Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | arquivo notícias

O. do Bairro

Oliveira do Bairro

Posto de Informação Juvenil

O Posto de Informação Juvenil (PIJ), instalado no edifício dos Paços do Concelho de Oliveira do Bairro, encontra-se à disposição dos jovens para esclarecimentos e informações com programas fomentados pelo Instituto Português da Juventude.
Neste posto pode-se tomar conhecimento de programas na área da ocupação dos tempos livres quer seja em férias quer seja em tempo de aulas. Para além dessa área, existem programas que visam fomentar nos jovens a capacidade de pesquisa e aprofundamento dos conhecimentos e ainda programas de intercâmbio quer em Portugal quer no estrangeiro, cujo objectivo principal é dar aos jovens a oportunidade de contactar com diferentes culturas. Existe ainda a possibilidade de tratar do Cartão Jovem, assim como do Cartão 65 (Cartão do Idoso).
O PIJ encontra-se aberto ao público, de segunda a sexta-feira, das 9.30 horas às 12.30 horas e das 14 às 17 horas, tendo como responsáveis Elsa Santos e Carla Duarte.

(24 Abr / 10:02)

Posted in arquivo notícias Comentários

Oliveira do Bairro

Oliveira do Bairro

Assembleia aprovou orçamento no valor de 20 milhões de euros

. PSD votou contra

Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

A Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro aprovou, por maioria, com oito votos contra do PSD, e quatro abstenções (Fernando Tomé, presidente da Junta de Freguesia da Palhaça; Dinis Bartolomeu, presidente da Junta de Freguesia de Oiã; Henrique Tomás, deputado do PS, e Fernando Peixinho, deputado da CDU), o orçamento e plano de actividades (OPA) municipal para o corrente ano. Uma das grandes novidades é o facto de, pela primeira vez, o sector de educação, cultura, desporto e tempos livres figurarem no topo de todas as realizações, onde está previsto que sejam gastos, 20,7% do orçamento total que é de 20.774.725,00 euros, verificando-se assim uma inversão nos investimentos.

“Falta de planificação e execução”

A bancada do PSD optou por assumir uma postura igual à dos vereadores do partido, tomada dias antes em reunião de câmara. Assim, votaram contra argumentando mais uma vez “a não inclusão dos projectos anunciados e mais uma vez adiados, tal como o plano rodoviário municipal”, levaram alguns deputados do PSD a votarem contra a OPA.
Na declaração de voto apresentada, estes argumentam que “a grande percentagem dos projectos apresentados dizem respeito a obras executadas e não pagas em 2001; a obras executadas em 2001, com adjudicações definitivas em 2002”. Para além, “da execução de projectos por falta de planificação e quantificação, os custos finais aumentaram de forma comprometedora em termos orçamentais, com trabalhos a mais, trabalhos imprevistos, revisão de preços, por vezes fruto de decisões ou caprichos pessoais, comprometendo a execução de novos projectos”.

Os grandes investimentos

Entretanto, este OPA segundo Victor Oliveira, presidente em exercício, “demonstra que as infra-estruturas de base, relacionadas com as redes de água e esgotos, em que este ano ainda há um grande investimento, estão a chegar ao fim”.
O presidente em exercício está convicto de que, no próximo ano, o concelho ficará com uma cobertura na ordem dos 85% nas redes de água e 80% nas redes de esgotos, o que, na sua opinião, mostra “um desenvolvimento no concelho que se revela equilibrado e sustentado”. Assim, os grandes investimentos serão efectuados nas áreas educativas, culturais, sociais, e equipamentos municipais, com especial relevância na freguesia de Oiã.

Freguesias para trás

Mas quem não se mostrou contente com os documentos apresentados foi o centrista, Manuel Fonseca Martins, presidente da Junta de Freguesia da Mamarrosa, que acabou por votar politicamente a favor, contudo, deixou bem claro que a sua freguesia tinha sido deixada para trás – “esta freguesia não saiu da penumbra, ficou num apagão completo”. “Será que temos que esperar por uma revisão orçamental”, questionou o presidente da junta, reforçando que “estou magoado e desiludido”.
Por outro lado, Dinis Bartolomeu, presidente da Junta de Freguesia de Oiã, mostrou-se também insatisfeito com os documentos apresentados, apesar dos novos projectos como a biblioteca, junta de freguesia e auditório terem sido contemplados. Contudo, foi dizendo que a redução da verba para a limpeza das valetas não estava justa, e por isso, negar-se-ia a efectuar o protocolo com a câmara.

