A Câmara de Aveiro (PSD/CDS-PP), juntamente com os Serviços Municipalizados e um conjunto de empresas municipais, criou uma central de compras de forma a conter as suas despesas, anunciou ontem a autarquia.

Com esta nova medida, que faz parte do projecto de saneamento financeiro do município, a autarquia espera “obter alguns ganhos ao nível das despesas de todas as entidades envolvidas”.

Segundo nota camarária, o objectivo desta central de compras é levar a cabo, de forma articulada, os procedimentos de contratação e os respectivos contratos em diversas áreas, como combustíveis rodoviários, energia e gás, equipamento informático, comunicações, higiene e limpeza, refeições confecionadas e vigilância e segurança, entre outros.

A autarquia realça que as compras conjuntas podem trazer benefícios financeiros – que proporcionam um maior poder de compra devido à maior procura -, e administrativos – traduzidos numa maior eficácia e menor gasto face as aquisições individuais.

A minimização de tarefas e prazos e a possibilidade de se potenciar o mercado na oferta de produtos mais amigos do ambiente e de soluções inovadoras, são outras das vantagens.

Além da autarquia, a central de compras abrange os Serviços Municipalizados, a EMA – Estádio Municipal de Aveiro, a empresa municipal de mobilidade MoveAveiro, e a TEMA – Teatro Municipal de Aveiro, podendo ainda ser integrados novos parceiros que “tenham ligação substancial ao município”.

O município de Aveiro será o representante do agrupamento e ficará responsável pela condução de todos os procedimentos de formação de contratos a celebrar.