Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "buçaco"

Percurso pedestre mostra novos encantos do Buçaco


PERCURSO-PEDESTRE-BUCACO

Está concluído um novo circuito pedonal em torno da floresta do Buçaco. O percurso, com 11 quilómetros, está devidamente marcado e sinalizado e permite “visitar locais até agora deslembrados em torno deste maravilhoso local”, convidam os promotores. A ideia nasceu do hoteleiro do Luso Nuno Alegre que, apoiado por um grupo de lusenses e pela autarquia local, pôs mão ao trilho para este objetivo.
Os promotores reconhecem que havia alguns percursos pedestres dentro do Buçaco que, dada a pouca distância percorrida, não conseguiam atrair turistas especializados neste tipo de atividades e esse foi o ponto de partida para a criação deste circuito “com sinalética normalizada internacionalmente e devidamente enquadrada pela legislação portuguesa”, havendo “a preocupação com a seleção dos locais, os quais são raramente visitados apesar das suas óbvias virtudes”, como são a aldeia de Várzeas, o vale com a ponte de caminho de Ferro, o túnel e as minas de carvão do Salgueiral, as posições militares do lado norte da Batalha do Buçaco, a crista de depósitos fósseis do Silúrico, a “quelha do Ferrador”, o lago do Luso e o Cabeço dos Judeus. Todos estes locais “permitem, em conjunto, uma visão de 360 graus do Monte Buçaco, concluem os promotores do percurso.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (2)

“Portugal Lés a Lés” traz 1.400 motards ao Luso/Buçaco


Está apresentada a 18.ª edição do passeio “Portugal Lés a Lés”, que este ano terá o fim de uma etapa na Mata do Buçaco. É uma estreia da região nestas andanças, passando a fazer parte do calendário do mítico evento organizado pela Comissão de Mototurismo da Federação de Motociclismo de Portugal. Com casa cheia, no Luso, no passado domingo, com a presença de mais de três centenas de motards, foi dado a conhecer o passeio e fizeram-se as primeiras inscrições.
É no Buçaco, no próximo dia 10 de junho, que as cerca de 1.300 motos e os 1.400 participantes vão descansar no final da primeira etapa do “Portugal Lés a Lés”, que nesta 18.ª edição ligará Albufeira a Vila Pouca de Aguiar, numa distância de 940 quilómetros. O passeio decorrerá de 9 a 11 de junho, começando com um prólogo em terras algarvias, seguindo-se uma etapa de 540 quilómetros entre Albufeira e a Cruz Alta, local eleito para o primeiro contacto da caravana com a Serra do Buçaco, que seguirá depois para junto do Palace Hotel do Buçaco.
Para a organização do evento, este cenário é o ideal para os objetivos do passeio, que “tem em conta o turismo, visitas fabulosas a cidades e vilas do país e aos seus locais culturais e históricos”. O presidente da Federação de Motociclismo de Portugal, Manuel Marinheiro, destacou ao JB essas premissas para a realização do evento, apontando que esta região “tem condições únicas para este contacto com a natureza, local cheio de história e que vai imprimir uma enorme dignidade ao evento, pois será, sem dúvida, uma mais-valia por estas questões históricas e culturais”.
Determinante para a decisão de fazer chegar o evento ao Luso/Buçaco foi a ação da associação Aqua Cristalina, do Luso, que com o apoio da Câmara da Mealhada e da Fundação Mata do Buçaco, ousou colocar a região, e em destaque, no road book de tão importante passeio nacional.

João Paulo Teles

Leia a reportagem completa na edição de 4 de fevereiro de 2016 do Jornal da Bairrada

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Filme rodado no Buçaco e Curia traz Gérard Depardieu à região


