Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "bombeiros"

ANADIA: Bombeiros “recrutam” novos elementos


Os Bombeiros Voluntários de Anadia estão a recrutar novos elementos.
Esta iniciativa tem como objetivo iniciar na corporação anadiense uma Escola de Estagiários, já no início de 2015.
Na “rua” estão a ser colocados cartazes alusivos à campanha, que visa angariar novos elementos para a corporação.
Podem inscrever-se jovens entre os 17 e os 45 anos, sendo possível que, após a formação, encontrem aqui uma carreira profissional.
Todos os interessados, de ambos os sexos, podem contactar a corporação através do 231512122 ou do 231512133.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

3.º Encontro de antigos Bombeiros


O 3.º Encontro de antigos Bombeiros de Oliveira do Bairro realiza-se, no próximo dia 8 de dezembro.
Trata-se de um evento sem qualquer fim lucrativo, destinando-se apenas a promover a confraternização entre os elementos do atual Corpo de Bombeiros e antigos elementos, que terá o seguinte programa: 10h – Receção no Quartel; 10h30 – Porto de Honra; 11h – Exercício/Demonstração no Quartel; 12h15 – Escadaria da Igreja de Oiã para Foto de Grupo e pelas 12h30 – Almoço no Restaurante Garden (Parque do Vieiro) em Oiã.
As inscrições poderão ser feitas até ao dia 3 de dezembro, através dos seguintes contactos: 915 277 180, 910 031 015 e 915 255 087.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: Chá e fado em solidariedade com jovens com epilepsia


Este sábado, 8 de novembro, a partir das 21h, decorre no salão dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, um Chá Solidário com o projeto Arco Íris, da Associação Portuguesa de Familiares, Amigos e Pessoas com Epilepsia (EPI). Nesta iniciativa de carácter beneficente vão ser apresentadas algumas especialidades da área de pastelaria do projeto Arco Íris.
A animação vai estar a cargo do Grupo de Fados de Coimbra.
O valor das entradas será de cinco ‘cores’ e dará direito a chá e biscoitos. Parte das  entradas reverterá ainda para os Bombeiros.
Os bilhetes estarão à venda no local.
A funcionar há três anos em Cantanhede, na Fundação Pires Negrão, o projeto Arco Íris desenvolve atividades ocupacionais e pré-profissionais nas áreas de pastelaria, jardinagem, agricultura biológica e atividades de percurso educativo. Conta atualmente com uma dezena de alunos, jovens com epilepsia e/ou incapacidade e deficiência.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada, RegiãoComments (0)

Bombeiros Mealhada: José Duarte indigitado Segundo Comandante


José Duarte, Bombeiro de 3.ª Classe dos Voluntários da Mealhada, é a escolha do Comandante Nuno Antunes João para o lugar de segundo comandante da corporação. O anuncio foi feito aos bombeiros, na sexta-feira, 9 de outubro, na presença da direção da associação, que por sua vez havia aprovado por unanimidade a escolha do comandante.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Bombeiros treinam 24h seguidas em Albergaria resposta a catástrofes


Uma equipa de 16 operacionais do Corpo de Bombeiros de Oliveira do Bairro participou, no último fim de semana, no exercício CAIMEX, em Albergaria-a-Velha. Trata-se de um exercício de busca e resgate em estruturas colapsadas em modo Livex (com semelhanças à escala real) que pretende a preparação, organização e interação de diversas equipas para eventuais situações de sismo, derrocadas ou desabamentos. O exercício contou com o envolvimento de cerca de 100 operacionais dos distritos de Aveiro e Coimbra que, durante cerca de 24 horas, sem interrupção, efetuaram busca, salvamento e resgate de 37 vítimas encarceradas nos escombros de 14 edifícios.
Segundo o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, Marco Maia, “este exercício visou, essencialmente, testar a capacidade de organização de diferentes equipas num teatro de operações com elevada complexidade, agilizar os procedimentos, capacidade de autonomia técnica e humana e ainda melhorar a componente técnica e a interação entre equipas”. “As equipas envolvidas enfrentaram dificuldades como a escassez de acessos, estruturas instáveis, vítimas inacessíveis, bem como a própria autonomia técnica e alimentar durante a duração do exercício”, acrescentou o Comandante da corporação oliveirense.
Acrescente-se que os Bombeiros de Oliveira do Bairro contam já com a segunda participação neste tipo de exercícios, acrescentando outros treinos e formações frequentes dos seus operacionais de modo a que estes garantam uma resposta eficaz, não só em situações de catástrofe, mas também, e, essencialmente, em situações pontuais como derrocadas, abalroamentos ou acidentes semelhantes que possam acontecer no concelho de Oliveira do Bairro e arredores.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Vagos: Ambulância nova foi prenda no 86.º aniversário dos Bombeiros


