Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "câmara"

Câmara da Mealhada promove 5.º Encontro com a Educação


É já no próximo dia 3 de maio que a Câmara Municipal da Mealhada promove o 5.º Encontro com a Educação. A iniciativa, que se realiza no Cineteatro Municipal Messias, terá como temática, “Práticas Educativas e Disciplina”.
Este fórum pretende debater a Educação, nas suas mais variadas vertentes. Nesta quinta edição, adianta o presidente da câmara Rui Marqueiro, “decidimos dar atenção a um assunto que está na ordem do dia e que cada vez mais preocupa todos os que intervêm no processo educativo, dos pais aos professores, dos alunos aos auxiliares: as práticas educativas e a disciplina nas salas de aula”.
Esta quinta edição pauta-se ainda por um novo formato do evento. O fórum terá início com a intervenção de Gabriel Mithá Ribeiro, à qual se seguirá uma mesa redonda, com um painel de oradores conceituados que abordarão o tema da disciplina.
Já da parte da tarde, na EPVL (onde também decorre o almoço), os participantes terão à disposição uma série de workshops sobre a temática, terminando com uma conferência de encerramento, com a intervenção da conceituada jornalista e escritora Bárbara Wong, que promete deixar valiosas dicas para ajudar os pais e os professores na educação das crianças e jovens de hoje.
A indisciplina na escola, as relações conturbadas entre alunos e professores, o bullying são temas que estarão, com certeza, em foco neste fórum.
O custo da inscrição, com almoço, se realizada até 24 de abril, é de 10 euros; de 25 de abril a 3 de maio, 20 euros.
Mais informações na Câmara Municipal da Mealhada, Setor de Educação e Desporto, ou através do e-mail susanaoliveira@cm-mealhada.pt.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Anadia: Conselho Municipal de Segurança analisa problemas prementes


O Conselho Municipal de Segurança de Anadia reuniu no dia 28 de março, no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, naquela que constituiu a primeira reunião do novo mandato, que estará funções até 2017.
Na ocasião, Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, deu as boas vindas aos conselheiros que agora iniciam o seu trabalho no quadro desta entidade de âmbito municipal, com funções de natureza consultiva, de articulação, informação e cooperação em matéria de segurança.
Constituído por 22 membros, que representam diversas áreas da sociedade civil, o Conselho Municipal de Segurança de Anadia procura obter um conhecimento, tão completo quanto possível, da realidade do concelho em termos de segurança, para que possam ser formuladas propostas de solução para os problemas detetados, bem como participar em ações de prevenção, promover a discussão sobre medidas de combate à criminalidade e à exclusão social.
Da agenda da reunião fez parte a análise e discussão dos objetivos e competências deste Conselho. No intuito de tornar mais produtiva e eficaz a sua atuação, foram ainda constituídos grupos de trabalho dedicados à Marginalidade e Criminalidade, Exclusão Social, Educação Cívica, Proteção Civil e Ambiente.
Os Conselheiros tiveram oportunidade de manifestar a sua preocupação pela forma como estão a surgir problemas de segurança entre as camadas mais jovens da população, com comportamentos desviantes, nomeadamente em ambiente escolar. Foram ainda tecidas algumas considerações sobre a situação dos idosos, nomeadamente no que respeita ao seu isolamento e ao seu acolhimento por parte das Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Cartão Anadia Jovem é apresentado no Pavlhão dos Desportos


