Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Águeda

Atraso na edição do Jornal da Bairrada

Devido a constrangimentos técnicos na nossa infraestrutura de dados, a edição do Jornal da Bairrada, tanto na sua versão em papel, como na edição digital, chegará com atraso aos nossos leitores, pelo que pedimos desculpas e apelamos à vossa compreensão. Obrigado.

Posted in Águeda, Bairradinos no Mundo, Cantanhede, Desporto, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

Guarda-chuvas inundam Águeda de 2 a 24 de julho

agitagueda_2016Espetáculos, animação de rua, dj’s, performances, arte urbana, instalações, bares, tasquinhas e o já célebre The Umbrella Sky, uma instalação artística de milhares de chapéus-de-chuva coloridos que flutuam pelas ruas da cidade, são os ingredientes da 11.ª edição do AgitÁgueda, que decorre de 2 a 24 de julho, em Águeda.
Gil Nadais, presidente da autarquia aguedense, já disse esperar que o AgitÁgueda continue “a ser um encontro da juventude e da família”. “Vamos continuar a inovar e espero que seja um grande acontecimento”, referiu Gil Nadais, na última quinta-feira, durante a apresentação do evento, revelando que o mesmo irá custar 500 mil euros. “Atendendo ao número de dias, 23, e ao cartaz, o valor é bem mais baixo do que aquele que alguns concelhos, que nos rodeiam, gastam em alguns eventos”, referiu.
No cartaz musical, para além de vários projetos locais, como são os casos de Sérgio Godinho e Orquestra 12 de Abril e da Banda de Fermentelos com André Sardet e Ana Laíns, constam nomes como António Zambujo, Dealema, Gene Loves Jezbel, Cock Robin, Ana Moura, We trust, Capitão Fausto, Átoa, Inner Circle, The Black Mamba, HMB e Emir Kusturica .
Para lá do recinto do festival onde decorrem os concertos, desenvolve-se um conjunto de iniciativas sociais, culturais, artísticas e desportivas que pretendem envolver toda a cidade e cativar todos os visitantes.
Segundo Gil Nadais, prevê-se, a exemplo de anos anteriores, mais de 200 mil visitantes nacionais e internacionais, numa iniciativa ímpar na região com entrada gratuita em todos os eventos.
Gil Nadais destaca ainda que também vai estar disponível a área AgitaKids, com imensas atividades e entretenimento para os mais pequenos, assim como “a pensar no público com mobilidade reduzida, o AgitÁgueda disponibiliza WC adaptados, rampas de acesso, estacionamento reservado a carros com dístico de mobilidade reduzida, uma área próxima do palco para os concertos, entre outros espaços preparados para o efeito”.

Marca AgitÁgueda. O autarca aguedense recorda que o AgitÁgueda contribui para o panorama cultural da cidade de Águeda desde 2006, tendo já passado pelo palco do festival cerca de 500 grupos e artistas. Além de nomes consagrados, a missão do festival assenta também na promoção de novos projetos musicais através da realização do “Talentos AgitÁgueda”, concurso que pretende promover a participação de novos projetos artísticos nacionais.
Gil Nadais conta ainda que “o Agitágueda, passado 11 anos, é uma grande marca. “O AgitÁgueda é uma festa de todo o concelho”, defendeu. Uma iniciativa que segundo Elsa Corga, vereadora da cultura, “não é de uma equipa da autarquia, mas de Águeda”, destacando o papel que as associações do concelho têm e ainda as duas orquestras que vão subir ao palco com artistas nacionais (Orquestra 12 de Abril com Sérgio Godinho e Banda Nova de Fermentelos com André Sardete e Ana Laíns).
Já Edson Santos, vereador responsável pela iniciativa, refere que “ao nível artístico de arte pública, toda a cidade de Águeda vivencia um contacto com a arte urbana e com instalações das mais variadas tipologias”.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada1 Comentário

