Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Cantanhede"

Bairrada unida na candidatura a Cidade Europeia do Vinho/2015


A quatro dias de sabermos se a Bairrada é ou não Cidade Europeia do Vinho/2015, foi divulgada à comunicação social a apresentação de 15 minutos com as linhas de força da região, que, na próxima segunda-feira, será vista em Jerez de la Frontera. É nesse dia 24, cerca das 17h, no âmbito da Assembleia Geral da RECEVIN – Rede Europeia das Cidades do Vinho, que ficaremos então a saber se a Bairrada foi mais forte que Melgaço e Monção (candidatura conjunta) e Reguengos de Monsaraz.

Foi em Cantanhede que se encontraram todos os protagonistas da candidatura bairradina, entre os quais os presidente de câmara dos oito concelhos da Bairrada e outras entidades parceiras – Turismo Centro de Portugal, Comissão Vitivinícola da Bairrada, Associação Rota da Bairrada, Vinibairrada e Confraria dos Enófilos da Bairrada.

Na região da Bairrada, Cantanhede assumiu as rédeas da candidatura, mas trata-se de uma candidatura conjunta dos municípios de Cantanhede, Anadia, Mealhada, Águeda e Oliveira do Bairro, para “promover e divulgar a excelência dos vinhos da Bairrada”, através de 72 eventos previstos, num orçamento que “ronda os cinco milhões de euros”, disse o presidente da Câmara de Cantanhede, João Moura.

Antes ainda da apresentação do vídeo promotor, Ana Catarina Gomes conduziu os convidados numa visita à unidade de Genómica (UC-Biotech), no Biocant Park, onde estão em curso projetos de investigação pioneiros baseados no conceito de agricultura de precisão, entre os quais o “Inovwine”.

A responsável pela unidade Genómica, onde trabalha uma equipa de 10 jovens investigadores, esclareceu, de forma sintetizada, todo o programa que é ali desenvolvido, dedicado à vinha e ao vinho. “A nossa postura foi sempre de olhar para a tradição, percebendo a dinâmica de tudo o que se faz na prática enológica, e depois inovar, pois uma tradição não é mais do que uma inovação bem sucedida.”

O foco desta unidade, disse ainda Ana Catarina Gomes, “é analisar o que se faz e procurar desafios, que permitam a transferência do que se obtém aqui em conhecimento para a indústria”, destacando o papel fundamental que tem tido neste processo a Adega Cooperativa de Cantanhede. Adega cujos vinhos estiveram depois em destaque no almoço que se seguiu, que terminou com um brinde à candidatura da Bairrada, com o vinho que já conquistou 12 medalhas de ouro, o Foral de Cantanhede Grande Reserva 2009.

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada, Região, VagosComments (0)

Cantanhede: Câmara aprova orçamento voltado para o reforço do investimento


A Câmara Municipal de Cantanhede aprovou em reunião ordinária de executivo, realizada no passado dia 28 de outubro, o orçamento para 2015. Com quatro votos a favor e duas abstenções, o orçamento da autarquia no próximo ano, irá agora ser submetido à apreciação da Assembleia Municipal.
O valor global do orçamento é de 24.910.000 euros, dos quais 11.534.000 euros se destinam a despesas de capital, o que, representando um aumento de 19.21% relativamente a 2014, refletindo a tendência de reforço do investimento da autarquia em infraestruturas e equipamentos coletivos. Perspetiva-se portanto uma evolução muito positiva, depois dos últimos anos terem sido marcados por alguma contenção na atividade do Município de Cantanhede em função do forte condicionamento provocado pela crise orçamental do Estado e pela conjuntura económica desfavorável do país.
Em todo o caso o executivo camarário liderado por João Moura propõe-se prosseguir com “uma política de racionalização de custos, tirando o melhor partido possível dos meios financeiros de que dispõe, fazendo um controlo apertado das despesas de natureza corrente e rentabilizando as receitas, orientando-as para despesas de capital (investimento) até ao limite das possibilidades, designadamente através de um muito rigoroso planeamento estratégico da atividade camarária e de uma gestão disciplinada e previdente”.

