Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Mealhada

Mealhada: “Leitão à Mesa” regressa em maio

Mealhada: “Leitão à Mesa” regressa em maio

São 11 os restaurantes da Mealhada aderentes à edição deste ano da iniciativa “Leitão à Mesa”, que regressa mais cedo do que o habitual, de 16 a 31 de maio. Os restaurantes, todos do projeto 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada, vão ter menus especiais e vão oferecer aos seus clientes as mais diversas entradas feitas com leitão, da cabidela às iscas, dos croquetes aos rissóis, das empadas à bôla. São duas semanas inteiras dedicadas ao prato rei do concelho.
Durante quinze dias, para além de poderem saborear o leitão, os clientes vão ter oportunidade de apreciar as mais diversas iguarias feitas com este produto local. Cada restaurante terá ainda menus especiais e outras surpresas, que poderão ir de degustações de vinhos e espumantes às mais variadas, e criativas, ofertas.
A iniciativa volta a ser organizada pela Câmara Municipal da Mealhada e pela Associação Maravilhas da Mealhada e tem como objetivo ”promover o principal prato gastronómico do concelho, o leitão, e impulsionar um setor da economia local, a restauração”. “Quem vier à Mealhada irá encontrar o melhor leitão, com a tradição e qualidade que a marca 4 Maravilhas exige, a água do Luso, o pão cozinhado em forno a lenha e os vinhos dos produtores do concelho, a mesma hospitalidade e arte de bem servir, e poderá ainda usufruir das ofertas especiais que cada um dos restaurantes preparou para os seus clientes”, convida a organização.
O “Leitão à Mesa” vai já para a sua terceira edição e, tal como no ano passado, também vai sortear refeições para duas pessoas por cada restaurante aderente.

Restaurantes aderentes

Celso dos Leitões
Churrasqueira Rocha
Hilário
Nelson dos Leitões
O Castiço
Octávio dos Leitões
Pedro dos Leitões
Pic-Nic
Rei dos Leitões
Típico da Bairrada
Três Pinheiros

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Antes: Onda de solidariedade para recuperar casa destruída por incêndio

Antes: Onda de solidariedade para recuperar casa destruída por incêndio

A Câmara da Mealhada, a empresa cerâmica Grespor e a população estão unidas no objetivo de recuperar a habitação de um casal de Antes, que em janeiro passado ficou quase totalmente destruída por um incêndio. Logo no dia da tragédia, gerou-se um movimento solidário por esta causa, que vai ganhando adeptos todos os dias, fazendo perspetivar que a obra avançará em breve.
A Câmara da Mealhada decidiu na segunda-feira, em sessão pública, que vai apoiar, através do Fundo de Emergência e Integração Social, com materiais de construção e outros “bens em espécie”, a recuperação da casa de Maria Dulce Santos e João Cuco, que ficou destruída por um incêndio no passado dia 7 de janeiro. O assunto esteve em destaque naquela reunião, onde o colégio de vereadores analisou o relatório do assunto, decidindo avaliar os apoios existentes e os necessários para a recuperação do edifício.
Os proprietários – ambos com 62 anos – têm a seu cargo uma neta, de 19 anos, e uma idosa de 90, tendo investido naquela habitação ao longo dos últimos anos, sem que tivesse qualquer seguro. O incêndio de janeiro levou tudo o que tinham e, apesar do emprego que os dois mantêm, era difícil a recuperação do imóvel, facto que despertou a população, a autarquia e a empresa onde ambos são colaboradores para uma união de esforços para reerguer a habitação que apenas mantém a fachada e pouco mais de pé.
Segundo apurou o JB, os colegas de trabalho da empresa Grespor já terão conseguido uma verba de cerca de 1.500 euros, à qual se junta uma outra de 2.500 euros angariada pela população da freguesia. A este apoio junta-se a administração daquela empresa, que diz disponibilizar pavimentos e revestimentos, assim como a Câmara da Mealhada que fornecerá, após avaliação, os materiais de construção necessários.
“A população tem ajudado muito e a Câmara apoiou, de imediato, naquilo que podia através da Loja Social. Vamos continuar a apoiar essa família e dar o devido acompanhamento ao assunto”, disse ao JB a vereadora da Ação Social, Arminda Martins.
Entretanto, numa visita a Antes logo depois da reunião, o JB falou com Maria Dulce Santos, que recordou que “as pessoas acolheram logo esta ideia de nos ajudar, é o que me disseram, não há palavras, mas há um obrigado grande a todos os que nos ajudaram”.
João Paulo Teles

Leia a reportagem completa na edição de 16 de abril de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Sopas com Saberes e Sabores no dia 18 de abril em Casal Comba

Sopas com Saberes e Sabores no dia 18 de abril em Casal Comba

O Rancho Folclórico São João de Casal Comba vai organizar no próximo sábado, dia 18 de abril, mais uma edição do evento gastronómico “Saberes e Sabores das Sopas dos Nossos Bisavós”. O evento realiza-se na sede do Rancho e tem entrada gratuita, estando a abertura agendada para as 17h. A fadista lusense Edna Costa anima a noite a partir das 21h.