(19 Abr / 15:38)

Posted in arquivo notícias Comentários

Águeda

Entre 23 e 26 de Maio
Onze equipas correm Prémio Abimota

A 24ª Edição do Grande Prémio Abimota, numa organização da Associação de Ciclismo de Aveiro, vai para a estrada no dia 23 de Maio, encerrando no dia 26.
Nela vão participar 11 equipas: Carvalhelhos / Boavista; Milaneza/MSS/Maia; Paredes Rota dos Móveis; Cantanhede / Marquês de Marialva; La Pecol / Bombarralense; Matesica / Abóboda; Porta da Ravessa / Zurich / Tavira; Barbot / Gondomar / Torrié; Guilhabreu; Pepolim / Ovarense; S. João de Ver / S.M. Feira e Citroen / Xsara.
A prova será corrida em 5 etapas, começando em Esposende e encerrando em Águeda, como de resto é justamente habitual.
A primeira etapa decorrerá no dia 23 entre Esposende e Termas do Gerês, enquanto no dia seguinte decorrerá a 2ª etapa que tem início nas terras de Bouro e chegará a Paços de Ferreira, capital do móvel, onde, no dia seguinte (25) terá início a 3ª etapa que levará os ciclistas até Espinho.
A Bairrada receberá a 4ª etapa com partida de Espinho e chegada a Anadia. Neste mesmo dia (26) correr-se-à a 5ª e última etapa entre a capital da Bairrada (a concentração e partida simbólica será no Largo da Câmara) e a capital das duas rodas, Águeda, num total de 104,4 quilómetros, com partida marcada para as 15.30h.
A caravana rumará então à Mealhada, passando por Murtede, Ourentã, Cantanhede, Mira, Costa Nova, Ílhavo, Vagos, Soza, Palhaça, Oiã, Piedade, alcançando Águeda e a Avenida Eugénio Ribeiro onde a prova terá o seu epílogo.

(17 Abr / 12:35)

Posted in arquivo notícias Comentários

Oliveira do Bairro

ZONAS INDUSTRIAIS

A Zona Industrial de Oiã irá beneficiar da construção de muros de suporte de terras, alargamento da rede de águas, electrificação, bem como está prevista uma verba para o estudo que visa a implantação de um Centro de Competências, alias, já deliberado em reunião de Câmara de 29/05/2001.
Já na Zona Industrial da Palhaça, está prevista a electrificação, lancilagem e pavimentação e estabelecimento de redes de águas pluviais e residuais, o que também será feito na Zona Industrial de Vila Verde, onde serão feitos também trabalhos de lancilagem, pavimentação e electrificação e redes de ábastecimentos de águas.

MEIO AMBIENTE

Comparticipação no estudo de despoluição da bacia hidrográfica do Rio Cértima e Pateira de Fermentelos; definição de equipamentos e integrar no parque urbano da Zona dos Pinheiros Mansos, junto ao Parque Desportivo de Oliveira do Bairro; comparticipação na candidatura do Plano Intermunicipal de Ordenamento da Ria de Aveiro, para a zona húmida do concelho, nomeadamente no Rego, Perrães, Giesta, Silveiro e Repolão, bem como acções de sensibilização e educação ambiental, são alguns dos trabalhos previstos nesta rubrica.
Esá previsto ainda a elaboração de um Plano de Ordenamento da zona de extracção de argilas dos barreiros de Azurveira e projecto Eco-Valor, bem como a instalação de um parque de sucata municipal.
Uma outra aposta é na criação de um Parque Biológico Municipal, estando prevista a aquisição de terrenos e o respectivo estudo.

(11 Abr / 16:45)

Posted in arquivo notícias Comentários

Oliveira do Bairro

Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairro

Pintor alemão expõe “Vinhas e Vinhedos”

