Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Mealhada

Fundação Mata do Buçaco agradece ajudas durante os incêndios

“A Fundação Mata do Buçaco (FMB) vem publicamente agradecer, ainda que correndo o risco de involuntariamente se esquecer de alguém, a incansável ajuda e o apoio incondicional de uma série de pessoas e instituições que se revelaram cruciais para evitar a entrada das chamas na Mata Nacional do Buçaco aquando dos recentes incêndios que fustigaram os concelhos da Mealhada, Mortágua e Anadia, todos eles nas imediações da nossa floresta pública.

O presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, todo o seu Executivo e colaboradores autárquicos foram de uma importância vital. Os profissionais do ICNF-Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (Rui Almeida, Rui Melo, Rui Rosmaninho, Inês Lopes e todos os sapadores) não largaram o terreno em alerta permanente, dia e noite, revelando-se fundamentais no ataque de primeira linha a alguns focos de incêndio na floresta que rodeia o Buçaco. O presidente da Direção dos Bombeiros Voluntários da Mealhada, Nuno Canilho, os 1.º e 2.º comandantes da corporação e todo o corpo ativo estiveram sempre atentos ao Buçaco e extremamente empenhados em evitar o aproximar das chamas. Os presidentes das câmaras de Mortágua e de Anadia demonstraram uma atitude solidária em várias ocasiões, o mesmo acontecendo com os presidentes dos municípios de Penacova e de Soure e com o presidente da CIM da Região de Coimbra. O presidente da Junta de Freguesia de Luso, Claudemiro Semedo, o seu Executivo e demais colaboradores nunca regatearam esforços, mostrando um espírito de sacrifício incrível. Os 2.ºs CODIS (Comando Operacional Distrital de Operações de Socorro) de Aveiro e de Coimbra, Pinheiro Duarte e António Oliveira, respetivamente, foram uma peça fundamental, ainda que muitas vezes silenciosa e discreta, para evitar a entrada de chamas na nossa Mata Nacional. A comandante do posto de comando avançado da Moita e comandante dos Bombeiros Voluntários de Anadia foi também uma profissional importante. Os colaboradores da FMB foram fantásticos, dedicando horas e horas a fio à proteção da Mata Nacional do Buçaco, dia e noite, roubando tempo imenso ao descanso pessoal e às suas famílias, apenas e só por uma nobre causa de interesse público: proteger a nossa floresta.

Obrigado a todos e a cada um de vós que, de uma ou outra forma, emprestaram a vossa atenção, durante o flagelo dos fogos florestais na Mealhada, à proteção do Buçaco, culminando este esforço conjunto na total preservação deste pulmão ambiental, que felizmente permanece intacto.”

 

O presidente da Fundação Mata do Buçaco,

António Gravato

 

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Filme rodado no Buçaco selecionado para festival no Canadá

Filme rodado no Buçaco selecionado para festival no Canadá

mata climácica

A longa-metragem “O ornitólogo”, de João Pedro Rodrigues, foi selecionada para o Festival de Cinema de Toronto (Canadá), marcado para setembro.

Recorde-se que o filme “O ornitólogo”, que já valeu a João Pedro Rodrigues o prémio de melhor realização em Locarno, foi rodado, em outubro de 2015, na Mata Nacional do Buçaco (Luso, Mealhada).

A Fundação Mata do Buçaco, orgulhosa de poder mostrar a sua floresta a todos os que assistirem à 40.ª edição do Festival de Cinema de Toronto, felicita o realizador João Pedro Rodrigues, bem como toda a sua equipa, por mais um importante reconhecimento internacional.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Mealhada: Troféu solidário a favor dos bombeiros

Mealhada: Troféu solidário a favor dos bombeiros

estadio mealhada

A Câmara Municipal da Mealhada vai promover, no dia 24 de agosto (quarta-feira), às 20h, no Estádio Municipal Dr. Américo Couto, na Mealhada, um jogo de futebol, designado de “Troféu Solidariedade”, cuja receita reverterá integralmente a favor dos bombeiros voluntários da Mealhada e da Pampilhosa.

