Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Mealhada

Câmara da Mealhada é a menos endividada do país

Câmara da Mealhada é a menos endividada do país

A Câmara da Mealhada é a autarquia menos endividada do país, acusando um registo de menos de um euro por munícipe. As contas são do Portal da Transparência Municipal e, segundo o presidente da Câmara, Rui Marqueiro, os números ainda estão abaixo dos apresentados. Confrontado com os resultados, o autarca não nega a satisfação por ver o município liderar este ranking mas equaciona, no futuro, alterar os números ao ter que recorrer à banca para obras do município que possam não ser contempladas no próximo quadro comunitário de apoio.
Estes dados da responsabilidade do Governo, relativos a 2013, dão conta que, em média, o município da Mealhada deve um euro por cada habitante, à semelhança de Penedono, numa lista que é liderada por Fornos de Algodres (6627 euros em dívida camarária, por pessoa).
Sobre o assunto, em declarações ao JB, Rui Marqueiro, que assumiu a presidência da Câmara a 15 de outubro do ano passado, explicou que os anteriores executivos, liderados pelo seu colega de partido, Carlos Cabral, “há muito tempo que mostravam esta estratégia de desaceleração de dívidas, chegando a dezembro passado com uma dívida de cerca de 1,5 milhões de euros. Como havia dinheiro na tesouraria, mandámos pagar aquela importância”.
“Há muitos anos que podíamos ter liquidado este passivo mas o executivo anterior não o fez por questões de estratégia, talvez antecipando custos com juros mas agora a economia mudou e a visão é outra e não há receios a esse nível, numa altura em que é fácil contrair empréstimos quase sem spread”, disse Marqueiro.
O presidente da Câmara, que assegura não ser defensor do endividamento das autarquias, recorda que, quando exerceu anteriormente estas funções, “nunca foi necessária uma estratégia de endividamento sem cabeça, e nunca pedi dinheiro para despesas correntes“. “Hoje, o município tem uma situação mais equilibrada e, se algum dia for necessário pedir dinheiro à banca, será para investimentos, para obras importantes para o concelho, nos próximos anos”.
Abrindo a possibilidade da autarquia ter de recorrer a empréstimos para financiar algumas obras, Rui Marqueiro confessou que, “se não houver apoio financeiro para determinadas obras,  podemos ter que recorrer à banca. Temos que aproveitar oportunidades, assumo isso, e no caso concreto do novo edifício municipal, não abro mão desse investimento”, disse, deixando também a convição de que outro dos investimentos nesta situação será a intervenção a fazer na área das antigas instalações do IVV.
Esta base de dados sobre as dívidas dos municípios está disponível no Portal da Transparência Municipal (www.portalmunicipal.pt) e mostra que os dez concelhos mais endividados do país têm dívidas de 1,8 mil milhões de euros, 26% do total dos 308 municípios (sete mil milhões de euros).
João Paulo Teles

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

JB recebe Prémio Gazeta 2013

O Jornal da Bairrada foi um dos galardoados nos Prémios Gazeta 2013, atribuídos pelo Clube dos Jornalistas, com o patrocínio exclusivo da Caixa Geral de Depósitos. Os prémios serão entregues em breve, numa cerimónia conduzida pelo Presidente da República.
O JB recebeu o Prémio na categoria de Imprensa Regional, tendo o júri considerado que o nosso semanário “tem, a par de uma informação cuidada, plural e de proximidade, uma moderna e atrativa apresentação gráfica, com uma vasta tiragem impressa”.
O Júri dos Prémios Gazeta analisou, em maio e junho, mais de uma centena de trabalhos concorrentes.
O Prémio Gazeta Revelação foi atribuído a Catarina Fernandes Martins, pelo trabalho “Homem que matou um Homem e encontrou Saramago na prisão”, publicado no jornal “Público”.
O Prémio Gazeta Multimédia foi atribuído ao trabalho “Filhos do Vento”, de Catarina Gomes, Ricardo Rezende, Manuel Roberto, Dinis Correia e Andreia Espadinha.
A reportagem “Verdade Inconveniente”, de Ana Leal, transmitida pela TVI, recebeu o Prémio Gazeta de Televisão.
Já o Prémio Gazeta de Imprensa foi atribuído a Paulo Pena, por trabalhos publicados na revista “Visão”.
O Prémio Gazeta de Rádio foi para Maria Augusta Casaca, pelo trabalho “Catarina é o meu nome”, transmitido na TSF.
José Carlos Carvalho recebeu o Prémio Gazeta de Foto-Reportagem, pelo trabalho “Triscaidecafobia”, publicado no jornal i.
O Prémio Gazeta de Mérito foi atribuído a Helena Marques, que finalizou a sua carreira no Diário de Notícias.
O júri dos Prémios Gazeta 2013 foi composto por Eugénio Alves (CJ), Elizabete Caramelo (docente universitária), Eva Henningsen (Associação de Imprensa Estrangeira em Portugal), Fernando Cascais (docente universitário), Fernanda Bizarro (free-lancer), Fernando Correia (jornalista e docente universitário), Jorge Leitão Ramos (crítico de cinema e televisão) e José Rebelo (docente universitário).

