Mais um empréstimo bancário, de médio/longo prazo, para obras de beneficiação da EM 598, que liga Rines a Sanchequias. Após ter sido aprovado, por unanimidade, em dezembro passado, pelo executivo camarário, a proposta foi viabilizada pelo órgão deliberativo, que reuniu há dias. Agora por maioria, com abstenção dos dois deputados socialistas.
Depois de em finais de 2017 ter contraído um primeiro empréstimo bancário de 874 mil euros, para a empreitada em curso, o município avança agora para um segundo, no montante de “até um milhão de euros”. O prazo de utilização decorre até 18 meses, sendo o período de amortização de 20 anos.
Na discussão da proposta camarária, coube ao deputado socialista, Óscar Gaspar, alertar o plenário para o facto da informação disponibilizada referir que o montante, inicialmente previsto para o referido empréstimo “era superior e foi reduzido por recomendação do Tribunal de Contas”. Segundo Óscar Gaspar, a câmara “teimou em pretender violar a lei, e fazer uma proposta acima daquilo que estava previsto”.

Ler mais na edição impressa ou digital