Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Gastronomia"

“Leitão à Mesa” vai ser uma Maravilha


O Leitão da Bairrada vai estar em destaque, de 7 a 22 de junho, no concelho da Mealhada. O evento chama-se “Leitão à Mesa” e acontece em 12 restaurantes aderentes do projeto 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada. A iniciativa, que no ano passado arrancou no formato de uma semana, apresenta-se em forma de quinzena e promete promover a qualidade deste ex-libris local e dar a conhecer outras marcas gastronómicas locais.

Os restaurantes aderentes vão ter menus especiais e vão oferecer aos seus clientes as mais diversas entradas feitas com leitão, como a cabidela, iscas, croquetes, rissóis, pataniscas e bola, entre outras.

Parcerias

Estimular a economia local e, principalmente, promover uma das principais marcas gastronómicas do concelho estão nos objetivos da iniciativa “Leitão à Mesa”, uma parceria da Câmara da Mealhada e 12 restaurantes aderentes, que ao longo de dias semanas abrem as suas portas de uma forma especial para oferecerem aos seis clientes diversas iguarias feitas com leitão, para entrada, seguindo-se menus especiais e outras ofertas, que poderão ir dos vinhos aos mais diversos descontos.

“Decidimos alargar esta iniciativa para 15 dias, depois da experiencia de uma semana no ano passado, porque essa foi mesmo a grande conclusão do inquérito de satisfação feito aos clientes em 2013, com a maioria a lamentar o facto de não ser maior o período de duração do evento”, disse ao JB José Calhoa, vereador da Câmara da Mealhada, concluindo que “esta é uma boa forma de promover o leitão enquanto marca local e impulsionar este setor que é dos mais importantes empregadores do concelho, provando também que a Mealhada continua a ser a melhor sala de jantar do país”.

Esta iniciativa é organizada pela Câmara Municipal da Mealhada e pela Associação Maravilhas da Mealhada e, tal como no ano passado, vai sortear refeições para duas pessoas por cada restaurante aderente, num total de 12 refeições sorteadas. De 7 a 22 de junho, todos os que consumirem leitão num dos 12 restaurantes aderentes receberão um cupão por cada refeição efetuada que, no final do evento, irá a sorteio.

João Paulo Teles

Restaurantes aderentes

Celso dos Leitões

Churrasqueira Rocha

Hilário

Nelson.FT Simões dos Leitões

O Castiço

Oásis

Octávio dos Leitões

Pedro dos Leitões

Pic-Nic

Rei dos Leitões

Típico da Bairrada

Três Pinheiros

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Feira de artesanato e gastronomia começa dia 7 na Mealhada


Artesanato, agricultura, gastronomia e muita animação. É já este sábado, dia 7 de junho, que arranca a 16.ª edição da feira mais tradicional da Mealhada que, este ano, traz consigo uma série de novidades. O espaço é maior, são cerca de 100 expositores, não só de artesanato, mas também empresariais e agrícolas, as habituais tasquinhas, um restaurante de leitão e um cartaz com nomes como José Cid (dia 7), Berg (dia 14), Sons do Minho (dia 8) e Ruizinho de Penacova (dia 9). Também nesta edição, o “Somos Portugal” vai ter emissão em direto do recinto, no feriado de 10 de Junho. Um programa de televisão com mais de um milhão de telespetadores, apresentado por Iva Domingues e Nuno Eiró, que traz ao palco do certame mais de duas dezenas de artistas populares portugueses, entre os quais José Malhoa, Rosinha de Portugal e Minhotos Marotos.

A abertura oficial da feira está marcada para as 16h de sábado, dia 7 de junho, e o encerramento para domingo, 15 de junho. Vão ser cerca de 100 expositores espalhados pelo espaço, que vai das Piscinas Municipais até à Escola Profissional da Mealhada, dedicados ao artesanato, à agricultura, à gastronomia e ao setor empresarial.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

