Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Arquivo | Região

Anadia: Sommeliers da Europa descobrem virtudes dos vinhos Bairrada

Anadia: Sommeliers da Europa descobrem virtudes dos vinhos Bairrada

A região da Bairrada acolheu, entre 21 e 23 de outubro, a Associação de Sommeliers da Europa (ASE), que escolheu, este ano, Portugal e a região bairradina para realizar a sua Assembleia Geral anual.
A Rota da Bairrada e a Comissão Vitivinícola da Bairrada, juntamente com as Câmaras Municipais de Anadia, Mealhada e o Turismo Centro de Portugal, foram os anfitriões do grupo nesta estadia de três dias na Bairrada, proporcionando um vasto e completo programa de visita, dando a conhecer um pouco da região em várias das suas vertentes.
O grupo “de força”, constituído por escanções, produtores de vinhos e outros opinon makers na área do vinho, provenientes da Suíça, França, Holanda, Alemanha, Mónaco, Itália, Moldávia e Luxemburgo, faz um balanço muito positivo da visita, mostrando-se mesmo surpreendido com a qualidade dos néctares bairradinos. Presente na visita esteve também Astrid Lulling, deputada do Parlamento Europeu e presidente do intergrupo Viticultura e Qualidade.
O jantar de gala e encerramento desta iniciativa teve lugar no dia 23 de outubro, na Aliança Vinhos de Portugal, em Sangalhos, com visita ao museu, seguindo-se o jantar, onde foram brindados com Leitão assado da Bairrada e alguns vinhos espumantes da Aliança.
Durante a viagem, foram recebidos pelo grupo Baga Friends, grupo de produtores da Bairrada, defensores da casta Baga, bem como por outros agentes locais.

Bom para comunicar a região. Pedro Soares, presidente da Comissão Vitivinícola da Bairrada, mostrou-se muito otimista com a visita: “São pessoas de toda a Europa e esta é uma excelente oportunidade para comunicar a região”, acreditando que este tipo de contactos será bastante proveitoso no futuro, em matéria de exportação de vinhos. “A Bairrada exporta 15% do que produz. Seria bom aumentar este número”, confirmando que o feedback do grupo estava a ser bastante positivo, até porque “são pessoas que gostam de vinhos diferentes, valorizam a diferença em relação ao que já provaram e conhecem”.

Região rica em vinhos, gastronomia e turismo. Também Jorge Sampaio, vice-presidente da autarquia anadiense e presidente da Associação Rota da Bairrada revelou, que após o contacto, começaram os preparativos para a visita e que o grupo se mostrou bastante agradado com o que visitou na região: as vinhas, os produtores e empresas, mas também o Hotel das Termas na Curia, o Palace Hotel do Bussaco, o Luso e a Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, assim como teve oportunidade de conhecer o território como destino turístico. “Trata-se de um grupo que pode levar e dar a conhecer, junto do consumidor europeu, os nossos vinhos. Conquistando os sommeliers para os vinhos Bairrada, podemos estar, no futuro, a ter mais pessoas a provar e a beber os nossos vinhos”, salientou.

Opiniões. A sommelier holandesa Corinne Gaudron, que trabalha na área do vinho, em consultoria, com restaurantes, hotéis, chefs, mas também na área da exportação, mostrou-se agradavelmente surpresa e interessada com esta região que não conhecia. “Talvez um dia venha a trabalhar com os vossos vinhos”, disse, avançando serem vinhos “muito interessantes, frescos e com uma acidez muito equilibrada”, ainda que reconheça que muitos deles precisam de uns anos na cave, para envelhecer. “São vinhos que mostram a potencialidade deste terroir e que casam muito bem com comida”, avançou também, acrescentando que os espumantes da região são bons, com relação qualidade/preço muito aliciante.
De resto, esta responsável, após a visita às Caves São João, fez uma encomenda de várias garrafas de vinho tinto do ano de 1966, prova de que esta poderá ter sido uma experiência/visita vencedora.
De igual forma, Thierry Corona, presidente da ASE, sublinharia ser uma grande emoção estar em Portugal, mas também se mostrou impressionado com a diversidade “excecional” de produtores e empresas que a região oferece, “dos pequenos produtores às grandes empresas”. É com agrado que confirma terem sido dias repletos de descobertas e surpresas, mas também na defesa das tradições e dos valores.
Na ocasião, o aveirense António Garcia, embaixador da ASE em Portugal, que ajudou a criar esta associação há uma década, revelou que este ano, ele próprio ficou incumbido de preparar a visita a Portugal. Tal como os seus pares, reconhece a arte da sedução do vinho, os valores dos produtores, a sua coragem na promoção dos seus terroirs e na produção de vinhos de grande qualidade, sobretudo nestas micro-regiões, onde muitas vezes os mais pequenos produtores são quase que abafados pelas grandes marcas.
A JB destacou a qualidade do vinho da região, as virtudes da casta Baga, que “pode vir a ser rainha”. “Foi uma descoberta fantástica, já que todos puderam provar e julgar os vários vinhos, podendo ajudar na internacionalização de alguns deles”.
De facto, o grupo encontrou no coração da Bairrada novas sensações e experiências. Por cá, visitaram os produtores que integram o grupo Baga Friends (Quinta da Vacariça, Quinta de Baixo, Quinta das Bágeiras, Sidónio Sousa, Luís Pato) mas também a adega Campolargo, Quinta do Encontro, Caves São João e as Caves Aliança.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Anadia: Concelhia do PSD retira confiança política a vereador

