Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Cantanhede"

Cantanhede: AHBVC recebe formação no âmbito do projeto Bombeiros Séc. XXI


No passado dia 22 de março do corrente ano, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede (AHBVC), na sala de leitura e formação do seu Quartel Sede, levou a efeito uma ação de formação enquadrada no projeto “Bombeiros Século XXI”, cujos intervenientes se familiarizaram de imediato com toda a simplicidade, o carinho e a humildade com que foram recebidos, dignidade da hospitalidade própria da gente bairradina e gandaresa.
Nesta ação de formação, dinamizada pelo formador  João Sousa, foi abordada a temática “Comunicação com as localidades”, na qual ficou bem patente que os meios de comunicação social locais, usados de forma correta, são importantíssimos para criar uma opinião positiva acerca dos corpos de Bombeiros.
Dado que a ação de formação decorreu entre as 9h30 e às 18h, a AHBVC pediu a colaboração não só dos alunos do curso de restauração e serviço de mesa das Escolas Secundárias de Tocha e Oliveira do Bairro, coordenados pelo docente Paulo Saraiva, como também de alguns colaboradores desta Associação, os quais colaboraram gratuitamente no coffee break e no almoço.
A ação de formação contou com a presença de cerca de duas dezenas de pessoas, nomeadamente administrativos e representantes do Comando de vários Corpos de Bombeiros, os quais na despedida agradeceram a forma como foram recebidos e as ofertas presenteadas pela AHBVC, pelo Município de Cantanhede e pela Adega Cooperativa de Cantanhede.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada, Região Comentários

XVI Ciclo de Teatro Amador do Concelho de Cantanhede arranca a 15 de fevereiro


Em 15 associações do concelho de Cantanhede, fazem-se os últimos preparativos para a participação numa das maiores ações culturais do país em torno das artes cénicas de pendor popular. O XVI Ciclo de Teatro Amador começa este fim de semana, no dia 15 de fevereiro, e estende-se até 5 de abril. Nas coletividades envolvidas, é grande a azáfama para ultimar a encenação e montagem dos espetáculos que serão levados a cena durante cerca de dois meses.

Desde há 16 anos que é assim, no final do inverno. Na edição de 2014, mais de 300 pessoas vão estar envolvidas neste programa de dinamização da atividade teatral promovido pelo Município de Cantanhede para incentivar os agentes culturais a terem uma prática regular neste domínio, o que em alguns casos parte da recuperação de antigas tradições de natureza comunitária.

Um dos aspetos mais relevantes registados nas edições anteriores tem a ver com a forte mobilização dos jovens que, juntamente com os mais velhos, dão corpo a uma ação que contribui para a coesão social das comunidades onde vivem, retirando daí assinaláveis benefícios do ponto de vista da sua formação cívica e cultural.

O investimento da Câmara Municipal na realização do XVI Ciclo de Teatro Amador de Cantanhede traduz-se, mais uma vez, na atribuição de um subsídio para as despesas inerentes à preparação, montagem e representação das peças e ainda num significativo apoio no que diz respeito à logística e divulgação.

Cada grupo de teatro realiza dois espetáculos, um na localidade onde está sedeada, outro numa das freguesias a que pertencem as restantes associações intervenientes.

O programa deste ano começa no próximo sábado, dia 15 de fevereiro, com duas peças de teatro: o Grupo de Teatro “As Fontes do Zambujal”, da Associação Juvenil do Zambujal e Fornos apresenta, na antiga Escola do 1.º CEB do Zambujal, às 21h30, “Falar Verdade a Mentir”, conhecida sátira de Almeida Garret, seguida de “A Invenção do Guarda Chuva”, comédia de teatro do absurdo escrita por Luiz Francisco Rebello e José Palla e Carmo em 1944; à mesma hora, o Grupo de Teatro Experimental “A Fonte” de Murtede sobe ao palco do salão da Junta de Freguesia de Murtede para representar “… Ai Agora é que se foi!!!…”, uma revista portuguesa com diversos números musicais onde se reveem os acontecimentos da atualidade político-cultural num registo de crítica de costumes.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada Comentários

Kaiser Chiefs são cabeças de cartaz da Expofacic


A comissão organizadora Expofacic acaba de contratar a banda cabeça de cartaz do certame deste ano. São os Kaiser Chiefs, que no dia 2 de agosto vão ter em Cantanhede uma das atuações da tournée europeia de promoção do seu novo álbum, cujo lançamento está agendado para o próximo mês de março.

