Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Oiã

Ricardo Ribeiro é um dos produtores executivos mais talentosos do mundo

Ricardo Ribeiro é um dos produtores executivos mais talentosos do mundo

O produtor executivo de espetáculos (production manager) Ricardo Ribeiro, natural de Oiã, mas a viver em Los Angeles, nos Estados Unidos, e atualmente em Tourné com a banda “30 Seconds To Mars”, é o vencedor do Prémio Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa. Trata-se de uma iniciativa que celebra este ano a sua 7.ª edição e que pretende distinguir cidadãos portugueses que, pela sua capacidade empreendedora e inovadora, têm destaque fora de Portugal nas suas atividades.

Ricardo nasceu em Oiã, está na casa dos 30 anos, mas com uma visão diferente do que, normalmente, os jovens pretendem para o seu futuro. Tirou um curso de Autocad para trabalhar em engenharia e arquitetura no Departamento de Matemática da Universidade de Aveiro, e não as licenciaturas, porque queria começar logo a fazer coisas. Hoje, com esse “know-how”, decifra os projetos de planificação e design dos espetáculos.

Em 2002, com 20 anos, foi para Londres. Uma decisão que de certa forma foi inspirada pela sua avó, que viveu em França.

Chegou num sábado a Londres e na segunda-feira já estava a tentar a sua sorte no London Astoria, uma das mais míticas casas da capital inglesa. “Fui lá perguntar se tinham um lugar para mim e consegui trabalho no bar. Não estava à espera, mas foi a minha rampa de lançamento”, afirmou ao JB Ricardo Ribeiro, na sexta-feira, quando estava a ultimar mais um concerto da banda “30 Seconds to Mars”, em Roma, Itália.

Três meses depois, era supervisor e ao nono mês passou para a equipa de palco para logo se tornar assistente de “stage manager”, cargo que ocupou até o Astoria fechar, em 2009. “Durante este tempo, trabalhei com nomes grandes que passaram por esta mítica sala de espetáculos. Passaram nomes tão famosos como a Madonna ou mesmo a banda Rolling Stones”, acrescentou.

Entretanto, o cargo de “stage manager” transformou-se no “Production Manager “(Produtor Executivo) quando começou a ser reconhecido profissionalmente, e a trabalhar pelo próprio nome.

Ricardo foi viver para Los Angeles, mesmo ao fundo da colina, “por baixo do sinal de Hollywood”, mas esteve muito pouco em casa porque se seguiram tournées com Raphael Saadiq (com quem conheceu Stevie Wonder, Earth Wind & Fire e Jennifer Hudson) ou trabalhos como production manager para Mick Jagger na primeira participação deste nos Grammy Awards. “O trabalho com Mick Jagger foi dos que mais me marcou”, confessou ao Jornal da Bairrada.

Sucesso

Hoje, Ricardo Ribeiro construiu uma empresa ligada ao mundo do “show business” com um volume de negócios de 57,7 milhões de euros. De uma forma direta, tem debaixo da sua alçada uma equipa de 60 pessoas. Nos espetáculos, esta equipa pode chegar aos 120. Nada pode falhar em cada espetáculo. É tudo da sua responsabilidade. Enquanto algum material segue por terra, outro segue pelo mar.

Ricardo não tem dúvidas de que a sua vida é uma grande aventura, num trabalho extremamente exigente. Diz ainda não saber quantos países percorreu ou quantas voltas já deu ao mundo. No dia em que o entrevistávamos, estava em Roma. No dia em que este jornal está em distribuição, Ricardo encontra-se na Alemanha e no dia seguinte na República Checa [para ver os últimos meses da tour http://www.thirtysecondstomars.com/tour].

Diz não pretender parar tão depressa, pois “é todo um conhecimento obtido, ao longo destes anos, que não merece descanso”. Confessa, no entanto, que “quando esta digressão terminar, vou dois meses para uma ilha deserta”.