A apresentação oficial do Cartão Anadia Jovem, marcada para o próximo dia 4 de Abril, pelas 17 horas, irá decorrer no Pavilhão de Desportos (Complexo Desportivo de Anadia) e não na Praça da Juventude, como anunciado, em virtude do agravamento das condições atmosféricas.
Com este evento, a Câmara Municipal de Anadia marca a entrada em vigor dos novos cartões destinados a conceder benefícios aos jovens residentes no concelho, com idades compreendidas entre os 12 e os 30 anos, isto após a aprovação desta medida pelo Executivo e pela Assembleia Municipal.
O Cartão Anadia Jovem é a mais recente iniciativa da Câmara Municipal de Anadia em matéria de política de juventude, e faz parte de um conjunto de medidas a serem tomadas pela autarquia com o objetivo de corresponder às necessidades reais sentidas pela camada mais jovem da população.
A utilização do Cartão Anadia Jovem será, assim, válida nestas entidades, as quais ostentarão um autocolante identificativo e constarão no Guia de Utilização do cartão, alojado na página web do Município de Anadia. No ato de inscrição, os jovens receberão um exemplar do cartão e o respetivo regulamento. A emissão do cartão caberá à Câmara Municipal de Anadia, sendo atribuído gratuitamente até final do presente ano e passando a custar um euro a partir de 2015.
No que respeita às vantagens concedidas pelo Município de Anadia, os jovens poderão obter descontos em bens e serviços, devidamente assinalados, no Museu do Vinho Bairrada, no Cineteatro Anadia, na Biblioteca Municipal, nas Piscinas Municipais, no Centro de Alto Rendimento, nos Pavilhões Desportivos Municipais, nas Termas de Vale da Mó e em eventos organizados pela autarquia, sendo ainda concedidos descontos na faturação do consumo mensal de água, assim como na reprodução de documentos e inscrições em seminários, conferências e congressos, nos termos do regulamento do cartão, já disponível na página web da autarquia.
Para além da divulgação das grandes linhas de força desta medida, o evento servirá ainda para se proceder à entrega do Cartão Anadia Jovem aos primeiros jovens aderentes, numa festa onde a animação estará a cargo dos CRASSH, um divertido grupo cujas atuações combinam percussão, movimento e comédia.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Câmara quer expandir e concluir estacionamento do tribunal


A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro pretende expandir e concluir o estacionamento junto ao Tribunal de Oliveira do Bairro, informou, na última reunião de Câmara, Mário João Oliveira, presidente da autarquia oliveira.
Mário João Oliveira explicou que está a ser equacionada uma ligação ao Parque de Estacionamento dos Magistrados e dos Funcionários, explicando que “para expandir o estacionamento, a Câmara Municipal encetou negociações com os proprietários dos terrenos confinantes, tendo sido proposto que os mesmos tivessem acesso pelo parque de estacionamento numa futura edificação que viessem a fazer com a entrada pela Avenida Dr. Abílio Pereira Pinto”. “Neste âmbito foi solicitada uma avaliação por um perito da lista oficial, que avaliou o terreno em cerca de 6 euros por metro quadrado, tendo a família Cunha informado que não estava interessada em vender”, afirmou o presidente, explicando que “a família em questão também efetuou uma avaliação que indicou que o valor seria de 60 euros por metro quadrado”.
Respondendo à vereadora da oposição, Lília Ana Água, do CDS/PP, Mário João explicou ainda que “a Câmara está interessada em adquirir pelos valores justos, estando-se a aguardar resposta ao último ofício remetido à família em questão, sendo que, no limite, se avançará para a expropriação”, sendo que “não fará sentido avançar com as obras sem estar o terreno todo adquirido”.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Anadia: Vereadores do PSD preocupados com amianto


Na última semana, a questão das coberturas em fibrocimento existentes no concelho foi levantada na reunião de Câmara.
O vereador do PSD, José Manuel Ribeiro, questionou a presidente da autarquia anadiense, Teresa Cardoso, relativamente às coberturas do Pavilhão Desportivo de Anadia e do Sangalhos Desporto Clube, mas também de várias outras infraestruturas concelhias, desde equipamentos desportivos, a culturais ou até escolares, que ainda possuem este tipo de coberturas.
O vereador José Manuel Ribeiro questionou a autarca “se a Câmara Municipal possui um levantamento das várias instalações existentes no concelho, nesta situação, mas também o que pretende a Câmara fazer.”
Teresa Cardoso admitiu que esta é uma preocupação que não é de agora e que há anos se coloca até porque, no passado, não havia local para onde enviar as placas de amianto. Hoje, a realidade é diferente, existem no mercado várias empresas especializadas na remoção, transporte e tratamento de amianto, explicou. “Estamos atentos e, dentro das nossas capacidades e limitações financeiras, iremos atuar” frisou a edil, referindo ainda que embora “o plano de intenção exista, passa sempre pela disponibilidade financeira”, pelo que a substituição destas coberturas será feita de forma gradual.
“Não temos, no imediato, orçamento que permita fazer intervenções genéricas em todas as instalações.”
A presidente deixaria ainda uma sugestão: “que dos fundos comunitários, o Ministério do Ambiente reserve um determinado pacote financeiro para ajudar as autarquias neste processo”.
CC

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Rui Cruz à frente da Segurança Social