O Buçaco e a Curia serão o cenário integral do filme “E atrás de mim uma gaiola vazia”, protagonizado pelo célebre ator francês Gérard Depardieu, cujas gravações estão marcadas para janeiro e fevereiro próximos. Trata-se de mais uma produção da Leopardo Filmes, com a mão da reconhecida realizadora Fanny Ardant.
“Et derrière moi une cage vide” (E atrás de mim uma gaiola vazia) é uma co produção luso-francesa, produzida por Paulo Branco, em nome da Leopardo Filmes e da Alfama Films. O JB soube que o filme será integralmente rodado no Palace Hotel do Buçaco e na Mata Nacional, assim como no Palace Hotel da Curia, com gravações de 4 de janeiro a 6 de fevereiro.
Na próxima segunda-feira, dia 28 de dezembro, será realizado um casting para figurantes, na Biblioteca da Mealhada.
Para além de Gérard Depardieu, o filme conta no elenco com Emanuelle Seignier (atriz francesa, casada com o diretor polaco Roman Polanski), Alexis Maretti, François Challot, Xavier Maly, Tudor Istodor, Luna Piccoli-Truffaut e Paul Hamy.
Trata-se da terceira longa-metragem realizada pela consagrada atriz francesa Fanny Ardant e a segunda integralmente filmada em Portugal. “E atrás de mim uma gaiola vazia”, cujo título é retirado do poema do russo Ossip Mandelstam sobre os seus anos de cativeiro na Sibéria, por ordem de Stalin, surge a partir do romance “Le divan de Staline”, de Jean-Daniel Baltassat
O filme, que conta com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada, Fundação Mata do Buçaco e dos Hotéis Alexandre de Almeida, aborda uma das figuras centrais da história mundial, Josef Stalin, interpretado por outra figura “bigger than life”, Gérard Depardieu, sob uma perspetiva freudiana e intimista.
A direção da fotografia está a cargo do galardoado francês Renato Berta.
João Paulo Teles

Posted in Anadia, Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Grande Capítulo: Confraria dos Enófilos entroniza Jaume Gramona


Será já no próximo dia 28 que irá realizar-se o XXXVII Grande Capítulo da Confraria dos Enófilos da Bairrada e que, como habitualmente, decorrerá no Palace Hotel do Buçaco, a partir das 18h30.
De acordo com os estatutos, o Grande Capítulo anual é o momento solene para se proceder à entronização dos novos confrades das diversas categorias, depois de onze candidaturas dos mesmos terem sido apreciadas e aprovadas na última Assembleia Geral, realizada no passado dia 3 de novembro.
Por estarem ainda em curso as celebrações comemorativas dos 125 anos do início da produção de espumantes na Bairrada, a Direção da Confraria decidiu propor Jaume Gramona Marti para ser investido como Confrade de Honra. Para além de ser professor na Universidade de Rovira y Virgili, na Catalunha, Jaume Gramona é também um prestigiado produtor engarrafador de Cava, mantendo estreitas relações com a Bairrada desde há vários anos.
Aproveitando esta circunstância, a Direção Regional da Agricultura, em colaboração com a Comissão Vitivinícola da Bairrada e com a Confraria dos Enófilos, entre outras entidades, irá também promover, no dia 27, no Cine-Teatro de Anadia, a partir das 9h, Jornadas Técnicas para discussão de temáticas várias sobre a Região Vitivinícola da Bairrada e os seus Espumantes. Participarão nos debates mais de uma dezena de técnicos e especialistas ligados ao setor do vinho e, em particular, dos espumantes, entre os quais o Professor Gramona. O evento é aberto ao público.
Relativamente à participação no Grande Capítulo, as inscrições deverão ser feitas até ao dia 25 próximo, através do endereço confrariabairrada@sapo.pt, ou através do fax 231 023 346 ou do telemóvel 914 609 715.

Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Assunção Cristas defende debate do financiamento da Mata do Buçaco


A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, acredita que a questão de financiamento da Mata Nacional do Buçaco deve ser “debatida, discutida e acertada no futuro próximo” para que tenha outro fôlego na sua intervenção. Assunção Cristas visitou, na sexta-feira, dia 6, a Mata do Buçaco, conheceu o trabalho feito e inteirou-se dos projetos que a Fundação Mata do Buçaco (FMB) tem em mãos. Depois de ter plantado um cedro do Buçaco, a governante foi instada a comentar questões relacionadas com a falta de financiamento para a Mata, começando por destacar o papel da Fundação e “a colaboração da Câmara da Mealhada e do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) com a candidatura a vários projetos financiados por verbas comunitárias” mas “certamente a questão do financiamento para se puder ter um outro fôlego na intervenção é uma questão que pode ser debatida, discutida e acertada no futuro próximo”, destacou.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Passeio Fotográfico ao Luar na Mata do Buçaco


Esta terça-feira, dia 18 de agosto, no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Fotografia, a Fundação Mata do Buçaco e o fotógrafo profissional João M. Gil vão realizar um passeio noturno fotográfico pela Mata Nacional do Buçaco.

Aventurar-se numa noite, em pleno verão, pela Mata Nacional do Buçaco é o desafio lançado a todos os amantes da fotografia. O Passeio Fotográfico Noturno realiza-se dia 18 de agosto, noite que antecede o Dia Mundial da Fotografia, com a coordenação de João M. Gil, fotografo profissional.

Será uma experiência diferente e um desafio constante fotografar a Mata Nacional do Buçaco durante a noite, enquanto são transmitidos alguns conhecimentos sobre a área da fotografia. João M. Gil acompanhará todos os participantes nesta atividade que será também uma forma diferente de conviver com o espaço.

