A Cantadviser, que faz parte da Green Innovations, grupo de empresas fundado por Jorge Marques e que está ligado a capitais israelitas, vai comprar dois edifícios do Biocant Park. A entrada de capital privado no Biocant Park, feita através da alienação de dois dos seus edifícios (o edifício-sede, por 2 milhões de euros, e o edifício Biocant I, por 1,3 milhões de euros), “insere-se numa estratégia definida para assegurar a consolidação e expansão daquele que é o maior parque de biotecnologia do país”, avança a presidente da Câmara Municipal de Cantanhede. A decisão foi tomada após deliberação camarária de 20 de junho de 2017 e aprovação da Assembleia Municipal, em 30 de junho.
O facto de o Biocant Park ter atingido uma expressão tão relevante como ecossistema de inovação em Biotecnologia e Ciências da Vida colocou a Câmara Municipal de Cantanhede (que controla 99% do capital através de duas associações, a Associação Beira Atlântico Parque – ABAP e a Biocant – Associação de Transferência de Biotecnologia), “perante o desafio de criar condições favoráveis a uma nova etapa de crescimento, o que pressupõe grandes investimentos que a autarquia, por si só, teria sempre dificuldade em continuar a garantir”.

 

Ler mais na edição impressa ou digital