A partir do próximo sábado, dia 29,  e até 12 de outubro, o Comboio Histórico do Vouga vai voltar a circular todos os sábados, entre Aveiro e Macinhata do Vouga, com uma composição formada pela locomotiva diesel de via estreita e três carruagens de madeira do início do século XX.

No entanto, não fica arredada a possibilidade daquela composição poder vir a ser tracionada, ainda este ano, pela histórica locomotiva a vapor E214, recentemente recuperada pela CP e que já se encontra em Sernada do Vouga, disse ao JB o presidente da Câmara de Águeda, Jorge Almeida. 

Este é o terceiro ano consecutivo deste projeto que tem atraído à região turistas e aficionados dos caminhos de ferro e cuja viagem inaugural deste novo ano acontecerá no próximo sábado, contando com a presença dos presidentes da CP e da Fundação Museu Nacional Ferroviário. Presenças que serão aproveitadas  para a apresentação do anteprojeto para a ampliação e beneficiação do Museu Ferroviário de Macinhata do Vouga, para o qual a autarquia adquiriu terrenos contíguos para este fim.

Entretanto, a locomotiva a vapor E214, recuperada pela CP, já está em solo aguedense, precisamente no parque ferroviário de Sernada do Vouga. “A máquina está operacional, mas há questões ligadas à meteorologia e logística que, dificilmente, permitirão o seu funcionamento no verão”, confessa o presidente da Câmara, perspetivando que até final do ano a histórica e única locomotiva possa circular na linha do Vouga para tracionar o comboio turístico.

Leia mais na edição de 27 de junho do Jornal da Bairrada.