Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Moita

Anadia: Freguesia da Moita homenageia seus combatentes

Anadia: Freguesia da Moita homenageia seus combatentes

Decorreram com grande brio e solenidade as cerimónias de homenagem aos combatentes da freguesia da Moita, no passado dia 19 de novembro.
Presidiu ao ato o Presidente da Direção Central da Liga dos Combatentes, Ten. Gen. Chito Rodrigues, acompanhado pela presidente da Câmara Municipal de Anadia, Teresa Cardoso.
Estiveram presentes ainda Maj. Rui Santos em representação do Comandante do RI10-Regimento de Infantaria de Aveiro; Comandante do Destacamento de Anadia da GNR, Ten. José Carlos Magalhães; Presidente do Núcleo de Oliveira do Bairro da Liga dos Combatentes, Victor Pinto; Presidente da Junta da Freguesia da Moita, José Arlindo; Professor António Ferreira Gomes pela Universidade Sénior de Anadia; Ten. Cor. Pires Martins e Arquiteto José Eduardo Varandas, vogais da Direção Central da Liga dos Combatentes; bem como representantes de associações locais, combatentes e público.
Após a concentração no largo Alto da Feira, o presidente da Junta de Freguesia fez uma breve intervenção para agradecer a presença das entidades convidadas, e o significado do ato em si mesmo, a que se seguiu a inauguração e bênção do Monumento ao Combatentes da Freguesia de Anadia. Seguiu-se a evocação dos mortos em combate, com deposição de flores pelas associações locais, uma coroa de flores depositada pelo TGen Chito Rodrigues acompanhado por Teresa Cardoso e as honras militares devidas, prestada por uma força militar do RI10.
Seguiu-se a imposição de Medalhas das Campanhas das FAP a uma dezena de Combatentes do Ultramar, sócios da Liga dos Combatentes, núcleo de Oliveira do Bairro. Para encerrar, usaram da palavra Ferreira Gomes, na qualidade de familiar de um combatente da GG e estudioso da temática da guerra, e os Presidentes da Liga e do Executivo Municipal.

Respeito e gratidão.Ferreira Gomes afirmou que ficava bem à sociedade civil e às autarquias colaborarem no resgate merecido das memórias daqueles nossos antepassados que contra todas as adversidades acabaram heróis, independentemente das prestações militares de cada um.
O General Chito Rodrigues começou por afirmar que aquela iniciativa se destinava a homenagear aqueles, que sempre que a nossa identidade esteve em perigo, pegaram em armas para defender Portugal. Comparou a situação vivida, pelos combatentes da Guerra do Ultramar, durante os primeiros 30 anos após o 25 de Abril, com a dos combatentes da Grande Guerra, também eles abandonados e esquecidos como se em ambas as situações não fossem chamados a cumprir ordens do poder político.
Referiu que existem em todo o país 100 monumentos evocativos da 1.ª Guerra Mundial e 305 erigidos em memória dos que participaram na Guerra do Ultramar. A homenagem que se prestava com a construção daquele monumento era pois um justo tributo aqueles que partiram e não chegaram, no cumprimento de um dever.
Por último, a presidente da autarquia anadiense referiu que era com muito orgulho e grande honra que participava naquela cerimónia de homenagem em memória dos combatentes da Moita que deram o seu melhor por diversas causas. Saudou a Junta de Freguesia pela iniciativa tomada, ao prestar homenagem aos combatentes vivos e às suas famílias, não se esquecendo de ter uma palavra de respeito e gratidão por aqueles que não viram os seus filhos regressar. Felicitou também a Liga dos Combatentes pela forma empenhada e dedicada como vem desenvolvendo a sua atividade na defesa dos valores do nosso país. As cerimónias terminaram com a entoação do Hino da Liga dos Combatentes.
À tarde, enquadrada no Programa do XI Aniversário do Núcleo de Oliveira do Bairro, seguiu-se uma visita à exposição, patente na Biblioteca Municipal de Anadia, referente ao espólio do soldado anadiense Manuel Ribeiro, condecorado com a Ordem da Torre Espada, por feitos militares em África, em 1902.