Rota da Bairrada: Loja Bairrada online já está disponível

Rota da Bairrada: Loja Bairrada online já está disponível

A Associação Rota da Bairrada inaugurou, no passado dia 6 de abril, no Espaço Bairrada em Oliveira do Bairro (edifício do antigo Posto de Turismo, aberto desde dezembro de 2015), a sua nova loja online.
A loja.rotadabairrada.pt é basicamente um site moderno, apelativo e bastante intuitivo onde, a partir de agora, todos os interessados podem adquirir os produtos que existem nas duas lojas físicas que a Rota da Bairrada, possui, na Curia e em Oliveira do Bairro. A página, com ligação à própria página da Rota da Bairrada foi apresentada por Cristina Azevendo, técnica superior da Rota da Bairrada que avançou estarem já disponíveis 179 vinhos (de 19 produtores), alguns livros sobre o vinho e acessórios de vinho, existentes também nas lojas físicas. De fora estão, para já, os vários produtores regionais que futuramente virão a estar incluídos.
Para além de muita informação sobre a Rota da Bairrada, sobre os Espaços Bairrada, sobre os Produtores e Região (história, cultura e património), Cristina Azevedo destacou que os vinhos podem ser selecionados através de várias opções: Tipo (aguardente, vinho tinto, branco, rosés, espumantes); Classificação da certificação (DOC Bairrada ou IG Beira Atlântico); Ano (1965 a 2015); Produtor; Casta; Preço. O “Top 10” e as “Novidades” estão também presentes. De registar que a expedição é gratuita a partir de 100 euros para Portugal Continental e Ilhas. O pagamento pode ser feito por duas modalidades (Paypal e transferência bancária e futuramente o pagamento com referência multibanco).

Dar mais força à marca Bairrada. Jorge Sampaio, presidente da Rota da Bairrada, aproveitou a cerimónia para sublinhar a importância do dia para a Rota, já que representa o culminar de um processo que esteve a ser desenvolvido nos últimos dois anos. Um trabalho possível “graças a muitos colaboradores que têm estado a trabalhar nesta nova página (loja online)”.
Um passo importante, já que é consensual que esta nova ferramenta pode levar a Bairrada a casa de todas as pessoas apenas num clic, podendo adquirir os produtos existentes na loja virtual de uma forma simples, segura e cómoda. Por isso, destacou também ser este mais um importante passo na vida da Rota: “disponibilizar uma loja online é um trabalho que tem sido desenvolvido no sentido de levar a Bairrada para mais perto das pessoas”, destacando ainda que o objetivo, este ano, passa por “dar mais força à marca Bairrada, levando a marca pelo país e com ela os seus associados” (produtores, hotéis, restaurantes, municípios, etc.).
Aos vários convidados presentes, recordou que a abertura do Espaço Bairrada, na Curia, há seis anos, triplicou o número de visitantes, entre 2014 e 2015 e que este novo espaço, aberto em dezembro de 2015, “já está a ter mais visitas do que o da Curia, em meses homólogos”. Daí que as expectativas em relação a este Espaço Bairrada sejam grandes.

Espaço online revela estratégia, visão e ambição. Adriana Rodrigues, do Turismo Centro Portugal, reconheceu ser Jorge Sampaio o responsável pelo sucesso da Rota da Bairrada: “uma pessoa de trabalho, de trabalho persistente, insistente, ponderado e estratégico, que tem sabido ao longo deste período motivar e desafiar”, vários parceiros, neste caso a autarquia de Oliveira do Bairro, que permitiu a instalação do Espaço Bairrada no antigo Posto de Turismo.
Ciente de que os espaços físicos “são fundamentais” para que as pessoas possam conhecer os produtos, não deixou de elogiar a autarquia de Oliveira do Bairro por ter feito “uma boa aposta” ao associar-se e disponibilizar este espaço.
“A Câmara de Oliveira do Bairro conseguiu perspetivar a importância de ter um espaço destes”, sublinhou, referindo-se à região da Bairrada como “uma das mais importantes e fortes marcas que temos na região centro de Portugal”.
“A Rota da Bairrada tem realizado um trabalho muito feliz e é uma das nossas maiores marcas em termos turísticos”, destacou, concluindo que “este espaço online revela estratégia, visão e ambição”, para além de ser mais uma ferramenta de trabalho e de negócio que pode trazer aos produtores da região mais notoriedade e negócio.
Cristóvão Batista, vice-presidente da autarquia de Oliveira do Bairro, referiu-se ao site como um “espaço muito bem concebido e intuitivo” e sobre o qual não tem dúvidas do seu sucesso.
Agradado por ser “anfitrião” nesta apresentação, sublinhou a forma “apaixonada como toda a equipa da Rota da Bairrada se entrega àquilo que faz”, destacando ainda o trabalho meritório desenvolvido pela Rota da Bairrada na promoção e divulgação da região.
O vice-presidente da autarquia oliveirense realçou a importância da intermunicipalidade, do trabalho de parceria entre os municípios da região nesta matéria, o que só acontece se “formos audazes”. “É preciso ter coragem, assumir o risco, ter objetivos e concretizá-los”, de forma a levar o nome Bairrada além fronteiras.
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Sangalhos: Onda solidária a favor da Paula para  ajudar a custear tratamentos e recuperação