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos Comentários

Luso recebe campeonato nacional de Xadrez de 23 a 27 de julho

O Pavilhão Municipal do Luso vai receber, de 23 a 27 de julho, o Campeonato Nacional de Jovens 2013/2014 de Xadrez, em diferentes escalões: sub-08, sub-10, sub-12, sub-14, sub-16, sub-18 e sub-20.

Em jogo estarão 16 títulos, entre títulos individuais absolutos e femininos e títulos coletivos absolutos femininos. A competição vai reunir mais de 250 jogadores de 49 clubes nacionais, de 10 distritos do país.

O evento é organizado pela Federação Portuguesa de Xadrez e conta com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada, da Junta de Freguesia do Luso, do Inatel e da Sociedade de Água de Luso.

A cerimónia de abertura está prevista para as 14h30 de dia 23 de julho.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Cafetaria do Parque gerida pela EPVL

Cafetaria do Parque gerida pela EPVL

O Parque da Cidade encheu-se de gente, no sábado, dia 12 de julho, para a inauguração da Cafetaria do Parque e para o evento “Parque em Festa”.
Este evento arrancou com a inauguração da Cafetaria do Parque, cuja gestão e exploração foi entregue à Escola Profissional Vasconcellos Lebre (EPVL), por um período de cinco anos. O objetivo é que essa disponha de um espaço onde os seus formandos possam aplicar, na prática, os conhecimentos obtidos durante a sua formação. “Este é um dos desafios mais estimulantes que esta escola poderia receber. Vamos ter os alunos a trabalhar no mundo real. É um novo conceito de escola, que lhes vai permitir aprender sem rede. Vai haver falhas, mas achamos que as críticas dos clientes podem mesmo ser uma grande ajuda”, dizia Nuno Canilho, diretor da EPVL.
A cafetaria passa agora a funcionar das 9h às 22h, durante o verão.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Vila de Luso aposta na animação cultural durante os meses de verão

Vila de Luso aposta na animação cultural durante os meses de verão

A vila do Luso vai estar em festa durante os meses de verão. O programa de animação cultural arrancou na sexta-feira, dia 5 de julho, mas muito mais está programado até ao final de setembro.
São três meses preenchidos com as mais diversas atividades, que vão da música à dança, do teatro a espetáculos de rua, até ao já habitual Chá dançante e Arraial Popular. A entrada é livre em todos os espetáculos.
O programa é organizado pela Câmara Municipal da Mealhada, com o apoio da Junta de Freguesia do Luso, Sociedade de Água de Luso e Fundação Mata do Bussaco e com produção a cargo da empresa “Dias do Avesso”.
“Uma viagem no tempo até aos anos 30”. Este é o mote para a programação animação cultural deste verão. Pretende-se com esta iniciativa fazer um passeio pela história dos momentos marcantes da cultura da época em diversas áreas.
Da música ao cinema, passando pelas descobertas e inovações e pelas personagens imortalizadas, (re)descobrindo algumas curiosidades da gastronomia, do teatro e até da política de então.
Concertos, cinema ao ar livre, teatro de rua, fado, workshops, oficinas experimentais, feiras temáticas, animação de rua, desporto e os já tradicionais Arraial Popular e Chá Dançante são apenas alguns dos exemplos das muitas e diversas atividades que a programação Luso 3050 tem para oferecer durante o verão de 2014.

