Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "câmara"

Anadia: Bravura e heroísmo de soldado recordadas durante homenagem


A bravura e o heroísmo do soldado anadiense Manuel Ribeiro, herói militar nas campanhas de Angola em 1902, foi enaltecida na tarde do último sábado, dia 10 de janeiro, durante a homenagem que lhe foi prestada pela Câmara Municipal de Anadia, em cerimónia que teve lugar, na Biblioteca Municipal.
Num auditório repleto de descendentes de Manuel Ribeiro, amigos da família, autarcas, ex-combatentes e anadienses, foi assinado o protocolo de doação do espólio do soldado Manuel Ribeiro (1879-1936), entre o Município de Anadia e Carlos Ribeiro, neto do homenageado, assim como apresentado ao público o espólio doado que ficará agora em exposição neste espaço cultural.

Espólio em exposição permanente. Deste conjunto de bens fazem parte as insígnias do grau de cavaleiro da Ordem de Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito, com que foi condecorado pela rainha regente D. Maria Pia, pelos seus atos de heroísmo durante a campanha militar de 1902 no Bailundo, em Angola. Integrava, então, a Companhia dos Dragões de Moçâmedes que, sob o comando do capitão Joaquim Teixeira Moutinho, teve como missão suster a revolta das populações do Bailundo (atual Huambo), no planalto central angolano. Durante a campanha, destacou-se pela sua ousadia e valentia em arriscadas ações, que contribuíram para o sucesso das operações. No respetivo relatório, o capitão Moutinho destacou os feitos de três dos seus homens, propondo que lhes fosse conferido o grau de cavaleiro da Ordem de Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito, sendo Manuel Ribeiro um desses militares.

A mais alta das condecorações nacionais. A cargo do Coronel Manuel Ferreira da Silva esteve a tarefa de explicar o significado histórico da condecoração (a mais importante do país) que, na sua opinião, “tem de estar exposta num local digno, uma vez que é a mais alta condecoração nacional”.
Na ocasião, o coronel falou ainda do “batismo de fogo de Manuel Ribeiro, a 19 de agosto de 1902, durante o ataque à embala do Huambo. Da sua valentia “ao lançar-se num golpe suicida, cuja perigosidade, decerto não terá avaliado no calor da batalha, contra os Bailundos; mas também a sua valentia numa outra missão de elevado risco: “ele e alguns soldados avançam inopinadamente e despejam metralha sobre gente do Candumbo, que tomba em massa (…) salienta-se ainda na remoção de colegas abatidos durante os confrontos.
A título de curiosidade, foi revelado que, durante os mais de cinco anos de serviço militar, e apesar de ter vindo tratar-se a Lisboa, em 1903, depois de ferido com gravidade, e apesar de ter permanecido cerca de oito meses em Lisboa em tratamento, a família tinha-lhe perdido o rasto, chegando a vestir luto e chorar a sua morte, após as vagas notícias que davam conta de que tinha sido atingido. O soldado acabaria, em 1905, por regressar em definitivo a Portugal, reencontrando a família, que o recebeu como se de uma ressurreição se tratasse.

História que as gerações vindouras devem conhecer. Na ocasião, o neto Carlos Ribeiro – que tem sido ao longo dos últimos anos o rosto da persistência em ver reconhecida a importância da memória de um herói da terra – recordou a homenagem prestada em 1997 pela autarquia anadiense ao soldado Manuel Ribeiro e a exposição das insígnias da condecoração expostas no Centro Cultural do Vale Santo, mas que nos últimos anos foi retirada do local e guardada pela Câmara Municipal, por questões de segurança. Agora, após insistência da família, o espólio encontra-se novamente exposto ao público, “dando a conhecer às gerações vindouras, a coragem, a valentia e o seu reconhecido amor pela pátria”.
A edil Teresa Cardoso recordou aos presentes a preocupação da autarquia – para além de um vasto conjunto de realizações culturais – em dar ênfase e destaque a datas, pessoas e momentos marcantes, como foram as comemorações ao longo do ano de 2014 dos Forais Manuelinos, em parceria com as Juntas de Freguesia do concelho, a comemoração do centenário da morte de José Luciano de Castro, sublinhando ainda que, em 2015, Anadia tem uma agenda definida com inúmeras realizações e datas a realçar, como os 125 anos da Produção de Espumantes na Bairrada e Comemoração alusivas à 1.ª Grande Guerra Mundial. “No início de 2015 estamos a renovar a homenagem a este ilustre anadiense, soldado que combateu em Angola”, numa justa homenagem, ficando o seu espólio exposto ao público.
Recorde-se também que o nome de Manuel Ribeiro foi atribuído, pela Câmara Municipal, a uma rua e a uma praceta em Anadia, aquando da homenagem que a autarquia lhe prestou em 1997, no âmbito da qual se procedeu à trasladação, com honras militares, dos seus restos mortais para o novo cemitério da cidade, e à publicação de um estudo sobre o soldado, da autoria de Carlos Bento.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (1)