Anadia: Concelhia do PSD retira confiança política a vereador

 

A Comissão Política do PSD Anadia retirou a confiança política ao seu vereador Jorge São José, eleito nas últimas autárquicas. Em carta enviada ao vereador, a Concelhia, liderada por Henrique Fidalgo, tece uma série de considerações e acusações para justificar esta tomada de posição.
Na última reunião pública de executivo, o vereador social-democrata deu a conhecer o conteúdo da missiva recebida na véspera, deixando a indicação de que tornava o conteúdo da carta público “porque foi enviada ao vereador” e que, “por uma questão de coerência, seriedade, transparência e solidariedade” com o executivo, se sentia na obrigação de a dar a conhecer a toda a vereação.
Jorge São José [membro da Comissão Política Permanente da Distrital do PSD] revelou que a retirada de confiança política reuniu a unanimidade da Comissão Política (13 votos). Por isso, mostrou-se “surpreso e triste”, até porque diz que, no seio da Comissão Política Concelhia do PSD, “existem pessoas por quem tenho muita estima e consideração”.
Certo é que irá permanecer no executivo, como vereador do PSD: “fui eleito e cumprirei o meu mandato até ao fim”, “votando sempre de acordo com a minha consciência e sempre tendo em conta o que são os superiores interesses do município”, disse a JB, ainda que tenha rejeitado tecer qualquer comentário ou alimentar polémicas.
Da leitura da carta, percebe-se que o vereador é acusado, por Henrique Fidalgo, de ter, em diversas reuniões, mostrado que não comunga dos ideais do partido, assim como não terá acatado as indicações da Comissão Política Concelhia, seja relativamente à indicação de voto, seja, por exemplo, na defesa das suas posições para o concelho.
Perante a atenção dos restantes vereadores, Jorge São José avançou ser também acusado de votar de forma contrária às indicações transmitidas e previamente definidas e que, “apesar de contactado via mail, nunca teve a amabilidade de acusar a receção dos mesmos, nem disponibilidade para dar qualquer contributo, sugestão ou comentário, nunca assumindo qualquer intenção de voto que pudesse antecipadamente informar”, assim como as poucas vezes que o fez, “fê-lo minutos antes da reunião de câmara, defendendo meramente as suas posições políticas pessoais.”
Henrique Fidalgo, que sucedeu a José Manuel Ribeiro (atual vereador do PSD, na Câmara Municipal de Anadia) na liderança da Concelhia, diz na carta que todas as reuniões de Câmara são preparadas e acompanhadas por si e que “é usual pedir os contributos, sugestões e comentários para a discussão das matérias”.
Sem querer entrar em polémicas, o vereador diz aguardar com serenidade a marcação de um plenário que acredita poderá realizar-se em breve, onde falará então abertamente sobre o conteúdo desta carta, refutando, ponto por ponto.
Após a leitura da missiva, apenas a edil anadiense Teresa Cardoso comentou o facto, dizendo que Jorge São José continuará a ser incluído e considerado por parte do executivo que lidera, como até aqui.
Catarina Cerca
catarina@jb.pt

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Estabelecimento de restauração e bebidas fiscalizados

O Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana de Aveiro desencadeou, no último sábado, uma operação de fiscalização de estabelecimentos de restauração e bebidas e estabelecimentos de diversão noturna. A operação foi conjugada com ações dinâmicas de fiscalização rodoviária, com especial enfoque para a utilização de cintos de segurança, condução sob o efeito do álcool e condução sem habilitação legal, tendo sido empenhados cerca de 95 militares.
Durante a operação, foram fiscalizados 25 estabelecimentos de restauração e diversão noturna e levantados 58 autos de contraordenação, bem como quatro autos de notícia de crimes, abrangendo legislação diversa tais como a não afixação de licenciamento, a não existência de horário e livro de reclamações, venda ilícita de bebidas alcoólicas e tabaco, bem como máquinas de diversão em situação ilegal.
Foram apreendidas duas máquinas de jogo eletrónicas, duas mesas de mistura, dois computadores, 16 colunas e um LCD e ainda 0,24gr de cannabis. Foi detido ainda um indivíduo pelo crime violência doméstica praticado na presença da patrulha. Assim como, foram controlados e identificados vários estrangeiros, tendo sido detetado um em situação ilegal, que foi notificado para comparecer no SEF.
No âmbito da fiscalização rodoviária, foram fiscalizados e testados 403 condutores, tendo sido detetados 29 excessos de álcool. Foram elaborados 108 autos de contraordenação ao código da estrada.

Posted in Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

2.ª Conferência QCIRA “Região-Cidade Inteligente” no dia 16

“Região-Cidade Inteligente” é o tema da conferência a realizar no dia 16 de outubro, a partir das 15h, na Sala de Atos da Reitoria da Universidade de Aveiro. A sessão tem por objetivo discutir modelos de organização, para os sistemas de conhecimento locais e regionais, baseados no conceito de território inteligente.

Esta iniciativa, organização conjunta da CIRA / UA, conta com apresentações de especialistas. Já o encerramento estará a cargo do Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, do Presidente do Conselho Intermunicipal da Região de Aveiro, Ribau Esteves, e do Reitor da Universidade de Aveiro, Manuel Assunção. No final da sessão, pelas 16h45, terá lugar a assinatura do Contrato de Parceria Institucional entre a CIRA e a UA.

A segunda conferência do plano de divulgação do QCIRA – Quadro Comum de Investimento da Região de Aveiro para 2014-2020 integra também programa de atividades do DIA da REGIÃO de AVEIRO, que se assinala pela primeira vez em 2014, no aniversário da constituição formal da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (16 de outubro de 2008).

 

Programa

15h Abertura

Filipe Teles, Pró-Reitor da Universidade de Aveiro

José Eduardo de Matos, Secretário Executivo Intermunicipal da Região de Aveiro

15h15 Painel: O conhecimento ao serviço do desenvolvimento regional

– As plataformas tecnológicas da Universidade de Aveiro ao serviço da Região, Carlos Pascoal Neto, Vice-Reitor da Universidade de Aveiro

– Connected Communities – A Região de Aveiro como um laboratório do futuro, Rui Aguiar, Professor na Universidade de Aveiro

– A Incubadora de empresas da Região de Aveiro e o apoio ao Empreendedorismo, Celso de Carvalho, Diretor Geral da Incubadora de Empresas da UA

– A visão empresarial e a prática de mercado, Rui Lopes, Presidente da Inova Ria

16h15 As oportunidades de financiamento para uma Região Inteligente

Ana Abrunhosa, Presidente da CCDRC (comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro)

16h45 Encerramento e Assinatura do Contrato de Parceria Institucional entre a CIRA e a UA

Manuel Assunção, Reitor da Universidade de Aveiro

Ribau Esteves, Presidente do Conselho Intermunicipal da Região de Aveiro

Miguel Poiares Maduro, Ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional

Posted in Aveiro, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

O.Bairro: Premiados o mérito, a disciplina, a dedicação e a vontade de 16 alunos do concelho

O.Bairro: Premiados o mérito, a disciplina, a dedicação e a vontade de 16 alunos do concelho

O Quartel das Artes Dr. Alípio Sol serviu de palco, pela primeira vez, a mais uma edição dos Prémios Escolares Jornal da Bairrada 2013/2014, desta feita a 11.ª. E tão importante e significativo evento não poderia ter sido acolhido em melhor local. Este novo espaço vocacionado para a cultura e para as artes, único na região e recentemente inaugurado, foi assim, na tarde da última sexta-feira, dia 10, também a casa da Educação, recebendo a comunidade educativa oliveirense, que viu ser premiado “o mérito, a disciplina, a força de vontade, o dever cumprido e o exemplo”, como destacou, no momento de abertura do evento, Oriana Pataco, diretora do Jornal da Bairrada.