Cinema ao ar livre

O cinema ao ar livre conta com a exibição de variadas películas. A 9 de agosto, terá lugar uma sessão muito especial com a exibição do primeiro filme de Manoel de Oliveira, de 1931, “Douro, Faina Fluvial”– curta-metragem muda, musicada ao vivo por uma orquestra conduzida por Dinis Rego, compositor que estreará a peça nessa noite. Nesta mesma sessão, poderá ainda assistir a “Tempos Modernos”, de Charlie Chaplin.
Do programa, faz também parte o teatro de rua, com a participação de companhias profissionais que habitualmente circulam pelas principais salas do país.

Música e workshops de teatro e dança

A música será de estilos bem distintos. Começando com o acordeão de João Gentil, passando pelo Rock´N´Roll de uma das emergentes bandas de Coimbra, os Casket Kings, seguido dos frenéticos Mimos Dixie Band, que marcam também presença no cartaz. Dos blues envolventes dos Nobody´s Bizness à música popular, dos mais tradicionais às reinvenções mais modernas de Sabão Macaco e Roncos do Diabo, todos subirão ao palco da vila termal. O fado de Coimbra e de Lisboa em formato clássico é também presença garantida no certame.
Workshops de teatro e dança são igualmente uma aposta neste ano. De 21 a 25 de julho, decorre a Iniciação ao Teatro com a orientação da atriz Paula Rios. Em agosto, aprende-se Danças de Salão e em setembro a Dança Contemporânea com a bailarina Leonor Barata. Setembro reserva ainda tempo para mais um workshop de teatro com o ator e encenador Ricardo Correia.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Parque da Mealhada em festa no próximo sábado

O Parque da Cidade, na Mealhada, vai estar em festa no sábado, dia 12 de julho, a partir das 18h. A inauguração da cafetaria do Parque é o mote para o evento, que inclui também várias atividades para crianças, música, cinema ao ar livre, um aquashow e animação com DJ’s depois da meia-noite. A iniciativa chama-se “Parque em Festa” é dirigida a toda a população, sobretudo ao público jovem, e a entrada é livre.

A ideia é reunir todos os que já terminaram as aulas e estão em férias de verão num evento ao ar livre num dos espaços verdes mais atrativos do concelho.

O evento arranca com a inauguração da Cafetaria do Parque, cuja gestão e exploração foi entregue à Escola Profissional Vasconcellos Lebre (EPVL), por um período de cinco anos. O objetivo é que essa disponha de um espaço onde os seus formandos possam aplicar, na prática, os conhecimentos obtidos durante a sua formação.

A cafetaria é um espaço que já há muito vem sendo reclamado pela população do concelho, pois quem usufrui do Parque da Cidade não encontra nenhum local onde possa comprar água, petiscar qualquer coisa ou simplesmente beber um café.

Mas esta não é a única iniciativa do “Parque em Festa”. Confira aqui todo o programa:

18h – Inauguração da Cafetaria do Parque; atividades para crianças – insufláveis e espuma; Artipanema

22h – Cinema ao Ar Livre – “Uma noite na Ópera”, dos Irmãos Marx

00h – Aquashow

00h30 – DJ Double Grooves

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Mealhada reunida em festa contra o cancro

José Alberto Reis é um dos artistas que participa na grande festa que assinala o final de “Dou Mais Tempo à Vida”, o projeto do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Cancro que tem animado o concelho da Mealhada nos últimos meses em torno da prevenção do cancro.

A iniciativa, que tem animado o concelho da Mealhada nos últimos três meses, termina no dia 5 de julho, sábado, com uma cerimónia final de encerramento, a realizar-se no Largo do Municipio da Mealhada. Com início previsto para as 9h, esta festa dirigida a toda a comunidade e de entrada gratuita, vai prolongar-se até à meia-noite.

Mais de 5 mil pessoas

Conclui-se assim um projeto que durante três meses mobilizou mais de 5000 pessoas. Abílio Semedo, um dos responsáveis do projeto, confessa “não ter memória de uma iniciativa que mobilizasse deste modo a comunidade, com localidades onde as atividades juntaram praticamente toda a população”.

