Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Cantanhede

Prisão para condutor que transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda

Prisão para condutor que transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda

 

O condutor do autocarro que transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda, que se despistou, há quase seis anos, em Santa Maria da Feira, foi, na segunda-feira, condenado pelo tribunal daquela cidade a dois anos e meio de prisão, com pena suspensa. Do acidente resultou um morto, uma mulher de 44 anos, sete feridos graves, entre os quais uma grávida, e 20 ligeiros.
O coletivo de juízes deu como provado que o acidente ficou a dever-se ao “excesso de velocidade, potenciado pelas deficiências mecânicas do veículo” que, na altura, transportava elementos do coro do Orfeão de Águeda.
Durante a leitura do acórdão, o juiz presidente referiu ainda que o local onde ocorreu o acidente “estava mal sinalizado”, adiantando não ter sido dado como provado que o motorista conhecesse aquela zona.
“Este acidente também teve consequências para si. Já sofreu sanção pela prática destes crimes, mas o tribunal não poderia deixar de o sancionar”, referiu o magistrado dirigindo-se ao arguido, após a leitura do acórdão.
O arguido, de 60 anos, foi condenado a um ano e meio de prisão, por um crime de homicídio por negligência, oito meses, por um crime de ofensa à integridade física grave por negligência, e três meses, por cada um dos dez crimes de ofensa à integridade física por negligência.

Pena. Em cúmulo jurídico, foi-lhe aplicada uma pena única de dois anos e meio de prisão, suspensos por igual período.
Na noite da tragédia, o coro do Orfeão de Águeda dirigia-se para São Paio de Oleiros, em Santa Maria da Feira, onde era esperado para as celebrações do 25.º aniversário da Associação Musical Oleirense.

Acusação. Segundo a acusação do Ministério Público, o arguido “conduzia desatento, não tomando as precauções devidas e de que era capaz, iniciando a aproximação à curva sem diminuir a velocidade da forma devida e sem se precaver que a podia descrever em segurança, manifestando desprezo para com as pessoas que consigo seguiam no veículo”.
A defesa do arguido requereu a abertura da instrução, alegando que as causas do acidente ficaram a dever-se a falhas de manutenção no veículo acidentado. Contudo, o Juiz de Instrução confirmou que o veículo apresentava, desde o início da marcha, problemas que determinavam “a existência de folga no volante”, mas, ainda assim, decidiu pronunciar o arguido por todos os crimes de que estava acusado.

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Cantanhede: Banco de Leite continua a apoiar crianças carenciadas

Cantanhede: Banco de Leite continua a apoiar crianças carenciadas

Representantes das entidades envolvidas na dinamização do Banco do Leite de Cantanhede reuniram no passado dia 31 de março, para fazerem um balanço da atividade desenvolvida em 2014. Da responsabilidade do Lions Clube de Cantanhede, este projeto de intervenção social funciona nas instalações do Banco de Recursos Colmeia, no âmbito de uma parceria com a Câmara Municipal, centrando a sua ação na recolha de donativos destinados à aquisição de leite para proceder à sua distribuição por famílias carenciadas do concelho que incluem crianças dos 0 aos 6 anos.
O modelo que tem vindo a ser seguido assenta na disponibilidade de empresas ou pessoas em nome individual para asseguram o pagamento do leite consumido por crianças de agregados familiares em situação de vulnerabilidade social, e a reunião serviu para formalizar os acordos para esse efeito com os denominados padrinhos.
A avaliação à atividade do ano transato evidenciou mais uma vez o alcance social da iniciativa e que ficou bem patente, quer na quantidade desse bem essencial que foi possível adquirir, quer na sua distribuição por quem efetivamente dele necessita. Isso mesmo foi referido pelo vereador da Ação Social, Pedro Cardoso, ao referir que “o Banco de Recursos garante que os bens doados chegam efetivamente às crianças necessitadas, às crianças de famílias mais fragilizadas socioeconomicamente”. Considerando que “a visão integrada do trabalho de ação social e a união de esforços seja a forma mais eficaz e eficiente de diluir os problemas sociais” o autarca felicitou os padrinhos “pela função social que têm assumido em benefício dos que mais precisam” e sublinhou “a importância do apoio inestimável das entidades que integram a Rede Social do Concelho em todo o processo, sob coordenação do Serviço Municipal de Ação Social”.
No encontro de responsáveis pelo funcionamento do Banco de Leite, o Lions de Cantanhede esteve representado por Helena Oliveira, Carlos Maltez, Maria Eugénia Cruz e Olga Alves, esta última com funções de coordenadora do projeto no âmbito da instituição. Nessa qualidade, agradeceu aos padrinhos “o facto de se terem associado solidariamente a esta causa, pois a sua generosidade é determinante para que possamos dar-lhe continuidade” e lançou um apelo para que “mais empresas e pessoas participem, de modo a que mais crianças carenciadas sejam beneficiadas”.
Olga Alves destacou ainda “o papel determinante do Município de Cantanhede, por assegurar todo o trabalho de análise social que é preciso fazer a centenas de processos para sinalizar os beneficiários e priorizar as ajudas em função de critérios ajustados às situações”.

