Adquirido em 1925, a um lisboeta que decidiu instalar-se em Vagos no início do século XX, a Câmara de Vagos quer agora transformar o Palacete Visconde de Valdemouro num “espaço de referência para o concelho”. O anúncio foi feito pelo presidente Silvério Regalado, que em declarações à Lusa, confirmou que a autarquia vai investir 3,55 milhões de euros na reabilitação do edifício.
Com uma área de implantação de 1374 m2 e uma área total de construção de 2832 m2, trata-se de uma das intervenções previstas no Plano de Ação de Reabilitação Urbana da Vila de Vagos. A principal novidade da empreitada é a construção de um anfiteatro.

Ler mais na edição impressa ou digital