Vinte e cinco equipas constituídas por cerca de 320 voluntários realizaram mais de 50 iniciativas na Mealhada, entre as quais ações de sensibilização para a prevenção do cancro e informação sobre os serviços e iniciativas da LPCC e ações de angariação de fundos para as iniciativas e projetos desta Instituição.

A grande festa de encerramento do Dou Mais Tempo à Vida na Mealhada vai envolver toda a comunidade num dia com animações, jogos tradicionais, um espaço de produtos artesanais e tasquinhas.

Destaque para a área de prevenção, dedicada à informação e sensibilização para a prevenção e diagnóstico precoce do cancro, com consultas de nutrição e dermatologia. Muita informação e esclarecimentos sobre a importância da realização do rastreio do cancro do colo do útero, colo retal e da mama são disponibilizados nesta área.

Programa Musical

Ao longo de todo o dia, estão previstas atuações de diversos artistas locais e nacionais, entre eles, José Alberto Reis, Ruizinho de Penacova, Escola de Música da Mealhada, Drama e Dance, Samba.

Projeto

Dou Mais Tempo à Vida é uma iniciativa promovida pelo Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC), que visa a promoção da educação para a saúde e a prevenção do cancro no âmbito comunitário, assim como a divulgação das iniciativas e dos serviços da LPCC de apoio ao doente oncológico e à família.

O projeto visa intervir em 3 grandes domínios:

Saber: Capacitar o indivíduo de conhecimentos de saúde visando uma mudança de atitudes e comportamentos para a prevenção do cancro;

Agir: Promover a responsabilidade individual e comunitária e desenvolver competências que permitam a tomada de decisões conscientes, informadas e responsáveis e a adoção de estilos de vida saudáveis;

Sorrir: Estimular a melhoria da qualidade de vida, da felicidade e do bem-estar individual e da comunidade através da participação cívica em atividades de voluntariado socialmente gratificantes, que estimulem a mudança coletiva para comportamentos de saúde e para a consciencialização que está nas mãos de todos (e de cada um) dar mais (e melhor) tempo à vida.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Mealhada: “Leitão à Mesa” foi um sucesso

Mealhada: “Leitão à Mesa” foi um sucesso

A iniciativa “Leitão à Mesa”, que decorreu de 7 a 22 de junho em 12 restaurantes do projeto 4 Maravilhas, correu muito bem. O evento cumpriu os seus objetivos, conseguindo uma forte promoção do produto leitão e contribuindo para um aumento da atividade económica do setor. “O balanço é positivo”, afirma Nelson Ferreira, do restaurante Nelson dos Leitões. “O evento correu muito bem. Este ano, houve melhorias face ao ano que passou, talvez uma maior exposição e visibilidade na televisão tenha ajudado”, sublinha, por sua vez, José Pires, dos Três Pinheiros. “É uma iniciativa para manter por mais anos”, defende Carla Carvalheira, do restaurante O Castiço. O evento foi promovido pela Câmara Municipal e pela Associação Maravilhas da Mealhada.

Foram duas semanas dedicadas ao prato rei do concelho, o Leitão da Bairrada. De 7 a 22 de junho, 12 restaurantes aderentes ao projeto 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada ofereceram a quem os visitou o melhor dos leitões e as mais diversas entradas feitas com este produto: das iscas à cabidela, dos croquetes aos rissóis, das empadas às pataniscas, passando pela bôla de leitão. O evento chamou a atenção, o público aderiu, os restaurantes tiveram mais clientes do que o habitual e a iniciativa revelou ser uma aposta ganha da Câmara Municipal e da Associação Maravilhas da Mealhada.

Balanço

Para uns, a primeira semana foi melhor, para outros foi a segunda, mas numa coisa todos concordam: a iniciativa correu bem e deve ser para manter. “A primeira semana correu melhor do que a segunda, mas no geral a iniciativa foi um sucesso”, sublinha Rui Neves, do restaurante Oásis. “Como teve mais exposição mediática este ano, o resultado foi bastante melhor”, afirma, por sua vez, Maria João, do Octávio dos Leitões. “O balanço foi positivo, mas acho que tivemos menos afluência do que o ano passado”, afirmou, por sua vez, Pedro Castela, do restaurante Pedro dos Leitões, defendendo que a iniciativa deve realizar-se apenas numa semana. “Tem mais impacto na adesão do público”, justifica.

