Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Águeda

Pe. Manuel Armando apresentou 3.º livro de poesia

Pe. Manuel Armando apresentou 3.º livro de poesia

Como de costume, a apresentação do terceiro livro de poesia de Padre Manuel Armando, “Somos o Poema de Deus”, teve lugar na tarde de 25 de julho, no salão da Junta de Freguesia de Aguada de Baixo, com a presença do Bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, Mons. João Gonçalves Gaspar, reconhecido historiador, e o pintor aveirense, Jeremias Bandarra. Com uma casa cheia, constituiu um momento alto de cultura, um momento de festa, que foi iniciada pelo Orfeão do Paraíso Social em palco.

Leia a reportagem completa na edição de 6 de agosto de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Aguada de Baixo, Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Aguada de Baixo: Projeto para arranjo do Largo Pratas e Sousa merece aplauso da população

Aguada de Baixo: Projeto para arranjo do Largo Pratas e Sousa merece aplauso da população

Na quinta-feira, dia 30 de julho, pelas 20h, o executivo da União das Freguesias de Barrô e Aguada de Baixo, em conjunto com os arquitetos Gil e Marco Abrantes (Civilag) apresentaram à população, no salão da Junta de Freguesia, o projeto de recuperação e transformação do Largo Pratas e Sousa, em Aguada de Baixo. Localizado na zona central da freguesia, esta proposta, agora apresentada pelo executivo da União de Freguesias, mereceu o aplauso dos presentes.

Foram apresentadas as linhas mestras de organização e embelezamento do espaço, tendo em conta a especificidade do local, aproveitando a autarquia metade da verba atribuída pela Câmara Municipal de Águeda (17.500 euros) à União de Freguesias para a primeira fase desta obra.

“Vamos alocar para esta obra 17.500 euros e ver quanto das nossas poupanças poderemos alocar também, mas não serão mais de 3.500 a 4.500 euros”, disse o autarca Wilson Gaio, realçando o empenho do seu executivo em tornar a obra uma realidade, tendo já apresentado o projeto à câmara municipal de Águeda, que o analisou e aprovou.

Nesta requalificação, para já, a Junta de Freguesia terá de ser contida nos gastos “porque não temos verbas”. Embora tenha sido apresentado o projeto na sua globalidade, este vai avançar por fases, devendo a primeira fase fazer-se este ano e o restante só em 2016.

O arquiteto aguedense Gil Abrantes destacou aos presentes tratar-se de uma proposta que “não está consumada” e por isso pronta a sofrer uma ou outra correção, por forma a ir ao encontro da melhor solução para o local.

O projeto visa reorganizar a utilização do espaço público, conciliando da melhor forma a convivência pedonal com o tráfego automóvel; criar uma relação harmoniosa no espaço central, entre o edificado (igreja e cemitério), zona comercial e central do lugar, mas também criar um espaço de encontro social, lazer e convívio.

Catarina Cerca

Leia a reportagem completa na edição de 6 de agosto de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Aguada de Baixo, Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Festa do Leitão à Bairrada anima Águeda de 9 a 13 de setembro

