Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Vagos"

Vagueira: Largo Parracho Branco recebe o teatro “Na Rua”


A partir de sexta-feira, 18 de julho, até domingo, dia 20, o Largo Parracho Branco, na Praia da Vagueira, recebe o teatro “Na Rua”, da Útero – Associação Cultural, às 11h, 17h e 19h.

Um pequeno teatro, dentro de uma bola azul, interrompe o quotidiano da cidade.

“Na Rua” é uma fugaz quebra na rotina que faz refletir sobre o modelo de sociedade em que vivemos e convida a repensar a cidade como espaço de encontro e partilha.

Uma produção do Teatro Útero, com Sandra Rosado, Miguel Moreira e Catarina Félix. Texto de José Luís Peixoto e cenografia de Jorge Moreira.

Ficha Técnica
Direção: Miguel Moreira
Interpretação: Sandra Rosado e Miguel Moreira (estreia), Sophie Lesso, Raquel André, Carlos António, Félix Lozano, Sofia Pimentão, Catarina Requeijo, Vânia Rovisco, Diana Coelho, Catarina Felix
Texto: José Luís Peixoto
Cenografia: Jorge Moreira
Objeto Construído: Leonel e Bicho

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

“Animar o Verão” contagia Vagos até setembro


O programa “Animar o Verão 2014” promete contagiar o município de Vagos com muita cor e animação, ao longo dos meses de julho, agosto e início de setembro. Estão previstas atividades culturais, desportivas e ambientais que decorrerão, na sua maioria, no Largo Parracho Branco, na Praia da Vagueira.
Não estão, ainda, concluídas as obras de requalificação do cordão de defesa dunar mas o presidente da câmara de Vagos, Silvério Regalado, ressalva que o visto do Tribunal de Contas só chegou há poucos dias, o que limitou a ação da autarquia. No entanto, a câmara teve o cuidado de tratar aquele espaço de forma a dar o melhor conforto aos veraneantes.
“A nossa maior preocupação prende-se com as condições de segurança e essas estão perfeitamente asseguradas com os apoios de praia existentes e com a consequente colaboração dos nadadores salvadores que vão vigiar as zonas reservadas a banhistas”, frisa Silvério Regalado.

Programa em marcha

Na Praça Parracho Branco, na Praia da Vagueira, terão lugar uma série de atividades, nomeadamente manhãs desportivas, com a prática de aulas de Zumba e de Capoeira, todos os domingos; e o programa Vagos em Ação, todas as segundas e sextas, às 18h30.
Este fim de semana (18, 19 e 20), há atividade “na Rua”, da responsabilidade da Associação Cultural Útero; no dia 19, atuação da Orquestra Filarmonia das Beiras, com um espetáculo de homenagem a Carlos Paião; a 20 de julho, participação de Pedro Tochas, no programa “Nariz Preto”; e, nos dias 24, 25 e 26 de julho, mais uma edição dos Jogos “Municípios Sem Fronteiras”, envolvendo todas as freguesias do concelho.
No mês de agosto, destaca-se, no dia 2, a Milha Urbana Noturna, da responsabilidade dos Grecas e que vai envolver muitos atletas nacionais. Ainda neste dia, dá-se início ao Torneio de Futebol de Praia, na Vagueira.
Nos dias 15 e 16 de agosto, terá lugar a Feira Saudável, com atividades ligadas à área da saúde. Também no dia 15, em conjunto com a Comissão de Festas da Gafanha da Boa Hora, realizar-se-á a Festa do Emigrante.
No dia 23, Festa “White Neon Party”, onde se procurará envolver os veraneantes num clima tropical, vestidos de branco e com reflexo de neons. E, no dia 24, realiza-se a já tradicional “Feira à Moda Antiga”.
O programa prolonga-se durante o mês de setembro e, nos dias 5, 6 e 7, realiza-se a Exposição “Lugares Múltiplos”, da autoria da Ana Aragão, que é um projeto sobre a identidade da Região de Aveiro, um conjunto de 99 azulejos, montados de forma a constituir um mapa.
Às quartas, sextas e sábados à noite, serão promovidos espetáculos musicais de animação da praia.

