Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Desporto

Águeda Action Club presente em Berlim

O Águeda Action Club – ACTIB, esteve este fim de semana, em Berlim, para a apresentação internacional do Grande Prémio de Portugal de Motocross 2017, prova pontuável para o Campeonato do Mundo e que terá lugar nos dias 1 e 2 de julho.
Num evento organizado pela Youthstream, entidade promotora do campeonato, estiveram presentes as organizações a cargo das 20 rondas que compõem o Mundial de Motocross que passa em 4 continentes e mais de 15 países.
Depois de três anos de ausência, o GP de Portugal foi recebido com grande entusiasmo junto das instituições internacionais, nomeadamente pela entidade promotora e pela Federação internacional de Motociclismo (FIM), que ficaram impressionadas com o trabalho e profissionalismo que o Águeda Action Club está a colocar na realização deste evento.

Posted in Desporto, Outras modalidades0 Comentários

ADREP apresenta Grande Prémio Vila da Palhaça

Inserido nas comemorações dos 40 anos de vida da ADREP, a direção marcou uma conferência de imprensa onde deu conhecer o 15.º Grande Prémio de Atletismo Vila da Palhaça, que vai para a estrada no próximo dia 11 de dezembro. Este ano, a prova tem um extra, dado que em simultâneo disputa-se o Campeonato Distrital de Estrada em seniores.
Mário Braga, presidente da ADREP, adiantou que espera atingir a meta dos 500 atletas e que a prova será realizada nos mesmos moldes dos anos anteriores com a presença de todos os escalões.
O Grande Prémio, que tem como madrinha Carla Martinho, ex-atleta do clube e atualmente a representar as cores do Recreio de Águeda, terá um custo de 11.500 euros e a ADREP conta com o apoio da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Junta de Freguesia da Palhaça e do patrocínio de algumas empresas locais.
“É com enorme orgulho que aceitei ser madrinha da prova. Fui atleta da ADREP e é sempre bom voltar a esta casa”, disse Carla Martinho, que acrescentou que vai participar e espera revalidar o título de campeã distrital.
Manuel Martins, presidente da Junta de Freguesia da Palhaça, referiu que a ADREP “tem dignificado o nome da freguesia e do concelho”. Já a vereadora da cultura da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Elsa Pires, diria que “a Associação se soube renovar e adaptar às circunstâncias e que tem uma grande dinâmica”.
Atualmente, a ADREP conta com 307 atletas distribuídos pelas modalidades de atletismo, futsal, ginástica artística, karate e judo.

Diversas atividades. Algumas atividades marcam as comemorações dos 40 anos da ADREP. No dia 16 de dezembro, às 20h30, haverá uma sessão solene no salão nobre da Associação. Seguem-se as apresentações do livro “ADREP – História de uma vida exemplar”, da autoria de Carlos Braga e do Hino dos 40 anos.
No dia seguinte, pelas 21h, sobe ao palco a peça de teatro “O Pátio das Cantigas”, encenada por Diogo Barros e que conta com 35 personagens, todas da Palhaça.
No dia 18, pelas 12h30, realiza-se o almoço de aniversário e de Natal.
As comemorações encerram em junho de 2017 com o ADREP CUP em futsal.

