Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Sangalhos

Sangalhos: Seguro escolar cobrado pela Misericórdia aos pais pode ser desnecessário

Sangalhos: Seguro escolar cobrado pela Misericórdia aos pais pode ser desnecessário

Os oito euros anuais para seguro escolar cobrados pela Misericórdia de Sangalhos a cerca de 20 encarregados de educação com crianças na EB n.º1 de Sangalhos (Cruzeiro), que almoçam em instalações da Misericórdia (mas não frequentam o ATL), poderá ser desnecessário, já que todas as crianças e jovens que frequentam a rede escolar pública estão abrangidas por um seguro escolar suportado pelo Ministério da Educação e que cobre também a hora do almoço. Assim, o montante que vem sendo cobrado nos últimos anos poderá não ter cabimento.

Trapalhada com o período de almoços. No centro da questão está uma confusão que se prende com o período de almoço. A maioria dos alunos da EB almoça nas instalações do Centro de Bem Estar Infantil da Misericórdia de Sangalhos, no âmbito de um protocolo entre a Câmara de Anadia e a instituição, que dista uns escassos 100 metros da escola.
As crianças vão, a pé, para o local onde almoçam, regressando à escola para as aulas da tarde, sempre acompanhadas por funcionárias da instituição. Ora a questão prende-se precisamente com o hiato de tempo entre o momento em que os alunos saem e regressam à escola, período este em que permanecem nas instalações da Misericórdia.
JB sabe que, na primeira reunião com os pais, em setembro, ter-lhes-á sido pedida pela Misericórdia aquela verba, relativa ao seguro escolar. No entanto, a mesma poderá não passar de uma duplicação de seguro, uma vez que, de acordo com o Despacho n. 18987/2009, referente ao Programa de Generalização do Fornecimento de Refeições Escolares aos Alunos no 1.º Ciclo, “os acidentes decorrentes na prestação do serviço de fornecimento de refeições escolares que envolvam alunos no âmbito da execução do Programa são cobertos por seguro escolar, nos termos legais”.
Manuel Gamboa, provedor da Misericórdia de Sangalhos, explica que a decisão de cobrar o seguro “tem alguns anos” e surgiu quando a instituição foi confrontada com a questão dos acidentes. “Como nunca houve resposta efetiva da escola no momento dos mesmos e para nos precavermos, propusemos este produto aos pais, que até hoje aceitaram, aliás percebendo que era uma melhoria em termos de serviço”, destaca.
Contudo, a questão do seguro foi agora levantada numa reunião pública do executivo de Anadia, tendo a edil Teresa Cardoso sido questionada sobre o seguro e o seu enquadramento. Na altura, a presidente de Câmara mostrou-se surpresa com a questão colocada pela vereadora Lígia Seabra, já que desconhecia tal situação, deixando a promessa de que se iria inteirar do problema.
Agora, o provedor justifica que “perante o risco inerente a este transporte e permanência nas nossas instalações, entendemos que deveria existir um seguro”, exigindo ver a apólice. “Essa apólice tem de vir às nossa mão para, de facto, deixarmos de cobrar esse valor”, diz, admitindo ter já consultado o Instituto Nacional de Seguros: “não é assim tão líquido que essa apólice escolar cubra os riscos todos”.
Embora o protocolo com a autarquia de Anadia especifique o local do almoço (refeitório da Misericórdia), o provedor defende que “têm de nos dizer por escrito como é. Estamos à espera desses esclarecimento por parte da DGEstE para ver qual o procedimento a tomar em caso de acidente e quem contactar”.
Manuel Gamboa admite que “na dúvida fizemos uma opção”, pelo que será feita uma proposta aos pais de manterem o seguro mas, alerta: “se eles não aceitarem, a responsabilidade é remetida para os próprios e para a escola”, estranhando ainda que o assunto tenha sido abordado numa reunião de executivo e não diretamente com a Misericórdia.
Alguns pais dizem que esta embrulhada seria evitada se o Centro Escolar de Sangalhos tivesse aberto no início do ano letivo: as crianças deixariam de andar para trás e para a frente, à chuva e ao frio na hora do almoço, e a questão do seguro já não se colocaria, já que os encarregados de educação da Escola da Pista e da Fogueira não o pagam. “É uma questão de equidade”, defendem.
Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Anadia: Feira Social, no Velódromo, arranca no dia 16 de outubro

