A Junta de Freguesia de Sangalhos vai ser Posto dos Correios, a partir do próximo mês de junho.
Com o anunciado encerramento da Estação dos CTT de Sangalhos, caberá, agora, à Junta de Freguesia, liderada por António Floro, manter este serviço em funcionamento, diariamente, entre as 9h30 e as 12h30 e as 14h e as 17h.
Após vários contactos, foi possível chegar a um entendimento para a transferência deste serviço para a Junta de Freguesia, muito embora os valores acordados fiquem aquém do desejado pela autarquia sangalhense.
A JB, o autarca António Floro admite preferir receber uma verba muito pequena “que não chega para pagar a um funcionário” do que “sermos acusados de ter deixado sair de cá este importante serviço”.
Neste Posto dos CTT, a funcionar na Junta, todos os serviços vão ser assegurados, incluindo o pagamento de vales de pensões de reforma, correio registado, cobrança de faturas de serviços públicos e a disponibilização de todos os tipos de correspondência e encomendas. De fora ficam apenas as aplicações financeiras, tais como certificados de aforro, que só poderão ser feitas nas Estações dos CTT, em Anadia ou Oliveira do Bairro, por exemplo.
A JB António Floro avança que os dois funcionários da Junta vão ter formação, durante três semanas, e que o atual equipamento dos CTT será adaptado ao novo espaço disponibilizado na Junta de Freguesia.
Por outro lado, está acautelado que os padrões na qualidade dos serviços prestados à população se vão manter, bem como a responsabilidade dos serviços será dos CTT que continuam, através das suas equipas operacionais no terreno, a inspecionar e a garantir a prestação dos serviços de acordo com os padrões contratados.
Acrescente-se que o encerramento da Estação dos CTT ficou a dever-se à reduzida taxa de procura dos serviços na localidade, não justificando os recursos disponibilizados que estavam, segundo os CTT, sobredimensionados.

Catarina Cerca