O gerente da Hegisantos – Produtos de Higiene e Limpeza Lda. viu cumprido um sonho antigo, na passada sexta-feira, dia 16 de junho, com a inauguração de um novo espaço onde, para além de armazém e escritório, fica agora disponível um showroom com loja aberta ao público.
O espaço “Francisco dos Santos”, assim chamado em memória do fundador da empresa, pai do atual gerente Rui Santos, abriu na Zona Industrial de Oiã, deixando assim a Zona Industrial do Paraimo, onde a empresa se encontrava sediada desde 2009.
A abertura deste espaço já vinha sendo pensada há muito, no entanto, como confirmou Rui Santos ao JB, “queríamos dar um passo de cada vez; primeiro, concluímos a certificação [em 2013] e agora também queríamos encontrar o local certo para abrir este espaço”, o que acontece agora.
Esta é a primeira loja/showroom a abrir no país, neste ramo de atividade, acredita Rui Santos, que garante não conhecer mais nenhuma no género. O facto de agora estar mais perto dos acessos à A1 e à A17 também vai permitir a expansão da empresa. “Isto permite-nos aumentar a área comercial, para além do distrito de Aveiro. Em Coimbra arrancamos no próximo mês e o próximo passo será Viseu.”
A Hegisantos estava essencialmente direcionada para indústria e IPSS’s. Entretanto, a gerência entendeu diversificar um pouco a atividade, “entrar no canal Horeca e no ramo da hotelaria e restauração, uma vez que Aveiro tem muitas empresas neste ramo; e também trabalhar melhor a indústria”.
A razão apontada para a abertura de loja ao público prende-se com a cada vez maior procura. “O nosso produto é um produto profissional que tem preços equiparados ao preço doméstico (do supermercado) e queríamos dar ao público a possibilidade de o adquirir.” Com esta inauguração, a Hegisantos ganha também um espaço mais dinâmico, “que permite uma maior versatilidade também para os colaboradores, de forma a motivá-los e dar-lhes o conforto como se estivessem em casa”.
A Hegisantos tem hoje 14 colaboradores (eram 10 em 2013) e 220 clientes ativos (mais 50 do que em 2013).
O objetivo a curto prazo, afirma Rui Santos, “é aumentar a faturação e o número de clientes mas, mais importante do que isso, é dar a conhecer a marca Hegisantos”. Para isso, está prevista a abertura de novas zonas comerciais, a nível nacional. A Hegisantos espera este ano ultrapassar os 1.250.000 euros de faturação de 2016 mas, “daqui a 3 ou 4 anos, esperamos chegar aos 2 milhões, 2 milhões e meio de euros”.
A Hegisantos vende produtos na área da limpeza, nos últimos anos diversificou o leque na área da incontinência e da saúde (fraldas, resguardos, cremes hidratantes, gel de banho), área que “já representa mais de 10% do volume anual de faturação”. Segue-se a aposta nos produtos de hotelaria e restauração.
Oriana Pataco