A Câmara Municipal de Anadia inaugura, no próximo dia 16 de outubro, pelas 14h30, no Velódromo Nacional, em Sangalhos, a quinta edição da Feira Social de Anadia, mostra que estará patente até 18 do corrente, entre as 14 e as 18h, com entrada gratuita.
Organizada pela autarquia, em parceria com as instituições concelhias, esta será a quinta mostra global de projetos sociais desenvolvidos e implementados, junto da sociedade civil, no concelho. Nela participarão todas as Instituições Particulares de Solidariedade Social e Santas Casas da Misericórdia existentes no concelho, bem como outras entidades que integram a Rede Social de Anadia.
Durante os três dias da Feira, o público terá a oportunidade de assistir ou de participar num vasto leque de atividades. Uma dessas iniciativas está já a decorrer: trata-se da ação solidária “Ajude a Ajudar, Traga um Género Alimentar!” que, a propósito do Dia Internacional contra a Erradicação da Pobreza e da Exclusão Social (17 de outubro), tem como objetivo a recolha de géneros alimentares, que serão entregues a famílias com comprovada carência económica, devidamente sinalizadas por entidades da área social do concelho. Neste momento, os donativos podem ser entregues nas instituições sociais, e, no decorrer da Feira, poderão também ser entregues no recinto da mesma. Para além de ajudar famílias desfavorecidas, esta ação visa igualmente sensibilizar a comunidade em geral para a problemática da pobreza e da exclusão social.
No âmbito desta 5.ª Feira Social de Anadia, serão também dinamizados diversos workshops, bem como outras atividades de caráter diverso, que passam por atuações a cargo das instituições sociais, bem como animação infantil, circuito de prevenção rodoviária, demonstração de karaté, e os projetos “Livraria Social” e “Árvore da Sabedoria Social”. No dia 18 de outubro, entre as 16h e as 18h, junto ao edifício do Velódromo, os visitantes terão também a possibilidade de realizar um voo cativo em balão de ar quente, graças a uma parceria com a Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro.

Posted in A. da Gândara, Aguim, Anadia, Ancas, Arcos, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Mogofores, Moita, Óis do Bairro, Paredes do Bairro, Por Terras da Bairrada, S. Lourenço Bairro, Sangalhos, Tamengos, V. Nova de Monsarros, Vilarinho do Bairro0 Comentários

Misericórida de Sangalhos requalifica e amplia instalações

Depois do projeto de requalificação e ampliação do Lar da Misericórdia de Sangalhos ter sido apresentado publicamente na tarde do passado dia 20 de setembro, no auditório do Centro paroquial de Sangalhos, em cerimónia presidida pelo bispo de Aveiro, D. António Moiteiro Ramos, mas onde estiveram também presentes Rui Cruz, diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Aveiro, Paulo Gravato, presidente do Secretariado Regional de Aveiro da UMP e Teresa Cardoso, presidente da Câmara de Anadia, agora, foi a vez do projeto ser apresentado no Plenário do Conselho Local de Ação Social de Anadia.
Foi na última quinta-feira, dia 25 de setembro, no auditório do Museu do Vinho, em Anadia.
Na oportunidade, Helena Le Branc, Vera Felício, responsáveis da Misericórdia juntamente com o provedor Manuel Gamboa apresentaram o projeto aos parceiros, sublinhando a importância de uma obra que visa diminuir a lista de espera que é já de 76 pessoas, mas porque o atual edifício apresenta carências de vária ordem. De resto, o provedor salientou a pertinência da obra, porque as atuais instalações não cumprem o normativo em vigor, mas porque é igualmente necessário manter mais de uma centena de postos de trabalho, assim como garantir que os utentes passam a usufruir de um espaço harmonioso e acolhedor. Por isso, o Núcleo Executivo da Rede Social de Anadia não teve dificuldade em emitir um parecer favorável, para o alargamento de acordo de cooperação da resposta social de Estrutura Residencial para Idosos para 30 clientes.
A obra de grande envergadura, que deverá arrancar em 2015, terá um ano para ficar concluída. Orçada em dois milhões e meio de euros (acrescido de IVA), prevê-se que venha a ser objeto de uma comparticipação de fundos comunitários na casa dos 70%.
Este projeto de requalificação e empliação embora urgente, será feito faseadamente começando pela ampliação, na medida em que o Complexo Social de Apoio à Pessoa Idosa, com 32 anos de vida, está desajustado das necessidades atuais.
O complexo passará a ter três pisos – atualmente tem dois – com capacidade para 60 camas, em condições de conforto e segurança completamente distintas, criando também mais postos de trabalho.
Acrescente-se ainda que está previsto que todos os quartos duplos e individuais venham a ter varanda, a construção de uma capela, biblioteca/museu, integrando elevadores e acessibilidades várias, entre muitos outros melhoramentos.
CC

