Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Mealhada

Mealhada: Maratona de BTT 4 Maravilhas contou com 320 participantes

Mealhada: Maratona de BTT 4 Maravilhas contou com 320 participantes

A “Maratona BTT – 4 Maravilhas da Mealhada” realizou-se no dia 14 de setembro, pelas 9h30, na Zona Desportiva da Mealhada. Um evento promovido e organizado pelo NJovem (Comissão Melhoramentos e Promoção Ventosa do Bairro) e KorpoActivo (Ginásio e Animação), com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada.
A prova contou com 320 participantes, que puderam optar por dois percursos distintos consoante o grau de dificuldade pretendido. Houve ainda lugar a uma prova para os mais pequenos, intitulada de BTT Kids.
Foi no passado domingo, dia 14 de setembro, que teve lugar o evento “Maratona BTT – 4 Maravilhas da Mealhada”. A prova teve início pelas 9h30, na Zona Desportiva da Mealhada, e foi aberta a maiores de 15 anos, de ambos os sexos, tendo estes a possibilidade de escolha entre dois percursos: o A e o B.
O percurso A com 50 quilómetros de distância e dificuldade média, e o percurso B com 20 km de dificuldade física e técnica baixa, feito em forma de passeio, com pontos de cruzamento com a maratona e andamento controlado. Houve ainda lugar a uma prova para os mais pequenos, intitulada de BTT Kids.
O vencedor da maratona no escalão principal foi Eleutério Mota, da equipa Trepanelas, que concluiu a prova em aproximadamente 2 horas. A “Maratona de BTT – 4 Maravilhas da Mealhada”, é uma prova legalizada na Associação de Ciclismo de Aveiro como “prova aberta” e, segundo os organizadores, pretende fomentar a prática do BTT, assim como, a utilização diária da bicicleta.

Mais informações sobre a prova em: http://btt4maravilhas.wix.com/btt4maravilhas#!class/c93y

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Luso: “Baganha Basta” chega às redes sociais

Luso: “Baganha Basta” chega às redes sociais

A população da freguesia do Luso está a intensificar os protestos contra a empresa Alcides Branco e Companhia SA e desta vez decidiu utilizar a rede social Facebook onde criou uma página denominada ”Baganha Basta”, que desde o passado dia 11 já ultrapassou as 400 adesões. Esta é a mais recente forma para se queixarem do mau cheiro e do fumo que se fazem sentir naquela zona.
O braço de ferro entre a população e aquela empresa de refinação de óleos e gorduras dura já há vários anos e tem sido motivo de várias ações populares, desde abaixo-assinados a manifestações junto à empresa, a última das quais em novembro de 2007, com a presença maciça da população.
Agora, na tentativa de fazer chegar o protesto mais longe, os lusenses, assim como habitantes de outras localidades do concelho, criaram este espaço virtual para mostrar desagrado em relação ao assunto, colocando fotos pessoais com uma máscara anti-poluição, que aproveitam para foto de perfil naquela rede social. Também nesta página, os fãs da mesma colocam informações sobre os desenvolvimentos desta “luta”, assim como queixas e outras iniciativas do género feitas às entidades policiais e outras fiscalizadoras com jurisdição na matéria.

João Paulo Teles

Leia toda a reportagem na edição impressa ou digital do JB de 18/09/2014

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Mealhada: Bubbles Run & Walk promete diversão, solidariedade e… espuma

Mealhada: Bubbles Run & Walk promete diversão, solidariedade e… espuma

Uma caminhada e uma corrida repletas de cor, animação, divertimento e espuma! Assim será a Bubbles Run & Walk, uma iniciativa inédita a realizar na vila de Pampilhosa, no concelho de Mealhada, no próximo dia 21 de setembro. Uma atividade para toda a família ao jeito das tão famosas Color Run e Fun Run.

Um itinerário mais curto e um outro mais comprido estão programados, já que o objetivo é juntar toda a família numa iniciativa em prol da corporação dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa. A organização está a cargo desta instituição e da empresa de animação turística Living Place.

A iniciativa decorrerá no próximo domingo, dia 21 de setembro, pelas 16h, tendo início marcado em frente ao Quartel dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa (Concelho da Mealhada). A atividade visa a angariação de fundos para aquela corporação.

O custo de participação é de 5 euros, sendo que as crianças até aos 10 anos não pagam. As famílias têm desconto. A inscrição não é obrigatória, no entanto, é recomendável por uma questão de logística da atividade.

Mais informações e inscrições através do geral@livingplace.pt ou 961 750 028 / 916 717 442.

 

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Mealhada: Aurora Cunha presente no “Dia Solidário”

Vai realizar-se no domingo, dia 28 de setembro, na Mealhada, o “Dia Solidário”, com a presença da ex-atleta internacional Aurora Cunha, tricampeã mundial de atletismo.

