Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Por Terras da Bairrada

Padre Francisco Martins abandona sacerdócio

O Padre Francisco Martins, pároco de Oliveira do Bairro, abandonou o sacerdócio com o objetivo de iniciar, como teve oportunidade de comunicar, “um novo projeto de vida”. António Moiteiro, Bispo de Aveiro, confirmou ao Jornal da Bairrada a saída do padre, justificando que não pretende comentar, sublinhando apenas que este abandono se fica a dever “a coisas íntimas e de consciência”. O bispo anunciou ainda que “o arcipreste de Oliveira do Bairro, Mário Ferreira, assegurará a paróquia”, coadjuvado pelo pároco da Palhaça, Padre Leonel Abrantes.
A saída do sacerdócio foi comunicada pelo próprio padre Francisco Martins, na penúltima quarta-feira, à Comissão Fabriqueira e aos responsáveis dos Movimentos e Serviços Paroquiais de Oliveira do Bairro. Uma inesperada partida que causou grande estupefação em toda a comunidade oliveirense.

Dúvidas sobre a vida religiosa
Numa entrevista dada ao JB e publicada na edição de 6 de agosto de 2008, Francisco Martins confessou que, durante os seis anos de formação intelectual, humana e espiritual, se foi questionando sobre o destino a dar à sua vida religiosa. “Tive momentos de dúvida, de questionamento mais forte. Momentos em que pensei: O que estou aqui a fazer? Será que não estarei a impor-me algo que não faz parte do meu projeto de vida?. Recordo-me de um momento em particular, a meio do curso, que talvez tenha sido o momento da maior confirmação, mas também da maior crise, no sentido em que tive de tomar uma atitude para comigo próprio mais séria, mais coerente de avançar ou não. Nesse Verão tomei a decisão de avançar, o que não era a garantia absoluta de que, ao terminar o curso, estaria apto para a ordenação”.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Gratidão e incerteza dominam tomada de posse nos Bombeiros de Anadia

Gratidão e incerteza dominam tomada de posse nos Bombeiros de Anadia

Os sentimentos de reconhecimento e gratidão a Carlos Alegre (que sai dos órgãos sociais por motivo de saúde) e a Mário Teixeira, enquanto dirigente da associação há mais de três décadas, mas também a incerteza no futuro e a esperança em melhores dias dominaram, na tarde do passado dia 11, a cerimónia da tomada de posse dos novos órgãos sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia (AHBVA) para o triénio de 2015/17.
Naquele que foi o último ato oficial de Carlos Alegre, enquanto presidente da Assembleia-geral da AHBVA, o até agora presidente da assembleia-geral agradeceu à equipa que com ele trabalhou, desejando as maiores venturas aos novos elementos que integram os órgãos sociais.

Na ocasião, também a edil anadiense Teresa Cardoso, que é também a presidente da Proteção Civil de Anadia, destacou as várias funções desta associação, sublinhando que a Câmara Municipal continuará a manter todo o seu apoio logístico, material e financeiro.

Por seu turno, Mário Teixeira acredita que a nova equipa que lidera vai levar por diante as propostas apresentadas no plano de atividades, ou seja, dotar o corpo de bombeiros das condições indispensáveis e necessárias. Apesar das dificuldades e não antevendo melhores dias, aguarda que seja conhecida, em breve, a tão aguardada proposta de financiamento para os bombeiros, até porque como reconheceu, a gestão da associação é feita com alguma dificuldade (há serviços que se fazem sem ter a certeza que são recebidos, para além de ser difícil receber as quotas em atraso).

Emanuel Maia, novo presidente da Assembleia-geral, encerraria a cerimónia deixando uma palavra de apreço pelo esforço, empenho e dedicação dos que saem e palavras de incentivo a Mário Teixeira, “figura ímpar no concelho”, pelo seu sacrifício a esta causa, tanto mais nos tempos difíceis que o país atravessa, “é preciso muita competência, audácia e amizade para correr o risco e alcançar o desiderato a que nos propusemos”.