Pedro Fontes da Costa

pedro@jb.pt

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital

Posted in Destaque, Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Vandalismo no Campo de Futebol e na Igreja

Casas particulares, viaturas, a igreja matriz de Oiã e as instalações da Associação Desportiva de Oiã não escaparam a atos de vandalismo praticados, na noite da penúltima segunda-feira para terça, em Oiã. As pinturas terão, segundo comentários na rede social Facebook, nomeadamente na página da Paróquia de Oia, sido feitas por um grupo de rapazes de Oiã (Boys Kru Oiã), também intitulados “Zona O”.
Num post da página da Paroquia de Oiã no facebook, que reúne mais de 30 comentários de revolta, está escrito que é “muito fácil” identificar os elementos, pois “basta perguntar à nossa juventude e eles identificam logo quem são os membros do «Zona O»”.
O padre Mário Ferreira, pároco de Oiã, diz não entender a motivação que está por detrás dos atos que provocaram danos, principalmente nas pedras de Ançã, colocadas na frontaria da igreja e que já têm mais de um século. “Estamos a procurar uma empresa especializada para remover as pinturas”, afirmou o pároco, sublinhando nada saber relativamente aos autores de semelhante ato.
Já Laura Vela, da direção da Associação desportiva, conta que os prejuízos são elevados, e que “nos obrigam a avançar de imediato com a pintura da zona das bancadas, onde os nomes escritos não podem ficar lá”. “Até dentro dos balneários foram feitas inscrições com tinta, o que nos obriga a efetuar uma despesa extra”, acrescentou Laura Vela.
A GNR de Oliveira do Bairro tomou conta da ocorrência.

Posted in Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Comissão de utentes para defender serviço de saúde

Um grupo de cidadãos de Oiã formou uma Comissão de Utentes, como forma de dar voz às reivindicações da população pelo direito a cuidados de saúde com qualidade, nomeadamente no Centro de Saúde local.
De acordo com Fernando Picanço, “em face da crescente degradação dos cuidados de saúde na freguesia de Oiã, apesar do empenho com que os profissionais de saúde procuram minorar os efeitos da falta de meios humanos e materiais que se verifica na Extensão de Saúde local, decidimos formar uma Comissão de Utentes para dar voz às reivindicações da população”.
“Com efeito, para além da falta de médicos para assistir adequadamente todos os utentes, assiste-se também a inadmissíveis faltas de material básico para a prestação de cuidados de saúde, sendo cada vez mais os casos em que têm de ser os próprios doentes, para poderem ser tratados, a levar de casa pomadas, gaze, seringas, comprimidos e outros medicamentos de uso corrente”, esclarece Fernando Picanço.
Este responsável explica ainda que “a comissão de utentes está a recolher mais informação sobre problemas relacionados com a prestação de serviços públicos de saúde na freguesia de Oiã, no seguimento da qual irá procurar reunir com as entidades responsáveis para expor os problemas levantados e as reivindicações dos utentes”.
Fernando Picanço acrescenta ainda que “a comissão de utentes teve como primeiros promotores Ana Barroco, Artur Ramísio, Carlos Carvalho, César Simões, Eduardo Marques, Fernando Picanço, Graça Silva, Lurdes Palma, Paulo Pereira e Rui Neves, mas logo nas primeiras horas da sua divulgação nas redes sociais aderiram à comissão mais de uma centena de cidadãos”.
A Comissão de Utentes, que é aberta à participação de todos os cidadãos que nela queiram participar, apela a que sejam enviadas opiniões sobre as ações a desenvolver, com casos que tenha conhecimento, para o e-mail: cuspob@gmail.com

Posted in Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

460 autos elaborados em operação a stands de carros

O Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana de Aveiro fiscalizou, na penúltima quinta-feira, dia 30 de janeiro, 145 estabelecimentos comerciais, especialmente direcionados para a venda de veículos automóveis usados (stands), com a finalidade principal de verificar o cumprimento das normas que regem o setor e se os direitos do consumidor se encontram devidamente salvaguardados.
De acordo com a GNR, foram elaborados 460 autos por contraordenação pela prática de diversas infrações, entre as quais se destacam a falta de alvará, inscrição no cadastro de estabelecimentos comerciais, falta de prestação de informações obrigatórias ao cliente, uso de formas de publicidade proibidas, irregularidades relacionadas com o Livro de Reclamações; incumprimento do horário de funcionamento; falta de autorização da autoridade competente para venda de veículos na via pública e incumprimento da legislação ambiental.
Foram ainda levantados dois processos-crime por reprodução ilegítima de programa protegido, tendo sido apreendidas duas máquinas de jogo de fortuna ou azar, e ainda foi elaborado um autonotícia por suspeita de tráfico/viciação de viatura.
Na operação estiveram envolvidos 162 militares de todos os Postos Territoriais do Comando Territorial de Aveiro, bem como militares da estrutura de Investigação Criminal e do Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente.

