Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Bustos

Bustos: Denúncia de protocolo gera discussão no executivo

A proposta da denúncia de protocolo celebrado entre o município e a Freguesia de Bustos (atualmente União de Freguesias de Bustos, Troviscal e Mamarrosa) relativo à cedência de uma sala do pré-escolar da antiga escola primária de Bustos, com vista à instalação de Loja Social gerou alguma discussão, na última reunião de câmara. O ponto seria aprovado por maioria, com os votos contra dos vereadores do CDS/PP.
A denúncia do contrato prende-se com as obras que se vão iniciar naquele espaço para a instalação do Museu do Rádio.
Na ocasião, o vereador Jorge Pato lamentou, que na sequência das várias conversações com a Junta de Freguesia, não tenha sido encontrada ainda uma solução de substituição.
O edil Mário João Oliveira referiu que a Loja Social é um projeto da União de Freguesias e que da parte da câmara municipal existe abertura para encontrar uma solução a contento das partes. “Há total abertura e disponibilidade da câmara para encontrar uma solução para este projeto, porque o que é social é sempre necessário e bem visto”.
Elsa Pires, veradora da Educação, que tem acompanhado este processo, avançou também que esta matéria tem vindo a ser analisada com a União de Freguesias, que sempre se mostrou disponível para fazer a mudança, ainda que seja vontade das senhoras que lideram este projeto que o mesmo permaneça no centro da vila.
Para a vereadora Lília Ana Águas e para o seu colega Jorge Pato, ambos do CDS/PP, a denúncia do protocolo deveria vir acompanhada de uma solução alternativa, o que não foi o caso. “Votamos hoje a denúncia do contrato. A questão é saber se não foi ainda encontrada alternativa, se a loja pára”, disse Jorge Pato, enquanto que Lília Ana Águas, lamentaria que, sendo a câmara municipal a necessitar do espaço “que está ocupado com uma iniciativa que é aceite e está à disposição de todos, se chegue a uma reunião de câmara com a proposta de uma denúncia de protocolo sem encontrar uma solução para este caso, e apenas com o prossuposto que está tudo em aberto e que as partes se vão entender”.

CC

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro0 Comentários

Bustos: Museu do Rádio na antiga Escola Primária estará pronto no início de 2017

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro aprovou, por unanimidade, na reunião de câmara realizada na última quinta-feira, os projetos de arquitetura, especialidade e abertura do concurso de empreitada do Museu do Rádio que será construído na antiga Escola Primária de Bustos. O espaço terá cerca de 270 m2 de área e deverá estar concluído seis meses após a adjudicação que terá o valor de 387.500 euros. A antiga escola servirá para albergar as reservas, ou seja, restante espólio que não estará em exposição. O Museu receberá mais de mil rádios que serão cedidos pela família de Manuel Silva (residiu em Bustos e atualmente mora em Vagos), que é detentor da maior coleção de rádios em Portugal.

Obra marcante. O vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Cristóvão Batista, destacou a importância da aprovação da abertura da empreitada, sublinhando que “o Museu do Rádio será uma obra marcante para o concelho e para o país”. “Estará disponível com a maior coleção de rádios. A diversidade, a qualidade e o facto de todos os rádios funcionarem vai colocar o concelho de Oliveira do no mapa”, defendeu o vice-presidente a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, sublinhando que “em todas as ações que fazemos, acima de tudo há o interesse público.
O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, recordou que ele próprio, acompanhado pelo presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro, visitou a exposição de rádios que se encontra em Vagos e chegou a acordo com a proprietária. “E agora temos a empreitada para avançar”, disse com satisfação o autarca oliveirense.

