Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Por Terras da Bairrada

Anadia: Sommeliers da Europa descobrem virtudes dos vinhos Bairrada

Anadia: Sommeliers da Europa descobrem virtudes dos vinhos Bairrada

A região da Bairrada acolheu, entre 21 e 23 de outubro, a Associação de Sommeliers da Europa (ASE), que escolheu, este ano, Portugal e a região bairradina para realizar a sua Assembleia Geral anual.
A Rota da Bairrada e a Comissão Vitivinícola da Bairrada, juntamente com as Câmaras Municipais de Anadia, Mealhada e o Turismo Centro de Portugal, foram os anfitriões do grupo nesta estadia de três dias na Bairrada, proporcionando um vasto e completo programa de visita, dando a conhecer um pouco da região em várias das suas vertentes.
O grupo “de força”, constituído por escanções, produtores de vinhos e outros opinon makers na área do vinho, provenientes da Suíça, França, Holanda, Alemanha, Mónaco, Itália, Moldávia e Luxemburgo, faz um balanço muito positivo da visita, mostrando-se mesmo surpreendido com a qualidade dos néctares bairradinos. Presente na visita esteve também Astrid Lulling, deputada do Parlamento Europeu e presidente do intergrupo Viticultura e Qualidade.
O jantar de gala e encerramento desta iniciativa teve lugar no dia 23 de outubro, na Aliança Vinhos de Portugal, em Sangalhos, com visita ao museu, seguindo-se o jantar, onde foram brindados com Leitão assado da Bairrada e alguns vinhos espumantes da Aliança.
Durante a viagem, foram recebidos pelo grupo Baga Friends, grupo de produtores da Bairrada, defensores da casta Baga, bem como por outros agentes locais.

Bom para comunicar a região. Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, mostrou-se muito otimista com a visita: “São pessoas de toda a Europa e esta é uma excelente oportunidade para comunicar a região”, acreditando que este tipo de contactos será bastante proveitoso no futuro, em matéria de exportação de vinhos. “A Bairrada exporta 15% do que produz. Seria bom aumentar este número”, confirmando que o feedback do grupo estava a ser bastante positivo, até porque “são pessoas que gostam de vinhos diferentes, valorizam a diferença em relação ao que já provaram e conhecem”.

Região rica em vinhos, gastronomia e turismo. Também Jorge Sampaio, vice-presidente da autarquia anadiense e presidente da Associação Rota da Bairrada revelou, que após o contacto, começaram os preparativos para a visita e que o grupo se mostrou bastante agradado com o que visitou na região: as vinhas, os produtores e empresas, mas também o Hotel das Termas na Curia, o Palace Hotel do Bussaco, o Luso e a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, assim como teve oportunidade de conhecer o território como destino turístico. “Trata-se de um grupo que pode levar e dar a conhecer, junto do consumidor europeu, os nossos vinhos. Conquistando os sommeliers para os vinhos Bairrada, podemos estar, no futuro, a ter mais pessoas a provar e a beber os nossos vinhos”, salientou.

Opiniões. A sommelier holandesa Corinne Gaudron, que trabalha na área do vinho, em consultoria, com restaurantes, hotéis, chefs, mas também na área da exportação, mostrou-se agradavelmente surpresa e interessada com esta região que não conhecia. “Talvez um dia venha a trabalhar com os vossos vinhos”, disse, avançando serem vinhos “muito interessantes, frescos e com uma acidez muito equilibrada”, ainda que reconheça que muitos deles precisam de uns anos na cave, para envelhecer. “São vinhos que mostram a potencialidade deste terroir e que casam muito bem com comida”, avançou também, acrescentando que os espumantes da região são bons, com relação qualidade/preço muito aliciante.
De resto, esta responsável, após a visita às Caves São João, fez uma encomenda de várias garrafas de vinho tinto do ano de 1966, prova de que esta poderá ter sido uma experiência/visita vencedora.
De igual forma, Thierry Corona, presidente da ASE, sublinharia ser uma grande emoção estar em Portugal, mas também se mostrou impressionado com a diversidade “excecional” de produtores e empresas que a região oferece, “dos pequenos produtores às grandes empresas”. É com agrado que confirma terem sido dias repletos de descobertas e surpresas, mas também na defesa das tradições e dos valores.
Na ocasião, o aveirense António Garcia, embaixador da ASE em Portugal, que ajudou a criar esta associação há uma década, revelou que este ano, ele próprio ficou incumbido de preparar a visita a Portugal. Tal como os seus pares, reconhece a arte da sedução do vinho, os valores dos produtores, a sua coragem na promoção dos seus terroirs e na produção de vinhos de grande qualidade, sobretudo nestas micro-regiões, onde muitas vezes os mais pequenos produtores são quase que abafados pelas grandes marcas.
A JB destacou a qualidade do vinho da região, as virtudes da casta Baga, que “pode vir a ser rainha”. “Foi uma descoberta fantástica, já que todos puderam provar e julgar os vários vinhos, podendo ajudar na internacionalização de alguns deles”.
De facto, o grupo encontrou no coração da Bairrada novas sensações e experiências. Por cá, visitaram os produtores que integram o grupo Baga Friends (Quinta da Vacariça, Quinta de Baixo, Quinta das Bágeiras, Sidónio Sousa, Luís Pato) mas também a adega Campolargo, Quinta do Encontro, Caves São João e as Caves Aliança.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Património artístico do município valorizado pela Fundação Dionísio Pinheiro