Números. Durante o ano de 2014 o Banco de Leite contou com a colaboração de 16 padrinhos, entre os quais farmácias, empresas, bancos e cidadãos, tendo apoiado 34 famílias, num total de cerca de 75 crianças, às quais proporcionou 2.840 litros de leite pasteurizado, além de 83 embalagens de leite em pó a 7 bebés.
Os donativos dos padrinhos reverteram em 2.250,00 euros em dinheiro e 1.294,69 euros, em géneros, nomeadamente leite em pó doado pelas farmácias, havendo ainda a registar a recolha de 158 litros de leite oferecido por alguns Lions sem estatuto de padrinhos. Além disso, o Lions Clube de Cantanhede desenvolveu algumas ações de angariação de donativos e dinamizou várias iniciativas para poder apoiar durante mais tempo crianças e famílias fragilizadas, tendo nesse âmbito obtido o valor de 2.650,44 euros.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Cantanhede: Expofacic promete noites longas com DJ set de luxo

Cantanhede: Expofacic promete noites longas com DJ set de luxo

Numa altura em que falta muito pouco para encerrar o cartaz de espetáculos da Expofacic, a comissão organizadora já concluiu as contratações dos DJ’s que vão animar a zona em torno do sempre muito atrativo palco Sagres. Como habitualmente, estão reunidas todas as condições para que essa área do recinto venha a tornar-se, entre 23 de julho e 2 de agosto, o maior e mais concorrido espaço de dança do país, com a presença de alguns dos mais criativos animadores do público apreciador de moderna música eletrónica e da intensidade dos ritmos frenéticos das tendências dominantes nas pistas de todo o mundo. É isso o que se perspetiva para as madrugadas do certame, na sequência dos grandes concertos agendados para o palco principal, com o DJ Set do certame a figurar-se como local de paragem obrigatória, especialmente para os mais jovens.

Logo na primeira noite, a 23 de junho, quinta-feira, entra em cena DJ SlimCutz. Depois vêm os FUNKYou2 (24 de junho, sexta-feira), seguindo-se Eddie Ferrer (25 de junho, sábado), e Miguel Rendeiro (26 de julho, domingo).

Presença garantida é OVERULE (27 de julho, segunda-feira), após o que haverá oportunidade de dançar ao som de Jonh Mayze & Miguel Faria (28 de julho, terça-feira), estando agendada para a noite seguinte a atuação dos Meninos da Vadiagem (29 de julho, quarta-feira).

A noite de 30 de julho, quinta-feira, promete ficar ao rubro quando subir à cabine Fernado Alvim, uma presença habitual na Expofacic, a que se seguirá Magazino (31 de julho, sexta-feira).

