Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Palhaça

Feira da Palhaça com novo espaço

Feira da Palhaça com novo espaço

O novo recinto da Feira da Palhaça, que custou 2,5 milhões de euros, foi inaugurado, na manhã de domingo, dia 1 de março. Um marco histórico para a freguesia e para o concelho. “Um espaço que há muito era ansiado pela população da Palhaça”, sublinhou o presidente da Assembleia de Freguesia da Palhaça, António Bernardo.

O presidente da Junta de Freguesia da Palhaça, Manuel Augusto Martins, começou por afirmar que “o homem sonha e a obra nasce” e que o espaço que agora se inaugura, que tem grande dignidade e grande dimensão, demorou 15 anos a ser uma realidade, tendo a compra dos terrenos começado no mandato do ex-presidente da Câmara Acílio Gala (CDS/PP).

O autarca da Palhaça sublinhou ainda que “se trata de uma obra que é um grande marco para a freguesia e para a história do concelho”, recordando o papel que os seus antecedentes (Manuel Carvalho, Fernando Tomé) tiveram em todo este processo.
Manuel Augusto deu ainda a conhecer que “a feira completará 300 anos no próximo dia 29 de junho, altura em que serão feitas as comemorações alusivas à efeméride”, esperando que todos os arranjos exteriores, nomeadamente os parques de estacionamento, estejam concluídos, já que “a essência deste espaço está feita e os clientes só vêm se tiverem local onde estacionar os carros”.

O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, garantiu que os arranjos exteriores são para concluir, estando neste momento numa fase de consolidação.
O edil deu ainda a conhecer, sem revelar pormenores, que além das duas feiras mensais, o espaço poderá receber outras iniciativas.

A terminar o ato inaugural, antes da visita ao recinto da feira, o presidente da Assembleia Municipal, Manuel Nunes, destacou a luta “persistente e vincada” da Junta de Freguesia da Palhaça em todo este processo”, sublinhando que “o presidente da Junta da Palhaça deu continuidade aos que o antecederam, continuando a lutar e reivindicando este espaço”. “É preciso vencer muitas etapas e foi isso que a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia fizeram”, afirmou.

Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Leia a reportagem completa na edição de 5 de março de 2015 do JB

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Nova Feira da Palhaça inaugurada a 1 de março

Nova Feira da Palhaça inaugurada a 1 de março

A Feira da Palhaça, que custou 2,5 milhões de euros, vai mudar, no próximo dia 1 de março, para um novo espaço. A inauguração oficial está marcada para as 10h, na presença de entidades locais. No dia 29 de junho, a Feira da Palhaça comemora 300 anos de existência. “Vai ser uma data memorável”, afirma Manuel Martins, presidente da Junta de Freguesia da Palhaça. O autarca está orgulhoso do novo espaço da feira, que resulta de uma incansável “luta” das gentes da Palhaça. “Uma conquista que demorou 12 anos e que atravessou o mandato de Acílio Gala, que começou a comprar os terrenos, e Mário João Oliveira, que terminou a obra. Na Junta, Manuel Carvalho, Fernando Tomé e agora Manuel Augusto Martins foram os autarcas locais que lutaram por esta mais-valia.

“É mais um marco histórico nos quase 300 anos de vida da Feira da Palhaça, que se assinalam dia 29 de junho”, afirma Manuel Augusto Martins, presidente da Junta de Freguesia, ao mostrar, orgulhosamente, ao JB, o novo espaço da Feira, que será um dos melhores do distrito de Aveiro.

