Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "burlas"

Burlões anunciam fim do euro e entrada de nova moeda


O número de burlas cometidas na Bairrada por dois indivíduos, que se assumem como sendo um médico e um funcionário da Segurança Social de Aveiro, está a aumentar “a olhos vistos” de acordo com a GNR.
No distrito de Aveiro e de Viseu, e mais concretamente nos concelhos da Mealhada e de Cantanhede, têm sido muitos os idosos que acreditam “piamente” que os euros têm que ser trocados, urgentemente, devido ao estado em que se encontra o país. Os indivíduos argumentam mesmo que os idosos poderão ficar na miséria se não trocarem imediatamente o dinheiro.
Fonte da GNR explicou ainda que, apesar do argumento utilizado parecer completamente despropositado, a verdade é que os idosos continuam a cair nesta burla.
A mesma fonte refere ainda que, em alguns casos, os idosos, desconfiados, acabam por ir buscar algum dinheiro e depois são roubados, acrescentando que “o número de casos registados é superior às duas dezenas, o que se traduz em muitos milhares de euros”.
A GNR apela, desta forma, que todos os idosos tenham em atenção as burlas e que em caso de desconfiança contactem com o posto mais próximo da GNR.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Burlas regressam à Bairrada e atingem valores superiores a 42 mil euros


As burlas estão de regresso à Bairrada. Só em quatro casos registados pela GNR, na última semana, foram subtraídos mais de 42 mil euros às vítimas.

O primeiro caso ocorreu em Barcouço, Mealhada, quando um grupo de indivíduos abordou um homem que estava doente e, aproveitando as suas fragilidades, conseguiu convencer a vítima de que era necessário assinar uma letra comercial no valor de 37.500 euros. Neste caso em concreto, fonte policial explicou ao JB estarmos perante um novo tipo de burla, que considera ser mais inteligente, pelo que “os cuidados devem ser redobrados”. “Esta não é de forma alguma a típica burla que todos conhecem, mas, sim, algo mais elaborado, em que os burlistas demonstram ter conhecimentos contabilísticos e bancários”, refere a fonte, sublinhando que “as burlas, deste tipo, se começaram a registar, inicialmente, em Coimbra e agora estão a proliferar na zona da Mealhada”.

O segundo caso aconteceu na freguesia do Troviscal, também na semana passada, quando uma idosa foi confrontada com dois indivíduos, que se fizeram passar por um médico (um homem de estatura alta e magro) e um polícia (estatura baixa e gordo). O dueto explicou detalhadamente à idosa que os euros iriam sair de circulação, pelo que a melhor forma de salvaguardar as economias passaria por trocar todo o dinheiro que a idosa tivesse em casa. A mulher ainda desconfiou dos indivíduos, mas acabaria por ceder e entregou-lhes 3500 euros em dinheiro e cerca de mil em ouro.

Já em Arcos, Anadia, uma mulher sentiu-se burlada na quantia de 180 euros quando aceitou mudar de contrato com uma operadora de televisão por cabo, e o vendedor não deu seguimento a uma promessa de anulação do contrato anterior.

A última burla aconteceu em Tamengos, no valor de cerca de 20 euros, quando uma mulher foi enganada num contrato para aquisição de um telemóvel.

Fonte da GNR apela a todos, principalmente aos mais idosos, que não se deixem abordar por pessoas desconhecidas e que apresentem queixa caso se sintam enganados por algum motivo.

Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Posted in Anadia, Arcos, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Tamengos, TroviscalComments (0)

Falta de arguido determina adiamento do início de julgamento


O Tribunal de Aveiro adiou para Fevereiro de 2012 o início do julgamento em que doze arguidos responderão pelas acusações de associação criminosa, avultadas burlas e falsificação de documentos.

A principal arguida do processo, Maria Luísa Calisto Pinhão, e o seu advogado, que entretanto renunciou ao mandato de defesa, faltaram hoje à primeira sessão do julgamento e não entregaram qualquer justificação, tendo o colectivo de juízes decidido adiar o início do julgamento.

Maria Luísa Pinhão, que explorava um gabinete com sede em Aveiro para prestação de serviços como realização de contratos de seguros e créditos para aquisição de bens e serviços, foi detida pela Polícia Judiciária em 06 Dezembro de 2006 e esteve em prisão preventiva durante cerca de três meses.

Ao fim deste tempo, a medida de coação foi revista e a única presa preventiva no processo passou a estar sujeita a prisão domiciliária. Mais tarde, ficou obrigada a apresentações periódicas às autoridades e em Janeiro de 2009 ficou com Termo de Identidade e Residência.

Além de Maria Luísa Pinhão, vão sentar-se no banco dos réus mais 11 arguidos acusados em coautoria de 221 crimes, entre associação criminosa, falsificação de documentos e burla qualificada.

No despacho de acusação, o Ministério Público (MP) sustenta que desde Fevereiro de 2003 a Janeiro de 2007 os arguidos falsificaram documentos alheios, os quais eram usados para abrir contas bancárias e obter créditos para aquisição de bens, conseguindo assim “verbas elevadas” que entre eles distribuíram.

Segundo o MP, os arguidos onde se incluía um contabilista, empresários e vendedores de automóveis, actuavam de prévio e comum acordo, agindo como se de uma empresa se tratasse, denotando “uma organização algo elaborada”.

Posted in Aveiro, RegiãoComments (0)


Ad Code

Blogues recomendados


Cagido

ACIB – ENCONTROS COM COMERCIANTES
ACIB e Juntas de Freguesias promovem encontros com comerciantes dos concelh …


Notícias de Bustos

BRASIL E SUAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS – Opinião eleições/2014, Aristides Arrais
*Acredito que a maioria de meus amigos de além- mar esteja acompanhando o m …


Portal de Nariz

Nota da Administração
Depois de algum tempo de ponderação e reflexão, o Portal de Nariz informa q …

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com