Orçamento cresceu. No global, o orçamento para o próximo ano cresce 10,93 % em relação ao de 2014, mas esse aumento não se reflete de igual modo na receita e na despesa: “estima-se que o crescimento das receitas correntes será de 11,56% enquanto o das despesas correntes ficará pelos 4,66%; já quanto às receitas de capital, estas deverão registar uma variação positiva de 9,18% contra os 19,21% das despesas de capital, aumento que traduz bem o esforço de investimento que o Município de Cantanhede se propõe fazer em 2015, retirando o máximo proveito das oportunidades de financiamento comunitário e da conjuntura favorável que agora parece iniciar-se”.
O somatório das transferências do Estado para o Município de Cantanhede, incluindo as verbas de FEF, FSM e IRS, deverá ascender a 9.119.024,00 euros.
O executivo camarário adianta que “sendo certo que tal aumento tenderá a aliviar alguns dos constrangimentos e obstáculos com que o município se tem confrontado, ele diz respeito a receitas que representam pouco mais de 1/3 do orçamento, pelo que o executivo camarário se propõe prosseguir com um controlo orçamental muito apertado, em articulação com um planeamento eficaz, de modo a tirar o melhor partido possível das oportunidades de financiamento que se abrem no âmbito dos fundos comunitários, estratégia que aliás tem dado muitos e bons frutos em exercícios anteriores.
Para o FAM (Fundo de Apoio Municipal) destinado a apoiar municípios em situação de saneamento financeiro ou de recuperação financeira, o contributo do Município de Cantanhede ascenderá a 1.179.156,95 euros.
De acordo com a autarquia, o orçamento foi elaborado numa lógica de médio prazo, compreendendo um horizonte temporal móvel de quatro anos (2015-2018), tal como está traduzido nas Grandes Opções do Plano (GOP’S), documento que contempla as linhas de orientação do desenvolvimento estratégico da autarquia, incluindo o Plano Plurianual de Investimentos (PPI) e as Atividades Mais Relevantes (AMR’S).

Grandes opções do plano. O montante global das GOP’S evidencia um aumento significativo quando comparado com o de 2014. Este acréscimo é em larga medida justificado pelos investimentos em infraestruturas e equipamentos inscritos em orçamento, os quais terão execução no decorrer de 2015. O sector a que o executivo destina a verba mais significativa é, à semelhança do que aconteceu em 2014, destinada às funções sociais, com 68,94% do total, sendo a Educação o setor de maior relevância financeira, com 27,5%, prevendo-se um investimento de cerca de 3.523.012 euros a este nível, ou seja, 27,5% do montante global orçamentado para 2015. Com o Centro Escolar de Ançã e o Centro Escolar de Cadima em pleno funcionamento, o orçamento contempla verbas para fazer face ao pagamento de obras complementares à empreitada inicial, mas o valor mais relevante inscrito é para o Centro Escolar de Cantanhede, obra em execução e que corresponde a um investimento de cerca de 1,5 milhões de euros em 2015, ou seja, 22,69% do montante global do PPI, sendo certo que este será comparticipado em 85% por fundos comunitários, no âmbito do QREN, em todas as despesas consideradas elegíveis, incluindo todos os equipamentos necessários.
Outras rubricas com verbas apreciáveis são, entre outras, as vias de comunicação, com enfoque na requalificação da rede viária, o ordenamento do território, designadamente para a execução de arranjos urbanísticos e paisagísticos um pouco por todo o concelho, e as parcerias com as juntas de freguesia.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: Câmara Municipal aprova constituição da comissão organizadora da Expofacic