O colecionador. Recorde-se que Manuel Silva nasceu em 1930, residiu em Bustos, e atualmente mora no vizinho concelho de Vagos. Foi comerciante e técnico de rádios que por volta de 1950 começou a colecionar, ficando com os rádios velhos dos clientes que iam comprar um novo. Hoje, conta com mais de 1500 exemplares. Ao longo dos anos, Manuel Silva acalentou o sonho de criar um Museu do Rádio, onde pudesse expor todos aqueles rádios que fazem a história da rádio, elemento fundamental na comunicação entre os povos e, até 1957, uns dos poucos meios de comunicação em Portugal.
Pedro Fontes da Costa
pedro.f.costa@jb.pt

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro1 Comentário

Bispo e Obra Frei Gil em silêncio sobre o IPSB

ipsb

O Bispo de Coimbra, D. Virgílio do Nascimento Antunes, não se pronuncia sobre o impacto que a redução de turmas terá no Instituto de Promoção Social de Bustos (IPSB) e sobre o atual momento que a instituição atravessa. “Não me vou pronunciar sobre o assunto”, afirmou ao Jornal da Bairrada, na última sexta-feira, D. Virgílio Antunes.
O Bispo de Coimbra é o prelado protetor e tutelar da Sociedade de Promoção Social – Obra do Frei Gil, que possui 80% do capital do IPSB e que absorveu nas suas contas, e na sua quota-parte, um prejuízo contabilístico do IPSB de 252.655,35 euros, referentes ao exercício de 2015. Em 2014, o prejuízo fora de 59.616,17 euros.
O presidente da direção da Sociedade de Promoção Social – Obra do Frei Gil, Augusto Lusitano Rainho, contactado pelo JB, também preferiu remeter-se ao silêncio, justificando que “o padre Manuel Carvalheiro, presidente do conselho de administração do IPSB, é que está a conduzir o processo”.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro0 Comentários

Movimento cívico em defesa do IPSB pede ajuda ao secretário de Estado da Energia

manifestacao ipsb

O movimento cívico IPSB – Projeto de uma Comunidade manifestou-se, na última sexta-feira, momentos antes da inauguração da ExpoBairrada, no Espaço Inovação em Vila Verde. Foram ouvidos pelo secretário de Estado da Energia, Jorge Sanches, que se fazia acompanhar pelo presidente e vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, respetivamente Mário João Oliveira e Cristóvão Batista.
Durante a sessão solene de abertura da ExpoBairrada, o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, apelou ao secretário de Estado da Energia “para uma causa que a todos nos move e que para nós oliveirenses é uma causa maior”. “Refiro-me ao Instituto de Promoção Social de Bustos (IPSB), estabelecimento de ensino com contrato de associação estabelecido com o Ministério da Educação que vê a sua sobrevivência em risco se as recentes medidas anunciadas pelo governo se concretizarem.” “Este Instituto esteve sempre ao lado dos diversos governos, procurando dar resposta a alunos cujas escolas públicas não tinham capacidade de os albergar. Ricos ou pobres, com maior ou menor capacidade, transmitindo-lhes ensinamentos e valores muito para além dos que vêm nos manuais”, acrescentou o autarca, afirmando que “acreditamos na Escola Pública do concelho, mas também acreditamos no IPSB. Na sua coexistência apenas encontramos vantagens para a Educação”. “E acredite que sempre olhámos para a Educação como a base para uma verdadeira mudança cultural”, disse o autarca.
Por seu lado, o secretário de Estado da Energia, Jorge Sanches, prometeu que iria transmitir aos seus colegas as preocupações do autarca de Oliveira do Bairro, prometendo “encontrar a melhor solução para que tenha achado que a minha vinda tenha sido útil”.

