Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "saúde"

Centro de Saúde de Anadia: Programa inovador ajuda a prevenir quedas


“Não caia mais nessa” é a designação do programa de prevenção de quedas, promovido pelo Centro de Saúde de Anadia, e que está a decorrer, duas vezes por semana, em instalações cedidas pela Câmara Municipal de Anadia, nas Piscinas Municipais. Um programa inovador, frequentado por nove pessoas residentes no concelho, que terminará no final deste mês, mas que está a ser um enorme sucesso.
Destinado a pessoas com mais de 50 anos ou com doenças crónicas ou incapacitantes, este programa está a ser uma mais-valia na prevenção de quedas, que são “um dos problemas de saúde pública que mais afeta a população à medida que vamos envelhecendo ou à medida que vamos perdendo as nossas habilidades funcionais”, avança Marlene Rosa, responsável pelas “aulas” e fisioterapeuta do Centro de Saúde de Anadia.
“Segundo a Direção Geral da Saúde, as lesões mais frequentes associadas ao envelhecimento resultam de quedas. As consequências são várias e vão desde a hospitalização, à perda de autonomia, à institucionalização e até à morte. As consequências ao nível social e psicológico também são significativas, destacando-se a perda de confiança dos indivíduos, que acabam por se isolar e restringir às atividades do seu dia-a-dia, por vezes associando-se quadros de depressão”, destaca.
É contra este desfecho que durante seis semanas (tempo de duração do programa) a sala de aeróbica das Piscinas Municipais tem ajudado à manutenção de um estilo de vida saudável. O acompanhamento é realizado por Marlene Rosa e conta com a colaboração de toda uma equipa multidisciplinar.
Durante sessões de 60 minutos realizam-se exercícios de fortalecimento, flexibilidade, resistência aeróbia e equilíbrio, todos perfeitamente adequados à situação de saúde dos participantes, mas também se trabalha os aspetos de literacia em saúde, essenciais para a adoção de comportamentos saudáveis (temas: modificação do espaço de habitação através da eliminação de fatores de risco; correta alimentação e adequada gestão de comportamentos em saúde; conselhos para se manter ativo).
A utilização de espaços recreativos e ao ar livre na cidade de Anadia tem sido também um objetivo essencial deste programa, estimulando os participantes à continuação dos hábitos de caminhada e exercício em grupo, o que poderá ajudar a combater o isolamento que é bastante comum em pessoas com história de quedas.

Vem aí outro programa. A JB, Marlene Rosa revela que, na continuidade do plano de atividades, o Centro de Saúde de Anadia propõe-se ainda a desenvolver outros programas na comunidade, nomeadamente um Programa de Prevenção da Dor Lombar (restrição e dor da coluna, hérnias, pós-cirúrgicos, alterações de postura).
Prevê-se que este programa tenha início em janeiro de 2016 e as inscrições para os interessados (utentes do Centro de Saúde de Anadia e extensões) já se encontram abertas.
Assim, os possíveis interessados deverão dirigir-se ao Serviço de Fisioterapia do Centro de Saúde de Anadia durante este mês.

Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Ministro da Saúde inaugurou USF Senhora de Vagos


Em atividade desde 1 de outubro, a Unidade de Saúde Familiar Senhora de Vagos foi oficialmente inaugurada na quarta-feira, 11 de novembro, pelo ministro da Saúde. Um dia depois da moção de rejeição ao programa do governo, aprovada pelos partidos da esquerda no Parlamento, Fernando Leal da Costa brincou com a situação – “caí mas não parti nada e continuo capaz de exercer as minhas funções” -, elogiando de seguida, e de forma séria, o trabalho feito pelo anterior governo. “Demos um impulso enorme na questão dos cuidados continuados – estamos próximos das 8 mil camas – e também nos cuidados primários. Estamos neste momento com 436 Unidades de Saúde Familiar no país, um número que tem vindo sempre a aumentar.” Frisou ainda que o governo, nos últimos quatro anos, “conseguiu reduzir em 50%” o número de utentes sem médico de família. “Há 780 mil utentes novos com médico de família”, destacou.
O presidente da Câmara Municipal de Vagos, Silvério Regalado, destacou o trabalho feito por Fernando Leal da Costa, enquanto secretário de estado da Saúde, permitindo que houvesse “uma melhoria contínua dos cuidados de saúde em Vagos”.
“Temos a extensão de saúde de Ponte de Vagos também em construção e o nosso objetivo é que os cuidados de saúde primários estejam tão próximos dos cidadãos quanto possível”. Congratulou-se pelo facto de todos os munícipes de Vagos “terem acesso a médico de família” e, dirigindo-se a Fernando Leal da Costa, afirmou que “seria um gosto tê-lo nestas funções a inaugurar a extensão de saúde de Ponte de Vagos”.