Veja o programa completo no site da Câmara Municipal de Vagos: www.cm-vagos.pt

Posted in Destaque, Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Vagos: Soza comemora 500 anos de outorga do Foral


É já neste fim de semana, dias 28 e 29 de junho, que decorre, no Largo da Igreja de Soza, a comemoração dos 500 anos da Outorga dos Forais Manuelinos de Soza. Para assinalar tão importante acontecimento, a Câmara Municipal de Vagos irá promover o evento recriando algumas das vivências da época contanto com o apoio da comunidade local, e outros agentes culturais com experiência neste tipo de eventos, organizando um mercado quinhentista, com artesãos, mercadores e místicos, que vão apresentar-se com produtos, materiais e conhecimentos representativos da época medieval. Associações e coletividades locais dinamizarão uma área de degustação de ementas e produtos gastronómicos típicos deste tipo de eventos e os mais pequenos poderão ficar a conhecer e divertir-se com os jogos e brincadeiras da época.

O momento alto das comemorações será a recriação histórica da outorga do Foral de Soza, que está a ser preparada em articulação com o Fantástico – Grupo de Teatro e que terá lugar no domingo, dia 29 de junho.

Para além da comemoração e da valorização de um acontecimento histórico único, para a comunidade de Soza e para o Município de Vagos, a Câmara Municipal pretende que este evento seja um grande momento de envolvimento da comunidade e uma oportunidade de enriquecimento das associações locais, através do contacto e troca de experiências e saberes com outros agentes culturais, e dos seus munícipes, facultando a possibilidade de participarem em ações de formação nas áreas da música, da dança ou da representação, por exemplo, assumindo papel preponderante na dinâmica das atividades do programa das comemorações.

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Sessão de Imersão em Coaching e Mentoring em Vagos


No próximo dia 25 de junho, a partir das 18h30, vale a pena assistir, durante cerca de hora e meia, a uma Sessão de Imersão em Coaching e Mentoring no Palacete Visconde de Valdemouro, em Vagos.

Esta sessão visa dar a conhecer o conceito de Coaching, tão em voga atualmente, e o seu papel no ambiente organizacional.

Nesta sessão, dinamizada no âmbito da IERA – Incubadora de Empresas da Região de Aveiro, será possível aprender a utilizar sistemas de representação no relacionamento interpessoal e identificar estratégias para a criação de empatia (com sócios, clientes ou investidores), com a finalidade de trabalhar as competências de comunicação dos potenciais empreendedores para uma apresentação mais apelativa das propostas de valor dos seus negócios.

Esta ação está inserida no projeto PAVEI – Plataforma para Apoio e Valorização do Empreendedorismo e da Inovação, co-financiado pelo Programa MaisCentro – Programa Operacional da Região Centro, o qual tem como intuito a promoção e dinamização do empreendedorismo e o apoio à pré-incubação das ideias de negócio e à incubação de empresas.

Faça a sua inscrição, até dia 23 de junho, em www.cm-vagos.pt.

Posted in Vagos Comentários

Sessão de esclarecimento e debate sobre Erosão Costeira


Na sexta-feira, dia 23 de maio, pelas 21h, o Centro de Educação e Recreio de Vagos recebe a Sessão de esclarecimento e debate sobre o tema “Erosão Costeira”.

Nesta sessão, organizada pela Associação Charcos &Companhia, serão discutidas, entre outras, as seguintes questões: Quais as causas da Erosão Costeira? Quais os seus efeitos? Qual o futuro da Vagueira e das praias do concelho de Vagos?

O painel de oradores será constituído por Cristina Bernardes, do Departamento de Geociências da Universidade de Aveiro (UA); Fátima Alves, do Departamento de Ambiente e Ordenamento da UA; Carlos Coelho, do Departamento de Engenharia Civil da UA e Silvério Regalado, Presidente da Câmara Municipal de Vagos.

A entrada é gratuita.

