Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Mealhada"

Mealhada: Feira do município é agora FESTAME


É a mais tradicional feira do concelho da Mealhada e já tem data marcada e um novo nome. A partir deste ano, a conhecida Feira de Artesanato e Gastronomia passa a chamar-se FESTAME – Feira do Município da Mealhada e vai realizar-se de 9 a 14 de junho no mesmo local, na Zona Desportiva. As inscrições para a FESTAME já estão abertas. Os artesãos e os empresários do setor agrícola, industrial e comercial que estejam interessados em participar deverão efetuar a sua candidatura até ao dia 16 de abril, preenchendo a ficha que está disponível online no site da autarquia.
Começou por ser um evento dedicado exclusivamente ao artesanato e à gastronomia, que ocupava a zona central da cidade, o Jardim Municipal, durante nove dias do mês de junho, mas depressa foi ganhando outra dimensão. A Feira de Artesanato e Gastronomia do concelho foi crescendo e o recinto foi ficando pequeno para o que o certame pretendia ser. O evento mudou de sítio em 2013, por causa da empreitada de requalificação da zona central da cidade, e já não saiu mais do seu novo local, a Zona Desportiva da Mealhada. Foi lá que se expandiu, duplicando o número de expositores, que passaram a ser não só de artesanato, mas também empresariais e agrícolas. A feira ganhou ainda espaço para as 4 Maravilhas, com destaque para o leitão da bairrada, que o ano passado já teve o seu próprio restaurante. O cartaz passou a ser uma aposta da organização e o palco foi ocupado com conhecidos nomes da música portuguesa.
Para este ano, dada esta aposta de alargamento do certame, a organização decidiu alterar o nome do evento para outro mais geral. E assim surge o nome FESTAME – Feira do Município da Mealhada.
As inscrições devem ser enviadas, por e-mail, para festame.mealhada@gmail.com ou, por correio, para Câmara Municipal da Mealhada, Largo do Município 3040 – 001 Mealhada, ao cuidado da Organização FESTAME, impreterivelmente até dia 16 de abril.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Mealhada: Piscinas Municipais recebem campeonato interdistrital de infantis este fim de semana


As Piscinas Municipais da Mealhada vão receber o Campeonato de Natação Interdistrital de Infantis – Piscina Curta este fim de semana, nos dias 7 e 8 de março. A primeira jornada começa no sábado, com a primeira sessão a ter início às 10h e a segunda às 16h. Já a segunda jornada será no domingo, com ma primeira sessão a ter início igualmente às 10h e a segunda às 16h.

O Campeonato de Natação Interdistrital de Infantis – Piscina Curta é organizado peça Associação de Natação de Aveiro, Associação de Natação de Coimbra, Associação de Natação do Distrito de Leiria e Câmara Municipal da Mealhada. A iniciativa conta com o apoio da Sociedade de Água de Luso, Delegação da Mealhada da Cruz Vermelha Portuguesa e MCoutinho.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Mealhada: Joana Marques Vidal presidiu ao aniversário da CPCJ


A importância e o papel da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) estiveram bem vincados na cerimónia do 22.º aniversário daquela entidade da Mealhada, que trouxe à cidade a Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, assim como outros nomes ligados a esta missão, numa cerimónia decorrida na tarde do passado dia 21 de fevereiro e que culminou com um jantar convívio.
Foram díspares os sentimentos e as palavras que marcaram o aniversário desta entidade da Mealhada, embora em sintonia pelo papel que esta cumpre na defesa dos reais interesses das crianças e jovens em risco. A Procuradora-Geral da República, Joana Marques Vidal, presidiu o ato, elogiou o trabalho das CPCJ e destacou o papel da autarquias nesta missão de proteção. Joana Marques Vidal abordou a “ampla função” das CPCJ na promoção dos direitos e defesa das crianças, assinalando três importantes aspetos, desde a composição das CPCJ até à responsabilidade da comunidade e o papel dos municípios, todos como “papel essencial” nesta “promoção de políticas locais de proteção da criança”.
Defendendo a criação de “equipas de gente conhecedora” para gerir as CPCJ, a presidente desta entidade mealhadense, Paula Andrade, deixou uma tónica crítica em relação à legislação que rege a atuação destas entidades, muito em concreto na ligação das autarquias para com estas, explicando que “as autarquias dominam e asfixiam tudo o que de bom podia acontecer”, pois “a maioria das comissões são presididas por vereadores, cheios de tarefas e trabalho, sem formação específica nesta área e que em vez de ajudarem só entravam e dificultam a ação”.
Já Guilherme Duarte, vice-presidente da Câmara Mealhada, destacou a data de celebração como “dia de valorizarmos todos os importantes passos que já foram dados nesta missão e a importância da CPCJ para o desenvolvimento harmonioso das nossas crianças e jovens”. “Espero que o conhecimento e as experiências que hoje serão aqui partilhadas contribuam para que todos juntos consigamos fazer mais e melhor por estas crianças e jovens”, frisou, na abertura da cerimónia.
Depois de Teresa Espírito Santo, técnica da equipa de apoio à Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco, e do professor José Carlos Matias Sousa terem falado sobre os sinais de perigo, seguiu-se a intervenção de Rui do Carmo, Procurador da República, na Procuradoria Distrital de Coimbra, falar sobre o início das entidades da Mealhada e de Anadia.
O presidente da Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens em Risco (CNPCJR), Armando Leandro, apresentou em traços gerais a missão e o trabalho desenvolvido nesta missão de proteger os direitos das crianças, destacando que a “cooperação da comunidade neste processo é essencial”, defendendo a “autonomia da Comissão e dos seus parceiros para decidir o melhor para as crianças”. Esta defesa “deve ser feita nos primeiros anos de vida da criança”. “É indispensável prevenir antes de reparar”, concluiu.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

