Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "bombeiros"

Bombeiros Voluntários de Anadia: “Ser bombeiro por uma semana” foi fantástico


 

Fantástico, divertido e emocionante são apenas algumas das formas com que mais de uma centena de crianças e jovens classificam a semana “mágica” que viveram no seio da corporação anadiense, de 4 a 8 de julho.
Uma semana de emoções, de muita adrenalina e boa disposição, apesar das regras impostas, já que todos aprenderam a formar, a marchar e a estar na corporação como se fossem bombeiros a sério, não estando excluído os castigos, pois quando se portavam mal, não estavam atentos ou não obedeciam a uma ordem tinham de “empurrar o planeta” ou seja fazer as temidas flexões mas que aqui até eram bastante divertidas. Tudo a brincar, mas sempre incutindo-lhes noções de regras e disciplina.

Balanço muito positivo. Em dia de encerramento da ação, Ana Matias, comandante da corporação, não poderia fazer um balanço mais positivo. Já lá vão quatro edições, todas em crescendo em número de participantes. “Há dois anos, quando assumi o comando, o projeto foi reformulado tendo três grandes objetivos: dar a conhecer a nossa operacionalidade, o nosso dia a dia e os nossos serviços e colocar as pessoas dentro do quartel, por forma a que ganhem confiança nos operacionais que estão a prestar socorro. Por outro lado, cria-se o respeito pela figura do bombeiro e aproxima-se as crianças e a comunidade do corpo de bombeiros porque somos nós que, durante uma semana, das 9 às 17h, ficamos a tomar conta dos seus filhos. Cria-se uma grande relação de confiança.”
O sucesso da iniciativa trouxe para o quartel crianças dos 6 aos 16 anos, não só do concelho, mas também de outros concelhos (Oliveira do Bairro, Coimbra, Aveiro). Aqui aprenderam, durante uma semana, a chamar o 112, a usar um extintor, técnicas de saúde, de suporte básico de vida e como agir em caso de engasgamento. “Os passos todos são-lhes ensinados como se, de facto, fossem bombeiros”, avançou a comandante dando conta de que a maioria deles “é repetente”, ou seja, já participaram nas ações dos anos anteriores.
Ana Matias reconheceu neste projeto um outro fruto, talvez, basilar para o futuro da corporação. Incentiva e motiva os mais jovens a quererem ser futuros bombeiros e deu um exemplo: “na última Escola de Estagiários, a grande parte dos jovens veio destas iniciativas e alguns deles são já bombeiros de terceira e hoje estão a ajudar e são monitores.”
Ciente das mais valias da ação, reconheceu a dificuldade de colocar em marcha tão arrojado projeto, não deixando de destacar o espírito de sacrifício, o empenho e dedicação de todos os bombeiros e monitores envolvidos.
“São 25 operacionais afetos à iniciativa. No final de uma semana estão esgotados. É um esforço enorme que tem de ser reconhecido”. Mesmo assim, diz já ter sido equacionado o alargamento desta atividade a outros períodos de férias letivas, dado o elevado número de interessados.
Durante esta semana, todas as atividades (formações teóricas e práticas) foram acompanhadas por monitores e bombeiros da corporação.
A ação decorreu até ao passado dia 8 de julho que teve como ponto alto a cerimónia de encerramento com entrega de diplomas a todos os participantes e entidades colaboradoras – Câmara Municipal de Anadia que diariamente forneceu a alimentação a todas as crianças e jovens; Curigym, Polícia Marítima e Capitania de Aveiro e APPACDM.
Na ocasião, o vereador Lino Pintado sublinhou “a enorme felicidade pelo que aconteceu naquele dia e semana”, dando os parabéns ao corpo de bombeiros por levar a cabo “uma iniciativa que é de louvar e registar”.
Ana Matias, aproveitando a presença de tantos familiares e bombeiros, agradeceu a todos, mas em especial aos seus bombeiros que estiveram duplamente de serviço no quartel e no desenvolvimento das atividades com os jovens.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Bombeiro ferido em incêndio em Vale da Mó