Posted in Anadia, Moita0 Comentários

Caves São Domingos  acolheram 1.ª edição do ciclo de concertos “Sons na Bairrada”

Caves São Domingos acolheram 1.ª edição do ciclo de concertos “Sons na Bairrada”

A Bairrada deu início a um ciclo de concertos ‘Sons na Bairrada’ que prometeram e cumpriram, com enorme sucesso, a visita às belíssimas Caves São Domingos, a prova de três excecionais vinhos do produtor, a degustação de produtos regionais e o concerto musical.
Na passada sexta-feira, dia 28 de outubro, as Caves São Domingos encetaram, da melhor forma, os Sons na Bairrada, deixando-se invadir por mais de 60 visitantes, na sua grande maioria fora da região, e curiosos por descobrir este mundo das caves e vinhos Bairrada.
O início estava marcado para as 18h nas Caves São Domingos e a receção aos convidados foi feita na sala das aguardentes, onde estagiam em quartolas de carvalho francês aguardentes vínicas, com a degustação de espumante Rosé São Domingos (100% Baga) e um brinde de boas-vindas do presidente da Rota da Bairrada, Jorge Sampaio e o anfitrião, Alexandrino Amorim.
Seguiu-se a visita pelos túneis de espumantes, que albergam mais de dois milhões de garrafas, onde a história das Caves com mais de 75 anos foi contada efusivamente por Alexandrino Amorim. No percurso o som do clarinete de João Sousa surpreendeu os convidados.
Chegado à Sala Bairrada deu-se início ao concerto com a atuação de The Drowning Bride, tendo à guitarra e voz de Ana Figueiras e com multi instrumentismo João Sousa, que criaram um ambiente intimista com a recriação das ‘Murder Ballads’ e do folk americano.
A degustação dos produtos regionais foi acompanhada da prova de dois espumantes e um vinho tinto São Domingos, comentados pelo produtor: Espumante São Domingos Velha Reserva (Pinot Noir e Chardonnay), Espumante São Domingos Elpídio (Chardonnay e Arinto) e Vinho Tinto São Domingos Grande Escolha (Touriga Nacional, Merlot e Syrah).

Dia 18 será na Aliança Vinhos de Portugal. Os “Sons na Bairrad” voltam no dia 18 de novembro, pelas 19h30, na Aliança Vinhos de Portugal (em Sangalhos), desta vez com prova de vinhos e um jantar na cave (onde o rei é o Leitão da Bairrada), acompanhado de Lilian Raquel e Cláudio César Ribeiro Quarteto. Uma dupla brasileira que apresenta clássicos em versões próprias e também alguns originais do seu mais recente trabalho. A eles juntam-se Rogério Pitomba na bateria e Tiago Mourão no baixo. Informações e reservas na Associação Rota da Bairrada, pelo telefone 231 503 105| geral@rotadabairrada.pt.

Posted in Anadia, Bairrada, Moita, Sangalhos0 Comentários

Despiste fatal para menino de dois anos

Despiste fatal para menino de dois anos

O menino de dois anos que, na noite do dia 5 de novembro, fora vítima de um grave acidente de viação ocorrido na estrada que liga a Moita ao lugar de Ferreiros, no concelho de Anadia, acabou por não resistir à gravidade dos ferimentos. Faleceu no dia seguinte (sexta-feira, dia 6), no Hospital Pediátrico de Coimbra.
O pequeno Vasco Morais tinha apenas dois anos e seguia com o pai, numa viatura ligeira que entrou em despiste, capotou, embatendo com violência contra dois eucaliptos.
O acidente aconteceu na Rua do Vale do Fojo, por volta das 22h20, de 5 de novembro, na estrada que liga a Moita a Ferreiros.
O pai da criança, Mário Rui Morais, com 32 anos, sofreu uma fratura de um dos membros inferiores, tendo sido conduzido aos Hospitais da Universidade de Coimbra, avançou a JB o adjunto do comando dos Bombeiros Voluntários de Anadia, António Matos.
O despiste terá acontecido quando o condutor, bombeiro na corporação de Anadia há mais de uma década, se deslocava para a sua residência em Ferreiros. Ocupa o lugar de subchefe na corporação e neste fatídico dia encontrava-se a gozar um dia de férias, não estando portanto ao serviço da corporação, avançou a JB o adjunto do comando de Anadia, António Matos.
Em estado crítico, e depois de ter sofrido várias paragens cardiorrespiratórias, o bebé, que deu entrada no Pediátrico de Coimbra, acabaria por não resistir.
O corpo do pequeno Vasco foi velado na Capela de Avelãs de Cima e o seu funeral, que constituiu uma enorme manifestação de dor e pesar, realizou-se na passada terça-feira, pelas 16h, para o cemitério de São Pedro, em Avelãs de Cima.
Fonte da GNR avança que as causas do acidente ainda estão por apurar. Contudo, o condutor apresentava uma taxa de álcool superior a 1,20 gr/litro sangue, valor já considerado crime.
Para o local foram deslocadas sete viaturas de socorro e 17 bombeiros: duas ambulâncias e o INEM dos Bombeiros Voluntários de Anadia, a viatura de desencarceramento também da corporação anadiense, a SIV de Águeda e a VMER dos HUC.
A GNR de Oliveira do Bairro tomou conta da ocorrência.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Avelãs de Cima, Bairrada, Destaque, Moita0 Comentários