Leia a notícia completa na edição de 19 de novembro de 2015

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Unidade de Saúde Familiar “Senhora de Vagos” já arrancou


Após longo processo de reestruturação, aí está [finalmente] o “sim” da Tutela sobre a instalação da nova Unidade de Saúde Familiar (USF). Sedeada no centro de saúde local, tomou o nome de “Senhora de Vagos”, e iniciou a sua atividade no princípio de outubro.
Com cerca de 10.500 utentes inscritos, a nova estrutura é uma das 18 unidades de saúde familiar, que estão a funcionar na área de influência do Agrupamento de Centros de Saúde Baixo Vouga.
Apta para prestar “cuidados de saúde personalizados”, entre as 8h e as 20h, vai servir a população das freguesias de Vagos/Santo António, Gafanha da Boa Hora (onde já existe um polo), Santo André e Soza. Coordenada pela médica Raquel Ramos, da equipa fazem parte seis médicos, seis enfermeiros e cinco assistentes técnicos.
De referir que o processo não terá sido isento de polémica, face à decisão de afastar da nova estrutura uma médica, com cerca de 15 anos de serviço em Vagos. Para além de médica de família desde 1999, Liliana Oliveira, fazia vigilância de saúde infantil e planeamento familiar e era responsável pela colocação de dispositivos intrauterinos e implantes.
A referida clínica, que nunca se conformou com a “sentença”, fazia ainda consulta de desabituação alcoólica, e trabalhava, em parceria, com o centro regional de Oncologia, em Coimbra, centro de alcoólicos recuperados de Aveiro, serviço social da Câmara de Vagos, Tribunal de Menores e Hospital distrital de Aveiro.
Face ao descontentamento dos utentes, um abaixo-assinado, com cerca de 700 assinaturas, acabaria por ser entregue a Carlos Maia, diretor do centro de saúde, por uma comissão, que depois se viria a manifestar junto daquelas instalações.
Lamentando a situação criada com aquela profissional, o então diretor acabaria por confirmar que a referida médica já “tinha saído dos sistemas de formação das USF”, e, como tal o documento era inútil. Reconheceu mesmo que terá sido a própria a “autoexcluir-se”, quando “começou a hostilizar os colegas”.
Eduardo Jaques/Colaborador

Nota de Redação: Por erro da nossa redação, a notícia que vem publicada na edição impressa do Jornal da Bairrada de 8 de outubro de 2015 refere que a médica em causa, Dra. Liliana Oliveira, faleceu recentemente. É um facto que está internada e gravemente doente mas não faleceu. Por este erro lamentável, apresentamos as nossas desculpas à visada e seus familiares.

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Novas Unidades de Saúde são meras intenções, diz presidente


A construção de uma Unidade de Saúde Familiar na União de Freguesias de Bustos, Troviscal e Mamarrosa, e de uma Extensão de Saúde na Palhaça não passam de meras intenções e não “existem projetos”. A garantia foi dada, na última reunião de Câmara, realizada na penúltima quinta-feira, pelo presidente da autarquia Mário João Oliveira, respondendo, desta forma, a uma preocupação da vereadora do CDS/PP, Lília Ana Águas, que citou uma notícia publicada no Jornal da Bairrada, onde demos conta que foram apresentadas pela autarquia oliveirense duas candidaturas aos fundos do Centro 2020, no valor global de um milhão de euros.

Dimensão. A vereadora do CDS/PP, Lília Ana Águas, alertou ainda o presidente da Câmara Municipal, Mário João Oliveira, para “as discrepâncias populacionais da União de Freguesias (6500 pessoas) e da Palhaça (2500)”, questionando o presidente sobre “a localização e a dimensão”.
Mário João Oliveira justificou que “o novo Quadro Comunitário de Apoio ainda agora se iniciou e com patamares muito distintos dos anteriores. Com regras mais apertadas e mais difíceis, tendo a CIRA apresentado candidatura no âmbito do pacto de desenvolvimento”. “O elencar das necessidades e lutar por elas é um dever de qualquer autarca, devendo os valores ser analisados a seu tempo, para se ter mais e melhores recursos na área da saúde, tanto mais que as competências da autarquia neste domínio são praticamente nulas”.

