Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Vagos"

EPADR faz 25 anos e abre valência de manutenção industrial


São 25 anos a potenciar o ensino profissional, no município de Vagos e na região. Sedeada na Gafanha da Boa Hora, a EPADR – Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural vai assinalar a efeméride, no decorrer de um jantar comemorativo. Apesar de não ter, por enquanto, data marcada, o diretor daquele estabelecimento de ensino, Fernando Santos, diz que pretende homenagear “todas as pessoas e instituições que estiveram na origem da escola e na sua evolução”.
No arranque do ano letivo 2014/2015, as atenções da escola estão viradas para a receção de uma nova valência, na área da manutenção industrial. Trata-se do centro “HassTec”, que vai funcionar em “sala específica”, e deverá estar apto a funcionar já a partir do mês de novembro.
“Uma mais-valia para a escola, potenciadora para os formandos”, considera Fernando Santos, confirmando que a referida valência permite “colaborar” com a comunidade empresarial de Vagos. Segundo aquele dirigente, a EPADR poderá vir a prestar serviços às empresas, evitando deste modo que “gastem milhares de euros em maquinaria, que depois raramente será utilizada”.
Com cerca de 350 alunos inscritos, a escola abriu este ano com os cursos profissionais de técnico de produção agrária, restauração (com a variante cozinha/pastelaria e restaurante/bar), técnico de gestão equina e de manutenção industrial. Destaque, ainda, para a abertura de um novo CET, curso de especialização tecnológica, na área de cuidados veterinários.
Quanto à criação de um centro de transformação, de apoio à área agrícola, o diretor da EPADR mostra-se, porventura, mais cauteloso. Em causa estarão, para além da complexidade da certificação e licenciamento do mesmo, alegadas “exigências financeiras” do projeto, refere Fernando Santos. Que não descarta a possibilidade do centro estar a funcionar no decorrer do ano letivo.

Eduardo Jaques/Colaborador

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Apreendido carro e material utilizado no forte do cobre


A GNR de Vagos apreendeu, na penúltima terça-feira, em Soza, Vagos, um carro utilizado por dois indivíduos que se dedicavam ao furto de material de cobre. Foi ainda apreendido algum cobre furtado e material utilizado para o corte de postes telefónicos, para consequente furto dos fios de cobre.
Segundo nota da GNR, os dois indivíduos encontrava-se a cortar postes em madeira pertencentes à PT comunicações, com o intuito de furtar os fios de cobre, tendo sido surpreendidos por uma patrulha do Posto Territorial da GNR de Vagos. Perante a presença dos militares, os indivíduos colocaram-se em fuga, tendo sido seguidos pela patrulha durante cerca de três quilómetros, local onde acabariam por abandonar a viatura onde seguiam, prosseguindo a fuga a pé em direção a Vale de Ílhavo, não tendo sido localizados.

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos: EPADR faz 25 anos e abre valência de manutenção industrial


São 25 anos a potenciar o ensino profissional, no município de Vagos e na região. Sedeada na Gafanha da Boa Hora, a EPADR – Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural vai assinalar a efeméride, no decorrer de um jantar comemorativo. Apesar de não ter, por enquanto, data marcada, o diretor daquele estabelecimento de ensino, Fernando Santos, diz que pretende homenagear “todas as pessoas e instituições que estiveram na origem da escola e na sua evolução”.
No arranque do ano letivo 2014/2015, as atenções da escola estão viradas para a receção de uma nova valência, na área da manutenção industrial. Trata-se do centro “HassTec”, que vai funcionar em “sala específica”, e deverá estar apto a funcionar já a partir do mês de novembro.
Eduardo Jaques/Colaborador

Notícia completa na edição impressa ou digital do JB de 25/09/2014

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Detenção em Vagos por crime de tráfico de estupefacientes


A Polícia Judiciária de Aveiro procedeu à detenção de um homem, técnico de eletrónica, fortemente, indiciado pela prática do crime de tráfico de estupefacientes.
Segundo nota policial, o suspeito criou uma associação, localizada no concelho de Vagos, a coberto da qual dedicava ao tráfico de estupefacientes.
Na sequência da realização de buscas domiciliárias foram apreendidas, aproximadamente, 300 doses de haxixe, liamba, e MDMA em cristais, bem como diversos materiais e instrumentos para divisão, pesagem e embalagem de produtos estupefacientes.
O detido, com 30 anos de idade, foi presente às autoridades judiciárias no DIAP da Comarca de Aveiro, para primeiro interrogatório e aplicação das adequadas medidas de coação.

