Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Águeda

Lions atribui bolsa de cinco mil euros a estudante de medicina

O Lions Clube de Águeda abriu o período de candidaturas, até 30 de outubro, para atribuição de uma bolsa de estudo, no valor de cinco mil euros, a um estudante universitário do curso de Medicina. Podem candidatar-se estudantes do concelho de Águeda, mas também dos distritos de Aveiro e de Viseu.
A atribuição da bolsa será feita com base no rendimento do agregado familiar do estudante e no seu aproveitamento escolar.
A bolsa de estudo visa contribuir para custear, entre outras, as despesas de alojamento, alimentação, transporte, material escolar e propinas, respeitantes à frequência dos estudantes de qualquer Faculdade de Medicina do ensino público.

A acompanhar uma carta de candidatura dirigida ao presidente da direção do Lions Clube de Águeda, Faria Gomes, os candidatos devem enviar fotocópias dos seus documentos de identificação, certificado de matrícula no ano letivo a que se reporta a atribuição de bolsa; documento comprovativo da classificação de frequência do ano transato, atestado de residência, declaração de IRS do agregado familiar ou do próprio, se for caso disso, referente ao ano fiscal anterior.

A bolsa foi criada há dois anos pelo médico Faria Gomes, atual presidente do clube aguedense. Como não têm aparecido candidatos do concelho de Águeda, o Clube e o “pai” da bolsa, decidiu alargar as candidaturas aos distritos de Aveiro e Viseu, homenageando desta forma a sua esposa, natural de Santa Comba Dão.

“Como sou médico, fico muito satisfeito se puder ajudar um estudante que não tenha condições a formar-se, porque sei bem o que passei com a morte do meu pai para me formar”, comentou Faria Gomes, que destinou as receitas do seu livro ‘Memórias da República, a Monarquia do Norte’ para este fim.

O regulamento pode ser consultado em http://e-clubhouse.org/sites/agueda/page-6.php
Mais informações podem ser obtidas através do endereço eletrónico do clube agueda@lionsclubes.pt ou do telemóvel 961382671 (Elisabete Neves).

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Ministério da Educação coloca em perigo crianças e jovens, diz CCPJ

O Ministério da Educação ainda não colocou na C.P.C.J de Águeda o representante da Educação, “quando há muito já sabia da necessidade da sua substituição, não dando resposta a comunicações da C.P.C.J.”. Em comunicado enviado à nossa redação, José Marques Vidal, que terminou o seu mandato a 31 de agosto, repudia “a atitude do Ministério da Educação, ao atrasar-se na colocação de um professor com competência e capacidade para o exercício do cargo”, o que “mostra falta de respeito pela CPCJ e põe em causa a proteção das crianças, atrasando de forma irremediável o normal acompanhamento dos processos, colocando em perigo os menores”.
José Marques Vidal terminou o mandato no dia 31 de agosto e a função de Presidente da CPCJ no dia 12 de setembro (dia em que a CPCJ reuniu), sendo Técnico Gestor de cerca de 50 processos ativos.
“A CPCJ tem neste momento 300 processos ativos, mantendo-os em dia com grande empenho e esforço dos técnicos, muito para além das suas horas de serviço”, ressalva José Marques Vidal, frisando que a CPCJ aguarda “urgentemente a colocação do Representante da Educação para que os processos possam ser devidamente enquadrados”.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Águeda baixa impostos e abdica da maioria dos previstos na lei

O presidente da Câmara de Águeda, Gil Nadais, anunciou, na última sexta-feira, uma nova baixa nas taxas e impostos municipais, abdicando totalmente da verba que lhe caberia no IRS (0,2%, depois de ter descido no ano passado de 0,5 para 0,3%) e cobrar apenas o mínimo legal de IMI (0.3%), em 2015, prescindindo ainda da cobrança de um lote de taxas municipais (imposto municipal de passagem, taxa de turismo, proteção civil, etc). Impostos que poderiam render ao município mais de 5 milhões de euros por ano. No entanto, a autarquia vai manter inalterado o valor da derrama (1,5%), disse Gil Nadais, afirmando que “não andamos aqui, como alguns, a descer 0,000 o valor dos impostos”.