A nova Feira da Palhaça, acessível através da Rua da Bica ou da Rua das Feitosas (rua da Feira do Gado), compreende um conjunto de trabalhos que se desenvolveram numa área de aproximadamente 41.000 m2, contemplando a execução de um mercado com zona de venda indiferenciada e de peixe, módulos destinados para bancas dos feirantes, zona de churrasco, zona de pintos, zona de flores, instalações sanitárias, duas lojas, cafetaria, zona técnica e sala administrativa.
Esta obra contemplou ainda trabalhos de movimentação de terras, estruturas de betão armado e metálica, infraestruturas de abastecimento, drenagem e elétricas, rede de incêndio, rede de rega, serralharias de ferro e de alumínio, carpintarias, revestimento e pintura de pavimento, paredes e tetos e arranjos exteriores (colocação de espécies arbóreas e tratamento da vala hidráulica).
Quantos aos lugares de estacionamento, Manuel Augusto estima que serão cerca de 4 mil, no entanto, no dia 1 de março, apenas estará concluído o parque de estacionamento sul, que tem capacidade para mil viaturas. “Até ao dia 29 de junho, altura em que a Feira comemora 300 anos, serão concluídos todos os acessos exteriores”, acrescenta o autarca, sublinhando que a Feira da Palhaça é um património que é pertença de todas as gerações ao longo dos três séculos.

Pedro Fontes da Costa

Leia a reportagem completa na edição de 26/02/2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Destaque, Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Manuel Justiniano à frente do Recanto da Natureza até 2018

Manuel Justiniano dos Santos foi reeleito, na sexta-feira, dia 19 de dezembro, para o cargo de presidente da direção, 2015/2018, da Associação de Solidariedade Social “O Recanto da Natureza”. Foi uma eleição concorrida que levou muitos sócios a votos e cuja decisão não se apresentava difícil, já que a votos apenas se apresentava uma lista.
Os corpos gerentes foram eleitos para os próximos quatro anos em Assembleia Geral e tomaram posse na mesma noite, sob o olhar atento dos sócios, que foram ali cumprir o seu dever.
A dirigir os trabalhos da Assembleia Geral, a presidente Maria Clara Exposto, 1.ª secretária Raquel Monteiro Vieira e 2.ª secretária Marília Ferreira.
A direção da Associação continua durante o próximo mandato de 2015/ 2018, sob a responsabilidade de Manuel Justiniano dos Santos, presidente eleito, tendo como nova vice-presidente, Maria Clara Exposto. A tratar das economias da Associação ficou Mário Simões Luzio, Tesoureiro, e como Secretário, Doris Priscilia Oliveira. Como Vogal da Direção está Emanuel Justino. São suplentes da Direção: Mónica Carvalho, Alberto Viegas, Licínio Lourenço, Iracema Santos e Fernando Capão. O Conselho Fiscal tem como presidente, Miguel Martins Vieira, 1.º vogal, Luís Viegas e 2.º vogal, Celina Borges. São suplentes, Cátia Cravo, Maria Graça Margarido e Manuel António Maia.

Posted in Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Festa de aniversário da ADREP com cheirinho a Natal

No passado dia 21 de dezembro, na ADREP realizou-se um almoço comemorativo do 38.º aniversário da Associação. Estiveram presentes cerca de 240 pessoas entre estas, atletas, sócios, colaboradores do teatro e do grupo de cantares e outros colaboradores desta Associação.
Um evento que contou ainda com a participação do vice-presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, presidente da Junta de Freguesia da Palhaça, presidente da Assembleia de Freguesia da Palhaça, representante da Associação de Futebol de Aveiro, Padres João Gonçalves e Leonel, presidente do Rancho Folclórico S. Pedro da Palhaça, presidente da Associação de Pais Kotinhas e Chefe de Agrupamento 970 da Palhaça.
Na hora dos discursos, as diversas entidades enalteceram as atividades desenvolvidas pela ADREP e desejaram a todos um bom Natal e um feliz ano de 2015.
Neste mesmo fim de semana, uma equipa de futsal de formação da ADREP, composta por atletas nascidos nos anos de 2003 a 2005, participou num torneio em Espanha, onde estiveram presentes 12 equipas, classificando-se em 4.º lugar.