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Sangalhos: Assunção Cristas inaugura sexta-feira “Encontro com Vinhos e Sabores – Bairrada” no Velódromo Nacional

É já amanhã, sexta-feira, que tem início o ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ (EVSB), evento que se prolonga até domingo no Centro de Alto Rendimento – Velódromo de Sangalhos, em Anadia. A inauguração é às 17h e vai contar com a presença, entre outras individualidades, da Ministra da Agricultura e do Mar. Assunção Cristas vai também marcar presença na entrega de prémios da 4.ª edição do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’, às 19h30 do mesmo dia.
De recordar que este é um importante evento de promoção conjunta que tem como objectivo potenciar as fileiras da vinha, do vinho, da gastronomia e do turismo da região da grande Bairrada. O EVSB acontece pelo segundo ano consecutivo, sendo a organização da responsabilidade da Comissão Vitivinícola da Bairrada, da Turismo do Centro de Portugal e do Município de Anadia, e a produção a cargo da Revista de Vinhos.

Sessenta produtores com vinhos e sabores à prova

São 60 os produtores de vinhos e sabores da região que têm lugar marcado na 2.ª edição do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada’. O Velódromo de Sangalhos vai reunir uma mostra de produtos, de onde se destacam os espumantes, os vinhos (tintos, brancos e rosés), as aguardentes, as águas, o leitão da Bairrada, o pão da Mealhada, os ovos moles de Aveiro, os Amores da Curia, as queijadas de Águeda, o Folar de Vale de Ílhavo, entre muitos outros. Vai ainda haver espaço para a divulgação da oferta turística: enoturismo, turismo termal, hotelaria e restauração.
Este certame vai também ser palco de três provas comentadas de vinhos (informação abaixo) e de dois jantares temáticos harmonizados com vinhos e espumantes da região. e comentados pelo crítico gastronómico Fernando Melo. A abrir as hostes, o primeiro jantar é dedicado aos ‘Sabores do Mar’ e é da autoria d’O Rei dos Leitões (eleito pela Revista de Vinhos como o Melhor Restaurante de Cozinha Tradicional em 2013), embora servido no restaurante do Velódromo de Sangalhos. No mesmo espaço, mas no dia seguinte, é a vez do restaurante Mugasa dar cartas nos ‘Sabores da Terra’; o famoso e delicioso leitão da Bairrada não vai faltar!
A entrada na feira é gratuita, sendo que a prova de vinhos implica a aquisição de um copo – no valor de 3 euros ou de 2 euros para quem apresentar convite no acto da compra – com oferta de porta-copo. Os horários variam consoante os dias: das 17h00 às 22h00 na sexta-feira, dia 3; das 15h00 às 22h00 no Sábado, dia 4; e entre as 15h00 e as 20h00 no Domingo, dia 5.