Anadia: Acordos de cooperação assinados com dez IPSS’s

Anadia: Acordos de cooperação assinados com dez IPSS’s

Foram dez as instituições particulares de solidariedade social (IPSS) que se fizeram representar no salão nobre dos Paços do Município de Anadia, no passado dia 14 de outubro, para a assinatura, com a Câmara Municipal, de acordos de cooperação em matéria de desenvolvimento de atividades não letivas dirigidas a crianças que frequentam jardins de infância e escolas do 1.º CEB, da rede pública, do concelho de Anadia.
Estão em causa as atividades de animação e apoio à família (AAAF) e fornecimento de refeições para crianças de oito jardins de infância, bem como o apoio referente ao programa de generalização de refeições em nove escolas do 1.º ciclo do ensino básico (1.º CEB). Os 18 acordos de cooperação agora assinados possibilitam a prestação destes serviços a um total de 594 crianças, sendo 162 do pré-escolar e 432 do 1.º CEB.
Os acordos foram celebrados com a Associação Social Avelãs de Caminho, Casa do Povo de Amoreira da Gândara, Centro Social Poutena, CAS V.N. Monsarros, Centro Social e Paroquial da Moita, Centro Social N.ª S.ª do Ó de Aguim, Centro Social de Avelãs de Cima, Centro Social Paredes do Bairro, Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores e da Misericórdia da Freguesia de Sangalhos.

 

Câmara entrega 48.500 euros de subsídios às IPSS´s
Numa tarde de assinatura de protocolos de colaboração, as IPSS’ s foram ainda brindadas com a novidade do Concerto Solidário de Natal, cuja receita reverterá a favor das IPSS’s do concelho (ver texto ao lado), mas também com a atribuição de subsídios camarários que totalizam 48.500 euros.
O executivo aprovou a atribuição de subsídios a todas as 18 instituições de solidariedade social do concelho. Os apoios agora atribuídos pela autarquia destinam-se a contribuir para o reforço da capacidade de resposta das IPSS de Anadia no seu trabalho diário de intervenção social com vista ao auxílio às famílias, crianças, jovens, idosos, e integração social e comunitária, que se traduz na concessão de bens e na prestação de serviços.
Na ocasião, a edil recordou que as dificuldades des todas elas são diferentes, pois têm respostas sociais diferentes e número de utentes igualmente diferentes. Todas com as suas especificidades e valências o que as torna mais ou menos complexas. Por isso, o executivo adotou uma metedologia para a atribuição dos subsídios. Foi criado um critério de diferenciação em função do número de utentes.
Como explicou, “ter 15 crianças ou 15 idosos é diferente. Pode não ser um critério de todo justo, mas temos de criar essa diferenciação”, sublinhando, contudo, que “o apoio não acaba aqui. O apoio está presente as solicitações que nos vão fazendo chegar, estando a Câmara sempre disponível para vos apoiar nas várias solicitações que nos fazem”.