A Câmara Municipal de Cantanhede aprovou a constituição da comissão organizadora da XXV Expofacic – Festas do Concelho/2015, que vai decorrer de 23 de julho a 2 de agosto. Datada de 28 de outubro, a deliberação camarária formaliza institucionalmente a composição da equipa responsável pela organização do evento, cujo núcleo duro já está a trabalhar para assinalar a 25.º edição com um programa recheado de novidades.
A equipa passa a ser presidida pelo líder do executivo camarário, João Moura, que terá como vice-presidente na entidade organizativa Pedro Cardoso, vereador da Educação, Cultura e Solidariedade e Ação Social, ficando a gestão administrativa, financeira e logística mais uma vez a cargo da INOVA-EM, sob orientação de António do Patrocínio Alves, presidente do Conselho de Administração, que será coadjuvado nessa função por Serafim Castro Pires e Idalécio Pessoa Oliveira, também da empresa municipal, e Emanuel Casas de Melo, adjunto do presidente da Câmara Municipal.
Com uma estrutura executiva idêntica à de anos anteriores, a filosofia subjacente à celebração das bodas de prata do certame aponta para a inclusão de várias iniciativas inovadoras, algumas diretamente relacionadas com a efeméride, outras que decorrem da constante preocupação de surpreender o público.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: Chá e fado em solidariedade com jovens com epilepsia


Este sábado, 8 de novembro, a partir das 21h, decorre no salão dos Bombeiros Voluntários de Cantanhede, um Chá Solidário com o projeto Arco Íris, da Associação Portuguesa de Familiares, Amigos e Pessoas com Epilepsia (EPI). Nesta iniciativa de carácter beneficente vão ser apresentadas algumas especialidades da área de pastelaria do projeto Arco Íris.
A animação vai estar a cargo do Grupo de Fados de Coimbra.
O valor das entradas será de cinco ‘cores’ e dará direito a chá e biscoitos. Parte das  entradas reverterá ainda para os Bombeiros.
Os bilhetes estarão à venda no local.
A funcionar há três anos em Cantanhede, na Fundação Pires Negrão, o projeto Arco Íris desenvolve atividades ocupacionais e pré-profissionais nas áreas de pastelaria, jardinagem, agricultura biológica e atividades de percurso educativo. Conta atualmente com uma dezena de alunos, jovens com epilepsia e/ou incapacidade e deficiência.

Posted in Cantanhede, Por Terras da Bairrada, RegiãoComments (0)

Cantanhede: Adega arrecada sete prémios no Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada


A Adega Cooperativa de Cantanhede foi a grande vencedora da 4.ª edição do Concurso de Vinhos e Espumantes Bairrada ao arrecadar sete prémios, entre os quais o do melhor vinho.
O concurso, que vai na 4.ª edição, decorreu no primeiro dia do evento. Foram provados 76 vinhos, por um painel de 17 jurados, entre críticos e jornalistas, enólogos e escanções.
Os vinhos, todos certificados pela Comissão Vitivinícola da Bairrada, concorreram em quatro categorias (tinto, branco, rosé e espumante), com especial atenção para três prémios: o melhor espumante, o melhor espumante Baga (a casta bandeira da região) e o melhor vinho do concurso.
A entrega de prémios, que aconteceu por volta das 20h, foi presidida por Luís Campos, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros.
Na ocasião, Luís Lopes, da Revista de Vinhos, sublinharia “o nível muito bom, mesmo bastante elevado” dos vinhos apresentados, o que é revelador “do salto qualitativo que a região deu nesta última dezena de anos”.
Luís Campos, secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros, classificaria, perante os convidados presentes, “o vinho e a gastronomia como dois grandes embaixadores de Portugal, que produz cada vez com mais qualidade e criatividade”. Duas áreas “importantes para o desenvolvimento da economia regional”.
A propósito dos sete prémios conquistados, Vitor Damião, presidente da direção da Adega de Cantanhede, disse estar muito satisfeito e orgulhoso porque “são mais sete prémios que se vão juntar aos outros 75 já recebidos este ano”. Destacando a importância deste evento para os vinhos da região, não deixou de destacar que todas estas distinções confirmam que “as adegas não são filhos de um Deus menor e que não ficam atrás de qualquer produtor”.
“Estes prémios nacionais e estrangeiros ajudam a projetar a imagem da Adega, do concelho, mas também de toda a região”, disse, destacando que a Adega exporta já 20% da produção, para mais de 20 países: Canadá, Russia, China, entre outros.
A Adega de Cantanhede, que é já o maior produtor da Bairrada, tem como enólogo o consultor Osvaldo Amado.