Catarina Cerca

Leia a reportagem completa na edição de 16 de abril de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Lions de Vagos entrega medalhas dos 25 anos aos fundadores

Lions de Vagos entrega medalhas dos 25 anos aos fundadores

Falando no decorrer do almoço-convívio, comemorativo das “bodas de prata” do Lions de Vagos, que reuniu no polo de restauração da EPADR – Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, na Gafanha da Boa Hora, representantes de cerca de uma dezena de clubes, a governadora do Distrito 115 C/N alertou para o facto, de “existirem hoje” membros do movimento a passar por alegadas dificuldades.
Anabela Caldevilla, que destacou o desempenho e “paixão” do clube vaguense ao longo dos seus 25 anos de existência, advertiu os presentes para a necessidade das iniciativas, passarem a ser direcionadas para “coisas mais atuais”.
“Hoje a crise é de valores, mas, também, financeira”, reconheceu, deixando claro que, sem descurar as ações de rastreio, os clubes devem passar a sinalizar e ajudar mais as famílias.
Na sua intervenção, a coordenadora distrital lamentou, por outro lado, a falta de adesão dos mais jovens, tendo reconhecido que os clubes leo “dão mais ânimo” ao movimento. “Até porque, trazem ideias diferentes”, acrescentou.
No decorrer da cerimónia, usaram, também, da palavra o presidente da câmara, Silvério Regalado, e o padrinho físico do clube aniversariante, CL Jaime Borges, que destacaram a “envolvência da comunidade vaguense”, no arranque do processo da fundação.
Foram, ainda, entregues emblemas de 25 anos aos sócios fundadores do clube. Para além de João Pedro Mateus, atual presidente, foram distinguidos António Paulo Gravato, Arlindo Félix Almeida, Arsénio Nogueira, Clara Nunes, Elisabete Almeida, Iolanda Paiva, João Paiva, José Manuel Martins, e Manuel Manangão.
Na oportunidade, foram, igualmente, entregues os prémios escolares “João Grave”. Instituídos pelo Lions em 2004, destinam-se a premiar os alunos do 12.º ano, que no ano letivo passado mais se destacaram no estudo da língua portuguesa.
Este ano os galardões foram entregues a Leonardo Moço, do Agrupamento de Escolas de Vagos, e Leonor Roseta, do Colégio de Calvão. Quanto aos jogos de matemática, que se realizaram pela primeira vez, os vencedores foram Tomás Pereira, Sofia Dionísio e Gonçalo Cordeiro.

Marco e balanço

Ponto alto da efeméride foi a inauguração do “marco lionístico”, na presença do presidente da câmara de Vagos, Silvério Regalado. Localizado no centro da vila, frente ao quartel-sede dos bombeiros, foi construído com o apoio da autarquia, e fica como “marca na geografia da nossa terra”, conforme acentuou o presidente do clube, Pedro Mateus.
Na oportunidade, aquele dirigente fez o balanço da intervenção do clube, nos últimos 25 anos, junto da comunidade local, nos mais diversos domínios, cultural (conferências, exposições e concertos), saúde humana (peditórios para a Liga, rastreios e recolha de sangue e medula óssea), e ambiente.
Pelo seu simbolismo, destacaria, a propósito, a concentração nacional, que reuniu em Vagos milhares de crianças das escolas. A ação, em parceria com os bombeiros voluntários locais, no âmbito do tema “Eu sou vigilante da floresta”, realizou-se quando Maria Eugénia Mateus, falecida há precisamente um ano, detinha a presidência do clube.
Integrada nos 25 anos do Lions de Vagos, decorreu, ainda, no Centro de Medicina Física e Reabilitação, da Santa Casa da Misericórdia local, uma recolha de sangue e medula óssea. Com boa adesão popular, a iniciativa visava “ajudar” uma criança de 27 meses, natural de Mira, que continua em tratamento no Pediátrico de Coimbra.
Eduardo Jaques/Colaborador

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Mealhada: “Leitão à Mesa” regressa em maio

