Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Águeda

Águeda Educa promove palestra no dia 25 de novembro

Águeda Educa promove palestra no dia 25 de novembro

Dando continuidade ao projeto iniciado em 2014, a FAPAGUEDA – Federação Concelhia das Associações de Pais do Concelho de Águeda, em parceria com a Câmara Municipal de Águeda, levará a cabo, no dia 25 novembro, mais uma palestra no âmbito do projeto “Águeda Educa” pelas 21h, na Escola Básica de Valongo do Vouga.

“O envolvimento dos pais no sucesso educativo dos filhos” é o tema da palestra que será dinamizada pela Psicóloga/Mestre em Psicologia Clinica, Matilde Dias, e que tem como objetivo partilhar com os progenitores estratégias para apoiarem os filhos na obtenção do sucesso escolar. A iniciativa destina-se à comunidade educativa em geral, com especial enfoque nos Pais, Encarregados de Educação, Professores e Educadores.

Esta sessão insere-se no projeto “Águeda Educa”, que no passado dia 7 de outubro trouxe até Águeda o Professor Doutor Carlos Neto, professor e investigador da Faculdade de Motricidade Humana em Lisboa, com a temática “Brincar e ser ativo na Infância: as relações entre a família, a escola e a comunidade”.

Posted in Águeda, Bairrada0 Comentários

Chocolates de espumante Baga@Bairrada distinguidos

Chocolates de espumante Baga@Bairrada distinguidos

A Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) lançou o desafio e a Cacaodivine – empresa de Coimbra produtora de chocolates artesanais de vinho –, aceitou desenvolver um produto com assinatura Baga@Bairrada. Desde a criação do produto ao design da embalagem, tudo foi pensado ao pormenor e o reconhecimento não tardou. O packaging do chocolate de espumante Baga@Bairrada, com zest de frutos vermelhos, acaba de ser distinguido ao mais alto nível, ao arrecadar o cobiçado “prémio de design” dos internacionais ‘Red Dot Awards’ (2016). A entrega dos prémios foi este fim de semana, em Berlim.

O ‘Red Dot Design Award’ é o prémio máximo para a sua categoria, naquele que é considerado por muitos como o evento de referência no mundo do design. A embalagem de cortiça, que nos remete para a parte superior de uma rolha de espumante, estava entre os projetos de mais de 46 países e foi avaliada por um júri composto por 26 especialistas, que destacaram a elegância, o conceito e utilidade da embalagem apresentada.

Posted in Águeda, Anadia, Bairrada, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Vagos0 Comentários

Município e Solintellysys assinam contrato de aquisição de lote

agueda_solintellysysNo dia 26 de setembro, o Município de Águeda assinou um contrato promessa de compra e venda de lote com  a empresa Solintellysys, para instalação no Parque Empresarial do Casarão (PEC-Águeda) de uma nova unidade industrial para tratamento de superfícies e pintura para a indústria em geral.
A empresa pretende construir uma unidade industrial destinada ao estudo, projeto, fabrico, montagem e assistência pós-venda de instalações de tratamento de superfícies e pintura para a indústria em geral, bem como para instalações de meio ambiente, robótica, energia, automação industrial e projetos industriais especais. Outra das apostas passa pelo setor da aeronáutica, procurando atrair clientes e partners internacionais, a par com a criação de uma academia com o objetivo de promover o desenvolvimento e inovação nas áreas de atuação da mesma. A execução deste projeto, cujo investimento ronda os 8 milhões de euros, prevê a criação numa primeira fase de cerca de 35 postos de trabalho, será instalado num lote com cerca de 50.735 m2, a poente da também recente instalada FJ Bikes Europe.
Na ocasião, Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, referiu que “o contínuo interesse de empresas no PEC são um indicador de vitalidade e renovação da economia local, confirmando o nosso empenho no desenvolvimento sustentável do Concelho”. A oferta de novos postos de trabalho, a criação de um ambiente económico dinâmico e competitivo “são algumas das vantagens, contudo é também de louvar o interesse manifestado pelos empresários locais, como é o caso da Solintellysys, que tem a sua sede já no nosso concelho, mais concretamente na Borralha”, afirma.