Lamentável ausência da tutela. A responsável deste semanário regional não deixou de lamentar que, pela primeira vez, em 11 anos, não tenha marcado presença na cerimónia um representante do poder central.
De facto, os Prémios Escolares já foram, no passado, presididos – dada a sua importância e significado – por Isabel Alçada (2010) e Nuno Crato (2008), altura em que era presidente da Associação Portuguesa de Matemática. “Hoje, muito nos honraria recebê-lo enquanto ministro da Educação, convite que vimos reiteradamente fazendo, desde que iniciou funções em 2011. Três anos volvidos, ainda não foi possível, sendo que este ano, não está sequer presente um Secretário de Estado nem mesmo um representante da DGEstE – Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares”, diria a diretora do Jornal da Bairrada em jeito de desabafo.
Na presença de Manuel Nunes e Mário João Oliveira, respetivamente presidentes da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, de Joana Abrantes, neta do Comendador Almeida Roque (presente em sua representação) e do orador convidado, (Professor Doutor) Carlos Fiolhais, Oriana Pataco destacou ainda a importância do prémio que este ano “fica na história do Jornal da Bairrada”, não só porque este semanário foi, no decorrer deste ano, reconhecido com o Prémio Gazeta (galardão de maior prestígio na área da comunicação social), mas porque esta 11.ª edição distribuiu 5 mil euros pelos 16 melhores alunos de Português e de Matemática, do 9.º e 12.º anos, dos estabelecimentos de ensino do concelho de Oliveira do Bairro (Escola Secundária de Oliveira do Bairro, EB 2/3 Dr. Fernando Peixinho de Oiã e Instituto de Promoção Social de Bustos). Uma atribuição possível graças àquele que é o mais importante mecenas da região, o Comendador Almeida Roque que, ano após ano, tem acarinhado e apadrinhado a cerimónia. Pena que em dia de festa e numa tarde em que tantos alunos não têm aulas no concelho, os estabelecimentos de ensino local não tenham ainda conseguido despertar aos alunos interesse por esta cerimónia. Poderiam, com a sua presença, dar um outro brilho à entrega de prémios, assim como mostrar que estão ao lado dos colegas e companheiros de estudo numa hora tão importante para os premiados, que são também um exemplo para os seus pares, ao nível do comportamento moral e cívico.

Um exemplo para os jovens. Na ocasião e perante a plateia, que integrou alunos premiados, pais e familiares e alguns docentes, Manuel Nunes frisou que esta é já uma data marcante e histórica no concelho, “que distingue o mérito, a dedicação e o trabalho dos jovens do concelho ao longo de cada ano escolar” e salientou a importância de demonstrar e deixar exemplo do que cada um pode fazer no ensino e na educação. Por isso, é seu entendimento que “devemos, enquanto comunidade local, continuar a privilegiar este tipo de iniciativas que promovam o mérito. Temos de ser capazes de transmitir aos jovens que o bom pode surgir no futuro, e ser alicerçado nas premissas do trabalho, da dedicação e do empenho em prol da aquisição de mais conhecimento.” Ao JB agradeceria ainda por manter viva esta iniciativa, mas também por estar a ter, uma vez mais, uma intervenção decisiva na qualidade dos oliveirenses que se continuam a destacar no país e no mundo. “Jovens, continuem nesse rumo pois é ele que vos vai levar ao ponto mais alto a que podem aspirar, neste futuro cada vez mais exigente e difícil”, concluiria.

Divertida aula de Física. Carlos Fiolhais, professor catedrático no Departamento de Física da Universidade de Coimbra, deu uma brevíssima aula sobre física, ou melhor dizendo, sobre a relação da eletricidade com o magnetismo (séculos XVIII e XIX) .
“Se hoje somos o que somos, é porque no passado houve outros que contribuíram para isso”, disse salientando que “o avanço científico teve consequências enormes e mudou a vida de todos”, e hoje somos beneficiários da tecnologia do passado que envolveu a criatividade e o esforço humano.
O tema apresentado, “O casamento da eletricidade com o magnetismo: das pernas de rã de Galvani à rádio de Marconi”, permitiu à plateia ficar com uma noção da evolução da eletricidade e a sua relação com o magnetismo.
De uma forma lúdica, desfiou o nome de vários cientistas que marcaram esta evolução: Luigi Galvani, Alessandro Volta, Hans Oersted, Faraday, James Maxwell, Thomas Edison, Heinrich Hertz, Guglielmo Marconi e ainda Albert Einstein.

