Depois de uma semana de paragem, a expectativa era saber quem regressava melhor. Foi uma jornada em vão.
O Anadia perdeu em Coimbrões, num jogo em que os Trevos se queixam da arbitragem. A equipa não ganha desde a 3.ª jornada, e mesmo não estando mergulhada abaixo da linha-de-água, o cerco começa a apertar-se.
Pior está o Pampilhosa, que averbou a segunda derrota consecutiva no seu terreno, diante do Cesarense. Os ferroviários perderam excelente oportunidade de saírem da zona de despromoção.
Em casa, o Oliveira do Bairro, depois de estar a vencer por 2-0, deixou fugir a vitória na segunda parte, num jogo marcado pela arbitragem, que penalizou sobremaneira os Falcões, que também se podem queixar de si próprios ao terem falhado uma grande penalidade. Com este empate, não foram capazes de encurtar distâncias, pois o líder Monsanto perdeu no terreno do Nogueirense.
2-O Anadia fará a recepção ao Gondomar, adversário que assumiu a subida de divisão, mas que neste momento está a 8 pontos da liderança. É uma equipa experiente, num jogo em que os Trevos terão que arrepiar caminho caso não queiram descer na classificação.
Em Espinho jogam dois aflitos, com os homens da Costa Verde a receberem o Pampilhosa. A ansiedade deverá tomar conta das duas equipas.
Jogo de candidatos em Alcanena. Monsanto – Oliveira do Bairro é o jogo da jornada. A maior responsabilidade do jogo é dos bairradinos, que tudo farão para não deixar o seu opositor fugir na clasificação. Jogo para tripla.

Manuel Zappa