Poupança. Gil Nadais referiu-se ainda às contas da autarquia, sublinhando que, nesta altura, “seria mau negócio amortizar a dívida de médio e longo prazo, de cerca de seis milhões de euros, já que a Câmara tem disponibilidade financeira a rondar os 13 milhões de euros”. “Se a Câmara pagasse a dívida fazia um mau negócio, porque quando foram contraídos os empréstimos o «spread» era bastante baixo e, com as aplicações que temos em depósitos a prazo, fazemos mais dinheiro em juros do que os que temos de pagar”, justificou.
Gil Nadais (PS) esclareceu, em conferência de imprensa, que ao prescindir da cobrança de várias taxas municipais, está a dar “uma poupança significativa para as famílias”, clarificando que esta não cobrança “não põe em causa a estabilidade financeira do município, nem a qualidade dos serviços prestados”.
Reforçou ainda que “é cerca de cinco milhões de euros o total das verbas que a Câmara poderia arrecadar, com as várias taxas e impostos que a lei lhe permite, mas de que abdica”.
Justificou ainda que, no ano passado, a sua autarquia se viu obrigada a fazer uma amortização dos empréstimos em cerca de 600 mil euros, devido à reavaliação extraordinária dos imóveis, mas que não está a pensar em fazer novas amortizações já que “seriam maus negócios”, daí que “opte por aliviar a carga fiscal, para que o município seja competitivo”.
O autarca diz mesmo que “um professor pode ter uma poupança superior a 200 euros com esta descida de impostos”.

Gestão. Gil Nadais desmente que a situação confortável da autarquia resulte de receber muito dinheiro do IMI, justificando que “essa receita está ao nível de 2004, (cerca de sete milhões de euros), sendo resultado do rigor na gestão dos seus executivos.
“Quando iniciámos o mandato, há nove anos, a Câmara de Águeda tinha atrasos superiores a dois anos no pagamento a empreiteiros e fornecedores e hoje não é assim. O facto de pagarmos atempadamente tem-nos permitido obter descontos que chegam aos 30% e empreendemos uma reorganização dos serviços e controlo de custos que nos permitem hoje estar nesta situação”, explicou.
Gil Nadais exemplifica com o gasto em combustíveis, inferior ao que se passava em 2005, apesar da subida de preços entretanto verificada, ou com o consumo de fotocópias (em 2009, 68 mil fotocópias por mês e em 2014, 22 mil por mês), que é hoje de cerca de um terço.
O presidente da Câmara disse ainda estar convicto de que, “se não houver novidades bastante gravosas no Orçamento de Estado, Águeda estará perfeitamente à vontade para tirar o melhor proveito do novo quadro comunitário de apoio, como já o fez no anterior, “em que foi a autarquia da Região Centro que cativou mais fundos”.
Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

XII festa Rotária do Leitão da Bairrada

No sábado, dia 6 de setembro, o Rotary Club de Águeda promoveu, na Festa do Leitão de Águeda, a sua XII Festa Rotária do Leitão da Bairrada, inserida no evento rotário Saberes & Sabores.
Entre os presentes, estiveram o presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, a presidente da ACOAG, Olívia Passos e a representante do Governador, Deolinda Nunes.
As receitas angariadas reverteram para as causas sociais que o Rotary Club de Águeda promove junto da comunidade.
Nesta festa informal, participaram também diversos Clubes Rotários, nomeadamente Tondela, Ponte de Lima, Curia Bairrada, Porto Oeste, Aveiro, Coimbra, Ovar, Oliveira do Bairro, Gaia-Sul e S. João da Madeira.
Estiveram também presente jovens dos Clubs do Rotaract de Águeda, de Famalicão e Tondela em formação, bem como o Interact de Águeda.
Celestino de Almeida interveio dentro do âmbito dos Saberes desta Festa, falando sobre as “almas e o leitão”, de onde destacou que “a gastronomia regional tem sempre história cultural e ambiental das populações que a confecionam”. Já as romarias, eram “pontos de encontro”.
O presidente do Rotary Club de Águeda, José Neves, encerrou a festa congratulando-se pelo “sucesso obtido do evento na promoção da gastronomia e tradições da nossa terra” lembrando que “o Club continuará a desenvolver o seu trabalho junto da Comunidade sob o lema Rotário do presente ano, “Faça o Rotary Brilhar!”.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Ministra da Agricultura preside à abertura da Festa do Leitão em Águeda

O leitão faz as honras da casa, até domingo, dia 7, na 21.ª edição da Festa do Leitão à Bairrada e 17.ª Mostra de Artesanato e Gastronomia de Águeda.