Posted in Bairrada, Bustos, Destaque, Oliveira do Bairro0 Comentários

Câmara aprova por unanimidade moção de solidariedade para com o IPSB

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro aprovou, na última quinta-feira, por unanimidade uma moção de solidariedade para com o Instituto de Promoção Social de Bustos (IPSB), na sequência da publicação do despacho normativo que restringe a origem geográfica dos alunos que se poderão matricular nos estabelecimentos de ensino particular e cooperativo com contrato de associação. Os vereadores da oposição, CDS/PP, votaram a favor, mas defenderam que a autarquia oliveirense devia “assumir uma posição mais forte, de discordância absoluta desta alteração legislativa”.
De acordo com a moção votada, a autarquia oliveirense diz estar preocupada com “a insustentabilidade anunciada a que um instituto, que em tanto tem engrandecido este concelho, pode ser conduzido”. “Como consequência, a diversidade de entidades, de projetos educativos, de possibilidade de escolha por parte dos encarregados de educação, simplesmente desaparece, considerando que o concelho apenas dispõe de um único Agrupamento de Escolas público. Acreditamos que a pluralidade, a sã competição e a cordial e complementar coexistência se traduzem em maior possibilidade de enriquecimento e crescimento”, lê-se no documento aprovado, por unanimidade, e que agora será enviado para o IPSB, Assembleia Municipal de Oliveira do Bairro, Direção Regional de Educação do Centro, Secretária de Estado da Educação e Ministro da Educação, com conhecimento do Primeiro-Ministro.

Desemprego. Ainda de acordo com o documento aprovado, a autarquia refere que, como consequência desta medida, está preocupada “com o aumento do desemprego no concelho, considerando que esta escola emprega 134 pessoas (89 docentes e 45 não docentes)”, acrescentando que “o Instituto de Promoção Social de Bustos é uma escola de referência que sempre se pautou pelo interesse genuíno e único de servir a população com a qualidade que deve ser oferecida a todos”.
“Quando foi necessário promover o interesse pela escola, incentivando pais a permitir que os seus filhos prosseguissem estudos, o Frei Gil, com a ajuda da comunidade local, criou um posto da Telescola, antes mesmo do apoio financeiro proveniente do Ministério da Educação. Desde aí, este Instituto tem sabido crescer de forma madura, dando resposta a alunos provenientes de Bustos, Mamarrosa, Troviscal e da Palhaça, a alunos cujos encarregados de educação trabalham perto do Instituto e a outros alunos que, por opção, se reveem no projeto educativo da escola, na sua dinâmica, valores e princípios”, lê-se ainda na moção. “Por tudo isto, e por um histórico de sucesso e de responsabilidade social que este instituto tem oferecido à comunidade oliveirense, demonstramos a nossa solidariedade para com o IPSB e a nossa discordância para com a restrição geográfica prevista no Despacho Normativo”, finaliza a autarquia.

Posição. Os vereadores do CDS/PP, Jorge Pato e Noémio Cruz, votaram a favor da moção, contudo apresentaram uma declaração de voto, onde expressam a sua discordância, relativamente ao facto da moção não ter data e ter chegado tardiamente para aprovação. “Este problema foi conhecido há já bastante tempo e foi tornado público há cerca de duas semanas. A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro já deveria ter manifestado publicamente a sua posição sobre este assunto”, referiram os vereadores centristas, argumentando ainda que não concordam com a posição de simples “solidariedade” com o IPSB, manifestada na moção. “A autarquia deve assumir uma posição mais forte, de discordância absoluta desta alteração legislativa”, referiram os centristas, sublinhando que “nada é dito sobre a divulgação e destinatários deste documento”.

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro0 Comentários

Alunos, professores e comunidade “abraçam” coletivamente o IPSB

ipsb_abraco

Cerca de um milhar de alunos do Instituto de Promoção Social de Bustos (IPSB), professores, auxiliares de ação educativa, políticos e ainda o vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Cristóvão Batista, participaram, na última sexta-feira, num “abraço” coletivo ao IPSB. Trata-se de uma ação de defesa da liberdade de escolha que consideram estar a ser posta em causa com a implementação das novas regras impostas pelo governo, que levará a uma eventual redução do financiamento do Estado aos contratos de associação e por conseguinte a uma redução do número de alunos.
Os vários “abraços às escolas” são uma iniciativa do movimento “Defesa da Escola. Ponto”. Em todo o país, a organização previa, na sexta-feira, juntar cerca de 30 mil pessoas, entre alunos, pais, professores e funcionários das escolas.
Recorde-se que os contratos de associação foram criados para garantir que nenhum aluno ficaria impedido de frequentar a escola por não haver oferta na rede pública de estabelecimentos, prevendo-se para esses casos o financiamento da frequência em colégios privados.
Agora, segundo a tutela, será avaliada a abertura de novas turmas em início de ciclo, que apenas acontecerá se não houver oferta pública na região de implantação dos colégios.

