Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Vagos

Bairrada perde candidatura a Cidade Europeia do Vinho 2015

Bairrada perde candidatura a Cidade Europeia do Vinho 2015

Lá se foram as esperanças para a Bairrada, na candidatura conjunta a Cidade Europeia do Vinho 2015. Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, foi a escolhida pela Rede Europeia das Cidades do Vinho (RECEVIN), em detrimento da candidatura da Bairrada e da de Melgaço e Monção.

A decisão foi tomada esta segunda-feira, dia 24 de novembro, em Jerez de La Frontera (Espanha).

A candidatura da Bairrada era encabeçada pelo município de Cantanhede, mas envolvia outros municípios: Anadia, Mealhada, Águeda e Oliveira do Bairro.

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

Vagos: 80% dos lares separam os resíduos de embalagem

A Sociedade Ponto Verde distribuiu, através da Missão Reciclar, mais de 940 ecobags no município de Vagos para incentivar os lares que ainda não reciclam a iniciar a separação de resíduos em sua casa.
A Missão Reciclar, a maior ação de sensibilização de lares da Sociedade Ponto Verde, percorreu o município de Vagos, onde foi conhecer os hábitos dos seus habitantes no que diz respeito à reciclagem de embalagens. De acordo com os resultados obtidos através de questionário realizado a 1.010 lares, 80% dos inquiridos faz a reciclagem de embalagens usadas.
Leia a notícia completa na edição de 20 de novembro de 2014 do Jornal da Bairrada

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Feira dos Lagos: Junta de Freguesia de Soza vai começar a taxar

A Junta de Freguesia de Soza vai passar a taxar, a partir de janeiro, os feirantes que montarem banca na feira mensal dos Lagos. O anúncio foi feito pelo presidente Fernando Vieira, sendo a taxa a cobrar, variável, entre os cinco e os dez euros, conforme o tipo do negócio. Uma sobretaxa fixa será ainda cobrada a quem quiser utilizar água e eletricidade.
Tais montantes vão “contribuir para o pagamento do salário”, ao funcionário que presta serviço a tempo inteiro na Junta, disse o autarca, que não está satisfeito com as críticas sobre a realização da feira, feitas pela Câmara e também pela oposição.
Em causa está, segundo Fernando Vieira, o facto de o certame, ao dia 10 de cada mês, se estar a realizar em terrenos pertencentes à Câmara, sem que a Junta tenha tido autorização prévia para tal.
O presidente da Junta de Soza, para quem a criação da feira veio, alegadamente, “ferir suscetibilidades de muitas pessoas”, admite não ter, para já, a situação devidamente regularizada. Contudo, garante que a autorização terá sido pedida e concedida “verbalmente”.
Contactado por JB, o presidente da Câmara, Silvério Regalado, confirma que aqueles terrenos são municipais e que houve um pedido feito mais tarde, mas para que “a Câmara contribuísse para a preparação dos mesmos, pedido a que respondemos positivamente, com a cedência de manilhas e de máquinas”.
Outra “queixa” do autarca de Soza diz respeito à plantação de árvores, no recinto. Fernando Vieira confirma que se deslocou ao horto municipal, para ver “as que poderiam ser dispensadas”. Solicitou-as por ofício, mas em conversa com o presidente da câmara, ficou a saber que não seriam cedidas.
As razões, confirmou Silvério Regalado, prendem-se com o facto da autarquia ter outros planos para ali. “Não queremos condicionar aquela área, porque pretendemos ter ali uma intervenção que visa aproveitar aquele espaço das captações de água de Soza, que são de uma beleza natural única”.Silvério Regalado acrescentou ainda que, “em cerca de um ano de mandato, foi o primeiro pedido que negámos ao presidente da Junta”, Fernando Vieira, eleito pelo CDS.
Recorde-se que a feira mensal dos Lagos foi um dos “compromissos” assumido pela Junta de Soza quando tomou posse. Inaugurada a 10 de julho, contou com a presença de 160 feirantes. Um “sucesso”, diz Fernando Vieira, sublinhando que hoje a feira se encontra “consolidada e ajustada na relação do número de feirantes/clientes”.
Eduardo Jaques/Colaborador

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Bairrada unida na candidatura a Cidade Europeia do Vinho/2015

Bairrada unida na candidatura a Cidade Europeia do Vinho/2015

A quatro dias de sabermos se a Bairrada é ou não Cidade Europeia do Vinho/2015, foi divulgada à comunicação social a apresentação de 15 minutos com as linhas de força da região, que, na próxima segunda-feira, será vista em Jerez de la Frontera. É nesse dia 24, cerca das 17h, no âmbito da Assembleia Geral da RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho, que ficaremos então a saber se a Bairrada foi mais forte que Melgaço e Monção (candidatura conjunta) e Reguengos de Monsaraz.

Foi em Cantanhede que se encontraram todos os protagonistas da candidatura bairradina, entre os quais os presidente de câmara dos oito concelhos da Bairrada e outras entidades parceiras – Turismo Centro de Portugal, Comissão Vitivinícola da Bairrada, Associação Rota da Bairrada, Vinibairrada e Confraria dos Enófilos da Bairrada.

