No passado domingo, dia 7 de maio, Anadia viveu mais um evento “Desigual”, desta feita o 1.º Festival de Sopas Desiguais do Concelho de Anadia, que decorreu no edifício do Mercado Municipal da cidade, numa organização da ODB (Orquestra Desigual da Bairrada) que aqui tem a sua sede.
Dez associações aceitaram o repto da ODB e o grande vencedor desta primeira edição foi o Grupo Folclórico de Paredes do Bairro, que organizará, no próximo ano, em Paredes do Bairro, o 2.º Festival de Sopas Desiguais do concelho de Anadia.
Um festival/concurso que deseja tenha realização anual e que visa fomentar a união e o contacto entre as várias associações e coletidades do concelho.
“Fazer um Festival de Sopas não é uma ideia nova mas, neste caso, a  ideia foi reunir todas as  associações do concelho nesta mostra”, revelou a JB Esmeralda Ferreira, presidente da direção da ODB, sublinhando que “um dos objetivos da Orquestra Desigual passa por fazer parcerias e interagir com as diversas associações do concelho.”

Dez associações aceitaram o desafio da ODB. Daí que, após o lançamento do repto, 10 associações aceitaram participar nesta original iniciativa. “Foram realizadas várias reuniões entre os meses de novembro de 2016 e maio de 2017 para elaborar as regras a seguir para o bom desempenho deste evento”, referiu ainda aquela responsável, dando conta de que, chegado o dia desta mostra de sopas, os comensais começaram a chegar por volta das 12h30, prolongando-se o evento pela tarde fora.
 “As pessoas foram chegando e, à entrada, adquiriam o seu kit, que consistia numa malga de barro, guardanapo e colher, copo, um boletim de voto e uma caneta Desigual.”
A partir daqui, munidos com os kits, os participantes puderam, livremente, e sem mais custos, provar de todas as deliciosas sopas, podendo servir-se livremente de  pão,  broa, peças de fruta, vinho, sumo, água, para acompanhar.
 
Ler mais na edição impressa ou digital