 

CC

Posted in Anadia, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Bairrada, Mogofores, Moita, Paredes do Bairro, S. Lourenço Bairro, Sangalhos, Tamengos0 Comentários

Anadia: Apoios ao desporto somam 159.500 euros e 31.600 quilómetros

Anadia: Apoios ao desporto somam 159.500 euros e 31.600 quilómetros

A assinatura dos contratos-programa de desenvolvimento desportivo, estabelecidos entre a Câmara Municipal de Anadia e diversas coletividades sediadas no concelho, e referentes à época 2015-2016, decorreu no passado dia 12 de outubro, pelas 18h, em cerimónia realizada no salão nobre dos Paços do Município.
Tal como aconteceu na época anterior, os contratos foram celebrados ao abrigo do “Programa de Apoio Municipal ao Desenvolvimento Desportivo” (PAMDD), aprovado pela autarquia em 2014. Totalizam para a época de 1015/16 o montante de 159.500 euros a que se soma ainda o apoio em transportes (quilómetros) no total de 31.600 quilómetros.
Trata-se de um documento que visa orientar a concessão de apoios pelo município às entidades que desenvolvem atividade de natureza desportiva, e que sistematiza os procedimentos que decorrem da legislação que vigora nesta matéria. Por outro lado, procura também estabelecer um modelo criterioso de benefícios públicos que apoie, de forma adequada, as associações desportivas, garantindo princípios como a equidade, a proporcionalidade, a legalidade, a transparência, a universalidade, a igualdade e a prossecução do interesse público, entre outros.
O PAMDD pretende, ainda, assegurar uma efetiva monitorização da aplicação desses benefícios, definindo as formas da sua concretização, fixando os critérios de seleção das ações ou projetos a apoiar, estabelecendo os métodos de avaliação dos apoios concedidos e garantindo o cumprimento dos direitos e das obrigações das partes.
Assim, a atribuição destes apoios da autarquia acontece na sequência da aprovação, pelo executivo municipal, das candidaturas oportunamente apresentadas pelas associações desportivas do concelho ao PAMDD.

Posted in A. da Gândara, Aguim, Anadia, Ancas, Arcos, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Bairrada, Mogofores, Moita, Óis do Bairro, Paredes do Bairro, S. Lourenço Bairro, Sangalhos, Tamengos, V. Nova de Monsarros, Vilarinho do Bairro0 Comentários

Mogofores: Noite de Variedades a favor da Casa Amarela, dia 19

Mogofores: Noite de Variedades a favor da Casa Amarela, dia 19

A Paróquia de Mogofores, através do conjunto de madrinhas e padrinhos da Casa Amarela, está a preparar uma noite de variedades destinada a angariar fundos para a recuperação daquele imóvel, onde funcionará o futuro Centro de Cultura e Paroquial de Mogofores, anunciou o pároco José Fernandes.
Depois dos trabalhos já realizados nos últimos cinco anos, em termos da recuperação da estrutura e telhado (reboco, pintura e alumínios) deste antigo e emblemático edifício que albergou o Barão de Mogofores, que entretanto se degradou, a paróquia quer agilizar as obras para disponibilizar, previsivelmente em janeiro próximo, o primeiro piso da obra onde funcionará o Oratório, “um centro juvenil à D. Bosco, para apoio a atividades dos jovens da paróquia”, explicou José Fernandes.
Será também naquele edifício que funcionará a catequese e todos os restantes serviços paroquiais, lembra o pároco, destacando a possibilidade de o imóvel poder acolher, no futuro, outras realizações de âmbito religioso/cultural.
É para dar seguimento ao projeto que vai realizar-se no próximo dia 19, no Pavilhão dos Salesianos de Mogofores, uma noite de variedades para angariar fundos para esta obra. Esta tem sido uma das soluções de financiamento encontradas para custear este investimento, com a realização de ações culturais a que vários artistas deram as mãos, entre eles o vizinho José Cid, que, entre outros, tem sido um dos grandes beneméritos da paróquia.
Assim, no dia 19 haverá teatro pela mão da secção cultural da Associação de Dadores de Sangue de Mogofores (ADABEM) e fado com o grupo Tertúlia Bairradina, numa noite com petiscos e outras surpresas em torno da Casa Amarela.
Mais informações e inscrições junto da Paróquia de Mogofores ou pelos telefones 916169708 (José Fernandes), 967211010 (Fátima) e 914095270 (João).