Para a penúltima noite, o programa da Expofacic propõe octapush dj set (1 de agosto, sábado), dupla que tem vindo a obter amplo reconhecimento de grandes nomes internacionais. O encerramento do evento no palco Sagres será com os irreverentes e sempre entusiasmantes Boys à La Carte, que em 2 de agosto, domingo, vão disputar o DJ set com os Lightzoff & Kitu, cuja presença nos roteiros da música de dança é cada vez mais uma constante.

Entretanto, para além dos nomes já anunciados, confirma-se também a atuação de Pedro Cazanova, em 30 de julho, depois dos brasileiros Natiruts, e na noite de 31 de julho os B4 Los Compadres e Diego Miranda, a seguir a Miguel Araújo.

Assim, falta apenas anunciar a banda internacional que será cabeça de cartaz e cuja atuação está agendada para 1 de agosto, sábado, bem como os nomes para a noite de 28 de julho, mas a organização promete que o programa definitivo será tornado público nos próximos dias.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Expofacic já tem cartaz… sem Coldplay

Expofacic já tem cartaz… sem Coldplay

O famoso grupo brasileiro Natiruts, Xutos & Pontapés, Anselmo Ralph, Buraka Som Sistema, Dama e Miguel Araújo são os primeiros nomes já confirmados do programa de espetáculos da 25.ª Expofacic, entre 23 de julho e 2 de agosto. No ano em que o evento celebra as bodas de prata, a comissão organizadora garante que pelo palco do Parque Expo-Desportivo de S. Mateus vai passar o melhor cartaz de sempre, uma avaliação que pode ser desde já avançada porque a formalização da generalidade dos contratos está em vias de ser concluída, incluindo o de uma das bandas de maior sucesso do panorama da música internacional. O nome será revelado em breve, logo que estejam resolvidos pequenos detalhes da contratação, o que permite perspetivar de novo Cantanhede no roteiro dos maiores acontecimentos musicais do país.

Entretanto, a comissão organizadora da Expofacic já comunicou que são falsas as notícias publicadas em alguns órgãos de comunicação a dar conta da banda Coldplay no cartaz desta 25.ª edição.

“Trata-se de uma situação lamentável a que organização é completamente alheia, tanto mais que o programa de espetáculos está fechado e dele não consta a referida banda britânica. Acresce que, no atual contexto, a vinda dos Colplay à Expofacic afigura-se como uma impossibilidade, na medida em que o elevado custo de uma banda desta natureza é manifestamente incomportável para o seu orçamento, além de que a logística necessária exigiria alterações substanciais no figurino e na organização do certame”, avança nota da comissão organizadora.

Posted in Cantanhede, Destaque, Por Terras da Bairrada0 Comentários

“Óscares do Vinho” para a Comissão Vitivinícola da Bairrada e para o enólogo Osvaldo Amado

“Óscares do Vinho” para a Comissão Vitivinícola da Bairrada e para o enólogo Osvaldo Amado

 