Um bombeiro sofreu ferimentos ligeiros, na penúltima segunda-feira, quando combatia um incêndio, que deflagrou na zona de Vale da Mó/Alto do Coxão na freguesia da Moita, em Anadia. O bombeiro, alvo de uma queda, foi transportado para o Hospital, tendo tido, entretanto, alta.
Devido ao elevado risco da área em questão, bem como às temperaturas que se faziam sentir, foram acionados todos os meios de 1.ª intervenção, disponíveis no concelho bem como nos concelhos vizinho. Arderam cerca de 3900 m2.
No local, combateram o incêndio, 49 operacionais, 12 viaturas, uma equipa dos GIPS apoiados por um meio aéreo do CM da Lousã.
Os Bombeiros de Anadia foram apoiados pelos CB da Pampilhosa, Oliveira do Bairro, Mealhada, Águeda e Mortágua. Esteve ainda presente a GNR de Anadia.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Avelãs de Caminho: Incêndio consome 2700m2 de floresta


Um incêndio que deflagrou, no passado dia 19 de junho, numa zona florestal em Avelãs de Caminho, junto a uma serração desativada, consumiu cerca de 2700 m2 de área. O incêndio foi combatido pelos Bombeiros Voluntários de Anadia, Mealhada e Oliveira do Bairro, que deslocaram para o local quatro viaturas, num total de 16 operacionais.
De acordo com a Comandante dos Bombeiros Voluntários de Anadia, Ana Matias, “os acessos ao local do incêndio e a passagem de viaturas, foram dificultados pelo estado do terreno, com água, devido aos períodos de aguaceiro decorridos”. “À chegada ao local, verificou-se a existência de dois focos de incêndios distintos, a lavrar em mato e eucaliptal, na zona industrial de Avelãs de Caminho”, acrescentou a Comandante.

Posted in DestaqueComments (0)

Anadia: “Ser bombeiro por uma semana 2016”


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia, com o apoio da Câmara Municipal de Anadia, vai desenvolver a iniciativa “Ser Bombeiro por uma semana”, à semelhança de anos anteriores, com o objetivo de proporcionar experiências e atividades na área dos Bombeiros durante as férias escolares, bem como a partilha de conhecimento com várias instituições públicas com a vertente social e cívica.
A ação deverá realizar-se na semana de 4 a 8 de julho e encontram-se abertas as inscrições aos jovens dos 6 aos 16 anos que queiram participar. Todas as atividades serão acompanhadas por monitores.
A data limite para inscrições será até ao dia 20 de junho (vagas limitadas – inscrições prioritárias: infantes e cadetes e familiares dos bombeiros voluntários). A inscrição só será considerada validada com o ato de entrega da ficha de inscrição devidamente preenchida e anexados os documentos de identificação solicitados.
A ficha de inscrição encontra-se disponível na página do facebook da Associação Humanitária ou no Quartel dos Bombeiros Voluntários de Anadia.
Mais informações: e-mail escolas@bvanadia.pt ou 231512122

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Bombeiros da Pampilhosa celebram 90 anos até agosto


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Pampilhosa (AHBVP) comemora este ano o 90.º aniversário, tendo projetado vários momentos festivos até ao dia 29 de agosto, data da fundação da Associação. A efeméride vai ser assinalada de forma bem marcante com um programa de comemorações que contempla também outras iniciativas, a decorrer ao longo do ano.
Confira o programa completo na edição de 25 de fevereiro 2016 do Jornal da Bairrada

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Oliveira Bairro: Orçamento dos bombeiros aprovado


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro aprovou, por unanimidade, em Assembleia Geral, no passado dia 14 de dezembro, o Plano de Atividades (PA) e Orçamento para 2016, assim como o aumento da quota mínima a cobrar aos associados que foi fixada em 15 euros, com entrada em vigor no primeiro dia de janeiro de 2016.
É pressuposto, na execução do PA para 2016, que, em relação a 2015, não se verifiquem alterações na conjuntura económico-financeira do país e, consequentemente, na política de restrições que o Ministério da Saúde tem vindo a prosseguir, situação que poderá vir a agravar-se por alterações de natureza estrutural com um sentido legislativo de liberalização dos transportes de doentes não urgentes.
As defesas da Associação Humanitária apontam para a prossecução de uma política de qualidade, controlo de custos e diversificação na prestação de serviços. Assim, a direção projeta investir cerca de 81 mil euros com fundos próprios da Associação e 310 mil euros com candidaturas ao Portugal 2020. É objetivo da direção atingir um crescimento de 2% no volume de rendimentos e uma redução de 7% nos gastos do exercício.
Os associados aprovaram, por unanimidade, o PA e o Orçamento que estima um montante de receitas correntes de 791 600 euros e um montante de despesas correntes de 598 950 euros.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Bombeiros da Mealhada: Nuno Canilho é recandidato


