Um homem de 46 anos foi detido pela PJ alegadamente por ter ateado um incêndio florestal na noite do passado dia 3 de julho, na zona industrial de Avelãs de Caminho, em Anadia.

O suposto autor do crime, sem ocupação profissional definida, ateou o fogo com recurso a chama direta, em zona de pinheiros e de eucaliptos, pondo em perigo uma extensa mancha florestal, fábricas e habitações aí existentes. Arderam, aproximadamente, 1600 metros quadrados de área florestal graças ao pronto combate efetuado pelas corporações de bombeiros, fruto da sua deteção precoce por populares.

O suspeito já sofreu condenações anteriores pelo crime de incêndio, tendo inclusive cumprido pena de prisão efetiva, não apresentando qualquer motivação racional para a prática dos factos em investigação, tendo atuado num quadro de alcoolismo.

O detido irá ser presente às Autoridades Judiciárias competentes da Comarca de Aveiro para primeiro interrogatório judicial e aplicação das adequadas medidas de coação.

Este ano, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 32 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

(Foto de arquivo)