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Bustos, Cantanhede, Ílhavo, Mamarrosa, Mealhada, Oiã, Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada, Região, Troviscal, Vagos Comentários

Dona Crise é rainha do carnaval que tem entradas grátis

A Rainha do Carnaval de Oiã, que se realiza nos dias 2 e 4 de março, respetivamente domingo e terça-feira, é a Dona Crise, anunciou a Associação de Carnaval de Oiã.
De acordo com a organização, o percurso será igual ao dos anteriores e terá como atração a “Dona Crise”, pelo que não serão cobradas entradas. “Acreditamos que podemos dignificar Oiã com mais um grandioso evento que traz imensa gente à nossa terra. Será um Carnaval mais “saloio”, mas que vai ao encontro das raízes do Carnaval de Oiã”, explica Sérgio Lopes, da Associação de Carnaval.
Sérgio Lopes apela ao voluntariado que será necessário para prestar auxílio em diversas tarefas.

Posted in Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Anadia: “Sweet Sugar”, loja de cake design abre na cidade

Anadia: “Sweet Sugar”, loja de cake design abre na cidade

A cidade de Anadia tem, desde o passado dia 7, um novo espaço comercial que promete fazer as delícias dos mais gulosos e dos entusiastas por cake design.
A loja e ateliê de cake design “Sweet Sugar” acaba de surgir pelas mãos de duas jovens, a enfermeira Lúcia Rosa e a professora, Rita Figueira.
O espaço, localizado em plena Avenida das Laranjeiras, no Edifício Palmeiras, é completamente inovador, pois é a primeira casa (loja e ateliê) na região a dedicar-se exclusivamente à área da confeção de bolos temáticos, mais conhecido como pastelaria decorativa (cake design), por encomenda, baseada em pasta de açúcar.
Uma aposta arrojada, em tempos de crise, mas que as promotoras acreditam ter pernas para andar, tal a movimentação que a loja tem tido desde a abertura.
Um projeto que tem vindo a amadurecer, desde a altura em que ambas que se conheceram, numa formação de cake design.

Loja e ateliê. “É uma área nova, que não existe na região, aliás não existe nada do género entre Coimbra e Aveiro”, dizem, ao mesmo tempo que confessam querer “trazer algo de novo à cidade, colmatando assim uma lacuna que existia na área da pastelaria”.
No espaço reservado à loja encontra-se todo o tipo de utensílios para fazer bolos, bombons, cupcakes, bolachas decorativas e cakepops. Formas, utensílios de cake design, pastas de açúcar, pratos decorativos, chocolate, corantes, essências dos mais variados sabores (anis, morango, avelã, café, amêndoa), pérolas, purpurinas, frosting de várias cores, até recheios para bolos (também variados, caramelo, nutela, maça-canela, ananás, limão, creme de pasteleiro), num sem fim de sabores, velas, entre outros fazem parte das ofertas deste espaço.
Uma mais valia, dizem, são os preços competitivos que praticam, comparativamente a espaços semelhantes localizados nas cidades.
“Fazemos vários tipos de massas e todo o tipo de decoração. Mas se o cliente desejar fazer o bolo em casa e encomendar o boneco ou o elemento para a decoração, nós fazemo-lo”, explicam, dando conta que esta é uma “área muito específica, que requer muita técnica e cada bolo é único, podendo a decoração de um só bolo demorar 2 a 3 dias a realizar”.
Isto, porque todos os trabalhos são únicos, verdadeiros desafios que podem exigir a idealização de um projeto, primeiro em papel, e só depois em bolo.
“Já deitámos muito bolo e pasta de açúcar para o lixo, por não ficar exatamente como queríamos”, sublinham, evidenciando que na Sweet Sugar se procura o perfecionismo em todos os trabalhos.

Workshop dia 21. Para além da loja existe ainda a cozinha onde bolos de aspeto simples se transformam em verdadeira obras de arte.
É neste espaço ainda que têm ainda lugar os workshops abertos ao público.
O segundo workshop tem lugar no próximo dia 21 de dezembro e é subordinado ao tema: modelagem de figuras humanas avançada. Começa às 9h e termina às 13h.
Nestas aulas práticas os participantes são desafiados a fazer cake design seja em cupcakes, cakepops, ou em bolos.
Refira-se ainda que a loja está aberta todos os dias, de segunda a sábado, das 10 às 19h.
As encomendas de bolos deverá ser feita com antecedência por forma a que o produto final idealizado pelo cliente seja alcançado.
Os adeptos de cake design podem acompanhar “Sweet Sugar” na rede social facebook.com/sweetsugardesign ou então pelo mail sweetsugar.cakedesign@gmail.com

