Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "Vagos"

Santa Casa da Misericórdia de Vagos assinala 55 anos de existência


O bispo de Aveiro, D. António Moiteiro, preside hoje, na igreja matriz de Vagos, pelas 18h30, à celebração da missa de ação de graças e sufrágio pelos Irmãos, clientes, colaboradores e benfeitores da Santa Casa da Misericórdia, que assinala 55 anos de existência.
Das comemorações, que se estendem ao longo do próximo ano, faz parte o lançamento de um livro para crianças, da responsabilidade do escritor Paulo Frade.
De acordo com a mesa administrativa daquela IPSS, a referida publicação resulta da recolha de estórias, contadas por utentes da estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI). Os textos serão ilustrados por desenhos de crianças, que frequentaram o pré-escolar da Misericórdia no ano letivo passado.
Paralelamente, serão lançadas ações, de caráter cultural e lúdico, com destaque para uma mostra de pintura envolvendo artistas vaguenses. Dedicada às catorze obras de misericórdia, com a exposição será, ainda, publicado um livro sobre o mesmo tema.
Instituição de mérito, a Santa Casa da Misericórdia de Vagos foi fundada em 1959, por despacho do então ministro da saúde e da assistência, Henrique Martins Carvalho, publicado no Diário do Governo nº 303, 3ª série, de dezembro do mesmo ano.

Boa resposta. Com múltiplas valências (a primeira, infantário-creche, foi inaugurada em 1980, por Bagão Félix, secretário de Estado da Segurança Social), a IPSS de Vagos continua a dar excelente resposta às necessidades emergentes, através de acordos de cooperação com a Segurança Social.
Falamos do serviço de apoio domiciliário, estrutura residencial para idosos, centro de acolhimento temporário, creche e estabelecimento pré-escolar. Mas, também, da participação no núcleo local de inserção, fundo europeu de auxílio a carenciados e desenvolvimento da cantina social, entre outros.
Destaque, ainda, para a Rede Local de Intervenção Social (RLIS), na qual a instituição vaguense foi selecionada para desenvolver, a nível concelhio, um dos doze projetos-piloto, a realizar no continente.
O projeto, a desenvolver até junho de 2015, será liderado por equipa multidisciplinar, e configura um serviço de atendimento e acompanhamento social a famílias, em situação de vulnerabilidade, de exclusão ou emergência social.

Eduardo Jaques
Colaborador

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Conselho Municipal da Juventude de Vagos já “mexe”


Acaba de ser instalado o Conselho Municipal da Juventude de Vagos (CMJV). Liderado pelo presidente da câmara, o novo órgão é composto por representantes dos partidos, com assento na assembleia municipal (PSD, CDS e PS), e de cada organização de juventude partidária (JSD e JS), para além da única agremiação juvenil sedeada no concelho, Jamunas – Associação, com sede no Boco.

Na sua primeira reunião, o CMJV contou com a participação de oito “observadores permanentes”, sem direito a voto, conforme determina o artigo 5.º da Lei 8/2009, de 18 de fevereiro. Estiveram presentes os representantes da coordenação da pastoral juvenil, dos agrupamentos de escuteiros de Vagos, Calvão, Fonte de Angeão e Ponte de Vagos, ainda membros das associações de estudantes da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Secundária de Vagos e Colégio de Calvão.

De referir que o regulamento do CMJV, apesar de aprovado, por unanimidade, pelo anterior executivo, em junho de 2013, só seria aprovado, por maioria, pela assembleia municipal a 30 de abril do corrente ano. Foi publicado em Diário da República a 4 de julho, tendo entrado em vigor quinze dias depois.

Na altura, a única voz discordante partiu da bancada centrista, que se mostrou contra a iniciativa camarária. Trata-se, diria o porta-voz do CDS, Mário Castelhano, de um “conselho setorial”, pelo que a sua criação só faria sentido se, por exemplo, “fossem criados órgãos semelhantes para os setores da 3.ª idade ou infância.”

Nos termos da legislação em vigor, o CMJV pode colaborar, entre outras, na “definição e execução das políticas municipais de juventude”, nomeadamente nas áreas do emprego e formação profissional, habitação, educação e ensino superior, cultura, desporto, saúde e ação social. Paralelamente, para além de colaborar com o município em questões relacionadas com a juventude, pode, ainda, promover a discussão de “matérias relativas às aspirações e necessidades”, dos jovens aqui residentes.

