A 6.ª Feira Social de Anadia, bienal de projetos sociais, é inaugurada no próximo dia 19 de outubro (quarta-feira), pelas 11h, no Pavilhão de Desportos do Complexo Desportivo de Anadia, e estará patente até 22 do corrente, podendo ser visitada entre as 14 e as 18h, com entrada gratuita.

Partilha de saberes e de experiências. Organizada pela Câmara Municipal de Anadia, em parceria com o Núcleo Dinamizador do certame, a Feira Social visa a promoção das potencialidades e dos recursos existentes na área social, divulgando o trabalho desenvolvido no âmbito da intervenção. Destina-se ainda a partilhar experiências de trabalho, contribuir para a reflexão em torno de temáticas da área social, valorizar o trabalho das entidades sociais, e abrir caminhos para um concelho mais solidário.
Contando com a participação ativa das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) e Santas Casas da Misericórdia do concelho, bem como de outras entidades que integram a Rede Social de Anadia, a feira apresentará, ao longo de quatro dias, o trabalho social – respostas sociais, projetos e medidas de política social – desenvolvido e implementado pelo Município de Anadia e pelas 18 instituições sociais do concelho. Na promoção efetiva do trabalho de parceria, e à semelhança do sucedido nas edições anteriores, a feira conta também com a participação de outras entidades do Conselho Local de Ação Social (CLAS), que estarão presentes no stand do CLAS e que irão colaborar em diversas atividades a realizar no âmbito do certame.

Ação “Aquece Anadia, traz um agasalho”. Uma dessas iniciativas é a ação solidária “Aquece Anadia, traz um agasalho!”, uma campanha de recolha de agasalhos (para todas as idades) e de roupas de cama, que está já a decorrer e que, a propósito do Dia Internacional contra a Erradicação da Pobreza e da Exclusão Social (17 de outubro), tem o duplo objetivo de ajudar famílias mais desfavorecidas do concelho e sensibilizar a comunidade em geral para a problemática da pobreza e da exclusão social. Nesta fase, os contributos de cada cidadão podem ser deixados nas instituições sociais, mas, no decorrer da feira, poderão também ser entregues no stand do Município de Anadia, num espaço próprio, devidamente assinalado. Após o terminus do certame, os donativos serão entregues, através da loja social “Salpicos de Carinho”, a famílias cuja carência económica se encontra comprovada e sinalizada por entidades da área social do concelho.
Entre as várias atividades que irão decorrer ao longo dos quatro dias da feira, destaque para a exposição “Objetos Andarilhos”, que estará patente no hall do Pavilhão de Desportos, e que reunirá trabalhos coletivos de utentes de diferentes instituições sociais, realizados no decurso de uma itinerância de diversas peças pelas instituições, ao longo da qual estas foram sujeitas a transformações, sendo o seu aspeto final o somatório desses contributos. No stand do Município de Anadia, os visitantes da 6ª Feira Social poderão obter informações sobre medidas sociais da autarquia, bem como sobre o projeto “A brincar também se aprende!”. Neste espaço estará também patente a exposição “Livro Coletivo”, com livros produzidos pelas instituições sociais, e será possível efetuar a inscrição para obter os cartões “Anadia Jovem” e “Anadia Sénior”. Em cada stand, os visitantes poderão participar na “Selfie Social”, tirando uma fotografia devidamente enquadrados pelas molduras concebidas pelas instituições, e ver, nas redes sociais, uma recordação da sua participação no certame.

Diversas atividades. Na tarde de dia 19 de outubro, a Guarda Nacional Republicana (GNR) irá promover uma demonstração de cavalaria e cinotécnica, e, no dia 21, apresentará a peça de teatro “Frederico, o cinto de segurança!”, que visa sensibilizar os mais novos para a prevenção rodoviária, e que terá como público crianças utentes de instituições sociais.
Na quinta-feira, 20 de outubro, a Misericórdia da Freguesia de Sangalhos promove o “Hospital dos Brinquedos”, uma atividade dirigida a crianças com idades entre os três e os dez anos, e que procura contribuir para a superação do conhecido “medo das batas brancas”, e ajudar as crianças a compreender a situação de doença, promovendo a comunicação com os profissionais de saúde.
Após a 6ª Feira Social de Anadia, no período de 24 de outubro a 14 de novembro, serão ainda realizados, nas instituições sociais, diversos workshops temáticos, dirigidos aos seus profissionais e utentes de respostas sociais das áreas da infância e terceira idade.
O certame dirige-se a todos os cidadãos e a entidades envolvidas na gestão das intervenções sociais, assumindo-se como um espaço de exposição, celebração e partilha de área social, aberto a todos e para todos.