Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | arquivo notícias

Aveiro

Aveiro

Feira agrícola e pecuária Agrovouga abre hoje em Aveiro entre protestos

A 32ª edição da feira agrícola e pecuária de Aveiro, a Agrovouga, começa hoje com a sua abertura a ser marcada por protestos de agricultores da região.
De acordo com o presidente da Associação da Lavoura do Distrito de Aveiro (ALDA), Albino Silva, a reforma da política agrícola comum (PAC) e o problema do escoamento da batata terão particular ênfase nos protestos, a par da reclamação de melhores apoios à produção florestal e aos baldios, da redução dos pagamentos para a Segurança Social e da diminuição dos custos com o gasóleo agrícola e os impostos.
Esta edição da feira conta pelo menos com 90 expositores, com o ministério da Agricultura a ter a maior representação, com 14 +stands+, mas onde também marcarão presença cooperativas leiteiras, associações florestais e a organização ambientalista Quercus.
Colóquios sobre temáticas agrícolas e ambientais, bem como iniciativas gastronómicas, marcam ainda o programa da Agrovouga, que encerra com uma corrida de touros à portuguesa.
Orçado em 190 mil euros (38 mil contos), o certame é o último que se realiza no actual recinto de feiras de Aveiro.
As próximas feiras da cidade – uma de artesanato e outra de gastronomia, ambas entre 10 e 18 de Agosto – estrearão um parque de feiras e exposições, que está em acabamento.

Lusa

(6 Jul / 12:20)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Aveiro

Sociedade de Informação

POSI impõe mais parceiros ao «Aveiro Digital«

A cidade digital de Aveiro, pioneira no país, terá de transformar-se em ciber-região, para respeitar a nova filosofia de apoios do Programa Operacional para a Sociedade de Informação (POSI), disse hoje fonte do organismo.
De acordo com Graça Moreira, do POSI, a lógica de apoios passa a ser inter-municipal, na perspectiva de rentabilizar os meios financeiros reservados para o efeito e de melhorar globamente a ciber-relação entre a administração pública e o cidadão.
«Sendo certo que todos estão interessados em aderir à sociedade de informação, faz sentido exigir parcerias mais amplas«, disse Graça Moreira.
A nova filosofia do POSI foi já adoptada no Norte do distrito de Aveiro, onde câmaras municipais e institutos tecnológicos arquitectaram recentemente um projecto supra- municipal para a criação da Região Digital de Entre-Douro e Vouga.
Quer o presidente da Câmara, Alberto Souto de Miranda, quer o representante da Universidade no consórcio, José Rafael, disseram à Lusa que o alargamento do projecto é possível, mas não o limitam a autarquias vizinhas, adiantando o desejo de encontrar também novos parceiros nas empresas e nos centros de investigação.
Souto de Miranda sublinhou, entretanto, que a reorientação dos apoios do POSI já custou 10 meses de atrasos nos financiamentos no valor global de 17,5 milhões de euros (3,5 milhões de contos).
Outras preocupações relativas à «montra digital« de Aveiro prendem-se com a motivação dos munícipes para usarem mais esse recurso, um dos temas a debater terça-feira na Universidade da cidade, no âmbito do II Colóquio Internacional Redes e Cidades.
«Não basta ter uma cidade digital em pleno funcionamento e com acesso generalizado. É preciso um trabalho de alfabetização digital e no sentido da motivação«, disse Marcus Palácios, um especialista brasileiro que participará nos trabalhos.

Lusa

(4 Nov / 17:26)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Saúde

Saúde

“Saúde Oral” um direito… sim!
… mas quando?