Education, Education, Education & War, assim se intitula o novo trabalho discográfico, traz de novo à estrada os irreverentes britânicos de Leeds e esta nova passagem por Portugal, depois do êxito retumbante do seu concerto no Super Bock Super Rock do ano passado, promete trazer a Cantanhede largas dezenas de milhar de fãs que o grupo tem no país.

A expetativa é a de que o Parque Expo-Desportivo de S. Mateus vai estar ao rubro nessa noite de sábado que antecede o encerramento Expofacic, quando os Kaiser Chiefs inundarem o recinto com o som enérgico do tão apreciado mix de indie rock, new wave e post-punk revival que caracteriza esta que é uma das mais prolíficas bandas inglesas da atualidade.

Em antecipação ao lançamento de Education, Education, Education & War já foram dados a conhecer dois temas considerados muitos fortes, designadamente “Bows and Arrows” e “Misery Company”, a juntar a outros com que o grupo alimenta a expetativa de atingir um lugar cimeiro nos principais tops internacionais.

Na noite anterior aos Kaiser Chiefs, sobem ao palco na sexta-feira, 1 de agosto, os Buraka Som Sistema, banda fundadora do denominado kuduro progressivo e que tem tido um papel muito influente na divulgação internacional deste género de música.

Confirmados no cartaz do certame estavam já Xutos & Pontapés, Tony Carreira, Ana Moura, Anselmo Ralph e DJ Kura.

Posted in Cantanhede, Destaque, Por Terras da Bairrada Comentários

Cantanhede: Comunidade educativa anadiense solidária com Ritinha


A comunidade educativa anadiense (sobretudo professores, pessoal não docente, pais, encarregados de educação e alunos da Escola Secundária de Anadia – ESA e da Escola Básica n.º 2 de Anadia) abraçaram mais uma causa solidária e estão a colaborar ativamente numa campanha que visa angariar fundos para adquirir vários equipamentos técnicos para melhorar a qualidade de vida de uma criança de Cantanhede (residente em Ançã), com graves problemas de saúde.
A Ritinha tem 22 meses e foi-lhe diagnosticado com apenas cinco meses lisencefalia, microcefalia, síndrome de West (epilepsia), entre outros problemas que a impedem de ter um desenvolvimento como as outras crianças.
É exatamente por causa destes problemas que a Ritinha não consegue ficar sentada, não consegue andar, segurar a cabeça ou falar.
Nesta luta tem a seu lado apenas a mãe, que com 21 anos e escassos recursos, se aventurou nesta campanha de angariação de fundos que está a contar com o apoio de amigos de vários cantos da região.
A viver apenas com a mãe e com o apoio da avó, todas as ajudas são bem vindas para conseguir adquirir o equipamento específico e muito caro, precisando da ajuda de todos.

Plásticos, tampinhas e papel. A ajuda está a ser feita através da campanha de recolha de plásticos (garrafas e garrafões de água e de sumo e de detergente), mas também tampinhas, papel e cartão.
Em Anadia, o apoio a esta criança partiu da professora Manuela Monteiro, Coordenadora das Bibliotecas Escolares do Agrupamento de Anadia que, ficando sensibilizada com o caso, o apresentou na Biblioteca da ESA. “Em outubro envolvemo-nos ativamente nesta causa, até porque o projeto educativo da Biblioteca Escolar integra o projeto social, designado de «Biblioajudaris» que pretende desenvolver nos alunos o sentido dos valores da partilha e da solidariedade”, diz, revelando que, depois de em anos anteriores já ter ajudado um aluno universitário e uma professora de História desempregada, chegou agora a vez de colaborar nesta campanha de recolha de papel e tampinhas para a pequena Ana Rita, de 22 meses.
“Todos podemos e devemos ajudar. A menina precisa com urgência de uma cadeira de transporte adequada às suas necessidades, mas também de uma cadeira de banho e outra de estar”, avança a docente.
Manuela Monteiro revela ainda que um grupo de amigos está a fazer e a vender ursinhos, no valor de 5 euros. “As encomendas não param de chegar porque os ursos são muito bonitos. Já fizemos uns 50, aqui em Anadia, mas continuamos a receber encomendas até conseguir as verbas necessárias para comprar aquelas ajudas técnicas de que a Ritinha tanto precisa”, admite.
Refira-se ainda que em alguns espaços comerciais encontram-se também mealheiros para a recolha de donativos: Escola Técnico Profissional de Cantanhede; Pronto a vestir Valdagua, em Ançã; Mini Preço de Febres; Farmácia Neves de Ançã; Escola Secundaria de Anadia; Clínica Médica Dentária de Anadia; Padaria Cruzeiro em Chipar de Cima (Vilarinho do Bairro), entre outros pontos comerciais de Febres.
Está igualmente a decorrer uma venda de rifas, cujo sorteio será no dia 19 de janeiro (Dia do almoço solidário) e dia do aniversário da Ritinha que completa dois anos de vida. O almoço solidário será no restaurante Verdadeiro Pingão em Ançã, com animação musical. Com entradas, sopa, prato de carne, sobremesas, bolo de aniversário, bebidas e café, o valor é de 12,50 euros.
Todas as ajudas podem ser encaminhadas para o NIB: 0045 3024 40261512843 60; IBAN: PT50 0045 3024 40261512843 60.
Para mais informações contactar 91 7454385/ 910020468 ou 910156220. https://www.facebook.com/juntospelaritinha
CC