Mealhada: “Leitão à Mesa” regressa em maio

São 11 os restaurantes da Mealhada aderentes à edição deste ano da iniciativa “Leitão à Mesa”, que regressa mais cedo do que o habitual, de 16 a 31 de maio. Os restaurantes, todos do projeto 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada, vão ter menus especiais e vão oferecer aos seus clientes as mais diversas entradas feitas com leitão, da cabidela às iscas, dos croquetes aos rissóis, das empadas à bôla. São duas semanas inteiras dedicadas ao prato rei do concelho.
Durante quinze dias, para além de poderem saborear o leitão, os clientes vão ter oportunidade de apreciar as mais diversas iguarias feitas com este produto local. Cada restaurante terá ainda menus especiais e outras surpresas, que poderão ir de degustações de vinhos e espumantes às mais variadas, e criativas, ofertas.
A iniciativa volta a ser organizada pela Câmara Municipal da Mealhada e pela Associação Maravilhas da Mealhada e tem como objetivo ”promover o principal prato gastronómico do concelho, o leitão, e impulsionar um setor da economia local, a restauração”. “Quem vier à Mealhada irá encontrar o melhor leitão, com a tradição e qualidade que a marca 4 Maravilhas exige, a água do Luso, o pão cozinhado em forno a lenha e os vinhos dos produtores do concelho, a mesma hospitalidade e arte de bem servir, e poderá ainda usufruir das ofertas especiais que cada um dos restaurantes preparou para os seus clientes”, convida a organização.
O “Leitão à Mesa” vai já para a sua terceira edição e, tal como no ano passado, também vai sortear refeições para duas pessoas por cada restaurante aderente.

Restaurantes aderentes

Celso dos Leitões
Churrasqueira Rocha
Hilário
Nelson dos Leitões
O Castiço
Octávio dos Leitões
Pedro dos Leitões
Pic-Nic
Rei dos Leitões
Típico da Bairrada
Três Pinheiros

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

APPACDM de Anadia assinala bodas de prata com iniciativas ao longo de todo o ano

APPACDM de Anadia assinala bodas de prata com iniciativas ao longo de todo o ano

Começou por ser em Sangalhos, passou por Vale de Avim e finalmente instalou-se em Avelãs de Caminho. Criou equipamentos, aumentou valências, expandiu-se para além do concelho de Anadia, foi crescendo em número de utentes. Vinte e cinco anos depois, a APPACDM de Anadia é uma instituição de referência no distrito de Aveiro, com edifícios em Avelãs de Caminho e Casal Comba (Mealhada) e Lares Residenciais em Vilarinho do Bairro e Avelãs de Caminho; apoia cerca de 150 utentes, nas valências de CAO, Lar Residencial, SAD e formação profissional.

Aquando da sua fundação, a preocupação prendia-se com a criação dos equipamentos. Criados os espaços, como salientou a presidente da direção, Madalena Cerveira, “importou construir tempos e dinâmicas que permitem dar corpo a uma política inclusiva, integrada e transversal de prevenção, de habilitação, de reabilitação e de participação das pessoas com incapacidade”.

Na apresentação, na sexta-feira, 10 de abril, daquele que será um ano de comemorações, a presidente lembrou aos presentes no auditório do Museu do Vinho, em Anadia, que “os seres humanos apenas se realizam em comunidade” e que “a sua qualidade de vida será tanto maior quanto maior for o seu envolvimento na comunidade”. E é nesta base de confiança mútua “que construímos juntos a APPACDM de Anadia”, agradecendo a todos os que ajudaram e contribuíram para este caminho.

De forma a assinalar a efeméride, foi constituída uma comissão de honra dos 25 anos da APPACDM.

No decorrer da cerimónia, seria ainda apresentado o novo logotipo da instituição, que deixa de ter uma vela acesa e outra apagada e passa agora a ter “duas velas e uma só chama”.

Foi ainda dado a conhecer o programa de comemorações ao longo deste ano, que visa essencialmente sensibilizar a comunidade para os direitos da pessoa com incapacidade intelectual, terminando com um vídeo ilustrativo dos principais marcos da APPACDM de Anadia, ao longo destes 25 anos.

Programa de comemorações
28 abril: Ação de sensibilização / informação sobre “Regimes de interdição, inabilitação e tutela da pessoa com incapacidade intelectual – Dilemas Éticos” (Museu do Vinho)
1 maio: Caminhada Solidária – no Ecoparque e outros espaços do concelho de Anadia
26 junho: Apresentação dos novos espaços – edifício sede
10 outubro: Jantar de Gala comemorativo dos 25 anos
3 a 5 dezembro: Festival D’Arte (Cineteatro de Anadia e Museu do Vinho)

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Sangalhos: Ministro do Ambiente preside à inauguração da ETAR de Sangalhos

Sangalhos: Ministro do Ambiente preside à inauguração da ETAR de Sangalhos

 

Jorge Moreira da Silva, ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, preside, no próximo dia 21 (terça-feira) à inauguração da obra de requalificação e ampliação da ETAR de Sangalhos, projeto financiado através do Fundo de Coesão.