Posted in Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

PJ de Aveiro detém dois jovens agressores de mãe e filha

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Aveiro, no dmingo, procedeu à detenção de dois homens, sem qualquer ocupação profissional conhecida, presumíveis autores de um crime de roubo na Palhaça.
O crime sob investigação teve lugar, na madrugada da penúltima quinta-feira, na localidade da Palhaça, tendo os autores, através do arrombamento da porta de entrada de uma habitação, penetrado na mesma e abordado as duas pessoas que lá viviam, subtraindo algum dinheiro e joias existentes no local.
As vítimas, mãe e filha, com 96 e 73 anos de idade, respetivamente, foram manietadas e uma delas agredida a murro, no intuito de facilitar a ação criminosa.
Os detidos, com 21 e 22 anos, na segunda-feira, foram presentes às Autoridades Judiciárias competentes na Comarca do Baixo Vouga para primeiro interrogatório, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de obrigação de apresentações diárias em posto policial.
Acrescente-se que as duas mulheres sofreram ferimentos, tendo sido transportadas pelos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro para o Hospital de Aveiro.

Posted in Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

O.Bairro: Premiados o mérito, a disciplina, a dedicação e a vontade de 16 alunos do concelho

O.Bairro: Premiados o mérito, a disciplina, a dedicação e a vontade de 16 alunos do concelho

O Quartel das Artes Dr. Alípio Sol serviu de palco, pela primeira vez, a mais uma edição dos Prémios Escolares Jornal da Bairrada 2013/2014, desta feita a 11.ª. E tão importante e significativo evento não poderia ter sido acolhido em melhor local. Este novo espaço vocacionado para a cultura e para as artes, único na região e recentemente inaugurado, foi assim, na tarde da última sexta-feira, dia 10, também a casa da Educação, recebendo a comunidade educativa oliveirense, que viu ser premiado “o mérito, a disciplina, a força de vontade, o dever cumprido e o exemplo”, como destacou, no momento de abertura do evento, Oriana Pataco, diretora do Jornal da Bairrada.

Lamentável ausência da tutela. A responsável deste semanário regional não deixou de lamentar que, pela primeira vez, em 11 anos, não tenha marcado presença na cerimónia um representante do poder central.
De facto, os Prémios Escolares já foram, no passado, presididos – dada a sua importância e significado – por Isabel Alçada (2010) e Nuno Crato (2008), altura em que era presidente da Associação Portuguesa de Matemática. “Hoje, muito nos honraria recebê-lo enquanto ministro da Educação, convite que vimos reiteradamente fazendo, desde que iniciou funções em 2011. Três anos volvidos, ainda não foi possível, sendo que este ano, não está sequer presente um Secretário de Estado nem mesmo um representante da DGEstE – Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares”, diria a diretora do Jornal da Bairrada em jeito de desabafo.
Na presença de Manuel Nunes e Mário João Oliveira, respetivamente presidentes da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, de Joana Abrantes, neta do Comendador Almeida Roque (presente em sua representação) e do orador convidado, (Professor Doutor) Carlos Fiolhais, Oriana Pataco destacou ainda a importância do prémio que este ano “fica na história do Jornal da Bairrada”, não só porque este semanário foi, no decorrer deste ano, reconhecido com o Prémio Gazeta (galardão de maior prestígio na área da comunicação social), mas porque esta 11.ª edição distribuiu 5 mil euros pelos 16 melhores alunos de Português e de Matemática, do 9.º e 12.º anos, dos estabelecimentos de ensino do concelho de Oliveira do Bairro (Escola Secundária de Oliveira do Bairro, EB 2/3 Dr. Fernando Peixinho de Oiã e Instituto de Promoção Social de Bustos). Uma atribuição possível graças àquele que é o mais importante mecenas da região, o Comendador Almeida Roque que, ano após ano, tem acarinhado e apadrinhado a cerimónia. Pena que em dia de festa e numa tarde em que tantos alunos não têm aulas no concelho, os estabelecimentos de ensino local não tenham ainda conseguido despertar aos alunos interesse por esta cerimónia. Poderiam, com a sua presença, dar um outro brilho à entrega de prémios, assim como mostrar que estão ao lado dos colegas e companheiros de estudo numa hora tão importante para os premiados, que são também um exemplo para os seus pares, ao nível do comportamento moral e cívico.