Na região da Bairrada, Cantanhede assumiu as rédeas da candidatura, mas trata-se de uma candidatura conjunta dos municípios de Cantanhede, Anadia, Mealhada, Águeda e Oliveira do Bairro, para “promover e divulgar a excelência dos vinhos da Bairrada”, através de 72 eventos previstos, num orçamento que “ronda os cinco milhões de euros”, disse o presidente da Câmara de Cantanhede, João Moura.

Antes ainda da apresentação do vídeo promotor, Ana Catarina Gomes conduziu os convidados numa visita à unidade de Genómica (UC-Biotech), no Biocant Park, onde estão em curso projetos de investigação pioneiros baseados no conceito de agricultura de precisão, entre os quais o “Inovwine”.

A responsável pela unidade Genómica, onde trabalha uma equipa de 10 jovens investigadores, esclareceu, de forma sintetizada, todo o programa que é ali desenvolvido, dedicado à vinha e ao vinho. “A nossa postura foi sempre de olhar para a tradição, percebendo a dinâmica de tudo o que se faz na prática enológica, e depois inovar, pois uma tradição não é mais do que uma inovação bem sucedida.”

O foco desta unidade, disse ainda Ana Catarina Gomes, “é analisar o que se faz e procurar desafios, que permitam a transferência do que se obtém aqui em conhecimento para a indústria”, destacando o papel fundamental que tem tido neste processo a Adega Cooperativa de Cantanhede. Adega cujos vinhos estiveram depois em destaque no almoço que se seguiu, que terminou com um brinde à candidatura da Bairrada, com o vinho que já conquistou 12 medalhas de ouro, o Foral de Cantanhede Grande Reserva 2009.

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

4.ª Gala do Desporto Jornal da Bairrada – Câmara Municipal de Vagos

Desfile de campões em noite de reconhecimento público

O Jornal da Bairrada promoveu, pelo quarto ano consecutivo, um grande encontro do desporto da Bairrada com a entrega de galardões a atletas, técnicos, clubes, dirigentes e entidades. O grande palco deste grande acontecimento ocorreu no Pavilhão Dr. João Rocha, em Vagos, inserido na 4.ª Gala do Desporto do Jornal da Bairrada, que este ano contou com a parceria da Câmara Municipal de Vagos.
O objetivo visou reconhecer e premiar publicamente o mérito de atletas, clubes, dirigentes desportivos, treinadores, árbitros e entidades que mais se destacaram na prática das suas modalidades nos concelhos de Oliveira do Bairro, Anadia, Águeda, Cantanhede, Mealhada e Vagos na época desportiva de 2013/2014.
Numa noite de muito glamour foram 13 as categorias que foram distinguidas, onde não houve vencedores nem vencidos, pois no grande desfile de todos aqueles que subiram ao palco, principalmente nas cinco categorias nomeadas, todos ganharam, todos foram reconhecidos.
O ciclismo esteve em destaque, com Nelson Oliveira (Lampre – Merida) e Ivo Oliveira (Clube de Ciclismo da Bairrada), a receberem o prémio Atleta do Ano e Revelação do Ano, respetivamente.
O prémio Dirigente do Ano foi atribuído a Alcindo Henriques, o grande mentor da Associação de Kempo Chinês de Vagos – Artes Marciais.
O concelho de Vagos esteve também em destaque e, ao jogar “em casa”, mereceu as honras do muito público presente. A equipa de estafetas 4×400 metros do GRECAS, levou para casa o prémio de melhor equipa do Ano, enquanto Márcio França foi condecorado como melhor treinador, ele que treina a equipa de iniciadas feminina do Colégio de Calvão.
A Academia CantanhedeGym venceu a categoria de Associação Desportiva do Ano, noutra modalidade, a ginástica, que também esteve em destaque, com vários atletas (ACG e Clube de Ginástica do IPSB) a serem distinguidos com o Mérito Desportivo.
Em noite tão especial para a maioria dos premiados, a entrega do prémio Carreira a Mário Cordeiro, que conta com 50 anos de carreira como atleta, treinador, dirigente desportivo e associativo, comoveu em palco o homenageado, pois não contava com tal distinção. Outro momento sentido foi a entrega do prémio Memória aos filhos de Alfredo Rodrigues Ferreira, Cristina e Alfredo Neves.
Há 30 anos ligado ao Oliveira do Bairro Sport Clube sem qualquer pausa (atualmente é massagista dos juniores), Manuel Marques recebeu o prémio Dedicação, ele que também não contava com a surpresa que lhe foi reservada.
Nos restantes prémios, a Câmara Municipal da Mealhada recebeu o prémio Incentivo, enquanto o prémio Alto Prestígio foi entregue à Câmara Municipal de Vagos.
O júri da Gala atribuiu o prémio Especial do Júri à organização do Pateira CUP, naquele que é o torneio de maior dimensão nos seis concelhos da Bairrada.
Atletas, dirigentes, treinadores e entidades oficiais mereceram esta singela homenagem promovida pelo Jornal da Bairrada, que agradece a todas as personalidades presentes ligadas a várias modalidades, tal como o grande contributo da Câmara Municipal de Vagos no êxito da Gala.