Duas semanas após a atribuição dos prémios da Wine – A Essência do Vinho, a Bairrada volta a estar de parabéns! Desta vez foi a Revista de Vinhos que distinguiu a região, ao atribuir o prémio de melhor ‘Organização Vitivinícola’ à Comissão Vitivinícola da Bairrada nos Prémios ‘Os Melhores do Ano 2014’. Um feito que em muito está a honrar os bairradinos, em especial os que se movem no mundo do vinho, ou não fossem estes os mais importantes prémios do setor.
Em noite de “Óscares do Vinho”, a Bairrada não se ficou por aqui: a região foi também aplaudida com a eleição de Osvaldo Amado como ‘Enólogo do Ano’. Global Wines, Adega Cooperativa de Cantanhede, Quinta dos Abibes e Quinta do Ortigão são os projetos bairradinos onde o sempre sorridente enólogo, com 29 anos de carreira, deixa a sua marca vínica.
A Bacalhôa Vinhos de Portugal foi eleita a ‘Empresa do Ano 2014’; embora sediada na Península de Setúbal, o seu “braço” bairradino – a Aliança – foi também um dos contributos para tal distinção.
Pedro Soares, presidente da CVB, falou e agradeceu em nome de todos os que trabalham na, para e em prol de uma Comissão como elemento agregador da região. Mostrou-se bastante lisonjeado e orgulhoso de tamanha distinção e agradeceu a todos os produtores que certificam vinhos DO e IG Bairrada. Contrariamente ao que muitos queriam crer há três anos atrás, quando Pedro Soares tomou posse, a Bairrada não está morta, antes pelo contrário, está bem viva e com responsabilidade acrescida.
CVB enfrenta desafios com entusiasmo e determinação. Nas páginas da Revista de Vinhos de fevereiro, dedicada a estes prémios, pode ler-se que “há um antes e um depois na história recente desta região. Este contraste, que mesmo para um observador distraído não passa despercebido, é tanto mais notável quanto nos lembramos daqueles que até há pouco eram considerados os grandes atavismos da Bairrada: uma região demasiado fechada em si mesma, gentes que faziam do individualismo exacerbado uma forma superior de afirmação, um pequeno território palco de rivalidades antanhas, a maior parte delas ininteligíveis a quem as observasse de fora.
A publicação destacou o facto de a CVB ter enfrentado com entusiasmo e determinação grandes desafios, sendo o “principal deles, a capacidade de agregar os seus produtores em torno de objetivos comuns”, mas também “o sinal dado para fora, de que era possível fazer mais e muito melhor. E o caminho fez-se caminhando. Promover os seus vinhos de uma forma dinâmica, abrir ao exterior, chamar jornalistas, compradores e líderes de opinião. Mas também levá-los lá fora, salientando as características que, num mercado global e cada vez mais diferenciado, estes vinhos se tornam únicos e distintivos. E, hoje, a Bairrada começa a ser vista como uma região renovada, que está a mexer sem trair a sua forte identidade. A estratégia lançada de assentar muito da promoção da Bairrada nos seus espumantes, em particular os produzidos a partir da Baga, tem-se revelado acertada, como comprovam os números mais recentes”.
Agradavelmente surpreso com o prémio, Osvaldo Amado, um apaixonado pela enologia, pela vinha e pelo vinho disse, na ocasião, que o mundo do vinho é contagiante e a vitamina que faz sair todos os dias de casa.

Prémios Excelência. Nos vinhos, foram três os Bairrada que subiram ao palco para levar para casa ‘Prémios de Excelência’: ‘Campolargo branco 2011’ (Manuel dos Santos Campolargo), ‘Luís Pato Vinha Barrosa tinto 2011’ (Luís Pato) e ‘Pai Abel branco 2012’ (Mário Sérgio Alves Nunes).
Ainda na listagem de ‘Melhores de Portugal’, a Revista de Vinhos premiou cinco espumantes, cinco brancos, um rosé e 11 tintos da Bairrada.
É importante também sustentar o trabalho desenvolvido com números. Numa das últimas notas de imprensa divulgadas pela CVB, constata-se que a certificação de vinhos, espumantes e tranquilos, com a designação DO Bairrada, aumentou 8% em 2014, prevendo-se um crescimento sustentado nos próximos anos. A Bairrada tem agora uma estratégia e um objetivo agregador com vista a continuar a brilhar no futuro.

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Certificação de vinhos DO Bairrada aumenta 8% em 2014