Posted in Atletismo, Desporto0 Comentários

Mealhada conquista primeiro ponto. VN Monsarros vence pela primeira vez

Mesmo com as lacunas que tem no seu plantel, alguma vez havia de ser. E ao fim de 12 jornadas, o Mealhada lá conseguiu pontuar e logo frente ao líder do campeonato, o Esmoriz. Foi um jogo eletrizante com três golos para cada lado.
Em Bustelo, o Oliveira do Bairro voltou a conhecer a derrota depois de três vitórias consecutivas. Os bairradinos estiveram a perder, conseguiram o empate, mas no período de descontos, os locais chegaram ao triunfo.
2-Domingo, em casa, o Oliveira do Bairro tem mais um jogo complicado diante do Sp. Espinho, equipa que luta pelo regresso aos nacionais. O empate tem sido um dos resultados mais adquiridos (5) pelos espinhenses e, quem sabe, se no final regista mais um!
O Mealhada joga no terreno do Milheiroense, que também está em zona de descida. Os locais têm mais seis pontos, por isso este é um jogo de capital importância para os bairradinos. Não só para encurtar distâncias, como também sair da zona de perigo.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-Nada de novo na linha da frente da classificação. Com o Vista Alegre na liderança, logo atrás surge o Fermentelos, que venceu fora o Pessegueirense.
Na perseguição aos homens da Pateira aparece o Mourisquense, que bateu em casa o vizinho Macinhatense. O Oiã, em casa, derrotou o Requeixo e mantém-se na luta pelos primeiros lugares. E caso vença neste feriado, o Beira-Vouga sobe ao terceiro lugar.
Em casa, o Águas Boas levou a melhor sobre o Rocas do Vouga e lá vai subindo na tabela.
Quem se atrasou foi o Valonguense, que não foi além de um empate em casa com o Estarreja B.
Depois de seis derrotas consecutivas, o Sosense, em casa, voltou a ganhar e logo com uma goleada, 5-1 à LAAC.
2-O Fermentelos fará a receção ao líder Vista Alegre. As duas equipas estão separadas por cinco pontos e a equipa de Fernando Silva tudo fará para encurtar distâncias e aproximar-se cada vez mais do primeiro lugar. Jogo para tripla.
Também em casa, o Mourisquense, frente ao Estarreja B, tem um osso duro de roer, pois o seu adversário está a fazer uma excelente campanha no ano de estreia.
O Oiã joga na casa do Macinhatense. Se não acusar o jogo de dois dias antes, é claramente favorito.
O Águas Boas tem boas possibilidades de trazer pontos do terreno do Beira-Vouga, que também pode acusar algum desgaste do jogo com o Oiã.
No dérbi aguedense, a LAAC, em casa, vai tentar redimir-se da goleada que trouxe de Soza. Resta saber se o Valonguense está pelos ajustes.
O Sosense joga em Rocas do Vouga na esperança de pontuar pela primeira vez fora de casa.

SÉRIE D. 1-Nesta série também não houve nada de anormal nos primeiros lugares da classificação. O Famalicão continua líder destacado com mais uma vitória sobre o Antes.
Logo atrás vem o Carqueijo, que ganhou em casa ao CRAC.
O Bustos passou com distinção na Azenha, tal como o Calvão, que goleou fora o Luso e a Juve Force, que venceu pelo mesmo resultado (4-1) o Paredes do Bairro.
Quem se atrasou foi o Santo André e a culpa foi do VN Monsarros, que em casa conquistou a primeira vitória na competição.
Em clara subida de forma, o Mamarrosa não teve problemas para vencer em casa o Aguinense.
2-O Famalicão joga em Vagos com o Santo André, que ainda não perdeu em casa. Não se perspetiva um jogo fácil para os famalicenses.
Em casa, o Carqueijo deverá ter outros argumentos para levar de vencida o Paredes do Bairro, tal como o Bustos na receção ao VN Monsarros.
O Calvão terá de ser igual a si próprio para alcançar o sucesso diante do Mamarrosa. Já a Juve Force, no reduto do Aguinense, deve aproveitar o mau momento dos guinatos.
Longe da melhor forma, CRAC e Ribeira/Azenha vão jogar pelo tempo perdido, isto é, somar pontos para juntar ao poucos que já alcançaram.
O Luso, em condições normais, deverá

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Anadia perde pela primeira vez e deixa fugir a liderança

A paragem do campeonato não fez bem ao Anadia. No jogo grande da jornada, os Trevos fizeram a receção ao Gafanha, que partiu para esta ronda com menos dois pontos. Em causa estava a liderança da Série D.
Num jogo sem grandes oportunidades de golo, o Gafanha acabou por ser mais equipa, foi aquela que mais procurou ser feliz e seria recompensada quase no final da partida.
O Anadia, para além da derrota, a primeira no campeonato, desceu para o terceiro lugar, sendo ultrapassado pelo Lusitano FCV. E os próximos dois jogos (o segundo com os viseenses) poderão ser decisivos.
Em casa, o Águeda, frente ao Mortágua, esteve a perder até ao intervalo, deu a volta ao resultado na segunda parte, mas, nos descontos, deixou-se empatar.
Depois de cinco jogos sem ganhar, o Pampilhosa foi a Coimbra vencer a Académica/SF e afundou ainda mais os estudantes no último lugar.
2-O Anadia joga em Mortágua onde mora uma equipa moralizada. Perdida a liderança e fora dos lugares de apuramento, resta saber qual vai ser a reação dos bairradinos a um jogo que se prevê complicado.
Se o Águeda ainda quiser sonhar com os dois primeiros lugares está obrigado a ganhar no terreno do Lusitano FCV, um dos candidatos a esses lugares.
O Pampilhosa joga no reduto do Nogueirense. As duas equipas precisam de pontos, ganha quem cometer menos erros.
Na Liga Feminina, o Ferreirense foi goleado em casa pelo Futebol Benfica, que mostrou outros argumentos. Este domingo, às 15h, as bairradinas recebem o Sporting. As leoas ainda não perderam, adivinha-se mais um jogo complicado.