CPCJ Mealhada: Há mais famílias a sinalizarem problemas


Na Mealhada, cada vez mais são as famílias a pedir apoio à Comissão de Proteção de Jovens e Crianças (CPCJ), assumindo-se como a principal fonte sinalizadora dos futuros processos. Esta é a conclusão que chega a presidente da CPCJ/Mealhada, Paula Andrade, que considera a tendência “estranha”, uma vez que no último relatório de atividade desta entidade estão vertidos os resultados que apontam que cerca de 45% dos casos que chegaram para análise vêm das próprias famílias.
“É algo que nos faz pensar. Até há pouco tempo, a CPCJ era vista pelas famílias como um género de ‘bicho papão’ e hoje as famílias procuram a Comissão para resolver problemas que têm em casa”, disse ao JB aquela responsável, lembrando que nos últimos anos eram as escolas e a Câmara, através dos serviços de apoio social, as grandes entidades sinalizadoras.
“Esta nova tendência está a fazer-nos pensar e para a qual ainda não vamos tendo resposta”, assegura Paula Andrade, completando que “as famílias não sabem o que fazer perante alguns problemas” e “procuram a CPCJ, por exemplo, porque os seus filhos consomem substâncias proibidas ou porque se negam a ir para a escola”.

Os números da CPCJ/Mealhada. A braços com falta de recursos humanos para uma maior resposta às solicitações (o que é de resto o grande desafio atual desta entidade mealhadense, referido pela sua presidente), a CPCJ apresentou o seu relatório anual na última Assembleia Municipal da Mealhada, no passado dia 20 de fevereiro, dando conta que geriu no ano passado 114 processos relativos à proteção de crianças e jovens, dos quais 64 foram arquivados, transitando 50 para este ano.
Entre as problemáticas é a negligência que absorve grande parte dos processos, com uma percentagem de 21%, seguindo-se a exposição a modelos de comportamento desviantes e, depois, os casos de indisciplina. A reter também neste relatório, aparecem os casos assinalados como “outras situações de risco”, onde se englobam os diferendos entre pais separados na disputa pelos filhos, uma situação que absorve 11% do volume total de problemáticas.
A CPCJ da Mealhada, que acaba de celebrar 22 anos de atividade, tem um verdadeiro obstáculo pela frente para fazer face às solicitações que recebe, diz Paula Andrade, lembrando a inexistência de funcionários ao serviço da entidade. “A comissão não tem funcionários e só há pouco tempo é que a lei permitiu a existência de uma pessoa a tempo inteiro, ou seja, eu”, destacou.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Carla Rocha dinamiza workshop na Mealhada


A Biblioteca Municipal da Mealhada vai receber no sábado, dia 11 de abril, das 9h30 às 17h30, um workshop dinamizado pela conhecida apresentadora de rádio e especialista em Comunicação, Carla Rocha. “Como fazer apresentações inspiradoras?” é o nome do evento formativo promovido pelo IEBA – Centro de Iniciativas Empresariais e Sociais, com o apoio da Câmara Municipal da Mealhada. A formação tem um custo de 50 euros por pessoa e destina-se a todos os que, na sua profissão ou atividade, necessitam de fazer apresentações para os mais diversos públicos de forma apelativa, criativa, motivadora e eficaz. As inscrições já estão em curso e podem ser efetuadas até dia 7 de abril, usando o formulário online acessível a partir do website do IEBA e da Câmara Municipal da Mealhada.