Foi adquirida com fundos, angariados por uma comissão especialmente criada para o efeito, que para além de diversas iniciativas, marcou presença num jantar convívio em South River (Estados Unidos), promovido pela comunidade vaguense que ali vive, que terá rendido cerca de 27 mil dólares, ou seja, 20 mil euros.
Falamos da nova ambulância de socorro, que foi “prenda” de aniversário dos Bombeiros de Vagos, que completaram, na segunda-feira, dia 15 de setembro, 86 anos de vida. Acantonado no quartel, desde junho, o novo equipamento só agora ficou devidamente legalizado.

Eduardo Jaques

Leia toda a reportagem na edição impressa ou digital do JB de 18/09/2014

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Bombeiros desenvolvem reboque para intervir em situações de pré-colapsos


Os bombeiros de Oliveira do Bairro passaram a dispor de um reboque de escoramentos e desobstrução. É uma das poucas corporações existentes no distrito de Aveiro com uma estrutura humana (cerca de 12 elementos) e material criada para responder com prontidão a situações de pré-colapsos.
A viatura em causa foi desenvolvida com o envolvimento de várias empresas locais.
De acordo com o Comandante da Corporação Marco Maia, o reboque permite “transportar equipamentos destinados a situações de escoramentos de estruturas em pré-colapso, busca e resgate em estruturas colapsadas e ainda escoramento em valas e trincheiras com vítimas soterradas”.
Marco Maia acrescenta que este equipamento foi estudado e feito à medida e à escala do concelho de Oliveira do Bairro e surge como uma forma de juntar muito do material que a corporação já tinha, mas que “andava disperso”. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Menina de dois anos fica com mão entalada numa máquina de brindes


Uma criança de dois anos ficou, na penúltima quarta-feira, ao início da tarde, com a mão entalada numa máquina de bolas de brindes, num café em Oliveira do Bairro. A menina esteve cerca de 40 minutos com a mão entalada na máquina.
Movida pela sua curiosidade, a criança meteu a mão dentro do orifício por onde saem as bolas, não conseguindo depois retirá-la. A menina entrou, entretanto, em pânico, fazendo com que a saída da mão fosse cada vez mais difícil, pelo que os Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro foram chamados ao local, tendo desmontado a máquina e retirado a mão. Além dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, que compareceram com uma ambulância e um carro de desencarceramento, a viatura de Suporte Imediato de Vida do INEM, Águeda, também esteve no local. Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Cultura: Fernanda Vagueiro lança novo livro e presenteia Bombeiros de Ol. do Bairro