Olívia Passos, presidente da Associação Comercial de Águeda (ACOAG), entidade organizadora, mostrou-se, ontem, quarta-feira, dia 3, durante a inauguração, convicta do sucesso da feira, lamentando apenas o curto espaço de tempo que a ACOAG teve para organizar o certame, já que esta direção tomou posse em fevereiro deste ano.

Olívia Passos encarou a presença da ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, como um sinal de reconhecimento do evento.

Esta dirigente agradeceu a colaboração da Câmara, “cuja sua participação não se traduz só em dinheiro, mas também em logística”.

Ao contrário do que tem acontecido, ao longo do historial da Festa do Leitão, Olívia Passos clarificou que que não iria pedir nada ao governo a não ser que “a ministra chegue lá abaixo e diga que foi ao certame e que tem um leitão ótimo”. “Não gosto de pedir nada em termos do governo. Nadinha”, reforçou.

Já o presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, começou por recordar a sua ligação ao início do certame. “Já passaram 21 anos e o certame tem vindo a granjear o espaço e a fama”.
Gil Nadais mostrou-se disponível para trabalhar em parceria com a ACOAG no sentido de aumentar a área do certame na próxima edição.

A ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, referiu que Portugal tem “belíssimos produtos diferenciados”, afirmando que os portugueses têm muito a ganhar na valorização dos produtos nacionais, acrescentando que “os portugueses andaram deslumbrados com tudo aquilo que vinha de fora e que era novidade e, talvez, não tivessem valorizado aquilo que era próprio da nossa terra”.

“ Hoje, todos nós portugueses valorizamos cada vez mais o que tem a ver com as nossas tradições, com a nossa gastronomia e com as nossas receitas e o leitão é um exemplo claro disso”, disse Assunção Cristas.
A ministra desafiou ainda os portugueses a inovar e a criar novas tradições, alegando que “daqui a muitos anos as tradições que hoje se criam darão cartas seguramente”.

Quanto ao cartaz musical, para esta quinta-feira, dia 4, atuam os Blind Zero; sexta-feira, dia 5, Deolinda; sábado, dia 6, Boss AC, espetáculo piro-musical e Dj’s The Fucking Bastards; e no último dia, domingo, Portugal em Festa (programa da SIC, com seis horas de emissão em direto) e uma SunSet Party com vários Dj’s.

O certame aguedense terá cinco restaurantes presentes, mantendo-se o preço por dose de leitão nos 12,50 euros. E uma vez mais, esta que é a iguaria maior da região será acompanhada pela excelência dos vinhos e espumante das Caves São João.

Este ano, conforme vem sendo habitual, as novidades gastronómicas são de comer e chorar por mais. Novamente confecionadas pela Padaria Pastelaria Trigal, são inspiradas no próprio certame: o semi-folhado com formato e recheio de leitão e o folhado em formato de garrafa de espumante, mas com recheio de doce de ovos, prometem fazer a delícia dos comensais.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Águeda integra parceria europeia para a criação de emprego em zonas rurais

Com o objetivo de desenvolver e criar emprego nas zonas rurais, o município de Águeda passou a integrar o projeto europeu PARNET-TIC 2 no âmbito do Programa de Cooperação Territorial SUDOE, que tem a duração de um ano e conta com um orçamento total de 651 mil euros.
Para além de Águeda, este projeto europeu conta com os seguintes parceiros: os espanhóis da Diputación de A Coruña (lidera o projeto), Diputación de Alméria, Diputación de Huesca e da França, a Câmara Agrícola de Lot-et-Garrone.
A primeira reunião da parceria foi realizada em Agen, França.

