Recortes.pt Leia no Recortes.pt

Tag Archive | "teatro"

Anadia: “Filho da treta” vai ao Cineteatro


José Pedro Gomes e António Machado vão trazer o “Filho da Treta” a Anadia, para uma apresentação única, no Cineteatro Anadia, no próximo dia 4 de fevereiro, pelas 21h30.
O nosso conhecido Zezé “prossegue a sua luta contra o bom-senso, a solidariedade, o trabalho e outros conceitos primeiro-mundistas, desta vez na companhia de Júnior, que anda de bicicleta desmontável. Zezé, ao nível da deslocação, continua a polir a ponta do sapatinho de verniz com cuspe. Mas é um cuspe mais sábio… Antigamente, a vida era uma selva. Agora, a vida é uma selfie. Toda a treta se dispersou e cresceu nas redes sociais e os especialistas têm tido alguma dificuldade em encontrar a genuína conversa da treta. Mas quem é vivo sempre falece, e também sempre aparece. Nada se perde, tudo se transforma – o código genético da Treta renasce com a assustadora e nada aguardada peça de teatro FILHO DA TRETA. Numa comovente irritação entre duas gerações perdidas, discutem-se as tascas gourmet, os refugiados, os paus de selfie, as novas famílias e outras pragas que assolam o mundo moderno deste saudoso bairro em vias de extinção”.
A peça tem texto de Filipe Homem Fonseca e de Rui Cardoso Martins e com encenação de Sónia Aragão.
Os bilhetes já se encontram à venda e podem ser adquiridos no Cineteatro às sextas-feiras e sábados, das 20h às 23h, e no dia do espetáculo, a partir das 14h. O bilhete de ingresso tem um custo de dez euros, com 50% de desconto para os portadores dos cartões Anadia Jovem e Anadia Sénior.

Posted in AnadiaComments (0)

No Cineteatro de Anadia: “O Baluarte” estreia “O alfaiate valentão”


O Grupo Recreativo e Cultural “O Baluarte” sobe à cena, no próximo dia 18 de dezembro, pelas 15h, para estrear, no Cineteatro Anadia, a sua mais recente produção: a peça de teatro infantil “O Alfaiate Valentão”.
Baseada no conto dos irmãos Grimm, esta peça apresenta o otimismo e a confiança como atitudes fundamentais que devem caraterizar a nossa postura ao longo da vida. “O Alfaiate Valentão” mostra-nos que, “com ousadia, trabalho e honestidade, os muros que nos confinam limitam-se a ser os degraus de uma escada que subimos para ultrapassarmos todos os horizontes”.
A adaptação deste conto, pelo grupo de teatro “O Baluarte”, traduz-se num diálogo mais contemporâneo, que nos permite sorrir e cantar – é que, de acordo com a mensagem do conto, “se um alfaiate pode casar com uma Princesa, eu…”. Esta história, escrita em 1814, faz parte da obra imensa que os irmãos Jacob Grimm e Wilhelm Grimm, nascidos em Berlim em 1785 e 1786, respetivamente, criaram para a imortalidade, povoando os sonhos de gerações de crianças e não só.
Os bilhetes para este espetáculo já se encontram à venda e podem ser adquiridos no Cineteatro Anadia às sextas-feiras e sábados, das 20h às 23h, e no dia do espetáculo, a partir das 14h.
O bilhete de ingresso para este espetáculo tem um custo de 3,5 euros, com 50% de desconto para os portadores dos cartões Anadia Jovem e Anadia Sénior, e também para menores de 12 anos.

Posted in AnadiaComments (0)

