Quando assumiu a equipa  principal do Anadia FC no início de janeiro (estreia com um empate no terreno do Benfica e Castelo Branco), substituindo no cargo Ricardo Sousa, que foi para o Felgueiras, entre Nuno Pedro e a direção do Anadia, ficou deliberado que o treinador iria continuar na época 2018/2019. Por vezes no futebol, o que hoje é verdade, amanhã é mentira, muitas vezes depende dos resultados. A verdade é que o acordo se mantém (o Anadia conseguiu o objetivo da manutenção) e, mal terminou o Campeonato de Portugal, Nuno Pedro já prepara a temporada vindoura, consciente de que terá de começar tudo de novo. É que a maioria dos jogadores que fizeram parte do plantel não irá renovar, uns porque estavam emprestados, outros não entram nas cogitações do treinador bairradino, cuja pré-época irá começar a meados de julho.