A obra, da responsabilidade do município de Anadia, custou mais de 2 milhões e meio de euros. Juntamente com as ETAR’s de Amoreira da Gândara e de Couvelha são as três principais infraestruturas de tratamento do concelho. A de Sangalhos é aquela que vai tratar o maior volume de caudal de águas residuais do concelho.

O ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, descola-se a Anadia, no âmbito de uma um encontro nacional de esclarecimentos sobre o encerramento do POVT (Programa Operacional Temático Valorização do Território 2007-2013), evento anual de apresentação de resultados que se realiza este ano, entre as 9h30 e as 17h30, no Centro de Alto Rendimento – Velódromo Nacional em Sangalhos.

Esta sessão de esclarecimentos sobre o Encerramento do Programa vai contar ainda com a presença de Helena Azevedo, gestora do POVT que fará, juntamente com a presidente da Câmara Municipal da Anadia, a abertura da sessão. O encerramento será feito pelo ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, que falará sobre oportunidades de financiamento para o Crescimento Verde 2014-2020 através do PO SEUR. Segue-se a inauguração da ETAR de Sangalhos.

PROGRAMA

Dia 21

9h30- Receção dos participantes

10h – Mensagem de Boas Vindas com Teresa Cardoso, Presidente da Câmara Municipal de Anadia Helena Pinheiro de Azevedo, Gestora do Programa Operacional Valorização do Território

1.º Painel – Sessão de Esclarecimentos sobre Encerramento do POVT

10h10 – Aspetos críticos no encerramento dos Programas Operacionais no QREN, com Dina Ferreira, Vogal do Conselho Diretivo da AD&C

10h40 – Ponto de situação do POVT e fatores de sucesso no encerramento do POVT, com Helena Pinheiro de Azevedo, Gestora do Programa Operacional Valorização do Território

12h – Debate com executores sobre regras de encerramento de projetos POVT

12h30 – Encerramento com Sucesso do POVT (Paulo Lemos, Secretário de Estado do Ambiente)

13h – Almoço

2.º Painel – Apresentação de Resultados do POVT

14h30 – O POVT no Concelho da Anadia – Resultados, com Teresa Cardoso, Presidente da Câmara Municipal da Anadia

15h20 – Apresentação do Documentário “Conta-me uma História de Sucesso – Velódromo” (Rui Oliveira e Ivo Oliveira, atletas e Helena Pinheiro de Azevedo, Gestora do POVT

3.º Painel – O Velódromo da Anadia – Perspetivas e Sucessos

16h -Debate “O Velódromo Nacional – Perspetivas e Sucessos”, moderador – Jornalista do Porto Canal

Perspetiva Empresarial – Unidade Hoteleira

Perspetiva Gestão – Presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e Jorge Sampaio, Vice-presidente da Câmara Municipal da Anadia

Perspetiva de Valorização Territorial – CEDRU

Sucesso Internacional – Representante QATAR e Selecionadores Nacionais de Ginástica do Brasil e do Chile

Sucesso Desportivo – Federação Portuguesa de Ciclismo

4.º Painel – O Futuro dos Fundos Estruturais no Portugal 2020

17h – O PO SEUR – Oportunidades de financiamento para o Crescimento Verde, com  Jorge Moreira da Silva, Ministro Ambiente, Ordenamento do Território e Energia

5.º Painel – Inauguração ETAR Sangalhos

17h30 – Inauguração da ETAR de Sangalhos, projeto financiado pelo Fundo de Coesão através do POVT

Encerramento

17h30 – Apresentação de Modalidades Desportivas praticadas no Velódromo – Ciclismo, Esgrima, Ginástica e Judo) a cargo das Federações Nacionais. Segue-se um espumante de honra oferecido pela Câmara Municipal da Anadia.