No dia 20 de outubro, o município de Águeda, representado pelo presidente Gil Nadais e pela vereadora da Cultura, Elsa Corga, assinou um protocolo de colaboração com a Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro através do seu presidente Mateus Augusto Araújo.
Com este protocolo é formalizado o compromisso entre o Município e a Fundação, para cedência e exposição das seguintes obras de arte: retrato do Dr. Adolfo Portela datado de 1954 do autor António Alves, retrato do Conde Sucena do autor C.V. Leal datado de 1904, retrato do Dr. António Breda sem data (C. 1960) do autor Ricardo Navarro, retrato do Visconde de Aguieira, do autor C. V. Leal, retrato do Dr. Albano de Melo Ribeiro Pinto do autor C. V. Leal datado de 1899.
A Fundação Dionísio Pinheiro e Alice Cardoso Pinheiro fica obrigada a proceder à manutenção, conservação e exposição ao público no museu da Fundação, em Águeda, destas obras de arte, bem como a garantir a sua segurança e integridade.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Câmara tem 45 milhões para gerir em 2015

Cerca de 45,2 milhões de euros é o valor do orçamento da Câmara Municipal de Águeda para 2015. Neste Orçamento, está reservada uma verba de meio milhão de euros para o orçamento participativo. “Temos esse dinheiro reservado para que as pessoas nos digam o que desejam ver feito nas suas terras”, disse o presidente da autarquia, Gil Nadais. As Grandes Opções do Orçamento e Plano para 2015 foram dadas a conhecer aos jornalistas, em conferência de imprensa realizada na quinta-feira, dia 23 de outubro.
Destaca-se do documento a transferência de cerca de 1 milhão e meio de euros para as Juntas de Freguesia (Águeda é o segundo município do distrito que mais transfere para as Juntas, sendo que o primeiro, Santa Maria da Feira, tem quase cinco vezes mais habitantes). Aposta forte é na área da educação (inovação e tecnologia ao serviço das escolas, bem como a conclusão dos quatro centros educativos), bem como verbas para apoio no desenvolvimento de Águeda como “Smart City”. Haverá também mais dinheiro canalizado para a área social.
O orçamento contempla ainda a construção do Centro de Artes e Espetáculos, a criação do Museu da Indústria e o acesso do Parque Empresarial do Casarão ao nó que vai efetuar a ligação de Águeda à autoestrada e ao acesso a Aveiro.
O Executivo aposta ainda no desporto para a saúde e para pessoas com deficiência, numa clara alusão ao “Desporto para Todos”. Nesta área, destaque para a construção de um driving range junto ao estádio municipal e de um centro de competição de BTT no Campo das Rompidas, em Recardães.
Para a pavimentação de estradas nas freguesias, serão canalizados cerca de 2 milhões de euros.
O presidente da câmara anunciou, por outro lado, aos jornalistas, a amortização extraordinária de 700 mil euros de dívida, fazendo com que o município fique com uma dívida à banca de menos de seis milhões de euros. O município de Águeda contribuiu também com uma verba significativa, mais de 170.000 euros, para o Fundo de Apoio Municipal, que visa apoiar as autarquias que estão com dívidas.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Mercado Municipal aberto esta, sexta-feira, dia 31

O Mercado Municipal de Oliveira do Bairro estará excecionalmente aberto amanhã, sexta-feira, dia 31 de outubro, entre as 5h e as 11h, de forma a ir ao encontro da grande procura de flores e velas para a celebração do 1 de Novembro, Dia de Todos os Santos.
Recorde-se que o mercado funciona regularmente ao sábado, entre as 6h e as 13h, local onde se podem encontrar os melhores produtos locais, a escassos metros dos Paços do Concelho, em pleno centro da cidade. No rés-do-chão do edifício do mercado, pode-se encontrar uma grande variedade de produtos, desde a fruta às flores, passando pela charcutaria, doçaria, pão e produtos hortícolas, entre muitos outros.
O Mercado Municipal de Oliveira do Bairro, que conta atualmente com cerca de meia centena de vendedores regulares, é o espaço privilegiado para agricultores e consumidores encontrarem os melhores “negócios”, dinamizando a economia da região e acrescentando valor e oportunidades aos produtos locais, através de soluções que asseguram uma excelente relação qualidade/preço.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

