipas.
Em casa, os Falcões do Cértima, na estreia de Óscar Mendes como treinador, estiveram muito perto do triunfo, dado que sofreram o golo do empate aos 90 minutos, descendo um lugar na classificação. São quintos, como os mesmos pontos do União de Lamas e Paivense.
Em casa, o Famalicão, frente ao União de Lamas, evitou a derrota no período de descontos, enquanto que o Valonguense trouxe um ponto de Paços de Brandão e continua desafogado.
2-Domingo há dérbi concelhio com o Águeda a receber o Valonguense. O jogo promete, contudo as mais-valias dos Galos deverão fazer a diferença.
O Oliveira do Bairro fará a receção ao Paivense. Não se prevê um jogo fácil para os Falcões. O equilíbrio poderá ser a nota dominante, num jogo em que os detalhes poderão ser cruciais na história final.
De novo em casa, o Famalicão joga com o Esmoriz e tudo fará para não perder de novo pontos no seu burgo. O adversário está ao seu alcance. Vida complicada terá o Calvão na receção ao Alba, opositor que atravessa excelente momento de forma, ao contrário dos locais que já não vencem há sete jogos.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-Numa jornada em que os seis primeiros se cruzaram, o Mourisquense, após bater o Beira-Mar, é o novo líder isolado.
O Oiã, que merecia algo mais além do empate verificado na deslocação ao reduto do S. Vicente Pereira, está em segundo, com os mesmos pontos do Beira-Mar e do Vista Alegre, que derrotou o Fermentelos na casa deste.
Em casa, o Macinhatense não foi além do empate com o Pinheirense.
2-Domingo disputa-se a última jornada da primeira volta. O Mourisquense joga no terreno do Macieira de Cambra e é claramente favorito, tal como o Fermentelos em casa frente ao Válega.
No Beira-Vouga – Macinhatense prevê-se um jogo equilibrado, numa ronda em que o Oiã folga.

SÉRIE C. 1-O líder Mealhada, cem por cento invicto, goleou na casa do Águas Boas, que apesar da derrota não perdeu o terceiro lugar, mas ameaçado pelo Luso, que bateu em casa a Juve Force e pelo Mamarrosa, que foi à Azenha agudizar ainda mais a crise dos locais, impondo-lhe uma goleada.
Firme no segundo lugar está o Anadia B, que venceu no reduto do CRAC. O Couvelha, na curta deslocação a Paredes do Bairro, venceu uma equipa que ainda não ganhou e apenas tem três pontos.
Contra algumas previsões, o Aguinense foi goleado no terreno do Sosense; a LAAC perdeu em casa com o Carqueijo.
No único jogo sem golos, Antes e VN Monsarros dividiram os pontos.
2-Com o Anadia B de folga, o Mealhada, em casa, frente à LAAC, pode reforçar a liderança, de cinco para oito pontos. Para isso é necessário ganhar, coisa que a equipa de Luís Simões apenas sabe fazer.
Na luta pelo terceiro posto, o Águas Boas joga na casa da Juve Force. Caso vença, a equipa de Ponte de Vagos iguala em pontos com os canarinhos. Jogo de resultado incerto. Quem poderá aproveitar é o Luso na casa do Santo André e o Mamarrosa na receção ao Antes para deixarem tudo embrulhado.
No dérbi, o Couvelha tem tudo para vencer o Ribeira/Azenha, tal como o Carqueijo o Paredes do Bairro. O Aguinense é bem capaz de aproveitar o fator casa frente ao CRAC e regressar aos triunfos.
O VN Monsarros, em casa, diante do Sosense, tentará a vitória, o que não acontece há 13 jornadas.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Anadia ganha nova alma. Pampilhosa fora do segundo lugar