7 maravilhas: Leitão da Bairrada entre os mais votados


O Leitão da Bairrada, um dos 21 finalistas do concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”, é, para já, na categoria de carnes, o prato mais votado, integrando assim o leque do “top ten” dos mais votados.
A menos de um mês para a grande final que vai eleger as 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa, Confrarias e Rota da Bairrada continuam a fazer um apelo para que os amantes deste ex-libris votem neste prato bairradino. É que o leitão precisa de subir dois lugares na lista para obter o estatuto de maravilha.
A votação começou a 7 de Maio e regista já mais de 450 mil votos. Tal como em edições anteriores, o último mês de votação reserva sempre surpresas na definição dos vencedores.
Para já, os 10 candidatos mais votados são: Alheira de Mirandela (IG) e Queijo Serra da Estrela – DOP (Entradas); Caldo Verde, Sopa da Pedra e Açorda à Alentejana (Sopas); Arroz de Marisco (Marisco); Sardinha Assada (Peixe); Coelho à Caçador (Caça); Leitão da Bairrada (Carne); e Pastel de Belém (Doces).
A menos de um mês para ser conhecida a decisão final o grande destaque vai para o facto de integrarem as preferências três sopas.
A votação decorre no site oficial (www.7maravilhas.pt) e no facebook (www.facebook.com/7MGastronomia), podendo ainda os interessados votar por chamada telefónica e por SMS.
A votação decorre até 7 de Setembro sendo os vencedores apurados pelo maior número de votos, independentemente da categoria.
As “7 Maravilhas da Gastronomia®” são conhecidas a 10 de Setembro, num espectáculo único transmitido em directo pela RTP1, às 21h, a partir de Santarém.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Vagos: Semana da Cultura e da Gastronomia


Realiza-se, de 12 a 15 de Agosto, na Praça da Corredoura, em Vagos, a Semana da Cultura e Gastronomia.
Boa gastronomia e muita música estarão presentes neste evento organizado pela Junta de Freguesia de Vagos e que conta com o apoio do Município de Vagos.
Este evento será dinamizado pela Banda Vaguense, Confraria as Saínhas, Grupo de Escuteiros de Vagos, Futebol Clube Vaguense e Rádio Voz de Vagos.
Do cartaz cultural, para sexta-feira, 12 de Agosto, faz parte a actuação da Banda Filarmónica Vaguense, às 21h. No sábado, pelas 20h, os “Groove da Villa” prometem muita animação e ritmo e, pelas 21h30, é a vez da Orquestra Ligeira da Banda Vaguense.
No domingo, dia 14, pelas 20h, a improvisar, estarão os “Mimos Dixie Band” e pelas 21h30 começa a grande Noite de Fados.
As tasquinhas funcionam na sexta-feira a partir das 20h30, e sábado e domingo, ao almoço e jantar.

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Avelãs de Cima: Encontro gastronómico uniu freguesia


Decorreu, no passado fim-de-semana, o 3.º Encontro Gastronómico da Freguesia de Avelãs de Cima. Dinamizado pelo Grupo Cultural Raízes Verde Pinho, do Centro Social da Freguesia, a “Tasca do Pombo” foi uma das tasquinhas presentes neste encontro que contou ainda com a presença de mais seis associações: O Académico de Avelãs de Cima; ACR “Os Figueirenses”; ADC Candieira; UCR Boialvo e o Agrupamento dos Escuteiros. Tendo o bacalhau como prato de referência, cada associação serviu na sua tasquinha a sua “especialidade” gastronómica. Nas ementas podíamos escolher entre a pizza de bacalhau, bacalhau à Figueirense, bacalhau à Gaúcha ou à Verde Pinho e, para quem preferisse um prato de carne, e porque estamos na Bairrada, o leitão de Boialvo revelou-se uma delícia. Para a sobremesa uma “cagadela de pombo”, uma filhós, um gelado e … um café.
A ACR da Cerca/S. Pedro colaborou neste evento, trazendo o grupo “Gaiteiros do Popularis”, que, com a sua ímpar qualidade musical, contribuiu para a animação das tasquinhas. A noite de sábado contou com a simpática presença do pequeno grande cantor anadiense, Miguel Moura, que quando subiu ao palco arrastou até si a camada jovem de fãs e admiradores(as).
O fim da tarde de domingo foi preenchida com a presença do Grupo Folclórico da Pedralva que, com o seu vasto reportório, cativou a presença e entusiasmo do muito público presente.
Participaram também um grupo de artesãos que, a trabalhar ao vivo, ensinavam a sua arte: cestaria, tamancos, “patch-work”, trapologia, apicultura e as populares colheres de pau.
O sucesso desta iniciativa não se mede apenas pelas largas centenas de refeições servidas, mas sobretudo pela participação das várias associações da freguesia, que com a sua presença e entusiasmo proporcionaram uma forma de convívio diferente e aberto a toda a população, onde reinou a camaradagem e a boa disposição. Mais que qualquer lucro financeiro, importa cultivar iniciativas que dinamizem e cativem a participação dos cidadãos das nossas terras.