Para já, fica em regime de substituição. O antigo presidente da câmara de Vagos, Rui Cruz, foi indicado pela tutela para diretor distrital da Segurança Social de Aveiro. Vai ocupar a vaga deixada por António Santos Sousa, que em maio de 2013 tinha pedido para sair, e agora regressa à advocacia. Ao que apurámos, o ex-autarca vaguense foi nomeado a 16 do corrente. Ficará no cargo até final do concurso público, aberto para aquele lugar, mas é dada como certa a intenção de Rui Cruz se candidatar.
Atual presidente da assembleia municipal, Rui Cruz também é advogado. Exerceu até 2001, para depois se dedicar exclusivamente à carreira política. Eleito pelo PSD, foi presidente da câmara de Vagos durante três mandatos (2001-13), tendo ainda desempenhado cargos dirigentes, nomeadamente na sociedade “Mais Vagos”, AMRia e Junta Metropolitana de Aveiro (já extintas), Região de Aveiro e comissão de vencimentos da SIMRia.

Eduardo Jaques

 

foto – Diário de Aveiro

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Câmara da Mealhada adjudica Pavilhão de Ventosa apesar de ameaça de impugnação


A Câmara da Mealhada decidiu, na reunião da passada segunda-feira, avançar com a adjudicação da obra de construção do Pavilhão Gimnodesportivo de Ventosa do Bairro, apesar de ter recebido informação, na sexta-feira, de uma empresa concorrente e preterida neste processo, anunciando que ia impugnar a decisão do júri.
O presidente da Câmara, Rui Marqueiro, levou aquele assunto ao conhecimento dos vereadores, que depois da reunião pública desta semana, reuniram extraordinariamente para analisar as razões que a empresa Marvoense apontou, discordando do facto de ter sido preterida no concurso público. O autarca, que tinha a informação sobre a adjudicação da obra num dos 7 pontos da ordem do dia para esta reunião, diz ter recebido no dia útil anterior, dia 3 de janeiro, um e-mail da empresa Marvoense a indicar que iria “proceder à impugnação por não concordar com a decisão do júri, alegando que foi injustamente excluída”.

Recorde-se que a obra em causa refere-se a intervenções, sobretudo no interior daquele espaço desportivo. Trata-se de uma empreitada no valor de mais de 470 mil euros, acrescidos de IVA, para um prazo de execução de 180 dias.

João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição impressa ou digital do JB.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Câmara da Mealhada entrega brinquedos a crianças carenciadas do concelho


Os brinquedos recolhidos durante a campanha “Um brinquedo, um sorriso”, que a Câmara Municipal promoveu em finais de novembro, foram entregues na sexta-feira, dia 20 de dezembro, às crianças beneficiárias da Loja Social da Mealhada. A iniciativa abrangeu 94 crianças com idades entre os 0 e os 12 anos, de 77 agregados familiares do concelho e contou com o apoio de duas entidades bancárias, o Santander Totta e o BPI, que contactaram a autarquia para participarem na ação.

Na sexta-feira, foram entregues as prendas a 68 crianças, numa festa que decorreu na Loja Social e teve a participação da Escola de Música da Mealhada. As restantes 26 crianças receberam a sua prenda no domingo, no Cineteatro Municipal Messias, durante a festa de Natal dos filhos dos funcionários da autarquia.

Posted in Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Anadia: Orçamento para 2014 com menos 6 milhões e meio


Vale 24 milhões e 938 mil euros, o orçamento da Câmara Municipal de Anadia para o ano de 2014. São menos 6 milhões 687 mil euros em relação a 2013. Uma redução significativa, mas que não desvia a nova inquilina dos Paços do Concelho, Teresa Cardoso, dos seus objetivos.
O executivo anadiense aprovou, em reunião de câmara extraordinária, realizada na última semana, por maioria, com a abstenção dos vereadores do PSD, o Orçamento e as Grandes Opções do Plano para 2014.
A Educação (Centros Escolares de Avelãs de Cima/Avelãs de Caminho e de Sangalhos), o Saneamento (Sistema Integrado do concelho, respetivamente a ETAR de Sangalhos e de Amoreira da Gândara), a requalificação urbana, mobilidade urbana e valorização e qualificação ambiental são as áreas prioritárias para 2014.
Aos jornalistas, Teresa Cardoso, presidente da Câmara Municipal de Anadia, deu a conhecer que o Centro Escolar de Sangalhos vai ser comparticipado pelo programa “Mais Centro”. A candidatura acaba de ser admitida pelo que a obra, orçada em mais de dois milhões e meio de euros, irá ser comparticipada, devendo ficar concluída até final do primeiro trimestre de 2014 e estará pronta a receber as crianças já no início do ano letivo 2014/2015.

