Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Cantanhede"

Mário Frota fala sobre Serviços Públicos essenciais


Realizou-se no dia 4 de abril, no auditório do Museu da Pedra, em Cantanhede, a sessão de esclarecimentos “Serviços Públicos essenciais – Comunicações eletrónicas”. Foi orador Mário Frota, presidente da Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC) e diretor do Centro de Estudos de Direito ao Consumo, tendo a iniciativa surgido de uma dinâmica conjunta entre a APDC, a Câmara Municipal de Cantanhede e o Contrato Local de Desenvolvimento Social Cantanhede 3G – Intervir, Integrar e Incluir.
A iniciativa teve como tónica dominante esclarecer os munícipes para esta temática, com especial incidência para as comunicações eletrónicas, nomeadamente telemóvel, telefone, televisão e internet, sendo um contributo muito importante para a clarificação dos direitos relativamente à prestação dos serviços públicos essenciais, alertando ainda para os cuidados a ter na contratação destes serviços, o direito de desistência, os contratos falsos, a fidelização, a suspensão, o corte dos serviços e os meios e instrumentos de defesa dos consumidores.
De acordo com Mário Frota, “o contrato só se considera celebrado depois de o consumidor assinar a oferta ou enviar o seu consentimento escrito ao fornecedor e não pode ser recusada a celebração de contratos com base na existência de dívidas de outro consumidor que tenha ocupado o imóvel, por exemplo, na instalação de um telefone de rede fixa, entre outros, ainda que o consumidor tenha direito a uma fatura que especifique convenientemente os valores que dela constem”.
O presidente da APDC concluiu ainda que “o consumidor deve pagar só o que consome, na exata medida do que e em que consome”.
A sessão foi presidida pelo vereador da Cultura, Pedro Cardoso, que destacou “a oportunidade para informar os cidadãos para que sejam capazes de agir, intervir, e assim, evitar práticas abusivas por parte do fornecedor de produtos ou serviços que atentem contra os seus direitos”, concluindo que “nós, enquanto consumidores, temos algumas obrigações no que diz respeito ao usufruto destes serviços, mas também temos direitos, e devemos ser esclarecidos dos mesmos pelas entidades prestadoras dos referidos serviços”.

Posted in CantanhedeComments (0)

Alunos de Cantanhede assistiram ao Auto da Barca do Inferno


Cerca de 400 alunos, acompanhados por professores, assistiram à encenação de Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, que o grupo de teatro Propositário Azul apresentou no dia 1 de fevereiro, em duas sessões, no auditório do Centro Paroquial de S. Pedro, em Cantanhede.
Assistiram ao espetáculo promovido pelo Município de Cantanhede, através dos serviços da Biblioteca Municipal, os estudantes do 9.º ano dos agrupamentos de escolas Marquês de Marialva, (Cantanhede), Lima-de-Faria (Cantanhede e Febres), Gândara Mar (Tocha), da Escola Pedro Teixeira (Cantanhede) e do Centro de Estudos Educativos de Ançã, cujo currículo escolar inclui o Auto da Barca do Inferno como obra de leitura obrigatória na disciplina de Português.
O Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, é considerado como uma verdadeira crónica de costumes da sociedade lisboeta do início do século XVI e foi representado, pela primeira vez, em 1517. É a primeira parte da chamada “trilogia das Barcas” em conjunto com o Auto da Barca do Purgatório e o Auto da Barca da Glória.
Esta foi a primeira vez que a peça foi apresentada em Cantanhede pelo grupo Propositário Azul, Associação Artística.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Adega de Cantanhede soma sucessos e fecha ano de 2015 acima dos 5 milhões de euros