O objetivo destes Workshops Inspiradores passa por proporcionar aos interessados um dia de formação com um profissional das mais diferentes áreas que seja inspirador, para que possam melhorar as suas competências pessoais e profissionais. Um projeto do IEBA, que está a ser desenvolvido com a Câmara Municipal da Mealhada. Recorde-se que o IEBA é “uma associação de desenvolvimento territorial, que visa promover o desenvolvimento integrado e sustentável do território, das pessoas e das organizações com que colabora, através da realização de atividades, projetos e prestação de serviços técnicos especializados, nas áreas económica, social e cultural. As suas principais áreas de atuação são o desenvolvimento local, a inovação social, a formação profissional, o emprego, a qualificação das organizações e o apoio às empresas e aos empreendedores”, lê-se na nota de agenda da associação.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia e Mealhada demarcam-se na BTL


 

Os municípios de Anadia e da Mealhada foram os únicos da Bairrada com stand próprio na BTL 2015 (Feira Internacional de Turismo de Lisboa). Anadia promoveu a imagem de “Anadia Capital do Espumante”, com enfoque para a vitivinicultura, gastronomia, termalismo e desporto. A Mealhada deu especial destaque às 4 maravilhas (pão, água, vinho e leitão).
O certame decorreu de 25 de fevereiro a 1 de março, na FIL, no Parque das Nações, em Lisboa.
Com stands próprios, as duas autarquias bairradinas promoveram e divulgaram o que de melhor podem oferecer aos visitantes e turistas. Enquanto que a Mealhada se centrou nas suas quatro maravilhas, o município de Anadia promoveu a imagem de “Anadia Capital do Espumante”, onde a vitivinicultura, a gastronomia e o termalismo ganham destaque entre as riquezas do concelho. As Termas de Vale da Mó e as Termas da Curia estiveram em evidência, juntamente com a Feira da Vinha e do Vinho, que irá decorrer em Anadia, de 20 a 29 de junho. O stand foi ainda um ponto de encontro e de divulgação dos produtos e serviços dos hoteleiros e produtores de vinho de Anadia, que manifestaram o seu interesse em colaborar na afirmação do concelho no panorama turístico nacional e internacional.
Na quinta-feira, dia 26, JB acompanhou uma comitiva que integrou vereadores, deputados municipais e presidentes de Juntas de Freguesia, que se deslocaram, a convite da Câmara Municipal de Anadia, ao certame. Na ocasião, a edil Teresa Cardoso mostrou-se muito satisfeita com o evento. “Anadia só tem a ganhar em estar presente coletiva e individualmente nesta mostra”, sublinhando, por isso, haver “espaço para ambas as situações”. Admitindo que, se por um lado é fundamental estar em conjunto com a CIRA, “unidos e a trabalhar num projeto de turismo comum para a região de Aveiro”, defendeu ser igualmente importante estar presente de uma forma individualizada para “promover as nossas termas da Curia e Vale da Mó, a nossa oferta hoteleira e os nossos vinhos, especialmente o espumante reforçando cada vez mais a mensagem de Anadia Capital do Espumante”. “No stand do TCP, os municípios mais pequenos perdem visibilidade” e como na sua opinião “quem não é visto, não é lembrado”, vê o stand de Anadia como “uma aposta ganha”, fruto de um investimento “de um município que está determinado em fazer uma aposta firme no turismo”. Portanto, “tudo o que fizermos para nos mostrarmos e der visibilidade à nossa região é benéfico”, concluiu.

Município de Vagos apresenta projeto inovador para recuperar casas gandarezas

No dia 26, ao JB, o autarca Silvério Regalado, falou dos projetos que o seu município apresentou no stand do TCP.
“O balanço para já é extremamente positivo. Nós apresentamos aqui dois projetos diferentes. Um que ainda não saiu do papel, que é uma intenção do município – um projeto que saiu da Universidade de Aveiro e que está a ser estudado com a CCDR Centro para ser implementado no terreno e que faz a ligação entre o nosso turismo de sol e mar com a nossa identidade gandareza, mais rural. Ou seja, a ligação entre a ruralidade e o mar no sentido de aproveitamento turístico, que terá como primeira ação obter financiamento para a recuperação e criação de uma rede de casas gandarezas, para que se possa fazer o aproveitamento desta riqueza histórica, cultural e arquitetónica que temos na casa gandareza, fazendo a sua ligação ao turismo de sol, mar e ria. Por outro lado, trouxemos aqui um projeto já consolidado, que é o Museu do Brincar. Um projeto que em três anos recebeu mais de 55 mil visitantes. Um projeto que tem muito a dar à região porque é único no país e é o encarar de uma forma diferente o que é um museu. Trata-se do Museu do Brincar e não do brinquedo, o que faz toda a diferença. As crianças e adultos e seniores são convidados a brincar e a interagir com todas as peças que existem no museu. E depois trouxemos a representação das nossas confrarias: a Confraria das Favas, a Confraria da Abóbora e a Confraria das Saínhas, que vieram dar uma cor e alegria a este grande evento, mas também a representação do Mundial All Styles, que é um evento marcante na área do turismo desportivo e que completa as apostas do município nas suas diversas vertentes turísticas: cultural; religioso; desportivo; sol, mar e ria; de natureza.”