Espumante Prata
Encontro Special Cuvée Branco 2010, Quinta do Encontro
Marquês de Marialva Blanc de Blancs Branco 2012, Adega Cooperativa de Cantanhede
Milheiro Selas Pinot-Noir/Cercial Branco 2011, António Selas
Montanha Real, Super-Reserva Branco 2009, Caves da Montanha – A. Henriques

Espumante Ouro
Aliança Vintage Branco 2008, Aliança Vinhos de Portugal
Casa de Sarmento Brut de Baga Branco 2009, Casa de Sarmento
Marquês de Marialva Bical / Arinto Reserva Branco 2011, Adega Cooperativa de Cantanhede
Marquês de Marialva Cuvée Branco 2010, Adega Cooperativa de Cantanhede
Primavera Unum Touriga – Nacional Branco 2012, Caves Primavera
São Domingos Baga Branco 2008, Caves do Solar de São Domingos

Vinho Branco Prata
Encontro Bical Branco 2013, Quinta do Encontro

Vinho Branco Ouro
Marquês de Marialva Reserva Arinto Branco 2013, Adega Cooperativa de Cantanhede
Quinta dos Abibes Sublima Branco 2010, Quinta dos Abibes

Vinho Rosé Ouro
Quinta do Poço do Lobo Reserva Baga / Pinot-Noir Rosé 2013, Caves São João

Vinho Tinto Prata
Marquês de Marialva Grande Reserva Tinto 2008, Adega Cooperativa de Cantanhede
São Domingos Reserva Tinto 2009, Caves do Solar de São Domingos

Vinho Tinto Ouro
Pinho Leão Tinto 2011, Casa Agrícola António Santos Lopes, Herd.
Quinta dos Abibes Sublime Tinto 2010, Quinta dos Abibes
Encontro 1 Tinto 2009, Quinta do Encontro
Marquês de Marialva Confirmado Baga Tinto 1991, Adega Cooperativa de Cantanhede
Castel Venegas Tinto 2013, Hélder Manuel Ferreira dos Santos

Melhor Espumante
Aliança Vintage Branco 2008, Aliança – Vinhos de Portugal

Melhor Espumante Baga
Casa de Sarmento Brut de Baga Branco 2009, Casa de Sarmento

Melhor Vinho
Marquês de Marialva Reserva Arinto Branco 2013, Adega Cooperativa de Cantanhede

Posted in Águeda, Anadia, Aveiro, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Grandes oportunidades de compras em Cantanhede


Desde 2003 que se realiza duas vezes por ano, no âmbito de uma parceria entre a Associação Empresarial de Cantanhede (AEC) e o Município de Cantanhede. E é já no próximo  fim de semana, de 3 a 5 de outubro, que a Feira das Reduções regressa ao Pavilhão Marialvas, naquela que é já a 24.ª edição de uma iniciativa que tem vindo a afirmar-se como a principal realização do género na região. Presentes no recinto estarão diversas empresas do ramo do vestuário, calçado, perfumaria e dietética, desporto e utilidades, entre outros, comercializando produtos com descontos que podem chegar a 80%. No dia inaugural, sexta-feira, o certame decorre das 19h às 23h e, nos restantes (sábado e domingo), das 10h às 23h.

Durante o fim de semana, o Pavilhão Marialvas será um amplo espaço comercial onde se abrem excelentes oportunidades de negócio, tanto para quem compra como para quem vende. Por um lado, aos comerciantes são proporcionadas condições para venderem stocks de produtos de final de estação, o que, do ponto de vista económico é sempre importante para qualquer empresa; por outro lado, os consumidores têm aí a possibilidade de adquirir bens e artigos com excelente relação qualidade/preço. Outro factor aliciante é sem dúvida a Feira de Velharias e Antiguidades, evento que decorrerá no Parque de S. Mateus (junto aos Campos de Ténis Municipais), no domingo (5 de outubro), com a participação cerca de três dezenas de expositores, profissionais e amadores, oriundos de todo o país, o que certamente vai suscitar muito interesse em toda a região.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Águeda, Mealhada e Cantanhede recebem Prémio ECO XXI


Os concelhos de Loulé, Águeda e Pombal foram os municípios mais amigos do ambiente em 2013, de acordo com os resultados divulgados na sexta-feira, dia 19 de setembro, na entrega do galardão “Município ECOXXI 2014”, que decorreu em Cantanhede e que contou com a presença de Paulo Lemos, Secretário de Estado do Ambiente.
O galardão atribuiu 32 bandeiras verdes – equivalente à “bandeira azul” das praias, mas para os municípios mais amigos do ambiente – a igual número de concelhos que em 2013 se distinguiram pelas boas práticas ambientais e do desenvolvimento sustentável.