Pela primeira vez, a Biblioteca Municipal de Oliveira do Bairro exibe uma exposição de um pintor estrangeiro. Foi inaugurada no último domingo, vai prolongar-se até ao fim do corrente mês, e é da autoria do arquitecto de profissão e pintor por natural vocação, Rolf Peter Hennes, que nasceu em 1933 e reside na Alemanha (Mainz). Presentes Vereador da Cultura, Victor Oliveira, pessoas ligadas aos vinhos, amantes da cultura e apreciadores desta arte e alguns amigos.
O tema geral são “Vinhas e Vinhedos”, ora pinturas a acrílico, ora a pastel ou desenho e pastel, retratando-os ainda que de forma um pouco abstracta, num total de 19 quadros, que criam automaticamente uma certa empatia em função das suas cores suavizadas e deslisantes.
O artista trouxe a esta exposição que vem um pouco na sequência de outra, realizada na Carregosa (Vagos), depois de uma viagem pelo Alentejo, vinhas e vinhedos de várias regiões da Alemanha, mas também de Itália, Espanha e, claro, Portugal (não só do Alentejo ou da Madeira, mas também da Carregosa). No fundo, é um pouco fruto das suas viagens em contacto com os lugares e pessoas, o que sublinhou na sua intervenção. “Para mim, o ver, o viver, o transformar e o representar as impressões ambientais são de uma importância fundamental para o meu desenvolvimento e são a condição para o meu trabalho no estúdio”.
Viagens pela Europa das regiões, também no sector do vinho. “É muito importante manter as regiões e manter a sua identidade”, afirmou Rolf Peter Hennes, mantendo a sua identidade, e o vinho é o traço singular de muitas regiões, pois que “o vinho vincula a paisagem”, como o tempo em que são produzidos os quadros também acarreta as cores para a paleta: verdes e frescas na primavera, verdes e maduras no verão, por exemplo.
O vinho, as vinhas e os vinhedos são uma descoberta para a cor e a luz dos quadros de Rolf Peter Hennes, na convicção de que o artista captou a ideia de que”onde há vinho, há pessoas interessantes, abertas”.
À excepção dos quadros maiores, todos os outros foram feitos durante viagens, de uma forma espontânea, como parte da vida, de modo que sejam no futuro uma recuperação da memória. De resto, toda a exposição é reflexo do vinho e do convívio à volta deste néctar. “O trabalho a pastel nasce como objecto no próprio lugar, espontaneamente ou depois de maturadas as impressões deixadas pela arquitectura e pelas paisagens” – afirma o pintor alemão, com estadas esporádicas na Carregosa, junto de um casal de compatriotas: a escritora Barbara Seuffert e marido.
Com a formação profissional da arquitectura e pintura, Rolf Peter Hennes que agradeceu a disponibilidade da Câmara para a realização desta exposição, não deixou de elogiar não só o traço arquitectónico da Biblioteca, mas também e sobretudo do edifício dos novos paços do concelho, com que se mostrou muito entusiasmado (“câmara moderna, compressão plural”).
Victor Oliveira congratulou-se com o facto de ter proporcionado aquele espaço a esta exposição que “é mais uma manifestação cultural” a que as pessoas não aderem muito, mas nem por isso há que desistir. O espaço está ali aberto a este tipo de exposições e bom seria que no futuro a escultura possa ali marcar lugar, adiantou. “São sempre, poucas mas com vontade de se cultivarem”. E não desistem, porque é necessário conquistar “mais alguém para que as populações se vão habituando a ver coisas bonitas como esta”.
Durante a inauguração, foi servido um espumante de honra (plenamente enquadrado no acto) e ainda servida alguma música de órgão, porque poesia, pintura e música, são uma trilogia que, com cores e sons, muito se completa e enriquece.

Armor Pires Mota

Lusa

(8 Abr / 14:49)

Posted in arquivo notícias Comentários

Oiã

Oiã

Macumba

As bruxarias ou as macumbas ganham terreno nas terras de Oiã. Há uns meses atrás, foi aquela de dar comida a mortos, no cemitério novo. Em cima de uma campa rasa foi colocada fruta e doces, em quantidade bastante para custar caro e para diversas sobremesas. Agora, foi no caminho que do caminho do Furadouro dá para as Azevedas.
Exactamente no cruzamento deste com outro caminho vicinal, mas caminho. Os cruzamentos são os sítios ideais para estas cerimónias misteriosas, a cheirar a bruxaria ou macumba em que alguns acreditam. Tanto assim, que não olham a dinheiro para executar estes actos.
Ali no caminho para as Azevedas, tal qual verificámos, no último sábado, uma correnteza de 38 cálices, meios de aniz ou aguardente, uma ou outra coisa tanto importa, e por cima de todos 46 charutos com a ponta ardida. A maior parte tinha um exemplar, enquanto outros tinham três, e outros dois, os menos, cumprindo ritos naturalmente. Para o acendimento, os “fiéis” dessa misteriosa devoção utilizaram uma pequena fogueira feita no meio do caminho.
A festa não ficou barata. Deve ter rondado os dez contos, fazendo bem as contas aos cálices e aos charutos. Uma pequena despesa para tanta cegueira.
Segundo fomos informados, já não é a primeira vez que por ali se verificam tais actos. É um local ermo, o que se requer para o toque do misterioso e do “encontro” com o suposto além.

(29 Mar / 19:05)

Posted in arquivo notícias Comentários

Aveiro

IPAM abre Faculdade Europeia no Brasil.

O Instituto Português de Administração de Marketing inaugurou no passado dia 6 de Março, na presença de diversas entidades oficiais, a FEPAM, Faculdade Europeia de Administração de Marketing, no Recife, capital do Estado de Pernambuco, no Brasil.

