Antigo funcionário judicial condenado a cinco anos de prisão

Um antigo funcionário judicial do Tribunal de Vagos e mais recentemente do Tribunal de Oliveira do Bairro, foi condenado, em cúmulo jurídico, a cinco anos de prisão, suspensa pelo mesmo período, pela prática de um crime de falsificação de documento e de três crimes de peculato.

Read More