Certificação de vinhos DO Bairrada aumenta 8% em 2014

Dois mil e catorze termina como mais um ano de afirmação da qualidade dos vinhos e espumantes da Bairrada, tendo-se registado um crescimento no volume de garrafas certificadas com Denominação de Origem (DO) Bairrada na ordem dos 8%, o que corresponde a mais 500.000 unidades se compararmos com 2013.
O aumento foi superior nos espumantes, a rondar os 24%, valor que dista em 20% dos vinhos tranquilos, que registaram um crescimento na ordem dos 4%.
Para Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, “estes são números que têm margem para crescer: por via dos produtores, que apostam cada vez mais na certificação dos seus vinhos, revelando o interesse em alavancar a notoriedade da região Bairrada; mas também pelo facto da procura dos vinhos desta região estar a aumentar – cá dentro e fora de portas –, o que se traduz no aumento (e valorização) da produção”.
A Bairrada é hoje uma região dinâmica, com adegas e viticultura moderna, e onde o clima e as castas (com destaque para a tradicional Baga) formam o fator diferenciador. Com uma incrível plasticidade, é uma das poucas regiões do país onde se fazem espumantes, tintos e brancos com grande consistência qualitativa; onde as uvas dão origem a vinhos com vários estilos mas mantendo a identidade regional; e em que as uvas podem ser vindimadas em diferentes períodos para fazer os vários vinhos, com as uvas da poda em verde a serem aproveitadas para espumante.

Leia mais na edição de 29/01/2015

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

Câmara de Cantanhede atribui 12 bolsas a alunos do ensino superior

Está a decorrer, até ao próximo dia 31 de janeiro, o período de candidaturas às bolsas de estudo atribuídas pelo Município de Cantanhede aos estudantes do concelho de Cantanhede que frequentam o ensino superior.

À semelhança dos anos anteriores, são 12 as comparticipações sociais que a autarquia se propõe atribuir para apoiar os alunos dos cursos superiores oriundos de agregados familiares com menores recursos a fazer face às despesas com a sua formação. Os bolseiros que vierem a ser selecionados, nos termos do regulamento municipal em vigor, vão receber, no ano de 2015, 1.500 euros divididos em prestações iguais, durante o período de dez meses, para custear despesas que dizem respeito a alojamento, alimentação, transporte, material escolar e propinas, entre outras.

As candidaturas podem ser desde já formalizadas na Divisão de Educação e Acção Social da Câmara Municipal, através de requerimento dirigido ao Presidente da Câmara, que deverá ser acompanhado de diversos documentos comprovativos de que a situação socioeconómica dos candidatos justifica a atribuição de uma bolsa de estudo. Além de cópia do Cartão de Cidadão/Bilhete de Identidade e do Cartão de Identificação Fiscal, deverá ser apresentado o boletim de candidatura ao subsídio, integralmente preenchido (disponível em www.cm-cantanhede.pt, na secção de Educação/Documentos), certidão de matrícula e plano de estudos do curso que frequenta, declaração do estabelecimento de ensino com indicação do aproveitamento escolar no ano lectivo imediatamente anterior e documento a referir a existência, ou não, de outras bolsas de estudo (caso exista, deverá constar na declaração o respectivo montante).

Para mais informações sobre as condições de admissibilidade das candidaturas e os documentos a apresentar pelos candidatos, deverá ser consultado o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo na Divisão de Educação e Acção Social da Câmara Municipal de Cantanhede ou no portal www.cm-cantanhede.pt, na secção de Educação/Documentos.

 

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Cantanhede: Aprovado orçamento voltado para o reforço  do investimento

Cantanhede: Aprovado orçamento voltado para o reforço do investimento

A Assembleia Municipal de Cantanhede aprovou, no dia 17 de dezembro, o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2015.
Registando uma votação de 25 votos a favor, cinco contra e uma abstenção, o enquadramento orçamental da autarquia para o próximo ano tem inscrito um valor global de 24.910 euros, dos quais 11.534 euros se destinam a despesas de capital, o que, representando um aumento de 19,2% relativamente a 2014, reflete a tendência de reforço do investimento da autarquia em infraestruturas e equipamentos coletivos.
De acordo com o texto que fundamenta o documento, perspetiva-se uma evolução muito positiva, depois dos últimos anos terem sido marcados por alguma contenção na atividade do município de Cantanhede em função do forte condicionamento provocado pela crise orçamental do Estado e pela conjuntura económica desfavorável do país.
Em todo o caso, o executivo camarário liderado por João Moura propõe-se prosseguir com “uma política de racionalização de custos, tirando o melhor partido possível dos meios financeiros de que dispõe, fazendo um controlo apertado das despesas de natureza corrente e rentabilizando as receitas, orientando-as para despesas de capital (investimento) até ao limite das possibilidades, designadamente através de um muito rigoroso planeamento estratégico da atividade camarária e de uma gestão disciplinada e previdente”.