Manuel Zappa

Posted in Destaque, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Vagos: Padre João Sarrico deixa arciprestado

Vagos: Padre João Sarrico deixa arciprestado

Pároco de Santo André e Fonte de Angeão de Vagos, durante mais de uma década, João Sarrico foi “dispensado” pelo bispo de Aveiro, após ter manifestado “repetidamente” o desejo de se retirar. Aos 85 anos, reside agora na casa sacerdotal, depois do trabalho apostólico prestado no arciprestado de Vagos, nomeadamente em Soza, entre 1974 e 1984, e Covão do Lobo.
Para o substituir foi nomeado o padre Fernando Lacerda Ferros (42 anos), missionário espiritano, que já tomou posse como administrador paroquial. Natural da freguesia de Fragoso, concelho de Barcelos, foi ordenado em 2004 por D. José Ortiga, bispo de Braga. Um ano depois rumou a Cabo Verde, como vice-diretor do seminário menor da Congregação do Espírito Santo. Neste país, onde se manteve durante cerca de oito anos, para além de professor de Filosofia no Colégio das Irmãs do Amor de Deus, exerceu ainda funções pastorais numa paróquia nos arredores de Bissau.
Nas “mexidas” operadas no arciprestado, destaque ainda para a saída dos padres Manuel Lopes e José Tavares. Membros da comunidade de missionários combonianos, sedeada em Calvão, detinham responsabilidades nas paróquias de Covão do Lobo, Ponte de Vagos e Santa Catarina. Para o seu lugar foi colocado o padre Abílio Simões, da comunidade da Maia. Possui larga experiência missionária em terras africanas, nomeadamente na República Democrática do Congo.
Eduardo Jaques/Colaborado

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

GNR sensibiliza idosos para burlas

A população mais idosa é uma parcela de população que, pelas suas características, carece de proteção e segurança acrescidos. Em consequência de tal realidade, a Guarda Nacional Republicana tem desenvolvido vários projetos nesta área em que se privilegia a prevenção dos ilícitos de que são alvo os mais idosos.
Neste sentido, o Comando Territorial de Aveiro desenvolveu, na última quarta-feira, um conjunto de ações de prevenção/sensibilização com a finalidade de combater os fenómenos criminais que afetam a população idosa, especialmente as burlas.

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Ílhavo, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos0 Comentários

Vagos: Orçamento de 17 milhões em ano de consolidação de esforço

O orçamento municipal para 2015 foi aprovado há dias, por maioria, e vale um pouco mais de 17 milhões de euros.
Uma redução de 5,28% em relação a 2014 (e já este ano havia baixado cerca de seis milhões), na linha do “esforço de ajustamento” para diminuir o endividamento total do município, que, segundo fonte camarária, tem sido “ultrapassado com sucesso”. Recorde-se que, em 2012, foi assinado, com a Direção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF), um contrato de empréstimo por 14 anos, no valor de 3,5 milhões de euros.
Do documento, agora aprovado, ressalta, mais uma vez, a preocupação de “não onerar os vaguenses”. Um objetivo que “foi uma vez mais atingido”, o que faz de Vagos “um dos municípios, do país e da região, com uma menor carga fiscal, para os munícipes e para as empresas”.

Leia mais na edição impressa ou digital do Jornal da Bairrada

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Vagos/Sto António: Perda de mandato confirmada pelo Supremo

Vagos/Sto António: Perda de mandato confirmada pelo Supremo

Está confirmado: presidente e secretária da União de Freguesias de Vagos/Santo António perderam mesmo o mandato. A sanção consta do acórdão do Supremo Tribunal Administrativo (STA), datado de 30 de setembro último, face ao recurso, interposto pelos referidos autarcas, à decisão de perda de mandato, do Tribunal Central Administrativo (TCA) do Norte.
A sentença refere, concretamente, que “não é de admitir o recurso excecional de revista” interposto pelos arguidos. Contudo, tanto Fernando Julião como Maribel de Jesus, ainda podem recorrer para o Tribunal Constitucional (TC), com efeito suspensivo da pena aplicada.

Eduardo Jaques

Ler notícia completa na edição impressa ou digital do Jornal da Bairrada de 23 de outubro de 2014

Posted in Destaque, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

GNR recupera peças de ouro furtadas por homem de 32 anos

A GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Aveiro, deteve em flagrante, na semana passada, pelas 17h, em Ervedal, Vagos, um indivíduo que estava a furtar ouro de uma residência.
O suspeito de 32 anos, largamente referenciado por crimes do mesmo género nas zonas de Cantanhede e Vagos, estava na posse de vários objetos (fio, pulseira e um anel) no valor estimado de 500 euros, que foram recuperados pela GNR.

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Ad Code

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com