Festa do Leitão à Bairrada anima Águeda de 9 a 13 de setembro

De 9 a 13 de setembro, a cidade de Águeda recebe mais uma edição da Festa do Leitão à Bairrada, desta feita a 22.ª e a 18.ª Mostra de Artesanato e Gastronomia de Águeda.
Uma vez mais, a gastronomia, o espumante, o artesanato e os espetáculos prometem fazer as delícias, durante cinco dias, de todos os visitantes.
Durante a apresentação do certame, que decorreu na última sexta-feira, na Quinta do Louredo, Olívia Passos, presidente da direção da ACOAG, destacou o empenho, dedicação e sacrifício da sua direção na organização do certame, mas também na dedicação e trabalho em prol dos seus associados por forma a levar o concelho mais longe. Por isso, apelou ao envolvimento de todos, sobretudo dos comerciantes, por forma a tornar a ACOAG cada vez maior.
Com realização no Largo 1.º de Maio, este certame promove o Leitão à Bairrada e potencia os setores da restauração e do turismo, assim como divulga e promove o comércio aguedense.
Numa organização da ACOAG – Associação Comercial de Águeda, tendo como parceiros a Câmara Municipal de Águeda e vários patrocinadores, o evento é uma referência na região, já que ao longo de 22 anos tem vindo a crescer.
Na presente edição, as Caves S. João (Sangalhos) voltam a ser parceiros da ACOAG, como espumante oficial do certame e, em termos de gastronomia, a Padaria /Pastelaria Trigal apresenta como novidade de 2015 o “Wrap de Leitão”.
Nos cinco dias, a programação cultural do cartaz integra: Dia 9 – Richie Campbell e The Boss; Dia 10 – AGIR e Double Grooves; Dia 11 – Master Jake e DJ André Henriques; Dia 12 – Mickael Carreira – Tour Bailando, DJ Meninos da Vadiagem, espetáculo piromusical; Dia 13 – Portugal em Festa.
O bilhete geral custa 12,50 euros e os bilhetes diários 3 euros (quarta-feira a sábado) e 2 euros (domingo).
Catarina Cerca

Leia a reportagem completa na edição de 6 de agosto de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Quadragenário detido por tráfico de droga

No âmbito de diligências de investigação criminal, o Núcleo de Investigação Criminal da GNR de Águeda, deteve, dia no passado sábado, dia 11 de julho, um indivíduo do sexo masculino, com 44 anos de idade, por tráfico de estupefacientes.
A detenção ocorreu com base numa investigação sobre tráfico de estupefacientes, iniciada há vários meses, na zona de Águeda.
Na sequência da detenção, foi efetuada uma busca domiciliária e uma busca em veículo, sendo apreendido o seguinte material: 298,8 gramas de haxixe; 0,8 gramas de cocaína; 0,7 gramas de heroína; cinco telemóveis e cerca de 1000 euros em numerário.
O detido foi presente ao juiz de Instrução Criminal no Tribunal de Aveiro.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Prisão para condutor que transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda

Prisão para condutor que transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda

 

O condutor do autocarro que transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda, que se despistou, há quase seis anos, em Santa Maria da Feira, foi, na segunda-feira, condenado pelo tribunal daquela cidade a dois anos e meio de prisão, com pena suspensa. Do acidente resultou um morto, uma mulher de 44 anos, sete feridos graves, entre os quais uma grávida, e 20 ligeiros.
O coletivo de juízes deu como provado que o acidente ficou a dever-se ao “excesso de velocidade, potenciado pelas deficiências mecânicas do veículo” que, na altura, transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda.
Durante a leitura do acórdão, o juiz presidente referiu ainda que o local onde ocorreu o acidente “estava mal sinalizado”, adiantando não ter sido dado como provado que o motorista conhecesse aquela zona.
“Este acidente também teve consequências para si. Já sofreu sanção pela prática destes crimes, mas o tribunal não poderia deixar de o sancionar”, referiu o magistrado dirigindo-se ao arguido, após a leitura do acórdão.
O arguido, de 60 anos, foi condenado a um ano e meio de prisão, por um crime de homicídio por negligência, oito meses, por um crime de ofensa à integridade física grave por negligência, e três meses, por cada um dos dez crimes de ofensa à integridade física por negligência.

Pena. Em cúmulo jurídico, foi-lhe aplicada uma pena única de dois anos e meio de prisão, suspensos por igual período.
Na noite da tragédia, o coro do Orfeão de Águeda dirigia-se para São Paio de Oleiros, em Santa Maria da Feira, onde era esperado para as celebrações do 25.º aniversário da Associação Musical Oleirense.