Posted in Águeda, Bairrada0 Comentários

Bairrada: Safra de qualidade mas com quebra nos brancos

Bairrada: Safra de qualidade mas com quebra nos brancos

 

Na região da Bairrada vindimam-se os últimos cachos. Agora e durante os próximos tempos, a grande azáfama passa dos vinhedos para as adegas, onde os novos néctares bairradinos começam a tomar forma.
Por isso, é já possível realizar com mais precisão um balanço do que é a colheita de 2016. Uma safra que fica marcada por uma quebra significativa (até 30%) nas castas brancas, mas sem expressão nas tintas.
Já em matéria de qualidade, essa será bem melhor, arriscando alguns produtores a equipará-la à excelência de 2015.
Embora S.Pedro tenha sido generoso durante o período de vindimas, com dias quentes e o sol a brilhar, a colheita deste ano foi condicionada pela chuva que, na primavera, favoreceu o aparecimento de doenças e pragas, e consequentemente uma menor nascença.
Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, acredita que, em termos qualitativos, “esta poderá ser uma colheita bastante positiva”. O mesmo já não acontece em relação à quantidade, na medida em que “regista uma quebra nunca inferior a 20%, com destaque para uma quebra acentuada nas uvas brancas.”
A justificação está nas condições climatéricas que se fizeram sentir, especialmente nos meses de maio e junho, “com pouca luz solar e alguma chuva”, que terão sido determinantes para a “pouca floração” mas também ao surgimento de algumas doenças (caso do míldio) que condicionaram o ciclo de produção das plantas, em especial das uvas brancas.
Na região, as vindimas começaram em agosto, prolongando-se durante o mês de outubro, já que a maturação, em geral, se atrasou algumas semanas. Ou seja, na altura em que esta edição está a sair para as bancas, a vindima está a terminar, com a casta autóctone, a casta rainha – Baga – já que as condições meteorológicas permitiram que esta completasse o seu ciclo sem ter que ser colhida de forma antecipada devido às chuvas.
Pedro Soares revela ainda que para os espumantes, em geral, e para os cada vez mais notáveis Baga-Bairrada, a colheita deste ano tem reflexos que apontam naturalmente para uma “menor quantidade mas boa qualidade”.
A JB sublinha ainda que os mais recentes prémios conquistados pelos vinhos da região demonstram que a Bairrada aposta cada vez mais na qualidade. Por isso falou no EVSB (Encontro com Vinhos e Sabores Bairrada) que a região vive, hoje, uma boa onda: “A Bairrada tem estado, pelas melhores razões, referenciada na crítica nacional e internacional e o valor médio pago pelos seus vinhos tem vindo a aumentar. Logo esta é uma boa onda”, justifica, deixando a nota de que “existe também um conjunto bem mais alargado de produtores a certificar os seus produtos, nos dias de hoje”.

Anadia
Carlos Campolargo é o maior produtor da região (174 hectares). Com a vindima concluída durante esta semana, diz não gostar de fazer grandes previsões sobre a colheita que chega agora à adega.
Por isso se compreende que em matéria de qualidade, dela só falará depois do vinho feito. Mas lá vai acrescentando que as uvas, na chegada à adega, se apresentavam saudáveis e razoavelmente perfeitas.
Ao JB admite, contudo, que a quantidade é absolutamente inferior à média. Nos brancos a perda diz ser muito grande, devido a fatores climáticos (houve chuva até junho), ao desavinho e às doenças.

Luís Pato nos seus cerca de 60 hectares de vinha, diz que a quebra nos brancos rondou os 20%, devido às condições climáticas – muita chuva no inverno e na primavera e um verão extremamente quente e seco.
Apesar da quebra no volume, a qualidade essa é bem melhor. “Seria de esperar um mau ano, como todos os anos acabados em 6, mas este veio demonstrar o contrário”, diz, acrescentando: “O ano de 1986 foi muitíssimo mau, o de 96 já foi relativamente bom, em consequência da introdução da monda; o ano de 2006 foi mau, tive apenas vinho corrente e Pé Franco. Esperava que 2016 viesse nessa linha. Não é tão bom como o ano de 2015 mas é de qualidade inesperada para um ano 6”.