Sangalhos: Onda solidária a favor da Paula para ajudar a custear tratamentos e recuperação

 

“A Paula não quer desistir! Então não sejamos nós a cruzar os braços. Não vamos virar as costas à Paula.” É desta forma que familiares e amigos falam da Paula Alexandra Martins, de 38 anos, através da página criada no facebook para dar a conhecer o seu caso, mas também para divulgar as inúmeras iniciativas em curso que visam angariar fundos para ajudar os pais a suportar os tratamentos dispendiosos que está a realizar numa clínica privada, na cidade do Porto.
Melhorar o mais possível a qualidade de vida da Paula é o objetivo último, ainda que todos estejam cientes de que a jovem jamais voltará a ser como era.

Paragem cardiorrespiratória. A vida da Paula Alexandra foi, até aos 36 anos, perfeitamente normal. Casada, com dois filhos, tratava da casa, da família, assim como colaborava nas tarefas administrativas da empresa do marido. Tinha uma vida pela frente, com projetos e sonhos, como qualquer outra pessoa. Uma vida interrompida de forma abrupta quando, em janeiro de 2014, na preparação para uma intervenção cirúrgica, sofreu uma paragem cardiorrespiratória.
As sequelas deixaram-na num estado praticamente vegetativo: sem conseguir falar ou comunicar, tetraplégica, a usar fraldas, a ser alimentada por uma sonda e a ter de ser submetida a uma traqueostomia para respirar.
Nestes últimos dois anos, tem estado presa a uma cama, sem qualquer perspetiva de melhorar. O seu corpo é a sua prisão e depende 24h/dia da ajuda de terceiros. Passou por um Centro de Reabilitação, por uma Unidade de Cuidados Continuados, por uma Clínica, mas nos últimos 15 meses é a mãe que trata da Paula a tempo inteiro.

Recuperação lenta. Apesar do tempo que já passou, familiares e um grupo de amigos não desistem e fazem tudo por um sinal de melhoras. Como se diz, “enquanto há vida, há esperança” e é essa máxima que os impele a procurar soluções que, se não podem trazer a “velha” Paula de volta, lhe proporcione, ao menos, mais qualidade de vida.
Assim, através da amiga Susana Santiago, proprietária do comércio Girassol do Futuro, em Sangalhos, a família teve conhecimento da existência de uma Clínica de Reabilitação Neurológica situada no Hospital da Ordem do Carmo, no Porto, especializada em tratar pessoas com doenças neurológicas. Um espaço onde uma equipa mista de médicos, terapeutas e outros profissionais de saúde, com vasta experiência pluridisciplinar tratam de várias patologias do foro neurológico.
A equipa é coordenada pelo médico cubano Lázaro Álvarez que, depois de realizar uma avaliação em novembro de 2015, confirmou a possibilidade de alguma recuperação vista pelos mais próximos de Paula como a derradeira tentativa para a resgatar do estado em que se encontra.
Lurdes Martins, mãe de Paula, sublinha que estão a tentar estimular algumas funções cerebrais, mas reconhece que este é um processo muito lento. A acompanhar a filha no Porto, garante que irá até onde as suas forças permitirem, pois é a única filha que tem. Nunca se conformou com o destino e juntamente com o marido, Amadeu Martins, (residentes em Recardães, Águeda) têm sido os principais responsáveis na luta pela recuperação de Paula, juntamente com outros familiares e muitos amigos, aos quais se começam agora a juntar muitos anónimos, numa enorme onda solidária.
“A recuperação é lenta, mas já é visível. A Paula reagiu muito bem ao primeiro ciclo de tratamentos (estímulos cerebrais, ozono, terapia da fala, terapia ocupacional, fisioterapia), mas precisa continuar os tratamentos”, diz Susana Santiago, amiga e grande impulsionadora da campanha “Um donativo pela Paula”.
Neste momento, a Paula está no segundo mês de um ciclo de mais 28 sessões de tratamento. O único senão é o custo mensal (6.350 euros), que os pais não podem suportar.