Ainda sem agenda definida, o novo órgão volta a reunir em janeiro de 2015. Para o presidente da câmara, Silvério Regalado, o que se pretende é “operacionalizar o Conselho Municipal da Juventude, em prol de Vagos e dos vaguenses, mas sobretudo dos vaguenses mais jovens.”

Eduardo Jaques

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Hora do Conto e Oficina de Artes em Vagos


A Hora do Conto regressa no próximo sábado, dia 13 de dezembro, pelas 11h, nas instalações provisórias da Biblioteca Municipal de Vagos, com a história “A Pequena Árvore de Natal”. Uma história contada através de sombras chinesas que irá encantar todas as crianças.  A Oficina de Artes não irá faltar e  todas as crianças serão convidadas a realizar uma pintura com base na temática do conto.

Todos os interessados deverão estar atentos em www.cm-vagos.pt ou em www.facebook.com/cmvagos, para a confirmação das próximas datas.

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Mercado Solidário em Vagos


A Câmara Municipal de Vagos, em colaboração com a Rede de Bibliotecas de Vagos, está a organizar o Mercado Solidário, que decorrerá nos dias 29 e 30 de novembro e 1 de dezembro, no Mercado Municipal de Vagos.

Pretende-se com esta iniciativa, a troca de brinquedos, livros não escolares, jogos didáticos, CD’s, etc., por géneros alimentícios que depois seguirão para as escolas da rede de bibliotecas de Vagos, cabendo a cada escola a tarefa de os distribuir em cabazes às famílias mais carenciadas do seu núcleo educativo.

Neste espaço estará, em permanência, uma mostra de artesanato, velharias, gastronomia com a presença das Confrarias “As Sainhas” e “Sabores da Abóbora”, animação e, também, a Lojinha Social. A lojinha estará aberta para receber as dádivas dos cidadãos (roupa, calçado, roupa de cama, etc…) que depois serão entregues às famílias mais carenciadas do concelho.

A abertura do Mercado Solidário terá início no sábado, dia 29, pelas 16h, com a atuação da Orquestra Ligeira da Filarmónica Vaguense, seguindo-se um concerto pelas 16h30.

Pelas 17h30 tem início uma conferência da iniciativa do Lions Clube de Vagos sobre “A Casa Gandareza no concelho de Vagos”, apresentada pelo Arquiteto João Carlos Sarabando, seguindo-se pelas 18h30, a apresentação do livro “Cabouqueiros de Abril” de Natália Cordeiro. Às 19h30 será a vez do cantor  Bruno Pato subir ao palco e, pelas 21h, as Danças Africanas a cargo de alunos da EPADRV que encerrarão a animação musical.

No domingo, a abertura do Mercado Solidário será feita com a animação do grupo Côdeas do Diabo e pelas 16h, é a vez dos mais novos se divertirem com as brincadeiras do Museu do Brincar. Pelas 17h é hora de Cozinhar em Família com o Colégio N.ª  Sr.ª da Apresentação de Calvão. Ao início da noite pelas 19h, inicia-se a atuação musical do grupo “Vozes do Bar”.

O Mercado Solidário encerra no dia 1 de dezembro, com as visitas das escolas do concelho e animação com o Museu do Brincar.

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos: 80% dos lares separam os resíduos de embalagem


A Sociedade Ponto Verde distribuiu, através da Missão Reciclar, mais de 940 ecobags no município de Vagos para incentivar os lares que ainda não reciclam a iniciar a separação de resíduos em sua casa.
A Missão Reciclar, a maior ação de sensibilização de lares da Sociedade Ponto Verde, percorreu o município de Vagos, onde foi conhecer os hábitos dos seus habitantes no que diz respeito à reciclagem de embalagens. De acordo com os resultados obtidos através de questionário realizado a 1.010 lares, 80% dos inquiridos faz a reciclagem de embalagens usadas.
Leia a notícia completa na edição de 20 de novembro de 2014 do Jornal da Bairrada

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Feira dos Lagos: Junta de Freguesia de Soza vai começar a taxar