Projeto PARTNET-TIC 2. A estratégia Europa 2020 salienta a importância da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para o crescimento económico e a criação de emprego, quer a nível macroeconómico, quer em setores específicos.
Na União Europeia, as inovações nas TIC criam novos postos de trabalho de alto valor acrescentado e desempenham um papel importante no desenvolvimento regional. É dada especial atenção ao desemprego dos jovens e à promoção da empregabilidade no final de cursos universitários, prestes a entrar no mercado de trabalho ou que desejam iniciar seu próprio negócio.
Nas áreas rurais do sudoeste da Europa, próximo de pequenos núcleos populacionais, encontramos cidades de dimensão média. Estes núcleos são centros de atividade socioeconómica com grandes deficiências nos recursos e infraestruturas. Essas deficiências têm um impacto negativo sobre o desenvolvimento socioeconómico dessas áreas aumentando o seu isolamento geográfico.
Benefícios e oportunidades. As entidades locais envolvidas poderão desenvolver ações coordenadas de criação de empregos dedicados à ecologia. Intercâmbios: o programa terá como objetivo democratizar a utilização das TIC, a fim de incentivar o seu uso como uma ferramenta de procura de emprego e canal de informação para o empreendedorismo, com especial relevância para a área rural e as suas atividades agrícolas e pecuárias.

Transversalidade do projeto com o Mundo Empresarial. As organizações participantes irão atender às necessidades de empresas do meio rural, colocando-as, assim, em sintonia com os cidadãos do território. Além disso, o emprego no setor rural será dinamizado.
O projeto nasceu da necessidade de reduzir a taxa de desemprego que afeta principalmente as cidades em áreas rurais, a fim de colocar as TIC ao serviço da investigação e da criação de emprego.
Graças à cooperação entre as diferentes regiões do sudoeste da Europa, o projeto terá como alvo a criação de empregos sustentáveis, também conhecido como empregos verdes, e melhorar a empregabilidade dos cidadãos das cidades das áreas rurais.
No final do projeto serão realizadas várias ações, incluindo a promoção de Open Data e a criação de uma aplicação móvel com o tema do meio ambiente.
O PARNET-TIC 2 tem como objetivo melhorar a compreensão das necessidades dos cidadãos e dos agentes económicos, o que irá promover o emprego, a criação de iniciativas empresariais locais e dar maior visibilidade às necessidades laborais nas zonas rurais.

Posted in Águeda0 Comentários

Águeda: Em setembro, leitão é rei durante cinco dias de festa rija

Águeda: Em setembro, leitão é rei durante cinco dias de festa rija

David Carreira, Blind Zero, Deolinda e Boss AC são os cabeças de cartaz da 21.ª edição da Festa do Leitão assado à Bairrada que decorre em Águeda, de 3 a 7 de setembro.
A apresentação do certame, promovido pela ACOAG (Associação Comercial de Águeda) em parceria com a Câmara Municipal de Águeda, aconteceu no passado dia 1 de agosto e teve como palco, uma vez mais, as Caves S.João, em Sangalhos.
Nesta que é a 21.ª edição o cartaz musical de grande qualidade, associado à gastronomia, ao artesanato e aos doces regionais serão os ingredientes suficientes para atrair ao Largo 1.º de Maio milhares de visitantes.
Este ano, o emblemático certame aguedense, terá cinco restaurantes presentes, mantendo-se o preço por dose de leitão nos 12,50 euros. E uma vez mais, esta que é a iguaria maior da região, será acompanhada pela excelência dos vinhos e espumante das Caves São João.
“Em volta dos restaurantes decorre toda a restante dinâmica da Festa, sendo de salientar a tenda da novidade”, avançou Olívia Passos, presidente da ACOAG, durante a apresentação do certame.
“Temos tido o apoio do Turismo do Centro e da Câmara Municipal de Águeda que nunca nos faltou com o seu apoio e tem estado sempre disponível”, diria ainda.

Novidades gastronómicas. Este ano as novidades gastronómicas são de comer e chorar por mais. Novamente confecionadas pela Padaria Pastelaria Trigal, acabam por ser inspiradas no próprio certame: o semi-folhado com formato e recheio de leitão e o folhado em formato de garrafa de espumante, mas com recheio doce de ovos, prometem fazer a delícia de todos os comensais. Acrescente-se que esta pastelaria volta a reeditar aquelas que foram as novidades dos anos de 2009 e de 2010: bola de leitão, bateirinha do Águeda doce, bateira de leitão e lencinhos de Águeda, sendo certo que na presente edição haverá ainda outra tentação em cima da mesa: as sombrinhas de Águeda, um doce inspirado no agitÁgueda.
No recinto de espetáculos estarão a funcionar quatro bares assim como diversas animações: pista de carros de choque e insufláveis para os mais novos.