Os bilhetes para o jogo, que contará com as presenças do Futebol Clube da Pampilhosa e de uma seleção do concelho da Mealhada (CD Luso, CR Antes, GD Mealhada e SC Carqueijo), poderão ser adquiridos, na forma de donativo, por apenas cinco euros, junto dos bombeiros, na Câmara Municipal, em qualquer uma das coletividades desportivas que participam gratuitamente no “Troféu Solidariedade” ou, no próprio dia do evento, nas bilheteiras do Estádio Municipal Dr. Américo Couto.

Na opinião do vice-presidente da Câmara da Mealhada e responsável pelo setor do Desporto municipal, “esta é oportunidade soberana de os munícipes do nosso concelho e os bairradinos em geral e todas as empresas da região materializarem na prática os desejos tantas vezes manifestados de vontade de ajudar os mesmos bombeiros que, em momentos de aflição, arriscam a vida, se preciso for, em defesa das pessoas e bens, sem regatear esforços”.

Guilherme Duarte desafia as empresas a “adquirir pack’s de bilhetes para oferecer aos seus funcionários e/ou clientes, de modo a garantir uma boa moldura humana no jogo solidário e, por consequência, um bom encaixe financeiro que permita às corporações de bombeiros melhorar as condições do corpo ativo”.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Treze pessoas identificadas numa semana pelo crime de incêndio no distrito

Treze pessoas identificadas numa semana pelo crime de incêndio no distrito

13872781_1150076711721396_3167631498386308234_n

Militares do Núcleo de Investigação Criminal do Comando Territorial de Aveiro identificaram, durante a semana passada (de 8 a 12 de agosto), em diversos locais do distrito de Aveiro, um dos mais afetados pelos incêndios florestais que se registaram nos últimos dias em todo o país, 13 suspeitos do crime de incêndio florestal.

As primeiras identificações foram realizadas no dia 8 de agosto, na freguesia de Canedo (Santa Maria da Feira). Alertados por populares para a existência de fumo numa zona de florestal, os militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) deslocaram-se de imediato para o local, tendo sido encontrados e identificados dois suspeitos, ambos adolescentes com 13 e 14 anos, pela prática do crime de incêndio.  A pronta intervenção de populares permitiu extinguir o incêndio, evitando assim que o mesmo se propagasse para uma densa área florestal.

No dia 10 de agosto, foram identificadas mais cinco pessoas, um homem na localidade da Lapa (Castelo de Paiva), já referenciado num processo anterior pelo crime de incêndio, um homem na localidade de Bustelo (Oliveira de Azeméis) e dois homens e uma mulher na localidade de Celada (Arouca), por suspeitas da mesma prática criminal.

No dia seguinte, dia 11 de agosto, pelas 4h, foi identificado um homem, com 19 anos, que circulava numa viatura na zona de Granja (Arouca), local onde surgiram na altura vários focos de incêndio, os quais foram extintos graças à pronta intervenção dos Bombeiros.

Por último, no dia 12 de agosto, foram realizadas mais cinco identificações, uma por indícios recolhidos a um indivíduo, de 28 anos, que é suspeito da vaga de incêndios que deflagraram na zona da Anadia, e de quatro homens, com idades compreendidas entre os 21 e 30 anos, na zona de Póvoa do Pereiro (Anadia), que na sequência de denúncias de populares terão sido vistos, pelas 2h20, a arremessar objetos para o exterior de duas viaturas, causando assim pequenos focos de incêndio.

Nos últimos dias, a PJ deteve uma mulher de 52 anos, doméstica, sem antecedentes criminais, por suspeita de crime de incêndio florestal, ocorrido na sexta-feira, dia 12 de agosto, no concelho de Oliveira do Bairro. A detida vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório e eventual aplicação de medidas de coação.