A Adega de Cantanhede, maior produtor da Bairrada e líder de mercado em vendas de vinhos DOC Bairrada e Indicação Geográfica (IG) Beira Atlântico, fechou mais um ano com sucesso.
O ano 2015 foi palco do reforço da sua afirmação como agente ativo na promoção da Bairrada a nível nacional e internacional, não só pela presença dos seus vinhos nos principais canais de distribuição nacionais, mas também além-fronteiras, em mais de 20 países, com destaque para mercados como o Canadá, EUA, Brasil, Japão, China, Alemanha, Finlândia, Suíça e França, entre outros.
A génese do projeto “Baga Bairrada”, uma nova categoria de espumantes produzidos com esta casta emblemática da Bairrada, contou desde o início com a colaboração e apoio da Adega de Cantanhede, sendo o seu Marquês de Marialva Baga Blanc de Noir 2013 um dos cinco primeiros espumantes apresentados ao mercado com esta nova chancela, em julho de 2015, em evento realizado na Sala Ogival da ViniPortugal no Terreiro do Paço, Lisboa.
A qualidade dos seus vinhos e espumantes foi, uma vez mais, reconhecida pela crítica: os seus néctares foram laureados com mais de 60 distinções em certames nacionais e internacionais, somando desde 2010 mais de 250 prémios acumulados. A esta qualidade não é alheio o trabalho desenvolvido pelo enólogo Osvaldo Amado, sob a batuta do qual tem sido dirigida a enologia da Adega de Cantanhede desde 2011, e cujo trabalho foi reconhecido pela Revista de Vinhos com a atribuição do prémio Enólogo do Ano 2014, recebendo igual reconhecimento no âmbito dos Prémios W – Aníbal Coutinho.
O percurso percorrido pelos seus vinhos e o reconhecimento internacional que vem alcançando resultou na inclusão da Adega de Cantanhede no TOP 100 dos Melhores Produtores de Vinhos a nível mundial em 2015, um ranking da responsabilidade da WAWWJ – World Association of Wine Writers and Journalists of Wine and Spirits.
A gestão criteriosa e os bons resultados económico-financeiros foram, uma vez mais, reconhecidos pelo IAPMEI com a atribuição pelo quarto ano consecutivo do estatuto PME Líder 2015.
O ano fechou com a eleição de novos Corpos Sociais para os próximos quatro anos e, uma vez mais, com um volume de negócios acima dos 5 Milhões de Euros.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: URB IN reforça mobilidade no concelho


A partir do próximo dia 4 de janeiro, os Transportes Urbanos de Cantanhede entram numa nova fase, com o alargamento da rede existente e a criação de novos percursos para as freguesias. Esta é a maior novidade de um serviço que passa a designar-se URB IN e tem associada uma imagem renovada na identificação dos autocarros e dos locais de paragem em todo o concelho. O projeto foi apresentado no decurso de uma conferência de imprensa que contou com a presença de João Moura, presidente da Câmara Municipal, Helena Teodósio, vice-presidente da autarquia, e António do Patrocínio Alves, presidente do Conselho de Administração da Inova-EM, entidade que tem a seu cargo a gestão do sistema de transportes urbanos desde a sua criação, em 2005.

Circuito. Relativamente ao circuito que existia circunscrito ao perímetro da sede do município, haverão agora três, melhorando assim consideravelmente a rapidez de acesso a áreas chave, com base em três itinerários desde o centro da cidade: o verde, para a zona industrial e o Biocant; o azul, com passagem pela Escola Secundária e pelas grandes superfícies comerciais; e o vermelho, que tem como polos principais a urbanização Vila d’Alba e a Escola Pedro Teixeira. O preço das viagens varia entre os 0,40 euros (bilhetes pré-comprados) e os 0,60 euros (bilhetes vendidos pelo condutor) e o valor dos passes mensais oscila entre os de 8,50 euros (normal), 5 euros (social sénior) e 6 euros (social estudante).
Também identificados a cores estão os cinco eixos da rede das freguesias: o amarelo (Covões, Camarneira e Pocariça), às segundas-feiras, com início às 9h32, em Marvão, no extremo norte do concelho, e passagem pela Malhada; o verde (Bolho, Sepins, Cordinhã e Ourentã), às terças-feiras, a começar na Póvoa do Bispo, às 9h26; o laranja (Outil, Cadima e Cantanhede), às quartas-feiras, a partir de Lagoa Alta, às 9h38; o vermelho (Corticeiro de Cima, Vilamar, Febres e S. Caetano), às quintas-feiras, desde Barracão às 9h39; e o azul (Tocha, Sanguinheira e Cadima), às sextas-feiras, com início na Tocha, às 9h36.
O regresso de Cantanhede será sempre às 12h, em cada um dos cinco circuitos, e o preço dos bilhetes é de 1 ou 1,50 euros, no caso de viagens de uma ou duas zonas respetivamente.