Variados ramos de negócio presentes. Paralelamente, a mostra de artesanato e gastronomia serão os grandes atrativos. Expositores dos mais variados ramos de negócio (pastéis de Águeda; doces da Confraria Sabores do Botaréu; produtos regionais alentejanos; iguarias da Ilha da Madeira; Mirtilos e a batata frita artesanal, entre outros), vão atrair muitos visitantes.
Na ocasião, Olívia Passos falou da segunda corrida e caminhada Solidária+. Um evento organizado e dinamizado pela ATIVA+ em colaboração com a ADERCUS e inserido na 21.ª Festa do Leitão. De acordo com o princípio solidário que rege esta iniciativa, a totalidade das verbas angariadas reverterá a favor da Associação de Pais de Mourisca do Vouga – “Os Pioneiros”.
Jorge Almeida, vice-presidente da autarquia aguedense, avançou estarem reunidos todos os ingredientes para que o certame seja um sucesso. “Só é preciso rezar a S. Pedro para que esteja um tempo ótimo”, considerando que “Águeda se vai orgulhar deste certame” que marca “a maioridade da Festa do Leitão”.
Também Alberto Marques, presidente da Assembleia Geral da ACOAG, apelou aos associados e amigos da ACOAG para que não faltem a esta festa: “Passem a palavra junto de fornecedores e clientes para que tenhamos muitos visitantes”, num evento que considerou ter evoluído muito ao longo destas duas décadas, sendo já “uma referência na região”, mas que poderá evoluir ainda mais por forma “a dar o salto importante”. O preço das entradas será de 3 euros, exceto no domingo que será de apenas dois.

Programa
Quarta-feira, dia 3: David Carreira
Quinta-feira, dia 4: Blind Zero
Sexta-feira, dia 5: Deolinda
Sábado, dia 6: Boss AC e espetáculo piro-musical; Dj’s The Fucking Bastards
Domingo, dia 7: Portugal em Festa (programa da SIC) com seis hora de emissão, em direto, que prometem essencialmente humor, música, reportagem, prémios e muita animação e ainda uma SunSet Party com vários Dj’s.
Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

JB recebe Prémio Gazeta 2013

O Jornal da Bairrada foi um dos galardoados nos Prémios Gazeta 2013, atribuídos pelo Clube dos Jornalistas, com o patrocínio exclusivo da Caixa Geral de Depósitos. Os prémios serão entregues em breve, numa cerimónia conduzida pelo Presidente da República.
O JB recebeu o Prémio na categoria de Imprensa Regional, tendo o júri considerado que o nosso semanário “tem, a par de uma informação cuidada, plural e de proximidade, uma moderna e atrativa apresentação gráfica, com uma vasta tiragem impressa”.
O Júri dos Prémios Gazeta analisou, em maio e junho, mais de uma centena de trabalhos concorrentes.
O Prémio Gazeta Revelação foi atribuído a Catarina Fernandes Martins, pelo trabalho “Homem que matou um Homem e encontrou Saramago na prisão”, publicado no jornal “Público”.
O Prémio Gazeta Multimédia foi atribuído ao trabalho “Filhos do Vento”, de Catarina Gomes, Ricardo Rezende, Manuel Roberto, Dinis Correia e Andreia Espadinha.
A reportagem “Verdade Inconveniente”, de Ana Leal, transmitida pela TVI, recebeu o Prémio Gazeta de Televisão.
Já o Prémio Gazeta de Imprensa foi atribuído a Paulo Pena, por trabalhos publicados na revista “Visão”.
O Prémio Gazeta de Rádio foi para Maria Augusta Casaca, pelo trabalho “Catarina é o meu nome”, transmitido na TSF.
José Carlos Carvalho recebeu o Prémio Gazeta de Foto-Reportagem, pelo trabalho “Triscaidecafobia”, publicado no jornal i.
O Prémio Gazeta de Mérito foi atribuído a Helena Marques, que finalizou a sua carreira no Diário de Notícias.
O júri dos Prémios Gazeta 2013 foi composto por Eugénio Alves (CJ), Elizabete Caramelo (docente universitária), Eva Henningsen (Associação de Imprensa Estrangeira em Portugal), Fernando Cascais (docente universitário), Fernanda Bizarro (free-lancer), Fernando Correia (jornalista e docente universitário), Jorge Leitão Ramos (crítico de cinema e televisão) e José Rebelo (docente universitário).