O galardão distinguiu ainda, na Bairrada, os municípios de Mealhada e Cantanhede (com índices superiores a 60%).
Os indicadores para a entrega deste galardão são, por exemplo, a promoção da educação ambiental, a participação pública e a agenda 21 local, informação disponível aos munícipes, certificação em sistemas de gestão de qualidade, o emprego, o ordenamento do território, qualidade do ar e da água, para consumo humano, tratamento dos resíduos urbanos e mobilidade sustentável, entre muitos outros que são importantes.

Desde que tem vindo a implementar a Agenda 21 Local, o Município de Águeda tem sido galardoado com este prémio. A Câmara Municipal continua a investir nesta área e, no início deste ano, assumiu a liderança do projeto da Agência para a Competitividade e Sustentabilidade, que envolve os 11 municípios da Comunidade Intermunicipal da Região da Aveiro – CIRA.

É também o sexto ano consecutivo que a Mealhada conquista o título de município Eco XXI, tendo vindo sempre a melhorar a sua pontuação. O município conseguiu a sua melhor prestação de sempre: um índice global de 68,5%. Uma distinção que traz um enorme orgulho ao executivo municipal. “É um prémio coletivo, para o qual todos os munícipes deram o seu contributo e que funciona como um certificado ecológico referente às boas práticas ambientais”, sintetizou José Calhoa, vereador do Ambiente da Câmara Municipal da Mealhada.

 

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa de 25 de setembro de 2014 do Jornal da Bairrada

Posted in Águeda, Cantanhede, Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Adega de Cantanhede: Baga Confirmado 1991 eleito melhor vinho tinto português na Alemanha


CONFIRMADO 1991 é uma referência da marca MARQUÊS DE MARIALVA. Tendo como base a “Baga”, uma casta ícone na região da Bairrada e em Portugal pelos vinhos distintos que origina, este vinho com 23 anos de idade dos quais 20 são em garrafa, foi lançado pela Adega de Cantanhede com o objectivo de mostrar e afirmar o potencial da casta Baga e do distinto terroir da Bairrada, seu solar de excelência.

Submetido à avaliação do exigente júri do prestigiado concurso internacional MUNDUS VINI 2014 (Alemanha), este vinho não só foi galardoado com Medalha de Ouro como foi distinguido como MELHOR VINHO TINTO DE PORTUGAL no concurso.

Este reconhecimento internacional, naquele que é um dos mais prestigiados e exigentes concursos mundiais, é o resultado do trabalho aturado que a equipa de Enologia dedicou à tarefa de ressuscitar da cave esta pérola, abrindo cada uma das cerca de 6.000 garrafas que ali repousavam. Apenas foram “Confirmadas” cerca de 2.000, surgindo assim o nome CONFIRMADO. Com uma nova rolha e uma nova roupagem, este vinho apresentou-se ao mercado como MARQUÊS DE MARIALVA Baga CONFIRMADO 1991, capaz de continuar a perdurar no tempo e nos continuar a surpreender durante muitos e longos anos.

A casta Baga – assumidamente encarada pela Adega de Cantanhede como uma das castas rainha da Bairrada, prova assim, uma vez mais, ser capaz, não só de ombrear com os melhores e ao mais alto nível, como de se destacar de entre eles, tanto ao nível internacional (onde o CONFIRMADO já conta com 6 galardões) como ao nível nacional, onde também já foi galardoado com a medalha Grande Ouro do Concurso Vinhos de Portugal 2014.