Câmara da Mealhada compra terrenos para futuro mercado municipal


A Câmara da Mealhada começou já a adquirir terrenos para a implantação do futuro Mercado Municipal, tendo comprado a primeira parcela com esse objetivo, confirmou ao JB o presidente da autarquia, Rui Marqueiro, avançando que a compra foi feita “a um particular”, pelo valor de 350 mil euros.

Recorde-se que o atual Mercado Municipal é propriedade da Santa Casa da Misericórdia, que transmitiu à autarquia que precisava daquele espaço para construir um Lar, desafiando-a a encontrar uma solução.

João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição de 15/01/2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Câmara entrega 326 mil euros às associações


A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro aprovou, na última reunião de Câmara, realizada no dia 29 de dezembro, a atribuição de 326 mil euros em subsídios a mais de duas dezenas de associações.
ABC Bustos: 12.500 euros (Protocolo); ABC Bustos: 2.500 euros; ADRAC: 2.500 euros; ADREP: 28.000 euros (Protocolo); Agrupamento de Escolas de Oliveira do Bairro: 4.585,37 euros (refeições); Agrupamento de Escuteiros 970 – Palhaça: 3.500 euros; AMPER: 12.500 euros (Protocolo); AMPER: 4.497,25 euros (refeições); ARCDS Vilaverdense: 2.000 euros; Associação Amigos da Póvoa do Forno: 1.000 euros; Associação Beneficência, Cultura e Recreio da Mamarrosa: 10.000 euros; Associação Cultural, Recreativa e Educativa da Pedreira: 1.000 euros; Associação dos Amigos de Malhapão: 3.500 euros; Associação Equestre da Bairrada: 500 euros; Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Bairro: 12.500 euros (Protocolo); Associação Jovem Oianense: 500 euros; Associação Moradores e Amigos da Limeira, Feiteira e Carvalha: 1.000 euros; Associação Pais “Os Kotinhas” Escola Básica da Palhaça: 350 euros; Associação Pais da Escola da Escola EB 2.3 de Oiã: 350 euros; Associação Pais da Escola do 1.º Ciclo de Oiã: 350 euros; Associação Pais da Escola EB2.3 de Oliveira do Bairro: 350 euros; Associação Pais das Escolas de Bustos, Quinta Nova e Jardim de Infância de Bustos: 350 euros; Associação Pais das Escolas do Troviscal: 350 euros; Associação Pais do Infantário do Frei Gil: 350 euros; Associação Pais do IPSB: 350 euros; Atómicos Sport Clube: 7.500 euros; Casa do Povo da Mamarrosa: 3.759 euros (refeições); Casa do Povo da Mamarrosa: 4.000 euros; Centro Ambiente para Todos: 4.285,40 euros (refeições); Centro Social de Oiã: 20.000 euros (Protocolo); Centro Social de Oiã: 4.000 euros; Centro Social de Oiã: 4.089 euros (refeições); Centro Social e Paroquial de S. Pedro da Palhaça: 6.859,05 euros (refeições); Clube de Caça e Pesca: 500 euros; Comissão de Melhoramentos de Oiã: 2.500 euros; Conservatório de Artes e Comunicação – FUOB: 12.500 euros; Fábrica da Igreja Paroquial de Oliveira do Bairro: 7.500 euros (Protocolo); G.D. Águas Boas: 20.000 euros (Protocolo); G.D. Águas Boas: 5.000 euros; G.D. Troviscalense: 350 euros; Grupo de Teatro Viv’Arte: 10.000 euros (Protocolo); Instituto de Educação e Cidadania: 4.435 euros (Protocolo); Oiacelera: 1.500 euros; Oliveira do Bairro Sport Clube: 15.000 euros; Rancho Folclórico S. Pedro da Palhaça: 1.500 euros; Rotary Club de Oliveira do Bairro: 500 euros; Sobustos : 5.115,26 euros (refeições); Sociedade São Vicente de Paulo: 500 euros; SOLSIL: 3.268.23 euros (refeições); Stª. Casa da Misericórdia de Oliveira do Bairro: 11.967,95 euros (refeições); Stª. Casa da Misericórdia de Oliveira do Bairro: 2.500 euros; UDCR do Silveiro: 11.250 euros (Protocolo); UDCR do Silveiro: 25.000 euros (Protocolo); União Filarmónica do Troviscal: 10.000 euros e Universidade Sénior de Oliveira do Bairro (Junta de Freguesia): 15.000 euros.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Mealhada: Orçamento retificado em vésperas da entrada em vigor