Posted in A. da Gândara, Aguada de Baixo, Águeda, Aguim, Anadia, Ancas, Arcos, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Cantanhede, Fermentelos, Mealhada, Mogofores, Moita, Oiã, Óis do Bairro, Oliveira do Bairro, Palhaça, Paredes do Bairro, Por Terras da Bairrada, S. Lourenço Bairro, Sangalhos, Tamengos, Troviscal, V. Nova de Monsarros, Vagos, Vilarinho do Bairro Comentários

XI Encontro de Sopas no dia 9 de novembro

O XI Encontro de Sopas, organizado pelo Centro Social de Oiã, é já este sábado, dia 9 de novembro, a partir das 19h, no Espaço Inovação, em Vila Verde.

A entrada, no valor de 6 euros, permite degustar entre um sem número de sopas variadas e, para sobremesa, pode sempre apreciar papas de abóbora e castanhas assadas.

Conforme vem sendo habitual, para além da parte gastronómica, há também muita animação, a cargo da Orquestra do Chefe, um saxofonista (com música ambiente, ao vivo), DJ Alcides Barros (música ambiente e para dançar), o grupo de dança Sol de Venezuela e ainda os Kanta Latinus.

Motivos não faltam para ir até ao Espaço Inovação, este sábado e, já sabe, ao participar, estará a ajudar o Centro Social de Oiã.

Posted in Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Polo escolar em OIã inaugurado sem vedação e quadros na sala de aulas

Polo escolar em OIã inaugurado sem vedação e quadros na sala de aulas

O polo escolar de Oiã Poente (Carro Quebrado) foi inaugurado, na penúltima quarta-feira, pelo presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, sem estar concluído. A falta de quadros nas salas de aulas e ausência de vedação no espaço exterior são os problemas apontados pelo vereador da oposição Jorge Pato, que, na última reunião de Câmara, disse não entender “como se abre uma escola com esta falta de condições”.
Durante o discurso de inauguração, o presidente da Câmara considerou que se tratava de pormenores. “Cada um olha para o que quer”, afirmou o autarca.
Mário João Oliveira sublinhou ainda que “quase oito anos volvidos, o executivo municipal, que deu resposta cabal à carta educativa, numa forte aposta do seu executivo na área da Educação, faz com que a partir de hoje, e à exceção da Mamarrosa, todas as crianças do ensino pré-escolar e 1.º ciclo que frequentarem a rede pública, disponham das mesmas condições, de excelência e não de luxo, para aprender e ensinar”.

Custo. Este é o 7.º e penúltimo equipamento escolar novo a entrar em funcionamento no concelho de Oliveira do Bairro, nos últimos 8 anos, e representa um investimento de 2.886.236,31 euros. O projeto teve uma comparticipação de cerca de 41% do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN).

Dedicação. O presidente da Assembleia Municipal, Manuel Nunes, considerou tratar-se de uma inauguração singela, mas “com o significado das outras inaugurações que envolveram personalidades”. “No fundo, esta inauguração tem o mesmo significado das outras”, reforçou Manuel Nunes, enaltecendo “o grande espírito de dedicação de todos os professores, já que os primeiros passos do ensino básico são decisivos para a carreira escolar e para a própria vida”.

Condições. A diretora do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro, Júlia Gradeço, destacou as qualidades do polo escolar, afirmando estarem reunidas todas as condições para um bom estudo.
Júlia Gradeço, dirigindo-se aos alunos, afirmou que “estes alunos que, hoje estão aqui, um dia uns serão ministros, outros pedreiros”. “Às vezes os pedreiros são mais importantes, por aquilo que temos visto”, afirmou.
Nesta escola, e pela primeira vez, a autarquia vai garantir diretamente, em protocolo com o Agrupamento de Escolas, o serviço de Atividades e Tempos Livres (ATL) que vai funcionar nas próprias instalações, tal como acontece com a Componente de Apoio à Família nas restantes escolas. As refeições serão servidas pelo Centro Social de Oiã.