Era um jogo do tudo ou nada para o Anadia. Atuando em casa, onde não tem sido empreendedor no capítulo dos bons resultados (já perdeu quatro vezes), a formação bairradina sabia que só a vitória lhe interessava, mais ainda frente a um adversário direto na luta pelo segundo lugar e que partiu para este jogo nessa posição.
Fazendo das tripas coração, o Anadia, fruto da sua altivez na forma como estudou a Sanjoanense, a capacidade que teve em aproveitar ao máximo as poucas oportunidades que criou, conseguiu os três pontos e subiu ao segundo lugar, agora com mais um ponto a mais do Lusitano e dois da Sanjoanense, dois adversários que vão lutar nas duas últimas jornadas por aquela posição.
Na Série E, o Pampilhosa partiu para os Açores consciente de que era muito complicado, mesmo vencendo, chegar ao tão ambicionado segundo lugar, pois não dependida apenas de si. Frente ao Sp. Ideal, os ferroviários, não só perderam, como também não aproveitaram a conjugação de outros resultados das equipas que estavam à sua frente. Contas feitas, disse adeus ao segundo lugar e está em zona de risco, pois, com a metade dos pontos, fica a dois da descida.
2-O Anadia tem mais um teste de fogo em Lourosa, adversário arredado dos lugares cimeiros, mas que tudo fará para amealhar o maior número de pontos para a fase de manutenção. Os Trevos não podem desperdiçar pontos, por isso terão de assumir o jogo.
Em casa, o Pampilhosa, frente a um adversário direto na luta pela manutenção, o Oliveira do Hospital, terá de fazer pela vida. Importante vencer para os pontos finais.

Posted in Desporto, Visto da Bancada0 Comentários

Águeda cada vez mais líder. Oiã perde liderança com nova derrota em casa

No jogo mais importante da penúltima jornada da primeira volta, o Águeda, na receção ao segundo classificado, o Fiães, venceu por 2-1 (golo da vitória obtido nos minutos finais) e reforçou a liderança para cinco pontos de vantagem sobre o seu mais direto perseguidor. É campeão da primeira volta.
O Oliveira do Bairro, que em duas semanas não conseguiu resolver o problema do treinador, perdeu no reduto do São João de Ver e desceu para o sexto lugar, mas com os mesmos pontos de União de Lamas e Alba. Albergarienses que derrotaram em casa o Famalicão pela margem mínima (1-0).
Quem está em queda livre (um lugar acima da linha de água) é o Calvão, que sofreu mais uma derrota no terreno do Valonguense, que vai fazendo pela vida nas contas da manutenção.
2-Jogo grande com o Oliveira do Bairro a receber o Sp. Espinho, já com um novo treinador (ver peça noutra página). Os espinhenses estão no terceiro lugar e lutam pelo regresso aos campeonatos nacionais. A entrada de um novo treinador pode trazer um clique para os jogadores mostrarem que não desaprenderam só porque o seu mentor (Nuno Pedro) foi embora.
Vida difícil terá o Calvão na receção ao Águeda, que vai em cinco derrotas consecutivas. Contrariar o favoritismo dos Galos será uma das prioridades.
Em casa, o Famalicão também tem um osso duro de roer, visto que joga com o União de Lamas, quarto da geral. Os bairradinos precisam de pontuar para não se afundarem mais na classificação.
Em Paços de Brandão, casa do último, o Valonguense pode sonhar com mais um bom resultado.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-O fator casa voltou a ser nefasto para o Oiã, pois as três derrotas contabilizadas foram no seu burgo. Frente ao Mourisquense, que ditava a liderança, a equipa de Luís Pinho foi goleada e viu-se relegada para o terceiro lugar.
O Fermentelos conquistou a quarta vitória fora, no terreno do Valecambrense. O Macinhatense também venceu fora, em Macieira de Cambra.
2-As mudanças podem acontecer de novo no topo da classificação com o jogo entre os dois primeiros, Mourisquense – Beira-Mar, jogo de tripla, e para o S. Vicente Pereira – Oiã. Os oianenses não vão ter tarefa fácil frente a um opositor de forte qualidade futebolística.
Interessante será também o duelo Fermentelos – Vista Alegre onde não arriscamos favoritismo para nenhuma das partes.
O Macinhatense, em casa, frente ao Pinheirense, é favorito.