Com mais este galardão, os vinhos espumantes da Adega de Cantanhede somam já 73 medalhas em 2014.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

“Na Expofacic está bem patente a atitude pró-ativa que o país precisa para fazer crescer a economia”


A Expofacic, com um orçamento de 1,3 milhões de euros, mais de 500 expositores dos setores comerciais, industrial e agrícola, espera receber até domingo, dia 3 de agosto, cerca de 400 mil visitantes. É um dos maiores certames do género a nível nacional. Durante a sessão comemorativa do Dia do Município de Cantanhede, que decorreu nos Paços do Concelho de Cantanhede, prévia à abertura oficial do certame, o presidente da autarquia cantanhedense, João Moura, começou por referir que o certame “detém hoje, por direito próprio, uma posição destacada a nível nacional”.
Dirigindo-se ao secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, que inaugurou a Expofacic, João Moura afirmou que, “correndo o risco de ser juiz em causa própria, dir-lhe-ei que é uma grande demonstração de dinamismo das empresas dos setores comercial, industrial e agrícola contra os efeitos de uma conjuntura particularmente adversa”.
João Moura afirmou ainda que “na Expofacic está bem patente a atitude pró-ativa e empreendedora que o país precisa para fazer crescer a economia para níveis que permitam ao país superar os grandes desafios com que está confrontado”. “Pela minha parte, na qualidade de presidente da Câmara Municipal, deixo um voto de reconhecimento aos empresários e às empresas por continuarem a dar corpo a um certame que tanto tem contribuído para projetar a imagem do Município de Cantanhede, com todos os benefícios que daí advêm a vários níveis.”
“Ao falar da Expofacic, não posso deixar de sublinhar o extraordinário envolvimento das forças vivas locais, com destaque para as juntas de Freguesia, as escolas, as associações, os agentes sociais e as instituições de saúde, cuja participação confere ao certame o caráter distintivo que reforça grandemente a sua atratividade”, referiu João Moura, acrescentando que “a estas entidades quero deixar também a manifestação do meu maior apreço por essa participação que honra e dignifica o concelho aos olhos dos muitos milhares de pessoas que por esta altura nos visitam”.

Dedicação. O edil cantanhedense destacou e agradeceu “a todas as pessoas e entidades envolvidas na 24.ª edição da Expofacic e, se me permitem, de modo muito especial, aos elementos da Comissão Organizadora. É que a extrema dedicação e profissionalismo que demonstraram mais uma vez na preparação do evento justifica que enfatize este agradecimento que é extensivo aos funcionários da Câmara Municipal e da INOVA que colaboraram na organização do certame”.
Reconhecimento. A finalizar a sessão solene, João Moura entregou a medalha de reconhecimento do município aos funcionários que completaram 25 anos ao serviço da autarquia. “É um gesto singelo para prestar homenagem a quem tem servido a instituição com grande profissionalismo, sentido de responsabilidade e participação empenhada no processo de desenvolvimento do Concelho de Cantanhede”. Este ano, a distinção foi atribuída a Maria Amélia Ferreira de Almeida e a António Manuel Lopes dos Reis.

Referência. Para o presidente da Assembleia Municipal de Cantanhede, José Maia Gomes, o concelho “vive um tempo de orgulho coletivo, em que as gentes sentem o entusiasmo e se entregam de peito feito a estes festejos”. “São gentes honestas e esforçadas que gostam de receber os convidados, num concelho atrativo, moderno onde gostam de viver”, acrescentou o autarca, afirmando que “a Expofacic é a maior feira de atividades económicas do país, sendo uma das referências deste concelho”.

Exemplo. O secretário de Estado da Administração Local, António Leitão Amaro, destacou que o município de Cantanhede é um “bom exemplo de desenvolvimento económico local, pela promoção da feira comercial, industrial e agrícola que começou e se prolonga até 3 de agosto”.
António Leitão Amaro frisou que com a Expofacic, mas também com o parque de biotecnologia Biocant Park, a autarquia “assume-se como promotor do desenvolvimento económico local”. “Cantanhede é um bom exemplo”, frisou Leitão Amaro, acrescentando que “o município tem feito uma aposta na inovação. A prosperidade vem muito de nós acrescentarmos valor”.
O governante deixou claro que, hoje, “a Expofacic é uma marca comunitária que celebra a sua 24.ª edição”.

