Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Desporto

Moita Rugby Clube Bairrada aposta forte no aumento de atletas

Há praticamente três meses em funções, a direção do Moita Rugby Clube da Bairrada (MRCB) fez um pequeno balanço daquilo que tem sido feito ao longo deste período e projetou a nova época prestes a começar, cujo maior foco é o aumento de atletas nas camadas jovens. “O clube acabou a última época com 107 atletas. É objetivo desta direção terminar a nova época com 200 atletas inscritos, incluindo os veteranos”, confessou Carlos Dias.
“Esta direção assumiu funções com uma grande debilidade no capítulo das camadas jovens. Por isso estamos a fazer uma grande captação para trazermos mais gente nova para o MRCB. Colocámos um outdoor na rotunda de Sangalhos, iremos ter outro na sede da Junta de Freguesia de Avelãs de Cima, onde agradeço desde já à Junta toda a disponibilidade que tem tido connosco para que este projeto tenha sucesso, e estamos a trabalhar no sentido de colocar outro outdoor numa zona estratégica na cidade de Anadia. Muita publicidade nas redes sociais, distribuição de flyers pelos estalecimentos comerciais da região e divulgação porta a porta”, disse o presidente do MRCB.
A direção sabe que o público alvo está nas escolas, no diálogo com professores e alunos, e os resultados começam a aparecer, tendo angariado entre 10/15 atletas para os diferentes escalões.
No sentido de atingir os seus objetivos na captação de camadas jovens, o MRCB, neste mês de setembro, tem em formação 6 treinadores grau I e 2 em grau II e conta com um novo coordenador de escolas na equipa técnica, Gonçalo Costa.
O MRCB vai ter todos os escalões em competição e conta com outra novidade para a nova época, um clube satélite. Trata-se do Grupo Desportivo Moitense, que tem estado sem atividade desportiva e que vai reativar a secção de rugby (irá acolher a equipa sénior que vai participar na 2.ª Divisão Nacional).
Relativamente aos objetivos desportivos, na formação, participar nos torneios inter-regionais, regionais e nacionais, num total de 15; os Sub-16 e Sub-18, no Campeonato Nacional de Sevens e Taça de Portugal.
Sobre a equipa sénior que vai disputar a 1.ª Divisão Nacional, o objetivo do clube é atingir os playoffs, o que significa ficar nos primeiros seis lugares e chegar aos oitavos-de final na Taça de Portugal. A equipa conta com 40 atletas, 95 por cento são oriundos do concelho de Anadia, ninguém recebe nada (os treinadores têm ajudas de custo) e apenas são recompensados com um jantar nos jogos em casa, que é oferecido por amigos do clube e restaurantes da região. “Pretendemos dinamizar a tão característica terceira parte”, afiançou Carlos Dias.
Depois de Rui Rodrigues, Gonçalo Almeida, Filipa Mesquita, Pedro Santos, Inês Spínola e Beatriz Rodrigues terem representado as seleções nacionais, uma das apostas da direção é colocar mais atletas ao serviço das seleções, pretendendo, também, no final da época, com os seniores, fazer um intercâmbio internacional.
No capítulo das infraestruturas, a direção do MRCB apresentou um projeto à Câmara Municipal de Anadia para a cobertura da bancada no campo do rugby com capacidade para 300 pessoas. “É um desejo que queremos ver tratado no imediato e apenas aguardamos a decisão da câmara. Temos uma média de afluência aos jogos de 250/300 pessoas, há a promessa da Federação Portuguesa de Rugby e do Comité Regional de Rugby do Centro para jogos internacionais e estágios de seleções e, para o fomento da aldeia da Moita e do concelho de Anadia, é extremamente importante reunir condições para a comodidade de quem nos visita”, clarificou Carlos Dias.
O orçamento é de 70 mil euros e a direção conta com o apoio das entidades oficiais, patrocinadores e dos vários eventos que irá organizar durante o ano.
A maior fatia vai para os transportes (serão percorridos 12 a 15 mil kms), manutenção do campo de rugby e assistência médica.