Rentabilização de recursos. A propósito das novidades do URB IN, o presidente da Câmara Municipal, João Moura, enfatiza “a função social extremamente importante que atribuímos a este serviço, sobretudo para alguns setores da população, o que de resto justifica o investimento que o município se propõe fazer” e felicita “a administração da Inova-EM pela iniciativa”, destacando o facto de “a solução encontrada permitir uma otimização e rentabilização de recursos, uma vez que são os autocarros dos circuitos do perímetro urbano de Cantanhede que vão realizar os percursos das freguesias num horário em que está provado que não haver utentes nas linhas em torno da cidade”.
A este respeito, o presidente do conselho de administração da Inova-EM referiu que “dentro de um prazo razoável, será feita uma avaliação do funcionamento do serviço e será a partir dessa avaliação que será ponderada a sua viabilidade. Os estudos que fizemos mostram que há uma parte significativa dos custos que não tem cobertura pelas receitas, mas trata-se de um valor assumido conjuntamente pela Câmara Municipal e pela Inova-EM e, desde que não seja ultrapassado, o sistema continuará a funcionar nos moldes que atualmente está projetado”.
Outra novidade apresentada por António Patrocínio Alves é a que se refere ao “serviço especial de Verão” (agosto) com circuitos entre Cantanhede e as praias do concelho – Praia da Tocha e Praia Fluvial dos Olhos da Fervença.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Expofacic celebra bodas de prata com recados ao poder local e central


Cantanhede inaugurou, na passada quinta-feira, dia 23, a 25.ª edição da Expofacic. Apesar de confirmada a presença da ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, esta chegaria com duas horas de atraso, pelo que a cerimónia inaugural, acabou por se fazer sem a sua presença. Caberia a João Moura, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, a Maia Gomes, presidente da Assembleia Municipal de Cantanhede e a Luís Roque, presidente da Associação Industrial de Cantanhede, presidirem ao evento e proferir os discursos da praxe, este ano com uma série de recados ao governo, mas também ao poder local.
Contudo, na visita que realizou ao certame, horas mais tarde, Assunção Cristas enalteceu a feira e a dinâmica que representa em termos das áreas agrícola, comercial e industrial, dando os parabéns à organização pelo patamar de qualidade atingido.
No ano em que o maior certame da região completa 25 anos de existência, Luís Roque, presidente da AEC (Associação Empresarial de Cantanhede) proferiu o discurso mais crítico, realçando que os princípios que nortearam a fundação da Expofacic, não são os mesmos que, hoje, regem a feira. A seu ver o certame, é, hoje, “uma grande festa de todo o município, com um grande festival de verão de música, uma mostra de gastronomia local e nacional, cultura, diversão, feira de ano de grande dimensão, um espaço animal muito rico em variedade, mas uma pequena mostra do tecido empresarial do município de Cantanhede”. Por isso, apelou ao edil João Moura para a urgência de “após 25 anos, se parar para pensar em conjunto e se estabelecer uma verdadeira parceria entre as forças vivas do concelho e o município, em torno da Expofacic e do que se pretende da mesma”.
Depois dos recados à autarquia, Luís Roque apontou baterias à tutela. Lamentou que o Estado seja um mau exemplo: “o Estado tem de gastar menos”, criticando a atual reforma do IRC que diz ser “incompreensível”. Criticou ainda a complexidade de regulamentos e procedimentos no âmbito do Portugal 2020. “Portugal é mais complexo que a União Europeia em burocracia”, lamentando, no que toca à agricultura e agro-industria, a fraca aposta na produção nacional.