Posted in Desporto, Visto da Bancada0 Comentários

Eduardo Fernandes sagra-se campeão nacional

O Executivo da Câmara Municipal da Mealhada deixou uma palavra de felicitações ao atleta do Hóquei Clube da Mealhada (HCM), Eduardo Gomes Fernandes, que se sagrou Campeão Nacional no Torneio de Fundo, que decorreu, este fim de semana, nas Piscinas Municipais da Mealhada.
Eduardo Gomes Fernandes ganhou o pódio no Torneio de Fundo, na categoria de juvenis B, quer na prova regional, quer na prova nacional. Conseguiu ainda a melhor marca nacional do ano, na categoria, nos 400 metros de estilos. O atleta fez uma época estrondosa, conquistando 71 pódios, 2 recordes nacionais, 8 recordes regionais, bateu as 20 melhores marcas nacionais e 11 melhor performance por pontos de acordo com a tabela FINA.
Mas não foi o único a ganhar títulos para o HCM, no passado fim de semana, na Mealhada. Também David Tomé se sagrou campeão no Torneio de Meio Fundo, na categoria de infantis A, num campeonato que contou com a participação de 119 atletas oriundos de 15 clubes.
José Eduardo Fernandes, treinador da Secção de Natação do HCM, mostrou grande satisfação com os resultados alcançados pelos seus atletas, aumentando o seu patamar enquanto treinador para 33 pódios de âmbito nacional. Eduardo Fernandes é o único nadador da categoria de Infantis que conseguiu conquistar pódios em todas as provas do calendário Nacional da Federação Portuguesa de Natação, como Campeão Nacional Infantis A. É também o atleta mais pontuado no Top 10 das performances da tabela da Federação Internacional Natação Amadora. No Ranking Internacional da FINA, dos atletas nascidos em 2002, o nadador obteve a melhor marca europeia do ano nos 400 livres. Com os resultados obtidos, o atleta já conseguiu mínimos para participar nos campeonatos nacionais da próxima época, bem como para os estágios da Seleção.

Posted in Desporto, Outras modalidades0 Comentários

Mealhada vai ser a capital do futebol jovem em junho

O Município da Mealhada será palco da segunda edição do Kids Master Champions, um evento que pretende juntar mais de 1500 jogadores de futebol de todo o mundo e que terá como patrono Vítor Baía.
O torneio, organizado pela Cactchawards em parceria com a Câmara Municipal da Mealhada, é dirigido a jovens dos 9 aos 17 anos de idade, de vários clubes portugueses, de associações ou mesmo empresas e também a atletas oriundos de quase todos os continentes. Vai decorrer, de 24 a 30 de junho de 2017, na Mealhada, e conta com o apadrinhamento de Vítor Baía, antigo guarda-redes do FC Porto e da seleção nacional de futebol, que estará presente, motivando os jogadores, quer para a competição, quer para os princípios e valores inerentes à mesma.
Entre os objetivos desta grande festa do futebol estão o fomento da competição entre instituições, o estímulo para a competição, o fair-play e convívio desportivo e social, o intercâmbio social e cultural entre os participantes e, da parte do Município da Mealhada, a promoção dos seus recursos turísticos e desportivos.
A pedido do presidente da Câmara, Rui Marqueiro, esta edição terá duas particularidades: os clubes do município não pagam qualquer inscrição para participarem no torneio e a prova deve realizar-se em todo o concelho, abrangendo o maior número possível de campos. A parceria com a Catchawards inclui outras três provas internacionais: a Taça do Mundo dos juristas (com participação de oito países), o Torneio Interbancário (para países da CPLP) e a Taça das Nações de Futsal Feminino (com participação de diversos países, como Espanha ou Japão).
Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, sublinha a vertente “de formação e de são convívio” do torneio Kids Master Champions”, bem como a possibilidade de ele ser de tal forma abrangente que permite que equipas do concelho joguem com equipas de renome. “Julgamos que será uma semana de festa para as crianças e jovens, mas também para as famílias que os acompanham. É, por outro lado, mais um evento que divulga e promove a nossa terra, as nossas gentes e as nossas riquezas e que ajuda a impulsionar a economia local”, acrescenta, explicando que, o turismo ligado à vertente desportiva, é uma das linhas estratégicas do executivo. “Temos procurado chamar ao Município todos os eventos desportivos possíveis, sobretudo de desporto de formação, e este é um evento destinado às camadas jovens, não só interessante pela vertente desportiva, de formação do atleta, mas também pela vertente de formação cívica e de cidadania”, referiu Rui Marqueiro, na conferência de apresentação do evento.
Vítor Baía, patrono do torneio, referiu ser um prazer apadrinhar o evento, sobretudo pela necessidade de partilhar “valores, de fair-play, de espírito de solidariedade e de camaradagem” com os jovens atletas.
Alexandre Santos, CEO da Catchawards, justificou a transferência do evento do Algarve para a Bairrada, onde destacou a Mealhada pela qualidade das infraestruturas, pela dinâmica desportiva e pelo potencial turístico e gastronómico.
Os escalões participantes são os traquinas, benjamins, infantis, juvenis e iniciados em futebol de 7 e futebol de 11. As inscrições para a competição poderão ser feitas até fevereiro de 2017, junto da Catchawards (www.catchawards.com).