Prova de vinhos míticos: “Os Bairrada que fizeram história – 1985 a 2011”

A monumentalidade e raça dos vinhos da Bairrada vai estar “à prova” no EVSB, com destaque para uma prova inédita – e já esgotada –, que se vai realizar no Sábado, dia 04, às 18h00, no Museu do Vinho Bairrada: são treze os escolhidos de entre os melhores vinhos feitos na região, entre as colheitas de 1985 e 2011. Néctares com história e estórias para contar, que vão surpreender pela sua autenticidade, carácter e identidade; e, no caso dos mais antigos, pela longevidade.
A prova ‘Os Bairrada que fizeram história – 1985 a 2011’ vai ser comentada pelo crítico e director da Revista de Vinhos, Luís Ramos Lopes, que selecionou um conjunto de vinhos raros e grandiosos, como os brancos ‘Frei João 1988’ e ‘Campolargo 2011’ (distinguido recentemente como o melhor branco no International Wine Challenge), ou os tintos ‘Sidónio de Sousa 1985’, ‘Casa de Saima Garrafeira 1990’, ‘Quinta das Bágeiras Garrafeira 1995’ e ‘Quinta do Ribeirinho Pé Franco 2011’, entre muitos outros de idêntico gabarito. Uma mostra de vinhos complexos – declaradamente com perfil fresco, equilibrado e elegante – e muito prazerosos, sobretudo à mesa, onde revelam elevado potencial gastronómico.
Estão ainda agendadas mais duas provas: ‘Bairrada de Excelência | Espumantes’ (sexta-feira às 18h00) e ‘Bairrada de Excelência | Brancos e Tintos’ (Domingo às 16h00), comentadas pelos críticos da Revista de Vinhos João Paulo Martins e Nuno Oliveira Garcia, respectivamente.

Mais de 100 vinhos postos à prova no ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’

Em paralelo ao evento, vai ter lugar a 4.ª edição do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’, que vai por à prova de cerca de 20 jurados – entre críticos, jornalistas, escanções e comerciantes de vinho – mais de 100 vinhos, todos eles certificados pela Comissão Vitivinícola da Bairrada. Entre as categorias mais comuns, destaque para aquela que vai eleger o ‘Melhor Espumante de Baga’, a casta bandeira da região, que se destaca pela originalidade e versatilidade para produzir grandes vinhos tintos e frescos espumantes brancos e rosés.
As uvas que dão origem aos vinhos (DO – Denominação de Origem) Bairrada provêm de terrenos de argila, calcário e areia. A proximidade do mar oferece-lhes um clima Atlântico, com temperaturas moderadas, e as suaves colinas que caracterizam a região possibilitam diferentes tipos de exposição solar. Um blend perfeito para vinhos com um estilo muito próprio, uma personalidade fresca, vivaz e consistente. Os especialistas dizem que “beber um Bairrada é como colocar uma pedra de calcário na boca, tal é a frescura deixada por este vinho”.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Local: Centro de Alto Rendimento de Anadia – Velódromo Nacional | Rua Ivo Neves, 405 – Sangalhos
Data: 03 a 05 de Outubro
Horários: 17h00 às 22h00 (dia 03); 15h00 às 22h00 (dia 4); 15h00 às 20h00 (dia 05)
Entrada: gratuita
Copo: compra obrigatória para prova de vinhos | € 3,00 ou € 2,00 (com convite), com oferta de porta-copo

PROGRAMA

SEXTA-FEIRA | 03 OUTUBRO
17h00 Inauguração do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ | Abertura da Feira
com a presença de Assunção Cristas, Ministra da Agricultura e do Mar
18h00 Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência | Espumantes’
comentada pelo crítico João Paulo Martins (no Velódromo)
19h30 Entrega de Prémios do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’ – por Assunção Cristas
20h00 Jantar Temático ‘Sabores do Mar’ pelo restaurante Rei dos Leitões
harmonizado com Espumantes e Vinhos da Bairrada pelo crítico Fernando Melo (no Velódromo)
22h00 Encerramento da Feira