Nas Caves S.João (Sangalhos) a vindima termina esta semana e Célia Alves, gestora desta prestigiada empresa, confirma a quebra na produção, sentida mais nos brancos (20 a 25%).
“Nos tintos não sentimos isso. Temos uma boa colheita”, diz, revelando que nos 37 hectares da Quinta do Poço do Lobo (Cantanhede) nunca se vindimou tão tarde. “Começámos a vindima no início de setembro. Terminamos esta semana, mas vamos regressar à vinha lá para novembro, para fazer o colheita tardia”.
Para esta responsável, as condições meteorológicas condicionaram e muito a safra: “choveu até muito tarde, logo seguido de um calor abrupto e excessivo. O pintor fez-se mais tarde”. Ainda que prefira não se pronunciar sobre a qualidade, pois considera prematuro, admite estar com grande expectativa, já que as uvas saíram muito sãs das vinhas.

Oliveira do Bairro
Paula Gala possui adega no Troviscal, Oliveira do Bairro, sendo a maior produtora deste concelho. Nos cerca de 80 hectares de vinha que possui (a maior parte concentrada no concelho de Anadia), confirma a quebra de 20% ainda que ligeiramente superior nos brancos, comparativamente aos tintos.
A chuva, diz, foi responsável por trazer mais doenças e pela consequente quebra na produção. Ainda assim, fala de um ano de excelente qualidade, já que as uvas foram retiradas da vinha sãs e com bom grau.

O médico Fernando Martins é o mentor da Quinta do Cavaleiro. Este produtor de Oliveira do Bairro acredita que, em termos qualitativos, o ano será bom, tanto para os tintos como para os brancos, no entanto, em matéria de quantidade o caso já muda de figura.
Com 8 hectares de vinha, admite que a quebra na produção é mais acentuada nos brancos, ronda os 30%: “foi um ano mau, até mesmo para a fruta. Tivemos chuva e frio até muito tarde”.
Ainda que nas castas tintas a influência do clima não tenha sido tão acentuada, já que a planta tem uma nascença e maturação mais tardia, diz que mantém “a expectativa elevada” e que este possa ser “um ano de boa qualidade: as uvas estão sãs, com boa graduação”.

Cantanhede
A Adega de Cantanhede recebe uvas de mil hectares de vinhas dos seus associados. Osvaldo Amado, enólogo da casa, arrisca falar de um ano de excelência a lembrar 2011 e 2015, ainda que com produção mais reduzida.
A vindima decorreu durante o mês de setembro e o enólogo reconhece que a produção será bastante inferior à transata. “Uma redução de cerca de 30% nos brancos e de 20% nos tintos”, tudo porque no período da floração e da nascença, as condições climáticas trocaram as voltas aos produtores, situação agravada por focos de míldio, oídio e podridão.
Quanto à qualidade, Osvaldo Amado fala num ano “muito bom com toques de excelência” para os brancos da Bairrada que, por tradição, tem todas as condições para produzir brancos de altíssima qualidade.
“As uvas saíram sãs das vinhas, com boa maturação e boa acidez”, diz, avançando que nos tintos será um ano que, embora registe uma quebra, será de “muito boa qualidade”, sendo que a quota dos vinhos de excelência poderá rondar os 40%, não obstante a quebra registada na produção.

O produtor João Póvoa criou também na zona de Cantanhede a marca Kompassus e, nos seus 10 hectares de vinha, a vindima foi iniciada a 29 de agosto, com a colheita de Baga para as bases de espumantes, terminando no início de outubro com a colheita de Baga e Touriga Nacional.
Ainda que admita ser cedo para antever a qualidade dos vinhos que estão em mosto, tudo indica que será um ano de boa qualidade pelo equilíbrio na acidez nos vinhos e pelo álcool provável dos mostos.
“As uvas que entraram na adega não tinham podridão, e excecionalmente isentas de tratamentos anti fúngicos. Foi definitivamente um ano de pouca intervenção em tratamentos fitossanitários e com produtos de baixa toxicidade como é o caso do cobre”.
Em termos quantitativos, diz não ter sido atingido por quebras de produção, à exceção de uma ligeira redução na casta Verdelho.
Para a Kompassus, este foi “um ano excecional com as vindimas a decorrerem sem chuva desde o início e até ao fim da campanha, inclusive na colheita das bases para espumante as temperaturas baixaram, o que foi ótimo.”

Águeda
Embora não possua vinhas próprias, as Caves Primavera vinificam uvas de 150 produtores da região.
A JB, o enólogo Antero Silvano diz que “acabou por ser um bom ano”, “melhor do que se esperava” e que se pode esperar “coisas muito boas”.
Quanto às uvas tintas, sublinha que a quebra é ligeira e que estas recuperaram dos meses de verão extremamente seco, chegando à adega em muito bom estado, com excelente qualidade, revelando ainda que 70% das uvas de casta Baga terão como destino a produção de espumante. Nos brancos, a safra já se ressentiu mais e a quebra ronda os 30%: “embora as uvas tenham chegado muito sãs”.