Direcção do Centro Social Cultural
e Recreativo de Avelãs de Cima

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Encontro gastronómico em Avelãs de Cima


O Centro Social da Freguesia de Avelãs de Cima será palco, no próximo final de semana, sábado e domingo, de um encontro gastronómico.
O 3.º Encontro Gastronómico da Freguesia de Avelãs de Cima é organizado pelo Centro Social e Recreativo da Freguesia e visa promover o contacto entre a população da freguesia e as suas instituições e colectividades.
Assim, no sábado, dia 9, ao almoço e ao jantar e no domingo, dia 10, ao almoço seis tasquinhas (“A tasca do pombo” do Centro Social de Avelãs de Cima, O Académico de Avelãs de Cima, Cultura e Recreio “Os Figueirenses”, Associação Cultural e Recreativa da Candeeira, o Núcleo Desportivo de Boialvo e o Agrupamento de Escuteiros da Freguesia de Avelãs de Cima) vão dinamizar o espaço que vai, com certeza, fazer as delícias dos visitantes.
O convívio que se espera muito animado e concorrido contará com animação a cargo do Grupo Musical “Eu, ele e o outro” e karaoke (sábado) e Miguel Moura, gaiteiros do grupo Popularis e Rancho Folclórico da Pedralva (domingo).
No recinto haverá ainda uma mostra de artesanato.
O evento conta com a colaboração da Associação Cultural e Recreativa da Cerca-S.Pedro e o apoio da Câmara Municipal de Anadia e da Junta de Freguesia de Avelãs de Cima.

Posted in Anadia, Por Terras da Bairrada Comentários

Feira de Artesanato e Gastronomia animou Mealhada


O centro da Mealhada voltou a encher-se de cores e sabores, com a 13.ª Feira de Artesanato e Gastronomia do município, entre 8 e 12 de Junho.
Este ano, a feira contou com algumas novidades e a aposta da organização foi certeira. O certame realizou-se em apenas quatro dias, a disposição do espaço sofreu alterações, as tasquinhas ganharam mais lugares para refeições e apostou-se num programa de animação mais atractivo, com nomes conhecidos do panorama musical português, como Tucanas, Dazkarieh e Anita Guerreiro. “A aposta foi ganha. Tivemos um fim-de-semana prolongado sem espaços vazios. A adesão foi enorme, quer na visita aos expositores, nos espectáculos musicais, como nas tasquinhas”, sublinhou a vice-presidente da Câmara Municipal, Filomena Pinheiro.
Presentes estiveram cerca de 40 expositores a trabalhar ao vivo, em áreas tão diversas como a escultura em barro e madeira, tapeçaria, cestaria, bordados, calçado, tecelagem e bonecas de trapos. Pastéis de Tentúgal, bolacha americana, pão com chouriço, gelados, algodão doce e, claro, a água, o pão, o vinho e o leitão também tiveram direito a stand próprio.
A abertura do certame contou, entre outras personalidades, com a presença do autarca, Carlos Cabral, do director Regional de Economia do Centro, Armando França, do Governador Civil de Aveiro, José Mota. “É de enaltecer quem tem a ousadia, nos tempos que correm, de realizar uma feira como esta. Este certame permite aos artesãos ganharem a sua vida e permite às pessoas, aos visitantes, encontrarem produtos de qualidade e ganharem bons hábitos de consumo”, afirmou o Governador Civil de Aveiro.
“Iniciativas deste tipo são muito importantes para animar e estimular a economia local”, concordou o director Regional de Economia do Centro, Armando França.
“Com esta diminuição do número de dias, pretendemos reduzir em 20% as despesas gerais que temos com a feira. Isto, claro, sem prejuízo da qualidade. Este ano, até decidimos apostar um pouco mais no programa de animação”, afirmou o presidente da Câmara, Carlos Cabral. “Alguns participantes gostariam que a feira se realizasse durante mais dias, mas outros preferem assim. Decidimos aproveitar o fim-de-semana prolongado e poupar com isto entre 15 a 20% do custo global do evento”, acrescentou Carlos Cabral.