Sopa de ossos, de grão-de-bico, de feijão debulhado à antiga, sopa de mistura de azeites, à cavador ou canja de galinha velha, bem como alguns petiscos regionais, são algumas das especialidades que os visitantes poderão degustar.

A Junta de Freguesia de Casal Comba e a Câmara Municipal da Mealhada apoiam o evento.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Bairrada Beer Fest: Cerveja Artesanal é mote de festa na Mealhada

Bairrada Beer Fest: Cerveja Artesanal é mote de festa na Mealhada

O Bairrada Beer Fest, festival da cerveja artesanal, vai decorrer de 30 de abril a 3 de maio. A iniciativa foi apresentada esta terça-feira, na Câmara da Mealhada e promete atrair muita gente à zona desportiva daquela cidade, através de um recheado programa preparado para a edição de arranque do evento.
A cerveja artesanal será o ingrediente principal do festival, que já tem confirmada a presença de marcas de referência nacionais e estangeiras, como a Toira, Cinco Chagas, Luzia, Vadia, Praxis, Sovina, Rapada e Rolls Beer.
No entanto, o festival mostrará também outra bebida, a cidra, e aliará à cerveja a gastronomia regional e outros espaços de exposições e atrações musicais. “Nos vários stands de produtores, poder-se-á apreciar e degustar mais de 200 rótulos de cerveja artesanal”, destaca a organização, frisando que estarão presentes, igualmente, as 4 Maravilhas da Mealhada (água, pão, vinho e leitão).
O artesanato regional e a realização de workshops sobre os produtos expostos são outras apostas para este primeiro festival, que preparou também um programa de atividades turísticas de usufruto da natureza.
No cartaz de animação musical, a organização aposta em nomes como Ana Malhoa, Dengaz, Gabriell, Fernando Alvim, Liliana Luz, India Malhoa, SMACK, DJ´s Double Grooves, Ricardo Bastez, David Silva e Fucking Carnivals e as Bandas Polk , 2002 e Funk na Quinta, entre outros.
A organização reforça que vai criar outras atrações, como um espaço de diversão infantil, com insufláveis e animação, assim como uma vertente solidária, como uma corrida a realizar no dia 1 de maio, a reverter para a Associação Desportiva e Cultural de Antes (ADCRA), uma “Mega Aula de Zumba” no dia 2 de maio e almoço solidário, a realizar no domingo dia 3, a reverter para a Associação Bairrada Solidária.
O Bairrada Beer Fest é organizado pela empresa de eventos Interact e conta com o apoio do Município da Mealhada e da Associação Bairrada Solidária.

“Queremos ser o maior festival ibérico”

Tendo como meta a atração de 20 mil visitantes, a organização do Bairrada Beer Fest lembra que se a Mealhada atingir o patamar dos 15 mil passará a ser o maior festival ibérico de cerveja artesanal, disse ao JB Rui Cosme, da empresa organizadora, reforçando que a equipa que está a preparar o evento andou a verificar aquilo que se fazia nestes tipos de festivais. “Queremos ser o maior festival ibérico de cerveja artesanal. Na Mealhada quisemos ir mais longe, ser diferentes e criar um pacote de iniciativas e produtos com um cartaz forte para trazer mais-valias a quem vai ali expor, com um ponto de encontro orientado a diferentes âmbitos profissionais”.
João Paulo Teles

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

“Ser feliz na escola” junta comunidade educativa a 18 de abril

“Ser feliz na escola” junta comunidade educativa a 18 de abril

Com o enfoque no aluno e nas condições que a escola pode dar-lhe para que se sinta feliz enquanto estudante, a Câmara da Mealhada vai levar a efeito, no próximo dia 18, no Cineteatro Municipal Messias, a sexta edição do “Encontro com a Educação”, optando pela tónica “Ser Feliz na Escola” num fórum que pretende promover o debate e a partilha de ideias, experiências e boas práticas entre os diversos intervenientes no processo educativo, sobre os mais variados temas relacionados com a educação.
A felicidade e a motivação dos alunos na escola, a importância de se trabalhar a autoestima e a resiliência, a valorização da inteligência emocional são temas que estarão em destaque, pela mãos de inúmeras personalidades ligadas ao tema, entre as quais David Justino, presidente do Conselho Nacional de Educação, responsável pela conferência de abertura. Depois, este primeiro orador, juntamente com Lucília Salgado, presidente do Conselho Pedagógico da Escola Superior de Educação de Coimbra e Manuela Grazina, professora da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, participam numa mesa redonda.
À tarde, na escola profissional, acontecerão vários workshops sobre a temática central.

