Emoção e reconhecimento foram sentimentos que se misturaram com tristeza e saudade na hora em que Sangalhos se despediu dos três padres que, ao longo dos últimos anos, estiveram ao serviço da paróquia de São Vicente de Sangalhos.
Mais de oito dezenas de pessoas estiveram presentes no jantar de despedida que decorreu na última sexta-feira, na Estalagem de Sangalhos. Um evento que contou ainda com uma representação da comunidade paroquial de Oliveira do Bairro, que também participou neste jantar de despedida.

Gesto singelo de carinho. Na hora dos discursos, Fátima Ferreira sublinharia que Sangalhos “foi presenteada com trabalho generoso e sabedoria pastoral” dos padres Cruz, Fernando e Belinquete mas que agora, na recta final desta missão, “o encontro que estamos a saborear é um gesto singelo de carinho da paróquia de São Vicente para sublinhar a gratidão de quantos, com a vossa dedicação, se sentiram amparados, mais esclarecidos e estimulados para servir e amar Jesus”.
Também o autarca de Sangalhos, António Floro, realçou as boas relações entre a Junta de Freguesia e a paróquia, agradecendo aos padres “o bom trabalho realizado na paróquia de Sangalhos”, assim como “a aproximação salutar que se estabeleceu entre a Igreja e o poder político local”. Já Joaquim Coelho, em nome da Misericórdia de Sangalhos, aproveitaria para também agradecer “os serviços gratuitos” prestados pelos padres à instituição e “pelo gesto de simpatia, carinho e humanidade” que sempre demonstraram para com a Santa Casa de Sangalhos.
Aos párocos foram entregues diversas lembranças. A Junta de Freguesia ofereceu ao padre Cruz um quadro com fotografias tiradas numa visita ao Aliança Underground Museum aquando da visita pastoral de D. António Francisco dos Santos, Bispo de Aveiro, ao Arciprestado de Oliveira do Bairro e os representantes das paróquias de Oliveira do Bairro e de Sangalhos entregaram lembranças várias, destacando-se as imagens, com banho de prata, entregues pela paróquia de Sangalhos, organizadora do evento, ao padre Cruz (Sagrada Família) e aos e padres Fernando e Belinquete (Última Ceia).

“Parto de consciência alegre e feliz”. Na oportunidade, o padre António Cruz avançou que, no próximo dia 4 de Setembro, será apresentado o novo padre Francisco Martins, em Sangalhos, às 9h30, e às 11h, em Oliveira do Bairro. “Vamos todos estar presentes na missa das 11h, em Oliveira do Bairro. Aí sim serão proferidas algumas palavras de gratidão, pela vossa amizade, e de despedida”. Continuando, disse que “foram anos maravilhosos passados em Oliveira do Bairro e Sangalhos”, recordando que foi ainda D.António Marcelino que lhe pediu, com um ano de antecedência, para tomar conta da paróquia de Oliveira do Bairro e D. António Francisco dos Santos a pedir-lhe que tomasse conta da paróquia de Sangalhos. “Uma tarefa difícil” mas que realizou com muita satisfação, sendo certo que em Sangalhos, a igreja se voltou a encher de fiéis e as crianças voltaram a formar vários graus de catequese.
Isso mesmo foi destacado pelo padre Belinquete: “o padre Cruz foi responsável pela renovação da paróquia de Sangalhos, que todos sabem o estado em que se encontrava.”
Pároco há 36 anos e detentor de uma vasta experiência, o padre Cruz admitiu que nem tudo foi um mar de rosas, “mas com a graça de Deus tudo foi superado e vencido”. Parte, diz, de consciência alegre e feliz e leva consigo muitos amigos no coração. “Foram muitos mais os momentos de alegria e bons e é com alegria, pena e saudade que deixo estas duas paróquias. Saio daqui porque estou ao serviço da Igreja e vou para onde sou necessário. É na mão do bispo que está a minha vida de padre e de pároco”, acrescentou, dizendo que “vou em missão, ao serviço da Igreja e de Cristo”.
Na oportunidade também os padres Belinquete e Fernando agradeceram o gesto da comunidade, realçando que levam Oliveira do Bairro e Sangalhos no coração. “Houve boa colaboração entre a Junta de Freguesia e a paróquia pois cada uma destas entidades soube respeitar-se, sem haver interferências”, afirmou o padre Belinquete. Refira-se ainda que o padre António Cruz ruma para a paróquia de S. Salvador de Ílhavo e será apoiado pelo padre José Belinquete. O padre Fernando Silva será o vigário na paróquia de Santo António de Oliveirinha.

Catarina Cerca
catarina@jb.pt