Posted in Anadia, Cantanhede, Por Terras da Bairrada Comentários

CDS/PP quer Penedos e Quinta de Além no concelho


O vereador do CDS/PP, Paulo Caiado, defendeu, na última reunião de Câmara, a passagem dos lugares da Quinta de Além e Penedos, que pertencem a Cantanhede, para o concelho de Oliveira do Bairro, mormente para a União das Freguesias de Bustos,Troviscal e Mamarrosa.
Paulo Caiado explicou que “a solução passa por muita pressão política”. “Contudo, o presidente da Câmara, Mário João Oliveira, justificou que a “decisão de alteração dos territórios passa por vários patamares e a decisão e a competência são da assembleia da república”.
Mário João argumentou ainda que “dirigimos ofícios à Câmara Municipal de Cantanhede e nem resposta obtivemos”. “Não nos podemos esquecer que é necessário uma resposta da autarquia de Cantanhede, manifestando a sua concordância, para que possamos dar seguimento”, acrescentou o edil.

Posted in Cantanhede, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Adega de Cantanhede apresenta novidades e novas colheitas


A Adega de Cantanhede apresentou, na penúltima segunda-feira, durante a realização da Expofacic, quatro novos vinhos. A prova destes néctares bairradinos, que teve lugar no recinto do mercado municipal, reuniu largas dezenas de convidados.
Sob a orientação do enólogo Osvaldo Amado foi apresentado um espumante, o Baga Blanc de Noir Marquês de Marialva, produzido apenas com casta baga. “Um espumante distinto”, acrescentou o enólogo, sublinhando que este deve ser “um dos caminhos” que a Bairrada deve percorrer. Um espumante que passou por um estágio de 18 meses em garrafa. De cor alambreada, no aroma e no sabor é frutado, fresco, cremoso e com mousse crocante que lhe transmite elegância e persistência.
Seguiu-se um branco, monovarietal. O “Marquês de Marialva Arinto Reserva 2012”, com 13,5% vol. álcool.
Sendo a casta Arinto uma das que acompanha o enólogo na sua carreira de 27 anos, revelou aos presentes ser uma das castas pelas quais é “um apaixonado”. Este vinho medalhado nacional e internacionalmente, confirma que “o Arinto é uma casta com grande potencial enológico”, disse Osvaldo Amado, na medida em que permite fazer vinhos bastante gastronómicos e que acompanham várias refeições e iguarias. Um vinho de aspeto cristalino, cor citrina intensa e de sabor frutado, fresco, elegante e harmonioso.
O terceiro vinho apresentado e provado pelos presentes foi o topo de gama da Adega, recentemente lançado. O tinto “Foral de Cantanhede – Grande Reserva Baga 2009”, produzido exclusivamente com uma seleção das melhores uvas da casta Baga. “De um lote de 100 barricas novas de carvalho francês, escolhemos as melhores 30 e fez-se uma produção limitada de 4224 garrafas”, frisou Osvaldo Amado, dando conta de que se trata de um vinho muito especial, que estagiou 14 meses em barricas novas de carvalho francês com tosta especial. “Um vinho com um elevado poder de envelhecimento”, diria, sublinhando que se trata de “um vinho que orgulha a Bairrada e que poderá ajudar a projetar a região”.
Também o autarca João Moura, presente no evento, referiu tratar-se de um vinho de excelente qualidade. “Foi uma honra para o município associa-se a este vinho de carácter excecional”, que é “um embaixador da região”.
O edil de Cantanhede daria ainda conhecer que o ponto de partida para o lançamento deste vinho foi a edição do Foral Manuelino de Cantanhede, concedido por D. Manuel I, em 20 de maio de 1514, no decurso da grande reforma empreendida pelo Rei Venturoso. Este acontecimento esteve na origem do repto que o líder do executivo camarário fez à direção da Adega, no sentido de assinalar o processo com o lançamento de um vinho.
De cor rubi profunda e concentrada, aroma intenso com destaque a ameixas e framboesas, na boca tem volume e estrutura com taninos firmes. É um vinho que termina longo e harmonioso.
O último vinho da tarde a ser apresentado, uma novidade na empresa e, sem dúvida, uma agradável surpresa para os presentes foi a apresentação do “Marquês de Marialva vinho licoroso Reserva dos Sócios” feito a partir das castas Baga 40%, Touriga Nacional 30%, Tinta Roriz 15% e Syrah 15%. “Um blend de vinhos que vão de 15 a 3 anos e um representante digno das uvas tintas da nossa região”, referiu Osvaldo Amado, sublinhando que este aposta “pode entrar em inúmeras iguarias”, deixando antever que até final do ano deverá ser lançado ainda um licoroso topo de gama.
Na ocasião, o enólogo António Dias Cardoso, diria tratar-se de “um produto que desperta interesse, de aromas finos e delicados” e que concorre perfeitamente com um vinho do Porto de 10 anos. “Uma aposta bem conseguida e que surpreendeu pela positiva”, acrescentaria ainda.