A Junta de Freguesia de Soza vai passar a taxar, a partir de janeiro, os feirantes que montarem banca na feira mensal dos Lagos. O anúncio foi feito pelo presidente Fernando Vieira, sendo a taxa a cobrar, variável, entre os cinco e os dez euros, conforme o tipo do negócio. Uma sobretaxa fixa será ainda cobrada a quem quiser utilizar água e eletricidade.
Tais montantes vão “contribuir para o pagamento do salário”, ao funcionário que presta serviço a tempo inteiro na Junta, disse o autarca, que não está satisfeito com as críticas sobre a realização da feira, feitas pela Câmara e também pela oposição.
Em causa está, segundo Fernando Vieira, o facto de o certame, ao dia 10 de cada mês, se estar a realizar em terrenos pertencentes à Câmara, sem que a Junta tenha tido autorização prévia para tal.
O presidente da Junta de Soza, para quem a criação da feira veio, alegadamente, “ferir suscetibilidades de muitas pessoas”, admite não ter, para já, a situação devidamente regularizada. Contudo, garante que a autorização terá sido pedida e concedida “verbalmente”.
Contactado por JB, o presidente da Câmara, Silvério Regalado, confirma que aqueles terrenos são municipais e que houve um pedido feito mais tarde, mas para que “a Câmara contribuísse para a preparação dos mesmos, pedido a que respondemos positivamente, com a cedência de manilhas e de máquinas”.
Outra “queixa” do autarca de Soza diz respeito à plantação de árvores, no recinto. Fernando Vieira confirma que se deslocou ao horto municipal, para ver “as que poderiam ser dispensadas”. Solicitou-as por ofício, mas em conversa com o presidente da câmara, ficou a saber que não seriam cedidas.
As razões, confirmou Silvério Regalado, prendem-se com o facto da autarquia ter outros planos para ali. “Não queremos condicionar aquela área, porque pretendemos ter ali uma intervenção que visa aproveitar aquele espaço das captações de água de Soza, que são de uma beleza natural única”.Silvério Regalado acrescentou ainda que, “em cerca de um ano de mandato, foi o primeiro pedido que negámos ao presidente da Junta”, Fernando Vieira, eleito pelo CDS.
Recorde-se que a feira mensal dos Lagos foi um dos “compromissos” assumido pela Junta de Soza quando tomou posse. Inaugurada a 10 de julho, contou com a presença de 160 feirantes. Um “sucesso”, diz Fernando Vieira, sublinhando que hoje a feira se encontra “consolidada e ajustada na relação do número de feirantes/clientes”.
Eduardo Jaques/Colaborador