O primeiro de quatro anos.
A autarca avançou ainda que, sendo este “o primeiro dossiêr relativamente aos quatro anos do mandato autárquico”, é “de grande importância e responsabilidade para o desenvolvimento das políticas que se desejam implementar, articuladas com o programa e Plano de Ação Estratégico e dentro dos Eixos que definimos e pretendemos alcançar”.
Teresa Cardoso fala numa “lógica de rigor e realismo face às importâncias que nos é possível alcançar”, sem deixar de aproveitar todas as oportunidades de comparticipação dos Fundos Comunitários já contratados ou que ainda podem vir a ser contratualizados no âmbito do QREN.
“O programa eleitoral foi feito para quatro anos e este é o primeiro orçamento. Temos de fazer uma gestão das verbas e distribuir as mesmas em função das receitas que cabem ao município”, diz, admitindo que 2014 não será um ano fácil: “as verbas são mais reduzidas e não sabemos como outras comparticipações podem ser obtidas”, ainda que destaque o facto das “receitas correntes cobrirem as despesas correntes e ainda conseguimos subsidiar as despesas de capital”.
Quanto às receitas, têm maior peso os valores provenientes dos impostos diretos (Derrama, IMI e IMT), da venda de bens e serviços, da venda de bens de investimento, das transferências do Orçamento de Estado, bem como as provenientes das comparticipações do QREN.
As transferências correntes provenientes do Estado assumem em 2014 um acréscimo relativamente aos anos anteriores (485 mil euros), em contrapartida à acentuada redução face às transferências de capital (redução de 52%) que no seu todo representam uma redução de cerca de 2,8% face a anos anteriores e que para 2014 totalizam 221.286 mil euros a menos nos Fundos de Equilíbrio Financeiro atribuídos aos municípios.
“Estando o atual QREN em fase de conclusão e os investimentos propostos pelo município já realizados e comparticipados na sua maioria, também as receitas provenientes destes financiamentos são inferiores face aos anos anteriores. A estes valores soma-se o empréstimo já contraído e autorizado pelo anterior executivo, destinado à requalificação do parque escolar.
Mas se, sem transferências do Estado não se conseguem ter grandes ambições, a autarca fala em “enormes desafios para conquistar algum financiamento no que se refere à reabilitação urbana, à mobilidade urbana, à valorização e qualificação ambiental, mas também à coesão social.
Uma das áreas onde pretende atuar é na valorização ambiental – na requalificação e valorização das margens do Rio da Serra, criando circuitos pedonais e ciclovias que futuramente podem estender-se até ao Complexo Desportivo ou até mesmo à Curia. Um projeto aberto, nesta primeira fase, com 445 mil euros.
Teresa Cardoso destaca ainda a Ação Social como uma das áreas a que vai dar bastante atenção, pelo que os apoios definidos neste programa, estendem-se para além deste setor, sendo transversal, por exemplo ao setor da Educação (Ação Social Escolar), ou a outros, tais como a isenção de taxas de ligação de água ou saneamento, apoios a habitações degradadas, a medicamentos, etc..
Em matéria de desporto e cultura, a edil anadiense quer um maior envolvimento associativo “mais forte e coeso” e com maior visibilidade nas suas ações. “E aqui será também de maior envolvência ao setor da Juventude que se pretende estimular e cativar desafiando a sua participação nas diversas atividades que vão ser implementadas”.

Grandes Opções do Plano. Educação, 31%; Saneamento, 19%; Desporto, Recreio e Lazer, 8%; Transportes rodoviários, 8%; Ordenamento do Território, 6%; Administração geral, 5%; Cultura, 4%; Protecção Meio Ambiente, 4%; Abastecimento de água, 3%; Resíduos sólidos, 3%; Indústria e energia, 2%; Ação Social, 2% e Proteção Civil e luta contra incêndios, 1%.

