O Município de Cantanhede vai proceder à entrega do 5.º Prémio Literário Carlos de Oliveira, amanhã, sexta-feira, dia 1 de março, em cerimónia pública a realizar no salão nobre dos Paços do Concelho, às 21h.
“A Odisseia do Espírito Santo”, da autoria de António Breda de Carvalho, é a obra vencedora da quinta edição do concurso promovido pela Câmara Municipal de Cantanhede para estimular a criação literária e, simultaneamente, homenagear um dos grandes vultos da literatura portuguesa do século XX.
No decurso da sessão, a apresentação editorial estará a cargo de António Ribeiro, autor de uma dissertação de mestrado que serviu de mote ao romance premiado, seguindo-se a atuação do Cantemus – Coro Juvenil do Município de Cantanhede, que interpretará alguns poemas de Carlos de Oliveira.
O valor do prémio literário dedicado ao autor de “Uma Abelha na Chuva” e “Finisterra. Paisagem e Povoamento” é, recorde-se, de 5 mil euros, verba totalmente suportada pelo Município de Cantanhede, que assegura também a edição da obra vencedora, o que entretanto já aconteceu com “A Odisseia do Espírito Santo”.
O livro explora factos históricos ocorridos na aldeia de Vilarinho (Mondim de Basto) em 1758 e 1759, período durante o qual foi criada uma heterodoxa congregação do Espírito Santo para auxiliar uma mulher possuída por um espírito.
 
Ler mais na edição impressa ou digital