Posted in Águeda, Anadia, Bairrada, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Região0 Comentários

Fermentelos: Paróquia homenageia Padre Costa Leite

Fermentelos: Paróquia homenageia Padre Costa Leite

O Padre Costa Leite vai deixar a Paróquia de Fermentelos, por decisão do Sr. Bispo de Aveiro, continuando no entanto a paroquiar Recardães e agora também a paróquia de Sto. André de Barrô.
Como tal, a Paróquia de Fermentelos dedicou a Missa Dominical do passado dia 2 de outubro como Ação de graças, pelos 21 anos do Sr. Padre Costa Leite à frente da Paróquia. Durante a celebração da Eucaristia, foi-lhe oferecida uma Estola, bem como uma Sagrada Família (presépio) em porcelana da Vista Alegre e o grupo dos acólitos fez-lhe ainda oferta de um Anjo da Guarda, também em porcelana.
Durante a Eucaristia, foram várias as expressões de gratidão e reconhecimento pelo serviço que o Padre Costa Leite prestou à Paróquia de Fermentelos.
No final da Missa, as muitas pessoas que enchiam completamente a restaurada Igreja de Fermentelos juntaram-se no adro, para presenciarem o voo de pombas soltas para este efeito, bem como uma faixa em toda a frente da Igreja, alusiva a este ato, onde fica registada a gratidão das pessoas de Fermentelos, para o que foi até agora e durante 21 anos o seu pároco.
Seguidamente, dirigiram-se para o Centro Paroquial, onde foi servido um almoço partilhado com um número muito grande de pessoas e onde também estiveram presentes familiares do Sr. Padre Costa Leite, que se deslocaram de Fafe, sua terra natal, para acompanharem os fermentelenses nesta cerimónia de agradecimento.
A Junta de Freguesia de Fermentelos, durante este almoço, entregou uma pequena lembrança ao Sr. Padre Costa Leite, tendo o presidente proferido algumas palavras, realçando o dinamismo, o empenhamento e a entrega deste sacerdote para com as obras da paróquia, referindo ainda que o Padre Costa Leite foi, sem margem para dúvidas, a pessoa que mais contribuiu monetariamente para as grandes obras que se realizaram para a Paróquia, como foi a construção do Centro Paroquial e a restauração da Igreja Paroquial de Fermentelos.

Posted in Águeda, Bairrada, Fermentelos0 Comentários

Maior fabricante de bicicletas asiático instala-se em Águeda

fabricante_bicicletas

O Município de Águeda e a FJ Bikes Europe assinaram, no passado dia 2 de setembro, o contrato-promessa de compra e venda de um lote no Parque Empresarial do Casarão (PEC-Águeda), concretizando assim a fixação do maior fabricante de bicicletas asiático neste concelho.

A referida empresa pretende construir uma unidade industrial para fabrico de bicicletas de gama média/alta e bicicletas elétricas destinadas ao mercado Europeu e dos Estados Unidos da América. A execução deste projeto, cujo investimento ronda os 8,2 milhões de euros, prevê criar cerca de 100 postos de trabalho, numa primeira fase, um número bastante significativo no contexto atual do desemprego tanto a nível nacional como local.
Na ocasião, Gil Nadais, Presidente da Câmara Municipal de Águeda, referiu que “o executivo municipal e os colaboradores da autarquia têm motivos para sentir orgulho pela concretização deste importante projeto para o concelho e para o país, que exigiu um grande esforço por parte de todos”. O autarca mencionou que “este investimento surgiu numa deslocação a Taiwan, onde se reforçou o projeto ‘Bike Valley Portugal’, e que irá trazer sinergias positivas com as empresas aguedenses do setor da indústria de duas rodas, melhorando a sua performance e volume de negócios”, para além de contribuir para “a recuperação de uma valiosa imagem de marca: Águeda – Capital das Duas Rodas”, concluiu.
Nesta primeira fase, a FJ Bikes Europe manifestou interesse na aquisição de uma parcela com a área máxima de 49.013 m2, havendo a possibilidade de a mesma expandir-se até aos 62000 m2 (na segunda fase).
De salientar que esta empresa apresenta-se como um dos maiores montadores asiáticos no setor das duas rodas e tem como parceiros marcas tão conceituadas como a Cannondale e a Pinnarello. Este projeto resulta de uma parceria estratégica desta empresa Asiática com a Triangle´s – Cycling Equipments, também ela de uma nova unidade que se encontra já em construção no PEC-Águeda e que irá produzir quadros para bicicletas em alumínio.