Posted in Destaque, Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Centro Social comemora 55.º aniversário

O Centro Social de Oiã assinala, este mês, 55 anos da sua fundação. Com o objetivo de comemorar a data, o Centro Social preparou um programa de atividades, que começou no dia 24 de julho e se prolonga até ao próximo dia 28.
Hoje, quinta-feira, o dia será dedicado às respostas sociais da Infância. Neste dia, o intuito principal é presentear as crianças com algumas atividades que, de uma forma lúdica e pedagógica, visam essencialmente dar tempo e espaço para o brincar. E porque nesta instituição há uma preocupação com o desenvolvimento infantil enquanto um todo, também se quer ajudar pais, avós e educadores em geral, a lidar com o mau comportamento infantil. Para tal, fica o convite para assistir, pelas 21h, desse mesmo dia, à ação de sensibilização intitulada “Pais à beira de um ataque de nervos! – Estratégias de gestão comportamental”.
O dia 26 de julho será mais direcionado para a população sénior, com a animação do projeto “Plenitude” durante a tarde, e com uma ação de sensibilização realizada pelas 21h, designada como “Envelhe(S)er: mitos, verdades e desafios” que, perante um cenário de envelhecimento populacional galopante, ambiciona desmistificar crenças e auxiliar na edificação de um envelhecimento bem-sucedido.
No dia 28, não se poderia terminar de melhor forma, com um dia repleto de atividades aliciantes. Tendo sempre no horizonte o lema ”mente sã em corpo são”, organizámos uma manhã para melhorar a forma física, com uma caminhada matinal, seguida de uma Mega Aula de Fitness. O ponto de encontro terá lugar no Centro Social de Oiã, pelas 9h30, onde todos poderão equipar-se devidamente para este dia festivo. O almoço está marcado para as 12h30 e não faltarão as sardinhas e as febras assadas na brasa, entre outros petiscos. A tarde também promete música, convívio e muita diversão com a atuação do grupo “Moinhos”.
Informamos que para participar nestas atividades deverão inscrever-se. Podem fazê-lo na Secretaria do CSO, na Junta de Freguesia de Oiã, no Quiosque de Oiã e na Oficina da Silveira Paulo e Edgar, ou ainda através do e-mail: geral@csocialoia.com.
Este ano, a sua presença adorna-se de especial importância, visto que esta comemoração visa não só festejar 55 anos de trabalho, de lutas e vitórias, mas também angariar fundos para a obra em progresso, que integrará a resposta social de Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, Centro de Dia, Serviço de Apoio Domiciliário e Lar Residencial para Pessoas Portadoras de Deficiência.
Venha festejar connosco, e contribuir para o desenvolvimento da nossa instituição, pois você também faz parte da sua história!
Centro Social de Oiã

Posted in Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Redes bem montadas assaltam nos Carris

Uma casa foi assaltada, na madrugada do passado dia 9 de julho, no lugar dos Carris. Os proprietários não estavam e os meliantes, depois de cortarem a rede de vedação e terem conseguido drogar o cão de guarda, rebentaram as portas da habitação. Os valores furtados foram elevados, pois levaram ferramentas elétricas, eletrodomésticos, televisores, computadores e muitos outros valores. Como se não bastasse, deixaram também muitos estragos em portas e paredes.
Nos últimos meses, os amigos do alheio têm andado muito ativos no lugar dos Carris e, além desta casa na rua 13 de Junho, já haviam “visitado” casas nas ruas dos Branquinhos, Capela e Sto. António. Isto já para não falar em quintais, capoeiras, e mesmo terras de cultivo.
Fator comum a todos estes assaltos é a ausência dos proprietários e não se pense que isto é apenas coincidência. Isto indicia uma rede bem montada, com informantes e uma vigia muito elaborada. O que nos coloca perante um problema mais grave: estes assaltos já não serão obra de vulgares ladrões, mas de uma rede organizada. Tudo indica isso: os sinais que vão aparecendo junto da entrada de algumas casas, a presença de meliantes a rondarem as casas, por vezes de forma bastante ostensiva.
As pessoas andam assustadas e têm razões para isso. A nossa zona tem sido invadida por toda a espécie de gente, sendo que na maioria dos casos não se lhe vislumbra qualquer tipo de atividade profissional. E, apesar de estarmos rodeados por grupos com má fama, acreditem que há muitos outros a aproveitar-se dessa má fama.
Por isso, todos temos que estar atentos e colaborar. Não podemos refugiarmo-nos no “enquanto não for comigo”. Sempre que se veja ou desconfie de algo, deve-se telefonar à GNR. Para bem de todos.

Humberto Silva

Posted in Oiã, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com