Uma casa cheia. Entretanto, no dia anterior, quinta-feira, o IPSB recebeu uma avalanche de pais e encarregados de educação preocupados com o futuro dos seus filhos, face às últimas tendências anunciadas para as escolas com contrato de associação.
De acordo com a página do IPSB, na rede social Facebook, o padre Manuel Carvalheiro, presidente do Conselho Administrativo do IPSB, “deu rosto aos receios e anseios de todos, juntando um apelo para a adoção de uma atitude proativa, numa plataforma de espírito crítico e livre, no sentido de exercermos o nosso direito de escolher a educação que queremos para os nossos filhos”.
Já a professora Regina Vidal, conhecedora da realidade do IPSB, trouxe à memória coletiva do plenário as gerações que por ali passaram. “A comunidade escolar, atenta e participativa, manifestou de forma clara e indubitável o seu apoio ao IPSB, não tendo ficado indiferente ao facto de todos os quadrantes políticos, com representação autárquica, terem vindo a manifestar também o seu apoio, numa demonstração saudável de clarividência para além das naturais e indispensáveis diferenças que acalentam”, lê-se na página oficial do IPSB no Facebook.

Pedro Fontes da Costa
pedro.f.costa@jb.pt

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro0 Comentários

Unidades de Saúde de Bustos e da Mamarrosa em risco de encerrar

As Unidade de Saúde de Bustos e da Mamarrosa poderão encerrar em breve de acordo com um plano de reorganização dos serviços de saúde. A Administração Regional de Saúde do Centro não confirma nem desmente este encerramento, prometendo para dentro de algumas semanas uma reação. Contudo, Manuel Nunes, presidente da Assembleia Municipal, em resposta às preocupações levantadas por alguns deputados no decurso da última Assembleia, clarificou que a reorganização dos serviços de saúde que se iniciou em 2009 poderá levar efetivamente ao encerramento daquelas duas Unidades de Saúde.

Reorganização. Manuel Nunes explicou que nesta reorganização não podem existir mais do que duas Unidades de Saúde Familiares (USF). “Uma para Oliveira do Bairro e uma segunda para a União das Freguesias”, afirmou Manuel Nunes, sublinhando que “a criação destas USF depende da vontade expressa de uma equipa e, neste caso, atendendo à passagem à reforma de vários médicos, os novos vieram com vontade para esta reorganização”.
Manuel Nunes deixou claro que este encerramento não é uma questão política, mas apenas o “cumprimento de uma legislação que está em vigor e que foi reconhecida pelos sucessivos governos”.
O autarca disse não entender como é que nesta matéria tão sensível, as pessoas colocam problemas, “quando para se deslocarem a uma pastelaria ou a um hipermercado andam três ou quatro quilómetros”.

Troviscal. Manuel Nunes defendeu ainda que, caso a reorganização avance, a mesma terá que passar pelo Troviscal, já que, “neste momento, é o único espaço que responde e tem capacidade mínima para albergar todos os serviços. O Troviscal tem três gabinetes para médicos, para enfermeiros e casas de banho”.

Mudanças. “Estamos a falar entre optar por esta forma centralizada, onde existirá sempre um médico ou mantermos os três postos abertos e quando um médico, ou um enfermeiro vai de férias é colocado um papel na porta”, acrescentou Manuel Nunes, apelando que “nos preocupemos verdadeiramente com a saúde”. “Falo assim, porque estou convicto de que esta forma vai responder melhor às necessidades de saúde dos nossos concidadãos.” “Entendo que existem hábitos criados e que existem pessoas que temem uma determinada prática, mas também todos percebemos que temos que estar abertos às mudanças e as mudanças apontam para que sejam melhores, pelo que devemos contribuir para um esclarecimento cabal.”