Anadia: Câmara Municipal leva 720 crianças ao teatro


Levar as crianças ao Cineteatro Anadia para assistirem à peça “Robertices”, pela companhia de teatro infantil AtrapalhArte, foi a forma escolhida pela Câmara Municipal de Anadia para assinalar o Dia Mundial do Teatro, no passado dia 23 de março.
Assinalada oficialmente a 27 de março, a efeméride foi comemorada antecipadamente em virtude das celebrações pascais, permitindo, assim, a participação das crianças que frequentam o pré-escolar e os centros de atividade de tempos livres (ATL) das instituições parceiras da Rede Social, e ainda daquelas que integram os projetos municipais “SER + em Anadia” e “Férias Desportivas e Culturais – Páscoa 2016”.
O evento decorreu no âmbito do Plano de Ação que a Rede Social de Anadia traçou para o corrente ano, e foi promovido por um núcleo dinamizador constituído pela Câmara Municipal de Anadia, pelo Centro Social de Anadia e pelo Centro Cultural e Recreativo de Poutena. Apresentada em três sessões, a peça foi vista por cerca de 720 crianças, muitas das quais corresponderam ao repto dos atores para participarem no espetáculo, contribuindo, assim, para o tornar ainda mais divertido. Foi, aliás, bem evidente a diversidade das reações manifestadas pelas crianças ao longo das sessões, sendo percetíveis expressões de alegria e de interesse, sempre acompanhadas de gargalhadas e interação com os elementos do AtrapalhArte.

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

Anadia: APPACDM promove espetáculo único


A APPACDM (Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental) de Anadia promove, esta quinta e sexta-feira (dias 3 e 4), o Festival d’Arte – um espetáculo único, de rara beleza, de artes performativas. Pelo palco do Cineteatro de Anadia, vão passar atuações musicais, de dança e de teatro inclusivos. No mesmo local, vai estar patente uma exposição de pintura, com trabalhos de diversos artistas da APPACDM e da comunidade.
Sobre o evento falámos com Madalena Cerveira, presidente da direção, que recordou a 1.ª edição do festival: “era uma novidade e houve uma afluência jeitosa e o espetáculo foi muito bonito”. Uma iniciativa que cresceu de forma sustentada, já que a 2.ª edição teve ainda maior afluência.
Daí que as expetativas em relação a esta 3.ª edição sejam grandes: “espero que este festival decorra muito bem e que seja a melhor edição de todas e que a comunidade adira em peso”.
E é neste apelo que lança a toda a comunidade anadiense que Madalena Cerveira revela a importância que o festival tem para estes jovens tão especiais. “Desejo que a comunidade venha ver e sentir aquilo que os nossos meninos fazem. Não ficam atrás de nenhum artista.”
Aliás, refere que a arte é importante porque “eles gostam de ser acarinhados e aplaudidos quando fazem algo. Ficam muito felizes e têm-se revelado aqui grandes atores e dançarinos porque se empenham muito em tudo o que fazem.”
O espetáculo que vai estar em palco durante estes dois dias é o culminar do trabalho desenvolvido durante o ano e que se vai traduzir, acredita Madalena Cerveira, “numa noite memorável”.
Por isso, deseja que a população se aperceba do que é o cidadão com deficiência, do que eles conseguem fazer, para além de serem muito sensíveis: “um bater de palmas, um beijo, um sorriso, é um reconhecimento enorme”.

Instituição referência. Com 25 anos de existência, a APPACDM de Anadia é uma das instituições mais jovens do país nesta área, mas também uma das que tem evoluído de uma forma consistente em relação às suas congéneres, seja em infraestruturas, seja em recursos humanos.
“Não podemos esquecer que a instituição, desde a primeira hora, tem contado com um apoio excecional por parte da Câmara Municipal de Anadia e por parte das empresas da região e do concelho que nunca nos dizem ‘não’”, destaca Madalena Cerveira, para quem foram e são os “muitos e muitos amigos que nos permitem avançar e fazer desta uma grande instituição”.
A atual responsável destaca o papel de Acácio Lucas (fundador e presidente da APPACDM durante vários anos) na aposta em várias frentes, sem medo ou receio, permitindo à instituição ter hoje as infraestruturas que tem e apoiar um número considerável de utentes.
Contudo, Madalena Cerveira não deixa de lamentar que as famílias não apareçam muito nas iniciativas que vão sendo dinamizadas. “A maioria são pessoas já com alguma idade (pais) porque os nossos utentes também já têm uma idade avançada”, reconhece, sublinhando que os pais mais jovens vão aparecendo: “o apelo que faço é a esses, que nos acompanhem, que apareçam porque esta casa é também deles.”
A terminar, avança que já se veem mais instituições a apostar na arte e neste tipo de festivais e com atividades culturais, porque estes intercâmbios permitem que todos partilhem experiências.