Um exemplo para os jovens. Na ocasião e perante a plateia, que integrou alunos premiados, pais e familiares e alguns docentes, Manuel Nunes frisou que esta é já uma data marcante e histórica no concelho, “que distingue o mérito, a dedicação e o trabalho dos jovens do concelho ao longo de cada ano escolar” e salientou a importância de demonstrar e deixar exemplo do que cada um pode fazer no ensino e na educação. Por isso, é seu entendimento que “devemos, enquanto comunidade local, continuar a privilegiar este tipo de iniciativas que promovam o mérito. Temos de ser capazes de transmitir aos jovens que o bom pode surgir no futuro, e ser alicerçado nas premissas do trabalho, da dedicação e do empenho em prol da aquisição de mais conhecimento.” Ao JB agradeceria ainda por manter viva esta iniciativa, mas também por estar a ter, uma vez mais, uma intervenção decisiva na qualidade dos oliveirenses que se continuam a destacar no país e no mundo. “Jovens, continuem nesse rumo pois é ele que vos vai levar ao ponto mais alto a que podem aspirar, neste futuro cada vez mais exigente e difícil”, concluiria.

Divertida aula de Física. Carlos Fiolhais, professor catedrático no Departamento de Física da Universidade de Coimbra, deu uma brevíssima aula sobre física, ou melhor dizendo, sobre a relação da eletricidade com o magnetismo (séculos XVIII e XIX) .
“Se hoje somos o que somos, é porque no passado houve outros que contribuíram para isso”, disse salientando que “o avanço científico teve consequências enormes e mudou a vida de todos”, e hoje somos beneficiários da tecnologia do passado que envolveu a criatividade e o esforço humano.
O tema apresentado, “O casamento da eletricidade com o magnetismo: das pernas de rã de Galvani à rádio de Marconi”, permitiu à plateia ficar com uma noção da evolução da eletricidade e a sua relação com o magnetismo.
De uma forma lúdica, desfiou o nome de vários cientistas que marcaram esta evolução: Luigi Galvani, Alessandro Volta, Hans Oersted, Faraday, James Maxwell, Thomas Edison, Heinrich Hertz, Guglielmo Marconi e ainda Albert Einstein.

“Apostar na Educação é sempre uma aposta vencedora”. A encerrar, o autarca Mário João Oliveira recordou o grande pilar e aposta do município na Educação, aplaudindo as iniciativas realizadas neste âmbito, com especial enfoque para o apoio do Comendador Almeida Roque, que “tanto tem feito por este município.” E ciente de que, ao premiar-se o mérito se nivela por cima, defendeu que ninguém pode ficar indiferente, sobretudo neste concelho que tem “excelentes estabelecimentos de ensino, diretores de escolas muito bons e ótimos profissionais a lecionar”, que “moldam, são exemplo e orgulho para muitos alunos”. Para o autarca oliveirense, tal esforço e dedicação de todos “está à vista”, apontando para o grupo de jovens excecionais acabados de premiar: “apostar na Educação é sempre uma aposta vencedora para uma autarquia”. Deixou ainda uma palavra de reconhecimento aos pais “pelo empenho e dedicação”, mas também pelo facto de alguns estarem agora a materializar nos filhos, com satisfação e orgulho, a formação a que não conseguiram aceder.
Durante a cerimónia subiram ao palco, para dois apontamentos culturais, alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro, que frequentam o ensino articulado na Escola de Artes da Bairrada (Beatriz Direito e Ana Pereira) e um grupo de alunos do IPSB (António Diogo; Marta Cruz; Beatriz Lourenço; Cláudia Guedes e Gustavo Ferreira).