Maior e melhor certame do país. Por seu turno, Maia Gomes, presidente da Assembleia Municipal de Cantanhede, referiu-se ao ato simbólico do dia, com grande significado para a comunidade de Cantanhede. “É tempo de muito entusiasmo, alegria e orgulho coletivo”, já que o certame oferece uma programação de onze dias bastante diversa e atrativa” que vai permitir aos visitantes desfrutar daquele que é um dos melhores e maiores certames do país.
Maia Gomes referiu-se ainda às bodas de prata como um reconhecimento a todos os executivos camarários que possibilitaram o crescimento da Expofacic, ao longo dos anos.
Um certame que, este ano, integra várias novidades: cinco linhas de transporte gratuito para visitantes, pulseiras de segurança para os mais pequenos, exposições, noite branca a favor bombeiros, painéis interativos, seminários e um cartaz de luxo.
A seu ver, o sucesso da feira deve-se a um planeamento cuidado e muito trabalho que começa no executivo e termina na comissão organizadora, sendo igualmente reflexo do desenvolvimento sócio-economico que o concelho conheceu nos últimos anos.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: Banco de Leite continua a apoiar crianças carenciadas


Representantes das entidades envolvidas na dinamização do Banco do Leite de Cantanhede reuniram no passado dia 31 de março, para fazerem um balanço da atividade desenvolvida em 2014. Da responsabilidade do Lions Clube de Cantanhede, este projeto de intervenção social funciona nas instalações do Banco de Recursos Colmeia, no âmbito de uma parceria com a Câmara Municipal, centrando a sua ação na recolha de donativos destinados à aquisição de leite para proceder à sua distribuição por famílias carenciadas do concelho que incluem crianças dos 0 aos 6 anos.
O modelo que tem vindo a ser seguido assenta na disponibilidade de empresas ou pessoas em nome individual para asseguram o pagamento do leite consumido por crianças de agregados familiares em situação de vulnerabilidade social, e a reunião serviu para formalizar os acordos para esse efeito com os denominados padrinhos.
A avaliação à atividade do ano transato evidenciou mais uma vez o alcance social da iniciativa e que ficou bem patente, quer na quantidade desse bem essencial que foi possível adquirir, quer na sua distribuição por quem efetivamente dele necessita. Isso mesmo foi referido pelo vereador da Ação Social, Pedro Cardoso, ao referir que “o Banco de Recursos garante que os bens doados chegam efetivamente às crianças necessitadas, às crianças de famílias mais fragilizadas socioeconomicamente”. Considerando que “a visão integrada do trabalho de ação social e a união de esforços seja a forma mais eficaz e eficiente de diluir os problemas sociais” o autarca felicitou os padrinhos “pela função social que têm assumido em benefício dos que mais precisam” e sublinhou “a importância do apoio inestimável das entidades que integram a Rede Social do Concelho em todo o processo, sob coordenação do Serviço Municipal de Ação Social”.
No encontro de responsáveis pelo funcionamento do Banco de Leite, o Lions de Cantanhede esteve representado por Helena Oliveira, Carlos Maltez, Maria Eugénia Cruz e Olga Alves, esta última com funções de coordenadora do projeto no âmbito da instituição. Nessa qualidade, agradeceu aos padrinhos “o facto de se terem associado solidariamente a esta causa, pois a sua generosidade é determinante para que possamos dar-lhe continuidade” e lançou um apelo para que “mais empresas e pessoas participem, de modo a que mais crianças carenciadas sejam beneficiadas”.
Olga Alves destacou ainda “o papel determinante do Município de Cantanhede, por assegurar todo o trabalho de análise social que é preciso fazer a centenas de processos para sinalizar os beneficiários e priorizar as ajudas em função de critérios ajustados às situações”.

