A Associação Cultural e Recreativa da Quinta do Perdigão, na freguesia de Vilarinho do Bairro, celebrou, no passado dia 5 de setembro, duas décadas de existência. Uma data marcante que fica assinalada para a posteridade com a inauguração do Parque Desportivo e da Biblioteca que leva o nome do patrono e filho da terra, Raul da Cruz.
O evento, assinalado com toda a pompa e circunstância, foi presidido pela edil anadiese, Teresa Cardoso e por Dinis Torres, presidente da Junta de Freguesia de Vilarinho do Bairro.

Associação com alma e vida. A comemoração dos 20 anos da associação começou na sexta-feira, com uma noite animada por Karaoke.
Mas é o dia 5 que ficará na memória das gentes locais. Após missa campal, celebrada pelo padre Nicolau Barroqueiro, seguiram-se as inaugurações do Parque Desportivo e da Biblioteca, o corte do bolo de aniversário e muita animação musical que só terminou pela noite dentro.
António Cruz lidera esta associação há pouco mais de um ano e as suas primeiras palavras foram de agradecimento pelo apoio prestado pela Câmara Municipal de Anadia e pela Junta de Freguesia, “que acreditaram no nosso projeto”. Falava em concreto das obras de maior vulto agora concretizadas – o campo polidesportivo sintético e a biblioteca, que passa das instalações da sede da associação para a escola primária, que se encontrava desativada há anos. Um espaço que recebeu o nome do seu mentor, Eng.º Raul da Cruz que, ao longo destes anos, ofereceu parte do seu espólio.
Uma mudança que veio não só dar uma nova vida à escola, mas receber todo o espólio em condições muito mais dignas, ocupando uma ampla sala da escola primária.
“Um espaço mais digno, agradável e que honra o seu patrono”, diria, na ocasião, António Cruz.
Num dia de festa que reuniu várias dezenas da populares, foi também inaugurado o campo polidesportivo sintético, orçado em cerca de 25 mil euros e há muito desejado pela população.
Dinis Torres, presidente da Junta de Freguesia, diria ser esta uma associação exemplar na freguesia, “um modelo a seguir, pois sabe receber da melhor forma, colaborando com a autarquia em inúmeras iniciativas e eventos”.
“Uma associação com alma, com vida”, graças às gentes deste pequeno lugar da Quinta do Perdigão que lhe dão corpo, diria ainda. Por isso, Dinis Torres destacou a união das pessoas do lugar, sempre disponíveis “para pegar em causas tão difíceis e dar corpo a um sonho.” Por isso apelidou-as de “gente de muita coragem”, não deixando de recordar todas as direções que, ao longo destes anos, se dedicaram ao engrandecimento desta associação.
Uma associação que passa agora a contar com novas infraestruturas pelas quais “terá de zelar pelo seu bom funcionamento”, concluiu.

Associação é exemplo para o concelho. Na ocasião, e depois de dar o pontapé inaugural no novíssimo sintético, a edil Teresa Cardoso felicitou a associação pelos seus 20 anos e por todo o trabalho realizado, recordando também todos aqueles que, ao longo de duas décadas, “se dedicaram de corpo e alma à associação, ajudando a construir este grandioso projeto, marcado pelo empenho, esforço e dedicação de todos.”
A edil deixaria ainda uma palavra de reconhecimento à população que sempre contribuiu : “é um exemplo”, tal como a associação “que não fica só à espera dos apoios da Câmara Municipal”. Por isso, reconheceu serem ambas “um exemplo para todo o concelho”, em matéria de trabalho e iniciativas realizadas.
A edil Teresa Cardoso deixaria, no entanto, um alerta: “agora é preciso que os projetos e as infraesturas se fortaleçam e o desafio é levar para a frente, dinamizar todo o trabalho desenvolvido”, passando o polidesportivo a servir para atividades desportivas de jovens e de menos jovens da freguesia e do concelho.
Quanto à biblioteca, realçou a parceria que poderá vir a estabelecer-se com a Biblioteca Municipal de Anadia, no âmbito da rede de bibliotecas, por forma a envolver cada vez mais a população com este espaço cultural.
Catarina Cerca
catarina.i.cerca@jb.pt