A Assembleia Municipal da Mealhada aprovou, no penúltimo dia do ano, uma retificação parcial do orçamento para 2015, depois da divisão financeira da autarquia ter encontrado investimentos já assumidos na ordem de 670 mil euros sem cabimentação orçamental, uma situação que anteriormente já tinha levado o executivo à aprovação, a 26 de dezembro último, da chamada “Revogação Substitutiva Parcial do Orçamento e Opções do Plano para 2015”.
Apesar dos nove votos contra, das bancadas do movimento Juntos Pelo Concelho da Mealhada (JPCM) e da CDU, a maioria socialista na Assembleia Municipal viabilizou por maioria (17 votos), aquela retificação ao orçamento para 2015, que em três dias úteis, em sessões extraordinárias, foi submetida à votação nos dois órgãos municipais.
Este procedimento teve por base a informação da Divisão Financeira da autarquia, que aponta que a execução financeira ficou aquém dos valores que lhe foram transmitidos para a elaboração do orçamento para 2015, havendo acréscimos de valor em algumas rubricas, entre as quais a Requalificação Urbana da Zona Central do Luso, Centro Escolar do Luso, Centro Escolar da Mealhada, Pavilhão de Ventosa do Bairro e Prolongamento da Rua das Eiras, em Barcouço.
Mantendo o orçamento total no mesmo valor daquele que foi aprovado, de 15,7 milhões de euros, a autarquia foi obrigada a cortar a dotação de algumas rubricas para fazer face aos investimentos atrás referidos, evitando a aprovação de um orçamento que corria o risco de conter “ilegalidade que decorreria da circunstância de não se poderem cabimentar/comprometer compromissos já assumidos pela autarquia”, refere a nota da chefe da divisão financeira.
Nos reajustamentos feitos, a proposta do executivo passou pelo corte de toda a dotação destinada à recuperação de instalações municipais (50 mil euros), tirando 20 mil euros à Requalificação Urbana da Zona Central da Mealhada e anulando 30 mil euros para a Viação Rural.
Os reajustamentos da autarquia para o orçamento deste ano mexeram também na dotação de 200 mil euros para despesas de água, esvaziando 50 mil euros previstos para o Bairro Social da Póvoa, para além de tirar 35 mil euros para a reparação e conservação da EB 2/3 da Mealhada e 20 mil euros para a da Pampilhosa. Os cortes foram também para as beneficiações em instalações desportivas do concelho (50 mil euros), menos 80 mil euros para o Centro de Estágios do Luso e menos mil euros para o Campo de Futebol do Luso.
Com o corte daquelas dotações, a autarquia conseguiu encaixe financeiro para os acréscimos de valor em cinco obras concelhias, na medida em que o Prolongamento da Rua das Eiras passou de 1 euro para 13.260 euros neste reajustamento, enquanto que a Requalificação Urbana da Zona Central do Luso passou de 19 mil para 112 mil euros. O Centro Escolar do Luso passou de 135 para 325 mil euros e o Centro Escolar da Mealhada foi reforçado em 75 mil euros, passando a um custo total de 2,2 milhões. Finalmente, o Pavilhão de Ventosa do Bairro, que inicialmente tinha dotação de 160 mil, passou para 460 mil euros.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Férias Desportivas ocupam crianças e jovens em pausa letiva