Números. Durante o ano de 2014 o Banco de Leite contou com a colaboração de 16 padrinhos, entre os quais farmácias, empresas, bancos e cidadãos, tendo apoiado 34 famílias, num total de cerca de 75 crianças, às quais proporcionou 2.840 litros de leite pasteurizado, além de 83 embalagens de leite em pó a 7 bebés.
Os donativos dos padrinhos reverteram em 2.250,00 euros em dinheiro e 1.294,69 euros, em géneros, nomeadamente leite em pó doado pelas farmácias, havendo ainda a registar a recolha de 158 litros de leite oferecido por alguns Lions sem estatuto de padrinhos. Além disso, o Lions Clube de Cantanhede desenvolveu algumas ações de angariação de donativos e dinamizou várias iniciativas para poder apoiar durante mais tempo crianças e famílias fragilizadas, tendo nesse âmbito obtido o valor de 2.650,44 euros.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: Expofacic promete noites longas com DJ set de luxo


Numa altura em que falta muito pouco para encerrar o cartaz de espetáculos da Expofacic, a comissão organizadora já concluiu as contratações dos DJ’s que vão animar a zona em torno do sempre muito atrativo palco Sagres. Como habitualmente, estão reunidas todas as condições para que essa área do recinto venha a tornar-se, entre 23 de julho e 2 de agosto, o maior e mais concorrido espaço de dança do país, com a presença de alguns dos mais criativos animadores do público apreciador de moderna música eletrónica e da intensidade dos ritmos frenéticos das tendências dominantes nas pistas de todo o mundo. É isso o que se perspetiva para as madrugadas do certame, na sequência dos grandes concertos agendados para o palco principal, com o DJ Set do certame a figurar-se como local de paragem obrigatória, especialmente para os mais jovens.

Logo na primeira noite, a 23 de junho, quinta-feira, entra em cena DJ SlimCutz. Depois vêm os FUNKYou2 (24 de junho, sexta-feira), seguindo-se Eddie Ferrer (25 de junho, sábado), e Miguel Rendeiro (26 de julho, domingo).

Presença garantida é OVERULE (27 de julho, segunda-feira), após o que haverá oportunidade de dançar ao som de Jonh Mayze & Miguel Faria (28 de julho, terça-feira), estando agendada para a noite seguinte a atuação dos Meninos da Vadiagem (29 de julho, quarta-feira).

A noite de 30 de julho, quinta-feira, promete ficar ao rubro quando subir à cabine Fernado Alvim, uma presença habitual na Expofacic, a que se seguirá Magazino (31 de julho, sexta-feira).

Para a penúltima noite, o programa da Expofacic propõe octapush dj set (1 de agosto, sábado), dupla que tem vindo a obter amplo reconhecimento de grandes nomes internacionais. O encerramento do evento no palco Sagres será com os irreverentes e sempre entusiasmantes Boys à La Carte, que em 2 de agosto, domingo, vão disputar o DJ set com os Lightzoff & Kitu, cuja presença nos roteiros da música de dança é cada vez mais uma constante.

Entretanto, para além dos nomes já anunciados, confirma-se também a atuação de Pedro Cazanova, em 30 de julho, depois dos brasileiros Natiruts, e na noite de 31 de julho os B4 Los Compadres e Diego Miranda, a seguir a Miguel Araújo.

Assim, falta apenas anunciar a banda internacional que será cabeça de cartaz e cuja atuação está agendada para 1 de agosto, sábado, bem como os nomes para a noite de 28 de julho, mas a organização promete que o programa definitivo será tornado público nos próximos dias.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Expofacic já tem cartaz… sem Coldplay


O famoso grupo brasileiro Natiruts, Xutos & Pontapés, Anselmo Ralph, Buraka Som Sistema, Dama e Miguel Araújo são os primeiros nomes já confirmados do programa de espetáculos da 25.ª Expofacic, entre 23 de julho e 2 de agosto. No ano em que o evento celebra as bodas de prata, a comissão organizadora garante que pelo palco do Parque Expo-Desportivo de S. Mateus vai passar o melhor cartaz de sempre, uma avaliação que pode ser desde já avançada porque a formalização da generalidade dos contratos está em vias de ser concluída, incluindo o de uma das bandas de maior sucesso do panorama da música internacional. O nome será revelado em breve, logo que estejam resolvidos pequenos detalhes da contratação, o que permite perspetivar de novo Cantanhede no roteiro dos maiores acontecimentos musicais do país.