Jogos. Este sábado, dia 17, a partir das 16h, a direção do MRCB vai fazer a apresentação das equipas, com jogos entre os pais e atletas, jogo entre campeões de 1988 e 2016, cujo ponto alto é um jantar informal na sede do clube. No dia 24 realiza um torneio com as equipas do MRCB, CDUP e Escola Agrária de Coimbra, num ensaio-geral para o início do campeonato, que se inicia dia 8 de outubro, em casa, com CR S. Miguel.

Posted in Desporto, Rugby0 Comentários

Bustos, Águas Boas, Oiã e Famalicão fora da Taça Distrito de Aveiro

A 1.ª eliminatória da Taça Distrito de Aveiro foi nefasta para algumas equipas da Bairrada. É verdade que muitos clubes deixam esta competição para segundo plano, mas, tratando-se do primeiro jogo oficial, é sempre importante entrar com o pé direito.
Não foi isso que aconteceu no regresso do futebol ao Bustos, que foi goleado fora pelo Vista Alegre, adversário que aposta na subida.
Quem também ficou pelo caminho foi o Águas Boas, que perdeu em casa com o Beira-Vouga, sucedendo o mesmo ao Oiã, que foi eliminado pelo Mourisquense.
O Famalicão também está fora, depois da derrota na casa do Valonguense. Fermentelos e LAAC brindaram os seus adversários, Pessegueirense e VN Monsarros, pelo mesmo resultado, 6-1.
O Paredes do Bairro venceu em Santo André, enquanto Juve Force, Antes e Macinhatense ganharam nos penalties, frente a Calvão, CRAC e Requeixo, respetivamente.
O jogo Ribeira/Azenha – Mamarrosa disputa-se dia 21, às 20h30.

I DIVISÃO

1-Aí está o futebol ao mais alto nível da Associação de Futebol de Aveiro. Na estreia do campeonato principal, o empate imperou (6). Num jogo entre dois históricos, o Oliveira do Bairro empatou ao cair do pano, no terreno do Beira-Mar.
Já o Mealhada não foi tão feliz no regresso à divisão principal, tendo perdido em casa com o São João de Ver.
2-O Oliveira do Bairro fará a receção ao Alba, adversário que nas últimas épocas criou muitos problemas aos Falcões. O fator casa poderá ser determinante nas contas finais.
O Mealhada joga na casa do União de Lamas. Tentar pontuar é o objetivo da equipa de Luís Simões.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-Domingo começa a 2.ª Divisão, esta época com quatro séries. Ainda não é possível fazer uma avaliação concreta do valor das equipas, mas na Série C há muitos candidatos a lutar por um lugar ao sol, possivelmente os mesmos da temporada passada. O Oiã começa essa luta em casa, ao receber o Pessegueirense. Pretende deixar outra imagem daquela frente ao Mourisquense para a Taça de Aveiro.
O Mourisquense também joga em casa com a LAAC. As duas equipas entraram bem na Taça de Aveiro, por isso prevê-se um dérbi renhido.
O Vista Alegre é outro dos candidatos e joga no reduto do Macinhatense. Jogo que pode ser decidido nos pormenores.
O Valonguense, que desceu, joga no reduto do Beira-Vouga apostado em conquistar os três pontos.
O Águas Boas tem uma deslocação curta a Requeixo. Fazer melhor do jogo da taça é o objetivo.
Em casa, o Fermentelos, frente ao Sosense, leva alguma vantagem.

