Célia Alves é a primeira mulher a liderar a Confraria dos Enófilos da Bairrada em quase 40 anos de história. Ciente da responsabilidade do cargo à frente da mais antiga confraria báquica do país, quer fazer um trabalho de continuidade, numa região de pequena escala onde “a diferenciação será sempre pela qualidade”.
Ainda que admitindo que a “maior dificuldade será sempre chegar mais longe, a novos mercados e públicos, consolidando também aqueles onde já estamos presentes”, Célia Alves defende que se aproveitem sinergias, trabalhando em conjunto, de forma a alcançar “objetivos comuns”.

Leia a entrevista completa na edição de 16 de novembro 2017 do JB