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

4.ª Gala do Desporto Jornal da Bairrada – Câmara Municipal de Vagos


Desfile de campões em noite de reconhecimento público

O Jornal da Bairrada promoveu, pelo quarto ano consecutivo, um grande encontro do desporto da Bairrada com a entrega de galardões a atletas, técnicos, clubes, dirigentes e entidades. O grande palco deste grande acontecimento ocorreu no Pavilhão Dr. João Rocha, em Vagos, inserido na 4.ª Gala do Desporto do Jornal da Bairrada, que este ano contou com a parceria da Câmara Municipal de Vagos.
O objetivo visou reconhecer e premiar publicamente o mérito de atletas, clubes, dirigentes desportivos, treinadores, árbitros e entidades que mais se destacaram na prática das suas modalidades nos concelhos de Oliveira do Bairro, Anadia, Águeda, Cantanhede, Mealhada e Vagos na época desportiva de 2013/2014.
Numa noite de muito glamour foram 13 as categorias que foram distinguidas, onde não houve vencedores nem vencidos, pois no grande desfile de todos aqueles que subiram ao palco, principalmente nas cinco categorias nomeadas, todos ganharam, todos foram reconhecidos.
O ciclismo esteve em destaque, com Nelson Oliveira (Lampre – Merida) e Ivo Oliveira (Clube de Ciclismo da Bairrada), a receberem o prémio Atleta do Ano e Revelação do Ano, respetivamente.
O prémio Dirigente do Ano foi atribuído a Alcindo Henriques, o grande mentor da Associação de Kempo Chinês de Vagos – Artes Marciais.
O concelho de Vagos esteve também em destaque e, ao jogar “em casa”, mereceu as honras do muito público presente. A equipa de estafetas 4×400 metros do GRECAS, levou para casa o prémio de melhor equipa do Ano, enquanto Márcio França foi condecorado como melhor treinador, ele que treina a equipa de iniciadas feminina do Colégio de Calvão.
A Academia CantanhedeGym venceu a categoria de Associação Desportiva do Ano, noutra modalidade, a ginástica, que também esteve em destaque, com vários atletas (ACG e Clube de Ginástica do IPSB) a serem distinguidos com o Mérito Desportivo.
Em noite tão especial para a maioria dos premiados, a entrega do prémio Carreira a Mário Cordeiro, que conta com 50 anos de carreira como atleta, treinador, dirigente desportivo e associativo, comoveu em palco o homenageado, pois não contava com tal distinção. Outro momento sentido foi a entrega do prémio Memória aos filhos de Alfredo Rodrigues Ferreira, Cristina e Alfredo Neves.
Há 30 anos ligado ao Oliveira do Bairro Sport Clube sem qualquer pausa (atualmente é massagista dos juniores), Manuel Marques recebeu o prémio Dedicação, ele que também não contava com a surpresa que lhe foi reservada.
Nos restantes prémios, a Câmara Municipal da Mealhada recebeu o prémio Incentivo, enquanto o prémio Alto Prestígio foi entregue à Câmara Municipal de Vagos.
O júri da Gala atribuiu o prémio Especial do Júri à organização do Pateira CUP, naquele que é o torneio de maior dimensão nos seis concelhos da Bairrada.
Atletas, dirigentes, treinadores e entidades oficiais mereceram esta singela homenagem promovida pelo Jornal da Bairrada, que agradece a todas as personalidades presentes ligadas a várias modalidades, tal como o grande contributo da Câmara Municipal de Vagos no êxito da Gala.

Manuel Zappa

Posted in Destaque, Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos: Padre João Sarrico deixa arciprestado


Pároco de Santo André e Fonte de Angeão de Vagos, durante mais de uma década, João Sarrico foi “dispensado” pelo bispo de Aveiro, após ter manifestado “repetidamente” o desejo de se retirar. Aos 85 anos, reside agora na casa sacerdotal, depois do trabalho apostólico prestado no arciprestado de Vagos, nomeadamente em Soza, entre 1974 e 1984, e Covão do Lobo.
Para o substituir foi nomeado o padre Fernando Lacerda Ferros (42 anos), missionário espiritano, que já tomou posse como administrador paroquial. Natural da freguesia de Fragoso, concelho de Barcelos, foi ordenado em 2004 por D. José Ortiga, bispo de Braga. Um ano depois rumou a Cabo Verde, como vice-diretor do seminário menor da Congregação do Espírito Santo. Neste país, onde se manteve durante cerca de oito anos, para além de professor de Filosofia no Colégio das Irmãs do Amor de Deus, exerceu ainda funções pastorais numa paróquia nos arredores de Bissau.
Nas “mexidas” operadas no arciprestado, destaque ainda para a saída dos padres Manuel Lopes e José Tavares. Membros da comunidade de missionários combonianos, sedeada em Calvão, detinham responsabilidades nas paróquias de Covão do Lobo, Ponte de Vagos e Santa Catarina. Para o seu lugar foi colocado o padre Abílio Simões, da comunidade da Maia. Possui larga experiência missionária em terras africanas, nomeadamente na República Democrática do Congo.
Eduardo Jaques/Colaborado

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

Vagos: Orçamento de 17 milhões em ano de consolidação de esforço


O orçamento municipal para 2015 foi aprovado há dias, por maioria, e vale um pouco mais de 17 milhões de euros.
Uma redução de 5,28% em relação a 2014 (e já este ano havia baixado cerca de seis milhões), na linha do “esforço de ajustamento” para diminuir o endividamento total do município, que, segundo fonte camarária, tem sido “ultrapassado com sucesso”. Recorde-se que, em 2012, foi assinado, com a Direção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF), um contrato de empréstimo por 14 anos, no valor de 3,5 milhões de euros.
Do documento, agora aprovado, ressalta, mais uma vez, a preocupação de “não onerar os vaguenses”. Um objetivo que “foi uma vez mais atingido”, o que faz de Vagos “um dos municípios, do país e da região, com uma menor carga fiscal, para os munícipes e para as empresas”.