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

AgitÁgueda atrai milhares de turistas

AgitÁgueda atrai milhares de turistas

A realização da 9.ª edição do AgitÁgueda tem trazido a Águeda milhares de turistas, que têm ficado deslumbrados com o Umbrella Sky Project e com todos os pormenores da arte urbana que está espalhada pela cidade.
Os mais de quatro mil guarda-chuvas instalados nas ruas dão um colorido diferente à baixa da cidade e há turistas que se deslocam a Águeda de propósito para os contemplar. Foi o exemplo de um casal de ingleses que estava de férias no Algarve e que resolveu deslocar-se à cidade dos chapéus para levar uma lembrança fotográfica.
O mesmo aconteceu com um casal de indianos, mas perder-se-ia a conta se fosse obrigatório identificar todos os turistas que têm visitado o município.
A Câmara Municipal tem vindo a alargar a sua aposta no turismo, como aliás se nota pelo mais recente lançamento do site do munícipio e pelo novo mapa turístico do concelho.
A arte urbana tem sido, de facto, uma mais valia para as ruas da cidade e a animação de rua, promovida no âmbito do AgitÁgueda, tem vindo a ajudar na dinamização do comércio local, embora nem todos saibam aproveitar esta oportunidade de negócio.
Durante o próximo fim de semana, a animação de rua vai continuar a envolver os turistas e a população aguedense, numa simbiose de cores, animação e convívio entre todos.

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Feira da Saúde no AgitÁgueda

A Câmara Municipal de Águeda, o Centro Municipal de Marcha e Corrida e o Centro de Saúde de Águeda vão organizar, nos dias 19 e 20 de julho, a Feira da Saúde, que se vai realizar no pavilhão do Ginásio Clube de Águeda.

Esta iniciativa tem como objetivo dar a conhecer as parcerias existentes entre a autarquia, através do Centro Municipal de Marcha e Corrida, e as instituições que são parceiras na realização desta iniciativa e de outras que vão decorrendo ao longo do ano.

O programa para os dois dias da Feira da Saúde é o seguinte:

Dia 19 (sábado)
14h: Vamos saber mais sobre alimentação saudável!

Nutricionista da URAP do ACeS do Baixo Vouga – Liliana Granja

15h: Show Cooking: merendas saudáveis para a pequenada (dirigido ao mesmo grupo alvo)

Chef Paulo Queirós

16h30: Conversas sobre a saúde: Diabetes e Hipertensão Arterial

Médica do Centro de Saúde Águeda – Jaquelina Santos

17h: Conversas sobre a saúde: Diabetes e Hipertensão Arterial

Médica do Centro de Saúde Águeda- Jaquelina Santos

17h30: Conversas sobre a saúde: Diabetes e Hipertensão Arterial

Médica do Centro de Saúde Águeda- Jaquelina Santos

18h: Show cooking – Venha aprender a cozinhar de forma saudável!

Chef Paulo Queirós e Nutricionista da URAP do ACeS Baixo Vouga – Liliana Granja
Dia 20 (domingo)
9h: Desporto no Verão com boa Proteção! (10 min)

Enfermeiros da UCC Grei do Centro de Saúde de Águeda no início da Cãominhada (9 horas).
11h: “Hora do Conto: Brinca e Aprende com o Zé Pintas”
14h30 às16h30: Rastreio de pele – Dermatologista a confirmar com triagem realizada por Dra. Jaquelina Santos
15h: Sessão – Alimentação saudável na praia

Nutricionista da URAP do ACeS do Baixo Vouga – Liliana Granja
Nos dois dias vai decorrer, em simultâneo, com as restantes atividades, o Ateliê da Saúde.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com