O atual presidente da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Mealhada desde janeiro de 2013, apresentou já a recandidatura ao cargo. Também Nuno Salgado e Bruno Peres apresentaram as respetivas recandidaturas à Assembleia-Geral e Conselho Fiscal.
As eleições para os bombeiros mealhadenses estão marcadas para 17 de dezembro próximo, não se vislumbrando outras listas candidatas. Nesta lista única, para a Mesa da Assembleia-Geral, Nuno Silva Salgado prossegue, então, como recandidato a presidente, continuando a contar com João Duarte Pega (vice-presidente), Fernando Parreira, que já havia desempenhado as funções de secretário da direção, é candidato a secretário da mesa da assembleia-geral. João Baptista Peres e Pedro Baía da Costa são suplentes deste órgão.
Para o Conselho Fiscal, recandidata-se Bruno Moreira Peres, como presidente, e Manuel Pereira Filipe, como relator, Bruno Pereira Coimbra candidata-se a vice-presidente do Conselho Fiscal. Delfim Pereira da Silva e Abílio Semedo, antigo presidente da direção, candidatam-se como suplentes do órgão fiscalizador da associação.
Na direção, recandidatam-se todos os elementos que compõem o órgão desde janeiro de 2013. A saber: Nuno Canilho, Nuno Leite Semedo (vice-presidente), Manuel de Andrade Vicente (secretário), Filipe Rosmaninho Costa (secretário adjunto), Carlos Castela (tesoureiro) e Nuno Timóteo, Paulo Júlio Costa, António Marrinhas e Ricardo Louzado (vogais).
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

ANADIA: Bombeiros são “Quartel Electrão” até dezembro


A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia volta a ser Quartel Electrão, entre outubro e dezembro.
Agora, a corporação apela, mais uma vez, à colaboração de toda a população do município (incluindo comércios e indústrias) no sentido de conseguir nestes próximos três meses angariar o maior peso possível de equipamentos elétricos, eletrónicos, lâmpadas e pilhas que podem valer à AHBVA vários prémios.
Como quanto mais material angariarem para reciclagem, mais hipóteses têm de ganhar uma ambulância, a corporação anadiense apela a todos que colaborem na prossecução deste objetivo.
São aceites todos os velhos eletrodomésticos (televisores, computadores, microondas, torradeiras, máquinas de lavar, aspiradores), telemóveis, lâmpadas, pilhas e baterias.
Há dois anos, este quartel conseguiu recolher 42.648 kg de resíduos, o que lhe valeu um prémio em combustível.
A campanha é promovida pela AMB 3E.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Remodelação e ampliação da parte operacional do quartel custa 718 mil euros


 

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Anadia (AHBVA) quer avançar com obras de remodelação e ampliação do quartel. Uma obra orçada em 718 mil euros e objeto de candidatura ao Portugal 2020. A associação terá de suportar 87 mil euros, caso consiga ter a candidatura financiada a 85% (máximo).
Com a solução da construção de um novo quartel cada vez mais longe, a AHBVA está agora empenhada em levar a cabo obras de remodelação e ampliação do quartel.

Obra prioritária. A urgência desta beneficiação prende-se com a necessidade de melhorar toda a parte operacional, tendo em vista dotar o quartel de melhores condições para os bombeiros, adequando esta infraestrutura às exigências atuais.
Embora a obra não contemple a parte administrativa e social, a parte operacional será toda remodelada.
A candidatura aos fundos comunitários foi apresentada no passado dia 18 de setembro e, agora, em conferência de imprensa, Mário Teixeira e José Cruz, respetivamente presidente e vice-presidente da direção, confessaram que a candidatura foi o culminar de todo um processo iniciado há cinco meses, aquando da tomada de posse da nova direção.
Um processo longo e complexo cujo projeto teve de receber parecer favorável da ANPC (Autoridade Nacional de Proteção Civil) para então depois poder avançar.
“Fez-se um projeto muito completo. Contactámos equipas de projetistas, escolhemos e adjudicámos a melhor solução”, revelou José Cruz, desde a primeira hora a liderar este processo. “O projeto foi aprovado na direção e apresentado a todos os bombeiros, num processo o mais transversal possível a todos, colhendo propostas dos bombeiros, ouvindo todos”, acrescentou.