O presumível autor de um fogo posto na Mealhada, na sexta-feira (12 de agosto), que tem 26 anos de idade e é trabalhador agrícola, já “foi presente às autoridades judiciárias competentes” e também aguarda “os ulteriores trâmites do processo sujeito a prisão preventiva”. De acordo com um comunicado da Diretoria de Aveiro da PJ, o incêndio foi iniciado “através de chama direta, com recurso a um isqueiro, tendo o seu autor confessado os factos e indicado a forma como procedeu”. O homem também admitiu que “tinha um certo fascínio por visualizar os meios aéreos durante” o combate às chamas, acrescenta a Judiciária.

A GNR vai manter ativa a vigilância nas zonas florestais, com o objetivo  de detetar e dissuadir práticas de uso do fogo que possam contribuir para o aumento do risco de incêndio florestal, empenhando diversas capacidade e valências, incluindo militares de investigação criminal.

Posted in Anadia, Aveiro, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Pampilhosa: Discussão sobre cineteatro remetida para setembro

Pampilhosa: Discussão sobre cineteatro remetida para setembro

Foi contestada – e por isso inconclusiva- a ultima Assembleia-Geral do Grémio de Instrução e Recreio (GIR), marcada para a passada sexta-feira, para debater a situação da associação, incluíndo a recuperação do edifício do Cineteatro da Pampilhosa.
A existência de duas cartas de dois sócios do GIR e uma de um advogado mandatado pela direção para contestar a realização da Assembleia-Geral da associação, acabou por transformar aquele ato estatutário numa simples reunião não deliberativa, dado que a direção entendeu que o presidente daquele órgão não tinha poderes para marcar tal reunião, soube o JB junto de um dos sócios do GIR, que manifestou “estranheza” pela situação, assim como pelo fato de, desde março passado e até ao dia 22 de julho, não ter decorrido qualquer reunião da direção da associação.
Perante o sucedido, questionámos o presidente da Assembleia-Geral do GIR, Carlos Cabral, que confirmou a existência de tal contestação, limitando-se a explicar que decidiu tornar a reunião “não deliberativa, como medida preventiva” depois de receber a carta do “advogado mandatado pela direção para impedir a realização da assembleia”. Decisão que diz ter tomado por “não haver urgência de assunto nem necessidade de gastar dinheiro do GIR em assuntos judiciais”.
Segundo apurámos, a direção entende que esta reunião deverá ocorrer em setembro próximo, no dia 2, conforme pedido expresso naquele encontro. Entretanto, tentámos contatar o presidente da direção do GIR, mas sem sucesso até ao fecho desta edição.
Soubemos, no entanto, que esta reunião juntou cerca de três dezenas de associados, e destinava-se à aprovação da ata da última reunião e ao debate da situação da associação, incluíndo a recuperação do edifício do Cineteatro da Pampilhosa, numa altura em que uma comissão mandatada pela associação está em, já longas, negociações com a Câmara para encontrar um texto comum para a realização de um protocolo que assegure o funcionamento do Cineteatro da Pampilhosa.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Mealhada: Bombeiros aguardam prenda de 450 mil euros para os 90 anos