1605 aves a concurso na maior edição de sempre da Expo-Ave

1605 aves vão estar a concurso na 19.ª edição da Exposição de Aves Canoras e Ornamentais do COBL (Centro Ornitológico da Beira Litoral), vulgarmente conhecida por Expo-Ave, que abre portas, hoje, quinta-feira, num evento que se prolonga até ao dia 2 de novembro, no Espaço Inovação, em Vila Verde, e que se espera ser o melhor de sempre.
A grande quantidade de espécies de aves e animais e o bom ambiente em torno da bicharada são sempre fatores de atração do público. Os infantários, escolas e instituições da 3.ª idade podem visitar, gratuitamente, a Expo-Ave amanhã, dia 31 de outubro, sexta-feira.
José Carvalho, presidente do COBL, refere que “espera que a 19.ª edição seja a melhor de sempre, já que temos um número tão elevado expositores (72) que, pela primeira vez, são mais de fora do Clube do que os pertencentes ao COBL”.
José Carvalho refere que as novidades desta edição serão mantidas em secretismo até à inauguração. “Esta Expo-Ave vai ser muito superior às edições anteriores, dado ser uma referência a nível nacional”, garante.
José Carvalho afirma ainda que “a Expo-Ave é uma iniciativa que tem crescido, ano após ano, e que em muito se fica a dever ao apoio da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro”.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Musical encerra comemorações dos 80 anos da Igreja Baptista do Troviscal

O drama musical “Terra Prometida” sobe ao palco do Quartel das Artes Dr. Alípio Sol em Oliveira do Bairro, no próximo dia 9 de novembro, pelas 16h, para encerrar as comemorações dos 80 anos da Igreja Evangélica Baptista do Troviscal, que se estenderam ao longo de todo o ano.
Teotónio Cavaco, Pastor da Igreja Evangélica do Troviscal, espera que o musical seja um momento de grande relevância para toda a comunidade.
Explica que se trata de um musical que, aberto a todas as pessoas com mais de 12 anos, “envolve 46 pessoas, todo ele original e feito em português e com um elenco português”.
Teotónio Cavaco refere que o musical é o último evento que faz parte da programação dos 80 anos da Igreja Evangélica Baptista do Troviscal e que, ao longo, “de todo o ano tivemos momentos altos, nomeadamente a inauguração de um monumento à bíblia e a oferta do Novo Testamento a mil lares, numa área geográfica contígua ao Troviscal”.
O Pastor destaca ainda a realização da Feira Evangélica e o projeto Troviscal Sobre Rodas, que é composto por cinco bicicletas e por equipas jovens que andam pela vizinhança a partilhar os valores cristãos. “Este projeto é inédito, assumindo uma forma de evangelizar, diria que é uma abordagem diferente que fazemos”, refere o Pastor Teotónio Cavaco.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Jovem confessa ter assaltado quiosque, mas nega ter levado 141 maços de tabaco

Um jovem de 22 anos, de S. Bernardo, acusado da prática de um crime de furto qualificado, detido, preventivamente, em Leiria à ordem de um outro processo, confessou na penúltima quarta-feira, que assaltou um quiosque em Oiã, num período menos bom da sua vida. No entanto, o arguido garantiu ao Tribunal só ter levado 14 maços de tabaco e não 141 como é descrito na acusação. O próprio funcionário do quiosque disse não se lembrar da quantidade, afirmando que só se lembrava que o prejuízo rondava os 500 euros e que o assalto demorou cerca de um minuto. Uma declaração que levou a defesa a alegar que o arguido não teve tempo para meter os 141 maços de tabaco dentro da mochila. A causídica referiu ainda que o arguido está há quase um ano privado da liberdade e que se mostrou disponível para ressarcir os prejuízos causados.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Arguido não resiste às alegações do Ministério Público e acaba no Hospital

Fernando H., residente em Oliveira do Bairro, que está a ser julgado pela alegada prática de um crime de violência doméstica, não “resistiu” às alegações do Ministério Público, na última sexta-feira, e teve que ser assistido e transportado pelos Bombeiros para o Hospital de Águeda.
A Procuradora ia com as alegações a meio, quando o arguido disse estar aflito e que não se estava a sentir bem. Perante a indisposição, a juíza solicitou que fosse chamado o INEM, que acabaria por transportá-lo para o Hospital de Águeda. Chegado às urgências, o arguido veio embora e não quis ser assistido. Na terça-feira, as alegações prosseguiram.
Recorde-se que a mulher do arguido morreu em setembro de 2013, ao que tudo indica por faltar de forma regular às consultas da diabetes e por não efetuar os respetivos tratamentos e exames complementares, já que, segundo o Ministério Público, era impedida pelo marido. No entanto, a autópsia não foi conclusiva e o marido garante que sempre a tratou bem e “o tribunal só vê as coisas más e não as boas”.
Dez dias antes de morrer, a mulher de Fernando H. foi ouvida em sede de inquérito pelo Ministério Público, onde deu conhecimento de que era vítima de agressões físicas, psicológicas e sexuais há vários anos. Agressões que terão acontecido no interior da casa onde residiam, em Oliveira do Bairro, no espaço temporal entre finais de 2012 e até à data do seu falecimento.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Anadia: Concelhia do PSD retira confiança política a vereador