Posted in Desporto, Futebol0 Comentários

OBSC goleia Mealhada. Vista Alegre e Famalicão fogem à concorrência

Foi um dérbi sem a adrenalina de outros tempos, pouca emoção e desequilibrado ao nível de plantéis, o que deu azo a um resultado desnivelado. Sem forçar muito, o Oliveira do Bairro derrotou o Mealhada, que continua o seu calvário de não conhecer o sabor da vitória e de ainda não ter somado qualquer ponto. A equipa, que se viu a perder por dois golos sem resposta logo aos seis minutos, tentou, com as armas que tem, virar o rumo das coisas. Deu alguma réplica, insuficiente para evitar a goleada.
Com três vitórias consecutivas, o Oliveira do Bairro vai estabilizando na classificação e é já oitavo.
2-Segue-se o Bustelo, que tem os mesmos pontos, adversário que está longe das expetativas iniciais, da luta pelos primeiros lugares.
Quase iguais em tudo, o empate não é um cenário a descurar.
Em casa, o Mealhada joga com o Esmoriz, líder isolado e que ainda não perdeu. Não se perspectiva um jogo fácil para os bairradinos, que podem passar mais uma jornada a marcar passo.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-No jogo grande da jornada, o Oiã foi a Fermentelos impor a primeira derrota à equipa de Fernando Silva, num jogo recheado de golos (6). Os oianenses, com um jogo a menos, entram de novo na corrida pelos quatro primeiros lugares, já o Fermentelos, apesar de não ter perdido o segundo lugar, viu o Vista Alegre disparar (mais 5 pontos) na classificação depois da goleada em Rocas do Vouga.
No dérbi aguedense, nem Valonguense nem Mourisquense aproveitaram, pois, o empate não agradou, sobretudo aos Pilatos.
O Águas Boas alcançou excelente vitória no terreno da LAAC. Já o Requeixo derrotou em casa o Macinhatense.
O Sosense, no terreno do Estarreja B, perdeu no último minuto (1-0).
2-O Fermentelos joga no reduto do Pessegueirense e, se nada de anormal acontecer, os três pontos não serão seus. O mesmo se aplica ao Oiã na receção ao Requeixo.
O Mourisquense recebe o vizinho Macinhatense. A diferença do primeiro para o segundo é grande, mas, tratando-se de um dérbi, nunca fiando.
Em casa, o Águas Boas, frente ao Rocas do Vouga, tem todas as condições manter o registo de vitórias.
Apesar da onda negativa, o Sosense, em casa, tudo fará para pôr cobro à situação, embora a LAAC não seja fácil de desmembrar-se.
No Valonguense – Estarreja B prevê-se um jogo equilibrado.