Premiados

9.º ano

Escola Secundária de Oliveira do Bairro

1.º Beatriz Correia Rodrigues – 300 euros (Português/Matemática)

2.º José Bernardo da Silva Belo Zeferino – 200 euros (Português/Matemática)

3.º Ana Margarida Nunes Araújo – 125 euros (Português/Matemática)

3.º Inês Seabra Ferreira – 125 euros (Português/Matemática)

EB 2/3 Dr. Fernando Peixinho – Oiã

1.º Milene Martins Marques – 300 euros (Português/Matemática)

2.º Márcia Jesus Pires – 200 euros (Português/Matemática)

3.º Bruno Miguel da Silva Henriques – 125 euros (Português/Matemática)

IPSB

1.º João Pedro Vieira Pinhal – 300 euros (Português/Matemática)

2.º Henrique Rafael Freitas Tavares – 200 euros (Português/Matemática)

3.º Francisca Maniés Henriques Silva – 125 euros (Português/Matemática)

12.º ano

Escola Secundária de Oliveira do Bairro

1.º Elodie Morais Oliveira – 500 euros (Matemática)

2.º Andreia Filipa Campos dos Santos – 500 euros (Português)

IPSB

1.º Ana Gaio Pereira – 500 euros (Matemática)

1.º Sara Vanessa Mota Vida – 500 euros (Matemática)

1.º Roberto Silva Carvalho – 500 euros (Matemática)

1.º Marta Miguel Costa Abrantes – 500 euros (Português)

Catarina Cerca

Posted in Bustos, Destaque, Mamarrosa, Oiã, Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada, Região, Troviscal0 Comentários

Palhaça: Alegria e inovação marcam os dois dias de consagração da Igreja Matriz

Palhaça: Alegria e inovação marcam os dois dias de consagração da Igreja Matriz

A população da Palhaça recordou e comemorou, nos dias 14 e 15 de agosto meio século de aniversário sobre a sagração da sua igreja matriz. Segundo o Padre João Gonçalves, administrador paroquial da Palhaça, foi uma oportunidade de congregar as pessoas para viver a alegria de comemorar 50 anos da Sagração da Igreja da Palhaça.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Juntos vamos celebrar a alegria e a tenacidade dos sonhadores

A população da Palhaça recorda e comemora esta semana (dias 14 e 15 de agosto) meio século de aniversário sobre a sagração da sua igreja matriz. Segundo o Padre João Gonçalves, administrador paroquial da Palhaça, esta é uma oportunidade de congregar as pessoas: “Comemorar 50 anos da Sagração de uma Igreja é comemorar um ato de fé e de festa. De festa porque recordamos historicamente pessoas que foram extraordinárias, que levaram por diante um sonho, que concretizaram nesta igreja, com tantas dificuldades que haviam na altura mas também com uma luta tremenda fora de série. E de fé porque um templo é um ato de fé, as pessoas que vêm ao templo, veem a expressão da fé de uma comunidade. As pessoas que acreditam oferecem a Deus espaços e oferecem a si mesmas espaços para que possam, no silêncio e em comunidade, louvar e bem dizer a deus. Estão todos convidados a juntarem-se a nós nesta alegria de estarmos juntos.”

14 de agosto – Uma noite para recordar nos próximos 50 anos. Do programa destas comemorações destaca-se na quinta-feira, 14 de agosto, o momento 14.08.14, marcado para as 22h, no adro da igreja paroquial, onde irá desaguar a “Estrada de Luz – procissão das velas” que vai da Igreja de Vila Nova, passando pela Praça de S. Pedro, até à Igreja Matriz. “Com esta Estrada de Luz, queremos sair à rua com muito mais do que uma procissão, queremos ser uma manifestação da luz que o cristão é, e que Cristo tem de significar para o mundo”, explica o Padre João.
Logo de seguida, o momento comemorativo – 14.08.14 – será uma ocasião única e especial para relembrar, de forma inédita, a história e os protagonistas que tornaram possível a construção da igreja matriz há meio século. “Esta será, com certeza, a maior surpresa desta celebração, um momento que estamos a preparar para que seja extraordinário e marcante, que ajude a aprofundar o nosso conhecimento sobre a história do templo. Vamos fazê-lo recorrendo às novas tecnologias e tirando partido do nosso espaço, da nossa igreja. Queremos que este momento possa ficar na memória de todos, mas sobretudo das novas gerações, para os próximos 50 anos.”