 

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

“Invest em Anadia” quer atrair jovens empreendedores e investidores

“Invest em Anadia” quer atrair jovens empreendedores e investidores

Numa plateia predominantemente formada por empresários e outros profissionais ligados ao mais diversos setores económicos, bem como responsáveis e técnicos das áreas da educação e da ação e serviço social, foi apresentada no dia 10 de abril, no Cineteatro de Anadia, o programa municipal “Invest em Anadia -Estratégia Municipal de Promoção de Empreendedorismo, do Investimento e Criação de Empresas”, da responsabilidade da Câmara Municipal de Anadia.
Numa sessão presidida pelo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho, caberia a Pedro Maranha, do Conselho de Administração do Curia Tecnoparque, dar a conhecer o plano de ação, os eixos estratégicos (atração de jovens empreendedores, desenvolver a cultura industrial existente, estimular empresas já instaladas, valorizar e promover as áreas de acolhimento empresarial e valorizar o potencial humano), assim como o público alvo deste programa, cuja primeira medida foi a criação de um Gabinete de Atendimento às Empresas e ao Empreendedor, já em funcionamento no Curia Tecnoparque, associado a uma plataforma online.

Atrair investidores

Na ocasião, Pedro Passos Coelho afirmou que Portugal precisa de atrair mais investimento externo, por forma a ultrapassar o défice de capital existente no país. Apesar de acreditar num crescimento mais sustentado, graças à retoma do investimento desde 2014, o primeiro-ministro acrescentou que os dados disponíveis “são encorajadores”, porque a economia começou a retomar no início de 2013 e tem estado consecutivamente em terreno positivo. “A perspetiva é que o ano de 2015 seja um ano de crescimento mais significativo”, revelou, sublinhando também a necessidade de se continuar a apostar na qualificação de recursos humanos. “O plano de Anadia está muito alinhado com as nossas prioridades.” Por isso, o caminho a trilhar deve ser feito na aposta de uma economia mais competitiva e com mais inovação.

Catarina Cerca

Leia a reportagem completa na edição de 16 de abril de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Antes: Onda de solidariedade para recuperar casa destruída por incêndio

Antes: Onda de solidariedade para recuperar casa destruída por incêndio

A Câmara da Mealhada, a empresa cerâmica Grespor e a população estão unidas no objetivo de recuperar a habitação de um casal de Antes, que em janeiro passado ficou quase totalmente destruída por um incêndio. Logo no dia da tragédia, gerou-se um movimento solidário por esta causa, que vai ganhando adeptos todos os dias, fazendo perspetivar que a obra avançará em breve.
A Câmara da Mealhada decidiu na segunda-feira, em sessão pública, que vai apoiar, através do Fundo de Emergência e Integração Social, com materiais de construção e outros “bens em espécie”, a recuperação da casa de Maria Dulce Santos e João Cuco, que ficou destruída por um incêndio no passado dia 7 de janeiro. O assunto esteve em destaque naquela reunião, onde o colégio de vereadores analisou o relatório do assunto, decidindo avaliar os apoios existentes e os necessários para a recuperação do edifício.
Os proprietários – ambos com 62 anos – têm a seu cargo uma neta, de 19 anos, e uma idosa de 90, tendo investido naquela habitação ao longo dos últimos anos, sem que tivesse qualquer seguro. O incêndio de janeiro levou tudo o que tinham e, apesar do emprego que os dois mantêm, era difícil a recuperação do imóvel, facto que despertou a população, a autarquia e a empresa onde ambos são colaboradores para uma união de esforços para reerguer a habitação que apenas mantém a fachada e pouco mais de pé.
Segundo apurou o JB, os colegas de trabalho da empresa Grespor já terão conseguido uma verba de cerca de 1.500 euros, à qual se junta uma outra de 2.500 euros angariada pela população da freguesia. A este apoio junta-se a administração daquela empresa, que diz disponibilizar pavimentos e revestimentos, assim como a Câmara da Mealhada que fornecerá, após avaliação, os materiais de construção necessários.
“A população tem ajudado muito e a Câmara apoiou, de imediato, naquilo que podia através da Loja Social. Vamos continuar a apoiar essa família e dar o devido acompanhamento ao assunto”, disse ao JB a vereadora da Ação Social, Arminda Martins.
Entretanto, numa visita a Antes logo depois da reunião, o JB falou com Maria Dulce Santos, que recordou que “as pessoas acolheram logo esta ideia de nos ajudar, é o que me disseram, não há palavras, mas há um obrigado grande a todos os que nos ajudaram”.
João Paulo Teles