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Mealhada: Feira de artesanato e gastronomia começa hoje


 

Começa, hoje, dia 9, pelas 18h, no centro da cidade da Mealhada a XIII Feira de Artesanato e Gastronomia do município. E o certame traz novidades. A edição será mais curta, o espaço terá uma nova disposição, as tasquinhas terão mais lugares para refeições e o programa de animação conta com nomes como Tucanas, Dazkarieh e Anita Guerreiro.
O Jardim Municipal da Mealhada e o espaço envolvente do edifício da Câmara Municipal vão voltar a receber a feira mais tradicional do concelho, que vai já na sua 13ª edição. O espaço vai ser preenchido, como habitualmente, por mais de 40 expositores, na maioria artesãos (de cestarias, estanhos, tanoaria, rendas, bordados e outros) e, claro, pelas habituais tasquinhas, que trazem aos visitantes os negalhos, a chanfana, o bacalhau, o arroz doce, o leite-creme, a aletria e como não poderia deixar de ser a água, o pão, o vinho e o leitão da Mealhada.

Cores e sabores que marcam a feira de artesanato e gastronomia, que este ano terá menos dias, apenas quatro, mas ainda mais qualidade. A organização optou por manter as iniciativas que resultaram em edições anteriores – como a prova “3 Milhas da Mealhada” (sexta-feira, 10 de Junho, às 9h30), o “3º Torneio de Ténis da Feira de Artesanato e Gastronomia” (a decorrer de 9 a 12 de Junho) e o concurso das Tasquinhas – e melhorar o que não funcionou tão bem, reforçando o espaço das tasquinhas e apostando num programa cultural mais atractivo.

A abertura oficial do certame está marcada para as 18h, de hoje, dia em que o projecto de percussão feminino Tucanas sobe ao palco da feira, pelas 22h, para animar os visitantes desta primeira noite. Já na sexta-feira, dia 10 de Junho, para além das iniciativas desportivas, do atletismo ao futebol de 11, a música tradicional vai animar a tarde e também a noite, com a mescla de instrumentos e sonoridades de Dazkarieh a ocupar lugar no palco a partir das 22h.

Sábado é dia de ouvir a inconfundível voz de Anita Guerreiro, que acompanha o projecto “Grandes Sucessos da Revista à Portuguesa”, com início às 22h. Já no domingo, depois de uma tarde de samba e muita dança, o certame encerra com a habitual entrega de prémios do “3º Torneio de Ténis da Feira de Artesanato e Gastronomia” (às 20h45) e do “Concurso das Tasquinhas” (às 21h30). Espera-se, pois, uma feira mais concentrada, mas de maior qualidade. O certame contou com um orçamento ligeiramente superior ao dos anos transactos, de cerca de 45 mil euros.

Programação

De 9 a 12 de Junho – “3º Torneio de Ténis da Feira de Artesanato e Gastronomia”

Quinta-feira, 9 de Junho
18.00h – Abertura oficial da XIII Feira de Artesanato e Gastronomia
19.00h – Banda às Riscas
21.00h – Grupo Folclórico e Etnográfico da Vimieira
22.00h – Tucanas

Sexta-feira, 10 de Junho
09.30h – Prova de Atletismo “3 Milhas de Mealhada”
15.30h – Final da Taça Distrito de Aveiro Femininos (Futebol de 11) – (Est. Dr. Américo Couto)
16.00h – Grupo Regional da Pampilhosa do Botão
17.00h – Pequenos Artistas da Expressão Musical
17.45h – Final da Taça Distrito de Aveiro Masculinos (Futebol de 11) – (Est. Dr. Américo Couto)
18.00h – Rancho Folclórico e Etnográfico São João de Casal Comba
18.30h – Filarmónica Pampilhosense
20.00h – Roncos & Curiscos
22.00h – Dazkarieh