Alunos mais felizes em época de pouca felicidade para docentes

Para a Câmara da Mealhada, que vai promovendo esta iniciativa nos últimos anos, “a Educação é crucial para o crescimento da nossa sociedade, por defender que a sua melhoria é uma missão, por acreditar que também o poder local pode dar o seu contributo, ao proporcionar a partilha de ideias e saberes, de boas práticas e políticas de sucesso”, diz Rui Marqueiro, presidente da Câmara, lembrando que “este fórum foi criado para levar o ator social e educativo a refletir sobre o que fazer para melhorar a educação”.

Para o vereador da educação, Guilherme Duarte, este encontro é “importante na atualidade da educação, cabendo às autarquias também contribuir para criar condições para que os alunos sejam felizes nas escolas”.

As inscrições para este 6.º Encontro com a Educação já estão a decorrer e podem ser feitas para o e-mail educacao@cm-mealhada.pt.

João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Silvã: Comissão de Festas de Sto. António promove Concurso de Vinhos

Silvã: Comissão de Festas de Sto. António promove Concurso de Vinhos

A Comissão de Festas de Santo António 2015 da Silvã está a organizar um Concurso de Vinhos. Vai ser realizado no dia 26 de abril (domingo), pelas 10h, e contará com dois tipos de vinho à prova: Vinhos Brancos e Vinhos Tintos.
Estará presente um Júri com experiência técnica na área vitivinícola. Haverá atribuição de prémios, almoço convívio e posteriormente, a apresentação de uma gama de produtos fito-farmacêuticos, da Empresa Syngenta, para a cultura da vinha. Será ainda realizado um sorteio para os produtores que participam no Concurso dos Vinhos (Oferta de um Vale de 150 euros para compra de agro-químicos da SYNGENTA e oferta de outros brindes).
O concurso de vinhos é aberto a todos os que queiram participar e todos são também convidados a degustar a feijoada, que será servida ao almoço, juntamente com os vinhos bairradinos. Quem quiser participar, deverá então inscrever-se até ao dia 24 de abril, ligando para o número 914742234.
De acordo com a organização, o objetivo deste evento é sobretudo divulgar, dinamizar e dignificar os vinhos produzidos nas nossas terras bairradinas, e por consequência também arranjar fundos monetários para a realização da Festa de Santo António 2015, festividade que se realiza em agosto deste ano, como já é hábito nas últimas décadas. “Acreditamos que esta possa ser uma ótima atividade de encontro e convívio, onde sobretudo saiam valorizados os vinhos «caseiros» dos produtores da nossa região”, acrescenta a Comissão de Festas.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Milene Matos conquista duplo prémio em Paris

Milene Matos conquista duplo prémio em Paris

O projeto “Biodiversidade para Todos” da Mata do Buçaco, um trabalho da bióloga da Universidade de Aveiro (UA) Milene Matos, foi o vencedor do Prémio Internacional Terre de Femmes. Instituído pela Fundação Yves Rocher, o trabalho de Milene Matos conquistou pela primeira vez para Portugal um galardão que este ano colocou a concurso outros seis projetos de seis mulheres da França, de Marrocos, da Suíça, da Alemanha, da Ucrânia e da Rússia. Vencedora nacional do prémio Terre de Femmes, atribuído a 3 de março, Milene Matos recebeu o prémio a 2 de abril, em Paris, durante a cerimónia internacional da Yves Rocher. O trabalho arrecadou também o Prémio do Público atribuído por votação online.

“Se é verdade que dediquei muitas horas, anos, ao trabalho no Buçaco, não é menos verdade que este prémio o devo aos portugueses. O apoio de amigos, colegas e mesmo perfeitos desconhecidos foi indescritível, desde o primeiro dia das votações”, diz Milene Matos.

João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

26.ª Escolíadas: Novas escolas e muita qualidade

26.ª Escolíadas: Novas escolas e muita qualidade

A 26.ª edição do concurso Escolíadas-Glicínias Plaza vai arrancar, dia 17 de abril, às 21h30, no Centro de Artes e Espetáculos (CAE) da Figueira da Foz. A organização do certame aponta que este ano vai juntar mais de 2.500 alunos e professores de 28 escolas secundárias, provenientes de 19 concelhos (dos distritos de Aveiro, Coimbra e Viseu).

Os 16 espetáculos do concurso decorrerão em cinco salas destes distritos e prometem atrair mais de 12 mil espetadores, garante Cláudio Pires, presidente da Associação Recreativo-Cultural Escolíadas, destacando, nesta pequena entrevista, que este ano o concurso fica marcado com a presença de escolas novas e pelo “surpreendente” nível de qualidade das escolas participantes, rotulado como “o melhor de sempre”.