Anadia: Concelhia do PSD retira confiança política a vereador

 

A Comissão Política do PSD Anadia retirou a confiança política ao seu vereador Jorge São José, eleito nas últimas autárquicas. Em carta enviada ao vereador, a Concelhia, liderada por Henrique Fidalgo, tece uma série de considerações e acusações para justificar esta tomada de posição.
Na última reunião pública de executivo, o vereador social-democrata deu a conhecer o conteúdo da missiva recebida na véspera, deixando a indicação de que tornava o conteúdo da carta público “porque foi enviada ao vereador” e que, “por uma questão de coerência, seriedade, transparência e solidariedade” com o executivo, se sentia na obrigação de a dar a conhecer a toda a vereação.
Jorge São José [membro da Comissão Política Permanente da Distrital do PSD] revelou que a retirada de confiança política reuniu a unanimidade da Comissão Política (13 votos). Por isso, mostrou-se “surpreso e triste”, até porque diz que, no seio da Comissão Política Concelhia do PSD, “existem pessoas por quem tenho muita estima e consideração”.
Certo é que irá permanecer no executivo, como vereador do PSD: “fui eleito e cumprirei o meu mandato até ao fim”, “votando sempre de acordo com a minha consciência e sempre tendo em conta o que são os superiores interesses do município”, disse a JB, ainda que tenha rejeitado tecer qualquer comentário ou alimentar polémicas.
Da leitura da carta, percebe-se que o vereador é acusado, por Henrique Fidalgo, de ter, em diversas reuniões, mostrado que não comunga dos ideais do partido, assim como não terá acatado as indicações da Comissão Política Concelhia, seja relativamente à indicação de voto, seja, por exemplo, na defesa das suas posições para o concelho.
Perante a atenção dos restantes vereadores, Jorge São José avançou ser também acusado de votar de forma contrária às indicações transmitidas e previamente definidas e que, “apesar de contactado via mail, nunca teve a amabilidade de acusar a receção dos mesmos, nem disponibilidade para dar qualquer contributo, sugestão ou comentário, nunca assumindo qualquer intenção de voto que pudesse antecipadamente informar”, assim como as poucas vezes que o fez, “fê-lo minutos antes da reunião de câmara, defendendo meramente as suas posições políticas pessoais.”
Henrique Fidalgo, que sucedeu a José Manuel Ribeiro (atual vereador do PSD, na Câmara Municipal de Anadia) na liderança da Concelhia, diz na carta que todas as reuniões de Câmara são preparadas e acompanhadas por si e que “é usual pedir os contributos, sugestões e comentários para a discussão das matérias”.
Sem querer entrar em polémicas, o vereador diz aguardar com serenidade a marcação de um plenário que acredita poderá realizar-se em breve, onde falará então abertamente sobre o conteúdo desta carta, refutando, ponto por ponto.
Após a leitura da missiva, apenas a edil anadiense Teresa Cardoso comentou o facto, dizendo que Jorge São José continuará a ser incluído e considerado por parte do executivo que lidera, como até aqui.
Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Anadia: 3.º Concurso Municipal de Fotografia “Olhar Anadia”

A Câmara Municipal de Anadia vai levar a cabo a 3.ª edição do concurso municipal de fotografia “Olhar Anadia”, cuja missão é a promoção e a valorização do património cultural, social, paisagístico e económico do município de Anadia.
O executivo aprovou na última reunião, por unanimidade, as normas de participação neste concurso.
Em 2015 o concurso terá como tema “Anadia Capital do Espumante”, na medida em que se assinala os 120 anos da produção do espumante em Anadia.
Assim, os trabalhos deverão ser registos fotográficos de Caves e produtores do município, ligados à produção de vinho espumante.
O concurso está aberto a fotógrafos profissionais e amadores, que podem concorrer nas secções de cor e preto e branco.
Os trabalhos devem ser entregues até ao dia 28 de março de 2015 e a seleção das melhores fotos será feita por um júri que escolherá as 50 melhores fotografias que vão dar lugar a uma exposição a inaugurar em maio, na Biblioteca Municipal de Anadia, no âmbito da celebração do feriado municipal.
Os prémios variam entre os 300 e os 100 euros em ambas as categorias.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Ad Code

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com