15 de agosto – Uma Igreja de portas abertas para rezar e visitar. Já na sexta-feira, feriado de dia 15 de agosto, as portas da igreja abrem-se para a celebração da eucaristia às 10h30, com a participação do Coro 50, como refere o administrador paroquial: “um momento para a paróquia dar graças a Deus e rezar por todos aqueles que já partiram e que foram pedras fundamentais na construção deste templo, de uma forma muito especial recordarmos o P. Manuel Oliveira, pároco de então.”
Para encerrar esta comemoração, a partir das 15h, a abertura da exposição “Igreja de Portas Abertas, uma mostra que documenta alguns dos aspetos mais relevantes relacionados com o templo palhacense e a sua história. “Um espaço para que cada um, reviva e revisite alguns dos momentos dessa alegria pelo que realizamos, pela história que somos e alegria pelas pessoas que nos doaram este templo, um sonho dos nossos antepassados que se tornou uma realidade e para o qual convido todos: que juntos possamos recordar e reviver essa alegria.”

Posted in Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Obras do Carvoeiro “estragam as estradas”

As obras das Águas do Carvoeiro que estão a ser feitas na Palhaça, com o objetivo de instalar uma conduta de águas para reforço do abastecimento dos concelhos de Oliveira do Bairro e de Vagos, estão a provocar sérios danos nas estradas e nas próprias condutas de saneamento. O alerta foi feito, mais uma vez, pelo presidente da Junta de Freguesia da Palhaça, Manuel Martins, na última sexta-feira, durante a Assembleia Municipal.
“A população da Palhaca vai ficar com as estradas estragadas e as sarjetas entupidas, uma vez que estão a tirar águas com lamas que vão entupir as sarjetas”, explica o autarca da Palhaça, sublinhando que “o problema, como devem saber, não é da nossa Câmara, mas das Águas do Carvoeiro”.
Manuel Martins defende ainda que “as pessoas deviam ser mais responsáveis, até porque andam a tapar os buracos com as terras que retiram das valas, o que não devia ser feito”. “Ainda ontem [quinta-feira] houve uma reunião no local das obras, onde estavam umas 20 pessoas a olhar para um buraco. É inadmissível que estas obras não sejam fiscalizadas”, acrescentou.
A entrada de Oliveira do Bairro na Associação dos Municípios do Carvoeiro garantirá 80% das necessidades de abastecimento de água ao concelho de Oliveira do Bairro.

Posted in Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Palhaça: Exposição propõe percurso para Caminhada de Quaresma

Palhaça: Exposição propõe percurso para Caminhada de Quaresma

“Aqui somos felizes” é a exposição que abriu ao público, na Palhaça, e que pode ser visitada até ao próximo dia 27 de abril, gratuitamente. Uma mostra que se organiza em torno da peça de teatro, apresentada por 7 vezes nos últimos dois anos, pela comunidade palhacense, mas que simultaneamente se constitui como convite a trajeto de introspeção para esta Quaresma. Fotografias, guarda-roupa, instalações áudio e adereços de cena compõem os ambientes que vão confrontando quem circula com os sentimentos que dominam os vários atos que compõem a narrativa. No final da exposição, que se estende ao longo de 6 espaços do antigo Centro Social e Paroquial, o público pode ainda assistir ao documentário que retrata 2 anos de projeto “Paixão de Cristo” e demorar o tempo que for necessário no Espaço de Oração.

Aberta apenas aos fins de semana, e em ações especiais para grupos e catequeses (abertas inscrições para grupos de outras paróquias), a mostra pode ser visitada à sexta (19h-21h), sábado (18h-21h) e domingo (10h-12h30 e 14h-17h).

Antes da abertura da exposição foi apresentado o livro “Por Mérito deles”, um documento que reúne impressões de quem assistiu e acompanhou este projeto, bem como alguns excertos de textos interpretados na peça. Ao longo das 88 páginas são muitas as imagens que fazem memória de como, a partir de uma pequena comunidade paroquial, nasceu e se ergueu este projeto desde 2011. O livro, que inclui DVD com documentário, pode ser adquirido no final da exposição, pelo preço de 12 euros.

Posted in Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada0 Comentários

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com