Economia

AEA queixa-se ao Governo do aumento “brutal” da eletricidade

Numa carta dirigida ao primeiro-ministro, a Associação Empresarial de Águeda reclama e protesta pelo “aumento exagerado, injustificado e brutal dos preços da eletricidade”.

Newsletter Jornal da Bairrada

Ao subscrever está a indicar que leu e compreendeu a nossa Política de Privacidade e Termos de uso.