Posted in Anadia, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Bairrada, Destaque, Mogofores, Moita, Paredes do Bairro, S. Lourenço Bairro, Sangalhos, Tamengos0 Comentários

Festival Anadia Jovem com Dengaz, Carolina Torres  e muitos outros

Festival Anadia Jovem com Dengaz, Carolina Torres e muitos outros

O final das férias não tem de ser triste e a prová-lo aí está o “Festival Anadia Jovem”, que, nos próximos dias 11 e 12 de setembro (sexta-feira e sábado) vai levar a música e a animação a Anadia, mais concretamente ao recinto da Feira da Vinha e do Vinho, no Vale Santo.
É ao som de Dengaz, de MC Fly (Andy Scotch) e dos DJs Carolina Torres, “Double Grooves” e “Hardboys” que a festa se vai fazer nas duas noites do evento. Mas, no segundo dia do festival, o programa tem início mais cedo, pelas 17, com aquela que é a grande novidade da edição deste ano: o festival de bandas da região. Em palco estarão “Beside Charlie”, “Destes 3”, “Filhos da Música”, “Junkie Birds”, “M’ Humble Freaks”, “The Darwins”, “The Mad Bad Family”, “The Mokes”, e “Two Pirates and a Dead Ship”, que irão dar a conhecer a nova música feita e tocada na Bairrada, numa parceria com a Rádio Província FM 100.8. As novidades estendem-se também aos habituais pontos de animação do recinto, onde, este ano, marcam presença três marcas de cerveja artesanal “made in” concelho de Anadia.
Os bilhetes já estão à venda, podendo ser adquiridos na Tesouraria da Câmara Municipal de Anadia (das 8h30 às 13h e das 14h às 16h), na Biblioteca Municipal (das 10h às 13h e das 14h às 19h) e nas Piscinas Municipais (de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h, e ao sábado, das 9h às 13h e das 15h às 20h).
No recinto do festival, as bilheteiras abrem às 20h, na sexta-feira, e às 16h30, no sábado.
O preço dos bilhetes é convidativo (dois euros), e os portadores do “Cartão Anadia Jovem” terão direito a um desconto de 50%.
O festival dá continuidade à “Festa Anadia Jovem”, realizada em setembro de 2014, e enquadra-se no conjunto de ações de apoio à juventude desenvolvidas pela Câmara Municipal de Anadia e integradas no programa “Sentir Anadia”. Mais uma vez, o evento ocorre em estreita relação com o projeto “Cartão Anadia Jovem”, e conta com o apoio de diversas empresas do concelho que também colaboram na atribuição de benefícios aos jovens mediante o uso do cartão.

Posted in Anadia, Avelãs de Cima, Bairrada, Cantanhede, Mealhada, Mogofores, Moita, Oliveira do Bairro, S. Lourenço Bairro, Sangalhos0 Comentários

Câmara Municipal de Anadia reforça subsídios às Juntas de Freguesia

Câmara Municipal de Anadia reforça subsídios às Juntas de Freguesia

O executivo da Câmara Municipal de Anadia decidiu, por unanimidade, na última reunião, realizada a 29 de julho, reforçar em 139.513 euros os subsídios a atribuir às 10 Juntas de Freguesia do concelho.
O reforço financeiro agora concedido corresponde a 25% do valor do FEF (Fundo de Equilíbrio Financeiro) e é atribuído de acordo com os projetos e obras apresentados por cada uma das freguesias, e cujo investimento global ronda os 194 mil euros.
Segundo a edil Teresa Cardoso, as verbas são ser pagas em duas tranches: uma primeira parte (50%) até final da primeira quinzena de agosto e a outra metade até final do ano.
Teresa Cardoso avança ainda que a maioria das Juntas optou pela requalificação de espaços públicos, jardins e valetas.