SÉRIE D. 1-Com clubes virados a Sul, este campeonato promete pelos muitos dérbies que se vão jogar ao longo da época.
O Famalicão, que desceu, joga em Parada de Cima frente à CRAC. Em condições normais é favorito.
Tal como o Calvão (outra equipa que desceu de divisão) na receção ao Paredes do Bairro.
Expetativa para ver a estreia do Bustos em sua casa. O adversário é o Luso, equipa que se apetrechou para fazer melhor do que nas últimas épocas. Jogo para tripla.
O Mamarrosa joga em Vagos frente ao Santo André. Prevê-se um jogo dividido entre duas equipas com algumas novidades nos seus plantéis. A maior experiência dos visitantes pode ser determinante.
A Juve Force, uma das candidatas à subida, viaja até à Mealhada para defrontar o Antes. Tem condições para entrar com o pé direito.
O Ribeira/Azenha faz a sua estreia em casa frente ao VN Monsarros. Na época passada, as duas equipas realizaram um campeonato nivelado por baixo, nunca se encontraram, como será esta época? A repartição dos pontos não é de colocar de lado.
O Carqueijo recebe o Aguinense, equipas que prometem fazer melhor do que no ano passado, principalmente os guinatos. Os locais jogaram esta quarta-feira para a taça e isso pode pesar em termos físicos.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Anadia lidera com o Lusitano. Águeda e Pampilhosa empatam

O Anadia voltou às vitórias, depois do triunfo caseiro diante do Mortágua, numa partida que foi de sentido único. Os Trevos dominaram o adversário, mas tiveram grandes dificuldades para penetrar na boa organização defensiva do Mortágua. Faltou também algum discernimento na hora de rematar à baliza, mas o mais importante foi conseguido, os três pontos.
A jogar também em casa, o Águeda, frente ao Lusitano de Vildemoinhos, um dos candidatos à subida, não foi além de um empate sem golos, mas por aquilo que os Galos do Botaréu jogaram, sobretudo na segunda parte, mereciam outro desfecho. E com este empate, o Anadia reparte a liderança com os viseenses.
O Pampilhosa, em casa, perante o Nogueirense, também registou um nulo, um resultado que não serviu totalmente as suas pretensões.
2-Jogo grande sem margem para dúvidas entre Lusitano e Anadia. As duas equipas assumiram a luta pelos dois primeiros lugares, o campeonato ainda vai numa fase madrugadora, mas vencer ganha sempre uma importância de relevo. O empate pode ser o cenário mais plausível.
O Águeda joga em Gouveia, adversário moralizado depois da vitória no terreno do Tourizense, dando assim uma resposta cabal depois da goleada caseira com o Beira-Mar para a Taça de Portugal.
Este pode ser o jogo à medida para a equipa de João Pedro Mariz conhecer a vitória no seu regresso aos campeonatos nacionais.
O Pampilhosa joga na Gafanha onde mora um adversário que se apetrechou para altos voos. Esta é a primeira saída dos ferroviários e ninguém quer descarrilar.

Posted in Desporto, Visto da Bancada0 Comentários

Bairrada pronta para receber Campeonato Mundial de Orientação em BTT

Bairrada pronta para receber Campeonato Mundial de Orientação em BTT

Os concelhos de Águeda, Cantanhede e Mealhada recebem, de 24 a 31 de julho, o mais importante evento do Mundo de Orientação em BTT (MTBOC’16).

A prova vai trazer à Bairrada mais de 400 atletas de 20 seleções, divididos por cinco provas: Campeonato do Mundo (WMTBOC’16) e Taça do Mundo (MTBOC WCup) de Elites, Campeonato do Mundo de Juniores (JWMTBOC’16), Campeonato da Europa de Jovens (EYMTBOC’16) e World Masters Series.

As seleções vão andar por terras dos três concelhos em disputa pela 14.ª edição do Campeonato do Mundo de sénior, juniores e Campeonato Europeu para Juvenis. Portugal estará representado com equipas completas em todos os campeonatos.

A Escola Secundária Marques de Castilho, em Águeda, será o centro do evento, local onde irão decorrer as acreditações das delegações, no dia 23 de julho.

A cerimónia de abertura vai realizar-se na Mealhada, dia 24, às 17h, junto à Câmara Municipal, já a de encerramento e a festa, a 30 de julho, irá acontecer em Cantanhede.

As provas são organizadas pela Federação Portuguesa de Orientação, com o apoio dos três Municípios referidos.