Este é o primeiro projecto de internacionalização de uma instituição de ensino superior portuguesa. Com base no projecto pedagógico, técnico e científico do IPAM, a Ensigest S.A., entidade proprietária, criou de raiz uma unidade de ensino superior no Brasil, totalmente vocacionada para o ensino de Gestão de Marketing.
Após cerca de nove anos de estudo de mercados para a internacionalização da sua actividade a Ensigest S. A. Inaugura a sua primeira unidade fora de Portugal. Caetano Alves, presidente e responsável pelo projecto do Brasil, conta a história e o processo que culminou com a abertura da Faculdade Europeia.” Iniciamos este trabalho após uma reunião de estratégia em 1992, onde analisámos a nossa actividade em Portugal e pudemos observar que o mercado não absorveria mais do que 500 profissionais de marketing por ano, o que viria a assumir num número próximo dos 5.000 em dez anos. Estes são exactamente os que nós formamos, agora falta a concorrência, sendo que vários cursos foram criados entretanto.Assim após a autorização de funcionamento em Dezembro de 2001, foi feito o Vestibular e iniciou o ano lectivo com uma turma de 45 alunos. O projecto prevê a entrada de uma turma por semestre neste ano lectivo para testar o projecto, sendo que estão previstas 2 por semestre a partir do próximo ano lectivo. Na sua plenitude, a Faculdade Europeia deverá ter cerca de 700 alunos e será, à imagem do IPAM, focalizada no Marketing.
A FEPAM está instalada em edifício próprio (ver foto) construído de raiz, com salas de aula com ar condicionado, Biblioteca, Laboratório de Informática, Bar, Gabinetes e outros espaços , cujo o investimento rondou um milhão de euros.

(26 Mar / 11:22)

Posted in arquivo notícias Comentários

Águeda

Águeda

Duo encapuzado e armado assalta gasolineira e foge a pé

Dois homens encapuzados e armados assaltaram hoje um posto de abastecimento de combustíveis de Águeda, levando todo o dinheiro em caixa e fugindo a pé, informou o Destacamento da GNR naquela localidade.
O assalto ocorreu cerca da 01:30 no posto da BP da Estrada Nacional 1, na freguesia de Vale-do-Grô, e as autoridades desconhecem o montante roubado.
Várias gasolineiras da região de Águeda têm sido assaltadas ao longo deste mês, tendo o anterior assalto sido perpetrado há oito dias, num posto da Galp da freguesia de Aguada de Baixo.
(20 Mar / 20:25)

Lusa

Posted in arquivo notícias Comentários

Fermentelos

Fermentelos

Pedreiro suicidou-se

Um homem, pedreiro de profissão, decidiu pôr cobro à sua vida de uma forma inesperada, na noite da penúltima quinta-feira, dia 14, em Fermentelos.
O indivíduo, de 39 anos, casado e pai de uma criança de dois anos, enforcou-se por razões ainda não determinadas pelas autoridades policiais que estiveram presentes no local.

(16 Mar / 9:42)

Posted in arquivo notícias Comentários

O. do Bairro

Oliveira do Bairro

Mergulhadores vistoriaram ponte da Murta

Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

A ponte da Murta, localizada na EM-596, que delimita os concelhos de Oliveira do Bairro e de Águeda, foi na penúltima quinta-feira, dia 7, alvo de uma inspecção subaquática de forma a detectar algumas fissuras que possam ter aparecido desde as cheias do ano passado.
Os primeiros sinais de que algo não estava bem foram registados, após as cheias, uma vez que o tabuleiro cedeu alguns milímetros, enquanto que os pilares centrais da ponte mostram actualmente sinais claros de alguma corrosão, o que preocupou os técnicos da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.

Total segurança

A inspecção foi solicitada pela autarquia oliveirense, uma vez que se trata da única ponte do concelho, que pode oferecer algumas dúvidas, em termos de segurança, acarretando esta inspecção uma despesa muito próximo dos mil contos.A ponte da Murta foi alvo, há uma série de anos, de um alargamento em que parte da ponte foi construída de novo e a outra parte, a antiga, manteve-se.
Segundo Fernando Silva, vereador do pelouro das obras, “esta intervenção já tinha sido solicitada pelos técnicos da câmara, há uma série de meses, mas só agora conseguimos obter a marcação da inspecção por parte da empresa”.
Por outro lado, Fernando Silva refere que, no concelho de Oliveira do Bairro, todas as pontes foram alvo de vigilância dos técnicos camarários e “aquelas que estão debaixo da nossa jurisdição oferecem total segurança”, contudo, “já não nos podemos pronunciar sobre a ponte de Perrães, uma vez que está localizada numa estrada nacional”.
Relativamente à ponte de Vila Verde, que atravessa os caminhos de ferro, será substituída por uma nova, aquando da construção da variante. O único problema que possa estar ligado à segurança desta travessia é a consolidação dos taludes, que foram abatendo ao longo do Inverno.
Acrescente-se ainda que os resultados desta inspecção só serão conhecidos dentro de um mês, e caso surja a necessidade de uma intervenção, “esta será feita durante o Verão”, justificou o vereador das obras.
(12 Mar / 9:36)

Posted in arquivo notícias Comentários

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...