Leia a reportagem completa na edição de 16 de abril de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Primeiro-ministro inaugura Centro Escolar “das Avelãs”

Primeiro-ministro inaugura Centro Escolar “das Avelãs”

Foi com toda a pompa e circunstância que o Centro Escolar de Avelãs de Cima/Avelãs de Caminho foi inaugurado na tarde de sexta-feira, dia 10 de abril, pelo primeiro-ministro Pedro Passos Coelho.
Um evento que contou com a presença do secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, presidente da Assembleia Municipal, vereadores, autarcas e deputados municipais, mas também com a presença de vários representantes da Educação.

Em dia de visita governamental, a edil anadiense, Teresa Cardoso, não deixou de recordar, uma vez mais, a questão da negociação dos terrenos onde está a ser implantada a nova Escola Básica e Secundária de Anadia.

A Passos Coelho, explicou que o município de Anadia cedeu o terreno necessário à implantação do novo equipamento escolar. Foram cerca de 42.600 m2, localizado em zona nobre de expansão urbana, onde se situam já o Complexo Desportivo, o EcoParque e o Cineteatro, que recebem a nova Escola Básica e Secundária, que deverá abrir no início do novo ano letivo 2015/16. “Continuamos a aguardar, com expetativa, a conclusão, muito em breve, das negociações relativas aos terrenos e a disponibilização, a favor da autarquia, dos espaços escolares que, em breve, deixarão de estar em atividade, e aos quais o município poderá dar a devida utilização, dada a sua localização estratégica no acesso ao centro da cidade de Anadia”, salientou.

A edil falava em concreto das atuais instalações da EB 2/3 de Anadia e da Escola Secundária, cujos terrenos já deveriam ter passado para as mãos da autarquia.

Na ocasião, a edil anadiense avançaria ainda que a Câmara Municipal tem uma estratégia muito clara em matéria de Educação, e que este estabelecimento de ensino consubstancia boa parte dessa estratégia.

Um moderno Centro Escolar que serve as freguesias de Avelãs de Cima e de Avelãs de Caminho, e onde foram recebidos os alunos provenientes dos Jardins de Infância e das EB1 de Avelãs de Cima, Boialvo, Pereiro e de Avelãs de Caminho, ou seja, mais de centena e meia de crianças.

Grande investimento na qualidade do sistema educativo

Já o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, começou por felicitar a Câmara Municipal por ter vindo a apostar de uma forma tão qualificada nesta área tão fundamental para o progresso do país – a Educação.

O primeiro-ministro referiu que, embora “muito já tenha sido feito na Educação, é preciso continuar a aposta na melhoria da qualidade do sistema educativo”.

E, se no passado “se gastou muito dinheiro a construir e a recuperar escolas em más condições, e nem sempre as decisões tomadas foram as mais adequadas”, o chefe de governo defende, agora, ser preciso prestar atenção à rede escolar que existe e requalificar o que falta, mas que em face dos poucos recursos, é necessário estabelecer parcerias com as autarquias.

Passos Coelho destacaria ainda a aposta numa oferta vocacional e profissionalizante que fosse ao encontro dos alunos, das empresas, mas também o facto de se ter conseguido “libertar mais tempo para apoiar alunos com mais dificuldades”.

Catarina Cerca

Leia a reportagem completa na edição de 16 de abril de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada1 Comentário

Sopas com Saberes e Sabores no dia 18 de abril em Casal Comba

Sopas com Saberes e Sabores no dia 18 de abril em Casal Comba

O Rancho Folclórico São João de Casal Comba vai organizar no próximo sábado, dia 18 de abril, mais uma edição do evento gastronómico “Saberes e Sabores das Sopas dos Nossos Bisavós”. O evento realiza-se na sede do Rancho e tem entrada gratuita, estando a abertura agendada para as 17h. A fadista lusense Edna Costa anima a noite a partir das 21h.

Sopa de ossos, de grão-de-bico, de feijão debulhado à antiga, sopa de mistura de azeites, à cavador ou canja de galinha velha, bem como alguns petiscos regionais, são algumas das especialidades que os visitantes poderão degustar.

A Junta de Freguesia de Casal Comba e a Câmara Municipal da Mealhada apoiam o evento.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com