Posted in Águeda, Bairrada, Destaque0 Comentários

Águeda: Festa do Leitão, de 7 a 11 de setembro, anima Largo 1.º Maio

Águeda: Festa do Leitão, de 7 a 11 de setembro, anima Largo 1.º Maio

A apenas sete dias do início da Festa do Leitão à Bairrada, que decorre de 7 a 11 de setembro, ultimam-se os preparativos para aquela que será a 23.ª edição e a 19.ª Mostra de Artesanato e Gastronomia de Águeda.
À semelhança das anteriores edições, gastronomia, espumante, artesanato e muita animação musical prometem, durante cinco dias de festa, fazer as delícias de todos os visitantes.
Ainda que o orçamento para a edição deste ano não ultrapasse os cem mil euros, a ACOAG (Associação Comercial de Águeda) – organizadora do certame – volta a colocar a fasquia bem alta e espera mais de quatro mil visitantes/dia.

Leitão no centro de todas as atenções. O ex-libris da região – Leitão assado à Bairrada – volta a estar no centro de todas as atenções. Com a dose de leitão a ser vendida nos quatro restaurantes a 12,50 euros (Restaurante Nelson; Restaurante Companhia do Espumante e do Leitão; Restaurante O Democrata; Restaurante Cais dos Judeus), fica ainda a certeza de cinco dias de grande animação musical com a atuação de Diogo Piçarra (dia 7); Jimmy P (dia 8); David Carreira (dia 9); Wilson Honrado (dia 9); Cuca Roseta e Riot (dia 10).
Com realização no Largo 1.º de Maio, no centro da cidade de Águeda, este certame tem vindo a crescer, sendo, hoje, uma referência na região.
Acrescente-se que o bilhete geral custa 12,50 euros e os bilhetes diários 3 euros (quarta-feira a sábado) e 2 euros (domingo).
O concerto do “Sofá para 2 & Friends” no domingo, dia 11, às 21h, encerra o cartaz de animação da Festa do Leitão.
O concerto promete ser surpreendente e conta com a participação especial do Orfeão de Águeda.

Posted in Águeda, Bairrada0 Comentários

Águeda: Encontrados os 26 Projetos Finalistas do Orçamento Participativo

Águeda: Encontrados os 26 Projetos Finalistas do Orçamento Participativo

Decorreu, no dia 9 de agosto, uma reunião de Câmara Extraordinária para deliberar as 13 reclamações à lista provisória dos projetos finalistas, que esteve em audiência de interessados de 1 a 16 de julho.
Tendo em consideração o parecer da Comissão de Análise Técnica do Orçamento Participativo de Águeda (OP-Águeda) sobre o teor das reclamações e das alterações introduzidas pelos proponentes, com vista à sua execução parcial, o executivo municipal deliberou o deferimento de 6 reclamações – Águeda + Ativa, Requalificação do Parque do Emigrante (zona nascente), Calcetamento do Caminho do Chapado, Acesso ao Parque da Boiça, Requalificação da Escola de Serém de Baixo e Iluminação do Parque Botânico de Vale Domingos – que irão juntar-se aos projetos que já haviam sido considerados elegíveis ao abrigo do Regulamento do Orçamento Participativo de Águeda.
De 1 a 30 de setembro, os 26 projetos finalistas estarão a votação, de modo a encontrar os que irão integrar as Grandes Opções do Orçamento e Plano para 2017, até ao limite máximo de 500.000 euros.
Cada cidadão – com 16 ou mais anos, natural e/ou residente no concelho de Águeda, bem como os que estão afetos por razões académicas- tem direito as 2 votos, que pode usar presencialmente ou através da internet, na Plataforma Participativa em http://orcamentoparticipativo.cm-agueda.pt, tendo apenas a obrigatoriedade de votar em projetos distintos e de freguesias diferentes. Esta obrigatoriedade prende-se com o facto de o OP-Águeda ser de âmbito municipal e de estimular os participantes a terem uma visão global das propostas para o concelho, identificando as que consideram prioritárias.
Toda a informação referente ao OP-Águeda pode ser consultada no site do Município de Águeda e na Plataforma Eletrónica do Orçamento Participativo.