Onda solidária. De boca em boca ou através das redes sociais, a verdade é que se está a formar uma onda solidária na recolha de material vário para reciclar. Familiares, amigos e voluntários pedem a todos que recolham tampinhas das garrafas de plástico, latas de sumos, rolhas de cortiça, jornais, revistas, cartão. Tudo isto vale dinheiro que pode ajudar a suportar os custos com os tratamentos da Paula. “É só dizerem que têm que vou recolher. Não vamos desistir da Paula”, diz Susana Santiago, que fala de ideias e projetos a desenvolver em 2016, entre os quais um jantar concerto solidário, já no próximo dia 20 de maio, no restaurante D. Rogério (Oiã), seguindo-se uma caminhada solidária, em data a marcar.

Como pode ajudar

Conta solidária a favor da Paula
IBAN PT50003502850007465690091 BIC CGDIPTPL

Locais de recolha de material para reciclar
Centro Paroquial de Aguada de Cima, de preferência ao sábado à tarde (quando se encontra alguém), durante a semana se não tiver ninguém pode-se deixar à porta; Bombeiros Voluntários de Vagos; Café “Aposta Aqui”, fica atrás do ginásio Knock-Out Health Club, Edifício a Torre, em Aveiro, perto do Jumbo; Imobiliária GuiaImóvel em frente ao ginásio Knock-Out Health Club, Aveiro e em Sangalhos, no Girassol do Futuro e também na sede do Jornal da Bairrada, em Oliveira do Bairro.

Facebook
“Um donativo para a Paula” é o nome da página criada por familiares e amigos da Paula no Facebook. Ali é feito um apelo à generosidade de todos, mas também que todos visitem e partilhem esta página, por forma a chegarem mais longe, nesta rede solidária.

Catarina Cerca

 

Posted in Águeda, Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Espumantes Bairrada a caminho da ProWein para promoção mundial

Espumantes Bairrada a caminho da ProWein para promoção mundial

 

Este ano com foco nos espumantes, com destaque para os BAGA BAIRRADA, a Comissão Vitivinícola da Bairrada (CVB) volta a promover a região na ProWein, o maior ponto de encontro entre quem vende e quem compra no mercado mundial de vinhos. Os néctares estão já de partida para a mais importante e prestigiada feira mundial do sector que vai ter lugar em Düsseldorf, na Alemanha, de 13 a 15 de março.
Depois de em 2015 a conceituada crítica de vinhos e jornalista Christina Fischer – que escreve para publicações como a Vinum, a Sommelier e a Allgemeine Hotel- und Gastronomie-Zeitung – ter ministrado um seminário em que abordou de forma mais genérica a região, seu terroir e vinhos, este ano a abordagem será mais específica, sob o tema ‘Bairrada Buble Point’. Durante cerca de uma hora, profissionais do sector e compradores internacionais vão ter a possibilidade de se “especializar” no que a Bairrada tem de mais genuíno: os seus espumantes.
Este é um dos primeiros passos de promoção do projecto de espumantes BAGA BAIRRADA fora de Portugal, mas para breve está a ser planeada uma acção de promoção em Inglaterra. Começaram por ser cinco as referências aquando do lançamento do projecto BAGA BAIRRADA em final de julho, mas o grupo aumentou para sete em outubro e para este ano estão já pensadas novidades, que se vão juntar às segundas colheitas dos primeiros néctares. Um passo de cada vez numa iniciativa na qual a região e seus players estão empenhados para que seja de continuidade e sucesso.