Posted in Bairrada, Bustos, Mamarrosa, Oliveira do Bairro, Troviscal0 Comentários

Autocuidado, uma aposta formativa entre parceiros

O Centro Médico de Bustos, em parceria com a Sóbustos (IPSS), realizou uma ação de formação direcionada a colaboradoras da instituição com a temática “Autocuidado no que à Higiene diz respeito”, tendo também uma vertente sobre Saúde Oral Sénior, em que os utentes estiverem presentes. A iniciativa decorreu no dia 27 de janeiro, na Sóbustos.
Com o objetivo primordial de consciencializar as colaboradoras para a importância da realização do Autocuidado que engloba a Higiene, Júnia Costa (Enfermeira) e Soraia Pedreiras (Enfermeira) falaram sobre os procedimentos e técnicas a adotar tendo o alcance do bem-estar de cada utente como meta diária.
A apresentação de Ana Carolina Santos (Médica Dentista) intitulou-se Promoção da Saúde Oral no Idoso. O destaque foi para as patologias que mais afetam a cavidade oral, a importância dos corretos hábitos de higiene diários, bem como as diferentes formas de reabilitação oral (prótese removível, fixa e implantes dentários).
Com a realização de ações de formação a Sóbustos pretende desenvolver competências com o intuito de melhorar a qualidade de prestação de cuidados aos seus utentes, em parceria com a equipa do Centro Médico de Bustos.

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro0 Comentários

Milton Costa recebe Prémio Carreira da Sociedade de Microbiologia

Milton Costa recebe Prémio Carreira da Sociedade de Microbiologia

O bustoense Milton Costa, professor catedrático da Universidade de Coimbra, acaba de ser distinguido com o Prémio Carreira Nicolau van Uden da Sociedade Portuguesa de Microbiologia (SPM), pela sua contribuição no campo da microbiologia. Milton Costa acredita que o prémio é uma recompensa pelo trabalho que fez pela SPM e pela investigação que desenvolveu com o seu grupo de trabalho no domínio da microbiologia.

Leia a entrevista na edição de 4 de fevereiro de 2016 do Jornal da Bairrada

Posted in Bairrada, Bustos, Destaque, Oliveira do Bairro0 Comentários

Alunos do IPSB e do IPB em direto com biológo a partir da Antártida

Alunos do concelho de Oliveira do Bairro vão entrar em contacto, através de videoconferência, com o cientista polar e biólogo marinho José Xavier, que está em expedição na Antártida.
A iniciativa vai decorrer no dia 29 de janeiro, às 16h, na sala de reuniões de Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, e contará com a presença de cerca de 50 alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro, IPSB – Colégio Frei Gil e Instituto Profissional da Bairrada, que terão a oportunidade de colocar questões e conversar com José Xavier sobre a expedição e como é “viver” na Antártida.
A expedição PELAGIC tem como objetivo avaliar a presença de metais pesados no Oceano Antártico. No seu blogue (http://cientistapolarjxavier.blogspot.pt/) José Xavier explica que a equipa de cientistas que integra – que conta também com o português José Seco – vai “recolher amostras ao longo de toda a cadeia alimentar, desde a água, passando pelos crustáceos, peixe, lulas e predadores de topo (como as otárias do Antártico e pinguins) para avaliar a quantidade de metais pesados na cadeia alimentar marinha do Oceano Antártico”.
A expedição, que levou José Xavier e colegas cientistas às Ilhas Orcadas do Sul, está a decorrer entre janeiro e fevereiro a bordo do navio cientifico britânico James Clark Ross, que partiu das Ilhas Falkland/Malvinas no passado dia 19 de janeiro.
Refira-se que José Xavier, que esteve em setembro passado na 1.ª Feira de Ciência de Oliveira do Bairro, é chefe da delegação de Portugal nas reuniões do Tratado da Antártida e membro do Polar Educators International (Universidade de Coimbra/Universidade de Cambridge), tendo já realizado várias expedições científicas à Antártida.

Posted in Bairrada, Bustos, Oliveira do Bairro0 Comentários

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com