As 26 propostas a votação

– Proposta n.º 528461 – Requalificação das escadas do cemitério de Belazaima;
– Proposta n.º 528463 – Acesso do Parque dos Bombeiros em Agadão;
– Proposta n.º 528464 – Requalificação do Parque da Sr.ª Guia Urgueira;
– Proposta n.º 527341 – Requalificação dos Moinhos de Água no Sabugueiro;
– Proposta n.º 527340 – Requalificação do Parque da Vila – Miragaia;
– Proposta n.º 525786 – Requalificação do Parque do Alverca;
– Proposta n.º 528789 – Requalificação do Lago do Rio Côvo;
– Proposta n.º 526858 – Equipamentos geriátricos em Barrô;
– Proposta n.º 527528 – Guia de flora da Pateira ao longo dos Percursos Pedestres;
– Proposta n.º 527530 – Arranjo do Jardim e Miradouro das Fontainhas;
– Proposta n.º 528458 – Relvado Sintético no Campo de Futebol das Associações;
– Proposta n.º 528467 – Arranjo Urbanístico da Avenida da República;
– Proposta n.º 528468 – Parque de Merendas do Beco;
– Proposta n.º 525790 – Náutica de Lazer Pateira;
– Proposta n.º 528472 – Escadaria do Outeiro da Vila – Macieira de Alcôba;
– Proposta n.º 528711 – Requalificação do Largo da Junta de Espinhel;
– Proposta n.º 528720 – Requalificação da Zona Central de Casaínho de Cima;
– Proposta n.º 525787 – Reabilitação do Parque da Garganta;
– Proposta n.º 525788 – Alcatroamento da Rua do Toural na Carvalhosa;
– Proposta n.º 525789 – Requalificação do Espaço Desportivo de Fermentões;
– Proposta n.º 528693 – Águeda + Ativa – Seniores (Con)Vida;
– Proposta n.º 527529 – Requalificação do Parque do Emigrante – zona nascente;
– Proposta n.º 528471 – Calcetamento do Caminho do Chapado;
– Proposta n.º 528466 – Acesso ao Parque da Boiça;
– Proposta n.º 528469 – Requalificação da Escola de Serém de Baixo;
– Proposta n.º 528781 – Iluminação do Parque Botânico de Vale Domingos.

Posted in Águeda0 Comentários

Confraria do Leitão junta as “7 Maravilhas da Gastronomia” na Bairrada

Confraria do Leitão junta as “7 Maravilhas da Gastronomia” na Bairrada

Faz, no próximo dia 10 de setembro, 5 anos que o Leitão da Bairrada foi eleito (na categoria “Carne”) uma das 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa. Como forma de celebrar a efeméride, a Confraria do Leitão da Bairrada organiza um jantar no próximo dia 10 de setembro (sábado), onde serão degustadas as 7 Maravilhas (Queijo Serra da Estrela; Alheira de Mirandela; Sardinha Assada; Caldo Verde; Arroz de Marisco; Leitão da Bairrada e Pastel de Belém) e que terá um caráter solidário: o resultado do evento será entregue a 5 IPSS’s da Bairrada – Paraíso Social de Aguada de Baixo (Águeda); Centro Social Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima (Anadia); PRODECO – Progresso e Desenvolvimento de Covões (Cantanhede); CAPP – Centro de Assistência Paroquial da Pampilhosa (Mealhada) e Centro Social e Paroquial S. Pedro da Palhaça (Oliveira do Bairro).

O jantar realiza-se na Quinta de Santo António, na Fogueira (Sangalhos), a partir das 19h30 e tem um custo de 40 euros.

Inscrições e informações: 234 746 053 / c.g@leitaobairrada.com

Posted in Águeda, Anadia, Bairrada, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Região0 Comentários

Região: “Encontro com o Vinho e Sabores” de 30 de setembro a 2 de outubro

Região: “Encontro com o Vinho e Sabores” de 30 de setembro a 2 de outubro

Setembro e outubro são meses de eleição na nossa Bairrada. É tempo de vindimas e a azáfama e euforia tomam conta dos que se dedicam a esta atividade. É tempo de celebrar, reunindo o que de melhor há na região. Para dar corpo a esta máxima, realiza-se pelo quarto ano consecutivo o “Encontro com o Vinho e Sabores Bairrada” (EVSB), um evento que promove os néctares e a gastronomia, mas também a oferta turística.
O evento realiza-se de 30 de setembro a 2 de outubro no Velódromo Nacional – Centro de Alto Rendimento de Sangalhos, numa organização conjunta da Comissão Vitivinícola da Bairrada, do Município de Anadia e do Turismo do Centro de Portugal, com produção da Revista de Vinhos e apoio da Rota da Bairrada, Instituto da Vinha e do Vinho, ViniPortugal, entre outras entidades.