Acusação. Segundo a acusação do Ministério Público, o arguido “conduzia desatento, não tomando as precauções devidas e de que era capaz, iniciando a aproximação à curva sem diminuir a velocidade da forma devida e sem se precaver que a podia descrever em segurança, manifestando desprezo para com as pessoas que consigo seguiam no veículo”.
A defesa do arguido requereu a abertura da instrução, alegando que as causas do acidente ficaram a dever-se a falhas de manutenção no veículo acidentado. Contudo, o Juiz de Instrução confirmou que o veículo apresentava, desde o início da marcha, problemas que determinavam “a existência de folga no volante”, mas, ainda assim, decidiu pronunciar o arguido por todos os crimes de que estava acusado.

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Em julho todos os caminhos vão dar ao AgitÁgueda

Vem aí a 10.ª edição do AgitÁgueda! De 4 a 26 de julho, o evento oferece 23 dias de intensa programação cultural com muitos espetáculos, animação de rua, DJ’s, performances, tasquinhas, o espaço Agitakids e o já célebre projeto “The Umbrella Sky”, uma instalação artística de milhares de chapéus-de-chuva coloridos que flutuam pelas ruas da cidade. A entrada é gratuita.
O cartaz musical integra alguns das melhores bandas nacionais e internacionais da atualidade, sendo estes os primeiros nomes confirmados: dia 4: D.A.M.A.; dia 5: Jorge Palma & Orquestra Filarmónica 12 de Abril; dia 11: Paulo Gonzo; dia 15: Capicua; dia 17: Selah Sue; dia 18: Rita Redshoes & Mimo’s Dixie Band; dia 24: Jimmy P + Convidado Valete; dia 25: Badoxa; dia 26: James Arthur.
O sucesso deste evento já é reconhecido a nível nacional e internacional, com a recente atribuição ao AgitÁgueda do selo internacional de Festival de qualidade (EFFE Label), atribuído pela EFFE, projeto da Comissão Europeia para uma plataforma europeia de Festivais. Esta distinção, feita entre mais de 30 países europeus, premeia os eventos pela sua qualidade artística, pelo seu impacto na economia local e pelas repercussões dentro e fora de portas.
Paralelamente, vai estar patente um outro projeto de arte urbana em que bancos de jardim, escadarias, colunas, entre outros, são pintados com variações cromáticas apelativas. Existe um roteiro da cidade dedicado a estas instalações.
O evento, que já constitui uma marca no cartaz cultural do município de Águeda, pretende ser um espaço de partilha de experiências entre a população local e todos os seus visitantes. O rio Águeda, o renovado Largo 1.º Maio e a tenda gigante onde decorrem os espetáculos são o palco privilegiado para todo o acontecimento onde a música, a cultura, a gastronomia e comércio local se juntam num acontecimento único.

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Abertas inscrições para a Festa do Leitão

Entre os dias 9 e 13 de setembro, a Associação Comercial de Águeda, com o apoio da Câmara Municipal, vai realizar a 22.ª Festa do Leitão à Bairrada e 18.ª Mostra de Artesanato e Gastronomia trazendo, mais uma vez, à nossa cidade os apreciadores do pitéu.
As empresas ou pessoas singulares, associados e não-associados, que queiram participar como expositores na edição 2015, devem manifestar essa intenção até meados de junho. Para isso, os interessados terão que efetuar a sua pré-inscrição nos serviços administrativos da ACOAG, durante o horário de expediente ou solicitar o envio da informação via e-mail (marketing@acoag.pt) ou por telefone (234 610 720).
Neste âmbito, a ACOAG já endereçou um convite às Juntas de Freguesia do concelho para estarem presentes no evento. O objetivo é atribuir um stand a cada Junta de Freguesia, para que, de 9 a 13 de setembro, exponham artigos de artesanato, gastronomia, cultura e património local.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Área ardida no distrito de Aveiro até abril é cinco vezes maior do que em 2014

O ano de 2015 vai ser terrível no que diz respeito aos incêndios. Esta é a convicção do Comandante Operacional Distrital (CODIS) de Aveiro, José Bismarck, que prevê um verão complicado para os bombeiros. É que, desde o início do ano, já arderam no distrito de Aveiro 2.282 hectares de mato e floresta, cinco vezes a área ardida em todo o ano passado, segundo dados apresentados, na penúltima quinta-feira, na Câmara Municipal de Águeda, pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Aveiro, no decurso da apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) de 2015 para o distrito de Aveiro.
Este aumento, segundo o Comandante Operacional Distrital (CODIS) de Aveiro, José Bismarck, tem a ver com os grandes incêndios que ocorreram no início deste mês, nos concelhos de Sever do Vouga, Albergaria-a-Velha e Arouca.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Região: Detido suspeito de atear fogo que chegou a Águeda