 

(leia mais na edição em papel ou e-paper)

Posted in A. da Gândara, BairradaComments (0)

ANADIA: Câmara leva 800 crianças ao teatro


A Câmara Municipal de Anadia vai assinalar o Dia Mundial do Teatro e levará cerca de 800 crianças a conhecer “O Senhor Empreendedorismo”, que, no dia 27 de março, se apresenta no Pavilhão dos Desportos de Anadia, a partir das 14h.
Nesta peça, o Senhor Empreendedorismo conversa com a Maria Menina e expõe alguns argumentos e explicações que a poderão ajudar a desenvolver as suas competências empreendedoras. A peça tem por base o livro, com o mesmo título, de Narciso Moreira, ilustrado por Ana Sofia Leite e prefaciado por António Câmara.
No âmbito desta apresentação teatral, serão entregues à biblioteca municipal e a cada instituição social e biblioteca escolar um exemplar da obra, permitindo-lhes, assim, continuar a abordar esta temática noutros contextos.
Nesta ação, prevista no plano de ação da Rede Social de Anadia para 2015, a autarquia conta com a colaboração do Centro Social Maria Auxiliadora de Mogofores e do Centro Social, Cultural e Recreativo de Avelãs de Cima, elementos do Núcleo Dinamizador daquela rede. A atividade dirige-se a crianças que frequentam as instituições sociais do concelho.

Posted in Anadia, BairradaComments (0)

“O teatro é a arte por excelência do povo português”


O teatro é a manifestação artística mais querida dos portugueses. “Ou porque já fizeram, ou porque experimentaram, ou porque já foram ao teatro – é a arte por excelência do povo português”, afirmou com plena convicção o ator Almeno Gonçalves. Na cafetaria do Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, em Oliveira do Bairro, no dia 27 de fevereiro, e tendo como base de conversa “O teatro fora dos grandes centros”, o ator considerou que “há uma apetência muito grande do povo português para o teatro” e que fora dos grandes centros, “nota-se uma enorme vontade das pessoas de ir ao teatro”.
O segundo “Conversas ao Café”, fruto de uma parceria entre a Câmara Municipal de Oliveira do Bairro e o Jornal da Bairrada, com o apoio da Província FM, resultou numa agradável troca de ideias e a constatação de alguns contra-sensos. Como por exemplo, o facto de atualmente haver tantos e tão bons equipamentos culturais pelo país fora e tão pouco apoio à cultura.
O ator lamentou que a cultura seja, erradamente, “a primeira coisa onde as pessoas – e o próprio Estado – cortam”, mas congratulou-se pelo facto de haver câmaras municipais que apostam nesta área. “Um exemplo máximo é este equipamento onde nos encontramos – tendo tudo começado no Silveiro [Centro Cultural Élio Martins – UDRCS], numa pequena sala.” A amizade gerada com o presidente da União Desportiva do Silveiro, Paulo Martins “e a forma extraordinária como sempre fomos recebidos” ajudou a que Almeno Gonçalves, através da produtora Sola do Sapato, já cá tenha estado a promover dez espetáculos, quatro deles estreias, no papel de ator ou encenador.

“O teatro é a minha casa”

Ao longo de hora e meia de conversa, Almeno Gonçalves recordou momentos chave de um percurso com mais de 30 anos. É no teatro, em cima de um palco ou no papel de encenador, que se sente realizado, apesar de, pontualmente, passar para a frente das câmaras, participando em séries e telenovelas e com passagens também pelo cinema. “O teatro é a minha casa. Eu entro numa sala de espetáculos e reconheço tudo o que está ali. Na televisão é tudo mais frio, desde logo falta-nos a plateia. A energia que se estabelece num palco, entre os atores e o público é impagável, inebriante, fantástica.”
No dia 27 de março, Dia Mundial do Teatro, Almeno Gonçalves e a produtora Sola do Sapato regressam a Oliveira do Bairro, com a peça “Sílvia”, uma comédia onde o humor e a ternura se misturam e onde a protagonista é… uma cadela.