Mesmo formato. O sucesso das edições anteriores dita que o formato se mantenha: feira de vinhos e sabores ao longo dos três dias do evento, três provas de vinhos comentadas por críticos da Revista de Vinhos (uma por dia), dois jantares temáticos e a edição de 2016 do “Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada”.
“Bairrada – Três Vindimas de Excelência: 1991, 2001 e 2011” dá mote à tão entusiasta e marcante prova com que Luís Ramos Lopes, crítico de vinhos e director editorial da Revista de Vinhos, vai brindar aos enófilos que se inscreverem na prova que vai ter lugar no sábado, no Museu do Vinho Bairrada.
A primeira prova acontece na sexta-feira; com o nome “Bairrada Blend”, comporta vinhos brancos e tintos que misturam castas clássicas com outras menos tradicionais, mantendo o forte caráter da região. A de domingo é dedicada aos “Espumantes de Baga”, onde se incluem os novos Baga@Bairrada.
Tendo como palco o restaurante do espaço onde se realiza o EVSB, o leitão da Bairrada volta a ser rei à mesa do jantar temático “Sabores da Terra”, que este ano vai ser servido pela equipa da Nova Casa dos Leitões. No sábado, o bacalhau dá mote ao jantar “Sabores do Mar”, sendo confecionado com a mestria criativa da cozinha do Salpoente.
A entrada no evento é livre, sendo que, para as provas, é necessário adquirir um copo e bolsa, por 3 euros (2 euros a quem apresente convite devidamente preenchido). As Provas Comentadas ficam por 10 euros sexta-feira e domingo; e 20 euros para a de sábado.
O preço dos Jantares Temáticos é de 35 euros, com vinhos incluídos.
O Encontro com o Vinho e Sabores abre às 17h na sexta-feira e encerra às 22h; sábado, das 15h às 22h, e domingo, entre as 15h e as 20h.

PROGRAMA
Sexta-feira, 30 set.
17h – Inauguração
18h – Prova “Bairrada Blend”, por crítico de vinhos da Revista de Vinhos
19h30 – Entrega de Prémios do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada 2016’
20h – Jantar Temático “Sabores da Terra”, por Nova Casa dos Leitões (no restaurante do EVSB)
22h – Encerramento
Sábado, 1 out.
15h – Abertura
18h – Prova “Bairrada – Três Vindimas de Excelência: 1991, 2001 e 2011, por Luís Lopes (no Museu do Vinho Bairrada)
20h – Jantar Temático “Sabores do Mar”, por Salpoente (no restaurante do EVSB)
22h – Encerramento
Domingo, 2 out.
15h – Abertura da Feira
15h30 – Prova “Espumantes de Baga”, por crítico de vinhos da Revista de Vinhos
20h – Encerramento do EVSB

Encontro com o Vinho e Sabores: já vai na 4.ª edição

O “Encontro com o Vinho e Sabores Bairrada” teve a sua primeira edição em 2013.
A iniciativa surgiu de uma vontade conjunta de promover o que de melhor a região tem, capitalizando para (re)afirmar a identidade Bairrada através da promoção dos seus produtos mais emblemáticos, como sejam os vinhos e espumantes Bairrada – com certificação de Denominação de Origem –, mas também a sua gastronomia ímpar, com destaque para o leitão da Bairrada, o pão da Mealhada e a sua riquíssima doçaria regional: ovos moles de Aveiro, Amores da Curia, queijadas de Águeda, Folar de Vale de Ílhavo, entre outras iguarias.
Este é um evento capaz de atrair milhares de visitantes e que pretende valorizar a imagem da região numa oferta turística integrada onde as valências de enoturismo, do turismo termal, hotelaria e restauração constituem um fator dinamizador.

Posted in Águeda, Anadia, Bairrada, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Vagos0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com