O dia 18 de Abril de 1970 foi a data escolhida para entrega da Carta Constitutiva do Lions Clube da Bairrada, em cerimónia que decorreu no Hotel das Termas da Curia. Para comemorar a efeméride, 40 anos passados, foi escolhido o Hotel Cabecinho, em Anadia, para realizar um almoço/assembleia, que teve a presença do Governador do Distrito 115 Centro/Norte de Lions Clubes, Companheiro Gaspar Albino, Carlos de Matos, Presidente do Rotary Clube Curia/Bairrada, de alguns convidados amigos do Clube em festa, de Companheiros Lions vindos de 15 Clubes do centro e norte de Portugal e, de Pontevedra- Galiza, uma representação do Clube de Leones.
Saliente-se a presença de todos os companheiros e companheiras do Lions Clube da Bairrada, numa demonstração de unidade e interesse nas actividades do Clube.
Recorde-se que o Clube-padrinho do Clube da Bairrada foi o Lions Clube de Coimbra, que esteve presente na comemoração do aniversário do afilhado com uma numerosa representação.
A assembleia foi presidida pelo presidente Luís Ventura, sendo dirigida depois pelo director Social António Valeroso.
Depois da leitura habitual do “Código de Ética do Lionismo”, pelo lion “Fundador” Mateus Augusto dos Anjos, foi a vez da Secretária do Clube Maria Emília Cristiano fazer a leitura dum texto evocativo do nascimento do Lions Clube da Bairrada e da sua caminhada de 40 anos.
Conforme o programa, foram entregues distinções de perseverança a companheiros com 40, 30, 20 e 15 anos de serviço no Clube e distintivos de presença 100% durante o ano lionístico 2008/2009.
No chamado “Momento de Companheirismo” foi dada a palavra ao presidente do Lions Clube de Coimbra que, em nome de todos os Clubes presentes, dirigiu palavras de congratulação e também de incentivo ao Clube afilhado.
Segui-se uma afectuosa intervenção do companheiro Rotário Carlos de Matos, referindo os laços de companheirismo entre os dois Clubes que, filiados embora em associações internacionais diferentes , têm em comum os mesmos objectivos de serviço desinteressado às comunidades.
Esta agradável tarde de convívio lionístico não terminaria sem a aguardada intervenção do Governador do Distrito Lion, Gaspar Albino que, com a sua palavra amiga e sábia , resultante da ligação afectiva à região bairradina e aos dirigentes do Clube, para além da sua vivência lionística também de 40 anos, incentivou os lions presentes a continuarem na senda do serviço à comunidade, prosseguindo o caminho traçado pelos fundadores do Lions Clube da Bairrada na linha dos objectivos da Associação Internacional. Simples mas significativa troca de lembranças antecedeu o encerramento desta assembleia/almoço, pelo presidente.

Luís Ventura