Pedro Fontes da Costa
pedro@jb.pt

Posted in Cantanhede, Destaque, Por Terras da BairradaComments (0)

Tudo a postos para a 24.ª Expofacic


Está tudo a postos para a 24.ª Expofacic, que, de 25 de julho a 3 de agosto, reúne em Cantanhede bons motivos para diversão, convívio e conhecimento.

O certame, que decorre no Parque Expo-Desportivo S. Mateus, em Cantanhede, tem, como é habitual, um cartaz musical de elevada qualidade e, na área total do recinto (90.300m2) estarão 625 espaços de exposição. Destes, 500 são ocupados por expositores dos setores industrial, comercial e agrícola, destinando-se os restantes para os expositores institucionais e para outras vertentes do evento, com destaque para as 45 tasquinhas, mais duas que o ano passado.

Uma semana antes da abertura, António Patrocínio Alves, presidente do conselho de administração da INOVA-EEM, entidade que tem a seu cargo a gestão do certame, abriu as portas do recinto à comunicação social, dando a conhecer todas as novidades.

Patrocínio Alves acredita que a 24.ª Expofacic será mais uma grande edição: “teremos pela primeira vez, oito aquários com peixes e plantas exóticos, uma grande exposição sobre profissões tradicionais, o circuito de karting pelo segundo ano consecutivo e o recinto com diversos animais selvagens e exóticos junto ao setor agrícola, zona onde haverá também o já habitual picadeiro.

Oito dias antes da inauguração da Expofacic, as estruturas dos stands já estavam montadas, num trabalho “de grande profissionalismo e qualidade, em termos de acabamentos, estrados e coberturas, feitos por uma empresa nova, a Spormex”, confirmou aos jornalistas o presidente da INOVA, que agradeceu à comissão organizadora, aos responsáveis setoriais e aos funcionários da INOVA e da Câmara Municipal de Cantanhede, “por todo o empenho e profissionalismo”.

O tema principal do stand da INOVA este ano será a Água, tendo em conta que a empresa municipal foi contemplada com o Símbolo de Qualidade da Água 2013.

O presidente da Câmara, João Moura, acredita que “ninguém vai querer estar de fora, todos querem vir à Expofacic”. “Temos vindo a crescer, em público, mas principalmente na consolidação, em termos de estrutura e de qualidade. É isso que nos deixa estímulo para consolidar, ano após ano, a maior feira do país e será encarada, mais uma vez, como a maior edição de sempre.”

A entrada principal do recinto terá, este ano, um pórtico novo. O setor da Educação continua a acompanhar o crescimento da feira, ou seja, com mais instituições, havendo este ano uma maior preocupação com o embelezamento (o teto daquele espaço estará revestido de chepéus de chuva brancos) e com a programação cultural. “Cooperar para a Excelência – um ideal de futuro” é o tema deste ano, nesta área da Educação, onde, para além das escolas, estarão instituições ligadas à educação para a saúde a para cidadania.

Se gosta de ficar a par dos pedidos excêntricos dos artistas, fique a saber que a vodka Grey Goose é uma das exigências de vários artistas, como RudimentalDJ Set, Borgeous, Klingande e DJ Ride. Já os Kaiser Chiefs, pedem cerveja de gengibre, vodka Stolichnaya, sumos naturais espremidos na hora; barras de chocolate; nozes, entre outras coisas.

Os 5-30 querem gelatinas de 10 kcal, queijos e vodka; Fernando Alvim é mais virado para o salmão fumado e caviar. E, entre os pedidos do DJ Ride estão dois abacaxis para o palco.

Destaques do cartaz e toda a programação da 24.ª Expofacic em www.expofacic.pt

Posted in Cantanhede, Destaque, Por Terras da BairradaComments (0)

Ad Code

Pergunta da semana

Um estudo indica que mais de duas doses diárias de álcool por dia aceleram perda de memória. Qual o seu consumo habitual no dia a dia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com