Portugal possui graves carências na Medicina Dentária!
Num estudo realizado em 2001, pela Ordem dos Médicos Dentistas junto de 77 hospitais e de 332 centros de saúde do Continente, serviu para avaliar o estado actual desta especialidade.
Os resultados não poderiam ser piores 70% dos hospitais e 90% dos centros de saúde não têm serviço de Medicina Dentária. O distrito de Aveiro, um dos piores: em 19 centros de saúde inquiridos apenas 1 possuía médico e em 6 serviços de urgência nenhum apresentava esta profissional. É caso para dizer que nesta área o melhor é não ter dores de dentes!!
Como o refere este órgão a não inserção dos médicos dentistas no SNS e a ausência de uma política definida neste campo revelam o porquê da tão MÁ SAÚDE ORAL da maioria dos portugueses.
No entanto referências estatísticas revelam que 80% da população mundial é atingida por cárie dentária, mesmo em países considerados de nível sócio-económico elevado. A principal característica da cárie dentária é a sua prevalência UNIVERSAL.
Já que o tratamento se revela bastante car(i)enciado e porque a educação para a saúde oral tem constituído uma preocupação crescente, aqui vão algumas orientações de comportamentos para que o seu SORRISO se tome de certo modo diferente!
– Mantenha uma boa higiene buco-dentária. Escove os dentes 4 vezes ao dia (de manhã, após almoço, após jantar, antes de deitar) e uso fio dentário diariamente.
РO Fl̼or ̩ um produto natural, essencial para a forma̤̣o de dentes resistentes, o seu uso deve ser controlado pelo seu m̩dico dentista.
– O açúcar é o principal responsável pelo aparecimento de cárie dentária. Diminua significativamente o seu consumo.
As doenças buco-dentárias são um dos principais problemas de saúde pública, dado que afectam praticamente toda a população, independentemente da idade, e estão presentes quer em países mais desenvolvidos quer nos menos desenvolvidos. Apesar de estas doenças não ameaçarem directamente a vida, têm consequências mais ou menos graves quer a nível individual quer na comunidade, individualmente, há uma redução da qualidade de vida, através do aparecimento do mau hálito ou de um aspecto fisionómico desagradável, passando pelo prejuízo das funções de mastigação ou da fala, e podendo dar origem a focos de infecção que podem desencadear doenças graves. A nível da comunidade, o tratamento das doenças orais é de custo directo mais elevado, levando ao abastecimento escolar ou/ e laboral.
Promover processos conscientes de adesão a comportamentos saudáveis contribui para a melhoria do aspecto físico e propicia o convívio social. A aprendizagem de bons hábitos pode tornar a vida mais agradável e levar cada pessoa a usufruir dos benefícios que resulta da utilização de todos os dentes são, durante toda uma vida. Os problemas globais das doenças orais nunca poderão ser adequadamente controlados apenas com a medicina curativa, a cada pessoa cabe o dever de exercer a SUA MEDICINA DENTÁRIA PREVENTIVA.

Enfermeira Silvana Marques

Clínica de Medicina Dentária Toledo-CURIA

(10 Jul / 13:49)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Perrães

Perrães

Passeio de lancha da AMPER

Tal como antecipadamente foi dado a conhecer a todos os associados, vai realizar-se, no próximo dia 21 de Julho, domingo, um passeio de Lancha na Ria de Aveiro, estando prevista a saída em viaturas próprias do Largo de Nossa Senhora das Febres, em Perrães, cerca das 9.00horas. O embarque no Cais de S. Roque (Antiga Lota), em Aveiro será às 10.00h, com regresso ao final da tarde, prevendo-se a chegada a Aveiro cerca das 18.00 horas.
Trata-se da terceira realização que a Direcção da AMPER estabelece para o corrente ano, na sequência do passeio às Grutas de S. António e do passeio de bicicleta, já realizados em Março e Junho transactos.
O almoço será ao ar livre na Casa-Abrigo na Mata de S. Jacinto, a qual está equipada com mesas e bancos, devendo os participantes levar o respectivo farnel.
O preço é de 15,50 euros por adulto, de 8,75 euros para crianças dos 8 aos 12 anos de idade e gratuito para crianças até aos 8 anos de idade.
As inscrições podem ser feitas perante qualquer membro da Direcção, ou pelos telefones 234748117, 962302344, 962838792, 963696233 e 968374267.