SÉRIE D. 1-Num teste complicado, pois o Calvão é um dos sérios candidatos, o Famalicão foi ao terreno do seu adversário vencer e reforçou a liderança, agora de seis pontos para o Carqueijo, que perdeu na casa da Juve Force.
Depois de dois resultados menos bons, o Bustos regressou às vitórias em casa frente ao CRAC e divide o terceiro lugar com Calvão e Juve Force.
Em casa, o Santo André deixou fugir os três pontos nos últimos minutos para o Ribeira/Azenha, num empate a três golos.
Em crescendo de forma, o Mamarrosa foi vencer a Paredes do Bairro. Pior sorte teve o Aguinense que colecionou a terceira derrota em casa aos pés do Luso.
Em casa, o Antes alcançou a primeira vitória no campeonato sobre o VN Monsarros.
2-Prevê-se uma jornada tranquila para os da frente. O Famalicão recebe o Antes e é claramente favorito, tal como o Carqueijo na receção ao CRAC. A maior experiência do Bustos poderá ditar leis na Azenha, mas a equipa terá de ser igual a si própria.
O mesmo se aplica à Juve Force, em casa, frente ao Paredes do Bairro, embora os paredenses se sintam mais confortáveis a jogar fora.
Mais complicada será a tarefa do Calvão no Luso, pois os homens das águas lutam por se aproximar dos lugares cimeiros.
Face à irregularidade do Aguinense, o Mamarrosa, em casa, é bem capaz de alcançar a terceira vitória consecutiva.
Ainda sem pontuar em casa (5 derrotas), o VN Monsarros tudo fará para inverter esse estado de coisas. O Santo André está moralizado e pode complicar a vida aos locais.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Próximas jornadas decisivas para a obtenção dos objetivos

Há treinadores, sobretudo quando as suas equipas estão numa onda positiva de resultados e em grande momento de forma, que não são apologistas das paragens dos campeonatos. Com quatro vitórias consecutivas e na sua melhor fase da época, talvez para o Anadia a paragem do campeonato, para dar lugar à 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, não seja nada aconcelhável. É certo que as rotinas de jogo não se perdem no espaço de 15 dias, mas com ritmo de competição tudo é diferente. E se olharmos para o seu próximo adversário, o Gafanha, um dos principais opositores na luta pela Fase de Subida, que já não vence há três jornadas e que por certo teve tempo para sarar algumas feridas, então a paragem vai mostrar se foi ou não bem-vinda.
Este é um jogo determinante para as duas equipas, sobretudo para o Gafanha, que em caso de derrota fica a cinco pontos dos Trevos.
O Anadia está um pouco mais confortável e, caso vença, duas jornadas depois recebe outro dos candidatos, o Lusitano, tudo poderá ficar decidido se a equipa de Fernando Pereira conseguir fazer o pleno dos pontos, embora pelo meio haja o jogo em Mortágua, que está a quatro pontos do segundo lugar.
Também o Águeda joga em casa com o Mortágua e, caso queira pensar de forma afirmativa na fase dos primeiros, está obrigado a ganhar. Tal como Pampilhosa, para já para outras contas, somar o maior número de pontos. Joga no reduto da Académica/SF, que está bem pior na classificação, mas os ferroviários não podem descarrilar.
Na Liga Feminina, o Ferreirense venceu por 1-2 na casa do Boavista. Segue-se o Futebol Benfica, um jogo nada fácil dado o valor das lisboetas.

Posted in Desporto, Visto da Bancada0 Comentários

Moita Rugby Clube da Bairrada, 19 – CRAV, 0

Com uma entrada forte e com uma defesa que soube, mais uma vez, estar à altura das exigências desta divisão, o MRC Bairrada cedo se adiantou no marcador através de um ensaio do seu 3.ª linha Pedro Santos que esteve em destaque durante todo o jogo.
Só um grande querer e uma grande atitude poderia trazer algo de bom para a Bairrada, pois o CRAV mostrou sempre, principalmente através dos seus fortes avançados, o porquê de durante muitos anos se bater com qualquer equipa em Portugal.
Com um jogo variado entre os seus avançados e as suas linhas atrasadas, o MRCB viria a marcar ainda no final da primeira parte por Rui Rodrigues, num ensaio conseguido após penetração a partir de um ruck, onde a experiência do internacional português se revelou mais uma vez muito importante para o jogo.
Ao intervalo: 14-0.
Numa segunda parte onde já se previa que o CRAV tudo faria para vencer o jogo, podemos dizer que ganhou o jogo quem melhor defendeu e nesse aspeto, o MRCB esteve exímio. O resultado viria a alterar-se apenas por uma vez, apesar das tentativas de ambas as equipas através de penalidades, com um ensaio do seu ponta André Abrantes.
Para o Campeonato Nacional da 2.ª Divisão, o Grupo Desportivo Moitense deslocou-se a Braga para defrontar a equipa local e sofreu pesada derrota (50-8).