Entretanto, a comissão organizadora da Expofacic já comunicou que são falsas as notícias publicadas em alguns órgãos de comunicação a dar conta da banda Coldplay no cartaz desta 25.ª edição.

“Trata-se de uma situação lamentável a que organização é completamente alheia, tanto mais que o programa de espetáculos está fechado e dele não consta a referida banda britânica. Acresce que, no atual contexto, a vinda dos Colplay à Expofacic afigura-se como uma impossibilidade, na medida em que o elevado custo de uma banda desta natureza é manifestamente incomportável para o seu orçamento, além de que a logística necessária exigiria alterações substanciais no figurino e na organização do certame”, avança nota da comissão organizadora.

Posted in Cantanhede, Destaque, Por Terras da BairradaComments (0)

Cantanhede: Aprovado orçamento voltado para o reforço do investimento


A Assembleia Municipal de Cantanhede aprovou, no dia 17 de dezembro, o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2015.
Registando uma votação de 25 votos a favor, cinco contra e uma abstenção, o enquadramento orçamental da autarquia para o próximo ano tem inscrito um valor global de 24.910 euros, dos quais 11.534 euros se destinam a despesas de capital, o que, representando um aumento de 19,2% relativamente a 2014, reflete a tendência de reforço do investimento da autarquia em infraestruturas e equipamentos coletivos.
De acordo com o texto que fundamenta o documento, perspetiva-se uma evolução muito positiva, depois dos últimos anos terem sido marcados por alguma contenção na atividade do município de Cantanhede em função do forte condicionamento provocado pela crise orçamental do Estado e pela conjuntura económica desfavorável do país.
Em todo o caso, o executivo camarário liderado por João Moura propõe-se prosseguir com “uma política de racionalização de custos, tirando o melhor partido possível dos meios financeiros de que dispõe, fazendo um controlo apertado das despesas de natureza corrente e rentabilizando as receitas, orientando-as para despesas de capital (investimento) até ao limite das possibilidades, designadamente através de um muito rigoroso planeamento estratégico da atividade camarária e de uma gestão disciplinada e previdente”.

Reportagem completa na edição de 23/12/2014 do Jornal da Bairrada

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

Câmara de Cantanhede cria incentivo à natalidade


O município de Cantanhede vai avançar em 2015 com um programa de incentivo à natalidade. A iniciativa faz parte do pacote de medidas de caráter social proposto pelo presidente da autarquia e que foi aprovado por unanimidade pelo executivo na reunião camarária de 2 de dezembro, entre as quais está também o apoio à empregabilidade, traduzido na atribuição de um subsídio às empresas que contratem trabalhadores desempregados.
Para o incentivo à natalidade entrar em vigor falta ainda a aprovação da Assembleia Municipal, o que deverá acontecer no plenário do próximo dia 17 de dezembro. O respetivo regulamento contempla a atribuição de um subsídio de 500 euros às famílias com os bebés nascidos a partir de 1 de janeiro de 2015, concretizando-se segundo um modelo de reembolso de despesas efetuadas na área do concelho de Cantanhede com a aquisição de bens e/ou serviços considerados indispensáveis ao desenvolvimento saudável e harmonioso das crianças.

Posted in Cantanhede, Por Terras da BairradaComments (0)

SFImobiliaria

Blogues recomendados


Cagido

HÓQUEI PATINS VOLTOU!
   Logo pela manhã deste sábado foram já muitas as crianças e jovens acompa …


Notícias de Bustos

Fundamentalismo, Oportunismo e Burrice (1) – Governo de Costa versus Ensino Privado
Fundamentalismo, Oportunismo e Burrice (1), artigo de Armando Humberto – PS …


Portal de Nariz

Carta de Condução por Pontos já a 1 de junho
 Esclareça outras duvidas no portal Autoridade Nacional Segurança Rodoviári …

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com