Reportagem completa na edição de 23/12/2014 do Jornal da Bairrada

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Câmara de Cantanhede cria incentivo à natalidade

O município de Cantanhede vai avançar em 2015 com um programa de incentivo à natalidade. A iniciativa faz parte do pacote de medidas de caráter social proposto pelo presidente da autarquia e que foi aprovado por unanimidade pelo executivo na reunião camarária de 2 de dezembro, entre as quais está também o apoio à empregabilidade, traduzido na atribuição de um subsídio às empresas que contratem trabalhadores desempregados.
Para o incentivo à natalidade entrar em vigor falta ainda a aprovação da Assembleia Municipal, o que deverá acontecer no plenário do próximo dia 17 de dezembro. O respetivo regulamento contempla a atribuição de um subsídio de 500 euros às famílias com os bebés nascidos a partir de 1 de janeiro de 2015, concretizando-se segundo um modelo de reembolso de despesas efetuadas na área do concelho de Cantanhede com a aquisição de bens e/ou serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável e harmonioso das crianças.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada0 Comentários

João César das Neves em Cantanhede para “Dois Dedos de Conversa” sobre “As Figuras do Presépio”

João César das Neves é o próximo convidado da Biblioteca Municipal de Cantanhede para “Dois Dedos de Conversa”, ação de dinamização sociocultural que tem vindo a ser realizada no âmbito das Tardes Comunitárias: Dar mais Vida aos Anos. O economista e escritor, também conhecido pelas suas posições públicas enquanto católico, virá a Cantanhede falar sobre “As Figuras do Presépio”, numa sessão agendada para a próxima quarta-feira, dia 17 de dezembro, pelas às 14h30, com entrada livre.
Doutorado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa, mestre em Economia pela Universidade Nova de Lisboa e em Investigação Operacional e Engenharia de Sistemas, pela Universidade Técnica de Lisboa, João César das Neves foi assessor económico do Primeiro-Ministro Cavaco Silva, de 1991 a 1995, e, além da sua prestigiante carreira académica como professor catedrático da Universidade Católica Portuguesa, tem desenvolvido uma intensa atividade como analista de temas económicos e sociais.
Neste âmbito, tem publicados diversos livros, a maioria relacionados com as matérias em que é especialista, mas também com outros assuntos como é o caso da obra que escreveu sobre “As Figuras do Presépio” (2014), que dará o mote para o colóquio do próximo dia 17 de dezembro, na Biblioteca Municipal de Cantanhede.
A iniciativa “Dois Dedos de Conversa…. na Biblioteca” pretende facultar a diferentes setores da população a partilha de experiências e a visão do mundo de personalidades da cultura e de outras áreas do saber. A iniciativa faz parte do leque de atividades do projeto de intervenção social “Tardes Comunitárias: Dar mais Vida aos Anos”, que têm vindo a ser dinamizadas pela Biblioteca Municipal e outros serviços do Município, e que vão prosseguir no próximo ano com várias ações, algumas delas já programadas.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

SFImobiliaria

Blogues recomendados


Cagido

NÃO OS IMPEÇAM DE SONHAR
     Foi com alguma emoção e tristeza, que assisti ao último treino da époc …


Notícias de Bustos

BIBLIOTECAS PÚBLICAS E BIBLIOTECAS ESCOLARES DIFERENÇAS E COMPLEMENTARIDADES
Embora sabendo que não nos é possível, deste modo e neste espaço – e pela c …


Portal de Nariz

Vacinação Antirrábica em Nariz
– Ver freguesia de Nariz na foto da direita — Atenção: Local de concentraç …

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com