João Rôlo, piloto de Anadia, voltou a cumprir o sonho ao chegar ao Lago Rosa (Dakar) no final da 12.ª edição do Africa Eco Race, que decorreu entre 7 e 19 de janeiro. O piloto bairradino foi o único português presente em motos, numa competição que liga o Mónaco a Dakar (Senegal), com passagens por Marrocos e Mauritânia, depois de 6.500km e 12 etapas, com passagens por alguns troços do emblemático “Paris-Dakar”.

Em entrevista ao Jornal da Bairrada, João Rôlo conta os pormenores de uma prova que o atirou para duas exigentes noites no deserto, as quedas, o apoio da sua equipa Patsy Quick, proprietária da Desert Rose Racing e as emoções vividas nesta competição pela superação e resistência, num ano penoso, que ficará para sempre ligado ao desaparecimento de Paulo Gonçalves, com quem também João Rôlo disputou várias provas.

Leia a entrevista completa na edição de 30 de janeiro 2020 do JB