SÁBADO | 04 OUTUBRO
15h00 Abertura da Feira
18h00 Prova de Vinhos ‘Os Bairrada Que Fizeram História – 1985 a 2011’
comentada pelo crítico Luís Lopes (no Museu do Vinho da Bairrada)
20h00 Jantar Temático ‘Sabores da Terra’ pelo restaurante Mugasa
harmonizado com Espumantes e Vinhos da Bairrada pelo crítico Fernando Melo (no Velódromo)
22h00 Encerramento da Feira

DOMINGO | 05 OUTUBRO
15h00 Abertura da Feira
16h00 Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência | Brancos e Tintos’
comentada pelo crítico Nuno Oliveira Garcia (no Velódromo)
20h00 Encerramento da Feira

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Ílhavo, Mealhada, Por Terras da Bairrada, Região, Sangalhos, Vagos0 Comentários

Sangalhos: Bairrada mostra raça dos seus vinhos em prova inédita

A monumentalidade e raça dos vinhos da Bairrada vai estar “à prova” no ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’, evento que se realiza de 3 a 5 de outubro no Centro de Alto Rendimento – Velódromo Nacional de Sangalhos.
Em paralelo ao evento, vai ter lugar a 4.ª edição do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’, que vai distinguir, entre outras categorias, o Melhor Espumante de Baga, a casta bandeira da região, que se destaca pela originalidade e versatilidade para produzir grandes vinhos tintos e frescos espumantes brancos e rosés. Os resultados vão ser conhecidos no dia de abertura do ‘Encontro com o Vinhos e Sabores – Bairrada 2014’ e os prémios entregues pela Ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, às 19h30.
Mas em destaque vai estar também uma prova inédita, a realizar-se no sábado, dia 4, às 18h, no Museu do Vinho Bairrada: são 13 os escolhidos de entre os melhores vinhos feitos na região, entre as colheitas de 1985 e 2011. Néctares que vão surpreender pela sua autenticidade, caráter e identidade; e, no caso dos mais antigos, pela longevidade. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Sangalhos: Ampliação do Lar em 2015 mas sem aumento do número de camas

Sangalhos: Ampliação do Lar em 2015 mas sem aumento do número de camas

O projeto de ampliação do Lar da Misericórdia de Sangalhos foi apresentado, com toda a pompa e circunstância, na tarde do último sábado, em cerimónia presidida pelo bispo de Aveiro, D. António Moiteiro Ramos, mas onde estiveram também presentes Rui Cruz, diretor do Centro Distrital da Segurança Social de Aveiro, Paulo Gravato, presidente do Secretariado Regional de Aveiro da UMP e Teresa Cardoso, presidente da Câmara de Anadia.

Obra urgente. Após uma visita às atuais instalações, a apresentação do projeto de ampliação e remodelação do Complexo Social de Apoio à Pessoa Idosa decorreu no Salão Paroquial local, perante a presença de muitos irmãos, familiares de utentes e amigos.
Na ocasião, Amândio Albuquerque, presidente da Assembleia-geral da Misericórdia sangalhense, referiu-se ao evento como “o primeiro passo de um marco decisivo na história futura da nossa Misericórdia”.
Uma obra de grande envergadura que levou também Paulo Gravato a desejar “coragem” à mesa administrativa por forma a conseguir levar a bom porto tamanha empreitada.
Uma das intervenções mais aguardadas era a de D. António Moiteiro Ramos, que assumiu funções na Diocese de Aveiro há apenas duas semanas.
Nesta sua deslocação a Sangalhos, numa das primeiras visitas oficiais que realiza, sublinhou a colaboração do Governo e da autarquia, que considerou serem fundamentais “para meter mãos a este empreendimento”, destacando ainda que neste tempo de desafios às instituições, agravado pela crise, há instituições, como é o caso da Misericórdia de Sangalhos, que não se deixa abater ou resignar perante as dificuldades: “isto é digno de registo, pois é um ato de coragem”, diria.