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Museu do Brincar (Vagos) “entra” no filme “Os Maias”


Diverso mobiliário e brinquedos, que integram o acervo de 15 mil peças do Museu do Brincar, a funcionar no antigo Palacete do Visconde de Valdemouro, em Vagos, foram cedidos à produção do filme “Os Maias”, extraído do romance de Eça de Queiroz, com realização de João Botelho.
Segundo informação veiculada por Carlos “Jakas”, responsável do museu, uma das personagens (criança), que faz o papel de filha de Maria Eduarda da Maia, dorme numa cama pertença daquela instituição.

Eduardo Jaques

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos: Ambulância nova foi prenda no 86.º aniversário dos Bombeiros


Foi adquirida com fundos, angariados por uma comissão especialmente criada para o efeito, que para além de diversas iniciativas, marcou presença num jantar convívio em South River (Estados Unidos), promovido pela comunidade vaguense que ali vive, que terá rendido cerca de 27 mil dólares, ou seja, 20 mil euros.
Falamos da nova ambulância de socorro, que foi “prenda” de aniversário dos Bombeiros de Vagos, que completaram, na segunda-feira, dia 15 de setembro, 86 anos de vida. Acantonado no quartel, desde junho, o novo equipamento só agora ficou devidamente legalizado.

Eduardo Jaques

Leia toda a reportagem na edição impressa ou digital do JB de 18/09/2014

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Cais das Folsas Novas (Vagos): obras seguem dentro de momentos


O prazo limite da obra era fevereiro do corrente ano, mas “afinal tudo continua na mesma”. Falamos da requalificação do antigo cais das Folsas Novas, que este ano não acolheu a 30ª edição do festival do moliceiro, transferido à última hora para a casa-museu de Santo António de Vagos.

O alerta foi deixado pela vereadora Maria Céu Marques, no decorrer da última reunião de câmara. Segundo a vereadora, eleita pelo CDS, que exige, por parte da autarquia, uma tomada de posição junto da Polis da Ria, responsável pela obra, o local envolvente continua nacessível, enquanto a empreitada “marca passo”.

Eduardo Jaques

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa.

Posted in Destaque, Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos: Outorga de Foral comemorado com recriação histórica


Nos próximos dias 16 e 17 de agosto, o Largo do Município, em Vagos, comemora os 500 anos de Outorga do Foral Manuelino de Vagos.
Para assinalar tão importante acontecimento, a Câmara Municipal de Vagos irá promover o evento recriando algumas das vivências da época, contanto com o apoio da comunidade local, e outros agentes culturais com experiência neste tipo de eventos, organizando um mercado quinhentista, com artesãos, mercadores e místicos, que vão apresentar-se com produtos, materiais e conhecimentos representativos da época.
Associações e coletividades locais dinamizarão uma área de degustação e produtos gastronómicos típicos deste tipo de eventos e os mais pequenos poderão ficar a conhecer e divertir-se com os jogos e brincadeiras da época.
No dia 16, poder-se-á assistir a uma palestra com o tema “500 anos da outorga do Foral de Vagos”, orientada pela Professora Doutora Maria Alegria Marques, seguindo-se uma viagem no tempo através da música, com elementos da Banda Vaguense, na Igreja Matriz de Vagos.
O momento alto desta comemoração será a recriação histórica da outorga do Foral de Vagos, que está a ser preparada em articulação com o Fantástico – Grupo de Teatro e que terá lugar no domingo, dia 17.
Para além da comemoração e da valorização de um acontecimento histórico único, para a comunidade e para o município de Vagos, a Câmara Municipal pretende que este evento seja um grande momento de envolvimento da comunidade e uma oportunidade de enriquecimento das associações locais, através do contacto e troca de experiências e saberes.