SÉRIE C. 1-Tudo igual. O Mealhada, com dificuldades, derrotou o Luso, enquanto o Anadia B goleou em casa o Sosense.
Apesar do empate com o Carqueijo, o Águas Boas manteve o terceiro lugar, que ficou à mercê da Juve Force, mas que acabou por desperdiçar face à derrota caseira com o vizinho Santo André.
Em clara subida de forma, o Mamarrosa somou a terceira vitória consecutiva ao golear em casa o Paredes do Bairro.
Como prevíramos, Couvelha e LAAC dividiram os pontos, tal como no VN Monsarros – Ribeira/Azenha, ao passo que o Antes quebrou série de quatro vitórias seguidas do Aguinense.
2-Num dos testes mais difíceis, o Mealhada joga em Águas Boas. Jogo que promete dada a classificação de ambas as equipas.
O Anadia B poderá tirar partido de uma eventual escorregadela do líder para encurtar distâncias, mas para isso terá de ganhar na casa do CRAC. O equilíbrio poderá ser a nota dominante no Luso – Juve Force. O Mamarrosa é bem capaz de roubar pontos na casa do Azenha, tal como o Couvelha na curta deslocação a Paredes do Bairro.
Pela classificação de ambos, o Aguinense tem argumentos para ser bem-sucedido no terreno do Sosense. Em casa, o Antes vai procurar a quarta vitória na prova, para isso é necessário que o VN Monsarros esteja pelos ajustes.
A LAAC defronta o Carqueijo e parte como favorita, numa jornada em que o Santo André folga.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Anadia deixa fugir segundo lugar. Pampilhosa quase arredado

As duas equipas bairradinas não entraram com o pé direito no novo ano, sendo que uma delas comprometeu seriamente a hipótese de chegar ao segundo lugar.
Em Mortágua, o Anadia sabia que só a vitória lhe interessava, pois havia outro jogo – Sanjoanense – Lusitano, que podia decidir muita coisa na luta pelo segundo lugar, pois o primeiro está entregue ao Estarreja. Os bairradinos acabaram por ceder dois pontos e viram a formação de São João da Madeira isolar-se na segunda posição, com mais um ponto dos Trevos e mais dois dos beirões.
O empate teve sabor a derrota, numa equipa que fez por merecer outro resultado. Perdeu o segundo lugar, mas continua a depender de sua exclusividade para lá chegar.
O próximo jogo será decisivo.
Na Série E, o Pampilhosa ao perder no terreno do Nogueirense (3-2), disse praticamente adeus ao segundo lugar. Com 9 pontos em disputa, a diferença para o segundo classificado, o Angrense, é de 7 pontos. Depois, ter que ultrapassar mais três adversários, não é tarefa fácil, daí que só um milagre conduzirá os ferroviários ao eixo certo.
2-Prevê-se um jogo de emoções fortes em Anadia com a receção à Sanjoanense. Se os Trevos querem almejar o segundo lugar, terão forçosamente de ganhar, pois outro resultado poderá deitar tudo a perder. Os jogos entre as duas equipas costumam ser rijamente disputados, com incerteza no resultado e este, acreditamos, não vai fugir à regra.
O Pampilhosa viaja até aos Açores para defrontar o Sp. Ideal com a esperança num bom resultado, que o faça acreditar até à última jornada. Resta saber como está a crença dos jogadores nestes últimos jogos.

Posted in Desporto, Visto da Bancada0 Comentários

Óscar Mendes é o novo treinador do OBSC

Depois de ter treinado o clube na temporada 2012/2013, na época do extinto Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, Óscar Mendes está de regresso ao Oliveira do Bairro, substituindo no cargo Nuno Pedro, que saiu para o Gafanha.
“É com satisfação e orgulho que regresso e com vontade de fazer cada vez mais pelo clube”, assim se expressou Óscar Mendes, que, sobre os objetivos, disse: “Neste momento, o OBSC tem alguma diferença pontual para os lugares cimeiros. O objetivo é tentar aproximarmo-nos o mais rapidamente possível dos primeiros lugares.”
Quando a mexidas no plantel, Roberto, um dos jogadores mais influentes da equipa e que já levava 8 golos marcados, assinou pelo Gafanha. Em sentido inverso chegam ao OBSC, Sucena, médio, de 29 anos, e Rafael, de regresso a um clube que bem conhece.
O clube está ainda no mercado por um defesa central.

Posted in Desporto, Futebol0 Comentários

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com