Posted in Desporto, Rugby0 Comentários

OBSC volta a ganhar. Primeira vitória em casa para Mamarrosa e Azenha

Depois de ter vencido um dos candidatos à subida, aplicando-lhe a primeira derrota, o Oliveira do Bairro foi ao terreno do União de Lamas (outro dos candidatos) ganhar, naquela que foi a primeira derrota caseira dos lamacenses. Com estas duas vitórias, parece que os fantasmas deixaram de pairar na estrutura bairradina, que começa a respirar muito melhor na tabela classificativa.
Quem continua encostado às cordas é o Mealhada que, em casa, frente ao Beira-Mar registou a nova derrota e continua a ser a equipa que ainda não tem qualquer ponto, numa jornada em que o Romariz ganhou pela primeira vez.
2-Domingo há dérbi bairradino com a receção do Oliveira do Bairro ao Mealhada. Os Falcões atravessam o melhor momento da época, mas, apesar do seu antagonista ainda não ter pontuado, o jogo não será fácil. E é neste tipo de jogos que as surpresas acontecem. Jogo de tripla.

II DIVISÃO

SÉRIE C. 1-Em casa, o Vista Alegre, à custa da LAAC, regressou às vitórias e manteve a liderança, com mais dois pontos do Fermentelos, que venceu no terreno do Macinhatense. Segue-se o Mourisquense, que em casa bateu o Requeixo.
O Águas Boas, atuando em casa, voltou a desiludir, ao perder com o Estarreja B, sucedendo o mesmo com o Sosense, que voltou a perder no seu reduto e pelo mesmo resultado da última jornada (0-1) e de novo com uma equipa do concelho de Águeda, o Valonguense.
Em fim de semana de aniversário, o Oiã adiou o seu jogo com o Beira-Vouga para o dia 1 de dezembro.
2-Um dos jogos grandes da jornada é sem dúvida o Fermentelos – Oiã, não só pela rivalidade entre os dois clubes, mas também pelo facto da equipa que está melhor na classificação nem sempre é a favorita.
Os homens da Pateira atravessam excelente momento e o fator casa poderá dar-lhe algum favoritismo.
Outro jogo a seguir com atenção é o dérbi aguedense entre Valonguense e Mourisquense. Os Pilatos não se podem atrasar na classificação, já os canarinhos procuram encurtar distâncias, por isso prevê-se um jogo intenso e de resultado imprevisível.
O Águas Boas desloca-se ao terreno da LAAC. Os homens de Aguada de Cima estão melhores no que diz respeito à classificação e isso deverá jogar a seu favor.
Atuando em casa, o Estarreja B é claramente favorito diante do Sosense, que regista cinco derrotas consecutivas e ocupa o último lugar.
No Requeixo – Macinhatense, a postamos na divisão dos pontos.

SÉRIE D. 1-Numa jornada com muitos golos (30), o Famalicão goleou em casa o Aguinense e continua na liderança. Logo atrás e com menos três pontos, surge o Carqueijo, que impôs em casa pesada derrota ao Bustos (4-1).
O Mamarrosa estreou-se a ganhar em casa e logo com uma goleada (4-0) à Juve Force, que deixou fugir no terceiro lugar o Calvão, que venceu sem problemas no terreno do VN Monsarros.
E quem também se estreou a ganhar em casa, quiçá no campeonato, foi o Ribeira/Azenha que derrotou o Antes. O Luso venceu em casa o Paredes do Bairro por números (3-0) que não deixam dúvidas, enquanto o Santo André continua a surpreender ao vencer fora o vizinho CRAC.
2-O Famalicão joga em Calvão. Os locais têm vindo a subir de forma e tudo farão para alcançar a vitória, o que significaria ficar dois pontos do líder. Um jogo que pode ser decidido nos pormenores.
O Carqueijo até pode aproveitar para se isolar na liderança (se o Famalicão perder), mas terá pela frente uma Juve Force ferida no seu orgulho e que está obrigada a pontuar para se manter nos quatro primeiros. Empate em perspetiva.
Em casa, o Bustos, frente ao CRAC, tem todas as condições para regressar às vitórias. Também em casa, o Santo André não deve deixar fugir os três pontos diante do Ribeira/Azenha.
No Paredes do Bairro – Mamarrosa e Aguinense – Luso, o equilíbrio poderá ser a nota dominante. Já no Antes – VN Monsarros (ambos ainda não ganharam), os pratos da balança podem pender para qualquer dos lados.

Posted in Desporto, Tribuna de Honra0 Comentários

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com