Foi a 15 de maio, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, que Câmara Municipal de Cantanhede formalizou os acordos para uso dos talhões das Hortas Comunitárias.

Os documentos assinados prevêem assim o cultivo de um espaço de horticultura inserido numa área verde, cuja manutenção seja participada, fomentando o espírito comunitário e a apropriação qualificada do espaço público, onde diferentes gerações convivam e troquem experiências. Com a validade de um ano, os acordos visam ainda promover uma alimentação saudável com produtos biológicos, valorizando desta forma também o espírito comunitário na utilização do espaço público.

O Programa contempla também uma forte componente educativa, apresentando em espaço próprio ações de formação sobre técnicas de agricultura biológica, manutenção de espaço público, trabalho comunitário, compostagem e promoção ambiental.
Assim, o projeto inclui conceitos como horta biológica, área de produção agrícola sem a utilização de qualquer produto químico de síntese, em meio de produção biológica e promovendo os ecossistemas naturais, e horta pedagógica, espaço com infraestruturas de apoio para a formação dos utilizadores, onde se realizam as ações de formação, educação e sensibilização, incluindo o cultivo de produtos hortícolas, árvores de fruto, plantas medicinais e aromáticas.