Sábado, 11 de Junho
17.00h – Prova de Orientação “1º Troféu de Sprint da Mealhada” (pedestre), inserida no IV Ori-Btt da Bairrada (Parque da Cidade)
17.00h – Filarmónica “Lyra Barcoucense”
18.00h – GRES Batuque
18.30h – GEDEPA – Rancho Folclórico e Grupo Etnográfico da Pampilhosa
19.00h – Entrega de prémios do “1º Troféu de Sprint da Mealhada”
19.30h – Fanfarra NemFáNemFum
21.00h – Tuna TEC (Tuna de Enfermagem de Coimbra)
22.00h – Grandes Sucessos da Revista à Portuguesa, com Anita Guerreiro

Domingo, 12 de Junho
08.30h – “Diligência dos Sabores – Viajar pelos aromas da Bairrada na Mealhada” (Passeio pedestre)
16.00h – Pequenos Artistas da Expressão Musical
17.00h – Rancho Infantil e Juvenil de Ventosa do Bairro
18.00h – Grupo de Samba “Os Sócios da Mangueira”
18.30h – Drama & Dance
19.00h – Sons do Minho
20.45h – Entrega de prémios do “3º Torneio de Ténis da Feira de Artesanato e Gastronomia”
21.00h – Karaoke das Tasquinhas com “Jukebox Karaoke”
21.30h – Entrega de prémios do “Concurso das Tasquinhas”

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada Comentários

Região com grande diversidade gastronómica


 

A AD ELO – Associação de Desenvolvimento Local da Bairrada e Mondego promoveu, no passado dia 28 de Abril, nos Claustros dos Paços do Concelho de Cantanhede, a apresentação das “maravilhas da gastronomia” da região Bairrada, Tentúgal e Figueira da Foz, concorrentes às “7 Maravilhas da Gastronomia”.
Camarão da costa, Sopa de Peixe da Figueira da Foz, Leitão Assado da Bairrada e Pastel de Tentúgal são as quatro iguarias pré-finalistas da Bairrada, Tentúgal e Figueira da Foz (de uma lista de 70), nas categorias de Marisco, Sopas, Carne e Doces, participantes no concurso das “7 Maravilhas da Gastronomia”.
Encontrando-nos na fase prévia à selecção das 21 finalistas ao certame, a AD ELO, em parceria com os municípios do território e as confrarias que dão suporte às receitas seleccionadas, apresentaram publicamente os pratos pré-finalistas, organizados num menú gastronómico colocado à degustação dos presentes.
O evento teve a coordenação do chefe Luís Lavrador, da Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, e contou com a presença de representantes da Confraria Gastronómica do Arroz e do Mar, Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada, Confraria das Almas Santas da Areosa e do Leitão e a Confraria da Doçaria Conventual de Tentúgal, que apresentaram os produtos que defendem, dando a conhecer aos convidados presentes especificidades de cada um.

Factor de atracção turística. A gastronomia portuguesa foi elevada a património cultural pelo Conselho de Ministros em 2000 e este reconhecimento de que a culinária tem uma forte responsabilidade no que respeita à defesa da sua autenticidade, mas também como factor de atracção turística com grande importância económica, fazem destes quatro pratos pré-finalistas “maravilhas” gastronómicas de uma região que muito tem para oferecer nesta área, pela sua diversidade, mas também pela qualidade dos produtos.
Na oportunidade, o autarca de Cantanhede, João Moura, destacou a qualidade dos quatro pré-finalistas, que demonstram a diversidade e riqueza gastronómica da região e que configuram o que pode ser um menu completo.
Já Pedro Machado, da Turismo Centro de Portugal, sublinharia o valor económico do conjunto de produtos apresentados, que ajudam a reforçar a competitividade da região. Por outro lado, a presença destas iguarias num concurso de televisão que tem a capacidade de ampliar a qualidade dos produtos é uma oportunidade a não perder, já que amplia a divulgação e promoção de produtos de excelência e de toda uma região.
“A gastronomia é um produto âncora de uma região e, por tal, deve ser potenciado”, disse, acrescentando que “estas maravilhas têm condições para serem produtos ganhadores”, realçando o facto de nenhuma delas ser concorrente entre si, nas suas categorias.
José Apolinário, da PROMAR – Grupos de Acção Costeira, realçaria o facto da gastronomia ser um património nacional e um elemento essencial de identificação de um país com forte ligação ao turismo. Por outro lado, considerou que as confrarias têm sido elementos e instrumentos chave na valorização da gastronomia portuguesa.
À semelhança das outras edições das “7 Maravilhas”, a iniciativa começou por um período de candidaturas de origem local, de forma a serem seleccionadas as receitas gastronómicas finalistas, que serão objecto de votação nacional.
A 7 de Maio, as 21 finalistas serão apresentadas, tendo início a votação pública por SMS, chamada telefónica, internet (www.7maravilhas.pt) e Facebook. Mas para chegar à short list de 21 finalistas, um painel de 21 personalidades do país, representantes das várias áreas da sociedade, vai apurar os três pratos mais votados por categoria. A votação decorre até 7 de Setembro e os 7 vencedores são revelados a 10 de Setembro, com transmissão em directo, pela RTP, a partir de Santarém.
Acrescente-se que o projecto “7 Maravilhas da Gastronomia” pretende contribuir para a promoção e salvaguarda do receituário português, garantir o seu carácter genuíno, promover a exigência de produtos agrícolas e do mar de superior qualidade e privilegiar a diversidade regional.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada Comentários