Duração à parte, a iniciativa revelou-se um sucesso e os aderentes querem que continue. “Estamos satisfeitos com a organização do evento”, refere Carla Carvalheira, do restaurante O Castiço. “O evento está bem organizado, não alterava nada”, frisa, por sua vez, Pedro Castela, do Pedro dos Leitões. Alguns dos aderentes sugeriram uma “ainda maior divulgação nos media”. José Pires, dos Três Pinheiros, quis mesmo deixar “um voto de agradecimento ao presidente da Câmara e à organização”. “Melhor, só mesmo divulgar o evento na chamada ‘imprensa cor-de-rosa’ devido à exposição que ela permite”, avançou. “Acho que está tudo bem e recomenda-se”, sintetizou Margarida Flores, do Típico da Bairrada.

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Herman José animou Maravilhas da Mealhada

Herman José animou Maravilhas da Mealhada

A Gala das 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada renovou 27 galardões e distinguiu dois novos agentes ligados ao projeto de valorização municipal da Água, Pão, Vinho e Leitão. A cerimónia aconteceu na sexta-feira, dia 20 de junho, com a habitual pompa mas com um ingrediente muito especial – Herman José – que animou os presentes com o seu humor muito próprio e perfeitamente adaptado à ocasião e à região, semeando boa disposição por uma imensa sala que se encheu para a homenagem dos ingredientes principais da mesa da Mealhada.

Autarcas locais e de concelhos vizinhos, representantes de várias confrarias, agentes económicos e do associativismo, entre outros, testemunharam a atribuição dos galardões na VI Gala das 4 Maravilhas, que este ano distinguiu 29 candidatos, entre os quais os estreantes restaurante Louzadas e o assador Leitão 100% Bairrada, para além dos 27 repetentes na água, padarias, bares e restaurantes. Os associados subiram ao palco para receberem os seus galardões, numa cerimónia superiormente animada por Herman José, que arrancou da plateia fortes gargalhadas, numa noite que homenageou grande parte da economia concelhia.

A Adega Rama voltou a ser o palco para a atribuição destes 29 galardões concelhios, que atestam a qualidade dos produtos das 4 Maravilhas da Mealhada, depois das avaliações feitas pelo júri do projeto.

João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Luso Trail regressa domingo à vila do Luso

A vila do Luso recebe no próximo domingo, dia 22 de junho, o 2.º Luso Trail. Uma prova de corrida em montanha por trilhos, nas distâncias de 10 e 20 quilómetros, com a vertente de caminhada incluída, que este ano se apresenta renovada com a introdução de alguns pormenores de registo, onde se destaca a reformulação da imagem do evento e a deslocalização e concentração da logística para o coração do centro do Luso. Um evento organizado pela Atletas.net, em colaboração com a Câmara Municipal da Mealhada, Fundação Mata do Buçaco e Junta de Freguesia do Luso.

José Manuel Henriques, diretor do Atletas.net, adianta que reforçou a sua equipa técnica e que esta “há muito que anda, literalmente, a percorrer a Serra do Buçaco, na busca de melhores trilhos para a prova”. O diretor do Atletas.net afirma ainda que “ este ano tivemos de recusar a organização de uma outra prova de trail no interior do país, porque entendemos que o Luso Trail, pelas suas caraterísticas, reúne, de facto, condições únicas que o podem tornar, num espaço de poucos anos, como um dos trails de referência do país”.

A internacionalização da prova faz parte da ambição dos responsáveis do Luso Trail, que preveem que isso possa vir a acontecer num espaço de 3 a 4 anos. Por esse motivo, de futuro, esta prova passará a designar-se Luso Ultra Trail com uma vertente de 45 quilómetros, que irá juntar as serras do Buçaco e do Caramulo nos trajetos da prova.

Recorde-se que na sua estreia, em abril do ano passado, o Luso Trail contou com a participação de mais de 800 atletas. O evento juntou ainda milhares de pessoas a assistir.

Mais informações em www.atletas.net/lusotrail ou 960312737 (José Manuel Henriques).

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com