Um orçamento de “continuidade” para 2020, que assume a “natural e necessária continuidade na execução de projetos, que continuem a catapultar Vagos para os ritmos de crescimento da região, com a natural convergência para as regiões mais desenvolvidas do país”. Vale 24 milhões de euros, mais 2,2 milhões em relação a 2019, e foi aprovado, por maioria, em sede da assembleia municipal, na última reunião plenária do ano transato.
De acordo com o documento, para o diferencial na receita muito vai contribuir não apenas o aumento de fundos, “provenientes do Portugal 2020”, mas também a transferência de competências, “principalmente na componente da educação”. Quanto às despesas de investimento, previstas no Plano Plurianual, de assinalar que foi inscrito um acrescento de cerca de 500 mil euros. Segundo o presidente da câmara, destaque, entre outras, para a construção de diversas pistas cicláveis, requalificação da ponte de Fareja e a continuidade de uma série de atividades do Plano de Atividades Municipais, nomeadamente a Natal(i)a Terra do Pai Natal, as Festas de Vagos, Vagos Metal Fest, Vagos Sensation Gourmet ou o Programa Animar o Verão.
 
Ler mais na versão digital ou impressa