(8 Jul / 10:46)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

O. do Bairro

Oliveira do Bairro

PSD quer apoios equitativos para as associações

O PSD de Oliveira do Bairro, através da deputada Laura Pires, que é a nova presidente da Comissão Política deste partido, contestou, na última Assembleia Municipal, a política de atribuição de subsídios às associações, levada a efeito pela autarquia.
Laura Pires recordou que “a câmara não tem uma política de distribuição de subsídios equilibrada”, solicitando ao executivo explicações sobre quais são os critérios que estão na base desta distribuição.
A deputada do PSD assegurou que “há clubes com 148 atletas que recebem menos do que outros clubes com 28 atletas, o que não se compreende”. Por isso, “é muito importante que se adoptem medidas precisas e que os subsídios sejam atribuídos por tranches”.
Victor Oliveira, presidente da câmara, e antigo vereador da cultura, justificou que “pretendemos ser o mais coerentes possíveis. A entrega dos subsídios é feita de acordo com o Plano de Actividades de cada associação. Os dinheiros são entregues em tranches quando o valor é superior 2500 euros”.

(3 Jul / 14:16)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Anadia

Anadia

Exposição de Vestidos de Chita muito visitada

Devido à forte adesão do público à exposição de vestidos de chita que decorre na Galeria Municipal (Centro Cultural de Anadia), a Câmara Municipal de Anadia viu-se forçada a adiar para 6 de Julho próximo a data de encerramento (inicialmente prevista para 29 de Junho).
Esta mostra reúne 49 vestidos, premiados nos Concursos de Vestidos de Chita de Anadia, realizados entre os anos de 1992 e 2002.
A exposição poderá ser visitada, de segunda a sexta-feira, das 10 às 13.00 horas e das 14h00 às 18h00, e, aos sábados, das 11h00 às 13.00 horas e das 15h00 às 18h00.

(28 Jun / 9:54)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Palhaça

Casa Mena

Ao melhor nível

Armor Pires Mota

A Casa Mena, Palhaça, tem novo rosto, remodelada que foi. Isso foi o que notaram, sem nenhuma espécie de dificuldade, no último sábado, dia 22, todos os clientes que por ali passaram para marcar presença na reabertura deste estabelecimento que, por força do design do mobiliário e expositores, ganhou mais profundidade e espaço, que ganhou também em ambiência que se tornou mais leve e suave, conjugados no seu todo, piso, tecto, disposição e mobiliário.
Aliás de outra forma não poderia ser, porque a sua decoração teve a assinatura da arquitecta Mercedes, espanhola, que também foi responsável em Portugal pela decoração do Corte Inglês, além de outros estabelecimentos. Isto concorre para poder dizer-se que, embora situada em movimentada aldeia, pode ombrear com os melhores estabelecimentos do género de uma grande cidade, de Aveiro, por exemplo.
A Casa Mena é uma casa com tradição e história. Com oitenta anos, como espaço comercial, passando evidentemente por diversas fases de evolução sempre no sentido de acompanhar os gostos e as modas, naturalmente com esta remodelação atinge o pique em questão, não só de espaço em si e sua decoração, mas também relativamente ao topo de gama do vestuário exposto, que tem o padrão e qualidade de Multimarcas, pelo que Edma Cruz Vieira, uma das sócias da empresa, afirma que esta casa não tem nada a ver com a concorrência mais próxima. No fundo, sabe o que está a oferecer à clientela.
Além deste espaço, dedicado essencialmente ao vestuário, onde se encontra agora uma melhor disposição, a empresa também dispõe de um outro sector, o de tecidos de decoração, na cave, enquanto ainda há outra sala de decoração e artigos de noiva.
Refira-se que, no seu início, com outro nome naturalmente, era propriedade de Arménio Vieira, que era alfaiate, que agregou ao negócio o de tecidos. Depois, vieram as filhas, Edma e Lurdes da Cruz Vieira, que fizeram o desenvolvimento necessário do ramo.
Com oitenta anos na sua génese Casa Mena abarca já três gerações e parece não ter razões para ter medo do futuro. É que as duas filhas de Edma passaram a ser sócias, garantindo a sua continuação e naturalmente o êxito que tem sido até hoje, baseado essencialmente num atendimento muito personalizado e dinâmico. São uma mais valia exactamente para o sucesso que antecipam com estas obras de remodelação que não implicaram apenas com os interiores, mas com o visual do exterior (nova montra e novos figurinos e nova caixilharia…).