BAGA BAIRRADA: uma região, uma casta, um (tipo) espumante

BAGA BAIRRADA é uma iniciativa promovida pela Comissão Vitivinícola da Bairrada, aberta a todos os produtores da região, com o propósito de estabelecer um standard colectivo para “um espumante” feito a partir da casta bandeira da região, a Baga. Uma nova categoria para um produto distinto, com regras de produção e identidade gráfica próprias, criada para melhor promover e vender a região – e seus vinhos – em Portugal e no Mundo.
“A Baga é um património inquestionável, que tem que ser preservado e potenciado.”, in Plano de Ação para a viticultura bairradina.
A CVB pretende assim sinalizar, demarcar e autenticar a casta Baga como variedade típica (e predominante) da Bairrada, valorizando a casta, a região vitivinícola, e gerando notoriedade para o grande factor diferenciador: a Bairrada como região com massa crítica suficiente para fazer espumantes brancos de uma casta tinta. Embora a regulamentação desta nova categoria contemple brancos, rosados e tintos, a CVB tem como objectivo principal assegurar um denominador comum e estilo que faça crescer os espumantes “Blanc de Noirs Baga Bairrada”, em particular nos mercados de exportação, onde o espumante português ainda tem dificuldades em afirmar as suas especificidades.
Por questões climáticas, é difícil produzir todos os anos grandes (volumes de) vinhos tintos de Baga, já a qualidade de excelência nos espumantes desta casta é sempre garantida, o que faz a diferença para a região da Bairrada, ainda mais se “uniformizados” e consolidados numa categoria de produto.
A importância da casta Baga na valorização e diferenciação dos espumantes Bairrada é hoje uma realidade indiscutível. Durante anos, vários foram os produtores que encontraram nela o complemento perfeito para os seus lotes de vinho base espumante. No entanto, nos últimos 8 a 10 anos os espumantes varietais de Baga têm ganho adeptos na produção, mas também junto da crítica especializada e do consumidor, que lhe atribuem uma conotação extremamente positiva.

LISTA DE ESPUMANTES ‘BAGA BAIRRADA’

. Adega de Cantanhede . Marquês de Marialva Baga Bairrada Bruto 2013

. Aliança Vinhos de Portugal . Aliança Baga Bairrada Reserva Bruto 2013

. Caves da Montanha . Montanha Baga Bairrada Grande Cuvée 2009

. Caves Primavera . Primavera Baga Bairrada Extra Bruto 2013

. Caves São Domingos . São Domingos Baga Bairrada Bruto 2008

. Caves São João . Quinta do Poço do Lobo Baga Bairrada Bruto Natural 2013

. Rama&Selas . Rama&Selas Baga Bairrada Bruto Natural 2013

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

AgitÁgueda premiado no Iberian Festival Awards

AgitÁgueda premiado no Iberian Festival Awards

O AgitÁgueda – Art Festival foi o vencedor na categoria “Melhor Promoção Turística dos Festivais de Portugal” do  Iberian Festival Awards. A cerimónia, integrada no Talkfest – Internacional Music Festivals Fórum, decorreu na quinta-feira, dia 3 de março, no Auditório da FIL, em Lisboa.

O presidente da Câmara Municipal de Águeda, Gil Nadais, adianta que já está a ser preparada a edição de 2016 do AgitÁgueda, “com um sentido de responsabilidade acrescida”, e que em breve será divulgado o cartaz, que poderá ser consultado nos seguintes links: http://www.agitagueda.com/ e https://www.facebook.com/AgitAgueda.

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Águeda finalista do Prémio Boas Práticas de Participação

O Município de Águeda é um dos cinco finalistas do Prémio Boas Práticas de Participação, pelo que se convidam todos a votar no Orçamento Participativo de Águeda entre 1 de fevereiro e 18 de março de 2016.
O prémio de Boas Práticas de Participação, lançado no passado mês de outubro, inserido numa iniciativa da Rede de Autarquias Participativas, tem como objetivo tornar-se um incentivo à implementação, disseminação e valorização de práticas inovadoras de democracia participativa em Portugal.
Após apuramento dos cincos finalistas, anunciados a 21 de janeiro, decorre agora a fase de votação pública ao qual todas e todos são chamados a votar. Cada uma destas fases, votação do júri e votação pública, terá um peso de 50% na pontuação final.
Cada votante dispõe de dois votos, podendo votar uma vez ou duas em práticas distintas. A votação requer uma verificação com os seguintes passos:
1. Criação de um login gratuito em 30 segundos na plataforma D21: https://www.d21.me/vote/VkB4p5gtx;
2. Validação do registo através do link que recebeu no seu email;
3. Entre na ligação fornecido para o boletim de votação;
4. Pode exercer o seu direito de voto.
Nas palavras de Gil Nadais, “o voto no Orçamento Participativo de Águeda é importante, pois reforça o trabalho coletivo da primeira edição deste processo de aprendizagem conjunta entre eleitos e eleitores, que assumiu o desafio de contribuir para uma intervenção informada e responsável dos cidadãos nos processos governativos locais, o que teve reflexo numa participação em força dos aguedenses para uma efetiva correspondência entre as preocupações de cada cidadão e o bem-estar e aspirações coletivas, na perspetiva de que o contributo de todos é fundamental para obtermos um concelho melhor, mais inclusivo, mais ‘seu’ no sentido de ‘orgulho de ser Águeda’”.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Águeda 21 destaca excelência e premeia sustentabilidade