Leia a reportagem completa na edição de 5 de março de 2015 do Jornal da Bairrada

Posted in Bairrada, Destaque, Oliveira do BairroComments (0)

Almeno Gonçalves é o próximo convidado das “Conversas ao Café”


“O teatro fora dos grandes centros” é o mote para mais um “Conversas ao Café”, na Cafetaria do Quartel das Artes Dr. Alípio Sol, em Oliveira do Bairro. Uma iniciativa conjunta do Jornal da Bairrada e da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro.
No dia 27 de fevereiro, sexta-feira, a partir das 21h, vamos estar à conversa com Almeno Gonçalves. A um mês do Dia Mundial do Teatro, o ator vem a Oliveira do Bairro contar a sua experiência, que passa pelo cinema, televisão e teatro.
A “Conversa ao Café” será moderada pela diretora do JB, Oriana Pataco, e pelo jornalista João Paulo Teles. Será transmitida em direto pela Rádio Província.

Posted in Bairrada, Destaque, Oliveira do BairroComments (0)

Câmara apoia Companhia de Teatro Viv’Arte com 130 mil euros e uma sede provisória


vivarte

A Câmara Municipal de Oliveira do Bairro vai apoiar a Companhia de Teatro Viv’Arte – Laboratório de Recriação Histórica, em 130 mil euros, a serem pagos em tranches anuais até 2017. O protocolo entre as duas partes foi aprovado, por unanimidade, na última reunião de Câmara de 2014, realizada no dia 29 de dezembro.
De acordo com o protocolo agora aprovado, e segundo Mário João Oliveira, presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Bairro, um dos objetivos do apoio passa por “tornar o concelho de Oliveira do Bairro numa plataforma de centralidade cultural, promovendo a circulação de artistas e intervenientes culturais, nacionais e internacionais, e gerando oportunidades de criação de estruturas e/ou artistas emergentes, fomentando as indústrias criativas”.
Leia mais na versão digital do seu JB.

Posted in Bairrada, Oliveira do BairroComments (0)

Mealhada: Escola de teatro da Aguarela de Memórias abre em dezembro


O Cineteatro Municipal Messias vai acolher, a partir de dezembro, a Escola de Teatro Infanto-Juvenil Aguarela de Memórias. Um projeto para crianças e adolescentes, coordenado pela professora e encenadora Ana Lúcia Xavier, com o apoio da equipa de teatro da associação Aguarela de Memórias.
O objetivo deste projeto é trabalhar a criatividade e fomentar o gosto pelas artes cénicas junto deste público infanto-juvenil, que vai ser dividido em duas turmas, uma dos 6 aos 10 anos e outra dos 11 aos 15 anos. As aulas têm a duração de uma hora e decorrem aos sábados de manhã, em dois horários distintos: das 10h30 às 11h30 e das 11h30 às 12h30.
A frequência nas aulas tem um custo de 10 euros por mês. As inscrições já estão a decorrer e podem ser efetuadas até ao próximo dia 28 de novembro para o e-mail aguarela.memorias@gmail.com.

Posted in Bairrada, MealhadaComments (0)

Aguarela de Memórias celebra 4.º aniversário


A companhia de teatro Aguarela de Memórias vai festejar o quarto aniversário no próximo dia 22 de novembro, na Casa Rural Quinhentista, na Pampilhosa.
A efeméride será marcada, a partir das 21h30, pela apresentação do Concerto por Scherzando com a Orquestra e Coro Infanto-Juvenil da Escola de Música da Tuna Souselense, seguindo-se “Ode Triunfal”, de Fernando Pessoa, por Isabel Cristina Rodrigues, da Universidade de Aveiro.

Posted in Bairrada, MealhadaComments (0)

SFImobiliaria

Blogues recomendados


Cagido

PROFESSORA PALMIRA, ONTEM, HOJE E SEMPRE # 2
   Em cada um de nós houve professores e professoras, que nos marcaram mais …


Notícias de Bustos

ADEUS!
Chegou o momento da despedida. O blogue “Notícias de Bustos” termina a sua …


Portal de Nariz

RECORTES DO QUOTIDIANO – A Nova etapa do Portal de Nariz
VEJA AQUI A NOVA PÁGINA DO PORTAL DE NARIZ

Pergunta da semana

É assinante do Jornal da Bairrada?

View Results

Loading ... Loading ...
Newsletter Powered By : XYZScripts.com