Usar e brincar com a luz, numa altura em que a sombra e o negro são dominantes, obtendo assim fotografias únicas e curiosas é o objetivo deste passeio fotográfico, que assinala também o Dia Mundial da Fotografia.

O preço por participação é de 12 euros, sendo que as inscrições estão limitadas a um mínimo de 10 participantes e um máximo de 30. Já a atividade decorre das 21h às 00h00 e o ponto de encontro será na Esplanada da Mata, no núcleo central da Mata Nacional do Buçaco, junto ao Palace Hotel do Bussaco.

Para inscrições e mais informações contactar a Fundação Mata do Buçaco através do 231 937 000 ou pelo email: comunicacao@fmb.pt

Sobre o coordenador da atividade

João M. Gil fundou a Alma Lux Photographia em 2007. É fotógrafo profissional, de Paisagens, Gentes e Culturas. Ensina também nos seus já conhecidos Workshops de Fotografia CAUSAS e In Vivo, em vários locais de Portugal e fora do país.

Publicou recentemente dois livros, “Olhares Montanheiros” (em português) e “On Mountains” (em inglês), com o fotógrafo Nuno Verdasca, contando com os prefácios de Carlos Pinto Coelho e do João Garcia.

Ganhou vários prémios em Pessoas, no 7th Annual Black & White Spider Awards 2012, Fine Art-Paisagem, Natureza-Paisagem, Natureza-Árvores, Pessoas-Retrato, Pessoas-Família, no Concurso IPA International

Photography Awards 2010 e 2008, entre outros concursos. É colaborador frequente em Revistas de Fotografias Nacionais – zOOm e FotoDigital, com as suas crónicas “Fotografias com histórias por detrás da lente”. Mais informação em http://www.alma-lux-photographia.com/

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Caminhada Solidária dia 21 de junho na Mata Nacional do Buçaco


Uma Caminhada Solidária orientada por monitores da Fundação Mata do Bussaco tem lugar no próximo dia 21 de junho, pelas 9h30, com início junto da esplanada da Mata Nacional do Buçaco. As verbas angariadas com a iniciativa revertem a favor da Liga dos Pequeninos do Hospital Pediátrico de Coimbra. O evento é organizado pelo Armazém do Fitness com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada, da Fundação Mata do Bussaco, da Sociedade da Água de Luso, Feitio Jóias Ourivesarias, deBastos Design e Publicidade e do Restaurante O Castiço. A inscrição na atividade tem um valor de cinco euros por participante devendo, para o efeito, os interessados contatar através do número 231 406 898 / 934 099 568 ou endereço de e-mail geral@armazemdofitness.pt

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Câmara e Fundação do Buçaco querem investir 9 milhões na Mata


A Câmara Municipal da Mealhada e a Fundação Mata do Buçaco anunciaram, na terça-feira, dia 16 de junho, que pretendem investir nove milhões de euros na recuperação e restauro do edificado daquela Mata Nacional, tendo em vista uma futura candidatura a Património Mundial da UNESCO.
As duas entidades pretendem aproveitar os fundos europeus do quadro de apoio “Portugal 2020” para a recuperação e restauro do Convento de Santa Cruz, da Via Sacra e das suas Ermidas, num projeto que deverá ter um custo de nove milhões de euros, no âmbito dos Investimentos Territoriais Integrados (ITI) do Programa Operacional do Centro, em que a autarquia se disponibiliza a assumir a comparticipação nacional de 15% do investimento.

O presidente da Fundação Mata do Buçaco (FMB), António Gravato, recordou que a Mata já se encontra inscrita na lista nominativa da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), considerando que esta iniciativa é um ponto importante para a apresentação de uma candidatura, que terá de ser realizada depois de 2017, visto que, de momento, Portugal faz parte do Comité do Património Mundial da UNESCO.
Explicou ainda que a Fundação tem poucos recursos e que nunca recebeu subsídios do Estado, vivendo das suas atividades, da sua programação e daquilo que fazem todos os dias, pelo que “sem este bom relacionamento com a Câmara da Mealhada, nunca poderíamos avançar para esta candidatura”. “O presidente da Câmara vai assumir o financiamento de 15%, o que nos dá um conforto que, de outra forma, jamais conseguiríamos”, referiu António Gravato.