Desde 2011 que o prémio Agueda 21 procura destacar a excelência e premiar a sustentabilidade, tendo já apoiado projetos cujo montante global ultrapassa os 500 mil euros.
O Prémio ÁGUEDA 21 faz parte da Agenda 21 Local deste Município, na qual toda a comunidade é chamada a apresentar iniciativas e/ou projetos que contribuem positivamente para a concretização dos 10 Compromissos de Águeda pela Sustentabilidade.
Criado para se tornar num “estímulo à excelência e um reconhecimento das atividades da sociedade para a sustentabilidade” do município de Águeda, teve já, desde a sua primeira edição, 11 entidades que submeteram projetos distintos mas com um denominador comum: a promoção do desenvolvimento sustentável da comunidade.
Até dia 31 de março, podem apresentar candidatura ao Prémio ÁGUEDA 21 cidadãos que moram e/ou trabalham e/ou estudam no Concelho de Águeda, bem como organizações, designadamente estabelecimentos de ensino, empresas, entidades privadas sem fins lucrativos, organizações não-governamentais, associações e autarquias. As candidaturas devem ser apresentadas, em formato digital, através do envio do formulário de candidatura devidamente preenchido e que se encontra disponível, tal como o regulamento, na página web do projeto https://agueda21.wordpress.com/premio/. Pode ainda consultar a versão impressa no GAM – Gabinete de Atendimento ao Munícipe da Câmara Municipal de Águeda.
Para esta edição do Prémio são elegíveis as iniciativas e/ou projetos que tenham sido iniciados a partir de 1 de janeiro de 2015. Os vencedores podem ganhar até 2.000 euros na categoria Organizações, e até 500 euros na categoria Famílias.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Restaurante Pato Real inova mantendo a tradição

A cozinha tradicional portuguesa, com uma pitada de criatividade e inovação é o que se pode encontrar no renovado Restaurante Pato Real, no Hotel Estalagem da Pateira, em Fermentelos. Juntando alguns Chefes de renome, como Hélio Loureiro e António Loureiro (eleito Chefe Cozinheiro do Ano 2014, no âmbito da 25.ª edição das Edições do Gosto/INTER), mas também alguns fornecedores, produtores de vinhos, clientes e amigos, foi servido, na penúltima quarta-feira, dia 6 de janeiro, um almoço-buffet recheado das iguarias do Chefe Pedro Miguel, responsável pela cozinha do Restaurante Pato Real desde junho.
“Após seis meses de muito trabalho, aproveitámos o dia de hoje, Dia de Reis, para esta apresentação, juntando-vos a todos aqui, porque são clientes e amigos como vocês que nos motivam para crescer”, começou por referir a diretora do Hotel Estalagem da Pateira, Ana Teresa Salvador.
A responsável agradeceu a presença dos Chefes Hélio Loureiro e António Loureiro e outros também presentes (como o Chefe António Lagoa, da VITI), bem como dos produtores parceiros “e cujos vinhos casam com esta nossa gastronomia: Casa de Saima, Casa São Matias, Mont’Alegre, Paulo Laureano e Ribafreixo”.
Ana Teresa Salvador deixaria uma palavra especial ao Chefe da casa, “pela dedicação e pelo valor que dá a cada cliente”. “É notória e contagiante a paixão que o Chefe Pedro Miguel tem por esta profissão”, frisou.