Posted in Oliveira do BairroComments (0)

Anadia: Dois dias de Feira para avaliar a saúde dos anadienses


A Feira da Saúde, organizada pela Câmara Municipal de Anadia, regressou no último fim de semana, ao Pavilhão dos Desportos de Anadia.
Na cerimónia inaugural, a edil Teresa Cardoso fez-se acompanhar pelo vereador Lino Pintado.
Na ocasião, a autarca avançou que o investimento nesta iniciativa, embora não tenha sido muito relevante, contou com o apoio indispensável de vários parceiros, neste caso, todas as entidades que se quiseram associar ao evento, com muito trabalho, empenho e dedicação.
Um evento para todos os munícipes que puderam aqui fazer “uma série de rastreios no sentido da prevenção e com excelentes oportunidades para fazer alguns exames que podem alertar para algo que esteja menos bem em termos de saúde”, referiu.
O evento, que vai na 4.ª edição, realizou-se nos dias 30 e 31 de maio, no Pavilhão dos Desportos de Anadia.
Este evento procura anualmente contribuir para a promoção da saúde dos cidadãos e para a melhoria da qualidade de vida da população, proporcionando o acesso a múltiplos rastreios e serviços oferecidos pelas entidades prestadoras de cuidados de saúde que participaram neste certame.
Assim, os cerca de 30 expositores efetuaram diversos rastreios e disponibilizaram informações aos visitantes, designadamente testes de visão e espirometrias, bioquímica do sangue, controlo da tensão arterial, da glicemia, do colesterol e do ácido úrico, índice de massa corporal e cardio-stress, entre outros.
Como habitualmente, o desporto e a atividade física marcaram presença. O público pôde participar em demonstrações de step, jump e fitball, na sessão “Dos 8 aos 80, tudo se movimenta”, numa caminhada, aula de zumba e numa mega-aula de ioga.
Durante os dois dias, foram disponibilizados pela autarquia transportes gratuitos, em autocarro, de e para diversas povoações das dez freguesias do concelho.
A JB, o autarca Fernando Fernandes, da União de Freguesias Arcos e Mogofores, destacou a importância da adesão da população a este tipo de iniciativas que é “sem dúvida uma mais valia para o concelho e para a população”, já que “aqui podem, sem qualquer custo, realizar uma série de rastreios muito úteis”.

Entidades participantes: AMI – Núcleo de Anadia, Clínica do Cértima, VITI, Agrupamento de Escolas de Anadia, Aliópticas, Farmácia Júlio Maia, Bem-me-Quer, Audiomédica, Clínica Médica Dentária de Anadia, Hospital José Luciano de Castro, Centro Clínico de Santa Teresinha, Mais Autonomia, ADABEM, BVA, Projeto AIDCI, Inovason, ADASFES, Casa da Óptica, Liga Portuguesa Contra o Cancro – Núcleo de Anadia, Espaço Zen Jonny Vandan, Termas da Curia, Farmácia Termal e Óptica Termal, Sofia Osório, Clínica Marialva, Clínica Belorizonte.
Catarina Cerca

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Pavilhão dos Desportos recebe mais uma Feira da Saúde


A 4.ª Feira da Saúde, organizada pela Câmara Municipal de Anadia, abre portas no próximo sábado, 30 de maio, pelas 10h, no Pavilhão dos Desportos de Anadia.
Patente ao público durante o fim-de-semana, entre as 10 e as 18h, esta quarta edição da Feira da Saúde procura contribuir para a promoção da saúde dos cidadãos e para a melhoria da qualidade de vida da população, proporcionando o acesso a múltiplos rastreios e serviços oferecidos pelas entidades prestadoras de cuidados de saúde que participam neste certame.
Assim, os cerca de 30 expositores vão efetuar diversos rastreios e disponibilizar informações aos visitantes, designadamente testes de visão e espirometrias, bioquímica do sangue, controlo da tensão arterial, da glicemia, do colesterol e do ácido úrico, índice de massa corporal e cardio-stress, entre outros.
Como habitualmente, o desporto e a atividade física marcarão presença neste evento, com a realização de diversas iniciativas nas quais o público pode também participar. Assim, a partir das 15h de sábado, 30 de maio, os técnicos de desporto do Município de Anadia irão fazer demonstrações de step, jump e fitball.
No dia seguinte, entre as 10 e as 12h, decorre mais uma sessão de “Dos 8 aos 80, tudo se movimenta”, que, neste domingo, deixa a Praça Visconde de Seabra e promove as suas atividades junto ao Pavilhão de Desportos, realizando, para além da habitual caminhada, uma aula de Zumba.
À tarde, a partir das 17h15, o recinto da exposição acolhe uma mega-aula de ioga. Tal como aconteceu na edição de 2014, a Câmara Municipal de Anadia vai disponibilizar transportes gratuitos, em autocarro, de e para diversas povoações das dez freguesias do concelho.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Luso: “Um café com….o pediatra José Carlos Peixoto”


