Foi efetivamente uma “Grande Noite”, de grandes emoções, de expressivas palavras de respeito, de admiração e reconhecimento dirigidas aos galardoados, Albano Jorge e Sangalhos Desporto Clube, mas também de manifestações de arte musical, a que se viveu no passado sábado, dia 23 de maio, no Cineteatro de Anadia. Uma noite que certamente ficará gravada nos anais do Lions Clube da Bairrada e mesmo do município de Anadia.
Foi em silêncio, perante uma plateia repleta de pessoas vindas de todo o município, nomeadamente de Sangalhos, Mogofores e Amoreira Gândara, e num palco ainda sem luz, que os “pequenos cantores de Cluny”, do Colégio de Nossa Senhora da Assunção tomaram lugar para, com a sua extraordinária atuação, iniciarem o enquadramento musical programado para tornar ainda mais agradável esta grande festa.
Sob a batuta do maestro professor Celestino Ortet, que acompanhou com o órgão as várias composições de música coral adaptadas aos muito jovens intérpretes, os pequenos cantores encantaram uma sala rendida à harmonia das suas vozes, ao seu entusiasmo e ao ritmo dos seus movimentos, tributando-lhes um nunca acabar de aplausos.
Antes da sua retirada do palco foi o momento de lhes ser dirigida pela presidente do Lions Clube da Bairrada, Isilda Alves, uma saudação de admiração e agradecimento, que simbolizou na entrega de flores à diretora pedagógica do Colégio, Irmã Idalina Faneca.
Não sabemos se foi ou não premeditado, mas aqueles momentos de silêncio que se registaram na entrada e antes da atuação dos “pequenos cantores”, levaram-nos a pensar que estávamos perante um vazio ou uma grande tela branca, onde algo se iria desenhar e pintar.
Assim aconteceu, pois a seguir às primeiras pinceladas de graça e cor dos “ pequenos cantores” foi a vez da “Orquestra Desigual da Bairrada” , desigual, não por ser desafinada, mas sim por ter como presidente uma senhora, Esmeralda Ferreira, e cada músico vestir a seu modo e cor, além de interpretar composições musicais de géneros e raízes bem diversas.
De resto, o facto de serem diversos os instrumentos utilizados e dispor de um grupo de vozes femininas e masculinas intérpretes de diversas melodias, que constam do seu reportório, fazem deste grupo musical bairradino um caso exemplar de dedicação à música e espírito inovador.

Personalidade do Ano – Albano Jorge. Logo após primeira parte da atuação da Orquestra, chegamos ao primeiro ponto alto do evento, com a atribuição do galardão “Personalidade do Ano”, a Albano Jorge, que não sendo bairradino de nascimento, aqui se radicou há muitos anos, por razões de ordem profissional.
Em virtude da sua inclinação desde muito novo para a representação, iniciou, com o grupo “Baluarte”, de Amoreira da Gândara , um trabalho cultural multifacetado, com relevância para o teatro e para a dança, dedicando especial atenção à juventude da terra.
De caráter profundamente solidário, tornou-se mais tarde elemento ativo da ADABEM – Associação de Dadores Benévolos de Mogofores, promovendo dádivas de sangue , mas fazendo também ação cultural nas áreas do teatro e da música.
A sua biografia foi traçada em “powerpoint” organizado pelo C.L. Alexandre Pereira.
Na ocasião, Albano Jorge, no seu jeito informal, mas sempre com toque de artista, falou do seu percurso de vida familiar e profissional, numa quase conversa em família que motivou alguns sorrisos e aplauso de toda a plateia.
Depois, foi a entrega de placa representativa do galardão, feita pela presidente Isilda Alves e pelo Secretário Alexandre Pereira do Lions Clube da Bairrada, momento sublinhado pela plateia que se levantou para um aplauso emocionante, perante o agradecimento da Personalidade do Ano.

Instituição do Ano – Sangalhos D.C. Seguiu-se a segunda parte do programa da “Orquestra Desigual”, após o que se chegou ao segundo ponto alto do evento, com a entrega do galardão “Instituição do Ano” ao Sangalhos Desporto Clube.
A rica história de 75 anos de vida, completados em 2 de maio passado, desta associação desportiva, foi traçada em “powerpoint” que focou os aspetos mais relevantes da sua atividade, realçando a extraordinária popularidade das equipas de ciclismo e de basquetebol, modalidades de grandes êxitos a nível nacional.
Não deixou de assinalar-se a importância do Clube na formação da juventude de Sangalhos e de toda a região bairradina, dando relevo, através de imagens, de todas as equipas que o representaram desde a sua fundação , em todas as modalidades.
No palco, a instituição foi representada por Feliciano Neves, antigo atleta, hoje, presidente da Assembleia-Geral e por Sérgio Santos, presidente da direção, que receberam das mãos da direcção do Lions Clube da Bairrada a placa representativa do galardão, após o que ambos, em emocionadas palavras, agradeceram em nome do Sangalhos D.C.
Já com a “Orquestra Desigual” em palco para uma atuação de despedida, Isilda Alves agradeceu a todos os que gratuitamente quiseram colaborar nesta festa, à Câmara Municipal e a todas as pessoas que quiseram nela participar.
A terminar, a autarca Teresa Cardoso expressou também a sua satisfação por ter podido estar presente no ponto final desta iniciativa do Lions Clube , desejando felicidades futuras e garantindo estar sempre pronta para novas parcerias.
LV/ ME