Confraria candidata Leitão da Bairrada às 7 Maravilhas Gastronómicas


 

Os portugueses, que já votaram para a eleição das Maravilhas Naturais vão, agora, ser chamados a votar para as 7 Maravilhas Gastronómicas de Portugal.
O leitão da Bairrada é um dos candidatos e vai ser candidatado a este galardão pela Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada.
A candidatura do Leitão da Bairrada às 7 Maravilhas Gastronómicas visa, segundo António Duque, presidente da Confraria visa preservar “o berço” do Leitão da Bairrada e, ao mesmo tempo, valorizar um prato que é o ex-libris da região.
“Dado o carácter de isenção que a Confraria tem em todas as acções que realiza, chamou a si esta candidatura até porque não defendemos nenhum assador, nenhum município, mas sim toda uma região”.
São sete as categorias em que os portugueses vão poder votar: entradas, sopas, marisco, peixe, carne, caça e doces. O objectivo é eleger as Maravilhas da Gastronomia Portuguesa.
“Fizemos saber a todas as Câmaras da região da Bairrada, associações, ao Turismo Centro de Portugal e à Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas, que iríamos integrá-los como nossos parceiros na candidatura do Leitão da Bairrada e que necessitávamos dos seus apoios. Até ao momento, ninguém se pôs de parte, pois pedimos, caso não estivessem interessados, que nos comunicassem”, acrescenta António Duque destacando que, nas candidaturas, as parcerias são uma mais valia, fundamentais mesmo no momento em que o produto é analisado por um júri científico.
“As parcerias confirmam a solidez do projecto, uma vez que a candidatura conta com “xis” apoios de peso.” Depois, pesará junto do júri a qualidade do produto, o nome e a sua história.
O presidente da Confraria acredita que o Leitão da Bairrada, sendo o mais emblemático a nível nacional, será um dos pratos seleccionados na categoria de carnes. Contudo, António Duque não deixa de lamentar que – por culpa dos empresários da região – hoje já seja possível comer, fora da Bairrada, leitão assado tão bom ou melhor do que algum que se come na região.
A massificação do produto associado ao lucro fácil são os principais problemas que este produto enfrenta: “é um produto gastronómico reconhecido e de grande qualidade que urge preservar, defender”.
“Entendo que seja difícil ter leitão com uma qualidade regular, mas é possível ter leitão calibrado em peso e com um corte constante”, adiantou.
Fundada em 1995, a Confraria Gastronómica do Leitão da Bairrada tem por objectivo primeiro e primordial a divulgação dos valores culturais e gastronómicos da região. Pretende ainda defender a legitimidade do Leitão da Bairrada e preservar a sua qualidade e as suas seculares características, honrando e prestigiando a tradição, de forma a proteger esta iguaria de qualquer incumprimento da receita tradicional e do lucro fácil que, muitas vezes, fecha os olhos à qualidade do produto, referem no seu sítio na Internet.

Catarina Cerca

Posted in Anadia, Destaque, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com