Conclusão em 2016. A obra, orçada em dois milhões e meio de euros (acrescido de IVA) será, segundo revelou Manuel Gamboa, iniciada em 2015, prevendo-se uma comparticipação de fundos comunitários na casa dos 70%. Uma obra urgente, na medida em que o Complexo Social de Apoio à Pessoa Idosa, com 32 anos de vida, está desajustado das necessidades atuais, não cumprindo o normativo em vigor. O complexo passará a ter três pisos – atualmente tem dois – mantendo, contudo, as atuais 60 camas disponíveis, mas em condições de conforto e segurança completamente distintas. A obra, que deverá ficar concluída em 2016, prevê ainda a construção de uma capela, biblioteca/museu, integrando elevadores, entre muitos outros melhoramentos.
“Será um espaço harmonioso, acolhedor, funcional e onde a vida de cada irmão possa ser digna e feliz”, diria Manuel Gamboa, dando nota de que a obra vai ser alvo de uma candidatura a fundos comunitários, já que o próximo Quadro Comunitário de Apoio favorece a requalificação do edificado.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Sangalhos: Freguesia encerra comemoração do Foral com exposição, convívio e música coral

O balanço das comemorações alusivas aos 500 anos de foral manuelino, em Sangalhos, não poderia ser mais positivo, embora o conjunto das comemorações só termine no próximo domingo, dia 21, com ciclismo: Encontro Regional de Escolas de Sangalhos – Estrada.
A JB, o autarca António Floro destacou os momentos mais significativos, vividos no último sábado, dia 13.
A exposição de mais de 200 fotos antigas, gentilmente cedidas por muitos sangalhenses e vários objetos e peças, retrataram um pouco da vida social, económica, comercial e empresarial da freguesia, entre 1900 e 1960/70. Basquete, ciclismo, convívios, casamentos, cortejos, jantares no Eden Club são alguns dos aspetos que todos podem recordar. A mostra está patente na biblioteca da Junta de Freguesia e a visita é obrigatória, pela “lição” que dá a todos nós. “A não perder”, diz o autarca, satisfeito com a participação e cedência de tão ricos fragmentos da vida da freguesia.
Durante a tarde, a festa foi feita por algumas das associações locais: Agrupamento de Escuteiros, Grupo de Columbofilia e Sangalhos Desporto Clube. Para além de uma largada de pombos, os escuteiros montaram um acampamento no jardim da Junta de Freguesia, onde almoçaram e prepararam caldo verde e pão com chouriça para vender aos visitantes. Já o SDC, através de algumas equipas da formação, realizou jogos no polidesportivo descoberto, assim como foi responsável pela tasquinha das bebidas.
Ao final do dia, o porco no espeto, oferecido pela Junta de Freguesia, trouxe mais gente à festa e, por volta das 21h30, mais de duas centenas de pessoas puderam apreciar um espetáculo de música coral, de rara beleza, promovido pelo Coral Oásis da freguesia de Sangalhos e pelo grupo convidado, o Gospel Choir de Coimbra. Um momento de grande entusiasmo e participação popular, que aplaudiu bastante ambas as atuações.
As comemorações terminaram já de madrugada, à volta de uma sessão de karaoke.

Ciclismo dia 21. No próximo domingo é dia de ciclismo na terra onde a modalidade assume uma importância sem precedentes. No âmbito das comemorações, e numa iniciativa da Junta de Freguesia, com organização a cargo da ACA – Associação de Ciclismo de Aveiro, terá lugar, a partir das 15h30, o Encontro Regional de Escolas de Sangalhos – Estrada. A prova destinada a Benjamins, Iniciados, Infantis e Juvenis irá percorrer as ruas da vila: Alameda do Mercado, Rua das Escolas, Bairro Seabra Urbano, Casaínho, Avenida Dr. Seabra Dinis. Haverá também provas de destreza junto ao pavilhão desportivo da Junta de Freguesia.
O trânsito estará condicionado durante a prova nalgumas artérias da vila.
C.C

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Sangalhos: Autarquia encerra comemorações do foral manuelino a 13 de setembro