Mealhada: Bombeiros aguardam prenda de 450 mil euros para os 90 anos

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Mealhada celebrou o 89.º aniversário no passado dia 26 de julho, com uma cerimónia evocativa que ficou marcada pela bênção de uma nova viatura, a promoção de bombeiros e o juramento de novos elementos. Agora, a altura é de preparar os 90 anos da instituição, efeméride que pode trazer uma prenda de 450 mil euros para as esperadas obras no quartel.
O 89.º aniversário do Bombeiros da Mealhada, depois das cerimónias habituais do hastear de bandeiras, prestou uma homenagem, póstuma, ao bombeiro do quadro de honra Joaquim Ricardo Jorge, com a atribuição do seu nome a uma viatura de transporte de doentes, benzida naquele dia festivo. “Eletricista, sempre disponível, foi bombeiro e um forte dinamizador das organizações dos bombeiros, muito em especial nos últimos anos na tasquinha dos bombeiros na feira de artesanato, agora FESTAME”, justificou o presidente dos bombeiros, Nuno Canilho, destacando o homenageado como “pessoa que ajudou muito os bombeiros e, por isso, optámos por esta forma tradicional que temos de homenagear os nossos beneméritos”.
Para além daquele momento, no decorrer da cerimónia que assinalou o aniversário da instituição, com a presença de autarcas locais e de responsáveis locais, regionais e nacionais dos bombeiros, prestaram juramento cinco novos bombeiros (três elemento masculinos e dois femininos), foram promovidos nove bombeiros, que passaram de terceira para segunda categoria e foi promovido um bombeiro de primeira categoria a sub-chefe.
“É um dia muito na véspera das comemorações dos 90 anos, mas não deixa de ser um dia muito especial”, disse ao JB, Nuno Canilho, completando que “com os 90 anos à porta, há muitas coisas em perspetiva. Estamos a procurar levar a cabo um programa comemorativo condizente com esta data redonda, havendo um aspeto que merecerá maior atenção”, disse o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Mealhada, referindo-se à candidatura que a associação submeteu para conseguir financiar “uma grande ampliação e renovação do atual quartel”.
Aquele investimento poderá ter um apoio de fundos comunitários na ordem dos 450 mil euros. “Vamos andar com este ‘fantasma’, esta hipótese a pairar sobre nós, pois seria uma boa prenda e um motivo de orgulho para celebrar os 90 anos”, concluiu Nuno Canilho.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Atraso na edição do Jornal da Bairrada

Devido a constrangimentos técnicos na nossa infraestrutura de dados, a edição do Jornal da Bairrada, tanto na sua versão em papel, como na edição digital, chegará com atraso aos nossos leitores, pelo que pedimos desculpas e apelamos à vossa compreensão. Obrigado.

Posted in Águeda, Bairradinos no Mundo, Cantanhede, Desporto, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

Programa de Animação do Luso promete um verão pleno de atividades

Programa de Animação do Luso promete um verão pleno de atividades

animação luso

O programa “Luso 3050 – No verão, o Luso é uma animação” volta a animar a vila termal durante os meses de verão. O objetivo passa por enriquecer a oferta local aos turistas, com uma programação abrangente e diversificada, direcionada às famílias. O programa foi apresentado na passada sexta-feira.
A começar pela música – do folclore ao jazz – passando pelo teatro, dos fantoches à recriação da Batalha do Buçaco, cinema ao ar livre, feiras e mercadinhos, atividades de novo circo e oficinas de saúde e bem-estar abertas à população, visitas guiadas pelo património histórico, ambiental e cultural e um sunset artístico. Estas são algumas das atividades que vão preencher os fins de semana de verão no Luso, entre o centro da vila, o mercado e o lago.
O programa, apoiado pela Câmara da Mealhada, com cerca de 63.500 euros, é dinamizado localmente por um conjunto de associações e pela Junta de freguesia, destinado a enriquecer o destino turístico e termal do Luso. “O Luso tem vindo a ser cada vez mais procurado e queremos que as famílias que procuram este destino tenham uma oferta complementar à que já existe. Que cheguem à noite e tenham um espetáculo diferente”, sublinhou Rui Marqueiro, presidente do Município, na apresentação da iniciativa.
“Mais do que um calendário de eventos, temos um projeto turístico que abarca as áreas da cultura, bem-estar e saúde, para pais e filhos, para toda a família, já que o Luso é um destino turístico de famílias”, referiu Inês Seabra, responsável da programação, em nome da AquaCristalina – Associação para o Desenvolvimento Cultural, Turístico e Económico da Vila do Luso, a entidade que produz os espetáculos.
A Junta de Freguesia de Luso, também parceira neste programa, sublinha, pela voz de Carlos Rodrigues, “os encantos” que há para descobrir na vila, lembrando que o Luso vive do turismo e deve, por isso, atrair e fixar cada vez mais turistas, combinando a sua animação com a programação artística desenvolvida pela Fundação Mata do Buçaco.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Mealhada: Duas listas à ACB disputam gestão e localização do Carnaval