(25 Jun / 11:06)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Oiã

Oiã Fashion propõe… Viagem pelo(s) Mundo(s)

– Organizada pela Pré e Escola do 1º Ciclo de Oiã

“Viajar pelo Mundo, conhecer o Planeta Azul por dentro, navegar de continente em continente, voar por rotas de aviões que só a imaginação conhece” é o que propõe a Pré-Escola e Escola do 1º Ciclo de Oiã, no próximo dia 29 de Junho, com início marcado para as 21.30 horas.
O local de partida é, a exemplo do que vem acontecendo de há alguns anos para cá, a discoteca Belas Artes, em Oiã.
Assim, vai acontecer mais um Oiã Fashion, que é como dizem os organizadores “ou mais concretamente Teresa Alves, um magnífico espectáulo”, protagonizado pelas crianças da Pré e Escola do 1º Ciclo de Oiã, que desfilarão, “para delícia dos nossos olhos, vestidos ou despidos de cores, feitios, penteados…, dos continentes, países, povos deste nosso Planeta, ainda, pelo menos de nome, Azul! Mas não será apenas moda ou modas que esta viagem nos oferecerá… Oferecer-nos-á, isso sim, o mais importante, a possibilidade de conhecer culturas, mais ou menos divulgadas, costumes e ritos, que o tempo não tem poder para apagar porque há gente que os faz perdurar, chamando-lhes seus”.
Este desfile ainda segundo Teresa Alves, “é o produto de uma pesquisa efectuada pelos alunos, orientada pelos professores da Escola, sobre o tema que lhe dá corpo e pressupõe a colaboração das vestimentas e adereços, dos pais e encarregados de educação e o apoio da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Pré-Escola e Escola do 1º Ciclo de Oiã”.

(20 Jun / 16:58)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Totogolo

Totogolo

Concurso nr. 22/02 – Chave

Chave do concurso nr. 22/02 do Totogolo, preenchido com jogos da II Divisão B do futebol português: 1. Leixões……. 2 (2) Vizela…….. 0 (0) 2. Odivelas…… 1 (1) Sp. Covilhã… 1 (1) 3. Sanjoanense… M (3) B.C. Branco… 1 (1) 4. Estoril……. 0 (0) O. Moscavide.. 2 (2) 5. Casa Pia…… 2 (2) Atlético…… M (3)

(3 Jun / 9:53)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

Cantanhede

Cantanhede

A.H.B. Voluntários de Cantanhede prepara livro do século de sua fundação

Em plena consagração das comemorações dos 100 anos da altruísta instituição, iniciadas no mês de Abril último e que se prolongarão até final do ano de 2002, estão a ser recolhidos destinados à edição de um livro, da vida da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários no século da sua fundação, ou seja no dia 24 de Agosto próximo.
A efeméride secular que está a ser estudada pela Direcção da Humanitária entidade, e de que, a seu tempo será dado a conhecer o programa dos festejos, assinalará um marco imperecível na existência da única Associação no género do concelho de Cantanhede com a abrangência da sua secção na Tocha – também única na jurisdição concelhia.

8 Mai / 10:00)

Posted in arquivo notícias0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com