Leia mais na edição impressa ou digital do Jornal da Bairrada

Posted in Por Terras da Bairrada, VagosComments (0)

4.ª Gala do Desporto JB em Vagos no dia 15 de novembro


O Jornal da Bairrada vai organizar, pelo quarto ano consecutivo, este ano com o apoio da Câmara Municipal de Vagos, a sua Gala do Desporto.

Esta 4.ª Gala do Desporto Jornal da Bairrada/Câmara Municipal de Vagos tem como objetivo reconhecer e premiar publicamente o mérito de atletas, clubes, dirigentes desportivos, treinadores e outras entidades que mais se destacaram na prática das suas modalidades nos concelhos de Oliveira do Bairro, Anadia, Águeda, Cantanhede, Mealhada e Vagos na época desportiva de 2013/2014.

A época compreenderá o período desportivo entre setembro de 2013 a setembro de 2014.

A 4.ª Gala do Desporto terá lugar a 15 de novembro de 2014, às 21h, no Pavilhão Municipal de Vagos. A entrada é livre. O espetáculo está também garantido, com a presença da Fanfarra Kaustika, Demo Team e Grupo Zumba Vagos.

Serão atribuídas 14 categorias de prémios: Atleta do Ano; Revelação do Ano; Treinador do Ano; Equipa do Ano; Dirigente do Ano; Associação Desportiva do Ano; Prémio Dedicação; Prémio Especial do Júri; Prémio Carreira; Prémio Personalidade Desportiva do Ano; Prémio Incentivo; Prémio Memória; Alto Prestígio e Mérito Desportivo.

Os prémios, depois de aprofundada pesquisa e adequada seleção, são da exclusividade do Júri da Gala.

 Já são conhecidos os nomeados para as cinco principais categorias. São eles:

 ATLETA DO ANO

Atribuído ao atleta que na época 2013/2014 se evidenciou em termos desportivos em prol do seu clube.

Nomeados

Nelson Oliveira (Lampre – Merida) – Campeão Nacional de Fundo e Campeão Nacional de Contrarrelógio na categoria de Elite. 7.º classificado no contrarrelógio no Campeonato do Mundo de Estrada, naquela que foi a melhor classificação de sempre para Portugal.

Diogo Mendonça – Então jogador do SC Fermentelos (agora no Anadia FC), autor de 59 golos na época 2013/14

Simão Neves (Anadia Squah Clube). Campeão nacional Sub-13. Campeão ibérico em Sub-13.

 

 EQUIPA DO ANO

Atribuído à equipa que teve um desempenho assinalável em termos desportivos ou outro digno de realce.

Nomeados

Iniciadas Femininas Voleibol do Colégio de Calvão

Grupo de Amigos da Pesca Desportiva da Poutena

Estafetas 4x400mts do GRECAS

 

TREINADOR DO ANO

Prémio ao treinador que desenvolveu um trabalho de relevo ao serviço de um clube dos concelhos de Oliveira do Bairro, Anadia, Águeda, Cantanhede, Mealhada e Vagos, ou noutro que elevou os nomes dos referidos concelhos.

Nomeados

Márcio França – Treinador de Iniciadas de Voleibol do Colégio de Calvão

Herlander Marcos – Treinador do GRECAS

Fernando Silva – Treinador do Sporting Clube de Fermentelos

DIRIGENTE DO ANO

Prémio atribuído ao dirigente desportivo que tenha desenvolvido um trabalho de relevo no âmbito do dirigismo local.

Nomeados

João Dias – Presidente da Academia CantanhedeGym

Alcino Henriques – Presidente da Associação de Kempo Chinês de Vagos

Sérgio Santos – Presidente do Sangalhos DC

ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DO ANO

Prémio atribuído à Associação Desportiva que tenha tido um desempenho de relevo ao nível do fomento e desenvolvimento desportivo e ao nível da sua ação na sociedade civil.

Nomeados

Grupo Desportivo da Pateira

GRECAS

Academia CantanhedeGym

Posted in Destaque, Gala do DesportoComments (0)

Ad Code

Pergunta da semana

Acredita na Astrologia?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com