 

Programa

Sábado, 23 de julho

10h – 19h: Acreditação das delegações – Águeda (EC).

 

Domingo, 24 de julho

11h – 15h: Eventos modelo de Sprint e Estafetas (Cantanhede)

17h30: Reunião dos chefes de equipa na Mealhada (WMTBOC, JWMTBOC, EYMTBOC and WCup).

18h30: Cerimónia de abertura (Mealhada)

 

Segunda-feira, 25 de julho (Cantanhede)

Sprint

11h: Partidas do Sprint EYMTBOC

12h: Partidas do Sprint JWMTBOC

13h: Partidas do Sprint WMTBOC

14h30: Partidas do Sprint para classes abertas.

15h30: Cerimónia de entrega de prémios do Sprint (Cantanhede) – EYMTBOC, JWMTBOC, WMTBOC, Open 3

 

Terça-feira, 26 de julho

Partida em massa (não-oficial) – Luso – Mealhada

10h: Partida em massa de ME + M20

10h10: Partida em massa de WE + W20

10h30: Partida em massa de M17, M40, M45, M50, M55, M60, M65, M70, M75

10h40: Partida em massa de W17, W40, W45, W50, W55, W60, W65, W70, W75

12h – 16h: Eventos modelo para distâncias media e longa (Luso-Mealhada).

 

Quarta-feira, 27 de julho

Distância média – Valongo do Vouga – Águeda

10h: Partidas de distância media (Valongo do Vouga)

14h30: Cerimónia de entrega de prémios da distância média (Valongo do Vouga – Águeda) – EYMTBOC, JWMTBOC, WMTBOC, Open

 

Quinta-feira, 28 de julho

Dia turístico – livre

 

Sexta-feira, 29 de julho

Distância longa – Águeda

10h: Partidas de distância longa (Águeda)

17h: Cerimónia de entrega de prémios da distância longa (Águeda) – EYMTBOC, JWMTBOC, WMTBOC, Open

 

Sábado, 30 de julho

Estafetas – Mealhada

9h: Primeiras partidas das Estafetas

14h: Cerimónia de entrega de prémios das Estafetas (Mealhada) – EYMTBOC, JWMTBOC, WMTBOC, Open

19h: Cerimónia de encerramento e Festa (Cantanhede).

 

Domingo, 31 de julho

Regresso das delegações

 

Posted in BTT, Desporto0 Comentários

Atraso na edição do Jornal da Bairrada

Devido a constrangimentos técnicos na nossa infraestrutura de dados, a edição do Jornal da Bairrada, tanto na sua versão em papel, como na edição digital, chegará com atraso aos nossos leitores, pelo que pedimos desculpas e apelamos à vossa compreensão. Obrigado.

Posted in Águeda, Bairradinos no Mundo, Cantanhede, Desporto, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

Hipóteses & Certezas

ANADIA FC
Aos poucos, o Anadia vai construindo o plantel para atacar mais uma edição do Campeonato de Portugal. Manuel Gama, João Nogueira, Tojó, Derick e Mauro renovaram por mais uma época.
Quando a novidades, o clube que continua a ser treinado por Fernando Pereira, garantiu os seguintes jogadores: os defesas-centrais Dos Santos (ex-Oliveira do Bairro) e Fabeta (ex-Sanjoanense). Valença, médio defensivo, ex-Naval, o médio Katchana (ex-Águeda) e os extremos Davide (ex-Santa Clara), que na época passada esteve emprestado ao Sp. Ideal, e Chapinha (ex-Sanjoanense).

OBSC
O Oliveira do Bairro, aos poucos, começa a desenhar o plantel para a próxima época, onde vai competir de novo na 1.ª Divisão da AFA.
Renovaram os seguintes jogadores: Marcelo, Hugo Paulo, Miguel Oliveira, Sucena, Diogo Alves, Carnoto, Rafael e Tojó.
Quanto a reforços, assinaram Nelson Rato e Luís Barreto (ambos ex-Gafanha), Aidos e Ricardinho (ambos ex-Alba), Leo (ex-Oiã), Bruno (ex-Mamarrosa) e José Alves (ex-júnior).

