O prazo limite da obra era fevereiro do corrente ano, mas “afinal tudo continua na mesma”. Falamos da requalificação do antigo cais das Folsas Novas, que este ano não acolheu a 30ª edição do festival do moliceiro, transferido à última hora para a casa-museu de Santo António de Vagos.

O alerta foi deixado pela vereadora Maria Céu Marques, no decorrer da última reunião de câmara. Segundo a vereadora, eleita pelo CDS, que exige, por parte da autarquia, uma tomada de posição junto da Polis da Ria, responsável pela obra, o local envolvente continua nacessível, enquanto a empreitada “marca passo”.

Eduardo Jaques

Leia a notícia completa na edição digital ou impressa.