Apostar na inovação mantendo a tradição. O Restaurante Pato Real vai manter as especialidades da casa, que continuam a atrair muitos clientes a este espaço, como o Bacalhau com natas à Pateira, a Caldeirada de enguias, os Rojões à Fermentelos, a Chanfana à Bairrada ou a Vitela assada à Vouga com batata à Padeiro.
Neste restaurante com uma vista única sobre a Pateira de Fermentelos, podem agora ser também degustados outros pratos, sempre mantendo a tradição, mas apostando na inovação, nomeadamente na apresentação e no empratamento. “Temos um serviço à americana [empratado da cozinha], sempre com um toque muito pessoal do nosso Chefe”, destacou Ana Teresa Salvador. Bacalhau braseado com batata ao alho e trouxa de legumes, Tornedó de porco grelhado com molho de pimenta da Jamaica e risotto de cogumelos, bem como todas as Pastas, são alguns dos pratos da nova Carta. O cogumelo é um ingrediente com presença destacada: “os cogumelos shitake são fornecidos pela empresa My Fungi, com quem oficializámos uma parceria”.
O Buffet da Garça funciona todos os dias da semana, ao almoço; à noite, fins de semana e feriados, o serviço é à carta.
O Hotel Estalagem da Pateira continua a ser também um espaço requisitado para eventos sociais e de empresas, apresentando várias salas, uma delas com lotação máxima de 400 pessoas.

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Canal minimiza impacto das duas primeiras cheias

A Câmara Municipal de Águeda (CMA) acredita que a construção do canal secundário do Rio Águeda ajudou a evitar males maiores na zona baixa da cidade, após duas cheias no espaço da última semana. Com o canal artificial, resultado de um investimento a rondar os dois milhões de euros, que tem 22 metros de largura em cerca de 800 metros de extensão, o rio passou a ter dois percursos, com duas alternativas para escoar a água: uma é o leito normal e a outra é o canal que foi aberto, onde há muitos anos passava o “rio velho”.
O vice-presidente da CMA, Jorge Almeida, disse ao Jornal da Bairrada, que a obra “teve um grande impacto nestas duas cheias”. “Se não fosse o canal alternativo, a Rua Vasco da Gama tinha ficado debaixo de água, o que, felizmente, não aconteceu”, afirmou o autarca, explicando que “o canal secundário do rio Águeda tem como objetivo minorar os efeitos das cheias em Águeda, em conjunto com as intervenções na ponte do campo e na ponte de Óis da Ribeira, que ainda não estão concluídas, devido à falência do empreiteiro. “A obra justificou o investimento e teve um impacto positivo na cidade”, reforçou Jorge Almeida.
Recorde-se que no início do ano, o presidente da autarquia aguedense, Gil Nadais, disse estar convencido que “com este canal e as duas pontes deixaremos de ter as cheias que tanto incomodam as pessoas aqui na baixa de Águeda. É natural que o rio venha na mesma a galgar as margens e a inundar as várzeas, mas deixará de ser um problema na área urbana, com as dimensões que tem sido”.
Ainda de acordo com o vice-presidente da autarquia aguedense, nas duas cheias registaram-se derrocadas, situações que foram resolvidas pela Proteção Civil Municipal, tendo na primeira cheia, procedido à remoção de material lenhoso que se encontrava a boiar no rio. Neste último fim de semana, Jorge Almeida deu conta que ainda se registaram inundações em algumas casas em Macinhata do Vouga, devido ao excesso de água nas valas.
“O rio subiu devido à chuva forte que se fez sentir nas encostas do Caramulo e temos ainda hoje [terça-feira], algumas ruas inundadas, onde isso é frequente, como é o caso das estradas do Sardão”, disse Jorge Almeida, afirmando que “esta última cheia foi agravada pelas descargas da Barragem de Ribeiradio”.
As zonas de Fermentelos e de Perrães (Oliveira do Bairro), como habitualmente acontece, também ficaram debaixo de água.

Foto – Patrick Ferreira

Posted in Águeda, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Blogues recomendados


Cagido

"DE MÃO EM MÃO!"
   “De mão em mão!” é um projeto promovido pela Câmara Municipal de Anadia, …


Notícias de Bustos

A. C.Arrais – Portugal na Eurocopa – 2016 (O orgulho de ser Português). MARÉ ALTA – 12.07.2016
                                                        Foi um final emocio …


Portal de Nariz

RECORTES do QUOTIDIANO – A nova etapa do Portal de Nariz
RECORTES do QUOTIDIANOPara uma Imensa Minoria… by BASTIÃO

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com