Abstenção dos vereadores do PSD
“O Orçamento da Câmara Municipal para 2014 evidencia pouca ambição e não tem uma estratégia de desenvolvimento para Anadia. “Este é o entendimento dos três vereadores do PSD (José Manuel Ribeiro, Jorge São José e Lígia Seabra) no executivo anadiense que, na hora da votação dos documentos, se abstiveram, justificando o sentido de voto com o facto do “orçamento não ser, nem poderia ser nunca, o orçamento que o PSD proporia se fosse poder”. Por isso, dizem que o mesmo não pode ser visto como um “cheque em branco”, garantindo que “será exercida uma fiscalização ativa e exigente da gestão e do exercício orçamental da Câmara, por parte dos eleitos do PSD”.
Embora seja uma posição concertada com a Comissão Política Concelhia do PSD, os vereadores social-democratas entendem que o orçamento reflete as escolhas políticas do poder executivo municipal, escolhas estas que “não servem a estratégia de desenvolvimento que todos os anadienses reclamam”.
José Manuel Ribeiro, Jorge São José e Lígia Seabra lamentam que haja rubricas dotadas com valores insuficientes, tais como “proteção civil e luta contra incêndios” (0,7%), “proteção do meio ambiente e natureza” (4%) e “agricultura, pecuária e silvicultura” (0,4%), alegando que tal “não se compreende num concelho de cariz agrícola e florestal”.
Quanto à “ação social” (2%), mostra que “continuará sem expressão numa altura de crise e de dificuldades” e que “as famílias continuarão desapoiadas pela autarquia”. Já a “cultura” (4%) é, a seu ver, uma área que continua abandonada, o que os leva a dizer que “embora existam instalações, não há visão, não há estratégia, nem há um programa cultural minimamente condigno”.
Os vereadores do PSD referem-se ainda ao “turismo” (0,4%) e “indústria e energia” (2%) como outros dois exemplos de áreas insuficientemente dotadas, o que denota “um desperdício incompreensível do potencial de Anadia nestas áreas, o que nos irá manter afastados do desenvolvimento económico tão necessário no concelho”.
Os vereadores apontam ainda críticas à baixa dotação para o “abastecimento de água” (3%), rede viária (8%), “juventude”, assim como as transferências para as Freguesias (2%).
José Manuel Ribeiro alerta ainda para o endividamento, que no final de 2014 ascenderá a 9,7 milhões de euros, o que face a 2011 (6,6 milhões de euros) “representa um aumento de 47%, situação que, infelizmente, não tem impedido a brutal perda de população na última década, o envelhecimento do concelho, o violento aumento do desemprego e o fecho de imensas empresas.”

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Anadia: Estão aí mais umas férias desportivas de Natal


Decorrem, de 2 a 16 de dezembro, as inscrições para a edição de Natal das “Férias Desportivas e Culturais do Município de Anadia”, um programa organizado e promovido pela Câmara Municipal de Anadia com o objetivo de ocupar, de forma salutar e enriquecedora, as férias de crianças e jovens com idades compreendidas entre os seis e os catorze anos.
O programa decorrerá em três períodos – de 18 a 20 de dezembro, e de 30 de dezembro a 3 de janeiro (interrupção nos dias 31 e 1 de Janeiro), num total de três semanas incompletas, sendo que o programa diário terá início pelas 8h30 e terminus pelas 18h30.
As atividades serão desenvolvidas no Complexo Desportivo de Anadia, Biblioteca Municipal de Anadia, Museu do Vinho Bairrada, Centro Cultural de Anadia, e abrangem as áreas do desporto, ambiente, cultura, património cultural, multimédia, expressão artística e outros domínios de relevante interesse para as crianças e jovens.
Os principais objetivos do programa passam por criar a oportunidade para que as crianças e os jovens residentes no concelho experimentem um conjunto de modalidades desportivas e atividades de âmbito sociocultural, sensibilizando-os para a continuidade da sua prática e para a transmissão de valores coincidentes com uma forma de vida saudável; promover a formação integral das crianças e jovens, bem como reforçar os laços de amizade e de intercâmbio, o conhecimento do meio e da realidade e fomentar a cooperação e o trabalho de equipa; e colmatar a crescente necessidade dos pais e encarregados de educação em arranjar contextos de ocupação adequados, para a frequência dos seus educandos, durante a interrupção das atividades escolares.
Os participantes devem trazer para este campo de férias, para além de boa disposição, o equipamento desportivo (incluindo atividades aquáticas).
A organização fornece a todos os participantes o almoço, devendo as crianças trazer o lanche para os períodos da manhã e da tarde.
As inscrições decorrem de 2 a 16 de dezembro, na secretaria das Piscinas Municipais de Anadia, sendo o valor da inscrição de 15 euros.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com