A Junta de Freguesia de Sangalhos encerra, no próximo dia 13 de setembro (sábado) as comemorações alusivas aos 500 anos de atribuição de foral manuelino.
Para este dia, dois grupos corais, o Oásis da freguesia de Sangalhos e o Gospel Choir de Coimbra, vão levar a cabo uma atuação conjunta na freguesia.
Para além destas atuações o encerramento das comemorações faz-se à volta de um porco no espeto (oferecido pela Junta) a que se associam duas tasquinhas de associações locais na venda das bebidas e de outras iguarias.
A festa encerra, a partir das 24h, com karaoke no salão da Junta de Freguesia.
A propósito das comemorações e do riquíssimo património existente sobre a história da freguesia e dos seus lugares, o autarca António Floro defende e vê com bons olhos – ainda que tal dependa de um efetivo apoio camarário – a criação de um museu na freguesia, podendo o espaço museológico ser uma das escolas desativadas.
“Têm sido realizadas várias recolhas e temos um espólio de valor incalculável”, razões que a seu ver justificam a criação de um espaço do género na freguesia.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Sangalhos: Início de ano letivo sem Centro Escolar divide opiniões

Amanhã, dia 12 de setembro, os alunos do concelho de Anadia regressam às escolas para mais um ano letivo, embora marcado por algumas dúvidas e até situações insólitas.
É o caso das três escolas oficialmente encerradas pelo Ministério da Educação na freguesia de Sangalhos (Pista, Cruzeiro e Fogueira) que, afinal, segundo JB conseguiu apurar, vão abrir portas, a título excecional, no arranque deste ano letivo, porque a construção do novo Centro Escolar da freguesia (na foto) não ficou concluída a tempo.
Uma situação insólita que obriga a que as antigas escolas – condenadas ao encerramento no âmbito do processo de reorganização da rede escolar – mantenham as portas abertas, pelo menos por mais alguns meses, ainda que o Agrupamento de Escolas de Anadia, até ao passado dia 9, não tenha recebido qualquer autorização escrita, da tutela, neste sentido.
Segundo indicações do Ministério da Educação, no arranque deste novo ano, já não abririam portas – neste caso concreto – as escolas básicas da Fogueira, Pista e nº 1 de Sangalhos/Cruzeiro, na freguesia de Sangalhos, uma vez que todos estes alunos (cerca de 110) iriam ser integrados no novo Centro Escolar da freguesia.
Todavia, como este não está concluído, amanhã, dia 12, as apresentações e início de aulas começam nas velhas escolas. O mesmo é esperado acontecer em Avelãs de Caminho e em Avelãs de Cima, freguesias onde as escolas básicas de Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Pereiro e Boialvo também não deveriam abrir portas. Todavia, como também o Centro Escolar que vai servir estas freguesias não está completamente operacional, as velhas escolas vão manter as portas abertas mais algum tempo.
Em Sangalhos, esta situação é encarada de forma pacífica, ainda que alguns pais e encarregados de educação revelem algum descontentamento com o facto do novo Centro Escolar da Freguesia não abrir no arranque deste novo ano escolar. Uma obra há muito desejada mas que apesar de estar aparentemente concluída, carece ainda de alguns arranjos interiores e exteriores, segundo apurámos junto da Câmara Municipal de Anadia, que também sublinha que todas as competências da autarquia relacionadas com almoços e CAF serão integralmente asseguradas nas escolas que o Ministério da Educação entender manter abertas.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Sangalhos: ‘Encontro com o Vinho e Sabores -Bairrada’ regressa ao Velódromo