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

X Sarau de Ginástica – Vagos em Movimento


O Pavilhão Municipal Dr. João Rocha, em Vagos, recebe, no próximo dia 17 de maio, pelas 21h, o X Sarau de Ginástica Vagos em Movimento.

Será apresentado um espetáculo de qualidade que irá contar com a participação de várias instituições ligadas às áreas da dança e da ginástica do distrito de Aveiro e contará, ainda, com a participação especial da Magna Tuna Cartola.

A entrada, para assistir ao Sarau, é gratuita.

O Sarau Vagos em Movimento associa-se, também, a uma causa através da recolha de donativos para ajudar a Associação Diferentes e Especiais com uma Ala de Zumba, com início às 16h, no Pavilhão Municipal de Vagos e dinamizada por professores especializados e credenciados na área.

A entrada, para esta aula, é de 3 euros, que reverterão, na íntegra, para esta associação, no apoio à consolidação do Banco de Equipamento Adaptado (banco de empréstimo de Ajudas Técnicas, que são equipamentos adequados a crianças com dificuldades e limitações físicas e motoras).

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Vagos comemora os 40 anos do 25 de Abril


A Assembleia Municipal e a Câmara Municipal da Vagos vão assinalar os 40 anos do 25 de Abril.

As comemorações começam às 10h, com uma pequena arruada pela Banda Vaguense desde a Praça da República até à Praça do Município.

De seguida, pelas 10h30, realiza-se a cerimónia do Hastear das Bandeiras, no Edifício dos Paços do Concelho. Pelas 10h45, segue-se a Sessão Solene.

A Assembleia Municipal e a Câmara Municipal da Vagos convidam a todos a estarem presentes nestas comemorações.

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Vagos: Prémio Carreira para Pe. António C. Martins


Atual diretor do Centro Social e Bem Estar de Ouca, que fundou em 1984, o Pe. António Correia Martins acaba de ser distinguido com o “Prémio Carreira/ 2013”.
A entrega do galardão decorreu, no último sábado, na 10ª edição da gala “Vaga D’Ouro/Crédito Agrícola”, uma vez mais organizada pela Vagos FM e jornal O Ponto.
Natural da freguesia de Trofa do Vouga, o Pe. António foi ordenado sacerdote em junho de 1953, por D. João Evangelista Lima Vidal. Primeiro padre da paróquia de São Martinho de Ouca, criada por decreto de 8 de junho de 1956, tem desenvolvido vasta obra naquela freguesia. A ele se devem, entre outras iniciativas, a criação da freguesia civil de Ouca, e a construção das capelas de Rio Tinto, Carregosa e Tabuaço.
No plano social, lançou-se na construção do lar de idosos, que inaugurou em 1984. Anos mais tarde, avançaria para o complexo social para idosos, crianças e formação profissional, reconhecida de utilidade pública. Dedicado peregrino do mundo, quando foi necessário garantir apoio financeiro para a sua obra, o Pe. António Martins é tido como “um homem bom, com os olhos sempre postos no bem e no futuro”.
Foram igualmente galardoados: Paulo Frade (Cultura), Pe. David Novo (Social), Colcal – Voleibol do Colégio de Calvão, e Rita Cheganças (Desporto), Vagoleite (empresarial) e Silvério Regalado (Política).
EJ

Posted in Por Terras da Bairrada, Vagos Comentários

Vagos: Município adere à “Hora do Planeta 2014”