O principal motivo para a realização do evento é a angariação de fundos para a compra de cadeiras de rodas, que serão posteriormente distribuídas por várias instituições das freguesias do concelho da Mealhada, sensibilizando, assim, a população para a causa humanitária.

O programa da iniciativa irá incluir, entre outras atividades, a “2.ª Caminhada Solidária”, um almoço de convívio, atividades lúdicas e animação musical.

O valor da inscrição é de 10 euros por pessoa. A organização é da Associação Bairrada Solidária, que conta com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada e de outros parceiros da região.

Inscrições e Informações através dos números: 917 556 181; 963 105 827 e e-mail: bairradasolidaria@gmail.com

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Carnaval da Mealhada quer António Fagundes no trono em 2015

Carnaval da Mealhada quer António Fagundes no trono em 2015

A Associação do Carnaval da Bairrada (ACB) quer trazer o ator brasileiro António Fagundes ao trono dos desfiles da Mealhada do próximo ano daquele que é o Carnaval mais brasileiro de Portugal. A intenção foi revelada ao JB por Nuno Canilho, da ACB, garantindo que “se houver disponibilidade de agenda do ator e se a associação encontrar os parceiros certos”, este “sonho” de antigos sambistas mealhadenses pode tornar-se realidade já no próximo ano.

A nova direção da ACB, que terá em mãos a sua primeira edição do Carnaval a fevereiro próximo, está “a trabalhar para que o rei seja brasileiroe seja alguém que possa trazer muita gente”, disse Nuno Canilho.

João Paulo Teles

 

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

“A minha proposta é trabalho”, afirma novo presidente da Fundação Mata do Buçaco

“A minha proposta é trabalho”, afirma novo presidente da Fundação Mata do Buçaco

“A minha proposta é trabalho, pois sem trabalho não há sucesso”. É esta, para já, a garantia do novo presidente da Fundação Mata do Buçaco (FMB), António Gravato, que tomou posse esta quinta-feira, dia 28 de agosto. O engenheiro silvícola de 60 anos diz que vai basear o seu trabalho em três alicerces: “lealdade, para com o sr. Presidente da câmara da Mealhada; zelo, defendendo intransigentemente os interesses da Fundação; e ambição, porque este espaço deve ter ambição para sonhar”.

António Gravato tomou posse dois dias depois do seu nome ter sido aprovado, por maioria (seis votos e favor e um branco), em reunião extraordinária do executivo municipal. Está assim encontrado o sucessor de Fernando Correia, que renunciou ao cargo no início de agosto. Rui Marqueiro teceu elogios ao novo presidente, que considerou “homem cordial e bom líder”.

António Gravato ressalvou as suas ligações afetivas ao Buçaco e frisou que desenvolveu aqui “um PO [Programa Operacional] para o Ambiente” e que, mais recentemente, participou na criação dos estatutos da Fundação Mata do Buçaco.

Quanto ao futuro e à estratégia para a Mata, disse ser necessário “fazer uma avaliação e relançar o programa 2020 dos Fundos Comunitários”.

Oriana Pataco

Reportagem na íntegra na edição de 4 de setembro de 2014 do Jornal da Bairrada.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

António Gravato é o novo presidente da Fundação Mata do Buçaco

António Gravato é o novo presidente da Fundação Mata do Buçaco

António Gravato, engenheiro silvícola de 60 anos, é o novo presidente da Fundação Mata do Buçaco. A decisão foi tomada esta terça-feira, dia 26 de Agosto, em reunião de câmara extraordinária, com seis votos a favor e um branco (voto secreto).
António Eduardo Ferreira Gravato “não é de cá”, reside na Figueira da Foz, confirmou o presidente da câmara da Mealhada, mas “conhece bem o Buçaco, tendo assessorado Ascenso Simoes [secretario de estado da Administração Interna e da Agricultura no primeiro governo de José Sócrates] na criação dos estatutos da Fundação Mata do Buçaco”, em 2008.
António Gravato deverá tomar posse até ao final desta semana. Recorde-se que esta foi uma decisão tomada na sequência da renúncia de Fernando Correia ao cargo, que ocupava há apenas oito meses.
Licenciado em Engenharia Silvícola pela Universidade Técnica de Lisboa, António Gravato deixa o cargo de assessor principal no Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, para o qual havia sido nomeado em janeiro deste ano, para presidir ao conselho de administração da Fundação Mata do Buçaco. Entre outros cargos e funções, foi, entre 2008 e 2009, diretor nacional das Fileiras Florestais e, entre 2010 e janeiro deste ano, secretario executivo da Comunidade Intermunicipal do Baixo Mondego (CIM-BM). Em 2007, foi nomeado sub-diretor geral dos Recursos Florestais.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Fundação Mata do Buçaco: Câmara quer encontrar solução até final de Agosto