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos Open Air, dias 8, 9 e 10 na Quinta do Ega


Há uma adição de última hora ao cartaz da VI Edição do Festival Vagos Open Air! Os OPUS DIABOLICUM vão atuar como convidados especiais no dia 10 de agosto, cabendo-lhes a honra de dar o tiro de partida para o último dia do evento, encabeçado pelos franceses Gojira. Tratando-se de um domingo, e pensando em todos aqueles que se deslocam de todo o país e da Península Ibérica, o trio de violoncelistas nacionais vai subir ao palco às 16h, uma hora mais cedo do que acontece nos dias anteriores. Na sexta-feira (dia 8) e no sábado (dia 9), as primeiras bandas do cartaz vão dar início às festividades às 17h.
Em 2014, o VAGOS OPEN AIR tem confirmados em cartaz nomes internacionais como Kreator, Opeth, Epica, Annihilator, Soilwork, Behemoth e The Haunted, entre muito outros, e já tinha o talento nacional muito bem representado antes sequer da presença do projeto famoso pelas suas versões de canções dos Moonspell. No entanto, provando que a produção nacional está de boa saúde, a lista lusa passa a contar com seis nomes, entre os quais já estavam The Quartet of Whoa! ou Kandia e, agora, ingressam também os autores de «Opus Diabolicum». A VI Edição do Festival VAGOS OPEN AIR acontece durante este fim-de-semana de 8, 9 e 10 de agosto na Quinta do Ega, um espaço localizado mesmo no centro de Vagos, idílica vila dividida pela Ria de Aveiro.
Os OPUS DIABOLICUM podem ter começado apenas como uma brincadeira de estudiosos da música erudita com interesses em outros sons, nomeadamente o rock e o metal. Daí aos primeiros ensaios só pela “desbunda” a experimentarem fazer versões – claramente inspirados pelos finlandeses Apocalyptica – de alguns dos temas das suas bandas favoritas, foi um passo. Uns anos depois deram por si a fazer um primeiro arranjo, só na brincadeira, para a emblemática «Opium». Eventualmente deram por si a fazer uma audição na sala de ensaios dos Moonspell, de quem surgiu posteriormente o convite para os acompanharem no projeto «Sombra». A digressão acústica percorreu o país de norte e sul, sendo que os violoncelistas fizeram os seus próprios concertos para além de atuarem com Fernando Ribeiro e companhia em palco, numa muito bem sucedida tour que culminou com uma atuação frente a um mar de gente no Wacken Open Air. Entretanto o grupo – agora um trio formado por Valter Freitas, Diogo Penha e André Pontífice – deu o salto do palco para o estúdio Inferno, onde Pedro Paixão, teclista e estratega sonoro dos Moonspell, captou para a eternidade a experiência sonora que consegue respirar vida diferente em temas tão emblemáticos como «Everything Invaded», «Alma Mater», «Tenebrarum Oratorium», «Nocturna» ou «Vampiria» – sem desvirtuar a sua essência. Algo que pode ser visto como uma homenagem, mas que acaba por soar tão refrescante quanto intrigante.
Os bilhetes custam 65 euros (passe três dias), 32 euros (diário 8 e 9 agosto) e 25 euros (diário 10 agosto), à venda nos locais habituais.

Mais Informações:
www.vagosopenair.eu
press@vagosopenair.eu

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagueira: Largo Parracho Branco recebe o teatro “Na Rua”


A partir de sexta-feira, 18 de julho, até domingo, dia 20, o Largo Parracho Branco, na Praia da Vagueira, recebe o teatro “Na Rua”, da Útero – Associação Cultural, às 11h, 17h e 19h.

Um pequeno teatro, dentro de uma bola azul, interrompe o quotidiano da cidade.

“Na Rua” é uma fugaz quebra na rotina que faz refletir sobre o modelo de sociedade em que vivemos e convida a repensar a cidade como espaço de encontro e partilha.

Uma produção do Teatro Útero, com Sandra Rosado, Miguel Moreira e Catarina Félix. Texto de José Luís Peixoto e cenografia de Jorge Moreira.

Ficha Técnica
Direção: Miguel Moreira
Interpretação: Sandra Rosado e Miguel Moreira (estreia), Sophie Lesso, Raquel André, Carlos António, Félix Lozano, Sofia Pimentão, Catarina Requeijo, Vânia Rovisco, Diana Coelho, Catarina Felix
Texto: José Luís Peixoto
Cenografia: Jorge Moreira
Objeto Construído: Leonel e Bicho

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Ad Code

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com