UD BUSTOS
Com o regresso do futebol sénior, a Comissão Administrativa da União Desportiva de Bustos já trabalha no sentido de arranjar um plantel condigno com os pergaminhos do clube. E a primeira medida foi escolher um treinador. Amorim Nunes foi o eleito, regressando assim ao ativo, pois desde 2010, então no OBSC, que não treinava ninguém por opção.

MEALHADA
De regresso ao principal escalão do futebol aveirense, o Mealhada já prepara a nova temporada. Luís Simões continua como treinador. Carlos Castro (ex-Famalicão) e Luís Mendes (ex-Valonguense) são reforços.

RIBEIRA/AZENHA
Rui Patrício, que assumiu o comando técnico do Azenha no último terço do campeonato, vai continuar como treinador para a nova época.

ACADÉMICA
O bairradino José Costa, de 22 anos, que nas duas últimas épocas representou as cores do Braga B, assinou por uma época com a Académica de Coimbra, clube que vai disputar a Segunda Liga na época vindoura. O guarda-redes, internacional jovem pelas seleções nacionais, começou a sua carreira de futebolista nas camadas jovens do OBSC, onde deu nas vistas e deu o salto para o Benfica. Esteve oito temporadas na formação do Benfica, sagrando-se campeão nacional em iniciados, juvenis e juniores, tendo regressado às origens, para jogar na equipa principal dos Falcões do Cértima, na época 2012-2013, dando então o salto para a segunda equipa do Sporting de Braga.

Posted in Desporto, Futebol0 Comentários

Nelson Oliveira tricampeão de contrarrelógio

Nelson Oliveira (Movistar) sagrou-se, pelo terceiro ano consecutivo, campeão nacional de contrarrelógio na categoria de elite nos campeonatos nacionais de estrada. O bairradino impôs-se com autoridade no exercício individual de 36 quilómetros, disputado em Tenões, Braga.
O corredor da Movistar, pré-convocado para representar Portugal nos Jogos Olímpicos, completou o percurso em 43m50s, um registo 15 segundos melhor do que aquele que conseguiu, no mesmo percurso, no nacional do ano passado.
“Os campeonatos nacionais foram um teste à minha condição física depois da lesão recente e da presença no (Criterium du) Dauphiné. Devido aos resultados anteriores já esperava vencer. Sinto um enorme orgulho e emoção por vestir as cores da nossa bandeira. Esta vitória é tão significativa como a primeira e é muito gratificante”, exclamou Nelson Oliveira.
Dois dias depois, o bairradino, de 27 anos, tentou fazer a dobradinha na prova de fundo, mas os papéis inverteram-se. Depois de ser vice-campeão no crono, José Mendes (Bora-Argon 18) desforrou-se e levou a melhor sobre Nelson Oliveira, que ficou a 18s do corredor vimaranense.
Entretanto, a Movistar confirmou Nelson Oliveira na Volta à França (de 2 a 24 de julho), o que acontece pela terceira vez.

Posted in Ciclismo, Desporto0 Comentários

FGVC na final 8 do Nacional

A equipa de juvenis femininos do Frei Gil Voleibol Clube (FGVC) vai disputar a Final 8 do Campeonato Nacional de Voleibol, que se realiza este fim de semana (20, 21 e 22 de maio) em Paços de Ferreira.
Vencendo grandes equipas de renome nacional durante toda a época desportiva, as juvenis femininas do FGVC juntam-se, agora, a mais sete equipas de todo o território nacional (continente e ilhas) – Juventude Pacense, CF Belenenses, Porto Volei, C. Escola Levada, Lusófona VC, Clube K e Academia José Moreira.
Como se uma competição não bastasse, em representação do IPSB, as juvenis conseguiram ainda a proeza de se apurar para a fase final do Campeonato Nacional de Desporto Escolar, após se terem sagrado campeãs regionais. Por isso, nos dias 19, 20, 21 e 22 de maio, representarão a Zona Centro, em Aveiro, na esperança de se sagrarem campeãs nacionais e de levar o nome do IPSB-Colégio Frei Gil ainda mais longe.
Sejam quais forem os resultados obtidos no final, o que a equipa alcançou até ao momento demonstra grande dedicação e empenho, fruto do trabalho árduo das atletas e do apoio incondicional de treinadores, técnicos, encarregados de educação e tantos quantos dão um pouco de si ao clube e à escola.