No próximo sábado, dia 29 de março, todas as luzes do edifício dos Paços do Concelho e seu exterior serão desligadas por 60 minutos, entre as 20h30 e 21h30, numa associação à iniciativa mundial “Hora do Planeta”.
Esta iniciativa, que parte da organização global de conservação de natureza WWF – Hora do Planeta, pretende estimular indivíduos, empresas e comunidades a tomarem medidas para reduzir as suas emissões de carbono numa base contínua e diária. Indivíduos, empresas, governos e comunidades de todo o mundo são convidados a desligar as suas luzes, por uma hora, no sábado, precisamente às 20h30, para mostrar o seu apoio à ação ambientalmente sustentável.
Ainda no âmbito “Para além da Hora” e “Eu faço se tu fizeres”, associados à campanha Hora do Planeta, o município de Vagos comprometeu-se, para 2014, efetuar cortes na Iluminação Pública em locais com excesso de iluminação e regular os horários de Iluminação Pública para um melhor ajuste às necessidades reais.
Este é o oitavo ano que o mundo fica às escuras em sinal de apoio a uma iniciativa que começou em Sydney, em 2007, e que é hoje o maior evento mundial de ação ambiental. Em 2013, a Hora do Planeta celebrou-se em 154 países e territórios em todos os continentes, incluindo a participação de alguns dos monumentos mais reconhecidos no mundo.
A Câmara Municipal convida a todos a desligar as luzes pela “Hora do Planeta”, durante as 20h30 e 21h30 mostrando, assim, o seu apoio e compromisso com esta causa.
O video oficial da Hora do Planeta pode ser visto aqui: http://www.youtube.com/earthhour

Posted in Por Terras da Bairrada, Região, Vagos Comentários

Professora condenada a 13 anos e meio por matar filho à nascença


O Tribunal de Vagos condenou, na última segunda-feira, em cúmulo jurídico, a 13 anos e meio de prisão, uma professora, de 42 anos, acusada de ter matado um bebé que acabara de dar à luz.
O tribunal deu como provado que a arguida matou, por asfixia, o recém-nascido, ao colocá-lo dentro de sacos plásticos.
“A arguida escondeu o nascimento e matou o filho após o parto e depois ocultou o cadáver para se desfazer dele”, afirmou o juiz-presidente durante a leitura do acórdão, explicando que a decisão foi tomada com base na prova indireta.
O magistrado referiu ainda que o coletivo de juízes não acreditou na versão da arguida que, durante o julgamento, negou ter matado o filho, afirmando que quando pegou no bebé, pela primeira vez, aquele “já não se mexia e não respirava”.
“Partindo especialmente da atuação da arguida, dos depoimentos das colegas e da assistente operacional em conjugação com as regras de experiência, o tribunal concluiu que não era possível uma mãe normal calar a morte de um filho acabado de nascer se não fosse a mesma a matá-lo, nem teria guardado o corpo do bebé daquela maneira se não se quisesse desfazer do corpo”, acrescentou o juiz-presidente.
Segundo o tribunal, a arguida já tinha formulado o propósito de matar o filho pelo menos desde a primeira semana de maio de 2011.
O coletivo de juízes realçou ainda a falta de arrependimento da arguida, adiantando que aquela agiu com frieza de ânimo, e que a sua atitude traduz sangue frio, insensibilidade, indiferença e persistência na execução.
A arguida, professora numa escola de Vagos, é casada e mãe de dois filhos menores.

Condenação. A mulher foi condenada a 13 anos de prisão, por um crime de homicídio qualificado, e a um ano de prisão, por um crime de profanação de cadáver.
Em cúmulo jurídico, o tribunal aplicou à arguida uma pena única de 13 anos e meio de prisão.
Após a leitura do acórdão, o Ministério Público (MP) pediu que fosse alterada a medida de coação da arguida para prisão preventiva.
Contudo, o coletivo de juízes decidiu manter a medida de coação a que a arguida está sujeita (Termo de Identidade e Residência) por considerar que não existe perigo de fuga, pelo que a mulher irá aguardar em liberdade o trânsito em julgado da decisão.
Nas alegações finais, o MP pediu uma pena não inferior a 16 anos de cadeia, enquanto a defesa pediu a absolvição da arguida, classificando a acusação como “algo fantasiosa”.
O caso remonta a 11 de maio de 2011, quando a mulher entrou em trabalho de parto, na casa de banho da escola onde lecionava, no concelho de Vagos.

Posted in Oliveira do Bairro, Por Terras da Bairrada Comentários

Pergunta da semana

Vai a algum festival de verão este ano?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com