“Apostar na Educação é sempre uma aposta vencedora”. A encerrar, o autarca Mário João Oliveira recordou o grande pilar e aposta do município na Educação, aplaudindo as iniciativas realizadas neste âmbito, com especial enfoque para o apoio do Comendador Almeida Roque, que “tanto tem feito por este município.” E ciente de que, ao premiar-se o mérito se nivela por cima, defendeu que ninguém pode ficar indiferente, sobretudo neste concelho que tem “excelentes estabelecimentos de ensino, diretores de escolas muito bons e ótimos profissionais a lecionar”, que “moldam, são exemplo e orgulho para muitos alunos”. Para o autarca oliveirense, tal esforço e dedicação de todos “está à vista”, apontando para o grupo de jovens excecionais acabados de premiar: “apostar na Educação é sempre uma aposta vencedora para uma autarquia”. Deixou ainda uma palavra de reconhecimento aos pais “pelo empenho e dedicação”, mas também pelo facto de alguns estarem agora a materializar nos filhos, com satisfação e orgulho, a formação a que não conseguiram aceder.
Durante a cerimónia subiram ao palco, para dois apontamentos culturais, alunos do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro, que frequentam o ensino articulado na Escola de Artes da Bairrada (Beatriz Direito e Ana Pereira) e um grupo de alunos do IPSB (António Diogo; Marta Cruz; Beatriz Lourenço; Cláudia Guedes e Gustavo Ferreira).

Premiados

9.º ano

Escola Secundária de Oliveira do Bairro

1.º Beatriz Correia Rodrigues – 300 euros (Português/Matemática)

2.º José Bernardo da Silva Belo Zeferino – 200 euros (Português/Matemática)

3.º Ana Margarida Nunes Araújo – 125 euros (Português/Matemática)

3.º Inês Seabra Ferreira – 125 euros (Português/Matemática)

EB 2/3 Dr. Fernando Peixinho – Oiã

1.º Milene Martins Marques – 300 euros (Português/Matemática)

2.º Márcia Jesus Pires – 200 euros (Português/Matemática)

3.º Bruno Miguel da Silva Henriques – 125 euros (Português/Matemática)

IPSB

1.º João Pedro Vieira Pinhal – 300 euros (Português/Matemática)

2.º Henrique Rafael Freitas Tavares – 200 euros (Português/Matemática)

3.º Francisca Maniés Henriques Silva – 125 euros (Português/Matemática)

12.º ano

Escola Secundária de Oliveira do Bairro

1.º Elodie Morais Oliveira – 500 euros (Matemática)

2.º Andreia Filipa Campos dos Santos – 500 euros (Português)

IPSB

1.º Ana Gaio Pereira – 500 euros (Matemática)

1.º Sara Vanessa Mota Vida – 500 euros (Matemática)

1.º Roberto Silva Carvalho – 500 euros (Matemática)

1.º Marta Miguel Costa Abrantes – 500 euros (Português)

Catarina Cerca

Posted in Bustos, Destaque, Mamarrosa, Oiã, Oliveira do Bairro, Palhaça, Por Terras da Bairrada, Região, Troviscal0 Comentários

Ligação Aveiro/Águeda entre os investimentos do próximo Quadro Comunitário 2014-20

A qualificação da Linha do Vouga (ligação Aveiro/Águeda) e as vias estruturantes para a competitividade empresarial estão entre os vários investimentos integrados na estratégia regional para o período do próximo Quadro Comunitário 2014-2020. Estratégia esta que foi apresentada nos Paços do Concelho do Município de Águeda, no dia 2 de outubro, na primeira sessão municipal de um vasto programa de divulgação, pelos 11 municípios que integram a Região de Aveiro, a decorrer até março de 2015.
Entre os vários investimentos que se perspetivam para 2020, o Presidente do Conselho Intermunicipal da Região de Aveiro, Ribau Esteves, salientou aqueles que servirão de base para a ITI – Iniciativa Territorial Integrada da Região de Aveiro. São eles a política intermunicipal de empreendedorismo e inovação; a qualificação e valorização agrícola e ambiental do Baixo Vouga Lagunar; a Fase 2 do Polis Litoral da Ria de Aveiro; a qualificação da Linha do Vouga (ligação Aveiro/Águeda), e as vias estruturantes para a competitividade empresarial.