JB – O que podemos esperar desta edição das Escolíadas?
Cláudio Pires – Pelo que temos andado a ver nas escolas, este ano vamos ter uma edição muito especial. A qualidade daquilo que temos visto é surpreendente. Em termos de qualidade, acredito que este vai ser o melhor ano de sempre. As escolas estão a trabalhar muito bem.
Por outro lado, temos mais escolas. E temos um ingrediente curioso que é ter muitas escolas novas, com um reforço interessante em Viseu depois de termos apostado ali, no ano passado, na criação de um polo.
A marcar esta edição está, sem dúvida, a forma como as escolas se estão a preparar. O entusiasmo costuma ser bom mas este este ano é ótimo.

As Escolíadas juntam três distritos que, apesar de vizinhos, são diferentes. Isso nota-se nas provas?
Muito. O distrito de Aveiro é muito forte. Não é ser mais competitivo, apresenta muita qualidade. O de Coimbra será o mais competitivo mas o de Viseu dentro de duas ou três edições vai surpreender e ficar ao nível de todos os outros. Dentro de cada distrito também vemos uma evolução e hoje em Aveiro, por exemplo, vemos que todas as escolas estão muito equiparadas em termos de qualidade quando há uns anos atrás havia grandes diferenças.

A edição deste ano termina na Mealhada, onde tudo nasceu há 26 anos…
Sim, queremos que termine na Mealhada. É curto para nós o Cineteatro Messias, com 360 lugares, mas será simbólico e vai ser interessante. Vamos tentar proporcionar uma festa diferente.

O sucesso desta iniciativa deve-se ao facto de não haver nada deste género nas escolas? Preenche uma lacuna?
É a razão de ser do nosso trabalho. É a inclusão da arte na educação, sempre com os métodos da educação formal. A ligação direta à escola mas não com a pirâmide social que a escola tem. É pena que nem todos tenham acesso a estas iniciativas ou a mais iniciativas destas.

João Paulo Teles

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Festame, Festa do Município da Mealhada, de 9 a 14 de junho

Festame, Festa do Município da Mealhada, de 9 a 14 de junho

A partir deste ano, a conhecida Feira de Artesanato e Gastronomia passa a chamar-se FESTAME – Feira do Município da Mealhada e vai realizar-se de 9 a 14 de junho no mesmo local, a Zona Desportiva.
As inscrições para a FESTAME já estão a decorrer. Os artesãos e os empresários do setor agrícola, industrial e comercial que estejam interessados devem efetuar a sua candidatura até 16 de abril, preenchendo a ficha que está disponível no site da autarquia e enviando, por e-mail, para festame.mealhada@gmail.com, ou por correio, para a Câmara Municipal da Mealhada.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Pampilhosa: Festa do Folar trouxe história ao Largo do Freixo

Pampilhosa: Festa do Folar trouxe história ao Largo do Freixo

O Grupo Etnográfico de Defesa do Património e Ambiente da Região da Pampilhosa (GEDEPA) recriou, no passado domingo, a tradicional “Festa do Folar”, que durante toda a tarde animou o emblemático Largo do Freixo.

Para além das barraquinhas para venda deste típico símbolo da doçaria local, os visitantes puderam também desfrutar dos produtos da taberna à moda antiga, entre outros espaços que atraíram dezenas de pessoas ao recinto.

A festa foi animada por danças e música tradicional, através do grupo da casa e outros grupos populares convidados, destacando-se as recriações históricas de algumas figuras locais – e não só – que marcavam presença nestes eventos, como foi o caso da “homenagem” a Rato Louredo, também chamado Rato das Medalhas, alcunha ganha em tempos pela extensa coleção de medalhas que envergava no seu traje domingueiro, exibindo-a nas romarias por onde passava.

Ana Maria, presidente do GEDEPA, confessou ao JB que a presente edição foi “recheada de sucesso, tanto pela venda de todos os produtos como pelos excelentes quadros encenados no decorrer da festa”.

 

“Pampilhosa uma Terra e um Povo”

Recorde-se que o GEDEPA, à semelhança de anos anteriores, lançou no passado dia 22, no salão nobre da Casa Rural Quinhentista, a revista anual, neste caso a 33.ª edição de “Pampilhosa uma terra e um povo”.

Entre muitos assuntos sobre a freguesia, registados por uma boa parte de figuras locais, que anualmente contribuem com as suas recolhas e escritas, a revista deu especial enfoque nesta edição ao lugar do Canedo, que teve honras de capa e mereceu um artigo do presidente da Junta de Pampilhosa, Victor Matos, residente naquele lugar da freguesia.

João Paulo Teles

 

 

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com