Posted in Desporto, Outras modalidades0 Comentários

Comissão Administrativa assume destinos da UD de Bustos

Quatro anos depois, a União Desportiva de Bustos vai voltar a figurar no panorama futebolístico distrital. Um regresso à atividade que se saúda e que, de momento, tem três rostos: Noé Santos, José Eduardo e Paulo Ilídio são os cabeças de lista de uma Comissão Administrativa, que foi eleita por unanimidade durante uma Assembleia Geral, que teve lugar na passada quinta-feira, dia 12, na presença de apenas 12 associados.
Noé Santos, porta-voz da Comissão Administrativa, assumiu que, como homem de palavra, apelou ao presidente da mesa da Assembleia, Milton Costa, que demitisse a Direção e o Conselho Fiscal e desse posse aos três novos dirigentes, pedindo ainda um mês para arranjar os restantes elementos que farão parte da nova Comissão Administrativa. Para além dos três elementos, outros sócios também estiveram presentes e deram o sim, como prova a foto que ilustra este texto.
De molde a cumprir os estatutos, lá se chegou a um consenso e tudo foi ultrapassado, pois o objetivo é que ficasse tudo clarificado na primeira reunião com os sócios. “O nosso objetivo é começar já a trabalhar e administrar as contas, sabendo que temos de saldar uma dívida à Associação de Futebol de Aveiro no valor de 8219 euros, assim como outras dívidas às finanças”, afiançou Noé Santos, mostrando a sua tristeza por ver tão poucas pessoas no auditório da Junta de Freguesia para decidir o futuro imediato da coletividade bustoense.
Para já os futuros dirigentes da União Desportiva de Bustos vão ter uma almofada inicial que servirá para resolver alguns problemas, pela promessa do sócio Joaquim Brites, que prometeu 7500 euros, caso surgisse alguém para tomar conta dos destinos do clube.
“Somos um grupo de pessoas amigas, não estamos aqui para incriminar ninguém, mas sim para ajudar, limpar o nome da UD Bustos e saldar as dívidas. Não espero fazer disto um cavalo de Troia, sou apologista da rotatividade”, sublinhou Noé Santos.
O novo dirigente deu a conhecer aos sócios que teve recentemente uma reunião com Cristóvão Batista, vereador do desporto da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, onde foi abordado que a UD Bustos terá as mesmas condições do Mamarrosa FC com as instalações do Campo Dr. Santos Pato.
Duarte Novo, presidente da União de Freguesias de Bustos, Mamarrosa e Troviscal, também esteve presente, mas na qualidade de sócio. “Fico satisfeito por ver um grupo de amigos com boas intenções dispostos a resolver os problemas da União Desportiva de Bustos. É extremamente importante erguer as associações da nossa terra. Pessoalmente, estou disponível para ajudar a Comissão Administrativa para atenuar os problemas que possam existir no futuro.”
Para a próxima época, 2016/2017, a Comissão Administrativa espera já contar com vários escalões de formação em atividade e com uma equipa sénior, que irá disputar o campeonato da 2.ª divisão distrital da Associação de Futebol de Aveiro.