Posted in Águeda, Aveiro, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Cantanhede: Adega arrecada sete prémios no Concurso  de Vinhos e Espumantes Bairrada

Cantanhede: Adega arrecada sete prémios no Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada

A Adega Cooperativa de Cantanhede foi a grande vencedora da 4.ª edição do Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada ao arrecadar sete prémios, entre os quais o do melhor vinho.
O concurso, que vai na 4.ª edição, decorreu no primeiro dia do evento. Foram provados 76 vinhos, por um painel de 17 jurados, entre críticos e jornalistas, enólogos e escanções.
Os vinhos, todos certificados pela Comissão Vitivinícola da Bairrada, concorreram em quatro categorias (tinto, branco, rosé e espumante), com especial atenção para três prémios: o melhor espumante, o melhor espumante Baga (a casta bandeira da região) e o melhor vinho do concurso.
A entrega de prémios, que aconteceu por volta das 20h, foi presidida por Luís Campos, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros.
Na ocasião, Luís Lopes, da Revista de Vinhos, sublinharia “o nível muito bom, mesmo bastante elevado” dos vinhos apresentados, o que é revelador “do salto qualitativo que a região deu nesta última dezena de anos”.
Luís Campos, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, classificaria, perante os convidados presentes, “o vinho e a gastronomia como dois grandes embaixadores de Portugal, que produz cada vez com mais qualidade e criatividade”. Duas áreas “importantes para o desenvolvimento da economia regional”.
A propósito dos sete prémios conquistados, Vitor Damião, presidente da direção da Adega de Cantanhede, disse estar muito satisfeito e orgulhoso porque “são mais sete prémios que se vão juntar aos outros 75 já recebidos este ano”. Destacando a importância deste evento para os vinhos da região, não deixou de destacar que todas estas distinções confirmam que “as adegas não são filhos de um Deus menor e que não ficam atrás de qualquer produtor”.
“Estes prémios nacionais e estrangeiros ajudam a projetar a imagem da Adega, do concelho, mas também de toda a região”, disse, destacando que a Adega exporta já 20% da produção, para mais de 20 países: Canadá, Russia, China, entre outros.
A Adega de Cantanhede, que é já o maior produtor da Bairrada, tem como enólogo o consultor Osvaldo Amado.

Espumante Prata
Encontro Special Cuvée Branco 2010, Quinta do Encontro
Marquês de Marialva Blanc de Blancs Branco 2012, Adega Cooperativa de Cantanhede
Milheiro Selas Pinot-Noir/Cercial Branco 2011, António Selas
Montanha Real, Super-Reserva Branco 2009, Caves da Montanha – A. Henriques

Espumante Ouro
Aliança Vintage Branco 2008, Aliança Vinhos de Portugal
Casa de Sarmento Brut de Baga Branco 2009, Casa de Sarmento
Marquês de Marialva Bical / Arinto Reserva Branco 2011, Adega Cooperativa de Cantanhede
Marquês de Marialva Cuvée Branco 2010, Adega Cooperativa de Cantanhede
Primavera Unum Touriga – Nacional Branco 2012, Caves Primavera
São Domingos Baga Branco 2008, Caves do Solar de São Domingos

Vinho Branco Prata
Encontro Bical Branco 2013, Quinta do Encontro

Vinho Branco Ouro
Marquês de Marialva Reserva Arinto Branco 2013, Adega Cooperativa de Cantanhede
Quinta dos Abibes Sublima Branco 2010, Quinta dos Abibes

Vinho Rosé Ouro
Quinta do Poço do Lobo Reserva Baga / Pinot-Noir Rosé 2013, Caves São João

Vinho Tinto Prata
Marquês de Marialva Grande Reserva Tinto 2008, Adega Cooperativa de Cantanhede
São Domingos Reserva Tinto 2009, Caves do Solar de São Domingos

Vinho Tinto Ouro
Pinho Leão Tinto 2011, Casa Agrícola António Santos Lopes, Herd.
Quinta dos Abibes Sublime Tinto 2010, Quinta dos Abibes
Encontro 1 Tinto 2009, Quinta do Encontro
Marquês de Marialva Confirmado Baga Tinto 1991, Adega Cooperativa de Cantanhede
Castel Venegas Tinto 2013, Hélder Manuel Ferreira dos Santos

Melhor Espumante
Aliança Vintage Branco 2008, Aliança – Vinhos de Portugal

Melhor Espumante Baga
Casa de Sarmento Brut de Baga Branco 2009, Casa de Sarmento

Melhor Vinho
Marquês de Marialva Reserva Arinto Branco 2013, Adega Cooperativa de Cantanhede

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada0 Comentários

Diocese de Aveiro recorda D. António Marcelino

No próximo dia 9 de outubro ocorre o primeiro aniversário da morte de D. António Baltasar Marcelino. Neste sentido, o Bispo D. António Moiteiro irá celebrar a Eucaristia na Sé, com início às 19h. Nesta memória, serão lembrados, em oração de sufrágio, todos os bispos, presbíteros e diáconos permanentes, já falecidos, que se dedicaram à pastoral na diocese, nos seminários, nas paróquias e nos diversos serviços e movimentos.
Pretende-se que o dia do aniversário da morte do último bispo de Aveiro seja um dia de memória agradecida, não apenas na Sé mas em todas as comunidades.