 

Posted in Anadia, Destaque, Mealhada, Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Mealhada: Associação Bairrada Solidária promove mais um evento


A Associação Bairrada Solidária promove, no próximo dia 14 de março, na Adega Rama, o evento Fashion Bairrada Solidária.
Trata-se de um evento de caráter solidário e, como já é apanágio da Bairrada Solidária, serve para angariar fundos para esta associação poder oferecer cadeiras de rodas a pessoas carenciadas.
Para além do caráter solidário, a iniciativa será marcada pela beleza, elegância e glamour já que, depois do jantar, haverá um desfile de moda com a presença de figuras públicas, como Filipa Castro, Carla Matadinho, Carla Baía, Flor Guerreiro, Raquel Loureiro e João Matias (1.º Modelo Português de cadeira de rodas); e também figuras do desporto como Aurora Cunha ou Jorge Andrade.
O dia termina com uma festa Anos 80 nos 3 Pinheiros, com a presença do Dj Paulino Coelho (locutor Rádio Renascença).

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Mealhada: Edifício da Câmara está a cair aos bocados


Desta vez foi parte do teto do 1.º piso que caiu. A degradação dos Paços do Concelho da Mealhada continua a dar sinais de que é necessário avançar com a construção de um novo edifício, diz a autarquia.
O atual executivo assegura que a obra está “no topo das prioridades”. E sinais não faltam, pois o avançado estado de degradação levou a que na manhã de 16 de fevereiro, voltasse a cair uma parte do teto do 1.º piso, deixando um rasto de destruição no local. “O incidente não causou feridos, nem danos maiores, mas confirmou a já reiterada urgência em se avançar com a construção do novo edifício, de forma a garantir as condições mínimas de trabalho aos funcionários e a possibilitar a evacuação, para que se proceda a uma intervenção de fundo”, diz nota da autarquia. Precisamente há um ano, o presidente da Câmara, Rui Marqueiro, tinha alertado para a urgência em avançar com a empreitada do novo edifício. Na altura, tinha caído parte do teto de três gabinetes também do 1.º piso. Aquelas situações levaram o autarca a insistir, por várias vezes e publicamente, na necessidade urgente de avançar com a construção do edifício de apoio aos Paços do Município, cujo projeto foi entregue em setembro passado.
João Paulo Teles

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Carnaval da Mealhada: Sol e samba atraíram 12 mil pessoas


Depois de um Domingo Gordo a ameaçar chuva, mas que apesar de tudo atraiu ao Sambódromo cerca de quatro mil espetadores, o Carnaval luso-brasileiro da Bairrada foi visto por 12 mil pessoas nos dois grandes desfiles da edição deste ano, confirmou ao JB Nuno Canilho, elemento da organização.
A Associação do Carnaval da Bairrada (ACB) assegura que a edição deste ano superou as melhores expetativas, pois apesar de ter previsto a afluência de 10 mil pessoas, foi obrigada a recorrer à venda de “bilhetes, pulseiras e canhotos de bilhetes para fazer face à procura do público”, que na terça-feira esteve em grande número naquele recinto.
Relativamente aos números da tenda gigante, a ACB diz ainda não ter aqueles dados, explicando que toda a animação daquele setor foi subcontratada a uma empresa, não sendo da sua responsabilidade a contabilização de entradas. “O que sabemos apenas é que a afluência à tenda gigante não foi aquela que se esperava”, destacou Nuno Canilho.

Quanto ao rei leitão, Nuno Canilho refere que “ficou claramente demonstrado que um rei brasileiro não chama ninguém e é uma parcela que se poupa”, acreditando que “este ano criou-se um rei que pode vir a ser perpétuo no nosso Carnaval”.

João Paulo Teles

Leia a notícia completa na edição de 26 de fevereiro de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Destaque, Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

Mealhada: Gabinete de apoio ao agricultor


A partir do dia 2 de março, os agricultores e os empresários agrícolas do concelho da Mealhada vão poder contar com um dia por semana de atendimento para apoio e esclarecimento das suas dúvidas, realizado por um técnico superior da Direção Regional de Agricultura e Pescas do Centro (DRAPC).

O atendimento vai acontecer todas as segundas-feiras, das 9h às 13h e das 14h às 17h na loja da Câmara Municipal, situada na Rua Branquinho de Carvalho, n.º 7.

Posted in Mealhada, Por Terras da BairradaComments (0)

SFImobiliaria

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com