A 5.ª edição das “Férias Desportivas e Culturais do Município de Anadia – Natal 2014 “, iniciaram-se a 17 de dezembro de 2014 e terminam no próximo dia 2 de janeiro de 2015, num programa organizado e promovido pela Câmara Municipal de Anadia.
As Férias Desportivas e Culturais de Natal, tiveram a participação de cerca de 60 crianças, e foram divididas em três períodos – de 17 a 19 de dezembro, de 22 a 26 de dezembro e de 29 de dezembro a 2 de janeiro, num total de três semanas incompletas, com um programa diário das 8h30 às 18h30.
As atividades foram desenvolvidas no Complexo Desportivo de Anadia, Biblioteca Municipal, Museu do Vinho da Bairrada, Parque Urbano da Cidade, Ecoparque e CAR de Anadia, e abrangeu as áreas do desporto, ambiente, cultura, multimédia, expressão artística e outros domínios de relevante interesse para as crianças e jovens.
Este programa promovido e organizado pela Câmara Municipal de Anadia teve como objetivo ocupar, de uma forma salutar e enriquecedora, as férias de crianças com idades compreendidas entre os seis e os catorze anos
O próximo programa das “ Férias Desportivas e Culturais do Município de Anadia “ vai ter lugar na Páscoa, de 23 de março a 2 de abril de 2015, coincidindo com as férias escolares.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Festa de Natal das Crianças encheu o Cineteatro Municipal Messias


A Festa de Natal das Crianças 2014, que contou com os filhos dos funcionários da Câmara Municipal da Mealhada e as crianças e famílias beneficiárias da Loja Social lotou ontem, domingo de manhã, dia 21 de dezembro, o Cineteatro Municipal Messias. Avós, pais e filhos assistiram ao filme “O Gangue do Parque” e os mais novos receberam, depois, uma prenda das mãos do próprio Pai Natal. Os presentes que foram entregues às 91 crianças das famílias carenciadas da Loja Social da Mealhada foram oferecidos pela Associação de Aposentados da Bairrada.

A Festa de Natal das Crianças contou com mais participantes do que era habitual nos anos anteriores. A sala encheu, não só com os filhos dos funcionários da Câmara Municipal e os seus familiares, mas também com as crianças beneficiárias da Loja Social, que receberam um presente das mãos do Pai Natal, oferecido pela Associação de Aposentados da Bairrada. O seu presidente, Nuno Salgado, discursou antes da entrega das prendas, depois do vice-presidente da Câmara, Guilherme Duarte, ter aberto a sessão, desejando a todos um Bom Natal. Emocionado, Nuno Salgado referiu que a associação teve todo o prazer de realizar esta ação e terminou a ler um poema de Ary dos Santos sobre o Natal.

As crianças divertiram-se a ver a comédia “O Gangue do Parque” e saíram felizes depois de terem recebido uma prenda de Natal antecipada.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Câmara da Mealhada entrega brinquedos a crianças carenciadas do concelho


Os brinquedos angariados no âmbito da campanha “Um Brinquedo, um Sorriso”, promovida pela Câmara Municipal da Mealhada entre os dias 5 de novembro e 1 de dezembro, vão ser entregues a crianças referenciadas pela Loja Social da Mealhada no dia 17 de dezembro, pelas 15h30, no auditório da Escola Profissional Vasconcellos Lebre (EPVL). A iniciativa abrange 91 crianças até aos 12 anos de idade, de 70 agregados familiares. A recolha dos brinquedos foi efetuada junto das escolas do concelho, da comunidade e de alguns agentes económicos locais que se associaram à iniciativa.
O objetivo da iniciativa dinamizada pela Câmara Municipal é, principalmente, contribuir para que as crianças carenciadas do concelho tenham este ano um Natal um pouco melhor. Do programa da iniciativa, a qual se realiza no dia 17 de dezembro, na EPVL, consta uma receção às crianças, seguindo-se um momento de animação musical protagonizado por Cláudia Alves e Igor Alves, da Escola de Música da Mealhada.
A Associação dos Aposentados da Bairrada vai também oferecer uma prenda a estas crianças na habitual Festa de Natal dos filhos dos funcionários da Câmara Municipal, que a autarquia vai realizar no dia 21 de dezembro, pelas 10h, no Cineteatro Municipal Messias.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Associações sociais e culturais recebem subsídios