Posted in Desporto, Futebol0 Comentários

Beira-Mar aperta o cerco ao Mourisquense. Mealhada perdeu

Nada de novo na frente da classificação. O Sp. Espinho goleou o Milheiroense (8-0) e continua na liderança, com mais um ponto do Águeda, que venceu em casa o Famalicão. Tudo em aberto para as duas equipas nas duas jornadas que faltam para o final do campeonato.
O Oliveira do Bairro voltou a dar-se mal com os ares de Esmoriz. Perdeu, mas saiu do jogo com queixas da arbitragem. Face aos outros resultados acabou por descer para o sexto lugar.
Na luta pela manutenção, o Valonguense trouxe do terreno do Carregosense excelente ponto, embora os canarinhos ocupem posição de descida.
Sem nada a ganhar ou a perder, pois o seu destino há muito está traçado, o Calvão foi goleado em casa pelo Fiães (0-5).
2-No próximo sábado joga-se a penúltima jornada e que poderá ser determinante nas contas da subida. O Águeda tem duro teste no terreno do Fiães, atual terceiro classificado. Uma possível derrota e uma vitória do Espinho em Avanca, o título e a subida ficará entregue aos tigres da Costa Verde. Jogo de resultado imprevisível.
O Oliveira do Bairro recebe o S. João de Ver na disposição de regressar às vitórias e espreitar de novo o quarto lugar. Mas o jogo não será fácil para os Falcões.
Fácil também não vai ser a tarefa do Famalicão na receção ao Alba. Uma vitória dos pupilos de António Flávio praticamente lhe garante a manutenção.
De novo em casa, o Calvão vai tentar fazer o melhor possível, ou seja evitar mais uma derrota frente ao Valonguense, que precisa dos pontos para fugir à descida.

II DIVISÃO

SÉRIE B. 1-Numa jornada marcada pelos 28-0 que o Vista Alegre deu ao Válega, o Mourisquense, ao empatar em casa com o Oiã, viu o Beira-Mar aproximar-se da liderança. A diferença é de apenas um ponto e sábado as duas equipas defrontam-se no Mário Duarte, em Aveiro.
O Fermentelos não desperdiçou o fator casa e venceu o Valecambrense, assim como o Macinhatense, que derrotou o Macieira de Cambra.
2-Os holofotes estão todos centrados no Beira-Mar – Mourisquense. Quem vencer fica com o caminho livre para a subida. O Fermentelos poderá entrar nessas contas, sobretudo no playoff, já que joga em Vista Alegre, que ainda sonha com a subida.
O Macinhatense joga no reduto do Pinheirense. Jogo para empate.

SÉRIE C. 1-O Mealhada, 29 jogos depois, conheceu pela primeira vez a derrota, ao perder no Luso. Derrota que nada belisca a excelente época da equipa de Luís Simões.
O Anadia B, já com o playoff garantido, foi a Soza vencer por 4-0 a equipa local. O Águas Boas conservou o quarto lugar ao vencer em casa o Carqueijo (ficou arredado dessa posição), mas continua a ter à perna o Mamarrosa, que goleou fora o Paredes do Bairro.
Em casa, a LAAC goleou o Couvelha (7-0), a Juve Force empatou no vizinho Santo André.
Vários meses depois, o Ribeira/Azenha regressou às vitórias à custa do VN Monsarros.
Antes e Aguinense empataram.
2-O Águas Boas vai tentar contrariar o favoritismo do Mealhada. Já o Anadia B é favorito na receção ao CRAC, tal como o Mamarrosa diante do Ribeira/Azenha.
Se for igual a si própria, a Juve Force tem boas condições para levar de vencida o Luso.
O equilíbrio poderá dominar o Carqueijo – LAAC, embora os locais tudo farão para somar os três pontos e lutar pelo quinto lugar.
Com goleada atrás de goleada, o Couvelha recebe o vizinho Paredes do Bairro. O mau momento das duas equipas adivinha um jogo incaracterístico e de resultado imprevisível. Em casa, o Aguinense vai tentar regressar às vitórias frente ao Sosense, tendo como aliciante a hipótese de ultrapassar o seu adversário na classificação.
Só com uma vitória, o VN Monsarros, frente ao Antes, tudo fará para se despedir em casa com um triunfo.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com