Região: Detido suspeito de atear fogo que chegou a Águeda

Foi detido, na segunda-feira, um homem de 60 anos suspeito de atear um incêndio de grandes proporções que atingiu durante vários dias os concelhos de Sever do Vouga, Albergaria-a-Velha e Águeda.
A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, identificou e deteve um homem, desempregado, suspeito da prática de um crime de incêndio florestal, que colocou em risco várias habitações.
Segundo a PJ, “o homem terá ateado um fogo com o intuito de limpar um terreno de onde tinha vendido a madeira, apesar de o mesmo terreno ser confinante com uma mancha florestal contínua, com largos hectares de extensão, não o podendo fazer, dadas as condições climatéricas que se faziam sentir”.
O fogo, que rapidamente se propagou aos concelhos de Sever do Vouga, Albergaria-a-Velha e Águeda, consumiu, na quinta-feira, mais de mil hectares de floresta, colocou em perigo inúmeras casas que os bombeiros só a muito custo conseguiram proteger, chegando a estar uma aldeia completamente cercada pelas chamas, o mesmo acontecendo com um grupo de bombeiros aquando do combate.
O incêndio chegou a ser combatido por mais de 400 bombeiros, de várias corporações.
Durante o dia de sábado, devido às condições climatéricas, ocorreu um reacendimento que veio a consumir mais umas centenas de hectares de floresta, tendo voltado a colocar em perigo as populações de diversas aldeias.
O detido, de 60 anos de idade, foi presente às Autoridades Judiciárias, na comarca de Aveiro, tendo sido libertado e sujeito a termo de identidade e residência.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Águeda assinala Dia Nacional dos Moinhos

No fim de semana de 11 e 12 de abril, no âmbito do Dia Nacional dos Moinhos que se assinala a 7 de abril, terá lugar pelo nono ano consecutivo o Dia dos Moinhos Abertos de Portugal, iniciativa organizada pela Rede Portuguesa de Moinhos, com o apoio da TIMS, Sociedade Internacional de Molinologia.

Pretende-se chamar a atenção dos portugueses para o inestimável valor patrimonial dos nossos moinhos tradicionais, de forma a motivar e coordenar vontades e esforços de proprietários, moleiros, organizações associativas, autarquias locais, museus, investigadores, molinólogos, entusiastas, amigos dos moinhos e população em geral.

Nos dias 11 e 12 de abril estarão a funcionar e abertos ao público para visita gratuita largas dezenas de moinhos em funcionamento, de todos os tipos, um pouco por todo o país. Cada moinho terá um programa de atividades próprio com visitas guiadas, animações, demonstrações, palestras e outras ações de sensibilização.

O município de Águeda promoveu a recuperação e valorização de um importante património molinológico em Macieira de Alcôba: dois moinhos (Moinhos do Chão do Ribeiro) e uma Moinhola, bem como um Lagar de Varas. A par salienta-se ainda a construção de um Centro Interpretativo do Milho Antigo e um conjunto de ações com vista à valorização cultural de saberes e sabores, bem como a promoção do ecoturismo no concelho.

No concelho de Águeda regista-se a adesão a esta iniciativa de três moinhos localizados na aldeia de Macieira de Alcôba, os quais foram alvo de um processo de recuperação no âmbito da criação da Aldeia Pedagógica do Milho Antigo. Nesse sentido, com a indispensável colaboração dos seus proprietários, o apoio da Câmara Municipal de Águeda e da Junta de Freguesia de Préstimo e Macieira de Alcôba, estarão abertos ao público os moinhos do Chão do Ribeiro e Moinhola de Macieira.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com