Mealhada: Duas listas à ACB disputam gestão e localização do Carnaval

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

São já conhecidas duas candidaturas para as eleições da Associação do Carnaval da Bairrada (ACB) que deverão acontecer a 30 de junho próximo ou, caso não seja possível, na primeira quinzena de julho, segundo previsão do atual presidente da assembleia-geral, João Peres. Certa, para já, é a disponibilidade de dois antigos dirigentes (Alexandre Oliveira e Fernando Saldanha) para encabeçarem outras tantas listas ao referido ato eleitoral, depois de conhecida a indisponibilidade para uma recandidatura dos atuais dirigentes.
Será a 30 de junho ou então numa data a acordar na primeira quinzena de julho que acontecerão as eleições para os órgãos sociais da ACB. O presidente da assembleia-geral, João Peres, disse ao JB que ainda não há uma data exatamente definida. Questionado sobre a hipótese de concorrerem duas listas, frisou que “é salutar e mostra que o Carnaval da Mealhada está vivo”. “É importante este interesse, em pôr o Carnaval a mexer”, destacou.
Para já, são conhecidas duas listas prontas a formalizar as respetivas candidaturas, uma dessas liderada pelo anterior presidente da ACB, Fernando Saldanha, defensor do modelo tradicional do Carnaval, a acontecer no Sambódromo Luís Marques com um rei brasileiro no trono. A outra candidatura, encabeçada também por um antigo elemento da ACB, Alexandre Oliveira – curiosamente da equipa de Fernando Saldanha – que defende o regresso dos desfiles ao centro da cidade.

João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição de 23 de junho de 2016 do Jornal da Bairrada

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Rota da Bairrada: “Bairrada em Prova” nos Espaços Bairrada

Rota da Bairrada: “Bairrada em Prova” nos Espaços Bairrada

A Associação Rota da Bairrada lança o mote para a prova dos vinhos da região nos seus Espaços Bairrada da Curia e de Oliveira do Bairro. “Bairrada em Prova” é o tema desta ação de degustação que permite experimentar e conhecer de uma forma muito acessível uma vasta gama de vinhos Bairrada.
Dois espumantes, dois vinhos tintos e dois vinhos brancos compõem o cartaz do “Bairrada em Prova” que é promovido nos Espaços Bairrada da Curia e de Oliveira do Bairro.
Todas as quinzenas é apresentada uma diferente paleta de vinhos cuja prova está acessível a todos os enófilos ou simples curiosos por esta temática vínica.
Todos os interessados poderão desfrutar de uma prova de produtos vínicos Bairrada sempre acompanhada por um técnico da Associação que ajuda a revelar o caráter, a frescura e a elegância dos néctares degustados. Associada à prova dos seis vinhos está um custo de 3 euros por provador, custo este que poderá ser oferecido em compras de valor igual ou superior a 10 euros.
Até dia 15 de junho, o cartaz do “Bairrada em Prova” contempla o Vinhas Velhas Branco 2015 da Adega Luís Pato e o Primavera Branco 2014 das Caves Primavera. Inclui os tintos Campolargo Baga 2012 da Adega Campolargo e Eskuadro & Kompassu 2013 do Produtor Kompassus.
As Caves Arcos do Rei integram a lista dos vinhos em prova com o seu espumante Íssimo Baga Branco Bruto 2012 e as Caves São João também estão presentes com o Quinta do Poço do Lobo Baga Bairrada Branco Bruto Natural 2013.
De segunda a domingo, nos dois Espaços Bairrada, convida-se a colocar os sentidos à prova e a desfrutar de uma experiência vínica degustando alguns dos melhores vinhos.

Posted in Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com