A Câmara Municipal de Anadia procedeu à atribuição, no passado dia 27 de novembro, dos subsídios financeiros destinados a apoiar a atividade regular das associações culturais e sociais do concelho.
Face ao relevante interesse municipal do trabalho desenvolvido por estas entidades, a Câmara Municipal havia aprovado, na sua reunião de 12 de novembro, a atribuição de apoios financeiros a 20 entidades socioculturais e a 18 instituições particulares de solidariedade social (IPSS) do concelho.
Agora, em cerimónia realizada no salão nobre dos Paços do Município, a presidente da Câmara Municipal, Maria Teresa Cardoso, transmitiu, aos representantes das instituições, o reconhecimento, pela autarquia, do importante papel desempenhado pelas associações na dinamização da vida do concelho, assim como na melhoria da qualidade de vida da população.
Falando da ação desenvolvida pelos associados destas coletividades, a autarca lembrou o seu papel ativo, criativo e socialmente comprometido com a comunidade, bem como, no caso das IPSS em particular, a sua capacidade de intervenção junto das camadas mais desfavorecidas da população, a prestação de serviços de apoio às famílias, crianças, jovens, idosos, e, ainda, o trabalho em prol da integração social.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Orçamento de 23 milhões para Oliveira do Bairro aprovado com os votos contra do PS


O Plano e Orçamento para 2015 da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, no valor de 23.409.722 euros, foram aprovados, por maioria, com os votos contra do PS (dois) e sete abstenções do CDS/PP, na madrugada do último sábado.
O presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, Mário João Oliveira, começou por fazer uma breve apresentação do orçamento, sublinhando que “se trata de um orçamento diferente em relação aos últimos sete anos”. “Estamos no fim de um quadro de apoio e será, portanto, o arranque de um novo quadro, cujos regulamentos ainda não são conhecidos”, referiu Mário João Oliveira, afirmando estar “consciente das dificuldades e responsabilidades na abordagem das mesmas. Estamos capacitados para dar continuidade aos projetos já iniciados e, assim, consolidar o bom trabalho produzido nos anos antecedentes”.
O autarca de Oliveira do Bairro destacou que “além da condicionante conjuntural, merece relevo a comparticipação obrigatória do município para o Fundo de Apoio Municipal (FAM), no valor de 115.824,00 euros, por ano [durante 7 anos], para fazer face às graves dificuldades financeiras que vários municípios atravessam”.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Município de Águeda aposta no Enoturismo


A Câmara Municipal de Águeda, aproveitando o fato de ter estado envolvida numa candidatura conjunta ao concurso Cidade Europeia do Vinho/2015, realizou, entre os dias 31 de outubro e 25 de novembro, exposições de enoturismo de produtores do município de Águeda no Posto de Turismo.

Os Vinhos da Bairrada são conhecidos pela sua qualidade, e alguns do município de Águeda acabam de ser considerados, pela Revista Vinhos, como dos melhores do país. A ideia da autarquia foi mostrar, com as atividades que tem previsto realizar, que existe mercado para a promoção dos produtos, ajudando todos a ter mais receitas, numa clara aposta no enoturismo.

Ao longo das últimas semanas, enquanto decorreram as exposições da Aveleda/Quinta da Aguieira, da Quinta Vale do Cruz, da Viteno/Quinta do Ferrão e das Caves Primavera, o Posto de Turismo foi visitado por cerca de 350 pessoas que apreciaram os produtos apresentados, mostrando grande interesse nos vinhos e espumantes. Os visitantes de uma maneira geral consideraram estas iniciativas de grande interesse e relevância para a promoção do concelho e dos produtos que ali estiveram expostos.

“Quisemos mostrar, com estas exposições, que é possível, todos juntos, afirmarmos cada vez mais os produtores e os produtos de Águeda, como aliás ficou bem vincado nas afirmações de todos os representantes das caves que marcaram presença nestas quatro semanas de exposições”, afirmou Edson Santos, vereador do Turismo da Câmara Municipal de Águeda, aproveitando para agradecer a colaboração de ”todos os produtores presentes, bem como de todos os visitantes que mostraram interesse em aprofundar os seus conhecimentos vínicos”.

O vereador deixou ainda nota de que, em breve, serão lançados novos desafios, uma vez que a área dos vinhos pode ser uma boa forma de captar mais turistas e mais investimentos para o município.

Posted in Águeda, Destaque, Por Terras da BairradaComments (0)

Ad Code

Pergunta da semana

Acredita na Astrologia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com