Sangalhos: ‘Encontro com o Vinho e Sabores -Bairrada’ regressa ao Velódromo

Depois do sucesso da primeira edição, decorrida em meados de setembro de 2013, a Turismo do Centro de Portugal, a Comissão Vitivinícola da Bairrada e o Município de Anadia anunciam a realização do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ (EVS-B), que este ano decorre nos dias 3, 4 e 5 de outubro no mesmo local, ou seja, no Centro de Alto Rendimento – Velódromo de Sangalhos, Anadia.
Um evento que volta a contar com a produção da Revista de Vinhos e com o apoio da Rota da Bairrada, do Instituto da Vinha e do Vinho.
Com o objetivo de potenciar as fileiras da vinha, do vinho, da gastronomia e do turismo da região da grande Bairrada, o ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ vai ser palco da exposição de produtores de vinhos e sabores da região com degustação livre, provas comentadas por especialistas da Revista de Vinhos (entre 10 e 25 euros) e jantares temáticos (35 euros).
Um ‘Concurso de Vinhos Engarrafados da Bairrada’ é a novidade deste ano, tendo lugar na sexta-feira. Os resultados serão anunciados durante o evento.
O Velódromo de Sangalhos vai reunir uma mostra de produtos, dos quais se destacam os espumantes, os vinhos (tintos, brancos e rosés), as aguardentes, as águas, o leitão da Bairrada, o pão da Mealhada, os ovos moles de Aveiro, os Amores da Curia, as queijadas de Águeda, o folar de Vale de Ílhavo, entre muitos outros.
Vai ainda haver espaço para a divulgação da oferta turística: enoturismo, turismo termal, hotelaria e restauração.
A entrada na feira é gratuita, sendo que a prova de vinhos implica a compra de um copo, no valor de 3,5 euros, com oferta de porta-copos.
Os horários variam consoante as datas: das 17h às 22h, na sexta-feira (dia 3); das 15h às 22h, no sábado (dia 4); e entre as 15h e as 20h, no domingo (dia 5).
O warm up para o ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ começa no dia 26 de setembro com uma ação de promoção em cerca de 15 restaurantes de Coimbra e Aveiro.
Os clientes destes espaços vão ser brindados com um flute de espumante Bairrada e um convite para o evento, convite esse que dá acesso à compra do copo por 2,50 euros. Quem entrar no evento com convite – devidamente preenchido – habilitar-se-á a um fim-de-semana num hotel da região, uma iniciativa da Rota da Bairrada.
No fim-de-semana que precede o EVS-B estão igualmente previstas ações de animação de rua nas cidades de Coimbra e Aveiro, acompanhadas da distribuição de informação sobre o evento.
Programa
Sexta-feira, dia 3
9h30 – ‘Concurso de Vinhos Engarrafados da Bairrada 2014’
17h – Inauguração do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’
Abertura da Feira
18h – Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência| Espumantes’ por João Paulo Martins (10 euros)
20h – Jantar Temático ‘Sabores do Mar’, pelo restaurante Rei dos Leitões (35 euros)
22h – Encerramento da Feira
Sábado, dia 4
10h30 – Visita e Almoço na Quinta do Produtor Campolargo (jornalistas, bloggers e representantes do comércio)
15h – Abertura da Feira
16h – Entrega de Prémios do ‘Concurso de Vinhos Engarrafados da Bairrada’
18h – Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência| Os Baga que fizeram história (1985-2009)’, por Luís Lopes, no Museu do Vinho Bairrada (25 euros)
20h – Jantar Temático ‘Sabores da Terra’, pelo restaurante Mugasa (35 euros)
22h – Encerramento da Feira
Domingo, dia 5
10h30 – Visita e Almoço no Produtor Vinhos Messias (jornalistas, bloggers e representantes do comércio)
15h – Abertura da Feira
16h – Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência| Brancos e Tintos’, por Nuno Oliveira Garcia (10 euros)
20h – Encerramento da Feira e do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Sangalhos0 Comentários

Ad Code

Blogues recomendados


Cagido

ACIB – ENCONTROS COM COMERCIANTES
ACIB e Juntas de Freguesias promovem encontros com comerciantes dos concelh …


Notícias de Bustos

ADERCUS NA “CORRIDA DO CASTELO” de FEIRA
Santa Maria da Feira foi o palco da 15ª edição da “corrida do castelo”, que …


Portal de Nariz

Nota da Administração
Depois de algum tempo de ponderação e reflexão, o Portal de Nariz informa q …

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com