A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Mealhada vai realizar na noite de sábado, dia 22 de novembro, pelas 21h, na Casa de Chá do Luso, mais uma sessão da iniciativa “Venha tomar café com…”. Desta vez, o convidado é o médico pediatra José Carlos Peixoto, que irá falar sobre comportamentos de risco das crianças e jovens.
Esta conversa pretende ser mais do que uma exposição sobre o tema, pretende ser uma troca de opiniões, uma partilha de saberes. Uma iniciativa organizada pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em conjunto com a Câmara Municipal da Mealhada.

Posted in Anadia, Cantanhede, Mealhada, Oliveira do Bairro, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: “Leia mais pela sua Saúde” na Biblioteca Municipal


A Câmara Municipal de Anadia assinala o Dia Mundial da Alimentação (16 de outubro), com a iniciativa “Leia mais pela sua Saúde!” Esta ação tem lugar na Biblioteca Municipal, de 13 a 18 de outubro, e pretende associar o ato de ler à promoção da saúde. Assim, a Biblioteca Municipal irá oferecer, durante toda a semana, uma peça de fruta a cada utilizador requisitante de documentos livro. Durante este período, serão também distribuídos aos utilizadores da Biblioteca folhetos do Projeto Nacional Ler + dá Saúde, com o intuito de informar a comunidade sobre os benefícios da leitura nas diferentes etapas da vida.

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Anadia: Serviços veterinários municipais renovados


A Autoridade Sanitária Veterinária Concelhia de Anadia (ASVCA) tem agora um local de atendimento ao público, situado no edifício do Mercado Municipal, tendo sido também fixado um novo horário.
É num gabinete junto às lojas exteriores do mercado que se encontra agora instalado o serviço de atendimento veterinário da Câmara Municipal de Anadia, podendo os munícipes dirigir-se ali todas as terças-feiras, das 10h30 às 12h e das 15h às 18h, para atendimento pelo médico veterinário municipal. Naquele espaço, para além da obtenção de informações do âmbito da ASVCA, será também possível efetuar a vacinação antirrábica em regime oficial e a identificação eletrónica de canídeos.
Para além deste horário de atendimento, o contacto com a ASVCA pode ser feito através do número 917511963 ou na Câmara Municipal de Anadia (231510730 e geral@cm-anadia.pt).

Posted in Anadia, Por Terras da BairradaComments (0)

Amoreira da Gândara e Ancas: Populações sem médico de família há meses


O Posto Médico de Amoreira da Gândara está há cerca de três meses sem médico.
O anterior clínico reformou-se e, até à data, o Ministério da Saúde (MS) e a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC) não colocaram nenhum substituto nesta unidade de saúde.
Assim, todos os utentes da localidade de Amoreira da Gândara e do vizinho lugar de Ancas (que aqui também recorriam, depois de ter sido encerrado o seu Posto Médico) estão sem médico de família, sendo obrigados a uma maior deslocação para a Extensão de Saúde de Sangalhos, onde muitas vezes não conseguem obter consultas nem receituários.
Uma situação que dizem ser “vergonhosa e lamentável”, responsabilizando a tutela “pela enorme insensibilidade e falta de respeito”, pelos utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS).
Duas localidades com a população extremamente envelhecida, muitos deles sem meios de transporte próprios ou apoio familiar de retaguarda que lhes possa valer. Aliás, algumas das pessoas com quem conversamos sobre esta questão sublinham a humildade e os muitos casos de pobreza que fazem com que os idosos deixem de tomar a medicação ou de ir ao médico porque as magras pensões não chegam para tudo.
No entanto, todos dizem que, de um dia para o outro, foram confrontados com a saída do médico e criticam as entidades superiores que, “sabendo que o médico se iria aposentar, não acautelaram a sua saída com a entrada de um outro médico para o seu lugar”.

Leia mais na versão digital do seu JB.

Catarina Cerca

Posted in A. da Gândara, Anadia, Ancas, Por Terras da BairradaComments (0)

Pergunta da semana

Portugueses praticam cada vez mais exercício ao ar livre. É o seu caso?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com