Leia a notícia completa na edição de 13 de agosto do Jornal da Bairrada

Posted in A. da Gândara, Anadia, Ancas, Arcos, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Bairrada, Mogofores, Moita, Óis do Bairro, Paredes do Bairro, S. Lourenço Bairro, Sangalhos, Tamengos, V. Nova de Monsarros, Vilarinho do Bairro0 Comentários

Moita: Nove semanas de férias desportivas na Aldeia do Rugby

Moita: Nove semanas de férias desportivas na Aldeia do Rugby

Esta é já a 6.ª edição das férias desportivas “Aldeia do Rugby”. Vai decorrer de 15 de junho a 14 de agosto, na Moita, e destina-se a crianças e jovens, dos 5 aos 15 anos.
Estas férias desportivas decorrem de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30, contudo, o horário pode ser ajustado de acordo com as necessidades dos encarregados de educação.
Com cinco edições já decorridas, as férias desportivas da Aldeia do Rugby integram, este ano, muitas novidades.
Futebol, rugby, praia, insufláveis, visitas culturais, fit-futebol, zumba, aeróbica, frisbee, basquetebol, orientação, jogos do conhecimento, jogos tradicionais, Jogo do Beto, Defesa Pessoal, watterball, patinagem, culinária, DJ são apenas algumas das propostas para nove semanas cheias de animação.
O preço semanal é de 30 euros e inclui acesso às atividades sem custo adicional, reforço da manhã e da tarde, almoço, água durante todo o dia e banho.
Com inscrições limitadas a 30 participantes, as inscrições podem ser efetuadas até às 16h, de sábado, que antecede o início da semana.
Semanas de funcionamento: 1.ª semana (15 a 19 de junho); 2.ª (22 a 26 de junho); 3.ª (29 de junho a 3 de julho); 4.ª (6 a 10 de julho); 5.ª (13 a 17 de julho); 6.ª (20 a 24 de julho); 7.ª (27 a 31 de julho); 8.ª (3 a 7 agosto) e 9.ª (10 a 14 de agosto).
Inscrições junto de Rui Rodrigues (918636066).

Posted in Anadia, Bairrada, Moita0 Comentários

Anadia: Homenagem a herói militar

Anadia: Homenagem a herói militar

O soldado anadiense Manuel Ribeiro, herói militar nas campanhas de Angola em 1902, vai ser homenageado pela Câmara Municipal de Anadia, em cerimónia que terá lugar no próximo dia 10 de janeiro, pelas 16h, na Biblioteca Municipal.
Na ocasião, será assinado, entre Carlos Ribeiro, neto do homenageado, e a Câmara Municipal de Anadia, um protocolo que formaliza a doação, ao Município, de espólio de Manuel Ribeiro (1879-1936), que ficará em exposição permanente nas instalações da Biblioteca Municipal. Deste conjunto de bens fazem parte as insígnias do grau de cavaleiro da Ordem de Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito, com que foi condecorado pela rainha regente D. Maria Pia pelos seus atos de heroísmo durante a campanha militar de 1902 no Bailundo, em Angola. Integrava, então, a Companhia dos Dragões de Moçâmedes que, sob o comando do capitão Joaquim Teixeira Moutinho, teve como missão suster a revolta das populações do Bailundo (atual Huambo), no planalto central angolano. Durante a campanha, destacou-se pela sua ousadia e valentia em arriscadas ações, que contribuíram para o sucesso das operações. No respetivo relatório, o capitão Moutinho destacou os feitos de três dos seus homens, propondo que lhes fosse conferido o grau de cavaleiro Ordem de Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito, sendo Manuel Ribeiro um desses militares.
Nesta cerimónia de assinatura do Protocolo de Doação do Espólio do Soldado Manuel Ribeiro, será apresentado ao público o espólio doado, ficando a cargo do Coronel Manuel Ferreira da Silva, a explicação do significado histórico da condecoração.
Lembramos que o nome de Manuel Ribeiro foi atribuído, pela Câmara Municipal, a uma rua e a uma praceta em Anadia, aquando da homenagem que a autarquia lhe prestou em 1997, no âmbito da qual se procedeu à trasladação, com honras militares, dos seus restos mortais para o novo cemitério da cidade, e à publicação de um estudo sobre o soldado, da autoria de Carlos Bento.

Posted in Anadia, Bairrada, Moita0 Comentários

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com