Catarina Cerca

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada Comentários

Cantanhede: 2013 fica como a melhor edição de sempre da Expofacic


O cartaz de espetáculos equilibrado, os muitos espaços verdes, a pista de karting, a exposição de aves exóticas e o reforço da área agrícola e picadeiro são algumas das marcas da edição deste ano da Expofacic – Exposição | Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede. A qualidade dos espetáculos contentou todas as camadas da população que marcaram encontro com o País na Aldeia de Portugal. A gastronomia foi um dos aliciantes do certame que alcançou uma média diária de 40 mil visitantes para satisfação da Comissão Executiva. O setor da Educação, o funcionamento das tasquinhas, muito do programa complementar de animação são exemplares no envolvimento de todo o concelho naquela que é definitivamente uma bandeira de Cantanhede. A dimensão nacional confirma-se e a Expofacic já é vista como modelo…
Este ano uma vez mais, com responsáveis de outros municípios tentaram perceber in loco “o segredo”…
O relvado, com o desfile de atividades desportivas e culturais, e o setor comercial, preenchido com mais de 500 expositores, são outras das faces de um certame com 9 hectares que a região e o país já não dispensam. Manter a Expofacic no patamar de excelência que já alcançou é o desafio para os próximos anos de João Moura, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, e de Patrocínio Alves, presidente do CA da INOVA EEM SA, que organiza a Feira em parceria com o Município. Profissionalismo, no caso da Expofacic, “rima” com dedicação e, acima de tudo, com “um gosto enorme em fazer bem”. O público reconhece, ainda, o produto da amizade que a Comissão Executiva coloca à disposição, desta vez, em 11 dias de grande fôlego. Os artistas e demais staff não se cansaram de elogiar as condições e, muitas vezes, “o esforço de quem quer aprender a fazer bem”. Gabriel o Pensador não foi o único a perceber “a mensagem” que todas as boas vontades, incluindo os funcionários da INOVA EEM, SA e da Câmara Municipal de Cantanhede, bem como todos os voluntários, transmitem antes, durante e depois, ao sonharem uma Expofacic sempre diferente para (muito) melhor. Rui Veloso e o DJ Kura escreveram o último capítulo da Expofacic – Exposição | Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede 2013. O fogo de artifício foi bonito e a emoção acompanhou a dança das luzes na subida ao céu…

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada Comentários

Revista de imprensa do Jornal da Bairrada de 5 de junho de 2013


Revista de imprensa do Jornal da Bairrada de 5 de junho de 2013

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Ílhavo, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos, Vídeo Comentários

Revista de imprensa do Jornal da Bairrada de 23 de Maio de 2013


Posted in Águeda, Anadia, Cantanhede, Desporto, Ílhavo, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, Vagos, Vídeo Comentários

Cantanhede: Espetáculo Esperança a favor de Ângela Guerra


A Associação de Pais da EB2/3CNT (Escola Básica Marquês Marialva) em Cantanhede a pedido de algumas instituições do Agrupamento das Escolas Marquês Marialva, nomeadamente o PES (Projeto Promoção Educação para a Saúde), o grupo Desporto Escolar e Educação Física, a própria Escola e restante Comunidade Educativa, com a cooperação dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, leva a efeito no próximo dia 31 maio, um evento de solidariedade, com a participação de ginastas de várias turmas e de Inês Santos (a tua cara não me é estranha). Aliás, os fundos angariados revertem a favor da recuperação da jovem Ângela Guerra.
O espetáculo Esperança realiza-se a partir das 18h no salão dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede e conta com a participação das turmas de expressão artística/dança do 7.ºC, 7.ºE e 8.ºD, orientados pela professora Clara Neves.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...