Apoio da Câmara Municipal. Na ocasião, Mário Teixeira não deixou de sublinhar a pronta colaboração e recetividade por parte da Câmara Municipal de Anadia e da sua presidente, Teresa Cardoso. “Foi excecional, disponibilizando os serviços técnicos que nos ajudaram muito.”
“O nosso projeto foi submetido com sucesso, muito completo, não faltando um único documento”, avançou José Cruz, reconhecendo que a carta de conforto da presidente de Câmara “é uma grande ajuda porque era necessário mostrar a maturidade do projeto e que a associação tinha verbas para suportar a parte não financiada”.

Instalações para mais 40 anos. O projeto vai, segundo Mário Teixeira, permitir que “fiquemos com o quartel como novo”, ou seja, “com instalações para mais 40 anos”, assim como tem a vantagem de “continuar no centro da cidade, próximo das populações, ao mesmo tempo que se reabilite este enorme edifício”.
“São obras que acompanham aquilo que hoje é feito de melhor, a nível nacional, em quartéis construídos de raiz”, dotando a parte operacional de mais qualidade, melhor funcionalidade e resposta mais rápida.
A obra, se o projeto for aprovado, inicia-se em dezembro de 2015 ou janeiro de 2016 e terá um prazo de execução de 11 meses.
Acrescente-se que à ANPC foram apresentados, a nível nacional, 81 projetos, tendo 46 deles recebido parecer positivo por parte daquele organismo.
O Portugal 2020 disponibiliza um bolo de 3 milhões de euros, a nível nacional, destinado apenas a obras de remodelação em setores operacionais.
“Quero acreditar que a candidatura apresentada seja aprovada, pelo cuidado que houve na sua elaboração e apresentação, respeitando todas as exigências”, conclui Mário Teixeira.

Vereação defende obra. Acrescente-se que na última reunião do executivo anadiense, a edil Teresa Cardoso sublinhou o empenho, dedicação e espírito de voluntariado dos técnicos da autarquia, no apoio à realização da candidatura apresentada pela AHBVA.
Aos seus pares explicou que um dos requisitos para a candidatura era a justificação das verbas a suportar, fontes de financiamento, tendo, por isso elaborado uma carta de conforto (ver caixa), manifestando a disponibilidade da Câmara no apoio a esta obra.
Na ocasião, José Manuel Ribeiro, vereador do PSD, congratulou-se com a seriedade e transparência da edil ao trazer para cima da mesa este tema.
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da BairradaComments (0)

Escola de Bombeiros inicia novo ano letivo em outubro para garantir o futuro da corporação


Os Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro vão arrancar, em outubro, com mais um ano letivo da sua Escola de Bombeiros. “As escolas de bombeiros têm como principal objetivo a formação de novos elementos e a dotação dos mesmos de conhecimentos teóricos e práticos, preparando-os da melhor forma para o ingresso no Quadro Ativo do Corpo de Bombeiros”, explica o Comandante da corporação oliveirense Marco Maia, acrescentando que “as novas escolas terão início já no próximo mês de outubro” e que “por norma as escolas têm a durabilidade de um ano letivo, iniciando em meados de outubro e terminando no mês de junho”. É exceção a Escola de Infantes, que vai tendo continuidade enquanto os elementos se encontram naquele intervalo de idades.
A Escola de Bombeiros de Oliveira do Bairro subdivide-se em três escolas: Escola de Infantes, para elementos com idades entre os 8 e os 16 anos; a Escola de Cadetes, para elementos com idades entre os 16 e os 17 anos e a Escola de Estagiários, para elementos com idade superior a 17 anos.
É ainda objetivo desta escola, que os bombeiros tenham mais conhecimentos. “Cada vez mais, a inovação tecnológica obriga os bombeiros a uma melhor preparação para uma maior capacidade de resposta em todos os âmbitos.” No entanto, “e porque essa é uma necessidade geral do Corpo de Bombeiros, também os mais antigos são instruídos e dotados dos novos conhecimentos que sejam relevantes para o sucesso nas diversas tarefas desempenhadas”, afirma o Comandante dos Bombeiros de Oliveira do Bairro.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Blogues recomendados


Cagido

"DE MÃO EM MÃO!"
   “De mão em mão!” é um projeto promovido pela Câmara Municipal de Anadia, …


Notícias de Bustos

A. C.Arrais – Portugal na Eurocopa – 2016 (O orgulho de ser Português). MARÉ ALTA – 12.07.2016
                                                        Foi um final emocio …


Portal de Nariz

RECORTES do QUOTIDIANO – A nova etapa do Portal de Nariz
RECORTES do QUOTIDIANOPara uma Imensa Minoria… by BASTIÃO

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com