Para o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro, “trata-se de um momento importante e de “uma oportunidade única para a Câmara Municipal e para a Fundação da Mata unirem esforços no sentido de recuperarem o Convento de Santa Cruz, Via Sacra e suas Ermidas e darem, assim, um passo importante para a obtenção da classificação de Património da UNESCO pela Mata do Buçaco”.
Deu ainda a conhecer que “a candidatura já está prevista no Pacto Territorial para a Região Centro, existindo mesmo duas dotações, uma de 600 mil euros e outra de 200 mil, que poderão ainda ser aumentadas ao longo da execução do Portugal 2020”. Por isso, “temos que colocar isto na lista do Património Nacional. É um desígnio nosso e uma obrigação moral”, reforçou Rui Marqueiro, explicando que “a candidatura tem de ser muito cuidada, pelo que temos de ter gente com grande capacidade técnica”.
Rui Marqueiro reforçou ainda que “a intenção de atingir a classificação de Património da UNESCO é um longo caminho e deverá ser – ao longo dos anos – uma luta transversal a toda a sociedade e partidos políticos”. “A candidatura é sempre um momento difícil, pelo que temos de colocar a Mata nas melhores condições possíveis”, afirmou ainda o autarca, dando conta da “importância que o Buçaco tem para o turismo militar, já que foi aqui decidida a independência de Portugal, senão estaríamos, hoje, a falar francês”.
Por outro lado, Rui Marqueiro defendeu ainda a importância de serem criadas condições que possam inverter o número médio de noites (1,8) que os turistas passam na região centro do país.

Pedro Fontes da Costa

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Milene Matos conquista duplo prémio em Paris


O projeto “Biodiversidade para Todos” da Mata do Buçaco, um trabalho da bióloga da Universidade de Aveiro (UA) Milene Matos, foi o vencedor do Prémio Internacional Terre de Femmes. Instituído pela Fundação Yves Rocher, o trabalho de Milene Matos conquistou pela primeira vez para Portugal um galardão que este ano colocou a concurso outros seis projetos de seis mulheres da França, de Marrocos, da Suíça, da Alemanha, da Ucrânia e da Rússia. Vencedora nacional do prémio Terre de Femmes, atribuído a 3 de março, Milene Matos recebeu o prémio a 2 de abril, em Paris, durante a cerimónia internacional da Yves Rocher. O trabalho arrecadou também o Prémio do Público atribuído por votação online.

“Se é verdade que dediquei muitas horas, anos, ao trabalho no Buçaco, não é menos verdade que este prémio o devo aos portugueses. O apoio de amigos, colegas e mesmo perfeitos desconhecidos foi indescritível, desde o primeiro dia das votações”, diz Milene Matos.

João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Buçaco: Recuperação da Via Sacra conquista especialistas em património


A criação de um lóbi positivo, que juntou a academia científica e outras entidades na questão da preservação e recuperação da Via Sacra do Buçaco, foi uma das mais importantes conclusões do I Seminário sobre Património Edificado do Buçaco, que decorreu durante todo o dia de sexta-feira, dia 27 de março, disse o presidente da Fundação Mata do Buçaco, António Gravato.

Para aquele responsável, a presença de cerca de uma centena de pessoas, entre as quais muitos especialistas de várias entidades do país, onde se destacam as academias de Aveiro, Coimbra e Porto, “resultou num lóbi bastante positivo no seio da academia científica, que trouxe ao Buçaco inúmeros especialistas que abordaram todas as temáticas relacionadas com o edificado”. De historiadores de arte a especialistas em arquitetura e em materiais usados em construções antigas, todos foram unânimes em reconhecer o “elevado valor patrimonial do Buçaco”, completou António Gravato.

“Iniciativas deste género não resolvem problemas mas mostra-nos o caminho para os resolver”, destacou o presidente da FMB, avançando que no seguimento deste evento, a Mata vai receber a visita, no próximo dia 21 de abril, da presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), Ana Abrunhosa, numa altura em que a FMB está a preparar candidaturas a fundos comunitários para a recuperação do edificado.

Recorde-se que os 32 edifícios da Via-Sacra do Buçaco, construídos pela Ordem dos Carmelitas Descalços, a partir do início do século XVII, estão bastante degradados e “precisam de obras urgentes de reabilitação sob o risco de degradação irreparável”, aponta um estudo do Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Aveiro (UA), divulgado neste seminário.

Segundo avançou António Gravato ao JB, para o corrente ano estão previstas mais ações deste género, com destaque para workshops e debates sobre temas específicos na área do património.

João Paulo Teles

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Blogues recomendados


Cagido

HÓQUEI PATINS VOLTOU!
   Logo pela manhã deste sábado foram já muitas as crianças e jovens acompa …


Notícias de Bustos

Escola Pública – Armando Humberto (Professor Universitário)
Escola Pública (*)“os principais problemas da escola pública do estado (…) …


Portal de Nariz

Expofacic em Cantanhede
Clique AQUI para aceder ao portal da Expofacic 

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com