 

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Ílhavo, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Vagos0 Comentários

Anadia: Concelhia do CDS/PP demite-se em bloco

O presidente da Comissão Política do CDS-PP de Anadia e vogal do Conselho Nacional de Fiscalização, João Tiago Castelo Branco, e o presidente da Mesa da Assembleia do Plenário de militantes e Deputado Municipal, Sidónio Simões, ambos membros da Distrital de Aveiro, bem como os restantes elementos de todos os Órgãos Concelhios do CDS-PP de Anadia tomaram a decisão conjunta de apresentar a sua demissão.
Na base desta decisão dizem estar “as sucessivas políticas implementadas pelo governo, nas quais não nos revemos, e que em nada se coadunam com os compromissos e promessas eleitorais assumidos, contrariando os valores da Democracia Cristã, onde assenta a matriz do CDS-PP.”

Posted in Anadia, Arcos, Aveiro, Por Terras da Bairrada, Região0 Comentários

Sangalhos: Assunção Cristas inaugura sexta-feira “Encontro com Vinhos e Sabores – Bairrada” no Velódromo Nacional

É já amanhã, sexta-feira, que tem início o ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ (EVSB), evento que se prolonga até domingo no Centro de Alto Rendimento – Velódromo de Sangalhos, em Anadia. A inauguração é às 17h e vai contar com a presença, entre outras individualidades, da Ministra da Agricultura e do Mar. Assunção Cristas vai também marcar presença na entrega de prémios da 4.ª edição do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’, às 19h30 do mesmo dia.
De recordar que este é um importante evento de promoção conjunta que tem como objectivo potenciar as fileiras da vinha, do vinho, da gastronomia e do turismo da região da grande Bairrada. O EVSB acontece pelo segundo ano consecutivo, sendo a organização da responsabilidade da Comissão Vitivinícola da Bairrada, da Turismo do Centro de Portugal e do Município de Anadia, e a produção a cargo da Revista de Vinhos.

Sessenta produtores com vinhos e sabores à prova

São 60 os produtores de vinhos e sabores da região que têm lugar marcado na 2.ª edição do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada’. O Velódromo de Sangalhos vai reunir uma mostra de produtos, de onde se destacam os espumantes, os vinhos (tintos, brancos e rosés), as aguardentes, as águas, o leitão da Bairrada, o pão da Mealhada, os ovos moles de Aveiro, os Amores da Curia, as queijadas de Águeda, o Folar de Vale de Ílhavo, entre muitos outros. Vai ainda haver espaço para a divulgação da oferta turística: enoturismo, turismo termal, hotelaria e restauração.
Este certame vai também ser palco de três provas comentadas de vinhos (informação abaixo) e de dois jantares temáticos harmonizados com vinhos e espumantes da região. e comentados pelo crítico gastronómico Fernando Melo. A abrir as hostes, o primeiro jantar é dedicado aos ‘Sabores do Mar’ e é da autoria d’O Rei dos Leitões (eleito pela Revista de Vinhos como o Melhor Restaurante de Cozinha Tradicional em 2013), embora servido no restaurante do Velódromo de Sangalhos. No mesmo espaço, mas no dia seguinte, é a vez do restaurante Mugasa dar cartas nos ‘Sabores da Terra’; o famoso e delicioso leitão da Bairrada não vai faltar!
A entrada na feira é gratuita, sendo que a prova de vinhos implica a aquisição de um copo – no valor de 3 euros ou de 2 euros para quem apresentar convite no acto da compra – com oferta de porta-copo. Os horários variam consoante os dias: das 17h00 às 22h00 na sexta-feira, dia 3; das 15h00 às 22h00 no Sábado, dia 4; e entre as 15h00 e as 20h00 no Domingo, dia 5.