Foi com pompa e circunstância que Fernanda Vagueiro, natural do lugar do Montouro, freguesia de Covões, concelho de Cantanhede e a residir atualmente no Luxemburgo, apresentou, no passado sábado, no Quartel das Artes, em Oliveira do Bairro, o seu sexto livro, com o título “O Livro dos meus Sonhos inspirado por um grande amor”.
Trata-se de um livro de poemas inspirado por um grande amor e onde as crianças são a razão do seu viver. Nos últimos dez anos, escreveu e editou seis livros e, no cumprimento de uma promessa ao abrigo da sua fé, pelo sucesso alcançado aquando de várias intervenções cirúrgicas a que foi submetida, o produto da venda dos seus livros tem revertido sempre a favor das crianças desprotegidas.
Desta vez, resolveu entregar um cheque no valor de 1400 euros à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro para a compra de quatro monitores de sinais vitais. Trata-se de um equipamento portátil, que serve para avaliar as vítimas no local, medindo a tensão arterial, a frequência cardíaca e o oxigénio.
Depois da atuação do Grupo de Cantares “As Raízes da Nossa Terra”, da ADREP, Palhaça, seguiu-se a apresentação do livro.
Na ocasião, Fernanda Vagueiro, bastante emocionada, agradeceu à família, que esteve em peso, com particular destaque para as suas filhas, Cristina e Jaqueline, referindo que “a vida pode ser melhor se nós quisermos que ela o seja”, acrescentando serem as crianças a razão do seu viver.
A escritora bairradina diria ser esta “mais uma vitória. Agradeço a Deus o mérito de ser feliz de poder ajudar alguém. É isso que me faz feliz e por isso é que luto com todas as minhas forças”.
A filha, Cristina tem acompanhado o percurso da mãe. “É uma mulher que eu admiro e da qual me orgulho. Já sofreu muito, soube erguer-se e há dez anos a esta parte tem ajudado as crianças. É uma mulher de armas, sonhadora e que ainda não perdeu a esperança de amar. Os versos falam de amor, sonhos e esperanças. A minha mãe adora escrever e, antes de pensar nela, pensa na família.”
Da mesma forma, Jaqueline, a outra filha, diria, na ocasião, que “a mãe é única, é uma mulher lutadora. Pensa sempre em primeiro lugar na família, depois nela”.
Acácio Oliveira, fez a apresentação da autora. O dirigente da Shalom de Águeda conheceu Fernanda Vagueiro há dez anos e estabeleceram uma grande amizade. “As crianças são algo de muito especial, de mágico para ela. Neste período de tempo já ajudou com equipamentos ou donativos o Hospital Pediátrico de Coimbra, Instituto Português de Oncologia de Coimbra, Hospital de Aveiro, Rotary Clube de Oliveira do Bairro e Águeda, Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, Associação Baptista Shalom de Águeda, da qual faço parte, entre outros.”
Aquele interlocutor deu a conhecer que Fernanda Vagueiro desenvolve um trabalho com um grupo de 260 mulheres no Luxemburgo, vendendo produtos à porta da igreja.
A terminar, Alberto Nunes Cardoso, presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro, afirmou ter conhecido a escritora “há três dias e deu logo para perceber que era uma pessoa boa, com um grande sentido humanitário. O equipamento que nos oferece pode salvar vidas e é um grande valor que está a dar aos bombeiros”.

Manuel Zappa

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

87.º aniversário dos Bombeiros da Mealhada marcado com homenagens e nova viatura


Os Bombeiros Voluntários da Mealhada celebraram 87 anos de atividade no dia 26 de julho e motivos de festa não faltaram para assinalar a data. A bênção de duas viaturas, o descerramento de duas galerias fotográficas, a atribuição de medalhas de assiduidade ao corpo ativo e discursos quase em uníssono, a alertar o Estado e as autarquias para a importância do trabalho dos voluntários e do devido apoio financeiro às associações humanitárias, dominaram a festa dos bombeiros mealhadenses.
A questão do financiamento dos bombeiros e o período de dificuldades pelo qual passam muitas corporações foi a tónica dominante dos discursos, com Jacinto Oliveira, da Federação dos Bombeiros do Distrito de Aveiro, a reconhecer que “o Estado português tem exigido muito e pouco tem dado aos bombeiros”.
José Gomes da Costa, da Liga dos Bombeiros Portugueses, defendeu igualmente uma intervenção junto da Associação Nacional de Municípios Portugueses e do Ministério da Administração Interna “para que haja uma uniformidade na questão dos subsídios a atribuir aos bombeiros para que possam pagar as suas despesas, pois os dirigentes das associações fazem autênticos milagres para gerir a casa”.
O presidente da Câmara da Mealhada, Rui Marqueiro, corroborou, comentando que “seria um desastre não haver voluntários” e vincou que “o município não tem problemas com as suas duas corporações”, pois “se mais razões não houvesse, há uma que é fundamental: quando há problemas os bombeiros são sempre os primeiros a chegar”.
A direção dos bombeiros aproveitou o aniversário para descerrar uma galeria à entrada do quartel com as fotografias dos três fundadores,  para além de uma outra, no salão nobre, com os retratos dos presidentes das assembleias-gerais. Já no exterior, foram benzidas duas viaturas, uma ambulância de transportes de doentes e uma viatura de combate a incêndios agora convertida em unidade de apoio e logística.
Aassociação condecorou 14 elementos do corpo ativo com medalhas de assiduidade numa cerimónia em que o comandante Nuno João, apesar de estar já em funções, viu a sua posse oficializada com a assinatura do Auto de Entrega, recebendo das mãos do presidente da direção, Nuno Canilho, a Carta de Missão.
João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital do Jornal da Bairrada de 31 de julho de 2014

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Ad Code

Pergunta da semana

Acredita na Astrologia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com