Fundação Mata do Buçaco: Câmara quer encontrar solução até final de Agosto

A Câmara Municipal da Mealhada reuniu, extraordinariamente, esta quarta-feira, dia 20 de Agosto, para encontrar um sucessor para Fernando Correia, na presidência do conselho executivo da Fundação Mata do Buçaco (FMB). O encontro foi inconclusivo mas o presidente da Câmara, Rui Marqueiro, lançou o alerta ao colégio de vereadores: “Temos que encontrar alguém até final de agosto”.
“Estamos enrascados”, disse o líder do executivo, referindo-se às exigências e perfil para o cargo maior da fundação deixado vago por Fernando Correia, que no passado dia 11 renunciou àquelas funções, invocando razões pessoais.
Os compromissos ordinários da FMB, a questão do futuro do Palace Hotel do Buçaco (que necessita de investimentos rápidos) e o cumprimento de dois programas internacionais (BRIGHT e LIFE +) sustentam as preocupações de Rui Marqueiro, que pediu aos vereadores da oposição apoio para encontrar um novo líder para a fundação.
Nesta reunião, os três vereadores da coligação Juntos Pelo Concelho da Mealhada apresentaram um perfil geral para o próximo presidente da fundação, dando enfoque à recuperação da mata e do seu património. Gonçalo Louzada, Marlene Lopes e João Seabra entendem que o futuro presidente da FMB terá que possuir conhecimentos botânicos “profundos” sobre a manutenção e preservação da mata”, experiência comprovada em gestão, espírito de iniciativa, forte ligação ao Luso-Buçaco, capacidade de diálogo e facilidade na execução de projetos com vista à obtenção de fundos comunitários.
Com uma reunião de Câmara marcada para 1 de Setembro, o executivo quer resolver esta questão durante este mês. Marqueiro assegura que tem alguns nomes para contactar, depois de ver goradas as expetativas em relação a dois técnicos do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que declinaram o convite do presidente da Câmara. “Temos pouco tempo, temos de encontrar alguém e sabemos que não é fácil encontrar alguém que congregue todos os conhecimentos necessários para gerir a mata”, disse Rui Marqueiro, pedindo aos vereadores presentes nomes de possíveis candidatos ao cargo.

Críticas às gestões do passado

No decorrer da reunião, o vereador da oposição, João Seabra, foi extremamente crítico em relação à gestão da mata, especialmente ao período de Fernando Correia, comentando que “o Buçaco não pode voltar a ser um campo de treinos” e “não pode voltar a ser entregue a madeireiros ou a intelectuais universitários”.
Já antes, Rui Marqueiro assegurou que percebeu a posição de Fernando Correia ao demitir-se talvez por “alguma frustração” em relação às exigências do cargo. E deixou algumas notas em relação à gestão do antigo e primeiro líder da FMB, António Jorge Franco. “É certo que a mata teve notoriedade com António Jorge Franco mas há coisas inexplicáveis, como por exemplo a empreitada das Casas do Buçaco, que tem erros de conceção básicos”. “É bom construir uma boa imagem mas também é importante fazer as coisas bem feitas. Mais vale cair em graça, do que ser engraçado”, concluiu.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada0 Comentários

Luso: Feira do Pão e do Mel até domingo

A Associação dos Apicultores do Litoral Centro (AALC) vai levar a efeito a XVI Feira do Mel e do Pão, marcada para o Luso, de 15 a 17 de agosto.
Para além da possibilidade de os visitantes adquirirem estes dois produtos, este evento integra ainda uma exposição de apicultura e um atrativo cartaz de animação.
A feira volta a realizar-se na Alameda do Casino, sendo inaugurada às 11h do dia 15, contando nesse dia com a presença da fadista Edna (17h).
No sábado haverá pagode com Grupo Ligação Urbana (17h30) e, no domingo atuará o Rancho Infantil Serras de Ansião (17h30).

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Fundação Mata do Bussaco: Presidente Fernando Correia demite-se

Fundação Mata do Bussaco: Presidente Fernando Correia demite-se

O biólogo Fernando Correia, presidente da Fundação Mata do Bussaco [sucedeu a António Jorge Franco], acaba de apresentar a demissão do cargo que ocupava há apenas oito meses. Rui Marqueiro, presidente da autarquia mealhadense confirmou esta informação ao Jornal da Bairrada e diz ter sido confrontado com o pedido de renuncia do cargo, com efeitos imediatos, ao final da tarde da última segunda-feira, dia 11 de agosto. O edil mealhadense avança ainda que Fernando Correia terá argumentando “motivos pessoais”, mas não se mostra surpreso, uma vez que o presidente da Fundação, já anteriormente, teria manifestado intenção de deixar o cargo. Todavia, nega a existência de conflitos entre a Câmara Municipal e a direção da Fundação. Neste momento, o executivo poderá vir a reunir, com caráter de urgência, para encontrar um o novo inquilino para a presidência da Fundação.
Em virtude do Jornal da Bairrada não sair a 21 e a 28 de agosto – devido a férias – voltaremos a este assunto na primeira semana de setembro.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com