Prova de vinhos míticos: “Os Bairrada que fizeram história – 1985 a 2011”

A monumentalidade e raça dos vinhos da Bairrada vai estar “à prova” no EVSB, com destaque para uma prova inédita – e já esgotada –, que se vai realizar no Sábado, dia 04, às 18h00, no Museu do Vinho Bairrada: são treze os escolhidos de entre os melhores vinhos feitos na região, entre as colheitas de 1985 e 2011. Néctares com história e estórias para contar, que vão surpreender pela sua autenticidade, carácter e identidade; e, no caso dos mais antigos, pela longevidade.
A prova ‘Os Bairrada que fizeram história – 1985 a 2011’ vai ser comentada pelo crítico e director da Revista de Vinhos, Luís Ramos Lopes, que selecionou um conjunto de vinhos raros e grandiosos, como os brancos ‘Frei João 1988’ e ‘Campolargo 2011’ (distinguido recentemente como o melhor branco no International Wine Challenge), ou os tintos ‘Sidónio de Sousa 1985’, ‘Casa de Saima Garrafeira 1990’, ‘Quinta das Bágeiras Garrafeira 1995’ e ‘Quinta do Ribeirinho Pé Franco 2011’, entre muitos outros de idêntico gabarito. Uma mostra de vinhos complexos – declaradamente com perfil fresco, equilibrado e elegante – e muito prazerosos, sobretudo à mesa, onde revelam elevado potencial gastronómico.
Estão ainda agendadas mais duas provas: ‘Bairrada de Excelência | Espumantes’ (sexta-feira às 18h00) e ‘Bairrada de Excelência | Brancos e Tintos’ (Domingo às 16h00), comentadas pelos críticos da Revista de Vinhos João Paulo Martins e Nuno Oliveira Garcia, respectivamente.

Mais de 100 vinhos postos à prova no ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’

Em paralelo ao evento, vai ter lugar a 4.ª edição do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’, que vai por à prova de cerca de 20 jurados – entre críticos, jornalistas, escanções e comerciantes de vinho – mais de 100 vinhos, todos eles certificados pela Comissão Vitivinícola da Bairrada. Entre as categorias mais comuns, destaque para aquela que vai eleger o ‘Melhor Espumante de Baga’, a casta bandeira da região, que se destaca pela originalidade e versatilidade para produzir grandes vinhos tintos e frescos espumantes brancos e rosés.
As uvas que dão origem aos vinhos (DO – Denominação de Origem) Bairrada provêm de terrenos de argila, calcário e areia. A proximidade do mar oferece-lhes um clima Atlântico, com temperaturas moderadas, e as suaves colinas que caracterizam a região possibilitam diferentes tipos de exposição solar. Um blend perfeito para vinhos com um estilo muito próprio, uma personalidade fresca, vivaz e consistente. Os especialistas dizem que “beber um Bairrada é como colocar uma pedra de calcário na boca, tal é a frescura deixada por este vinho”.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Local: Centro de Alto Rendimento de Anadia – Velódromo Nacional | Rua Ivo Neves, 405 – Sangalhos
Data: 03 a 05 de Outubro
Horários: 17h00 às 22h00 (dia 03); 15h00 às 22h00 (dia 4); 15h00 às 20h00 (dia 05)
Entrada: gratuita
Copo: compra obrigatória para prova de vinhos | € 3,00 ou € 2,00 (com convite), com oferta de porta-copo

PROGRAMA

SEXTA-FEIRA | 03 OUTUBRO
17h00 Inauguração do ‘Encontro com o Vinho e Sabores – Bairrada 2014’ | Abertura da Feira
com a presença de Assunção Cristas, Ministra da Agricultura e do Mar
18h00 Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência | Espumantes’
comentada pelo crítico João Paulo Martins (no Velódromo)
19h30 Entrega de Prémios do ‘Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada’ – por Assunção Cristas
20h00 Jantar Temático ‘Sabores do Mar’ pelo restaurante Rei dos Leitões
harmonizado com Espumantes e Vinhos da Bairrada pelo crítico Fernando Melo (no Velódromo)
22h00 Encerramento da Feira

SÁBADO | 04 OUTUBRO
15h00 Abertura da Feira
18h00 Prova de Vinhos ‘Os Bairrada Que Fizeram História – 1985 a 2011’
comentada pelo crítico Luís Lopes (no Museu do Vinho da Bairrada)
20h00 Jantar Temático ‘Sabores da Terra’ pelo restaurante Mugasa
harmonizado com Espumantes e Vinhos da Bairrada pelo crítico Fernando Melo (no Velódromo)
22h00 Encerramento da Feira

DOMINGO | 05 OUTUBRO
15h00 Abertura da Feira
16h00 Prova de Vinhos ‘Bairrada de Excelência | Brancos e Tintos’
comentada pelo crítico Nuno Oliveira Garcia (no Velódromo)
20h00 Encerramento da Feira

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Ílhavo, Mealhada, Por Terras da Bairrada, Região, Sangalhos, Vagos0 Comentários

Ad Code

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com